Observatório Nacional

1.697 visualizações

Publicada em

Publicada em: Tecnologia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.697
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Observatório Nacional

  1. 1. OBSERVATÓRIO NACIONAL - ON -<br />JOSÉ JORGE A. ABDALLA<br />Coordenador NIT-ON<br />
  2. 2.
  3. 3. OBSERVATÓRIO NACIONAL<br />
  4. 4. OBSERVATÓRIO NACIONALÁreas de atuação<br /><ul><li> ASTRONOMIA
  5. 5. GEOFÍSICA
  6. 6. METROLOGIA EM TEMPO E FREQUENCIA
  7. 7. PÓS-GRADUAÇÃO e ENSINO em Astronomia e Geofísica</li></li></ul><li>OBSERVATÓRIO NACIONAL ASTRONOMIA<br />Linhas de Pesquisa / Desenvolvimento:<br /><ul><li>ASTROFÍSICA ESTELAR
  8. 8. ASTROFÍSICA EXTRAGALÁCTICA
  9. 9. ASTROFÍSICA RELATIVÍSTICA
  10. 10. ASTRONOMIA DINÂMICA E SISTEMAS PLANETÁRIOS
  11. 11. ASTRONOMIA FUNDAMENTAL
  12. 12. COSMOLOGIA OBSERVACIONAL
  13. 13. COSMOLOGIA TEÓRICA/OBSERVACIONAL
  14. 14. ASTROFÍSICA DO SISTEMA SOLAR </li></li></ul><li>Principais projetos AstronomiaDark Energy Survey – DES -Brasil<br />A colaboração DES-Brazil é formada por pesquisadores e técnicos ligados a diferentes instituições brasileiras (Observatório Nacional, CBPF, LNCC, IF-UFRGS) sob a coordenação do ON. O DES-Brazil é um dos membros da colaboração internacional Dark Energy Survey (DES)  liderada pelo Fermilab, NCSA e NOAO (total de 20 instituições internacionais).<br />Objetivos: imageamento de grande área do céu para estudar a abundância da energia escura e sua evolução com o tempo. Tal energia (ainda desconhecida) é considerada a causadora da expansão acelerada do universo e representa o maior interesse da cosmologia moderna.<br />
  15. 15. Principais projetos AstronomiaImpacton<br />O projeto IMPACTON tem como objetivo a instalação de um telescópio robótico no Brasil para descobrir e, principalmente, realizar o seguimento e a caracterização das propriedades físicas de cometas e asteróides. Definido como Projeto Estruturante, busca ainda atender às seguintes diretrizes institucionais:<br /><ul><li> Ampliação da cooperação com grupos de pesquisa internacionais;
  16. 16. Fortalecimento da atuação nacional do ON, com a ampliação de suas atividades em outras regiões do país e o estabelecimento de parcerias com diferentes instituições para a operação e sustentabilidade do projeto;
  17. 17. Fortalecimento da área de pesquisa em Ciências Planetárias do Observatório Nacional, gerando publicações científicas e contribuindo para a formação de recursos humanos, em estreita colaboração com os cursos de pós-graduação do ON e o PIBIC. </li></li></ul><li>OBSERVATÓRIO NACIONAL GEOFÍSICA<br />Linhas de Pesquisa / Desenvolvimento:<br /><ul><li> GEOFÍSICA DA TERRA SÓLIDA:</li></ul>Anomalia magnética do Atlântico Sul: modelagem das fontes tratada como um problema inverso – coordenador: Dr. Cosme Ferreira da Ponte Neto <br />Aplicação de Métodos de Física Estatística ao Estudo do Campo Magnético da Terra – coordenador: Andrés R. R. Papa <br />Atenuação sísmica e imageamento 3D na litosfera do território brasileiro – coordenador: Dr. Jorge Luis de Souza<br />Monitoramento sísmico e geomagnético do estado do Rio de Janeiro – coordenador: Dr. Jorge Luis de Souza<br />
  18. 18. OBSERVATÓRIO NACIONAL GEOFÍSICA<br />Linhas de Pesquisa / Desenvolvimento:<br /><ul><li>GEOFÍSICA APLICADA </li></ul>Caracterização de anisotropia sísmica usando perfilagem geofísica de poços de petróleo e gás – coordenador: Dr. Jorge Leonardo Martins <br />Compartimentação tectônica do sudeste brasileiro– coordenador: Dr. Irineu Figueiredo<br />Inversão e reconstrução 3D de Dados de Campos Potenciais – coordenador: Dra. Valéria Cristina Barbosa Ferreira <br /><ul><li>GEOFÍSICA AMBIENTAL </li></ul>Avaliação das Mudanças Climáticas do Último Milênio no Estado do Rio de Janeiro e áreas adjacentes, com , com base no Método Geotérmico – coordenador: Dr. Valiya M. Hamza Barbosa<br />
  19. 19. Principais Projetos GeofísicaPool de Equipamentos de Geofísica – PEG-BR<br />Objetivo<br /> Prover equipamentos de geofísica e pessoal técnico especializado para projetos de pesquisa e desenvolvimento apoiados pela PETROBRÁS no âmbito das Redes Temáticas e demais projetos julgados de interesse.<br />Usuários<br /> Instituições de ensino e pesquisa brasileiras<br />Resultados Esperados<br /><ul><li> Implantação de uma infra-estrutura para aquisição, manutenção , desenvolvimento e armazenamento adequado de equipamentos geofísicos.
  20. 20. Suporte em operações de campo.
  21. 21. Infra-estrutura para armazenamento e gerenciamento de dados geofísicos.</li></ul>Equipe<br /> Coord. Sérgio Luiz Fontes, Darcy do Nascimento Jr, Emanuele La Terra<br />
  22. 22. Principais Projetos GeofísicaRede Sismográfica do Sul e Sudeste - RSIS<br />Objetivos e Resultados Esperados<br /><ul><li>Monitoramento contínuo da atividade sísmica das regiões sul e sudeste brasileira por intermédio da implantação de uma rede sismográfica, visando definir o padrão sismológico da margem continental sudeste, como forma de melhor compreender a estrutura profunda e, por conseguinte, a evolução geotectônica deste segmento da margem brasileira.
  23. 23. Implantação de uma rede de estações sismográficas de alto desempenho, funcionando 24 horas por dia, 7 dias da semana.
  24. 24. Implantação de estações GPS / gravimétricas para geração de informações complementares.
  25. 25. Organização de banco de dados sismológicos e geração regular de mapas de atividade e risco sísmico.
  26. 26. Maior conhecimento da geotectônica e da geologia do sudeste brasileiro.</li></ul>Equipe<br /> Coord. Sérgio Luiz Fontes, Darcy do Nascimento Jr, Charles Rité, Carlos Roberto Germano, Emanuele La Terra, Ronaldo Marins de Carvalho, Thiago Moeda Santana.<br />
  27. 27. Principais Projetos GeofísicaRede Brasileira de Observatórios Magnéticos - REBOM<br />Objetivos<br /><ul><li>Estudar os parâmetros de clima espacial nas regiões de Eletrojato Equatorial e Anomalia Magnética de Atlântico Sul no Brasil através de dados geomagnéticos e geoelétricos.
  28. 28. Estudar os processos físicos de geração de campos eletromagnéticos no geoespaço ionizado e seus efeitos observados nos parâmetros eletromagnéticos deduzidos pelo método magnetotelúrico.
  29. 29. Estudar campos geoelétricos e geomagnéticos para obter observações de precursores e/ ou co-sismicos nos parâmetros de condutividade litosférica, onde historicamente existe atividade sísmica elevada.
  30. 30. Aperfeiçoar os modelos da variação secular no território brasileiro.
  31. 31. Gerar modelos confiáveis da condutividade elétrica do manto e crosta sob o território brasileiro.</li></ul> Equipe<br /> Coord. Sérgio Luiz Fontes, Nalin Babulal Trivedi, Ronaldo Marins, Carlos Germano. <br />
  32. 32. Principais Projetos Geofísica Imageamento Sub-sal Bacia de Santos<br />Objetivos<br /> Utilização conjunta dos métodos geofísicos: magnetotelúrico marinho (MMT), gravimétrico e sísmico para melhoria da migração pré-empilhamento em profundidade (PSDM). O objetivo é contribuir para a melhoria do modelo de velocidade e consequentemente do imageamento sísmico no PSDM das grandes estruturas como base e topo do sal e embasamento.<br />Resultados Esperados<br /> O principal resultado esperado é a implantação de um fluxo de trabalho integrado MMT/PSDM que melhore a imagem em áreas onde somente a sísmica é utilizada. Neste caso específico, as seqüências pré-sal.<br /> Pretende-se chegar a este resultado por dois modos: o uso integrado da informação sísmica, magnetotelúrica e gravimétrica ou a inversão conjunta dos dados geofísicos. <br />Equipe<br />Coord. Sérgio Luiz Fontes, Valéria C. F. Barbosa, Fernando J. Soares Dias, Emanuele La Terra, <br />
  33. 33. OBSERVATÓRIO NACIONAL METROLOGIA EM TEMPO E FREQUENCIA<br />Linhas de Pesquisa / Desenvolvimento:<br /><ul><li>Rede de Carimbo de Tempo (ReTempHLB)O sistema deCarimbo de Tempo Certificado desenvolvido pela Divisão Serviço da Hora do Observatório Nacional possibilita levar aos documentos digitais a Hora Legal Brasileira, de forma segura, autêntica e auditável.
  34. 34. Rede de Sincronismo (ReSincHLB) O ON está equipado para atender a demanda de sincronismo em tempo real do sistema financeiro nacional. Para tanto, projetou solução que atende às exigências de continuidade, exatidão e segurança requeridas. </li></ul>Equipe: Ricardo José de Carvalho, Mario N. Fitipaldi, Hamilce Codá Santos, José Luiz Machado Kronenberg. <br />
  35. 35. Obrigado.<br />jjabdalla@on.br<br />www.on.br<br />

×