SlideShare uma empresa Scribd logo
Igreja São Fco de Assis “IG.
Da Pampulha” (1945) -
Azulejos e pintura interior -
Portinari
primeiro grande projeto arquitetônico de
Niemeyer que promoveu uma ruptura radical
“Não é o ângulo reto que me atrai.
Nem a linha reta, dura e inflexível,
criada pelo homem.
O que me atrai é a curva livre e sensual.
A curva que encontro nas montanhas do meu país,
no curso sinuoso dos seus rios,
nas ondas do mar nas nuvens do céu,
no corpo da mulher preferida.
De curvas é feito todo o Universo.
O Universo curvo de Einstein.”
(PROENÇA Graça. História da Arte. São Paulo: Ática, 2007, p. 339)
EDIFICIO COPAN considerada a maior estrutura
de concreto armado do Brasil
O Copan foi um dos
grandes projetos para São
Paulo apresentados por
Oscar Niemeyer em 1951.
É conhecido por sua
geometria sinuosa, que
lembra uma onda, e pelos
números superlativos de
suas estatísticas.
Parque do Ibirapuera São Paulo (1951-1955)
CAP.28 – PG 340
Auditório do
Ibirapuera
Oca do Ibirapuera
Pavilhão
Ciccillo Matarazzo
“Prédio da Bienal”
Local que acontece as Bienais
Internacionais de arte desde 1951
e que acontece de dois em dois
anos e projeta artistas brasileiros
no cenário internacional.
MAM
Ibirapuera
Brasília - Capital
Brasília foi um grande desafio; a cidade foi
construída na velocidade de um mandato, e
Niemeyer teve de planejar uma série de
edifícios em poucos meses.
O projeto de Lúcio Costa, vencedor do
concurso, punha em prática os conceitos
modernistas de cidade, os blocos de edifícios
afastados, em pilotis sobre grandes áreas
verdes. E Oscar Niemeyer projetará os
edifícios.
CAP.28 – PG 341-2
• A cidade de Chandigarh está situada na base da
Cordilheira do Himalaia na Índia
• Chandigarh foi modelada como uma cidade de prestígio,
como um ideal estético, e, acima de tudo, como uma
utopia social.
• Le Corbusier era o principal conselheiro no planejamento
arquitetônico (projeto de Nowicki que falece)
• As estradas e linhas ferroviárias foram levadas em
consideração nas suas funções, fazendo a ligação das
diferentes partes da cidade - como o Capitólio, o Centro
da cidade, a Universidade e a zona industrial.
Até hoje ela é considerada uma das cidades mais ricas da
Índia com seus aproximados 72km².
Prédio da Assembleia
Planta de Chandigarh
Secretaria
A importância de Le Corbusier como urbanista é comparável à sua importância como
arquiteto, por suas ideias para uma cidade moderna, na qual houvesse uma clara
setorização das atividades socioeconômicas.
O Plano Piloto de Brasília, no Distrito Federal, foi projetado
por Lúcio Costa, vencedor do concurso, em 1957, para o
projeto urbanístico da Nova Capital.
CAP.28 – PG 341
Le Corbusier como urbanista, por suas ideias para uma cidade moderna, na qual houvesse
uma clara setorização das atividades socioeconômicas acabaram por influenciar Lucio Costa.
Congresso
nacional
Palácio do
planalto
CAP.28 – PG 343
Supremo Tribunal
Federal
Ministério
da Justiça
Memorial
JK
Palácio da
Alvorada
o traçado simples de amplas
linhas curvas opostas.
CAP.28 – PG 338
Palácio do
Itamaraty
Catedral de
Brasília
CAP.28 – PG 343
Memorial da
América Latina
"Museu do Olho“
Curitiba
Museu de Arte
Contemporânea, Niterói
Casa de
Niemeyer
Rio de Janeiro
Sambódromo
Rio de Janeiro
Terminal rodoviário de Londrina
Antigo (1970) - João Batista Villanova Artigas e Atual (1988) –
Oscar Niemeyer
ARQUITETURA CONTEMPORÂNEA
CAP.32 – PG 378
Os arquitetos contemporâneos, de
uma maneira geral, não se contentam
em realizar apenas a sua obra
projetual, mas alguns desenvolveram
uma obra teórica, como Rem Koolhaas,
Aldo Rossi e Richard Rogers.
TEATRO DA ÓPERA DE SIDNEY – AUSTRÁLIA
JÖRN UTZON - 1918
CAP.32 – PG 379
o teatro converteu-se, por exibir em suas
formas linhas que remetem à imagem de um
barco a vela, em símbolo da cidade localizada à
beira-mar.
CENTRO POMPIDOU – PARIS – FRANÇA – PIANO E ROGERS - 1977
CAP.32 – PG 379
SAN NICOLA STADIUM – BARI – ITÁLIA – RENZO PIANO - 1937
CAP.32 – PG 380
MUSEU GUGGENHEIM – BILBAO – ESPANHA – FRANK GEHRY -1991
CAP.32 – PG 381
Frank O. Ghery, produz obras que em muito se
assemelham a grandes esculturas em metal e
vidro, com um aspecto, principalmente
exterior, que causa grande estranheza a seu
observador
SENDAI MEDIATEQUE – SENDAI – JAPÃO – TOYO ITO - 1995
CAP.32 – PG 381
Foi projetado para abrigar salas de exposição, projeção
de filmes, teatro, acesso à internet, acervo de CDs e
DVDs, reflete as mudanças ocorridas nos últimos anos
nos espaços anteriormente destinados às bibliotecas.
IG. STA MARIA – MARCO CANAVEZES – PORTUGAL – ÁLVARO SIZA
1990
CAP.32 – PG 382
FUNDAÇÃO IBERÊ CAMARGO – PORTO ALEGRE – BRASIL – ÁLVARO
SIZA – 2001-9
CAP.32 – PG 383
TATE MODERN – LONDRES – INGLATERRA – JACQUES MEURON –
2000 * BANKSIDE POWER STATION(1900)
CAP.32 – PG 383
MUSEU NAC. DE ARTE ROMANA – MÉRIDA – ESPANHA – RAFAEL
MONEO - 1984
CAP.32 – PG 384
ARQUITETURA BRASILEIRA CONTEMPORÂNEA
MuBE
Museu brasileiro
de escultura
Paulo M. da Rocha
MAM
Rio
CAP.36 – PG 424
CAP.36 – PG 425
a estrutura principal, é externa e os
pavimentos são suspensos a partir dela
MASP – SP
Lina Bo Bardi
CAP.36 – PG 426
construído em concreto armado e no
qual a sustentação do corpo do edifício
se dá com apenas duas vigas e quatro
pilares, deixando os pavimentos
suspensos a partir dela.
Hotel Tambaú – PB Sérgio Bernardes
CAP.36 – PG 427
Faculdade de Arquitetura e urbanismo – USP
João Batista Villanova Artigas
CAP.36 – PG 428
Fórum de Teresina
Acácio Gil Borsoi
CAP.36 – PG 429
Ópera de Arame – Curitiba
Domingos Bongestabs
CAP.36 – PG 430
Aldeias Infantis SOS – AM
Severiano Porto
CAP.36 – PG 431
Pinacoteca do Estado de São Paulo –
(Projetado por Ramos de Azevedo) – reforma
Paulo Mendes da Rocha
CAP.36 – PG 431
Estação das Docas – PA
P. Fernandes e R. Lima
* ocupação de antigos espaços
abandonados, degradados ou
subutilizados, conferindo-lhes
novos significados culturais
CAP.36 – PG 434
Ponte JK – Brasília
Alexandre Chan
CAP.36 – PG 435-6
OUTRAS CONSTRUÇÕES
COMTEMPORANEAS
Hotéis em Dubai
Igreja Nossa Senhora de Fátima ou A Igrejinha da 307/308 Sul
(28/05/1958).
O teto lembra um chapéu de
freira
Nas laterais, azulejos de Athos
Bulcao.
As tres velas que representam a
Santissima Trindade.
Igreja “Dives in
Misericordia” Roma -
Richard Meier
30 St Mary Axe – Londres
Norman Foster
Auditório do Tenerife - Espanha
CAYAN TOWER, DUBAI
A residência Mahina - Nova Zelândia
Marina Bay Sands - Singapura
Museu de Arte Contemporânea e
Arquitetura de Libeskind em Milão
Teatro nacional da China, em Pequim
Museu de Arte de Denver, EUA
USEU SOUMAYA
Cidade do México, México – 1994
EDE DO NORD LB
Hannover, Alemanha – 2002
hotel especial: Aman New Delhi
Sede da Statoil Oslo NORUEGA
Centro internacional de conferências Chinesa de Dalian
Shopping Center Emporia Malmo, na Suécia
Blue Planet Aquarium Cheshire, na Inglaterra
AS 10 ?? MAIORES
CONSTRUÇÕES DO
MUNDO ATUALMENTE
2014
10ª - Zifeng Tower – Nanjing,
China 450 metros de altura
9ª - Petronas Towers – Kuala Lumpur, Malásia -
1998, as torres gêmeas 452 metros de altura
8ª - International Commerce Center Hong Kong –
China - 484 metros de altura, tem um observatório
no 100º andar (a 393 metros de altura)
7ª - Shanghai World Financial Center – Xangai, foi
construído em 2008, tem 492 metros de altura
6ª - Taipei 101 - Taipé, Taiwan
Construída em 2004, a torre tem 101
andares (daí o nome), 509 metros
5ª - Willis Tower – Chicago, EUA - 1973, também
conhecida como Sears Tower (mudou de nome em 2009)
com 527 metros de altura
4ª - CN tower – Toronto, Canadá - é a torre mais alta das
Américas. 553 metros (com antena),
3ª - Canton Tower - Guangzhou, China
tem 600 metros de altura.
2ª - Tokyo Sky Tree – Tóquio, Japão
de 634 metros de altura
1ª - Burj Khalifa, Dubai, Emirados Árabes Unidos
Mais alto edifício do planeta concluído com 828 metros de altura
MAS ESTE RANKING
VAI MUDAR
EM BREVE...
Kingdom Tower - Jiddah, Emirados Árabes - a construção de mais de
um quilómetro (1013 metros de altura) começou em março de 2014.
o Centro Cultural Sendai Mediateque,
projetado por Toyo Ito, ao abrigar salas para
exposição, projeção de filmes, teatro, acesso à
internet, acervo de CDs e DVDs, reflete as
mudanças ocorridas nos últimos anos nos
espaços anteriormente destinados às
bibliotecas.
OK
PESSOAL,
TERMINOU!

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

2ª aula renasc-urb
2ª aula renasc-urb2ª aula renasc-urb
2ª aula renasc-urb
Karina Maciel Monteiro
 
Neoclassicismo
NeoclassicismoNeoclassicismo
Neoclassicismo
Ana Barreiros
 
Arquitetura Brasileira
Arquitetura BrasileiraArquitetura Brasileira
Arquitetura Brasileira
CEF16
 
O urbanismo (Resumo)
O urbanismo (Resumo)O urbanismo (Resumo)
O urbanismo (Resumo)
Adriana Araujo
 
Aula projeto de arquitetura
Aula projeto de arquiteturaAula projeto de arquitetura
Aula projeto de arquitetura
UNAERP
 
Tony garnier e a cidade industrial
Tony garnier e a cidade industrialTony garnier e a cidade industrial
Tony garnier e a cidade industrial
Marcia Rodrigues
 
Saber ver a arquitetura - Bruno Zevi
Saber ver a arquitetura - Bruno ZeviSaber ver a arquitetura - Bruno Zevi
Saber ver a arquitetura - Bruno Zevi
Ana Leticia Cunha
 
Aula 01 sobre urbanismo [revisado em 20160808]
Aula 01 sobre urbanismo [revisado em 20160808]Aula 01 sobre urbanismo [revisado em 20160808]
Aula 01 sobre urbanismo [revisado em 20160808]
glauci coelho
 
1ª Grande Exposição de Londres
1ª Grande Exposição de Londres1ª Grande Exposição de Londres
1ª Grande Exposição de Londres
hcaslides
 
Aula 3 reform urbanas paris
Aula 3   reform urbanas parisAula 3   reform urbanas paris
Aula 3 reform urbanas paris
Raphael Barbosa Rodrigues
 
Carta de atenas
Carta de atenasCarta de atenas
Carta de atenas
Alice Kaizer
 
Le Corbusier
Le CorbusierLe Corbusier
Le Corbusier
hcaslides
 
Walter gropius
Walter gropiusWalter gropius
Walter gropius
Marcia Rodrigues
 
Arte do renascimento - arquitetura
Arte do renascimento - arquiteturaArte do renascimento - arquitetura
Arte do renascimento - arquitetura
Carlos Vieira
 
Aula 7 arts&crafts + art nouveau + art deco
Aula 7 arts&crafts + art nouveau + art decoAula 7 arts&crafts + art nouveau + art deco
Aula 7 arts&crafts + art nouveau + art deco
Leonardo Borges
 
A arte nova
A arte novaA arte nova
A arte nova
Carlos Pinheiro
 
Aula 05 as cidades renascentistas e as utopias [revisado em 20160921]
Aula 05 as cidades renascentistas e as utopias [revisado em 20160921]Aula 05 as cidades renascentistas e as utopias [revisado em 20160921]
Aula 05 as cidades renascentistas e as utopias [revisado em 20160921]
glauci coelho
 
Casas Brasileiras
Casas BrasileirasCasas Brasileiras
Casas Brasileiras
Carolina Suzuki
 
Arquitetura renascentista
Arquitetura renascentistaArquitetura renascentista
Arquitetura renascentista
Ana Barreiros
 
05:. Plano de Paris
05:. Plano de Paris05:. Plano de Paris
05:. Plano de Paris
ARQ210AN
 

Mais procurados (20)

2ª aula renasc-urb
2ª aula renasc-urb2ª aula renasc-urb
2ª aula renasc-urb
 
Neoclassicismo
NeoclassicismoNeoclassicismo
Neoclassicismo
 
Arquitetura Brasileira
Arquitetura BrasileiraArquitetura Brasileira
Arquitetura Brasileira
 
O urbanismo (Resumo)
O urbanismo (Resumo)O urbanismo (Resumo)
O urbanismo (Resumo)
 
Aula projeto de arquitetura
Aula projeto de arquiteturaAula projeto de arquitetura
Aula projeto de arquitetura
 
Tony garnier e a cidade industrial
Tony garnier e a cidade industrialTony garnier e a cidade industrial
Tony garnier e a cidade industrial
 
Saber ver a arquitetura - Bruno Zevi
Saber ver a arquitetura - Bruno ZeviSaber ver a arquitetura - Bruno Zevi
Saber ver a arquitetura - Bruno Zevi
 
Aula 01 sobre urbanismo [revisado em 20160808]
Aula 01 sobre urbanismo [revisado em 20160808]Aula 01 sobre urbanismo [revisado em 20160808]
Aula 01 sobre urbanismo [revisado em 20160808]
 
1ª Grande Exposição de Londres
1ª Grande Exposição de Londres1ª Grande Exposição de Londres
1ª Grande Exposição de Londres
 
Aula 3 reform urbanas paris
Aula 3   reform urbanas parisAula 3   reform urbanas paris
Aula 3 reform urbanas paris
 
Carta de atenas
Carta de atenasCarta de atenas
Carta de atenas
 
Le Corbusier
Le CorbusierLe Corbusier
Le Corbusier
 
Walter gropius
Walter gropiusWalter gropius
Walter gropius
 
Arte do renascimento - arquitetura
Arte do renascimento - arquiteturaArte do renascimento - arquitetura
Arte do renascimento - arquitetura
 
Aula 7 arts&crafts + art nouveau + art deco
Aula 7 arts&crafts + art nouveau + art decoAula 7 arts&crafts + art nouveau + art deco
Aula 7 arts&crafts + art nouveau + art deco
 
A arte nova
A arte novaA arte nova
A arte nova
 
Aula 05 as cidades renascentistas e as utopias [revisado em 20160921]
Aula 05 as cidades renascentistas e as utopias [revisado em 20160921]Aula 05 as cidades renascentistas e as utopias [revisado em 20160921]
Aula 05 as cidades renascentistas e as utopias [revisado em 20160921]
 
Casas Brasileiras
Casas BrasileirasCasas Brasileiras
Casas Brasileiras
 
Arquitetura renascentista
Arquitetura renascentistaArquitetura renascentista
Arquitetura renascentista
 
05:. Plano de Paris
05:. Plano de Paris05:. Plano de Paris
05:. Plano de Paris
 

Destaque

Arquitetura Contemporânea
Arquitetura ContemporâneaArquitetura Contemporânea
Arquitetura Contemporânea
Carlos Pinheiro
 
Início da arquitetura moderna
Início da arquitetura modernaInício da arquitetura moderna
Início da arquitetura moderna
Viviane Marques
 
Historia Da Arquitetura
Historia Da ArquiteturaHistoria Da Arquitetura
Historia Da Arquitetura
melins
 
A arquitetura da 1ª metade século xx
A arquitetura da 1ª metade século xxA arquitetura da 1ª metade século xx
A arquitetura da 1ª metade século xx
Ana Barreiros
 
Projeto sydney
Projeto sydneyProjeto sydney
Projeto sydney
Wagne Cabral
 
Pós Modernos
Pós ModernosPós Modernos
Pós Modernos
Pedro Medeiros
 
Sidney trabalho-1ºperíodo
Sidney trabalho-1ºperíodoSidney trabalho-1ºperíodo
Sidney trabalho-1ºperíodo
miralousada
 
MAC - Museu de Arte Contemporânea de Niterói
MAC - Museu de Arte Contemporânea de NiteróiMAC - Museu de Arte Contemporânea de Niterói
MAC - Museu de Arte Contemporânea de Niterói
Victor Schröder
 
A Ópera de Sidney
A Ópera de SidneyA Ópera de Sidney
A Ópera de Sidney
complementoindirecto
 
Urbanização Barra da Tijuca
Urbanização Barra da TijucaUrbanização Barra da Tijuca
Urbanização Barra da Tijuca
Salageo Cristina
 
MUSEU GGH - PROJETO CONCEITO PARA EVENTO
MUSEU GGH - PROJETO CONCEITO PARA EVENTOMUSEU GGH - PROJETO CONCEITO PARA EVENTO
MUSEU GGH - PROJETO CONCEITO PARA EVENTO
Diego Vera
 
Marina vasconcellos.dissertacaomestrado.uff
Marina vasconcellos.dissertacaomestrado.uffMarina vasconcellos.dissertacaomestrado.uff
Marina vasconcellos.dissertacaomestrado.uff
Marina de Carvalho
 
41 emissão francesa resumo
41 emissão francesa resumo41 emissão francesa resumo
41 emissão francesa resumo
denise lugli
 
Gênios da Arquitetura Contemporânea
Gênios da Arquitetura ContemporâneaGênios da Arquitetura Contemporânea
Gênios da Arquitetura Contemporânea
Arthur Leon
 
youblisher.com-1098416-Jornal_Austr_lia
youblisher.com-1098416-Jornal_Austr_liayoublisher.com-1098416-Jornal_Austr_lia
youblisher.com-1098416-Jornal_Austr_lia
J Gouveia
 
Apresentação trabalho escolar E.M.Valparaíso II
Apresentação trabalho escolar E.M.Valparaíso IIApresentação trabalho escolar E.M.Valparaíso II
Apresentação trabalho escolar E.M.Valparaíso II
Shirley Franx
 
O barroco na europa e em portugal
O barroco na europa e em portugalO barroco na europa e em portugal
O barroco na europa e em portugal
marcoiffsantos7
 
Apresentação zaha hadid_renata bellon 2
Apresentação zaha hadid_renata bellon 2Apresentação zaha hadid_renata bellon 2
Apresentação zaha hadid_renata bellon 2
renatabellon
 
Louis kahn
Louis kahn Louis kahn
Louis kahn
stevie arenas
 
Renzo piano
Renzo pianoRenzo piano
Renzo piano
Jeyner Vega Mejia
 

Destaque (20)

Arquitetura Contemporânea
Arquitetura ContemporâneaArquitetura Contemporânea
Arquitetura Contemporânea
 
Início da arquitetura moderna
Início da arquitetura modernaInício da arquitetura moderna
Início da arquitetura moderna
 
Historia Da Arquitetura
Historia Da ArquiteturaHistoria Da Arquitetura
Historia Da Arquitetura
 
A arquitetura da 1ª metade século xx
A arquitetura da 1ª metade século xxA arquitetura da 1ª metade século xx
A arquitetura da 1ª metade século xx
 
Projeto sydney
Projeto sydneyProjeto sydney
Projeto sydney
 
Pós Modernos
Pós ModernosPós Modernos
Pós Modernos
 
Sidney trabalho-1ºperíodo
Sidney trabalho-1ºperíodoSidney trabalho-1ºperíodo
Sidney trabalho-1ºperíodo
 
MAC - Museu de Arte Contemporânea de Niterói
MAC - Museu de Arte Contemporânea de NiteróiMAC - Museu de Arte Contemporânea de Niterói
MAC - Museu de Arte Contemporânea de Niterói
 
A Ópera de Sidney
A Ópera de SidneyA Ópera de Sidney
A Ópera de Sidney
 
Urbanização Barra da Tijuca
Urbanização Barra da TijucaUrbanização Barra da Tijuca
Urbanização Barra da Tijuca
 
MUSEU GGH - PROJETO CONCEITO PARA EVENTO
MUSEU GGH - PROJETO CONCEITO PARA EVENTOMUSEU GGH - PROJETO CONCEITO PARA EVENTO
MUSEU GGH - PROJETO CONCEITO PARA EVENTO
 
Marina vasconcellos.dissertacaomestrado.uff
Marina vasconcellos.dissertacaomestrado.uffMarina vasconcellos.dissertacaomestrado.uff
Marina vasconcellos.dissertacaomestrado.uff
 
41 emissão francesa resumo
41 emissão francesa resumo41 emissão francesa resumo
41 emissão francesa resumo
 
Gênios da Arquitetura Contemporânea
Gênios da Arquitetura ContemporâneaGênios da Arquitetura Contemporânea
Gênios da Arquitetura Contemporânea
 
youblisher.com-1098416-Jornal_Austr_lia
youblisher.com-1098416-Jornal_Austr_liayoublisher.com-1098416-Jornal_Austr_lia
youblisher.com-1098416-Jornal_Austr_lia
 
Apresentação trabalho escolar E.M.Valparaíso II
Apresentação trabalho escolar E.M.Valparaíso IIApresentação trabalho escolar E.M.Valparaíso II
Apresentação trabalho escolar E.M.Valparaíso II
 
O barroco na europa e em portugal
O barroco na europa e em portugalO barroco na europa e em portugal
O barroco na europa e em portugal
 
Apresentação zaha hadid_renata bellon 2
Apresentação zaha hadid_renata bellon 2Apresentação zaha hadid_renata bellon 2
Apresentação zaha hadid_renata bellon 2
 
Louis kahn
Louis kahn Louis kahn
Louis kahn
 
Renzo piano
Renzo pianoRenzo piano
Renzo piano
 

Semelhante a Arquitetura moderna e contemporanea parte 2

Sesc Pompeia - Lina Bo Bardi (Estudo de Caso)
Sesc Pompeia - Lina Bo Bardi (Estudo de Caso)Sesc Pompeia - Lina Bo Bardi (Estudo de Caso)
Sesc Pompeia - Lina Bo Bardi (Estudo de Caso)
François Urban, MBA
 
Estruturas de concreto
Estruturas de concretoEstruturas de concreto
Estruturas de concreto
Carlos Elson Cunha
 
Aula 4
Aula 4Aula 4
Aula 4
hespanha022
 
Oscar Niemeyer
Oscar Niemeyer Oscar Niemeyer
Oscar Niemeyer
Marcelo Bancalero
 
Oscar Niemeyer
Oscar NiemeyerOscar Niemeyer
Oscar Niemeyer
Desenho D. Duarte
 
Oscar niemeyer francisca bombarda e david
Oscar niemeyer  francisca bombarda e davidOscar niemeyer  francisca bombarda e david
Oscar niemeyer francisca bombarda e david
Desenho D. Duarte
 
Moshe Safdie na Arquitetura
Moshe Safdie na ArquiteturaMoshe Safdie na Arquitetura
Moshe Safdie na Arquitetura
Élen Vanessa Silva
 
Estudo de Caso: Sesc Pompeia-SP
Estudo de Caso: Sesc Pompeia-SPEstudo de Caso: Sesc Pompeia-SP
Estudo de Caso: Sesc Pompeia-SP
Luciana Paixão Arquitetura
 
Edifícios do centro de São Paulo
Edifícios do centro de São PauloEdifícios do centro de São Paulo
Edifícios do centro de São Paulo
Bianca Klamt
 
Património Mundial e Turismo Cultural - Ópera de Sidney- Artur Filipe dos Santos
Património Mundial e Turismo Cultural - Ópera de Sidney- Artur Filipe dos SantosPatrimónio Mundial e Turismo Cultural - Ópera de Sidney- Artur Filipe dos Santos
Património Mundial e Turismo Cultural - Ópera de Sidney- Artur Filipe dos Santos
Artur Filipe dos Santos
 
Engenheiros Rg
Engenheiros RgEngenheiros Rg
Engenheiros Rg
marronei
 
Brutalismo e Paulo Mendes da Rocha
Brutalismo e Paulo Mendes da RochaBrutalismo e Paulo Mendes da Rocha
Brutalismo e Paulo Mendes da Rocha
Élen Vanessa Silva
 
Lina Bo Bardi- MASP
Lina Bo Bardi- MASPLina Bo Bardi- MASP
Lina Bo Bardi- MASP
Alfai Bene
 
Cartas patrimoniais veneza
Cartas patrimoniais venezaCartas patrimoniais veneza
Cartas patrimoniais veneza
Stephanie Ribeiro
 
Forma e função
Forma e funçãoForma e função
Forma e função
Mayke Martins
 
Arquitetura Eclética
Arquitetura EcléticaArquitetura Eclética
Arquitetura Eclética
Lídia Ganhito
 
Técnicas Retrospectivas - Arquitetura Industrial - Mattatoio Testaccio
Técnicas Retrospectivas - Arquitetura Industrial - Mattatoio TestaccioTécnicas Retrospectivas - Arquitetura Industrial - Mattatoio Testaccio
Técnicas Retrospectivas - Arquitetura Industrial - Mattatoio Testaccio
Gabriel Oliva
 
Lina Bo Bardi - Sesc Pompeia e MASP
Lina Bo Bardi - Sesc Pompeia e MASPLina Bo Bardi - Sesc Pompeia e MASP
Lina Bo Bardi - Sesc Pompeia e MASP
Bruna Fonseca
 
Soutode moura
Soutode mouraSoutode moura
Soutode moura
Ana Barreiros
 
Diagnóstico de Obra Centro Cultural FIESP
Diagnóstico de Obra Centro Cultural FIESPDiagnóstico de Obra Centro Cultural FIESP
Diagnóstico de Obra Centro Cultural FIESP
Marta Moraes
 

Semelhante a Arquitetura moderna e contemporanea parte 2 (20)

Sesc Pompeia - Lina Bo Bardi (Estudo de Caso)
Sesc Pompeia - Lina Bo Bardi (Estudo de Caso)Sesc Pompeia - Lina Bo Bardi (Estudo de Caso)
Sesc Pompeia - Lina Bo Bardi (Estudo de Caso)
 
Estruturas de concreto
Estruturas de concretoEstruturas de concreto
Estruturas de concreto
 
Aula 4
Aula 4Aula 4
Aula 4
 
Oscar Niemeyer
Oscar Niemeyer Oscar Niemeyer
Oscar Niemeyer
 
Oscar Niemeyer
Oscar NiemeyerOscar Niemeyer
Oscar Niemeyer
 
Oscar niemeyer francisca bombarda e david
Oscar niemeyer  francisca bombarda e davidOscar niemeyer  francisca bombarda e david
Oscar niemeyer francisca bombarda e david
 
Moshe Safdie na Arquitetura
Moshe Safdie na ArquiteturaMoshe Safdie na Arquitetura
Moshe Safdie na Arquitetura
 
Estudo de Caso: Sesc Pompeia-SP
Estudo de Caso: Sesc Pompeia-SPEstudo de Caso: Sesc Pompeia-SP
Estudo de Caso: Sesc Pompeia-SP
 
Edifícios do centro de São Paulo
Edifícios do centro de São PauloEdifícios do centro de São Paulo
Edifícios do centro de São Paulo
 
Património Mundial e Turismo Cultural - Ópera de Sidney- Artur Filipe dos Santos
Património Mundial e Turismo Cultural - Ópera de Sidney- Artur Filipe dos SantosPatrimónio Mundial e Turismo Cultural - Ópera de Sidney- Artur Filipe dos Santos
Património Mundial e Turismo Cultural - Ópera de Sidney- Artur Filipe dos Santos
 
Engenheiros Rg
Engenheiros RgEngenheiros Rg
Engenheiros Rg
 
Brutalismo e Paulo Mendes da Rocha
Brutalismo e Paulo Mendes da RochaBrutalismo e Paulo Mendes da Rocha
Brutalismo e Paulo Mendes da Rocha
 
Lina Bo Bardi- MASP
Lina Bo Bardi- MASPLina Bo Bardi- MASP
Lina Bo Bardi- MASP
 
Cartas patrimoniais veneza
Cartas patrimoniais venezaCartas patrimoniais veneza
Cartas patrimoniais veneza
 
Forma e função
Forma e funçãoForma e função
Forma e função
 
Arquitetura Eclética
Arquitetura EcléticaArquitetura Eclética
Arquitetura Eclética
 
Técnicas Retrospectivas - Arquitetura Industrial - Mattatoio Testaccio
Técnicas Retrospectivas - Arquitetura Industrial - Mattatoio TestaccioTécnicas Retrospectivas - Arquitetura Industrial - Mattatoio Testaccio
Técnicas Retrospectivas - Arquitetura Industrial - Mattatoio Testaccio
 
Lina Bo Bardi - Sesc Pompeia e MASP
Lina Bo Bardi - Sesc Pompeia e MASPLina Bo Bardi - Sesc Pompeia e MASP
Lina Bo Bardi - Sesc Pompeia e MASP
 
Soutode moura
Soutode mouraSoutode moura
Soutode moura
 
Diagnóstico de Obra Centro Cultural FIESP
Diagnóstico de Obra Centro Cultural FIESPDiagnóstico de Obra Centro Cultural FIESP
Diagnóstico de Obra Centro Cultural FIESP
 

Mais de denise lugli

0 arte pra que
0 arte pra que0 arte pra que
0 arte pra que
denise lugli
 
Arte contemporanea
Arte contemporaneaArte contemporanea
Arte contemporanea
denise lugli
 
Semana 22 parte 2
Semana 22 parte 2Semana 22 parte 2
Semana 22 parte 2
denise lugli
 
Semana 22 parte 1
Semana 22 parte 1Semana 22 parte 1
Semana 22 parte 1
denise lugli
 
Semana 22 parte 3
Semana 22  parte 3Semana 22  parte 3
Semana 22 parte 3
denise lugli
 
11 pré história resumo [modo de compatibilidade]
11 pré história   resumo [modo de compatibilidade]11 pré história   resumo [modo de compatibilidade]
11 pré história resumo [modo de compatibilidade]
denise lugli
 
semana 22 resumo
  semana 22 resumo  semana 22 resumo
semana 22 resumo
denise lugli
 
Apresentacao sete maravilhas [modo de compatibilidade]
Apresentacao sete maravilhas [modo de compatibilidade]Apresentacao sete maravilhas [modo de compatibilidade]
Apresentacao sete maravilhas [modo de compatibilidade]
denise lugli
 
21 egito resumos
21 egito resumos21 egito resumos
21 egito resumos
denise lugli
 
31grécia resumo
31grécia resumo 31grécia resumo
31grécia resumo
denise lugli
 
Do romantismo ao sec xx
Do romantismo ao sec xxDo romantismo ao sec xx
Do romantismo ao sec xx
denise lugli
 
51 realismo
51 realismo51 realismo
51 realismo
denise lugli
 
Academicos no brasil
Academicos no brasilAcademicos no brasil
Academicos no brasil
denise lugli
 
20 arte barroca resumo [modo de compatibilidade]
20 arte barroca resumo [modo de compatibilidade]20 arte barroca resumo [modo de compatibilidade]
20 arte barroca resumo [modo de compatibilidade]
denise lugli
 
32 romantismo
32 romantismo32 romantismo
32 romantismo
denise lugli
 
41 roma resumos
41 roma resumos41 roma resumos
41 roma resumos
denise lugli
 
61 idade média resumo [modo de compatibilidade]
61 idade média resumo [modo de compatibilidade]61 idade média resumo [modo de compatibilidade]
61 idade média resumo [modo de compatibilidade]
denise lugli
 
51 academicos no brasil resumo
51 academicos no brasil resumo51 academicos no brasil resumo
51 academicos no brasil resumo
denise lugli
 
21 barroco eurobras
21 barroco eurobras21 barroco eurobras
21 barroco eurobras
denise lugli
 
31 neoclassicismo bj
31 neoclassicismo bj31 neoclassicismo bj
31 neoclassicismo bj
denise lugli
 

Mais de denise lugli (20)

0 arte pra que
0 arte pra que0 arte pra que
0 arte pra que
 
Arte contemporanea
Arte contemporaneaArte contemporanea
Arte contemporanea
 
Semana 22 parte 2
Semana 22 parte 2Semana 22 parte 2
Semana 22 parte 2
 
Semana 22 parte 1
Semana 22 parte 1Semana 22 parte 1
Semana 22 parte 1
 
Semana 22 parte 3
Semana 22  parte 3Semana 22  parte 3
Semana 22 parte 3
 
11 pré história resumo [modo de compatibilidade]
11 pré história   resumo [modo de compatibilidade]11 pré história   resumo [modo de compatibilidade]
11 pré história resumo [modo de compatibilidade]
 
semana 22 resumo
  semana 22 resumo  semana 22 resumo
semana 22 resumo
 
Apresentacao sete maravilhas [modo de compatibilidade]
Apresentacao sete maravilhas [modo de compatibilidade]Apresentacao sete maravilhas [modo de compatibilidade]
Apresentacao sete maravilhas [modo de compatibilidade]
 
21 egito resumos
21 egito resumos21 egito resumos
21 egito resumos
 
31grécia resumo
31grécia resumo 31grécia resumo
31grécia resumo
 
Do romantismo ao sec xx
Do romantismo ao sec xxDo romantismo ao sec xx
Do romantismo ao sec xx
 
51 realismo
51 realismo51 realismo
51 realismo
 
Academicos no brasil
Academicos no brasilAcademicos no brasil
Academicos no brasil
 
20 arte barroca resumo [modo de compatibilidade]
20 arte barroca resumo [modo de compatibilidade]20 arte barroca resumo [modo de compatibilidade]
20 arte barroca resumo [modo de compatibilidade]
 
32 romantismo
32 romantismo32 romantismo
32 romantismo
 
41 roma resumos
41 roma resumos41 roma resumos
41 roma resumos
 
61 idade média resumo [modo de compatibilidade]
61 idade média resumo [modo de compatibilidade]61 idade média resumo [modo de compatibilidade]
61 idade média resumo [modo de compatibilidade]
 
51 academicos no brasil resumo
51 academicos no brasil resumo51 academicos no brasil resumo
51 academicos no brasil resumo
 
21 barroco eurobras
21 barroco eurobras21 barroco eurobras
21 barroco eurobras
 
31 neoclassicismo bj
31 neoclassicismo bj31 neoclassicismo bj
31 neoclassicismo bj
 

Último

Slides Lição 13, CPAD, A Cidade Celestial, 2Tr24.pptx
Slides Lição 13, CPAD, A Cidade Celestial, 2Tr24.pptxSlides Lição 13, CPAD, A Cidade Celestial, 2Tr24.pptx
Slides Lição 13, CPAD, A Cidade Celestial, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
EXERCÍCIOS ARTRÓPODES E EQUINODERMAS.pdf
EXERCÍCIOS ARTRÓPODES E EQUINODERMAS.pdfEXERCÍCIOS ARTRÓPODES E EQUINODERMAS.pdf
EXERCÍCIOS ARTRÓPODES E EQUINODERMAS.pdf
eltinhorg
 
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Mauricio Alexandre Silva
 
formação - 2º ano São José da Tapera ...
formação - 2º ano São José da Tapera ...formação - 2º ano São José da Tapera ...
formação - 2º ano São José da Tapera ...
JakiraCosta
 
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdfCD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
Manuais Formação
 
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptxPsicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
TiagoLouro8
 
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junhoATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
Crisnaiara
 
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicosDNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
jonny615148
 
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de GeografiaAula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
WELTONROBERTOFREITAS
 
PROVA DE ARTE PARA IMPRESSÃO - CORRETA gabarito .pdf
PROVA DE ARTE PARA IMPRESSÃO - CORRETA gabarito .pdfPROVA DE ARTE PARA IMPRESSÃO - CORRETA gabarito .pdf
PROVA DE ARTE PARA IMPRESSÃO - CORRETA gabarito .pdf
MiriamCamily
 
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdfApostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
bmgrama
 
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
AdrianoMontagna1
 
A justiça divina segundo o Espiritismo (V2).pdf
A justiça divina segundo o Espiritismo (V2).pdfA justiça divina segundo o Espiritismo (V2).pdf
A justiça divina segundo o Espiritismo (V2).pdf
MarcoAurlioResende
 
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento EuropeuEurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
Centro Jacques Delors
 
said edward w - orientalismo. livro de história pdf
said edward w - orientalismo. livro de história pdfsaid edward w - orientalismo. livro de história pdf
said edward w - orientalismo. livro de história pdf
ThiagoRORISDASILVA1
 
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdfPrimeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
Maurício Bratz
 
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período pedagogia
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período  pedagogiaAVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período  pedagogia
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período pedagogia
KarollayneRodriguesV1
 
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptxDEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
ConservoConstrues
 

Último (20)

Slides Lição 13, CPAD, A Cidade Celestial, 2Tr24.pptx
Slides Lição 13, CPAD, A Cidade Celestial, 2Tr24.pptxSlides Lição 13, CPAD, A Cidade Celestial, 2Tr24.pptx
Slides Lição 13, CPAD, A Cidade Celestial, 2Tr24.pptx
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
 
EXERCÍCIOS ARTRÓPODES E EQUINODERMAS.pdf
EXERCÍCIOS ARTRÓPODES E EQUINODERMAS.pdfEXERCÍCIOS ARTRÓPODES E EQUINODERMAS.pdf
EXERCÍCIOS ARTRÓPODES E EQUINODERMAS.pdf
 
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
 
formação - 2º ano São José da Tapera ...
formação - 2º ano São José da Tapera ...formação - 2º ano São José da Tapera ...
formação - 2º ano São José da Tapera ...
 
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdfCD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
 
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
 
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptxPsicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
 
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junhoATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
 
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicosDNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
 
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de GeografiaAula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
 
PROVA DE ARTE PARA IMPRESSÃO - CORRETA gabarito .pdf
PROVA DE ARTE PARA IMPRESSÃO - CORRETA gabarito .pdfPROVA DE ARTE PARA IMPRESSÃO - CORRETA gabarito .pdf
PROVA DE ARTE PARA IMPRESSÃO - CORRETA gabarito .pdf
 
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdfApostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
 
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
 
A justiça divina segundo o Espiritismo (V2).pdf
A justiça divina segundo o Espiritismo (V2).pdfA justiça divina segundo o Espiritismo (V2).pdf
A justiça divina segundo o Espiritismo (V2).pdf
 
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento EuropeuEurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
 
said edward w - orientalismo. livro de história pdf
said edward w - orientalismo. livro de história pdfsaid edward w - orientalismo. livro de história pdf
said edward w - orientalismo. livro de história pdf
 
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdfPrimeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
 
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período pedagogia
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período  pedagogiaAVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período  pedagogia
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período pedagogia
 
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptxDEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
 

Arquitetura moderna e contemporanea parte 2

  • 1. Igreja São Fco de Assis “IG. Da Pampulha” (1945) - Azulejos e pintura interior - Portinari primeiro grande projeto arquitetônico de Niemeyer que promoveu uma ruptura radical
  • 2. “Não é o ângulo reto que me atrai. Nem a linha reta, dura e inflexível, criada pelo homem. O que me atrai é a curva livre e sensual. A curva que encontro nas montanhas do meu país, no curso sinuoso dos seus rios, nas ondas do mar nas nuvens do céu, no corpo da mulher preferida. De curvas é feito todo o Universo. O Universo curvo de Einstein.” (PROENÇA Graça. História da Arte. São Paulo: Ática, 2007, p. 339)
  • 3. EDIFICIO COPAN considerada a maior estrutura de concreto armado do Brasil O Copan foi um dos grandes projetos para São Paulo apresentados por Oscar Niemeyer em 1951. É conhecido por sua geometria sinuosa, que lembra uma onda, e pelos números superlativos de suas estatísticas.
  • 4. Parque do Ibirapuera São Paulo (1951-1955) CAP.28 – PG 340
  • 6. Pavilhão Ciccillo Matarazzo “Prédio da Bienal” Local que acontece as Bienais Internacionais de arte desde 1951 e que acontece de dois em dois anos e projeta artistas brasileiros no cenário internacional.
  • 8. Brasília - Capital Brasília foi um grande desafio; a cidade foi construída na velocidade de um mandato, e Niemeyer teve de planejar uma série de edifícios em poucos meses. O projeto de Lúcio Costa, vencedor do concurso, punha em prática os conceitos modernistas de cidade, os blocos de edifícios afastados, em pilotis sobre grandes áreas verdes. E Oscar Niemeyer projetará os edifícios. CAP.28 – PG 341-2
  • 9. • A cidade de Chandigarh está situada na base da Cordilheira do Himalaia na Índia • Chandigarh foi modelada como uma cidade de prestígio, como um ideal estético, e, acima de tudo, como uma utopia social. • Le Corbusier era o principal conselheiro no planejamento arquitetônico (projeto de Nowicki que falece) • As estradas e linhas ferroviárias foram levadas em consideração nas suas funções, fazendo a ligação das diferentes partes da cidade - como o Capitólio, o Centro da cidade, a Universidade e a zona industrial. Até hoje ela é considerada uma das cidades mais ricas da Índia com seus aproximados 72km².
  • 10. Prédio da Assembleia Planta de Chandigarh Secretaria A importância de Le Corbusier como urbanista é comparável à sua importância como arquiteto, por suas ideias para uma cidade moderna, na qual houvesse uma clara setorização das atividades socioeconômicas.
  • 11. O Plano Piloto de Brasília, no Distrito Federal, foi projetado por Lúcio Costa, vencedor do concurso, em 1957, para o projeto urbanístico da Nova Capital. CAP.28 – PG 341 Le Corbusier como urbanista, por suas ideias para uma cidade moderna, na qual houvesse uma clara setorização das atividades socioeconômicas acabaram por influenciar Lucio Costa.
  • 14. Memorial JK Palácio da Alvorada o traçado simples de amplas linhas curvas opostas. CAP.28 – PG 338
  • 17. "Museu do Olho“ Curitiba Museu de Arte Contemporânea, Niterói
  • 18. Casa de Niemeyer Rio de Janeiro Sambódromo Rio de Janeiro
  • 19.
  • 20. Terminal rodoviário de Londrina Antigo (1970) - João Batista Villanova Artigas e Atual (1988) – Oscar Niemeyer
  • 21. ARQUITETURA CONTEMPORÂNEA CAP.32 – PG 378 Os arquitetos contemporâneos, de uma maneira geral, não se contentam em realizar apenas a sua obra projetual, mas alguns desenvolveram uma obra teórica, como Rem Koolhaas, Aldo Rossi e Richard Rogers.
  • 22. TEATRO DA ÓPERA DE SIDNEY – AUSTRÁLIA JÖRN UTZON - 1918 CAP.32 – PG 379 o teatro converteu-se, por exibir em suas formas linhas que remetem à imagem de um barco a vela, em símbolo da cidade localizada à beira-mar.
  • 23. CENTRO POMPIDOU – PARIS – FRANÇA – PIANO E ROGERS - 1977 CAP.32 – PG 379
  • 24. SAN NICOLA STADIUM – BARI – ITÁLIA – RENZO PIANO - 1937 CAP.32 – PG 380
  • 25. MUSEU GUGGENHEIM – BILBAO – ESPANHA – FRANK GEHRY -1991 CAP.32 – PG 381 Frank O. Ghery, produz obras que em muito se assemelham a grandes esculturas em metal e vidro, com um aspecto, principalmente exterior, que causa grande estranheza a seu observador
  • 26. SENDAI MEDIATEQUE – SENDAI – JAPÃO – TOYO ITO - 1995 CAP.32 – PG 381 Foi projetado para abrigar salas de exposição, projeção de filmes, teatro, acesso à internet, acervo de CDs e DVDs, reflete as mudanças ocorridas nos últimos anos nos espaços anteriormente destinados às bibliotecas.
  • 27. IG. STA MARIA – MARCO CANAVEZES – PORTUGAL – ÁLVARO SIZA 1990 CAP.32 – PG 382
  • 28. FUNDAÇÃO IBERÊ CAMARGO – PORTO ALEGRE – BRASIL – ÁLVARO SIZA – 2001-9 CAP.32 – PG 383
  • 29. TATE MODERN – LONDRES – INGLATERRA – JACQUES MEURON – 2000 * BANKSIDE POWER STATION(1900) CAP.32 – PG 383
  • 30. MUSEU NAC. DE ARTE ROMANA – MÉRIDA – ESPANHA – RAFAEL MONEO - 1984 CAP.32 – PG 384
  • 32. MuBE Museu brasileiro de escultura Paulo M. da Rocha MAM Rio CAP.36 – PG 424 CAP.36 – PG 425 a estrutura principal, é externa e os pavimentos são suspensos a partir dela
  • 33. MASP – SP Lina Bo Bardi CAP.36 – PG 426 construído em concreto armado e no qual a sustentação do corpo do edifício se dá com apenas duas vigas e quatro pilares, deixando os pavimentos suspensos a partir dela.
  • 34. Hotel Tambaú – PB Sérgio Bernardes CAP.36 – PG 427
  • 35. Faculdade de Arquitetura e urbanismo – USP João Batista Villanova Artigas CAP.36 – PG 428
  • 36. Fórum de Teresina Acácio Gil Borsoi CAP.36 – PG 429
  • 37. Ópera de Arame – Curitiba Domingos Bongestabs CAP.36 – PG 430
  • 38. Aldeias Infantis SOS – AM Severiano Porto CAP.36 – PG 431
  • 39. Pinacoteca do Estado de São Paulo – (Projetado por Ramos de Azevedo) – reforma Paulo Mendes da Rocha CAP.36 – PG 431
  • 40. Estação das Docas – PA P. Fernandes e R. Lima * ocupação de antigos espaços abandonados, degradados ou subutilizados, conferindo-lhes novos significados culturais CAP.36 – PG 434
  • 41. Ponte JK – Brasília Alexandre Chan CAP.36 – PG 435-6
  • 44.
  • 45. Igreja Nossa Senhora de Fátima ou A Igrejinha da 307/308 Sul (28/05/1958). O teto lembra um chapéu de freira Nas laterais, azulejos de Athos Bulcao.
  • 46. As tres velas que representam a Santissima Trindade. Igreja “Dives in Misericordia” Roma - Richard Meier 30 St Mary Axe – Londres Norman Foster
  • 49. A residência Mahina - Nova Zelândia
  • 50. Marina Bay Sands - Singapura
  • 51. Museu de Arte Contemporânea e Arquitetura de Libeskind em Milão
  • 52. Teatro nacional da China, em Pequim
  • 53. Museu de Arte de Denver, EUA
  • 54. USEU SOUMAYA Cidade do México, México – 1994
  • 55. EDE DO NORD LB Hannover, Alemanha – 2002
  • 56. hotel especial: Aman New Delhi
  • 57. Sede da Statoil Oslo NORUEGA
  • 58. Centro internacional de conferências Chinesa de Dalian
  • 59. Shopping Center Emporia Malmo, na Suécia
  • 60. Blue Planet Aquarium Cheshire, na Inglaterra
  • 61. AS 10 ?? MAIORES CONSTRUÇÕES DO MUNDO ATUALMENTE 2014
  • 62. 10ª - Zifeng Tower – Nanjing, China 450 metros de altura
  • 63. 9ª - Petronas Towers – Kuala Lumpur, Malásia - 1998, as torres gêmeas 452 metros de altura
  • 64. 8ª - International Commerce Center Hong Kong – China - 484 metros de altura, tem um observatório no 100º andar (a 393 metros de altura)
  • 65. 7ª - Shanghai World Financial Center – Xangai, foi construído em 2008, tem 492 metros de altura
  • 66. 6ª - Taipei 101 - Taipé, Taiwan Construída em 2004, a torre tem 101 andares (daí o nome), 509 metros
  • 67. 5ª - Willis Tower – Chicago, EUA - 1973, também conhecida como Sears Tower (mudou de nome em 2009) com 527 metros de altura
  • 68. 4ª - CN tower – Toronto, Canadá - é a torre mais alta das Américas. 553 metros (com antena),
  • 69. 3ª - Canton Tower - Guangzhou, China tem 600 metros de altura.
  • 70. 2ª - Tokyo Sky Tree – Tóquio, Japão de 634 metros de altura
  • 71. 1ª - Burj Khalifa, Dubai, Emirados Árabes Unidos Mais alto edifício do planeta concluído com 828 metros de altura
  • 72. MAS ESTE RANKING VAI MUDAR EM BREVE...
  • 73. Kingdom Tower - Jiddah, Emirados Árabes - a construção de mais de um quilómetro (1013 metros de altura) começou em março de 2014.
  • 74.
  • 75. o Centro Cultural Sendai Mediateque, projetado por Toyo Ito, ao abrigar salas para exposição, projeção de filmes, teatro, acesso à internet, acervo de CDs e DVDs, reflete as mudanças ocorridas nos últimos anos nos espaços anteriormente destinados às bibliotecas.