Revolução Francesa

214 visualizações

Publicada em

Revolução Francesa

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Revolução Francesa

  1. 1. Revolução Francesa 1789–1799
  2. 2. A FRANÇA ANTES DA REVOLUÇÃO: O Absolutismo Monárquico (Antigo Regime) Derrota na Guerra dos sete anos Participação na Independência das Colônias Inglesas Crise financeira Reforma tributária (1787)
  3. 3. ESTADOS-GERAIS E O COMEÇO DA REVOLUÇÃO Primeiro Estado: Clero (1%) Segundo Estado: Nobreza (2%) Terceiro Estado: Burguesia, trabalhadores urbanos, servos (97%) Louis Charles-Auguste Couder, 1839.
  4. 4. ASSEMBLEIA NACIONAL CONSTITUINTE (1789 - 1791)  O povo vai às ruas  Apoio popular à Burguesia  Fim dos privilégios feudais: caça, isenção de impostos, monopólio dos cargos públicos.  Abolição da corveiaOcorria uma divisão espacial dos estados na Assembleia.
  5. 5. QUEDA DA BASTILHA (14 DE JULHO DE 1789)  Tomada da Bastilha  Uma multidão invadiu e tomou a prisão da Bastilha (símbolo do poder absoluto do rei).  Libertaram os presos (inimigos políticos da monarquia francesa)  Se apropriaram das armas  Diante da enorme manifestação popular o rei reconheceu a legitimidade da Assembléia Nacional Constituinte
  6. 6. "No século XVII tornou-se uma prisão para nobres ou letrados, adversários políticos, aqueles que se opunham ao governo ou mesmo à religião oficial. Mesmo abrigando 7 mil prisioneiros no dia 14 de julho, foi invadida pelo povo"
  7. 7. DECLARAÇÃO DOS DIREITOS DO HOMEM E DO CIDADÃO (26 DE AGOSTO DE 1789)  Liberdade pessoal, de pensamento, expressão e credo.  Protesto de Mulheres: Uma economia moral  Adesões Populares: Homens em marcha  O Rei Luís XVI reconhece a Declaração
  8. 8. UMA CONSTITUIÇÃO PARA A FRANÇA (1791) Igualdade perante a lei Voto censitário (cidadãos ativos e passivos) Governo Parlamentar Liberdade econômica Fim do dízimo obrigatório Confisco das terras da Igreja
  9. 9. BURGUESES NO CONTROLE (CONVENÇÃO NACIONAL) Girondinos Alta Burguesia Defendiam posições moderadas Jacobinos Pequena e média Burguesia Apoiavam mudanças radicais na política e na economia
  10. 10. O TERROR JACOBINO  Em Defesa da França: Guerra contra a Prússia e a Áustria(1792)  Marselhesa: A população armada  Abolição da Monarquia  Proclamação da República  Guilhotina Máquina recomendada pelo médico Joseph Ignace Guilhotin.
  11. 11. SUJEITOS COLETIVOS DA REVOLUÇÃO Girondinos Jacobinos Sans- Culottes Camponeses Monarquia Constitucional, Liberdade econômica, Reforma Tributária e Política sem participação popular. Principal líder: Jacques Pierre Brissot República, Sufrágio masculino, Igualdade perante a lei, Fim dos privilégios da nobreza e do clero. Principal líder: Maximilien Robespierre Trabalhadores urbanos, pequenos comerciantes, Artesãos. Desejavam mudanças radicais na França: Liberdade, Igualdade, Fraternidade. Fim da servidão, Divisão das terras da Nobreza exilada.
  12. 12. A REPÚBLICA FRANCESA: DISPUTAS 1. Convenção Girondina (1792-1793)  Guerra civil, crise econômica, bloqueio dos portos, avanço estrangeiro. 2. Convenção Jacobina (1793-1794)  Comitês de Salvação Pública  Tribunal Revolucionário  Nova Constituição (sufrágio masculino, calendário)  Controle dos preços  Aumento dos salários  Fim da escravidão nas colônias  Alistamento militar (18 a 25 anos)
  13. 13. EXPLODE O RADICALISMO  Combate ao inimigo interno  Lei dos Suspeitos  Prisão e morte de Robespierre (1794) Maximilien Robespierre, líder Jacobino da Revolução Francesa
  14. 14. GIRONDINOS DE VOLTA AO PODER  Fim do controle dos preços  Desarmamento dos sans-culottes  Volta do voto censitário  Criação do Diretório  Conspiração dos Iguais (Graco Babeuf)  Golpe de 18 Brumário (1799) General Bonaparte assume o poder na França e inicia uma Ditadura.

×