Administração financeira 14

465 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
465
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
163
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
9
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Administração financeira 14

  1. 1. Professor: Anderson Henrique Site: www.professor-anderson.6te.net E-mail: andersonhenrique7@gmail.com
  2. 2.  Folha de Pagamento  INSS  FGTS  Descontos em folha e outros valores  Classificar  Autofiltro  Formulários
  3. 3.  É uma lista mensal da remuneração paga aos trabalhadores de uma instituição. Toda empresa no Brasil tem a obrigação legal de prepará-la.
  4. 4.  O nome do funcionário;  O cargo do funcionário;  A divisão do funcionário por categoria de contribuição à previdência: segurado empregado, trabalhador avulso ou contribuinte individual;  O nome da funcionária em gozo do salário maternidade;  As partes integrantes e não integrantes da remuneração;  Os descontos legais;  Número de quotas de salário-família;
  5. 5.  O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) é uma autarquia do Governo Federal do Brasil que recebe as contribuições para a manutenção do Regime Geral da Previdência Social, e é responsável:  Pagamento da aposentadoria;  Pensão por morte;  Auxílio-doença;  Auxílio-acidente; Trabalha junto com a Dataprev, empresa de tecnologia. Está subordinado ao Ministério da Previdência Social.
  6. 6.  Empregado: quem trabalha para empresa;  Empregado doméstico: quem trabalha em uma residência (Ex.: Jardineiro, Motorista, Secretária do lar);  Trabalhador avulso: quase sempre é um portuário;  Contribuinte individual: são os autônomos e os que recebem remuneração que não é salário;  Segurado especial: pequenos agricultores e pescadores;
  7. 7.  O Fundo de Garantia por Tempo de Serviço, criado em 1966 e atualmente regulado pela Lei nº 8.036, é um conjunto de recursos financeiros administrados pelo Estado com a finalidade de amparar os trabalhadores em algumas hipóteses de encerramento da relação de emprego;  Pode ser destinado em investimentos como: habitação, saneamento e infraestrutura;
  8. 8.  A principal fonte de recursos do FGTS são os depósitos mensais dos empregadores nas contas vinculadas dos trabalhadores, na Caixa Econômica Federal.
  9. 9.  Trabalhadores urbanos e rurais, regidos pela Consolidação das Leis do Trabalho – CLT;  Diretor não empregado, ou seja, que não pertence ao quadro de pessoal da empresa, mas que tenha sido equiparado ao empregado;  Trabalhadores avulsos, como estivadores, conferentes, vigias portuários;  Empregados domésticos cujos empregadores optaram pelo reconhecimento do FGTS;
  10. 10.  Trabalhadores eventuais que prestam serviços provisórios, não estando sujeitos a ordem e a horário, e que não exerçam tarefas ligadas à atividade principal do tomador de serviços;  Trabalhadores autônomos;  Servidores públicos civis e militares, sujeitos ao regime trabalhista próprio;
  11. 11.  Quando o trabalhador é demitido sem justa causa, o empregador é obrigado a fazer o depósito a título de multo rescisória na conta do trabalhador;  Essa multa corresponde a 50% do valor do somatório dos depósitos efetuados na conta do trabalhador, devidamente corrigidos;  40% são creditados na conta do trabalhador e 10% refere-se a contribuição social a ser recolhida na rede bancária e transferida à Caixa Econômica Federal;
  12. 12.  Faltas e atrasos: a lei não obriga o empregador a observar qualquer período de tolerância de atrasos de seus trabalhadores, sendo a tolerância prevista em convenção coletiva ou regulamentos internos da empresa devendo ser aceitos por todos como lei.  O funcionário que faltar sem justificativas perderá o salário correspondente ao dia e ao descanso semanal.
  13. 13.  Segundo o artigo 473 da CLT, o empregado poderá deixar de comparecer ao trabalho sem prejuízo dos salários em até:  2 dias consecutivos em caso de falecimento de cônjuge, ascendente, descendente, irmão ou pessoa que declara em sua CTPS viva sob sua dependência econômica;  Até 3 dias em virtude de casamento;  Por 5 dias em caso de nascimento de filho (art. 10 s 1º da CF 88);  Por 1 dia a cada 12 meses por doação de sangue;
  14. 14.  No período em que tiver que cumprir as exigências do serviço militar;  O artigo 131 da CLT diz que não será considerada falta ao serviço a ausência do empregado:  Durante o afastamento da empregada por licença maternidade;  Durante a suspensão preventiva para responder a inquérito administrativo ou de prisão preventiva, quando for indiciado ou absolvido;  Nos dias em que não tenha havido serviço;  Nos dias em que deixar de trabalhar por motivo de paralisação parcial ou total de serviços da empresa por determinação do empregador (art. 133 inc. III)
  15. 15.  Nada existe na legislação em vigor que obrigue o empregador a conceder adiantamento a seus empregados;  Normalmente e por força de convenção coletiva as empresas concedem a seus empregados 40% de seus salários base.
  16. 16.  Benefício concedido aos trabalhadores pela lei 7.418 de 16/12/1985.  No artigo 2º do decreto 95.247 de 17/11/1987 que regulamentou o vale transporte, os bilhetes deverão ser entregues aos trabalhadores no 1º dia útil de cada mês;  No caso de falta ou insuficiência de estoque de vale transporte, o empregado será ressarcido pelo empregador na folha de pagamento imediata, da parcela correspondente quando tiver efetuado por conta própria a despesa para seu deslocamento;
  17. 17.  A lei permite ao empregador descontar até no máximo 6% do salário base do empregado
  18. 18.  Mensalmente devemos descontar dos empregados sua contribuição previdenciária.  O cálculo do desconto será:  Salário base + adicionais + he – faltas/atrasos = base de cálculo do INSS x 8, 9, 11% = INSS a recolher;
  19. 19.  O imposto de renda deverá ser descontado de acordo com a seguinte fórmula:  Salário base + adicionais + he – faltas = base de cálculo – valor a abater por dependentes – valor do INSS – valor da pensão alimentícia x percentual a que incidir – parcela a deduzir = IRRF a recolher.
  20. 20.  Acesse o site do professor e abra a planilha folha de pagamento;  Resolver a mesma e enviar para o e-mail do professor, ainda hoje;  Atividade avaliativa (12,5 pontos);

×