Direitos autorais e referenciação bibliográfica

139.189 visualizações

Publicada em

Direito de autor
Obras originais
Regras básicas de referenciação de livros e sites

Publicada em: Educação
0 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
139.189
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
131.008
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
14
Comentários
0
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Direitos autorais e referenciação bibliográfica

  1. 1. <ul><li>Aula na (e com) a Biblioteca </li></ul><ul><li>“ Copyright, direitos autorais e referenciação bibliográfica” </li></ul><ul><li>Por Assunção Ribeiro </li></ul>
  2. 2. Símbolo de “Copyright” - &quot;C circunscrito“ –protecção dos direitos de autor - morais e patrimoniais
  3. 3. Obras de arte criadas por Isaac Salazar , artista norte americano, cujas criações resultam da dobragem de folhas de livros com as quais forma letras , símbolos e palavras.
  4. 4. Alopranto com as batatas fritas do MacDonalds
  5. 5. Fotocolagem da colecção “Pencil Vs Camera” do artista Ben Heine, pintor, ilustrador, retratista, caricaturista e fotógrafo, nascido em Abidjan, na Costa do Marfim, a viver actualmente Bruxelas, na Bélgica.
  6. 6. “ O Beijo”, pintura de Gustav Klimt, pintor austríaco – 1962-1918.
  7. 7. Fachada do parque de estacionamento da Bibilioteca Pública de Kansas City, Missouri, EUA - uma estante gigante decorada com 22 títulos de livros das mais variadas áreas, os quais reflectem os interesses de leitura dos habitantes da cidade.
  8. 8. Museu Guggenheim, de Bilbao – Espanha, um “barco subindo” o rio Nervión. Projecto do arquitecto norte americano Frank Gehri.
  9. 9. Reciclagem e arte: fantásticas e inteligentes esculturas de Jean-Luc Cornec, totalmente construídas a partir de peças de telefones antigos, para o Museu de Telecomunicações de Frankfurt, na Alemanha.
  10. 10. Como o nosso mundo é mais belo com as criações dos compositores! Seja música pop, seja música clássica…
  11. 11. Objectos de uso quotidiano, fruto da genialidade e, por vezes, do acaso…
  12. 12. As ideias também têm proprietário: Einstein, Pitágoras, Darwin…
  13. 13. E os livros, espelhos da alma e dos tempos? Tantas personagens tão iguais e tão diversas de nós, tantas viagens a lugares e tempos distantes, pela mão de escritores extraordinários!
  14. 14. <ul><li>Há que respeitar as criações originais e os seus criadores, garantindo a sua sobrevivência e não incorrendo nos crimes de usurpação e de contrafacção (ARTIGOS 195º e 196º do CDADC), devido a violação dos direitos de autor e direitos conexos! </li></ul>
  15. 15. CDADC Código do Direito de Autor e Direitos Conexos Lei 45/85 de 17 de Setembro O Direito de Autor e Direitos Conexos protege as Obras e a propriedade intelectual que lhes é inerente. “ O Código do Direito de Autor e Direitos Conexos é o conjunto das normas que protegem estas obras [obras originais], ou seja, que garantem que os seus autores, intérpretes e executantes são reconhecidos e recompensados pelo seu trabalho de criação, interpretação ou execução” In “Grande ”
  16. 16. <ul><li>O que são Obras? (artigo 1.º CDADC) </li></ul><ul><li>1 – Consideram-se obras as criações intelectuais do domínio literário, científico e artístico , por qualquer modo exteriorizadas , que, como tais, são protegidas nos termos deste Código, incluindo-se nessa protecção os direitos dos respectivos autores. </li></ul><ul><li>Música, audiovisual, literatura, conteúdos informativos, design, trabalhos científicos, discursos, fotografia, tapeçaria, pintura, escultura, cerâmica, azulejo, arquitectura, software... </li></ul>
  17. 17. <ul><li>O que é legal e o que é ilegal? </li></ul><ul><li>O que é justo e o que é injusto? </li></ul><ul><li>(cf. Ficha em anexo) </li></ul>Momento de reflexão conjunta… Uab -MGIBE 6 – Gestão da Informação – Acção de Formação para alunos de 2.º e 3.º Ciclo – Assunção Ribeiro
  18. 18. <ul><li>Um momento de Humor, para continuar a reflectir… </li></ul>
  19. 19.
  20. 20. Nada disto é correcto, pois não?
  21. 21. <ul><li>Um dos parâmetros a respeitar na elaboração e apresentação de um trabalho de pesquisa: referenciação bibliográfica , evidência do respeito pelos criadores, pelos seus direitos morais e patrimoniais… </li></ul>
  22. 22. Referenciação bibliográfica de um livro <ul><li>Obra com um só autor: </li></ul><ul><li>PENNAC, Daniel (1993). Como um romance . Porto: Edições ASA. </li></ul><ul><li>NEVES, Marta(2009). Para a eternidade . Porto: Edita-me. </li></ul>
  23. 23. Obra com dois autores: <ul><li>METZGER, Rainer, WALTHER, Ingo, F. (1998). Van Gogh . Itália: Tashen </li></ul>
  24. 24. Reportagem do lançamento de O Exército Perdido de Valerio Manfredi em Portugal
  25. 25. 1.º Exercício prático: Referenciação de um livro
  26. 26. Referenciação do livro O Exército Perdido O Exército Perdido (referenciação do livro): Resultado esperado: MANFREDI, Valerio Massimo (2009). O exército perdido. Porto: Porto Editora.
  27. 27. Referenciação de um site <ul><li>“ Luís de Camões”. Acedido a 31 de Maio, em  http://www.infopedia.pt/$luis-de-camoes </li></ul><ul><li>“ Ilse Losa”. Acedido em 31 de Maio, em http://www.mulheres-ps20.ipp.pt/Ilse%20Losa%20.htm </li></ul>
  28. 28. 2.º Exercício prático: Referenciação de um site
  29. 29. Referenciação de um site relativo a O exército perdido O Exército Perdido (referenciação de um site que contém o resumo da obra): http://www.portoeditora.pt/produtos/ficha?id=219854 Resultado esperado: Resumo de O exército perdido . Acedido a 30 de Junho, em http://www.portoeditora.pt/produtos/ficha?id=219854
  30. 30. <ul><li>Obrigada </li></ul><ul><li>pela tua atenção e colaboração! </li></ul><ul><li>Volta sempre! </li></ul>

×