Análise dos princípios fundamentais da ordem psicobiológica e socialaplicado ao espaço expositivo Fashion Passion – 100 an...
Introdução        O presente artigo tem como função analisar a Exposição FashionPassion, promovida pela Brasil Connects, r...
Em um primeiro momento, já é possível identificar que o layout presenteadmite que a exposição não apresente um padrão repe...
fundo, buscando outros meios para estimular o espectador. O motivo pelo qualo emprego das cores se dá dessa forma é para q...
harmônica presente na tonalização das cores, utilizado desta forma paraproduzir importância visual.Conclusão      Conclui ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Anaílise dos principios fundamentais da ordem psicobiologica e social aplicado ao espaço expositivo fashion passion

45 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
45
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Anaílise dos principios fundamentais da ordem psicobiologica e social aplicado ao espaço expositivo fashion passion

  1. 1. Análise dos princípios fundamentais da ordem psicobiológica e socialaplicado ao espaço expositivo Fashion Passion – 100 anos de moda naoca.Sob orientação de Luís Eduardo BordaDiscentes:Ana Beatriz VilelaUniversidade Federal de Uberlândiaanabiacv_@hotmail.comFiama Kauari Ferreira MartinsUniversidade Federal de Uberlândiafiamakauari@gmail.comLeticia Vasconcelos Morais GarcezUniversidade Federal de Uberlândialeticiavmgarcez@hotmail.comAbstract Understanding all aspects guiding principles of visual order, the exposurein question analyzed, using the chromatic unity among the plans that are in thebackground and the works exhibited to give dynamism and avoid monotony,repetition and harmonic that causes the visitor interest.Key wordsinterest visual, display, chromatic unit.Palavras-Chavesordem visual, exposição, unidade cromática.Resumo Compreendendo todos os aspectos que norteiam os princípios de ordemvisual, a exposição em questão analisada, utiliza da unidade cromática entre osplanos que estão como pano de fundo e as obras expostas para dar dinamismoe evitar monotonia, e essa repetição harmônica provoca interesse ao visitante.
  2. 2. Introdução O presente artigo tem como função analisar a Exposição FashionPassion, promovida pela Brasil Connects, realizada na Oca de 15 de setembroa 5 de dezembro, esta pode ser considerada como a maior exposição já feitano país sobre a história da moda, documentada com 150 criações de estilistasque marcaram o século 20 e fotografias, filmes e vídeos representando aevolução no vestuário nos últimos cem anos. Partindo dos princípios de organização baseados nos princípiosfundamentais de ordem visual de Maitland Graves, será analisada a exposição.Análise Acreditando que é primordial que haja o conhecimento do espaço paratotal compreensão da analise que será desenvolvida, é valido saber que aspeças ou obras estão expostas, cronologicamente em dez pavilhõesespalhados pelos 10 m² do prédio criado por Oscar Niemeyer, a Oca .Figura 1 - Planta Exposição na OcaFonte: Pattern Fashion Passion
  3. 3. Em um primeiro momento, já é possível identificar que o layout presenteadmite que a exposição não apresente um padrão repetitivo e nem uniforme,possibilitando desta forma uma unidade continua dinâmica, motivo o qual, levao transeunte a ter anseio ou vontade em percorrer por todo espaço. De um modo geral é possível identificar todo o elemento que orienta acomposição estética vigorada na exposição, esta é determinada através dautilização de uma harmonia monocromática, que emprega uma só cor, porém,em tonalidades diferentes. A cor pode iniciar no croma e percorrer todas astonalidades. A harmonia monocromática é muito interessante para pequenosambientes, fator este determinante no emprego em cada pavilhão, estes sendotrabalhado de uma forma diferente, com uma tonalidade diferente.Figura 2 - Demonstração da utilização da monocromiaFonte: Pattern Fashion Passion Esta harmonia monocromática empregada nos pequenos ambienteincita, ou seja, desperta o olhar para o que está sendo exposto, alem denortear toda a exposição, proporcionando uma dinamicidade no conjunto. Aprofundando na questão de unidade, seja ela conceitual ou estéticautilizada na organização da exposição, é notória que a unidade alcançada naexposição não foi dependente de somente um stand, ela pode ser expressaconceitualmente pelo emprego em conjunto de um estilo único aplicado aoplano de fundo que tem a mesma cromaticidade das obras expostas. Desta forma a exposição não apresenta um conflito estético ou tensãovisual, por que ela não apresenta contraste entre o que é exposto e o plano de
  4. 4. fundo, buscando outros meios para estimular o espectador. O motivo pelo qualo emprego das cores se dá dessa forma é para que haja uma equivalênciavisual, resultando em um arranjo ordenado ou harmônico com hierarquia, assimutilizando o princípio da integração e da síntese.Figura 3 – Analisar a questão cromática das obras e Planos que compõe o fundoFonte: Pattern Fashion Passion Ressalta-se por último a chamada repetição harmônica presente naexposição, não somente nela, mas também em todas as formas de arte. Nestautiliza-se um elemento repetido, mas este pode ser variado em tamanho,textura, direção, tom ou saturação, no caso analisado percebe repetição
  5. 5. harmônica presente na tonalização das cores, utilizado desta forma paraproduzir importância visual.Conclusão Conclui se que o planejamento espacial da exposição analisada,realizado a partir dos conceitos de harmonização anteriormente explicitados foiexpresso em linhas, formas e cores que são organizadas de acordo com osprincípios fundamentais da ordem visual: unidade, conflito e hierarquia, no qualo domínio dos fundamentos psicofísicos e funcionais da cor e outros elementosforam fortemente demandados. Enfatiza no projeto apresentado o alcance deum espaço que mesmo sendo segmentado em stands, não obstante, forma umconjunto reciprocamente integrado, atuando como um grupo que é vinculado auma idéia ou projeto comum.ReferênciaGraves, Maitland - Cap. VI: Unity. In The Art of Color and Design.N.Y. :McGraw-Hill Book Company, 1951.

×