Centro De Visitas

621 visualizações

Publicada em

Publicada em: Tecnologia, Turismo
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
621
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
27
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Centro De Visitas

  1. 1. c~ Atlantis centrcde ~) Tel.-.262540269 Fax.:2625~6 Casal do Areio -Coz 2460 -392 Alcoboo;;o
  2. 2. centrcck3 ~) Atlantis Casal do Areio -Cor 2460 -392 Alcobo<;a Tel.-. 262540269 Fox.: 262S@96
  3. 3. jeOlca-se a produc;:c quot;.' ~.:Jnti ;aA tear dE gual ou superior a 309 A:a~ de crlstal10. lasso p' :)t:: ;~a I Ij..IU'>iyUU,:mbalagerr ~ ~,;olha :at .A.cidc 'aliment Ro<;a, Lapida<;ao de taco ( prucess<. de fabric qualluaae A( do aSSt ossa a Ql 1idade dE garante a cada de fat crist-alJduto Atlanlal materias-primas de para Iin ~ pureza fundamel Jranat:,Jrande I de chure v e poro' JS e cpos r :J°ros( 101 sac I ~ mod, Jmente d, adade A Atlantis dispoe actual menteacidade Tornc dE ) se crlSTal C de 12 toneladas de c10 ~. ,-_. -.-, _.. ]nd( :) a electric meio de fusoo, sendo a,lologicamente, um.roduz mais avon, ;ados almente clem de que no, qualque tipo de emissoe! Delo e 100% amigo do ambiente. nonvidr, pela anT torno e corm aa 00 :onstante ioi, dE mo, ) a manter ,IVt: dl)osi<;ao mentE vac e alimenta forr ' XlrflU' opor<; A elevaaa TemperaTura que aTlnge 450°C} permite a elimina<;:oo do di6x u aE Jrt: u~ )J IV, J que a mistura de materias-primas cor u Jemp~~asJTUrC;tal. JTlr SOldO, 0 moss1eal IrQ e:'molcUIJ<;a Jql para 5e do a: de CI centrcde visitaS fY~.Q jos Jm Jsac :humb( ~u~ je lTo<;;a~ ItE quot;Itrolo nov, Itilizada11 longo )rOau<;do Je Ie )rllnO As :ontrOI(;)io IruGI! jentro 1m ;; ) .JLU ;UI ,./:) Jj:.
  4. 4. A produ<;ao das pec;as II Atlantis II e manual. sac executadas par grupos de 11 pessoas especializadas designadas par 'I Obragens II. A aprendizagem If: continua e requer muitos anos de constante aperfei<;oamento. Cad a elemento da obragem contribui com 0 seu esfor<;o e saber para produzir em coda dia pe<;as unicas de grande valor e beleza. A fabrica<;:ao das pe<;:as II Atlantis II come<;:a no corte da gota de vidro. Ap6s retirar 0 II Taroloquot; do moJde da moquina com a cana de vidreiro. 0 vidro e reaquecido em pequenos fornos designados par IICornuasquot;. A esta opera<;:ao do-se 0 nome de II Caldear I,. 0 vidro caldeado fica muito quente e pode entaD ser moldado. Segue-se a primeira moldaC;ao com ferramenta adequada onde a pec;a ganha forma. As pec;as grandes voltam a ser reaquecidas. Voi seguidomente ser moldodo em molde, de terra coso se trote de pec;:os com orestos ou em molde de olumfnio se 0 pego tor redondo. Na fabrica<;:oo de calices tern ainda de ser colocado 0 pe, A est a opera<;:oo da-se 0 nome de '1 Marisar quot;', 0 vidro e retirado de uma abertura lateral do forno chamada quot;' Bacia de Recolha ., que e colocada no bojo do calice para fazer 0 pe, 0 tempo de recozimento varia em fun90o da espessura das pe9as. Pe9as muito grossas podem levar ate 16 horas. 0 recozimento e uma opera<;ao necessaria para evitqr que as pe<;as se quebrem durante 0 arrefecimento. Todas as pe<;as tern de ser submetidas a esta opera<;ao. No final todas as pe<;as sac medidas com ferramentas adequadas e sac de seguida colocadas de recozimento. Escolha Assim que as pec;as saem do orca de Recozimento sac inspeccionadas uma a uma. Este controle e muito rigoroso e evita que passem pec;as com defeito para a fase seguinte. Todas as pec;as rejeitadas sac destrufdas. Atlantis centrcde AsItas) (...quot;,c,'rel.-. 262540269 Fox.: 262546296 Cosoi do Areio -Coz 2460 -392 Alcobo~o
  5. 5. Roca As m6quinas de corte permitem retirar as partes superiores das pe<;aschamadas II Cacheiras II. Seguidamente procede-se 00 acabamento dorebordo nos m6quinas de rebordar. Frascos. garrafas e rolhas apos cortados e rebordados SaD ainda justados. As maquinas de justagem vao permitir um perfeito ajustamento entre as p~<;as. No finas as pe<;as SaD nova mente inspeccionadas para verificar se tudo ficou perfeito. LaDid~cgg especffica para determlnaaa aeCUIUyUV. Apos a lapida<;:ao as pe<;:as sac transportadas para a sec<;:ao de polimento. Escultura .fitltu raM anJ)..gJ. estas pe<;as soo-datadas e Efectuada sabre base lisa au Tasca assinadas pela autar. -Udf 'll~ox.: centrCde /isitE) 262S~296 26254U:l6~ Casal do Areia -Coz 2460 -392 Alcoba<;:' )das
  6. 6. Gravac::ao Roda: pressionando lentamente as pe<;as sabre rodas de cobre, obtendo-se efeitos de relevo conseguidos pelo desbaste do cristal a varios nlveis de profundidade: E uma grava<;ao manual feita no fabrico das chamadas pe<;as gravadas. Nao se usa este tipo de trabalho para taler grava<;oes para clientes, ate porque apresenta normalmente um custo elevado. Este tipo de trabalho parece-se normalmente com um baixo relevo, e e posslvel par vezes distinguir varias tonalidades de fosco, no mesmo desenho. Caneta: feita manualmente, ideal para grava<;5es de names, datos, pequenos textos, e desenhos muito simples, e pouca quantidade de pe<;as. Jacto de Areia: desgaste superficial de uma zona da p~c;a. Estas gravac;6es tern uma definiC;ao e precisao. muito major do que as gravac;6es manuais. As pe<;:as ja polidas e lavadas sac seguidamente enviadas para as linhas de escolha. Finalmente sac embaladas em caixas ou estojos. para se colocar em armazem e posteriormente distribuir pelas varias Lojas e Clientes. Atlantis cenUCdeA5ltf5) TeI.-.262540269 Fox.:2625~6 Casal do Areia -Coz 2460 -392 Alcoba~a

×