SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 8
A DESCRIÇÃO
Descrever um lugar, uma paisagem
ou um objeto é dizer como eles são,
pormenorizadamente e de forma
organizada.
A descrição corresponde, ainda, a
um momento de pausa incluído na
narrativa; pode ser objetiva (identificação
rigorosa de um objeto observado com
imparcialidade) ou subjetiva (dando
conta das sensações e emoções
provocadas) e também se pode distinguir
descrição estática (referente a um
cenário imobilizado) de descrição
dinâmica (de um cenário em
movimento).
Descrição
Estática
Dinâmica
 coisas imóveis  seres ou objetos
animados de movimento
 verbos estáticos  verbos dinâmicos ( que
exprimem movimento)
 sensações visuais,
olfativas, gustativas,
térmicas, auditivas
 predominância de
sensações cinéticas (que
indicam movimento)
 As sequências descritivas são constituídas por um
todo (pessoas, personagens, espaços, fenómenos
atmosféricos, objetos) e partes/aspetos que
configuram esse tópico (sobre o qual incide a
descrição).
 Consideram-se dois tipos específicos de textos
descritivos:
 a descrição técnica
 a descrição literária
DESCRIÇÃO TÉCNICA
Carácter objetivo – divisão do elemento a descrever em partes
(totalidade/partes, externo/interno, etc.);
Precisão de vocabulário – objetivo e técnico – linguagem
denotativa;
Frases, normalmente, curtas;
Tempo verbal dominante: presente do indicativo;
 Presença de adjetivos qualificativos;
Uso de advérbios com valor locativo, embora não tão abundantes
como na descrição literária.
DESCRIÇÃO LITERÁRIA
Predominantemente construída com o verbo ser e outros verbos
caracterizadores de propriedades/qualidades/aspetos de seres e
objetos, como estar, continuar, permanecer, ficar e outros;
Carácter subjetivo;
Vocabulário variado, evitando repetições;
Linguagem conotativa;
Tempos verbais dominantes: presente e pretérito imperfeito;
Recursos expressivos (enumerações enquadradas por relações de
hiperonímia/hiponímia e holonímia/meronímia e outras figuras de
estilo);
Abundância de adjetivos qualificativos;
Uso de advérbios com valor locativo.
Características do texto descritivo:
 Ordenação (deve selecionar-se a ordem de apresentação
dos elementos – do geral para o particular ou vice-versa; de
cima para baixo, ou vice-versa, …);
 Uso de adjetivos;
 Verbos no Pretérito Imperfeito ou Presente do Indicativo;
Sensações
Exemplos de expressões
Verbos Adjetivos
visuais
Olhar, observar,
ver, …
Verde, brilhante,
escuro, …
olfativas
Cheirar, aspirar,
aromatizar, …
Agradável,
perfumado,
intenso,…
auditivas
Ouvir, escutar,
sussurrar, …
Estridente, agudo,
surdo, …
táteis
Tocar, acariciar,
apalpar, …
Suave, duro,
áspero, macio, …
gustativas
Provar, saborear,
adoçar, …
Doce, picante,
salgado, amargo, …
 Recursos estilísticos: dupla, tripla adjetivação, personificação,
metáfora, enumeração, gradação, comparação, …
 Sensações:
Na Primavera as bétulas
cobriam-se de jovens folhas, leves e
claras, que estremeciam à menor
aragem. Então a neve desaparecia
e o degelo soltava as águas do rio
que corria ali perto e cuja corrente
recomeçava a cantar noite e dia
entre ervas, musgos e pedras.
in O cavaleiro da Dinamarca, Sophia Mello Breyner Andresen
EXEMPLO:

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

A Morte de Inês de Castro - Os Lusíadas
A Morte de Inês de Castro - Os LusíadasA Morte de Inês de Castro - Os Lusíadas
A Morte de Inês de Castro - Os Lusíadassin3stesia
 
A Aia - Trabalhos de grupo (alunos)
A Aia - Trabalhos de grupo (alunos)A Aia - Trabalhos de grupo (alunos)
A Aia - Trabalhos de grupo (alunos)Lurdes Augusto
 
Transformação ativa-passiva
Transformação ativa-passivaTransformação ativa-passiva
Transformação ativa-passivaAntónio Mateus
 
Pronome em adjacencia_verbal
Pronome em adjacencia_verbalPronome em adjacencia_verbal
Pronome em adjacencia_verbalgracacruz
 
O cavaleiro da dinamarca categorias da narrativa
O cavaleiro da dinamarca  categorias da narrativaO cavaleiro da dinamarca  categorias da narrativa
O cavaleiro da dinamarca categorias da narrativafercariagomes
 
Análise do episódio "Consílio dos deuses"
Análise do episódio "Consílio dos deuses"Análise do episódio "Consílio dos deuses"
Análise do episódio "Consílio dos deuses"Inês Moreira
 
Modificadores
ModificadoresModificadores
Modificadoresgracacruz
 
Complemento direto, indireto e oblíquo
Complemento direto, indireto e oblíquoComplemento direto, indireto e oblíquo
Complemento direto, indireto e oblíquoAntónio Fernandes
 
Verbos copulativos, transitivos e intransitivos
Verbos copulativos, transitivos e intransitivosVerbos copulativos, transitivos e intransitivos
Verbos copulativos, transitivos e intransitivosJoseAlvaro2013
 
Leandro, Rei da Helíria
Leandro, Rei da HelíriaLeandro, Rei da Helíria
Leandro, Rei da HelíriaAntónio Pires
 
Resumo História do gato e da gaivota
Resumo História do gato e da gaivotaResumo História do gato e da gaivota
Resumo História do gato e da gaivotaJosé Peres Barros
 
Leandro-Rei-Da-Heliria - ppt.pptx
Leandro-Rei-Da-Heliria - ppt.pptxLeandro-Rei-Da-Heliria - ppt.pptx
Leandro-Rei-Da-Heliria - ppt.pptxSniaCristina13
 
Modificador restritivo e apositivo do nome
Modificador restritivo e apositivo do nomeModificador restritivo e apositivo do nome
Modificador restritivo e apositivo do nomeAntónio Fernandes
 
Episódio de inês de castro
Episódio de inês de castroEpisódio de inês de castro
Episódio de inês de castroQuezia Neves
 
Modo conjuntivo.ppt
Modo conjuntivo.pptModo conjuntivo.ppt
Modo conjuntivo.pptElsabastos
 
Sete anos de pastor jacob servia
Sete anos de pastor jacob serviaSete anos de pastor jacob servia
Sete anos de pastor jacob serviaHelena Coutinho
 

Mais procurados (20)

A Morte de Inês de Castro - Os Lusíadas
A Morte de Inês de Castro - Os LusíadasA Morte de Inês de Castro - Os Lusíadas
A Morte de Inês de Castro - Os Lusíadas
 
A Aia - Trabalhos de grupo (alunos)
A Aia - Trabalhos de grupo (alunos)A Aia - Trabalhos de grupo (alunos)
A Aia - Trabalhos de grupo (alunos)
 
Transformação ativa-passiva
Transformação ativa-passivaTransformação ativa-passiva
Transformação ativa-passiva
 
Pronome em adjacencia_verbal
Pronome em adjacencia_verbalPronome em adjacencia_verbal
Pronome em adjacencia_verbal
 
O cavaleiro da dinamarca categorias da narrativa
O cavaleiro da dinamarca  categorias da narrativaO cavaleiro da dinamarca  categorias da narrativa
O cavaleiro da dinamarca categorias da narrativa
 
Análise do episódio "Consílio dos deuses"
Análise do episódio "Consílio dos deuses"Análise do episódio "Consílio dos deuses"
Análise do episódio "Consílio dos deuses"
 
Modificadores
ModificadoresModificadores
Modificadores
 
Texto de opinião
Texto de opiniãoTexto de opinião
Texto de opinião
 
Complemento direto, indireto e oblíquo
Complemento direto, indireto e oblíquoComplemento direto, indireto e oblíquo
Complemento direto, indireto e oblíquo
 
Verbos copulativos, transitivos e intransitivos
Verbos copulativos, transitivos e intransitivosVerbos copulativos, transitivos e intransitivos
Verbos copulativos, transitivos e intransitivos
 
Leandro, Rei da Helíria
Leandro, Rei da HelíriaLeandro, Rei da Helíria
Leandro, Rei da Helíria
 
Subclasses de verbos
Subclasses de verbosSubclasses de verbos
Subclasses de verbos
 
Texto de opinião
Texto de opiniãoTexto de opinião
Texto de opinião
 
Textos de opinião
Textos de opiniãoTextos de opinião
Textos de opinião
 
Resumo História do gato e da gaivota
Resumo História do gato e da gaivotaResumo História do gato e da gaivota
Resumo História do gato e da gaivota
 
Leandro-Rei-Da-Heliria - ppt.pptx
Leandro-Rei-Da-Heliria - ppt.pptxLeandro-Rei-Da-Heliria - ppt.pptx
Leandro-Rei-Da-Heliria - ppt.pptx
 
Modificador restritivo e apositivo do nome
Modificador restritivo e apositivo do nomeModificador restritivo e apositivo do nome
Modificador restritivo e apositivo do nome
 
Episódio de inês de castro
Episódio de inês de castroEpisódio de inês de castro
Episódio de inês de castro
 
Modo conjuntivo.ppt
Modo conjuntivo.pptModo conjuntivo.ppt
Modo conjuntivo.ppt
 
Sete anos de pastor jacob servia
Sete anos de pastor jacob serviaSete anos de pastor jacob servia
Sete anos de pastor jacob servia
 

Destaque

Destaque (6)

Texto descritivo 6 ano
Texto descritivo 6 anoTexto descritivo 6 ano
Texto descritivo 6 ano
 
Categorias da narrativa
Categorias da narrativa Categorias da narrativa
Categorias da narrativa
 
Mestre finezas autor
Mestre finezas autorMestre finezas autor
Mestre finezas autor
 
Atividade para iniciar o texto descritivo
Atividade para iniciar o texto descritivoAtividade para iniciar o texto descritivo
Atividade para iniciar o texto descritivo
 
Percepção Auditiva visual e tátil;
Percepção Auditiva visual e tátil;Percepção Auditiva visual e tátil;
Percepção Auditiva visual e tátil;
 
Gramatica 5ºano
Gramatica 5ºanoGramatica 5ºano
Gramatica 5ºano
 

Semelhante a Descrição aa

Tipos de texto
Tipos de textoTipos de texto
Tipos de textomanuela016
 
Categoriasdanarrativa
CategoriasdanarrativaCategoriasdanarrativa
CategoriasdanarrativaHeliadora
 
Categorias Da Narrativa
Categorias Da NarrativaCategorias Da Narrativa
Categorias Da NarrativaMaria Fonseca
 
Categorias da narrativa 7º Ano
Categorias da narrativa 7º AnoCategorias da narrativa 7º Ano
Categorias da narrativa 7º AnoHeliadora
 
Estrutura de uma descrição
Estrutura de uma descriçãoEstrutura de uma descrição
Estrutura de uma descriçãonivon123456
 
E book - gêneros textuais - com-pub
E book - gêneros textuais - com-pubE book - gêneros textuais - com-pub
E book - gêneros textuais - com-pubHilsa Mota
 
4850155 Texto Descritivo
4850155 Texto Descritivo4850155 Texto Descritivo
4850155 Texto Descritivoprofessoraela3
 
4850155 texto-descritivo
4850155 texto-descritivo4850155 texto-descritivo
4850155 texto-descritivoprofessoraela3
 
4850155 Texto Descritivo
4850155 Texto Descritivo4850155 Texto Descritivo
4850155 Texto Descritivoprofessoraela3
 

Semelhante a Descrição aa (14)

Tipos de texto
Tipos de textoTipos de texto
Tipos de texto
 
Categoriasdanarrativa
CategoriasdanarrativaCategoriasdanarrativa
Categoriasdanarrativa
 
Categorias Da Narrativa
Categorias Da NarrativaCategorias Da Narrativa
Categorias Da Narrativa
 
Categorias da narrativa 7º Ano
Categorias da narrativa 7º AnoCategorias da narrativa 7º Ano
Categorias da narrativa 7º Ano
 
Estrutura de uma descrição
Estrutura de uma descriçãoEstrutura de uma descrição
Estrutura de uma descrição
 
Aguns tipos de textos
Aguns tipos de textosAguns tipos de textos
Aguns tipos de textos
 
E book - gêneros textuais - com-pub
E book - gêneros textuais - com-pubE book - gêneros textuais - com-pub
E book - gêneros textuais - com-pub
 
4850155 Texto Descritivo
4850155 Texto Descritivo4850155 Texto Descritivo
4850155 Texto Descritivo
 
DESCRIÇÃO
DESCRIÇÃODESCRIÇÃO
DESCRIÇÃO
 
DESCRIÇÃO
DESCRIÇÃODESCRIÇÃO
DESCRIÇÃO
 
4850155 texto-descritivo
4850155 texto-descritivo4850155 texto-descritivo
4850155 texto-descritivo
 
4850155 Texto Descritivo
4850155 Texto Descritivo4850155 Texto Descritivo
4850155 Texto Descritivo
 
DESCRIÇÃO
 DESCRIÇÃO DESCRIÇÃO
DESCRIÇÃO
 
Redação
RedaçãoRedação
Redação
 

Mais de armindaalmeida

Introdução texto poético
Introdução texto poéticoIntrodução texto poético
Introdução texto poéticoarmindaalmeida
 
A estrela vergílio_ferreira
A estrela vergílio_ferreiraA estrela vergílio_ferreira
A estrela vergílio_ferreiraarmindaalmeida
 
Categoriasdanarrativa i
Categoriasdanarrativa iCategoriasdanarrativa i
Categoriasdanarrativa iarmindaalmeida
 
Fi literatura oral_tradicional
Fi literatura oral_tradicionalFi literatura oral_tradicional
Fi literatura oral_tradicionalarmindaalmeida
 
Literaturaoraletradicionaltipologia
LiteraturaoraletradicionaltipologiaLiteraturaoraletradicionaltipologia
Literaturaoraletradicionaltipologiaarmindaalmeida
 
Sintese funcoes sintaticas
Sintese funcoes sintaticasSintese funcoes sintaticas
Sintese funcoes sintaticasarmindaalmeida
 
Frase grupos constituintes
Frase grupos constituintesFrase grupos constituintes
Frase grupos constituintesarmindaalmeida
 
Frase classificacao oracoes
Frase classificacao oracoesFrase classificacao oracoes
Frase classificacao oracoesarmindaalmeida
 
Insdecastro apresentao
Insdecastro apresentaoInsdecastro apresentao
Insdecastro apresentaoarmindaalmeida
 
Inesdecastro exposioconflitoedesenlace
Inesdecastro exposioconflitoedesenlaceInesdecastro exposioconflitoedesenlace
Inesdecastro exposioconflitoedesenlacearmindaalmeida
 
Inesdecastro exposioconflitoedesenlace
Inesdecastro exposioconflitoedesenlaceInesdecastro exposioconflitoedesenlace
Inesdecastro exposioconflitoedesenlacearmindaalmeida
 
Insdecastro apresentao
Insdecastro apresentaoInsdecastro apresentao
Insdecastro apresentaoarmindaalmeida
 
Processos morfologicos formação_palavras
Processos morfologicos formação_palavrasProcessos morfologicos formação_palavras
Processos morfologicos formação_palavrasarmindaalmeida
 
Idade Media Renascimento
Idade Media RenascimentoIdade Media Renascimento
Idade Media Renascimentoarmindaalmeida
 
O Tesouro_Eça_Queirós_Categorias Narrativa
O Tesouro_Eça_Queirós_Categorias NarrativaO Tesouro_Eça_Queirós_Categorias Narrativa
O Tesouro_Eça_Queirós_Categorias Narrativaarmindaalmeida
 

Mais de armindaalmeida (20)

Conto igagc
Conto igagcConto igagc
Conto igagc
 
Introdução texto poético
Introdução texto poéticoIntrodução texto poético
Introdução texto poético
 
A estrela vergílio_ferreira
A estrela vergílio_ferreiraA estrela vergílio_ferreira
A estrela vergílio_ferreira
 
Gigante adamastor
Gigante adamastorGigante adamastor
Gigante adamastor
 
Categoriasdanarrativa i
Categoriasdanarrativa iCategoriasdanarrativa i
Categoriasdanarrativa i
 
Fi literatura oral_tradicional
Fi literatura oral_tradicionalFi literatura oral_tradicional
Fi literatura oral_tradicional
 
Conto popular aa
Conto popular aaConto popular aa
Conto popular aa
 
Literaturaoraletradicionaltipologia
LiteraturaoraletradicionaltipologiaLiteraturaoraletradicionaltipologia
Literaturaoraletradicionaltipologia
 
Sintese funcoes sintaticas
Sintese funcoes sintaticasSintese funcoes sintaticas
Sintese funcoes sintaticas
 
Frase grupos constituintes
Frase grupos constituintesFrase grupos constituintes
Frase grupos constituintes
 
Frase classificacao oracoes
Frase classificacao oracoesFrase classificacao oracoes
Frase classificacao oracoes
 
Classes palavras
Classes palavrasClasses palavras
Classes palavras
 
Insdecastro apresentao
Insdecastro apresentaoInsdecastro apresentao
Insdecastro apresentao
 
Inesdecastro exposioconflitoedesenlace
Inesdecastro exposioconflitoedesenlaceInesdecastro exposioconflitoedesenlace
Inesdecastro exposioconflitoedesenlace
 
Inesdecastro exposioconflitoedesenlace
Inesdecastro exposioconflitoedesenlaceInesdecastro exposioconflitoedesenlace
Inesdecastro exposioconflitoedesenlace
 
Insdecastro apresentao
Insdecastro apresentaoInsdecastro apresentao
Insdecastro apresentao
 
Processos morfologicos formação_palavras
Processos morfologicos formação_palavrasProcessos morfologicos formação_palavras
Processos morfologicos formação_palavras
 
A Publicidade
A PublicidadeA Publicidade
A Publicidade
 
Idade Media Renascimento
Idade Media RenascimentoIdade Media Renascimento
Idade Media Renascimento
 
O Tesouro_Eça_Queirós_Categorias Narrativa
O Tesouro_Eça_Queirós_Categorias NarrativaO Tesouro_Eça_Queirós_Categorias Narrativa
O Tesouro_Eça_Queirós_Categorias Narrativa
 

Último

Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxAula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxBiancaNogueira42
 
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdfWilliam J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdfAdrianaCunha84
 
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresSociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresaulasgege
 
Gerenciando a Aprendizagem Organizacional
Gerenciando a Aprendizagem OrganizacionalGerenciando a Aprendizagem Organizacional
Gerenciando a Aprendizagem OrganizacionalJacqueline Cerqueira
 
Época Realista y la obra de Madame Bovary.
Época Realista y la obra de Madame Bovary.Época Realista y la obra de Madame Bovary.
Época Realista y la obra de Madame Bovary.keislayyovera123
 
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxQUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxIsabellaGomes58
 
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃOLEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃOColégio Santa Teresinha
 
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasHabilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasCassio Meira Jr.
 
Bullying - Texto e cruzadinha
Bullying        -     Texto e cruzadinhaBullying        -     Texto e cruzadinha
Bullying - Texto e cruzadinhaMary Alvarenga
 
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISPrática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISVitor Vieira Vasconcelos
 
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfDIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfIedaGoethe
 
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimirFCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimirIedaGoethe
 
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdfUFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdfManuais Formação
 
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
Grupo Tribalhista - Música Velha Infância (cruzadinha e caça palavras)
Grupo Tribalhista - Música Velha Infância (cruzadinha e caça palavras)Grupo Tribalhista - Música Velha Infância (cruzadinha e caça palavras)
Grupo Tribalhista - Música Velha Infância (cruzadinha e caça palavras)Mary Alvarenga
 
A Arte de Escrever Poemas - Dia das Mães
A Arte de Escrever Poemas - Dia das MãesA Arte de Escrever Poemas - Dia das Mães
A Arte de Escrever Poemas - Dia das MãesMary Alvarenga
 
Caixa jogo da onça. para imprimir e jogar
Caixa jogo da onça. para imprimir e jogarCaixa jogo da onça. para imprimir e jogar
Caixa jogo da onça. para imprimir e jogarIedaGoethe
 
Slides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptx
Slides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptxSlides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptx
Slides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 

Último (20)

Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxAula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
 
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdfWilliam J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
 
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresSociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
 
Gerenciando a Aprendizagem Organizacional
Gerenciando a Aprendizagem OrganizacionalGerenciando a Aprendizagem Organizacional
Gerenciando a Aprendizagem Organizacional
 
Época Realista y la obra de Madame Bovary.
Época Realista y la obra de Madame Bovary.Época Realista y la obra de Madame Bovary.
Época Realista y la obra de Madame Bovary.
 
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxQUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
 
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃOLEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
 
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
Em tempo de Quaresma .
Em tempo de Quaresma                            .Em tempo de Quaresma                            .
Em tempo de Quaresma .
 
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasHabilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
 
Bullying - Texto e cruzadinha
Bullying        -     Texto e cruzadinhaBullying        -     Texto e cruzadinha
Bullying - Texto e cruzadinha
 
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISPrática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
 
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfDIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
 
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimirFCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
 
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdfUFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
 
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
Grupo Tribalhista - Música Velha Infância (cruzadinha e caça palavras)
Grupo Tribalhista - Música Velha Infância (cruzadinha e caça palavras)Grupo Tribalhista - Música Velha Infância (cruzadinha e caça palavras)
Grupo Tribalhista - Música Velha Infância (cruzadinha e caça palavras)
 
A Arte de Escrever Poemas - Dia das Mães
A Arte de Escrever Poemas - Dia das MãesA Arte de Escrever Poemas - Dia das Mães
A Arte de Escrever Poemas - Dia das Mães
 
Caixa jogo da onça. para imprimir e jogar
Caixa jogo da onça. para imprimir e jogarCaixa jogo da onça. para imprimir e jogar
Caixa jogo da onça. para imprimir e jogar
 
Slides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptx
Slides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptxSlides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptx
Slides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptx
 

Descrição aa

  • 2. Descrever um lugar, uma paisagem ou um objeto é dizer como eles são, pormenorizadamente e de forma organizada. A descrição corresponde, ainda, a um momento de pausa incluído na narrativa; pode ser objetiva (identificação rigorosa de um objeto observado com imparcialidade) ou subjetiva (dando conta das sensações e emoções provocadas) e também se pode distinguir descrição estática (referente a um cenário imobilizado) de descrição dinâmica (de um cenário em movimento).
  • 3. Descrição Estática Dinâmica  coisas imóveis  seres ou objetos animados de movimento  verbos estáticos  verbos dinâmicos ( que exprimem movimento)  sensações visuais, olfativas, gustativas, térmicas, auditivas  predominância de sensações cinéticas (que indicam movimento)
  • 4.  As sequências descritivas são constituídas por um todo (pessoas, personagens, espaços, fenómenos atmosféricos, objetos) e partes/aspetos que configuram esse tópico (sobre o qual incide a descrição).  Consideram-se dois tipos específicos de textos descritivos:  a descrição técnica  a descrição literária
  • 5. DESCRIÇÃO TÉCNICA Carácter objetivo – divisão do elemento a descrever em partes (totalidade/partes, externo/interno, etc.); Precisão de vocabulário – objetivo e técnico – linguagem denotativa; Frases, normalmente, curtas; Tempo verbal dominante: presente do indicativo;  Presença de adjetivos qualificativos; Uso de advérbios com valor locativo, embora não tão abundantes como na descrição literária.
  • 6. DESCRIÇÃO LITERÁRIA Predominantemente construída com o verbo ser e outros verbos caracterizadores de propriedades/qualidades/aspetos de seres e objetos, como estar, continuar, permanecer, ficar e outros; Carácter subjetivo; Vocabulário variado, evitando repetições; Linguagem conotativa; Tempos verbais dominantes: presente e pretérito imperfeito; Recursos expressivos (enumerações enquadradas por relações de hiperonímia/hiponímia e holonímia/meronímia e outras figuras de estilo); Abundância de adjetivos qualificativos; Uso de advérbios com valor locativo.
  • 7. Características do texto descritivo:  Ordenação (deve selecionar-se a ordem de apresentação dos elementos – do geral para o particular ou vice-versa; de cima para baixo, ou vice-versa, …);  Uso de adjetivos;  Verbos no Pretérito Imperfeito ou Presente do Indicativo; Sensações Exemplos de expressões Verbos Adjetivos visuais Olhar, observar, ver, … Verde, brilhante, escuro, … olfativas Cheirar, aspirar, aromatizar, … Agradável, perfumado, intenso,… auditivas Ouvir, escutar, sussurrar, … Estridente, agudo, surdo, … táteis Tocar, acariciar, apalpar, … Suave, duro, áspero, macio, … gustativas Provar, saborear, adoçar, … Doce, picante, salgado, amargo, …  Recursos estilísticos: dupla, tripla adjetivação, personificação, metáfora, enumeração, gradação, comparação, …  Sensações:
  • 8. Na Primavera as bétulas cobriam-se de jovens folhas, leves e claras, que estremeciam à menor aragem. Então a neve desaparecia e o degelo soltava as águas do rio que corria ali perto e cuja corrente recomeçava a cantar noite e dia entre ervas, musgos e pedras. in O cavaleiro da Dinamarca, Sophia Mello Breyner Andresen EXEMPLO: