CURSO TÉNCICO SUPERIOR PROFISSIONAL
COMUNICAÇÃO
DIGITAL
EsACT-IPB
Tel 278201340/278201341
Fax 278265733
Rua João Maria Sar...
Sumário
Sumário
Objetivos _____________________________________________________ 1
Estratégias de formação ________________...
Pg. 01 Objetivos
Objetivos
Gerir a comunicação da organização, planear e implementar planos de
comunicação, monitorizar e ...
Pg. 02 Estratégias de formação
Estratégias de formação
• Criar um ambiente de formação que estimule a aplicação do
conheci...
Pg. 03 Atividades principais
Atividades principais
1. Conceber planos de comunicação adequados a diferentes contextos de
m...
Pg. 04 Resultados de aprendizagem
Resultados de aprendizagem
Conhecimentos
1. Conhecimentos especializados de modelos, téc...
Pg. 05 Resultados de aprendizagem
Aptidões
1. Produzir documentos de texto, folhas de cálculo, apresentações e construir
b...
Pg. 06 Resultados de aprendizagem
Atitudes
1. Demonstrar autonomia, responsabilidade e espirito crítico para a obtenção
co...
Pg. 07 Plano de estudos
Plano de estudos
1ª ano
1º semestre 2º semestre
Inglés Técnico Tecnologias Web
Técnicas de Express...
Pg. 08 Fundamentação da criação do curso
Fundamentação da criação do curso
Os novos paradigmas que caracterizam a chamada ...
Pg. 09 Fundamentação da criação do curso
exporem e de estreitar relacionamentos destas com os seus diversos públicos,
moti...
Pg. 10 Projeto educativo da escola
Projeto educativo da escola
Organizado em cinco escolas, quatro das quais em Bragança e...
Pg. 11 Projeto educativo da escola
entidades estrangeiras, que possibilitem o reconhecimento de excelência da
formação min...
Pg. 12 Projeto educativo da escola
de serviços, o dinamismo das empresas que aproveitam os recursos que a
escola forma, a ...
Pg. 13 Informação de contacto
Informação de contacto
Arlindo Santos
Diretor do Curso
acsantos@ipb.pt
www.facebook.com/acs....
Pg. 14 Informação institucional
Informação institucional
EsACT-IPB
Rua João Maria Sarmento Pimentel.
5370-326 Mirandela.
T...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Documento sobre o curso técnico superior profissional de Comunicação Digital

179 visualizações

Publicada em

Documento com as informações fundamentais do curso.

Mais informação em http://comunicacaodigital.esact.ipb.pt

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Documento sobre o curso técnico superior profissional de Comunicação Digital

  1. 1. CURSO TÉNCICO SUPERIOR PROFISSIONAL COMUNICAÇÃO DIGITAL EsACT-IPB Tel 278201340/278201341 Fax 278265733 Rua João Maria Sarmento Pimentel. 5370-326 Mirandela. www.esact.ipb.pt esact@ipb.pt http://comunicacaodigital.esact.ipb.pt | ctesp-cd@ipb.pt
  2. 2. Sumário Sumário Objetivos _____________________________________________________ 1 Estratégias de formação _________________________________________ 2 Atividades principais ____________________________________________ 3 Resultados de aprendizagem _____________________________________ 4 Conhecimentos ______________________________________________ 4 Aptidões____________________________________________________ 5 Atitudes ____________________________________________________ 6 Plano de estudos_______________________________________________ 7 Fundamentação da criação do curso _______________________________ 8 Projeto educativo da escola______________________________________ 10 Informação de contacto _________________________________________ 13 Informação institucional_________________________________________ 14
  3. 3. Pg. 01 Objetivos Objetivos Gerir a comunicação da organização, planear e implementar planos de comunicação, monitorizar e avaliar as ações do plano, assim como produzir conteúdos para diferentes plataformas digitais, sustentando a sua atuação nas potencialidades do ambiente digital, salvaguardando a ética e a legalidade. Curso área de estudo de COMUNICAÇÃO.
  4. 4. Pg. 02 Estratégias de formação Estratégias de formação • Criar um ambiente de formação que estimule a aplicação do conhecimento. • Criar grupos de trabalho para desenvolver um projeto de comunicação durante o curso. • Diversificar a utilização de vários canais comunicação. • Orientar os trabalhos de cada disciplina para o enriquecimento dos projetos de cada grupo. • Fomentar a utilização de ferramentas open source, online e gratuitas. Estas são as nossas estratégias de formação.
  5. 5. Pg. 03 Atividades principais Atividades principais 1. Conceber planos de comunicação adequados a diferentes contextos de modo a potenciar a presença digital. 2. Implementar as ações projetadas no plano de comunicação em ambiente digital, considerando os aspetos legais e éticos. 3. Gerir a informação de suporte à comunicação no que concerne à procura, seleção, organização, análise, partilha e publicação. 4. Planear e produzir conteúdos de comunicação considerando os objetivos da organização, os objetivos do público-alvo, e as características dos meios de comunicação. 5. Monitorizar, analisar e medir indicadores de performance, identificar ações com melhores resultados e implementar medidas corretivas. 6. Desenvolver estratégias que promovam a dinamização dos relacionamentos entre a organização e os públicos de interesse. São 6 as nossas propostas de atividades principais que os futuros técnicos vão ser capazes de realizar no mercado de trabalho.
  6. 6. Pg. 04 Resultados de aprendizagem Resultados de aprendizagem Conhecimentos 1. Conhecimentos especializados de modelos, técnicas e ferramentas de comunicação no contexto organizacional. 2. Conhecimentos especializados de tecnologias e serviços associadas ao mundo da World Wide Web. 3. Conhecimentos especializados sobre as teorias e métodos associados ao design de interação. 4. Conhecimentos abrangentes de marketing, e as variáveis associadas ao desenho do plano de marketing. 5. Conhecimentos especializados na elaboração de planos de comunicação. 6. Conhecimentos abrangentes de estatística e métodos de recolha e análise de dados. 7. Conhecimentos especializados de ferramentas informáticas de apoio às atividades do gestor de comunicação. 8. Conhecimentos especializados de técnicas, formatos, linguagens e princípios associados aos vários tipos de media. 9. Conhecimentos especializados relativos à captação, edição, criação e publicação dos vários tipos de media. 10.Conhecimentos abrangentes de legislação aplicável na áreas da comunicação digital. 11.Conhecimentos especializados sobre o funcionamento das diferentes plataformas digitais, e suas potencialidades. 12.Conhecimentos abrangentes sobre o comportamento do utilizador enquanto elemento de comunicação no espaço virtual. 13.Conhecimentos especializados sobre os aspetos relacionados com a sociedade digital (ciberculturas, fosso digital, acesso, inclusão digital, software livre, comunidades virtuais, etc.). Estes são os resultados esperados: 13 conhecimentos que os alunos vão adquirir, …
  7. 7. Pg. 05 Resultados de aprendizagem Aptidões 1. Produzir documentos de texto, folhas de cálculo, apresentações e construir bases de dados. 2. Planear os vários tipos de media para os diferentes contextos digitais. 3. Implementar ações de comunicação em contexto digital. 4. Produzir conteúdo digital de acordo com os padrões técnicos e considerando o comportamento dos utilizadores nas diferentes plataformas. 5. Conceber planos de comunicação digital enquadrados na estratégia global de comunicação. 6. Monitorizar e avaliar os resultados das ações de comunicação. 7. Produzir e apresentar textos escritos em língua portuguesa e inglesa. 8. Criar estratégias para alcançar os objetivos propostos no plano de comunicação. 9. Gerir a informação de comunicação, considerando os aspetos relacionados com confidencialidade, integridade, disponibilidade e autenticidade. 10.Produzir e avaliar interfaces de comunicação homem-computador. 10 aptidões que vão ser capazes de saber fazer, …
  8. 8. Pg. 06 Resultados de aprendizagem Atitudes 1. Demonstrar autonomia, responsabilidade e espirito crítico para a obtenção contínua de melhores resultados ao nível das estratégias de comunicação. 2. Demonstrar flexibilidade adaptando a linguagem às características dos intervenientes no processo de comunicação. 3. Demonstrar capacidade para reconhecer o papel das tecnologias de informação e comunicação no processo de comunicação da organização. 4. Demonstrar princípios deontológicos e valores profissionais de um gestor de comunicação. 5. Demonstrar capacidade de argumentação e empatia nos relacionamentos com os stakeholders. 6. Demonstrar capacidade de raciocínio, análise, adaptação a novas situações, e autonomia na tomada de decisões. 7. Demonstrar capacidade de liderança, integração em equipa e incentivo do espírito de grupo. 8. Demonstrar capacidade para assumir o papel do gestor de comunicação numa organização. 9. Demonstrar capacidade de manipular a informação para a obtenção de vantagens competitivas. e 9 atitudes que os futuros profissionais vão saber ter
  9. 9. Pg. 07 Plano de estudos Plano de estudos 1ª ano 1º semestre 2º semestre Inglés Técnico Tecnologias Web Técnicas de Expressão e Comunicação Design de Interação Ferramentas Informáticas Comunicação Organizacional Fundamentos de Marketing Redação Web Comunicação Visual Laboratório Audiovisual I 2ª ano 1º semestre 2º semestre Laboratório Audiovisual II Estágio Marketing Digital Gestão da Informação Direito da Comunicação Análise de Dados 120 créditos. 2 anos. 4 semestres. 15 disciplinas. E estágio na empresa no 4º semestre.
  10. 10. Pg. 08 Fundamentação da criação do curso Fundamentação da criação do curso Os novos paradigmas que caracterizam a chamada Sociedade do Conhecimento, introduziram profundas alterações técnicas e organizacionais nos diversos setores produtivos. Os processos de migração da informação de uma plataforma analógica para uma plataforma digital são disso exemplo. Irremediavelmente, as instituições educacionais têm que acompanhar todas estas mudanças por forma a contribuírem para a formação de recursos humanos capazes de se adaptarem aos estes novos paradigmas. Face à ascensão do mundo digital, os novos requisitos associados ao perfil do colaborador têm levado à reformulação e criação de práticas e de processos de formação em novas áreas de conhecimento. Esta realidade é notória nas formações mais focalizadas para o uso de ferramentas tecnológicas de apoio a processos relacionados com a necessidade de comunicar com os stakeholders da empresa. Com a Internet, a possibilidade de interação é imediata, acarretando assim transformações consideráveis nas relações empresas - consumidor/colaborador. Sendo assim, percebe-se que a comunicação na World Wide Web passa a ser considerada um instrumento essencial na vida das empresas. Com o aparecimento da Web 2.0, na qual é valorizada a participação dos sujeitos e o seu potencial de colaboração em rede, a partilha de informação, instantaneidade nos contactos, e a proximidade com os stakeholders, apresentam-se como argumentos capazes de suscitar alterações profundas ao nível das estratégias de comunicação empresarial online. Assim, perante uma sociedade global de informação onde o conhecimento e a digitalização exercem grande influência, o surgimento de web sites, mobile sites, redes sociais, etc., disponibilizaram às organizações novos meios de se 9 razões para justificar a criação do CURSO! 1 Migração da plataforma analógica para a plataforma digital! 2 Novos requisitos associados ao perfil do colaborador! 3 Hoje, a interação entre a empresa e o consumidor é imediata! 4 Existe orientações formativas com o intuito de colmatar lacunas detetadas no mercado!
  11. 11. Pg. 09 Fundamentação da criação do curso exporem e de estreitar relacionamentos destas com os seus diversos públicos, motivando a interatividade e a conectividade entre os consumidores e potenciando a crescente divulgação e partilha com aquilo que as pessoas colocam online. Como consequência, é imperativo às organizações, adaptarem-se a esta realidade, respondendo adequadamente ao fenómeno da mediatização dos novos paradigmas. Contudo, só será possível às organizações garantir este nível de relacionamento em canais digitais se estas investirem em profissionais com capacidades e conhecimentos na gestão de comunicação orientada para a World Wide Web. Face a estes factos, a União Europeia aponta, no documento orientador da Agenda Digital 2010-2012, a aquisição de competências digitais como estratégia para melhorar a literacia digital, as qualificações nesse domínio e a inclusão na sociedade digital, quer ao nível nacional, quer ao nível europeu. A Rede Ibero-americana de Comunicação Digital (Rede ICOD) e a Post Crisis: e-Skills Are Need ed to Drive Europe's Innovation Society apresentam orientações formativas por forma a incluir essas competências nas formações da área da comunicação. Espera-se que este curso possa contribuir para fornecer o mercado de profissionais com qualificações capazes de atender, por um lado, às necessidades das PME para construírem uma presença digital forte e, por outro, às necessidades das empresas que, tendo já uma presença digital, pretendem manter uma informação permanentemente atualizada. Desta forma as empresas terão a possibilidade de contratar profissionais no ambiente digital que, fazendo uso de ferramentas de comunicação e marketing altamente eficazes, lhes abrem as portas do mercado global (internacionalização) e deste modo uma nova via para oportunidades de negócio, independentemente da região periférica em que a empresa eventualmente possa estar localizada. 5 Enquadra-se com a estratégia da Agenda digital Europeia! 6 Utilização na formação de plataformas open- source! 7 As empresas necessitam de ter acesso ao mercado global – internacionalizaçã o! 8 Aumento da procura de informação/serviç os Web e móveis! 9 Nós temos um projeto educativo que privilegia a área da comunicação!
  12. 12. Pg. 10 Projeto educativo da escola Projeto educativo da escola Organizado em cinco escolas, quatro das quais em Bragança e uma em Mirandela, o Instituto Politécnico de Bragança (IPB) procura coordenar e agrupar áreas e competências específicas em cada uma das escolas, de forma a maximizar e a adequar o valor tecnológico e científico às características da região e da comunidade. O IPB é, muito provavelmente, o único instrumento estratégico, numa ampla região geográfica, capaz de contribuir para a diversificação de opções de formação pós-secundária dos jovens da região e, simultaneamente, capaz de atrair jovens à região contrariando assim a tendência, que parece irreversível, de abandono generalizado no interior do País. Assim, a Escola Superior de Comunicação, Administração e Turismo (EsACT) enquanto instituição de ensino, cumpre a sua obrigação de contribuir quer para a qualificação profissional dos recursos humanos da região em particular, quer para o aumento da escolaridade da população portuguesa em geral, dando uma alternativa aos jovens que pretendam uma via mais profissionalizante, que não passe pelo ensino superior, auxiliando no combate ao abandono escolar e simultaneamente formando quadros intermédios com competências convergentes com as necessidades da região. A consolidação das valências que identificam e distinguem a EsACT, no seio do Instituto Politécnico de Bragança, associadas a uma imagem corporativa sólida, reconhecível e aliada a uma cultura de excelência, baseada em práticas de gestão sustentada dos recursos, é um objetivo estruturante da Unidade Orgânica e do IPB. Para a consolidação interna também contribuirá decisivamente o reforço de cooperação com o exterior, quer mediante parcerias estratégicas pontuais, quer mediante parcerias estratégicas de duração moderada, quer ainda com base em projetos estratégicos com O Instituto Politécnico de Bragança (IPB) tem cinco escolas: quatro das quais em Bragança e uma em Mirandela.
  13. 13. Pg. 11 Projeto educativo da escola entidades estrangeiras, que possibilitem o reconhecimento de excelência da formação ministrada e competências adquiridas. Estes anseios apenas serão concretizáveis mediante o reconhecimento e dimensionamento da adequabilidade da oferta formativa bem como da valorização contínua dos recursos humanos que a sustenta e dinamiza. Nesse sentido, enquadra-se no projeto educativo da EsACT a otimização de estruturas funcionais condizentes com a excelência preconizada, catalisadoras de dinâmicas de ensino e investigação de vanguarda. Incentiva-se na EsACT uma cultura organizacional competitiva, positiva, de superação e excelência difundida e disseminada a todos os intervenientes em processos da Escola. A consciencialização, por cada individuo, de que a sua forma de atuar ao desempenhar a sua tarefa formará proporcionalmente parte do resultado total, conjuntamente com a perceção de que quanto melhor o seu desempenho, melhor será a qualidade total, competências, e consequente reconhecimento da instituição, constituirão um baluarte de excelência. A Escola centra as suas valências em três áreas estratégicas – Administração, comunicação e Turismo, distribuídas por nove cursos de licenciatura, que se inserem completa ou parcialmente dentro das fronteiras dessas áreas estratégicas. Assim, o leque de oferta da Escola distribui-se pelos cursos de Design de Jogos Digitais, Gestão e Administração Pública, Informática e Comunicações, Marketing, Multimédia, Solicitadoria, Turismo e Tecnologias da Comunicação. A área da Comunicação, tida como uma valência crítica e crucial quer para a Escola, quer para o desenvolvimento do concelho face à sociedade atual e às diretrizes emanadas pelas orientações comunitárias, assume-se como estratégica, aproveitando os recursos tecnológicos existentes, a concentração A Escola oferece licenciaturas em Gestão e Administração Pública, Informática e Comunicações, Marketing, Multimédia, Solicitadoria, Design de Jogos Digitais e Turismo. … e vários TESP e ainda Mestrados.
  14. 14. Pg. 12 Projeto educativo da escola de serviços, o dinamismo das empresas que aproveitam os recursos que a escola forma, a par dos recursos patrimoniais e culturais da região. Assim, atualmente a EsACT conta com um conjunto de docentes formados em áreas afins ao curso, que vão desde as ciências empresariais, comunicação, marketing, informática, línguas, artes e direito. De referir que atualmente esses docentes suportam aos cursos de Multimédia, Tecnologias da Comunicação, Marketing e Design de Jogos. O referido projeto educativo, inicialmente sustentado em Licenciaturas e Mestrados, evoluiu, tal como preconizado pela tutela, no sentido de incluir cursos de especialização tecnológica, reconhecidos como mais-valia, quer para o mercado de trabalho, quer para a academia, quer ainda para o indivíduo.
  15. 15. Pg. 13 Informação de contacto Informação de contacto Arlindo Santos Diretor do Curso acsantos@ipb.pt www.facebook.com/acs.pt
  16. 16. Pg. 14 Informação institucional Informação institucional EsACT-IPB Rua João Maria Sarmento Pimentel. 5370-326 Mirandela. Tel 278201340/278201341 Fax 278265733 www.esact.ipb.pt

×