A vida saudável

1.422 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.422
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
92
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A vida saudável

  1. 1. Vida SaudávelDesporto para a Saúde<br />Colégio Nossa Senhora da Graça<br />2010-2011<br />Área de Projecto 6ºB<br />Nome dos professores: Marina e Palmira <br />Trabalho elaborado por: Daniela e Catarina D.<br />
  2. 2. Existem diferentes tipos de exercício que exigem do praticante mais ou menos esforço físico. Quando se corre alguns minutos ou quando se limpa a casa o corpo está em constante actividade. No entanto, existem outros exercícios/modalidades que exigem um esforço maior da parte de quem o pratica, tais como a natação, a canoagem, a dança, o futebol, o basquetebol, o ciclismo, entre outros. <br />O importante é fazer exercício, seja como passatempo ou por obrigação. É saudável e alimenta o corpo e a mente.<br /> Diferentes tipos de exercícios<br />
  3. 3. Algumas modalidades desportistas <br /> <br />. Ciclismo .Natação<br />.Basquetebol .Rugby <br />. Atletismo .Canoagem <br />. Futebol <br />.Ténis <br />.Andebol .Badmington <br />.Ping-pong .Karaté <br />
  4. 4. Benefícios do Desporto<br />   - A nível físico, o desporto ajuda no combate à obesidade, reduz o risco de doenças cardiovasculares, fortalece músculos, ossos e articulações.<br />  - A nível psíquico, eleva a auto estima dos praticantes, pois este desenvolve um conjunto de habilidades que antes não possuía e melhora o seu aspecto físico, tendo consequentemente uma melhor imagem de si.<br />
  5. 5. A alimentação de um atleta <br />A alimentação tem um papel chave no rendimento físico e intelectual de qualquer pessoa.<br />O rendimento de um atleta pode ser determinado pela constituição das suas reservas energéticas.<br />O principal combustível é o glicogénio (presente no fígado).<br />
  6. 6. Alimentação de um atleta (Ementa)<br />· Sopa de legumes<br />.Carne ou peixe grelhados <br />· Arroz, massa ou batata<br />· Pão <br />· Queijo<br />·  Bolo ou tarte<br />·  Fruta madura<br />·  Frutos secos<br />
  7. 7. Material: blocos de partida, pista de corrida de comprimento minímo de 60m.<br />Técnica de partida: <br /><ul><li>Posição de partida: As mãos devem estar colocadas atrás da linha de partida . </li></ul> O olhar deve fixar-se à frente e o pescoço deve estar descontraido .<br />- Preparação para a partida: o corredor deve deslocar o peso do corpo para a frente, com ligeira elevação da bacia, ficando esse peso do corpo distribuído pelas mãos e pelas pernas, com os calcanhares fazendo pressão para trás (à voz de comando “prontos”).<br />Desportos Corrida de Velocidade:<br />
  8. 8. Corrida de estafetas <br />Trasmissão do testemunho: O aluno que inicia a corrida transporta o testemunho na mão direita , para o entregar deve colocá-lo na mão esquerda do seu companheiro.<br />
  9. 9. Corridas de barreiras<br />Material: Blocos de partida, barreiras, pista de corrida.<br />As barreiras são construídas em metal, sendo a barra transversal superior de madeira .Tem duas bases e dois suportes verticais. A largura máxima de barreira é de 1,20m a altura máxima é de 1,07m o comprimento máximo da base é de 0,70 m e o peso não deve ser inferior a 10 kg.Em cada corredor da pista haverá 10 barreiras ,colocadas a distancias e alturas variáveis , em função do tipo de prova e do escalão etário .<br />
  10. 10. Salto em comprimento <br />A corrida de balanço, sendo fundamental para a realização de um bom salto, deve ser feita com grande descontração, tronco direito e o olhar dirijido em frente, procurando atingir a maxima velocidade . <br /> <br />A impulsão é feita com o apoio da perna de impulsão na tábua chamada , tronco ligeiramente inclinado para tras e a ajuda de braços .<br /> <br />O voo logo após a impulsao, procura-se projectar o corpo bem para cima, a perna livre e lançada para a frente e para cima flectida procurando no ponto maximo do salto estender os braços em simultâneo .<br /> <br />A queda fazer recepção sobre os dois pés, puxar as pernas e flectir o tronco bem à frente.<br />
  11. 11. Triplo Salto <br />Material: caixa de saltos com areia, pista de balanço, tábua de chamada em madeira.<br />Corrida de balanço: deve ser feita com o tronco direito e o olhar dirigido em frente.<br />Impulsão: é feita com o apoio da perna de impulsão na tábua de chamada.<br />
  12. 12. Salto em altura <br />Material: Colchões de queda, postes e fasquia<br />Corrida de balanço: é uma corrida em curva com o aumento de velocidade à medida que nos aproximamos da fasquia <br />Chamada: inclinar o tronco para dentro fazer chamada a um pé e lançar a perna livre flectida o mais alto possível . <br />Transposição: Corpo para cima de costas voltadas para a fasquia atirando as pernas para cima os ombro para trás e fazendo elevação da anca.<br />Queda: os braços são estendidos caindo sobre a superfície das costas , com as pernas quase esticadas na vertical. <br />
  13. 13. Bibliografia <br />- Costa, Manuela e Costa, Aníbal, Na Aula de Educação Física , Areal Editores, Maio 1996,1ª Edição. <br />http://www.google.pt/images?hl=pt-pt&biw=1021&bih=479&gbv=2&tbs=isch%3A1&sa=1&q=pessoas+a+correr&aq=f&aqi=&aql=&oq<br />

×