SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 12
Baixar para ler offline
Intercom – Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação
         XXXIII Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação – Caxias do Sul, RS – 2 a 6 de setembro de 2010

     Análise das Estratégias e Marcas no Programa Reality Show “O Aprendiz”1


                           Josiane dos Santos Paula e OLIVEIRA2
                                        Camilo Catto³
                   Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Paraná. PR


RESUMO

        Com esse trabalho mostraremos as estratégias que os candidatos do programa
O Aprendiz utilizam nas tarefas que lhes são ordenadas e como é feita a divulgação das
marcas nesse programa. Mostraremos como os aprendizes além de desafiar a si mesmos
desafiam suas crenças e seus ideais, pois eles tem que participar do jogo com
humildade, credibilidade e flexibilidade, e para isso utilizam suas próprias estratégias.
Esperamos que a partir do conhecimento do programa, os telespectadores tirem lições e
novas experiências para suas vidas e que dessa forma, as pessoas possam confirmar ou
contradizer os ensinamentos tanto do apresentador, como dos aprendizes e conselheiros.

PALAVRAS-CHAVE: Marcas, Estratégias, Reality Show, O Aprendiz.

Introdução

          Com esse trabalho pretendemos mostrar que o “O Aprendiz” é eficiente em
proporcionar aprendizado a todos àqueles que o assistem. Para enfatizar isso
mostraremos as estratégias adotadas pelos Aprendizes desse programa que já existe a
sete anos para comunicadores em geral, profissionais que trabalham com Logística e
tanto para o público adolescente, jovem e adulto que são ou querem ser empreendedores
quanto para àqueles que gostam do que o programa abrange. Apesar de ser um reality-
show e ter por si próprio a competição, suscita o envolvimento de todos nas tarefas
apresentadas, aprendizes e telespectadores, o que permite maior interesse e aprendizado.
Pretendemos que, a partir deste artigo, surjam profissionais que possam aproveitar
estratégias adotadas pelos aprendizes e que aprendam a se superar no dia-a-dia, tanto
pessoal quanto profissionalmente. Além disso temos o objetivo de suscitar o interesse



1
 Trabalho apresentado na Divisão Temática Publicidade e Propaganda, da Intercom Júnior – Jornada de Iniciação
Científica em Comunicação, evento componente do XXXIII Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação
2
  Estudante de Graduação 2º. semestre do Curso de Comunicação Institucional - UTFPR , email:
josicomunicacao@hotmail.com

³ Orientador do trabalho, Professor do curso de Comunicação Institucional da UTFPR, camilo@utfpr.edu.br




                                                                                                                  1
Intercom – Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação
       XXXIII Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação – Caxias do Sul, RS – 2 a 6 de setembro de 2010

das pessoas em assistir ou participar de programas como esse que agregam
conhecimento.

1. Breve História do O Aprendiz
        O Aprendiz passou a ser transmitido aqui no Brasil com a vinda do Reality
Show The Apprentice, apresentado nos Estados Unidos por Donald Trump. Com o apoio
de Ricardo Bellino, sócio brasileiro de Donald Trump, houve a possibilidade da
viabilização da versão brasileira do programa em nosso país.
       O programa reality show O Aprendiz estreou na Rede Record em 2004 com o
comando de Roberto Justus. Em 2008, o programa chegou a sua quinta edição. Em 2009
começou o Aprendiz Universitário já que a Record, recebendo pedidos de inúmeros
Universitários que sonhavam em participar do Aprendiz, deu essa oportunidade a
acadêmicos, o que anteriormente não acontecia pois o processo de seleção exigia dos
futuros Aprendizes uma pós-graduação, domínio de mais de uma língua e boa
experiência profissional. Em 2010, quem passou a apresentar o programa O Aprendiz
Universitário foi João Doria Jr. O Processo de seleção não sofreu muitas alterações, mas
o formato do programa continuou sofrendo mudanças.
        Para a seleção dos candidatos, uma empresa de Recursos Humanos fazia uma
seleção prévia, a partir de recursos tecnológicos, tomando como base a idade, o
academicismo, ou seja, se a pessoa era efetivamente Universitária, características de seu
currículo escolar e local de residência. A partir dessa seleção, de 126 mil inscritos,
restaram apenas 200 candidatos. Então a missão passou para a TV Record que começou
a fazer o contato pessoal. Assim, chegou-se a 80 pessoas que passaram a fazer testes de
vídeo. Das 80, 32 foram classificadas e apenas 16 foram selecionadas por João Doria Jr.
e sua equipe para participarem do programa. Duas pessoas, da equipe da Record ficaram
de stand-by, ou seja, de alertas se houvesse algum tipo de problema, doença ou
impedimento de alguém fazer o programa. Durante o processo classificatório, foi
avaliado a capacidade de se comunicar, o desembaraço em tratar assuntos de diferentes
temas. Assim, foram escolhidos os 16 participantes que representavam as diferentes
regiões do Brasil e o sentimento de cada uma delas, o que realmente a equipe do
programa buscava.
        O público-alvo são jovens e adultos, que buscam o empreendedorismo, e
empresários – mais precisamente profissionais da área de Comunicação, Marketing e
Logística - devido a linguagem técnica utilizada. Mas para toda a sociedade esse



                                                                                                                2
Intercom – Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação
         XXXIII Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação – Caxias do Sul, RS – 2 a 6 de setembro de 2010

programa é válido pois aborda em seus episódios a atualidade e questões do dia-a-dia
profissional que se refere a organização, planejamento, estratégias de venda sempre com
a utilização da ética.
           Sua abordagem é profunda. O programa é rigoroso quanto ao desempenho dos
candidatos. A linguagem técnica no programa é utilizada a todo momento sem haver
explicações de seu significado, pois o programa pressupõe conhecimento da linguagem.
Dentre as palavras técnicas mais utilizadas estão: script4, insight5, brainstorming6,
briefing7.


2. Estratégias adotadas no programa
           O processo de seleção do programa O Aprendiz, por si só já é estratégico,
desde a escolha dos 16 candidatos. É a estratégia do líder da equipe nas tarefas
anunciadas, estratégia do grupo para vencer o desafio da tarefa, seja vendendo um
produto ou serviço, negociando, produzindo para sobressair as marcas dos produtos
utilizados, estratégia na sala de reunião para não ser demitido.




           O Aprendiz, diferente dos outros processos seletivos, como vestibulares e
concursos públicos, que analisam só como as pessoas pensam e como podem ser
eficientes, é um teste que analisa não só o intelectual, mas os sentimentos dos
candidatos de forma conjunta.
           Há a estratégia também dentro do programa, do apresentador contar com dois
conceituados conselheiros, que acompanham as tarefas de cada equipe e observam a
________________________
4
  Roteiro não detalhado.
5
  Idéias.
6
  Chuva de idéias realizada por um grupo, seja para criar um slogan, campanha ou qualquer outra coisa.
7
  Documento que descreve a situação dos objetivos e das oportunidades da empresa (cliente). Ele é a base para todo o
processo de planejamento e criação.




                                                                                                                   3
Intercom – Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação
       XXXIII Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação – Caxias do Sul, RS – 2 a 6 de setembro de 2010

atuação dos Aprendizes. Segue abaixo o apresentador João Doria Jr. ao centro e os dois
conselheiros do último Aprendiz ( à direira Cristiana Arcangeli e à esquerda David
Barioni).




                                                      .
        Na realização de suas tarefas os Aprendizes não poderiam se identificar como
membro do programa. Nem sequer o nome O Aprendiz poderia ser comentado durante
as ligações para compra de produtos, contratação de serviços ou durante a obtenção de
patrocínios. Portanto, eles tinham que produzir uma boa estratégia para conseguir o que
queriam.
                         “Os aprendizes são marketeiros e sabem que um cliente, ao comprar um
                         produto ou serviço qualquer, analisa primeiramente a diferenciação, seja
                         ela externa (como a marca) ou intrínseca (como a qualidade) . Essa
                         diferenciação mostra se um determinado produto ou serviço do que
                         outro e se o preço estipulado está dentro das expectativas do
                         consumidor-alvo”. (Fernando J. Wosniak Steler)

3. A utilização das Marcas no O Aprendiz
        Durante as tarefas as marcas e anunciantes são bastante lembrados pois na
maioria das vezes há uma tarefa específica para um dos anunciantes que o programa tem
como aliado e marcas divulgadas durante o momento de refeição dos aprendizes e no
desenvolvimento de tarefas.
        Alguns dos anunciantes de 2010 foram: VIVO, FIAT, Magazine Luiza, pilhas
Duracell, produtos Nestlé como Dolce Gusto e outros utilizados e consumidos pelos
aprendizes. Abaixo podemos conferir a tarefa na fábrica da Fiat, em Torino – Itália,
onde os três finalistas do segundo Aprendiz Universitário: Gabriela Gaspari, Rodrigo
Solano e Samara Schuch, teriam que partir de uma comuna italiana que fica a 315 Km
de Torino, e chegar à fábrica da Fiat.




                                                                                                                4
Intercom – Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação
        XXXIII Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação – Caxias do Sul, RS – 2 a 6 de setembro de 2010




         O posicionamento de marcas e produtos perante a massa consumidora é algo
fundamental para incremento das vendas e para o retorno do capital investido. Podemos
reafirmar isso com o trecho abaixo:
                          “Fazer ‘barulho’ em cima de um produto, marca ou conceito é uma das
                          principais habilidades que o profissional de marketing ou comunicação
                          deve possuir. Não adianta nada nosso ouro estar guardado embaixo
                          do tapete. Ele precisa vir à tona. A cada dia, desde a mais de duas mil
                          marcas e, antes de irmos para a cama, nem sequer recordamos algumas
                          delas. Comunicar e fixar marcas ou idéias na mente dos consumidores
                          está ficando cada vez mais difícil. O posicionamento ou o ‘share of
                          mind 8’ deve ser direto e claro. Precisamos ser donos de uma palavra e
                          os clientes precisam saber disso”.       (Fernando J. Wosniak Steler)

       Entretanto, esse posicionamento deve ser feito com base na visão de marketing
que a empresa possui e em estratégias focadas no público-alvo. Quanto maior e mais
focada for essa exposição, maior será a demanda pela procura do produto ou do serviço
em questão e, conseqüentemente os resultados serão melhores.
                          “Importante é escolher a arquitetura de marca que seje clara, gere
                          sinergia, e tenha o impacto desejado no mercado”. (David Aaker)

         E uma das formas de promover com eficiência esse objetivo é através da
realização de ações planejadas e de merchandising9 televisivo, com ênfase no produto e
suas principais características.
         Em uma das primeiras provas do segundo Aprendiz Universitário, os
aprendizes tiveram que criar uma logomarca para uma empresa que fazia passeios no
Zoológico “ZooPark” com crianças. A Equipe vencedora, a Avant, criou uma logo que
poderia ser utilizada na confecção de vários produtos, entre eles: bonés, camisetas,
botons, chaveiros, placas de sinalização e outros sinalizadores como portal de entrada
dessa empresa. Podemos ressaltar dentro desse contexto o que David Aaker
________________________
8
 As marcas mais lembradas.
9
 Ferramenta do Marketing responsável pela informação e apresentação destacada dos produtos em um
ponto-de-venda.



                                                                                                                 5
Intercom – Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação
         XXXIII Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação – Caxias do Sul, RS – 2 a 6 de setembro de 2010

chama de branding, ou seja, relações que potencializam as percepções acerca de uma
marca.
                           “A execução do branding do não é tomada apenas por ações que
                           posicionam a marca e divulgam a marca no mercado, mas
                           também por ações internas na empresa , transmitindo para
                           todos os interessados na imagem pretendida.”
                                                                        (David Aaker)

4. Lições dos Aprendizes – Depoimentos ( Lições que ficam )
          Todos      os Aprendizes do programa dizem                        que aprenderam             lições

importantíssimas para suas vidas e sem exceção, analisam seu desempenho. Caso
percebam que não foram tão bem numa determinada tarefa, procuram repensar esse
desafio e não permanecem no erro que contribuiu para sua derrota.
          Até mesmo para os apresentadores do programa O Aprendiz supera as
expectativas, como podemos ver a seguir:
                           “O Aprendiz deu a mim – e ao mundo - a chance de ver o que
                           separa um bom candidato de um funcionário de primeira linha. Eu
                           não sabia o que esperar do grupo de jovens e talentosos homens e
                           mulheres de negócios que chegaram à reta final da competição. Mas eu
                           sabia que precisava de uma equipe de apoio na qual eu pudesse confiar
                           e com a qual pudesse contar”.
                                                               (Donald Trump)

Conclusão


          Como telespectadora avalio com alto grau o reality show O Aprendiz.
Assistindo o programa, aprendo mais a cada dia pois esse programa ensina lições
interessantíssimas para minha vida, tanto pessoal como profissionalmente. É muito bom
aprender as lições de vida dos aprendizes, já que o mercado é por si só cada vez mais
competitivo.
          Além disso esse reality show não abrange somente a área de Comunicação,
Marketing e Logística, e sim também Administração, Direito e muito mais. Cada
candidato acaba contribuindo dessa forma para o produto final da tarefa se concretizar,
seja ela uma campanha publicitária, o desenvolvimento de um projeto social ou
empresarial, o planejamento de venda de um determinado produto.




Referências
         RANCIC, Bill. O Aprendiz. São Paulo: Ed. Landscape, 2004.


                                                                                                                  6
Intercom – Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação
         XXXIII Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação – Caxias do Sul, RS – 2 a 6 de setembro de 2010




         STELER, Fernando. Eu Aprendi!. Rio de Janeiro: Elsevier, 2006.


         Revista Offline. São Paulo. Nº16. Ano 3 / 2010.


       Diário do Pará. Fama. Pará. 2010. Disponível em http://www.diariodopara.com.br/N-
93843-SAMARA+SCHUCH+VENCE+O+APRENDIZ+UNIVERSITARIO+.html


       LINS, Alexandre Lana. BrasilWiki!. O Aprendiz estimula o capitalismo selvagem.
Minas Gerais. 21/mai/2008. Disponível em http://www.brasilwiki.com.br/noticia.php?id_noticia
=5370


         Terra. Gente & TV. 2010. Disponível em http://www.doriancosentino.com.br/roberto-
justus


       Nunes, Luiz. Branding – A Razão de uma Diretiva na Criação de Uma Marca.
UOL. 2009. Disponível em http://exclusivo.terra.com.br/aprendiz2/interna/0,,OI59 3076-
EI5248,00.html . Acesso em 12/jun/2010.


       HSM Management. Marketing.1999. Disponível em http://66.228.120.252/artigos
/1589895. Acesso em 16/jun/2010.


        Veja novamente todas as tarefas realizadas pelos aprendizes. São Paulo. 2010.
Disponível em http://entretenimento.r7.com/aprendiz-universitario/noticias/veja-novamente-
todas-as-tarefas-realizadas-pelos-aprendizes-20100608.html



        Arquitetura. Disponível em                http://hdestudos.files.wordpress.com/2008/03/hsm-a-
arquitetura-da-marca-david-aaker.pdf




                                                                                                                  7
A rede social Twitter como fonte na cobertura futebolística
A rede social Twitter como fonte na cobertura futebolística
A rede social Twitter como fonte na cobertura futebolística
A rede social Twitter como fonte na cobertura futebolística
A rede social Twitter como fonte na cobertura futebolística

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Aula 05 4 rpan_2010_2
Aula 05 4 rpan_2010_2Aula 05 4 rpan_2010_2
Aula 05 4 rpan_2010_2Ney Queiroz
 
Uma aposta nas mídias sociais como ferramenta de marketing
Uma aposta nas mídias sociais como ferramenta de marketingUma aposta nas mídias sociais como ferramenta de marketing
Uma aposta nas mídias sociais como ferramenta de marketingMarcos Facó
 
Guia projeto discente comunicação e história - 2016-2 - v2
Guia projeto discente   comunicação e história - 2016-2 - v2Guia projeto discente   comunicação e história - 2016-2 - v2
Guia projeto discente comunicação e história - 2016-2 - v2pablonaba
 
GT1_Instituto Plural de Ensino Superior_Inovação e Tecnologia UDF 1°/2013 (FO...
GT1_Instituto Plural de Ensino Superior_Inovação e Tecnologia UDF 1°/2013 (FO...GT1_Instituto Plural de Ensino Superior_Inovação e Tecnologia UDF 1°/2013 (FO...
GT1_Instituto Plural de Ensino Superior_Inovação e Tecnologia UDF 1°/2013 (FO...Dra. Camila Hamdan
 
Guia projeto discente comunicação e sociedade rádio e tv 2016-2_ v2
Guia projeto discente   comunicação e sociedade rádio e tv  2016-2_ v2Guia projeto discente   comunicação e sociedade rádio e tv  2016-2_ v2
Guia projeto discente comunicação e sociedade rádio e tv 2016-2_ v2pablonaba
 
Aula 07 4 rpan_2010_2
Aula 07 4 rpan_2010_2Aula 07 4 rpan_2010_2
Aula 07 4 rpan_2010_2Ney Queiroz
 
Aula 01 7 Ppad 2010 1
Aula 01 7 Ppad 2010 1Aula 01 7 Ppad 2010 1
Aula 01 7 Ppad 2010 1Ney Queiroz
 
Aula 02 4 rpan_2010_2
Aula 02 4 rpan_2010_2Aula 02 4 rpan_2010_2
Aula 02 4 rpan_2010_2Ney Queiroz
 
Edc aula 05-template_colaborativa_okcamila
Edc aula 05-template_colaborativa_okcamilaEdc aula 05-template_colaborativa_okcamila
Edc aula 05-template_colaborativa_okcamilaCamila Thibes
 
A reinvenção da sociedade empreendedora curso superior de tecnologia semest...
A reinvenção da sociedade empreendedora   curso superior de tecnologia semest...A reinvenção da sociedade empreendedora   curso superior de tecnologia semest...
A reinvenção da sociedade empreendedora curso superior de tecnologia semest...HELENO FAVACHO
 
Publicidade word
Publicidade wordPublicidade word
Publicidade wordJTMctitus
 
Rede de Academias Smart Fit nas Redes Sociais
Rede de Academias Smart Fit nas Redes SociaisRede de Academias Smart Fit nas Redes Sociais
Rede de Academias Smart Fit nas Redes SociaisCaio Duarte
 
Guia projeto 5º sem speedo 2016 01
Guia projeto 5º sem   speedo 2016 01Guia projeto 5º sem   speedo 2016 01
Guia projeto 5º sem speedo 2016 01pablonaba
 
Atividade colaborativa estratégia dinâmica e competitiva paulo rogerio
Atividade colaborativa estratégia dinâmica e competitiva paulo rogerioAtividade colaborativa estratégia dinâmica e competitiva paulo rogerio
Atividade colaborativa estratégia dinâmica e competitiva paulo rogerioCisco Kunsagi
 

Mais procurados (20)

Aula 05 4 rpan_2010_2
Aula 05 4 rpan_2010_2Aula 05 4 rpan_2010_2
Aula 05 4 rpan_2010_2
 
XI Anuário Saber
XI Anuário SaberXI Anuário Saber
XI Anuário Saber
 
Uma aposta nas mídias sociais como ferramenta de marketing
Uma aposta nas mídias sociais como ferramenta de marketingUma aposta nas mídias sociais como ferramenta de marketing
Uma aposta nas mídias sociais como ferramenta de marketing
 
Guia projeto discente comunicação e história - 2016-2 - v2
Guia projeto discente   comunicação e história - 2016-2 - v2Guia projeto discente   comunicação e história - 2016-2 - v2
Guia projeto discente comunicação e história - 2016-2 - v2
 
Qual a importância do escopo nos projetos de comunicação?
Qual a importância do escopo nos projetos de comunicação?Qual a importância do escopo nos projetos de comunicação?
Qual a importância do escopo nos projetos de comunicação?
 
Dissertação Final
Dissertação FinalDissertação Final
Dissertação Final
 
GT1_Instituto Plural de Ensino Superior_Inovação e Tecnologia UDF 1°/2013 (FO...
GT1_Instituto Plural de Ensino Superior_Inovação e Tecnologia UDF 1°/2013 (FO...GT1_Instituto Plural de Ensino Superior_Inovação e Tecnologia UDF 1°/2013 (FO...
GT1_Instituto Plural de Ensino Superior_Inovação e Tecnologia UDF 1°/2013 (FO...
 
Guia projeto discente comunicação e sociedade rádio e tv 2016-2_ v2
Guia projeto discente   comunicação e sociedade rádio e tv  2016-2_ v2Guia projeto discente   comunicação e sociedade rádio e tv  2016-2_ v2
Guia projeto discente comunicação e sociedade rádio e tv 2016-2_ v2
 
Aula 07 4 rpan_2010_2
Aula 07 4 rpan_2010_2Aula 07 4 rpan_2010_2
Aula 07 4 rpan_2010_2
 
Aula 01 7 Ppad 2010 1
Aula 01 7 Ppad 2010 1Aula 01 7 Ppad 2010 1
Aula 01 7 Ppad 2010 1
 
Aula 02 4 rpan_2010_2
Aula 02 4 rpan_2010_2Aula 02 4 rpan_2010_2
Aula 02 4 rpan_2010_2
 
Edc aula 05-template_colaborativa_okcamila
Edc aula 05-template_colaborativa_okcamilaEdc aula 05-template_colaborativa_okcamila
Edc aula 05-template_colaborativa_okcamila
 
Hands on 2017
Hands on 2017Hands on 2017
Hands on 2017
 
T3
T3T3
T3
 
A reinvenção da sociedade empreendedora curso superior de tecnologia semest...
A reinvenção da sociedade empreendedora   curso superior de tecnologia semest...A reinvenção da sociedade empreendedora   curso superior de tecnologia semest...
A reinvenção da sociedade empreendedora curso superior de tecnologia semest...
 
EMPREENDEDORISMO - AGÊNCIA COMUNICAÇÃO INCLUSA
EMPREENDEDORISMO - AGÊNCIA COMUNICAÇÃO INCLUSAEMPREENDEDORISMO - AGÊNCIA COMUNICAÇÃO INCLUSA
EMPREENDEDORISMO - AGÊNCIA COMUNICAÇÃO INCLUSA
 
Publicidade word
Publicidade wordPublicidade word
Publicidade word
 
Rede de Academias Smart Fit nas Redes Sociais
Rede de Academias Smart Fit nas Redes SociaisRede de Academias Smart Fit nas Redes Sociais
Rede de Academias Smart Fit nas Redes Sociais
 
Guia projeto 5º sem speedo 2016 01
Guia projeto 5º sem   speedo 2016 01Guia projeto 5º sem   speedo 2016 01
Guia projeto 5º sem speedo 2016 01
 
Atividade colaborativa estratégia dinâmica e competitiva paulo rogerio
Atividade colaborativa estratégia dinâmica e competitiva paulo rogerioAtividade colaborativa estratégia dinâmica e competitiva paulo rogerio
Atividade colaborativa estratégia dinâmica e competitiva paulo rogerio
 

Destaque

També vull post-its: una història de kanban a operacions
També vull post-its: una història de kanban a operacionsTambé vull post-its: una història de kanban a operacions
També vull post-its: una història de kanban a operacionsPaco Orozco
 
M A P A E S T R A TÉ G I C O D E L B A L A N C E D S C O R E C A R D
M A P A  E S T R A TÉ G I C O  D E L  B A L A N C E D  S C O R E C A R DM A P A  E S T R A TÉ G I C O  D E L  B A L A N C E D  S C O R E C A R D
M A P A E S T R A TÉ G I C O D E L B A L A N C E D S C O R E C A R DCarlos Chavez Monzón
 
David requerimientos de memoria del servidor y fabricantes de
David requerimientos de memoria del servidor y fabricantes deDavid requerimientos de memoria del servidor y fabricantes de
David requerimientos de memoria del servidor y fabricantes deDavipe
 
Capitulo 7 peternorton
Capitulo 7 peternortonCapitulo 7 peternorton
Capitulo 7 peternortonTania Pineda
 
Presentacions dinàmiques amb prezi
Presentacions dinàmiques amb preziPresentacions dinàmiques amb prezi
Presentacions dinàmiques amb preziEva Castilla
 
⭐⭐⭐⭐⭐ Lecciones Segundo Parcial (2do Parcial)
⭐⭐⭐⭐⭐ Lecciones Segundo Parcial (2do Parcial)⭐⭐⭐⭐⭐ Lecciones Segundo Parcial (2do Parcial)
⭐⭐⭐⭐⭐ Lecciones Segundo Parcial (2do Parcial)Victor Asanza
 
Introducción a Balanced Scorecard
Introducción a Balanced ScorecardIntroducción a Balanced Scorecard
Introducción a Balanced ScorecardClaudio A. Kaliman
 
Virtualización Avanzada con Elastix
Virtualización Avanzada con ElastixVirtualización Avanzada con Elastix
Virtualización Avanzada con ElastixPaloSanto Solutions
 
Virtualizacion, seguridad (utm) y alta disponibilidad kamal majaiti
Virtualizacion, seguridad (utm) y alta disponibilidad kamal majaitiVirtualizacion, seguridad (utm) y alta disponibilidad kamal majaiti
Virtualizacion, seguridad (utm) y alta disponibilidad kamal majaitiKamal Majaiti
 
Sistemas operativos software
Sistemas operativos softwareSistemas operativos software
Sistemas operativos softwareJohan Guerra
 
Tutorial Prezi
Tutorial PreziTutorial Prezi
Tutorial PreziTicdys
 
NetConfUY: Maximizando la productividad del desarrollo móvil
NetConfUY: Maximizando la productividad del desarrollo móvilNetConfUY: Maximizando la productividad del desarrollo móvil
NetConfUY: Maximizando la productividad del desarrollo móvilSorey García
 
Tipos de sistema operativo y funcionamiento del Sistema Operativo
Tipos de sistema operativo y funcionamiento del Sistema OperativoTipos de sistema operativo y funcionamiento del Sistema Operativo
Tipos de sistema operativo y funcionamiento del Sistema OperativoHugiiño Pereida
 

Destaque (20)

Presentación1
Presentación1Presentación1
Presentación1
 
També vull post-its: una història de kanban a operacions
També vull post-its: una història de kanban a operacionsTambé vull post-its: una història de kanban a operacions
També vull post-its: una història de kanban a operacions
 
M A P A E S T R A TÉ G I C O D E L B A L A N C E D S C O R E C A R D
M A P A  E S T R A TÉ G I C O  D E L  B A L A N C E D  S C O R E C A R DM A P A  E S T R A TÉ G I C O  D E L  B A L A N C E D  S C O R E C A R D
M A P A E S T R A TÉ G I C O D E L B A L A N C E D S C O R E C A R D
 
David requerimientos de memoria del servidor y fabricantes de
David requerimientos de memoria del servidor y fabricantes deDavid requerimientos de memoria del servidor y fabricantes de
David requerimientos de memoria del servidor y fabricantes de
 
Capitulo 7 peternorton
Capitulo 7 peternortonCapitulo 7 peternorton
Capitulo 7 peternorton
 
Virtualizacion
VirtualizacionVirtualizacion
Virtualizacion
 
Presentacions dinàmiques amb prezi
Presentacions dinàmiques amb preziPresentacions dinàmiques amb prezi
Presentacions dinàmiques amb prezi
 
⭐⭐⭐⭐⭐ Lecciones Segundo Parcial (2do Parcial)
⭐⭐⭐⭐⭐ Lecciones Segundo Parcial (2do Parcial)⭐⭐⭐⭐⭐ Lecciones Segundo Parcial (2do Parcial)
⭐⭐⭐⭐⭐ Lecciones Segundo Parcial (2do Parcial)
 
Introducción a Balanced Scorecard
Introducción a Balanced ScorecardIntroducción a Balanced Scorecard
Introducción a Balanced Scorecard
 
Operating systems
Operating systemsOperating systems
Operating systems
 
Virtualización Avanzada con Elastix
Virtualización Avanzada con ElastixVirtualización Avanzada con Elastix
Virtualización Avanzada con Elastix
 
Virtualizacion, seguridad (utm) y alta disponibilidad kamal majaiti
Virtualizacion, seguridad (utm) y alta disponibilidad kamal majaitiVirtualizacion, seguridad (utm) y alta disponibilidad kamal majaiti
Virtualizacion, seguridad (utm) y alta disponibilidad kamal majaiti
 
Tutorial prezi
Tutorial preziTutorial prezi
Tutorial prezi
 
Virtualizacion
VirtualizacionVirtualizacion
Virtualizacion
 
Comparativa | Sistemas Operativos
Comparativa | Sistemas OperativosComparativa | Sistemas Operativos
Comparativa | Sistemas Operativos
 
Sistemas operativos software
Sistemas operativos softwareSistemas operativos software
Sistemas operativos software
 
Tutorial Prezi
Tutorial PreziTutorial Prezi
Tutorial Prezi
 
NetConfUY: Maximizando la productividad del desarrollo móvil
NetConfUY: Maximizando la productividad del desarrollo móvilNetConfUY: Maximizando la productividad del desarrollo móvil
NetConfUY: Maximizando la productividad del desarrollo móvil
 
Tipos de sistema operativo y funcionamiento del Sistema Operativo
Tipos de sistema operativo y funcionamiento del Sistema OperativoTipos de sistema operativo y funcionamiento del Sistema Operativo
Tipos de sistema operativo y funcionamiento del Sistema Operativo
 
U2S2: Memoria Principal (RAM)
U2S2: Memoria Principal (RAM)U2S2: Memoria Principal (RAM)
U2S2: Memoria Principal (RAM)
 

Semelhante a A rede social Twitter como fonte na cobertura futebolística

Atendimento e Planejamento Publicitário
Atendimento e Planejamento PublicitárioAtendimento e Planejamento Publicitário
Atendimento e Planejamento PublicitárioAtitude Digital
 
Gestao estrategica da_comunicacao
Gestao estrategica da_comunicacaoGestao estrategica da_comunicacao
Gestao estrategica da_comunicacaojaira saraiva
 
Desafio SnowFly: Pesquisa Mercadológica
Desafio SnowFly: Pesquisa MercadológicaDesafio SnowFly: Pesquisa Mercadológica
Desafio SnowFly: Pesquisa MercadológicaIbrahim Cesar
 
Semana de Comunicação Universidade Católica de Santos
Semana de Comunicação Universidade Católica de SantosSemana de Comunicação Universidade Católica de Santos
Semana de Comunicação Universidade Católica de SantosDoutorlogotipo Branding
 
Desafio SnowFly: Campanha Promocional
Desafio SnowFly: Campanha PromocionalDesafio SnowFly: Campanha Promocional
Desafio SnowFly: Campanha PromocionalIbrahim Cesar
 
Comunicação 360º - Compreendendo o Marketing Multiplataforma
Comunicação 360º - Compreendendo o Marketing MultiplataformaComunicação 360º - Compreendendo o Marketing Multiplataforma
Comunicação 360º - Compreendendo o Marketing MultiplataformaTiago
 
apostila-marketing-pessoal-e-profissional-2016.pptx
apostila-marketing-pessoal-e-profissional-2016.pptxapostila-marketing-pessoal-e-profissional-2016.pptx
apostila-marketing-pessoal-e-profissional-2016.pptxRobertaFernandes65
 
Comunicação interna
Comunicação internaComunicação interna
Comunicação internaInformaGroup
 
O PAPEL DO EVENTO RED BULL SOAPBOX RACE NA CONSTRUÇÃO DA IMAGEM DE MARCA DA R...
O PAPEL DO EVENTO RED BULL SOAPBOX RACE NA CONSTRUÇÃO DA IMAGEM DE MARCA DA R...O PAPEL DO EVENTO RED BULL SOAPBOX RACE NA CONSTRUÇÃO DA IMAGEM DE MARCA DA R...
O PAPEL DO EVENTO RED BULL SOAPBOX RACE NA CONSTRUÇÃO DA IMAGEM DE MARCA DA R...Bruno Rodrigues
 

Semelhante a A rede social Twitter como fonte na cobertura futebolística (9)

Atendimento e Planejamento Publicitário
Atendimento e Planejamento PublicitárioAtendimento e Planejamento Publicitário
Atendimento e Planejamento Publicitário
 
Gestao estrategica da_comunicacao
Gestao estrategica da_comunicacaoGestao estrategica da_comunicacao
Gestao estrategica da_comunicacao
 
Desafio SnowFly: Pesquisa Mercadológica
Desafio SnowFly: Pesquisa MercadológicaDesafio SnowFly: Pesquisa Mercadológica
Desafio SnowFly: Pesquisa Mercadológica
 
Semana de Comunicação Universidade Católica de Santos
Semana de Comunicação Universidade Católica de SantosSemana de Comunicação Universidade Católica de Santos
Semana de Comunicação Universidade Católica de Santos
 
Desafio SnowFly: Campanha Promocional
Desafio SnowFly: Campanha PromocionalDesafio SnowFly: Campanha Promocional
Desafio SnowFly: Campanha Promocional
 
Comunicação 360º - Compreendendo o Marketing Multiplataforma
Comunicação 360º - Compreendendo o Marketing MultiplataformaComunicação 360º - Compreendendo o Marketing Multiplataforma
Comunicação 360º - Compreendendo o Marketing Multiplataforma
 
apostila-marketing-pessoal-e-profissional-2016.pptx
apostila-marketing-pessoal-e-profissional-2016.pptxapostila-marketing-pessoal-e-profissional-2016.pptx
apostila-marketing-pessoal-e-profissional-2016.pptx
 
Comunicação interna
Comunicação internaComunicação interna
Comunicação interna
 
O PAPEL DO EVENTO RED BULL SOAPBOX RACE NA CONSTRUÇÃO DA IMAGEM DE MARCA DA R...
O PAPEL DO EVENTO RED BULL SOAPBOX RACE NA CONSTRUÇÃO DA IMAGEM DE MARCA DA R...O PAPEL DO EVENTO RED BULL SOAPBOX RACE NA CONSTRUÇÃO DA IMAGEM DE MARCA DA R...
O PAPEL DO EVENTO RED BULL SOAPBOX RACE NA CONSTRUÇÃO DA IMAGEM DE MARCA DA R...
 

Mais de Atitude Digital

Redação Publicitária II
Redação Publicitária IIRedação Publicitária II
Redação Publicitária IIAtitude Digital
 
Jornal Atitude Expresso - Edição 14
Jornal Atitude Expresso - Edição 14Jornal Atitude Expresso - Edição 14
Jornal Atitude Expresso - Edição 14Atitude Digital
 
Jornal Atitude Expresso - Edição 15
Jornal Atitude Expresso - Edição 15Jornal Atitude Expresso - Edição 15
Jornal Atitude Expresso - Edição 15Atitude Digital
 
Resumos TCC - Curso Publicidade e Propaganda 2010-2
Resumos TCC - Curso Publicidade e Propaganda 2010-2Resumos TCC - Curso Publicidade e Propaganda 2010-2
Resumos TCC - Curso Publicidade e Propaganda 2010-2Atitude Digital
 
Resumos TCC - Curso Jornalismo 2010-2
Resumos TCC - Curso Jornalismo 2010-2Resumos TCC - Curso Jornalismo 2010-2
Resumos TCC - Curso Jornalismo 2010-2Atitude Digital
 
Jornal atitude expresso n8
Jornal atitude expresso n8Jornal atitude expresso n8
Jornal atitude expresso n8Atitude Digital
 
Um estudo sobre a publicidade do wwf sob a ótica da teoria dos gêneros do dis...
Um estudo sobre a publicidade do wwf sob a ótica da teoria dos gêneros do dis...Um estudo sobre a publicidade do wwf sob a ótica da teoria dos gêneros do dis...
Um estudo sobre a publicidade do wwf sob a ótica da teoria dos gêneros do dis...Atitude Digital
 

Mais de Atitude Digital (20)

Pesquisa Jornalística
Pesquisa JornalísticaPesquisa Jornalística
Pesquisa Jornalística
 
Comunicação e Cinema
Comunicação e CinemaComunicação e Cinema
Comunicação e Cinema
 
Telejornalismo II
Telejornalismo IITelejornalismo II
Telejornalismo II
 
Projeto Experimental
Projeto ExperimentalProjeto Experimental
Projeto Experimental
 
Projeto Experimental
Projeto ExperimentalProjeto Experimental
Projeto Experimental
 
Mídias Digitais
Mídias DigitaisMídias Digitais
Mídias Digitais
 
Redação Publicitária II
Redação Publicitária IIRedação Publicitária II
Redação Publicitária II
 
Marketing I
Marketing IMarketing I
Marketing I
 
Atitude expresso-01
Atitude expresso-01Atitude expresso-01
Atitude expresso-01
 
Atitude expresso-03
Atitude expresso-03Atitude expresso-03
Atitude expresso-03
 
Atitude expresso-02
Atitude expresso-02Atitude expresso-02
Atitude expresso-02
 
Atitude expresso-04
Atitude expresso-04Atitude expresso-04
Atitude expresso-04
 
Jornal Atitude Expresso - Edição 14
Jornal Atitude Expresso - Edição 14Jornal Atitude Expresso - Edição 14
Jornal Atitude Expresso - Edição 14
 
Jornal Atitude Expresso - Edição 15
Jornal Atitude Expresso - Edição 15Jornal Atitude Expresso - Edição 15
Jornal Atitude Expresso - Edição 15
 
Resumos TCC - Curso Publicidade e Propaganda 2010-2
Resumos TCC - Curso Publicidade e Propaganda 2010-2Resumos TCC - Curso Publicidade e Propaganda 2010-2
Resumos TCC - Curso Publicidade e Propaganda 2010-2
 
Resumos TCC - Curso Jornalismo 2010-2
Resumos TCC - Curso Jornalismo 2010-2Resumos TCC - Curso Jornalismo 2010-2
Resumos TCC - Curso Jornalismo 2010-2
 
Jornal atitude expresso n8
Jornal atitude expresso n8Jornal atitude expresso n8
Jornal atitude expresso n8
 
Um estudo sobre a publicidade do wwf sob a ótica da teoria dos gêneros do dis...
Um estudo sobre a publicidade do wwf sob a ótica da teoria dos gêneros do dis...Um estudo sobre a publicidade do wwf sob a ótica da teoria dos gêneros do dis...
Um estudo sobre a publicidade do wwf sob a ótica da teoria dos gêneros do dis...
 
Tv e novas tecnologias
Tv e novas tecnologiasTv e novas tecnologias
Tv e novas tecnologias
 
O rádio e a internet
O rádio e a internetO rádio e a internet
O rádio e a internet
 

Último

Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdfAtividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdfmaria794949
 
Recurso da Casa das Ciências: Bateria/Acumulador
Recurso da Casa das Ciências: Bateria/AcumuladorRecurso da Casa das Ciências: Bateria/Acumulador
Recurso da Casa das Ciências: Bateria/AcumuladorCasa Ciências
 
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docxUnidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docxRaquelMartins389880
 
Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número Mary Alvarenga
 
Poema - Reciclar é preciso
Poema            -        Reciclar é precisoPoema            -        Reciclar é preciso
Poema - Reciclar é precisoMary Alvarenga
 
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importância
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importânciaclubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importância
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importânciaLuanaAlves940822
 
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantilApresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantilMariaHelena293800
 
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdfprova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdfssuser06ee57
 
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalPPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalcarlaOliveira438
 
livro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensoriallivro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensorialNeuroppIsnayaLciaMar
 
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-NovaNós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-NovaIlda Bicacro
 
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024Rosana Andrea Miranda
 
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdfARIANAMENDES11
 
5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf
5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf
5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdfedjailmax
 
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.HandersonFabio
 
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptxSão Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptxMartin M Flynn
 
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdfHans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdfLeandroTelesRocha2
 
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteDescrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteLeonel Morgado
 
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....LuizHenriquedeAlmeid6
 
Os Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco Leite
Os Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco LeiteOs Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco Leite
Os Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco Leiteprofesfrancleite
 

Último (20)

Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdfAtividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
 
Recurso da Casa das Ciências: Bateria/Acumulador
Recurso da Casa das Ciências: Bateria/AcumuladorRecurso da Casa das Ciências: Bateria/Acumulador
Recurso da Casa das Ciências: Bateria/Acumulador
 
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docxUnidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
 
Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número
 
Poema - Reciclar é preciso
Poema            -        Reciclar é precisoPoema            -        Reciclar é preciso
Poema - Reciclar é preciso
 
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importância
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importânciaclubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importância
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importância
 
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantilApresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
 
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdfprova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
 
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalPPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
 
livro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensoriallivro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensorial
 
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-NovaNós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
 
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
 
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
 
5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf
5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf
5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf
 
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
 
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptxSão Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
 
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdfHans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
 
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteDescrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
 
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
 
Os Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco Leite
Os Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco LeiteOs Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco Leite
Os Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco Leite
 

A rede social Twitter como fonte na cobertura futebolística

  • 1. Intercom – Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação XXXIII Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação – Caxias do Sul, RS – 2 a 6 de setembro de 2010 Análise das Estratégias e Marcas no Programa Reality Show “O Aprendiz”1 Josiane dos Santos Paula e OLIVEIRA2 Camilo Catto³ Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Paraná. PR RESUMO Com esse trabalho mostraremos as estratégias que os candidatos do programa O Aprendiz utilizam nas tarefas que lhes são ordenadas e como é feita a divulgação das marcas nesse programa. Mostraremos como os aprendizes além de desafiar a si mesmos desafiam suas crenças e seus ideais, pois eles tem que participar do jogo com humildade, credibilidade e flexibilidade, e para isso utilizam suas próprias estratégias. Esperamos que a partir do conhecimento do programa, os telespectadores tirem lições e novas experiências para suas vidas e que dessa forma, as pessoas possam confirmar ou contradizer os ensinamentos tanto do apresentador, como dos aprendizes e conselheiros. PALAVRAS-CHAVE: Marcas, Estratégias, Reality Show, O Aprendiz. Introdução Com esse trabalho pretendemos mostrar que o “O Aprendiz” é eficiente em proporcionar aprendizado a todos àqueles que o assistem. Para enfatizar isso mostraremos as estratégias adotadas pelos Aprendizes desse programa que já existe a sete anos para comunicadores em geral, profissionais que trabalham com Logística e tanto para o público adolescente, jovem e adulto que são ou querem ser empreendedores quanto para àqueles que gostam do que o programa abrange. Apesar de ser um reality- show e ter por si próprio a competição, suscita o envolvimento de todos nas tarefas apresentadas, aprendizes e telespectadores, o que permite maior interesse e aprendizado. Pretendemos que, a partir deste artigo, surjam profissionais que possam aproveitar estratégias adotadas pelos aprendizes e que aprendam a se superar no dia-a-dia, tanto pessoal quanto profissionalmente. Além disso temos o objetivo de suscitar o interesse 1 Trabalho apresentado na Divisão Temática Publicidade e Propaganda, da Intercom Júnior – Jornada de Iniciação Científica em Comunicação, evento componente do XXXIII Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação 2 Estudante de Graduação 2º. semestre do Curso de Comunicação Institucional - UTFPR , email: josicomunicacao@hotmail.com ³ Orientador do trabalho, Professor do curso de Comunicação Institucional da UTFPR, camilo@utfpr.edu.br 1
  • 2. Intercom – Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação XXXIII Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação – Caxias do Sul, RS – 2 a 6 de setembro de 2010 das pessoas em assistir ou participar de programas como esse que agregam conhecimento. 1. Breve História do O Aprendiz O Aprendiz passou a ser transmitido aqui no Brasil com a vinda do Reality Show The Apprentice, apresentado nos Estados Unidos por Donald Trump. Com o apoio de Ricardo Bellino, sócio brasileiro de Donald Trump, houve a possibilidade da viabilização da versão brasileira do programa em nosso país. O programa reality show O Aprendiz estreou na Rede Record em 2004 com o comando de Roberto Justus. Em 2008, o programa chegou a sua quinta edição. Em 2009 começou o Aprendiz Universitário já que a Record, recebendo pedidos de inúmeros Universitários que sonhavam em participar do Aprendiz, deu essa oportunidade a acadêmicos, o que anteriormente não acontecia pois o processo de seleção exigia dos futuros Aprendizes uma pós-graduação, domínio de mais de uma língua e boa experiência profissional. Em 2010, quem passou a apresentar o programa O Aprendiz Universitário foi João Doria Jr. O Processo de seleção não sofreu muitas alterações, mas o formato do programa continuou sofrendo mudanças. Para a seleção dos candidatos, uma empresa de Recursos Humanos fazia uma seleção prévia, a partir de recursos tecnológicos, tomando como base a idade, o academicismo, ou seja, se a pessoa era efetivamente Universitária, características de seu currículo escolar e local de residência. A partir dessa seleção, de 126 mil inscritos, restaram apenas 200 candidatos. Então a missão passou para a TV Record que começou a fazer o contato pessoal. Assim, chegou-se a 80 pessoas que passaram a fazer testes de vídeo. Das 80, 32 foram classificadas e apenas 16 foram selecionadas por João Doria Jr. e sua equipe para participarem do programa. Duas pessoas, da equipe da Record ficaram de stand-by, ou seja, de alertas se houvesse algum tipo de problema, doença ou impedimento de alguém fazer o programa. Durante o processo classificatório, foi avaliado a capacidade de se comunicar, o desembaraço em tratar assuntos de diferentes temas. Assim, foram escolhidos os 16 participantes que representavam as diferentes regiões do Brasil e o sentimento de cada uma delas, o que realmente a equipe do programa buscava. O público-alvo são jovens e adultos, que buscam o empreendedorismo, e empresários – mais precisamente profissionais da área de Comunicação, Marketing e Logística - devido a linguagem técnica utilizada. Mas para toda a sociedade esse 2
  • 3. Intercom – Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação XXXIII Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação – Caxias do Sul, RS – 2 a 6 de setembro de 2010 programa é válido pois aborda em seus episódios a atualidade e questões do dia-a-dia profissional que se refere a organização, planejamento, estratégias de venda sempre com a utilização da ética. Sua abordagem é profunda. O programa é rigoroso quanto ao desempenho dos candidatos. A linguagem técnica no programa é utilizada a todo momento sem haver explicações de seu significado, pois o programa pressupõe conhecimento da linguagem. Dentre as palavras técnicas mais utilizadas estão: script4, insight5, brainstorming6, briefing7. 2. Estratégias adotadas no programa O processo de seleção do programa O Aprendiz, por si só já é estratégico, desde a escolha dos 16 candidatos. É a estratégia do líder da equipe nas tarefas anunciadas, estratégia do grupo para vencer o desafio da tarefa, seja vendendo um produto ou serviço, negociando, produzindo para sobressair as marcas dos produtos utilizados, estratégia na sala de reunião para não ser demitido. O Aprendiz, diferente dos outros processos seletivos, como vestibulares e concursos públicos, que analisam só como as pessoas pensam e como podem ser eficientes, é um teste que analisa não só o intelectual, mas os sentimentos dos candidatos de forma conjunta. Há a estratégia também dentro do programa, do apresentador contar com dois conceituados conselheiros, que acompanham as tarefas de cada equipe e observam a ________________________ 4 Roteiro não detalhado. 5 Idéias. 6 Chuva de idéias realizada por um grupo, seja para criar um slogan, campanha ou qualquer outra coisa. 7 Documento que descreve a situação dos objetivos e das oportunidades da empresa (cliente). Ele é a base para todo o processo de planejamento e criação. 3
  • 4. Intercom – Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação XXXIII Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação – Caxias do Sul, RS – 2 a 6 de setembro de 2010 atuação dos Aprendizes. Segue abaixo o apresentador João Doria Jr. ao centro e os dois conselheiros do último Aprendiz ( à direira Cristiana Arcangeli e à esquerda David Barioni). . Na realização de suas tarefas os Aprendizes não poderiam se identificar como membro do programa. Nem sequer o nome O Aprendiz poderia ser comentado durante as ligações para compra de produtos, contratação de serviços ou durante a obtenção de patrocínios. Portanto, eles tinham que produzir uma boa estratégia para conseguir o que queriam. “Os aprendizes são marketeiros e sabem que um cliente, ao comprar um produto ou serviço qualquer, analisa primeiramente a diferenciação, seja ela externa (como a marca) ou intrínseca (como a qualidade) . Essa diferenciação mostra se um determinado produto ou serviço do que outro e se o preço estipulado está dentro das expectativas do consumidor-alvo”. (Fernando J. Wosniak Steler) 3. A utilização das Marcas no O Aprendiz Durante as tarefas as marcas e anunciantes são bastante lembrados pois na maioria das vezes há uma tarefa específica para um dos anunciantes que o programa tem como aliado e marcas divulgadas durante o momento de refeição dos aprendizes e no desenvolvimento de tarefas. Alguns dos anunciantes de 2010 foram: VIVO, FIAT, Magazine Luiza, pilhas Duracell, produtos Nestlé como Dolce Gusto e outros utilizados e consumidos pelos aprendizes. Abaixo podemos conferir a tarefa na fábrica da Fiat, em Torino – Itália, onde os três finalistas do segundo Aprendiz Universitário: Gabriela Gaspari, Rodrigo Solano e Samara Schuch, teriam que partir de uma comuna italiana que fica a 315 Km de Torino, e chegar à fábrica da Fiat. 4
  • 5. Intercom – Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação XXXIII Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação – Caxias do Sul, RS – 2 a 6 de setembro de 2010 O posicionamento de marcas e produtos perante a massa consumidora é algo fundamental para incremento das vendas e para o retorno do capital investido. Podemos reafirmar isso com o trecho abaixo: “Fazer ‘barulho’ em cima de um produto, marca ou conceito é uma das principais habilidades que o profissional de marketing ou comunicação deve possuir. Não adianta nada nosso ouro estar guardado embaixo do tapete. Ele precisa vir à tona. A cada dia, desde a mais de duas mil marcas e, antes de irmos para a cama, nem sequer recordamos algumas delas. Comunicar e fixar marcas ou idéias na mente dos consumidores está ficando cada vez mais difícil. O posicionamento ou o ‘share of mind 8’ deve ser direto e claro. Precisamos ser donos de uma palavra e os clientes precisam saber disso”. (Fernando J. Wosniak Steler) Entretanto, esse posicionamento deve ser feito com base na visão de marketing que a empresa possui e em estratégias focadas no público-alvo. Quanto maior e mais focada for essa exposição, maior será a demanda pela procura do produto ou do serviço em questão e, conseqüentemente os resultados serão melhores. “Importante é escolher a arquitetura de marca que seje clara, gere sinergia, e tenha o impacto desejado no mercado”. (David Aaker) E uma das formas de promover com eficiência esse objetivo é através da realização de ações planejadas e de merchandising9 televisivo, com ênfase no produto e suas principais características. Em uma das primeiras provas do segundo Aprendiz Universitário, os aprendizes tiveram que criar uma logomarca para uma empresa que fazia passeios no Zoológico “ZooPark” com crianças. A Equipe vencedora, a Avant, criou uma logo que poderia ser utilizada na confecção de vários produtos, entre eles: bonés, camisetas, botons, chaveiros, placas de sinalização e outros sinalizadores como portal de entrada dessa empresa. Podemos ressaltar dentro desse contexto o que David Aaker ________________________ 8 As marcas mais lembradas. 9 Ferramenta do Marketing responsável pela informação e apresentação destacada dos produtos em um ponto-de-venda. 5
  • 6. Intercom – Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação XXXIII Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação – Caxias do Sul, RS – 2 a 6 de setembro de 2010 chama de branding, ou seja, relações que potencializam as percepções acerca de uma marca. “A execução do branding do não é tomada apenas por ações que posicionam a marca e divulgam a marca no mercado, mas também por ações internas na empresa , transmitindo para todos os interessados na imagem pretendida.” (David Aaker) 4. Lições dos Aprendizes – Depoimentos ( Lições que ficam ) Todos os Aprendizes do programa dizem que aprenderam lições importantíssimas para suas vidas e sem exceção, analisam seu desempenho. Caso percebam que não foram tão bem numa determinada tarefa, procuram repensar esse desafio e não permanecem no erro que contribuiu para sua derrota. Até mesmo para os apresentadores do programa O Aprendiz supera as expectativas, como podemos ver a seguir: “O Aprendiz deu a mim – e ao mundo - a chance de ver o que separa um bom candidato de um funcionário de primeira linha. Eu não sabia o que esperar do grupo de jovens e talentosos homens e mulheres de negócios que chegaram à reta final da competição. Mas eu sabia que precisava de uma equipe de apoio na qual eu pudesse confiar e com a qual pudesse contar”. (Donald Trump) Conclusão Como telespectadora avalio com alto grau o reality show O Aprendiz. Assistindo o programa, aprendo mais a cada dia pois esse programa ensina lições interessantíssimas para minha vida, tanto pessoal como profissionalmente. É muito bom aprender as lições de vida dos aprendizes, já que o mercado é por si só cada vez mais competitivo. Além disso esse reality show não abrange somente a área de Comunicação, Marketing e Logística, e sim também Administração, Direito e muito mais. Cada candidato acaba contribuindo dessa forma para o produto final da tarefa se concretizar, seja ela uma campanha publicitária, o desenvolvimento de um projeto social ou empresarial, o planejamento de venda de um determinado produto. Referências RANCIC, Bill. O Aprendiz. São Paulo: Ed. Landscape, 2004. 6
  • 7. Intercom – Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação XXXIII Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação – Caxias do Sul, RS – 2 a 6 de setembro de 2010 STELER, Fernando. Eu Aprendi!. Rio de Janeiro: Elsevier, 2006. Revista Offline. São Paulo. Nº16. Ano 3 / 2010. Diário do Pará. Fama. Pará. 2010. Disponível em http://www.diariodopara.com.br/N- 93843-SAMARA+SCHUCH+VENCE+O+APRENDIZ+UNIVERSITARIO+.html LINS, Alexandre Lana. BrasilWiki!. O Aprendiz estimula o capitalismo selvagem. Minas Gerais. 21/mai/2008. Disponível em http://www.brasilwiki.com.br/noticia.php?id_noticia =5370 Terra. Gente & TV. 2010. Disponível em http://www.doriancosentino.com.br/roberto- justus Nunes, Luiz. Branding – A Razão de uma Diretiva na Criação de Uma Marca. UOL. 2009. Disponível em http://exclusivo.terra.com.br/aprendiz2/interna/0,,OI59 3076- EI5248,00.html . Acesso em 12/jun/2010. HSM Management. Marketing.1999. Disponível em http://66.228.120.252/artigos /1589895. Acesso em 16/jun/2010. Veja novamente todas as tarefas realizadas pelos aprendizes. São Paulo. 2010. Disponível em http://entretenimento.r7.com/aprendiz-universitario/noticias/veja-novamente- todas-as-tarefas-realizadas-pelos-aprendizes-20100608.html Arquitetura. Disponível em http://hdestudos.files.wordpress.com/2008/03/hsm-a- arquitetura-da-marca-david-aaker.pdf 7