MATÉRIA: SISTEMA OPERACIONAL (S.O)
PROFESSOR: ARMANDO RIVAROLA, LICENCIADO EM
COMPUTAÇÃO
QUANDO FALAMOS EM
SISTEMA OPERACIONAL
PENSAMOS EM?
ALGUNS EXEMPLOS
Windows, Linux, MacOS.
PARA CELULAR
IOS, Android.
Agora pense !
PARA QUE SERVE O
S.O?
PORQUE USAR O
S.O?
PARA QUE SERVE O S.O?
Um Sistema Operacional é responsável pelo
controle do funcionamento do computador, é
ele quem inicia...
PORQUE USAR O S.O?
 Porque utilizar um sistema operacional
 – Gerenciamento de processos
 – Gerenciamento da memória
 ...
GERENCIAMENTO DE PROCESSOS :
 O sistema operacional é responsável pelo ciclo de
 execução dos processos: carga, execução...
GERENCIAMENTO DE MEMÓRIA:
 O sistema operacional deve gerenciar a memória
disponível no computador
– Alocação da memória ...
GERENCIAMENTO DE ARQUIVOS:
 Como armazenar os arquivos de maneira eficiente?
– Métodos e algoritmos
 Como acessar os arq...
GERENCIAMENTO DE PERIFÉRICOS:
 • Diferentes tipos de periféricos
– Dispositivos de entrada
– Dispositivos de saída
– Disp...
SISTEMAS DE REDE E DISTRIBUÍDOS:
 Crescente aumento do número de serviços
remotos
– Concorrência
– Segurança
 Servidores...
SEGURANÇA:
 Autenticação de usuários
 Proteção e níveis de acesso
– Diferentes usuários com diferentes níveis de
acesso
...
EXERCÍCIOS
 1) PARA QUE SERVE UM SISTEMA
OPERACIONAL?
 2) PARA QUE USAMOS UM SITEMA
OPERACIONAL?
 3) O QUE O SISTEMA OP...
MATÉRIA: SISTEMA OPERACIONAL (S.O)
PROFESSOR: ARMANDO RIVAROLA, LICENCIADO EM
COMPUTAÇÃO
TRABALHAREMOS COM:
 Definindo os sistemas operacionais
 Objetivos de um sistema operacional
 Breve histórico
 Tipos de...
DEFININDO OS SISTEMAS OPERACIONAIS
 Desde sua criação, os computadores sempre foram
sistemas de elevada sofisticação em r...
DEITEL NOS TRAZ A SEGUINTE DEFINIÇÃO DE
SISTEMA OPERACIONAL:
 Vemos um sistema operacional como os
programas, implementad...
 Nesta definição surgem alguns novos termos
explicados a seguir. O hardware é o conjunto de
dispositivos elétricos, eletr...
 Já o firmware é representado por programas
especiais armazenados de forma permanente no
hardware do computador que permi...
 Na Figura 1.1 podemos identificar o hardware como
sendo os dispositivos físicos, sua microprogramação e o
firmware exist...
Figura 1.1: Hardware, software, firmware e o SO
 Por si só, o hardware do computador dificilmente
poderia ser utilizado diretamente e mesmo assim,
exigindo grande conhec...
 Desta forma, é adequada a existência de uma
camada intermediária entre o hardware e os
programas de aplicação que pudess...
BREVE INTRODUÇÃO
 Apresentando os Sistemas Operacionais, alguns
conceitos importantes, um breve histórico de sua
evolução...
OBJETIVOS DE UM SISTEMA OPERACIONAL
 Oferecer os recursos do sistema de forma
simples e transparente;
 Gerenciar a utili...
HISTÓRIA DE ALGUNS DOS S.O. PARA
COMPUTADORES PESSOAIS:
 1965 – O “Project MAC” desenvolve o sistema
operacional Multics....
 1985 – A Microsoft desenvolve o Windows 1.0 que
dá características como MacOS para DOS (Mas o
Windows não é um sistema o...
 1995 – Microsoft introduz o Windows 95,
previamente conhecido com ‘Chicago’.
 1998 – Microsoft introduz o Windows 98.
...
PROCESSOS
O QUE É UM PROCESSO COMPUTACIONAL?
 Um processo computacional ou simplesmente
processo pode ser entendido como ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

S.o aula 1234

410 visualizações

Publicada em

Aula de sistema operacional

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
410
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
11
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

S.o aula 1234

  1. 1. MATÉRIA: SISTEMA OPERACIONAL (S.O) PROFESSOR: ARMANDO RIVAROLA, LICENCIADO EM COMPUTAÇÃO
  2. 2. QUANDO FALAMOS EM SISTEMA OPERACIONAL PENSAMOS EM?
  3. 3. ALGUNS EXEMPLOS Windows, Linux, MacOS. PARA CELULAR IOS, Android.
  4. 4. Agora pense ! PARA QUE SERVE O S.O? PORQUE USAR O S.O?
  5. 5. PARA QUE SERVE O S.O? Um Sistema Operacional é responsável pelo controle do funcionamento do computador, é ele quem inicializa o hardware do computador, fornece rotinas básicas para controle de dispositivos, fornece gerência, escalonamento e interação de tarefas, mantém a integridade de sistema, entre outras tarefas.
  6. 6. PORQUE USAR O S.O?  Porque utilizar um sistema operacional  – Gerenciamento de processos  – Gerenciamento da memória  – Gerenciamento de arquivos  – Gerenciamento de periféricos e dispositivos de entrada  e saída  – Ambiente de rede e distribuído  – Segurança
  7. 7. GERENCIAMENTO DE PROCESSOS :  O sistema operacional é responsável pelo ciclo de  execução dos processos: carga, execução e finalização  Dividir o tempo de processamento entre os processos ativos (escalonamento) – Algoritmos!!!  Como escalonar de um processo para o outro? – Arquitetura de computadores!!!  Prover a comunicação entre processos – Estrutura de dados !!!  Prover a sincronização entre processos – Algoritmos e métodos!!!
  8. 8. GERENCIAMENTO DE MEMÓRIA:  O sistema operacional deve gerenciar a memória disponível no computador – Alocação da memória entre os diferentes processos  Arquitetura de computadores – Proteção da memória entre diferentes processos  Arquitetura de computadores  Memória virtual: utilizar a memória secundária para aumentar a memória disponível. – O que acontece quando um processo não está na memória principal? – Quais são os processos que serão temporariamente armazenados na memória secundária?  Algoritmos e arquitetura de computadores
  9. 9. GERENCIAMENTO DE ARQUIVOS:  Como armazenar os arquivos de maneira eficiente? – Métodos e algoritmos  Como acessar os arquivos de maneira eficiente? – Métodos e algoritmos  Como prover confiabilidade de armazenamento? – Métodos e algoritmos  Como prover um modelo comum para diferentes tipos de armazenamento? – Discos rígidos, cartões de memória
  10. 10. GERENCIAMENTO DE PERIFÉRICOS:  • Diferentes tipos de periféricos – Dispositivos de entrada – Dispositivos de saída – Dispositivos síncronos • Monitor – Dispositivos assíncronos • Teclado – Métodos de acesso: • Polling: espera ativa • Interrupção
  11. 11. SISTEMAS DE REDE E DISTRIBUÍDOS:  Crescente aumento do número de serviços remotos – Concorrência – Segurança  Servidores de arquivos  Servidores de impressão  Servidores de autenticação  Transparência – Acesso e Concorrência – Localização – Replicação – Falhas – Mobilidade – Escalabilidade
  12. 12. SEGURANÇA:  Autenticação de usuários  Proteção e níveis de acesso – Diferentes usuários com diferentes níveis de acesso  Criptografia  Vírus e proteção do sistema operacional
  13. 13. EXERCÍCIOS  1) PARA QUE SERVE UM SISTEMA OPERACIONAL?  2) PARA QUE USAMOS UM SITEMA OPERACIONAL?  3) O QUE O SISTEMA OPERACIONAL FAZ NO GERENCIAMENTO DE PROCESSO?  4) O QUE O SISTEMA OPERACIONAL FAZ NO GERENCIAMENTO DE MEMÓRIA?  5) O QUE O SISTEMA OPERACIONAL FAZ NO GERENCIAMENTO DE PERIFÉRICOS?
  14. 14. MATÉRIA: SISTEMA OPERACIONAL (S.O) PROFESSOR: ARMANDO RIVAROLA, LICENCIADO EM COMPUTAÇÃO
  15. 15. TRABALHAREMOS COM:  Definindo os sistemas operacionais  Objetivos de um sistema operacional  Breve histórico  Tipos de sistemas operacionais  Recursos e ambiente operacional  Processos  Escalonamento de Processos  Gerenciamento de Memória  Gerenciamento de I/O
  16. 16. DEFININDO OS SISTEMAS OPERACIONAIS  Desde sua criação, os computadores sempre foram sistemas de elevada sofisticação em relação ao estágio tecnológico de suas épocas de desenvolvimento.  Ao longo dos últimos 50 anos evoluíram incrivelmente e, embora tenham se tornado mais comuns e acessíveis, sua popularização ainda esconde sua tremenda complexidade interna.  Neste sentido, os sistemas operacionais, em termos de suas origens e desenvolvimento, acompanharam a própria evolução dos computadores.
  17. 17. DEITEL NOS TRAZ A SEGUINTE DEFINIÇÃO DE SISTEMA OPERACIONAL:  Vemos um sistema operacional como os programas, implementados como software ou firmware, que tornam o hardware utilizável. O hardware oferece capacidade computacional bruta.  Os sistemas operacionais disponibilizam convenientemente tais capacidades aos usuários, gerenciando cuidadosamente o hardware para que se obtenha uma performance adequada. [DEI92, p. 3]
  18. 18.  Nesta definição surgem alguns novos termos explicados a seguir. O hardware é o conjunto de dispositivos elétricos, eletrônicos, ópticos e eletromecânicos que compõe o computador, sendo a máquina física propriamente dita.  O hardware, aparentemente identificável pelos dispositivos ou módulos que compõe um sistema computacional, determina as capacidades deste sistema. O software é o conjunto de todos os programas de computador em operação num dado computador.
  19. 19.  Já o firmware é representado por programas especiais armazenados de forma permanente no hardware do computador que permitem o funcionamento elementar e a realização de operações básicas em certos dispositivos do computador, geralmente associadas a alguns periféricos e a execução de outros programas também especiais. Em eletrônica e computação, firmware é o conjunto de instruções operacionais programadas diretamente no hardware de um equipamento eletrônico.
  20. 20.  Na Figura 1.1 podemos identificar o hardware como sendo os dispositivos físicos, sua microprogramação e o firmware existente neste computador.  Como exemplos de dispositivos existentes num sistema podemos citar os circuitos integrados de memória, as unidades de disco flexível ou rígido e o processador do sistema, sendo este último um dispositivo microprogramado.  O firmware geralmente vem acondicionado em circuitos de memória não volátil (ROM, PROM ou EPROM) sendo os programas ali gravados escritos geralmente em linguagem de máquina e destinados a execução de operações especiais tal como a auto-verificação inicial do sistema (POST ou power on self test) e a carga do sistema operacional a partir de algum dispositivo adequado (bootstrap).
  21. 21. Figura 1.1: Hardware, software, firmware e o SO
  22. 22.  Por si só, o hardware do computador dificilmente poderia ser utilizado diretamente e mesmo assim, exigindo grande conhecimento e esforço para  execução de tarefas muito simples.  Neste nível, o computador somente é capaz de entender programas diretamente escritos em linguagem de máquina.  Além disso, cada diferente tipo de computador possui uma arquitetura interna distinta que pode se utilizar de diferentes processadores que por sua vez requisitarão diferentes linguagens de máquina, tornando penosa e cansativa a tarefa dos programadores.
  23. 23.  Desta forma, é adequada a existência de uma camada intermediária entre o hardware e os programas de aplicação que pudesse não apenas oferecer um ambiente de programação mais adequado mas também um ambiente de trabalho mais simples, seguro e eficiente.
  24. 24. BREVE INTRODUÇÃO  Apresentando os Sistemas Operacionais, alguns conceitos importantes, um breve histórico de sua evolução e uma classificação de seus tipos.  Os processos computacionais, sua ocorrência e as principais questões associadas ao seu controle.  Falamos sobre o escalonamento de processos enquanto  O gerenciamento de memória.  Finalmente o gerenciamento de dispositivos periféricos.
  25. 25. OBJETIVOS DE UM SISTEMA OPERACIONAL  Oferecer os recursos do sistema de forma simples e transparente;  Gerenciar a utilização dos recursos existentes buscando seu uso eficiente em termos do sistema;  Garantir a integridade e a segurança dos dados armazenados e processados no sistema e também de seus recursos físicos.
  26. 26. HISTÓRIA DE ALGUNS DOS S.O. PARA COMPUTADORES PESSOAIS:  1965 – O “Project MAC” desenvolve o sistema operacional Multics.  1970 – O Unix é desenvolvido nos Bell Labs por Dennis Ritchie e Kenneth Thomson.  1980 – A IBM seleciona PC-DOS da Microsoft como o sistema operacional para o IBM-PC.  1984 – O Apple introduz o Macintosh como o System 1.0 que seria chamada MacOS eventualmente.
  27. 27.  1985 – A Microsoft desenvolve o Windows 1.0 que dá características como MacOS para DOS (Mas o Windows não é um sistema operacional com o MacOS ainda, só é uma interface para DOS.) O Linus Torvalds, um estudante finlandês, desenvolve o Linux, uma versão da Unix para processadores da Intel.  1990 – A Microsoft introduz o Windows 3.0 que intensifica o debate legal entre a Microsoft e a Apple, em relação à semelhança do Windows com o MacOS.  1994 – A Microsoft introduz o Windows NT desenvolvido para redes.
  28. 28.  1995 – Microsoft introduz o Windows 95, previamente conhecido com ‘Chicago’.  1998 – Microsoft introduz o Windows 98.  2000 – Microsoft introduz o Windows 2000 combinando as características do Windows 98 e o Windows NT.  Os S.O.s atuais são o Windows Seven, Windows 8 e Linux.
  29. 29. PROCESSOS O QUE É UM PROCESSO COMPUTACIONAL?  Um processo computacional ou simplesmente processo pode ser entendido como uma atividade que ocorre em meio computacional, usualmente possuindo um objetivo definido, tendo duração finita e utilizando uma quantidade limitada de recursos computacionais.

×