MOM

259 visualizações

Publicada em

Microsoft Operation Manager

Publicada em: Tecnologia
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

MOM

  1. 1. 1 Introdução O Microsoft Operations Manager 2000 (MOM) é um conjunto escalonável e abrangente de ferramentas para coleta de eventos, monitoração de desempenho e relatório de uma ampla variedade de sistemas operacionais servidores da Microsoft e aplicativos com base em servidor. O que é o Microsoft Operations Manager? O Microsoft Operations Manager é uma solução abrangente de monitoramento de servidor que melhora a disponibilidade, o desempenho e a segurança dos aplicativos e das redes com base no Windows. O MOM pode fornecer monitoramento central e solução automática de problemas para redes compostas de dezenas a milhares de computadores (dependendo da configuração), monitoramento contínuo de ações do usuário, de software aplicativo, de servidores e computadores de mesa executando o Microsoft Windows 2000 ou posterior. O MOM pode monitorar, gerenciar e proteger uma ampla variedade de recursos, incluindo computadores, aplicativos, server farms, sites de comércio eletrônico e servidores corporativos. O MOM fornece um monitoramento de sistema pró-ativo e em tempo real para servidores e computadores com base no Windows, por toda a empresa. É possível colocar o MOM para funcionar sozinho ou implementar uma solução que inclua outros produtos Microsoft. O Microsoft Operations Manager 2000 oferece os seguintes benefícios:  Monitoramento de operações controladas por evento  Soluções escalonáveis e de auto–implantação  Retorno imediato e garantido do investimento (ROI)  Recursos avançados de aplicação e auditoria da diretiva de segurança  Controle aprimorado da disponibilidade e do desempenho do sistema  Arquitetura com base em padrões abertos e extensíveis  Maneiras ilimitadas de exibir e relatar dados  Confiabilidade e valor O MOM fornece soluções de gerenciamento prontas para serem usadas, que monitoram de maneira dinâmica a disponibilidade, o desempenho e a segurança do Active Directory, de server farms e de toda a infra–estrutura do Windows 2000. Monitoração de operações controladas por evento O Microsoft Operations Manager 2005 captura e relata eventos de toda a rede. Com a definição de regras, é possível automatizar respostas ou atribuir problemas para serem solucionados por um determinado membro da equipe. O MOM exibe informações sobre exceções de nível do serviço, alertas abertos e computadores na configuração selecionada para monitoração. Você pode rapidamente verificar detalhes de um determinado evento e alerta, dados de desempenho e status do computador monitorado. O MOM também exibe informações úteis sobre os computadores e seus alertas. Você pode exibir todos os computadores para verificar propriedades, alertas, eventos, desempenho, participação no grupo de computadores e as regras de processamento aplicadas a cada computador no grupo de configuração. Soluções escalonáveis e auto–implantadas O Microsoft Operations Manager 2005 permite-lhe descrever e automaticamente implementar uma diretiva coerente de monitoração do servidor para sua organização. O MOM examina, de forma pró-ativa, os novos computadores a serem gerenciados com base em critérios estabelecidos. Depois de realizar um exame agendado do sistema, o MOM instala ou remove agentes e regras com base na sua configuração atual. O MOM fornece gerenciamento de operações controlado por diretiva para organizações de qualquer tamanho, ajustando-se, automaticamente, às suas necessidades, de acordo com as alterações de sua empresa. O MOM fornece encaminhamento de alerta, o qual permite que os alertas em um grupo de configuração sejam encaminhados para outro grupo de configuração. O encaminhamento de alerta cria uma estrutura hierárquica de gerenciamento de alerta eficiente para grandes redes corporativas. O encaminhamento de
  2. 2. 2 alerta pode fornecer a funcionalidade do MOM a grupos regionais de uma organização, permitindo que um grupo administrativo central monitore alertas provenientes de toda a rede. Retorno imediato e garantido do investimento - ROI O Microsoft Operations Manager 2005 fornece à sua empresa um retorno do investimento imediato e garantido, oferecendo os seguintes recursos-chave:  Resposta e recuperação automatizadas  Conhecimento especializado pronto para user usado  Personalização apontando e clicando  Aquisição de conhecimento contínua O MOM pode automaticamente solucionar problemas do Windows 2000 e de muitos outros aplicativos, conforme eles acontecem. Isso automaticamente reduz o volume de seus recursos administrativos. O MOM fornece os Management Pack Modules (Módulos de gerenciamento), bibliotecas de regras para gerenciamento de ambientes e aplicativos do Windows 2000 e posteriores. Os Management Pack Modules contêm filtros predefinidos, contadores de desempenho, scripts de resposta e alertas que dão suporte para aplicativos específicos. Conforme localiza e soluciona novos problemas, você pode capturar a solução como uma nova regra para expandir e distribuir conhecimento em sua empresa. É simples personalizar e adicionar regras com o MOM. Assistentes fáceis de usar o orientam durante o processo, para que você possa rapidamente criar e aplicar alterações em sua empresa.–– Se você conseguir planejar uma solução e a regra, poderá automatizar essa solução com o MOM. Aplicação e auditoria avançadas da diretiva de segurança A proteção da segurança da empresa é a principal prioridade da maioria das organizações. O MOM atende a essa necessidade, protegendo e centralizando um banco de dados de eventos provenientes das origens de sua escolha. Nas redes do Windows 2000 e posteriores, os logs de segurança contêm informações essenciais para determinar se ocorreu uma violação na segurança. Os agentes do MOM monitoram e protegem esses logs, enviando os eventos coletados para um computador central seguro para armazenamento no banco de dados. O MOM também pode responder aos eventos e alertas de segurança com scripts para aplicar de forma pró-ativa a diretiva de segurança em sua empresa. Por exemplo, o MOM pode notificar um administrador de segurança, desativar uma conta ou desligar um computador comprometido. O MOM pode monitorar as configurações de segurança de grupos de computadores como, por exemplo, todos os servidores IIS, e pode redefinir as configurações de segurança com base na diretiva de segurança definida para o grupo. Os scripts do MOM podem ser configurados para execução automática, para que você possa ter certeza de que as diretivas de segurança estão sendo aplicadas. Controle aprimorado da disponibilidade e do desempenho do sistema O Microsoft Operations Manager 2000 e posteriores monitora serviços, limites de desempenho e eventos de falha, e, imediatamente, alerta os responsáveis das situações que interrompem o acesso aos aplicativos. A monitoração da integridade do sistema em tempo real permite manter um nível elevado de desempenho do sistema. O MOM fornece este recurso com sobrecarga relativamente baixa do sistema. As informações do banco de dados do MOM melhoram sua habilidade de investigar tendências de erros a longo prazo, estabelecer procedimentos corretivos e determinar a causa de uma falha do computador. Você pode visualizar os gráficos de acompanhamento de desempenho na interface do MOM Administrator Console e no Web Console. Arquitetura com base em padrões abertos e extensíveis O Microsoft Operations Manager 2000 e posteriores dá suporte para o seguinte espectro de padrões abertos e extensíveis:  Interfaces amigáveis do usuário para Windows 2000 e posteriores e para a Web
  3. 3. 3  Tecnologia COM+  Tecnologia herdada e emergente  Ferramentas de banco de dados familiares  Microsoft ActiveScripting O MOM fornece snap–ins MMC para todos os recursos personalizáveis e extensíveis do MMC. Além disso, o MOM fornece uma interface do Web Console de forma que você possa monitorar os servidores de qualquer computador com um navegador e uma conexão com a Web. Projetado com a tecnologia COM+, o Microsoft Operations Manager possui uma estrutura amigável que se integra ao gerenciamento de sistemas tradicionais herdados usando SNMP. O Microsoft Operations Manager lê, captura e analisa dados de gerenciamento de todas as origens padrão do Windows 2000 e posteriores, bem como traps SNMP. Várias maneiras de exibir e relatar dados O Microsoft Operations Manager 2000 e posteriores oferece diversas maneiras de acesso às informações coletadas nos computadores monitorados. Esses dados são armazenados em um banco de dados central. Você pode usar o MOM Administrator Console, o Web Console e o MOM Reporting para exibir, imprimir ou publicar os dados. Dois mecanismos principais permitem o acesso aos dados monitorados: exibições e relatórios. Ambos oferecem formas padrão e personalizadas de exibição dos dados. Com esses mecanismos, você tem diversas maneiras de exibir as informações vitais. Você pode usar as exibições padrão do MOM Administrator Console e do Web Console para exibir informações do banco de dados ou pode criar suas próprias exibições. É possível criar exibições particulares, que podem ser acessadas somente pelo usuário que as criou, ou criar exibições públicas, que podem ser acessadas por qualquer pessoa. O MOM Reporting oferece exibições predefinidas do aplicativo ou ambiente monitorado, exibindo relatórios ou gráficos dos dados coletados. Você também pode personalizar e gerar seus próprios relatórios específicos para sua empresa. Esses relatórios oferecem acesso fácil aos dados necessários para o gerenciamento e a monitoração da empresa. Os Management Pack Modules fornecem exibições públicas padrão relacionadas especificamente ao aplicativo ou ao ambiente monitorado. Essas exibições predefinidas poupam tempo e esforços e oferecem uma noção imediata do aplicativo ou ambiente monitorado. Os relatórios associados aos Management Pack Modules também oferecem acesso rápido às informações específicas que você precisa. Confiabilidade e valor O Microsoft Operations Manager 2005 oferece extraordinária confiabilidade e valor comercial de diversas maneiras:  Reduz o custo, o esforço e as habilidades necessários para gerenciar sua infra-estrutura de computação
  4. 4. 4  Melhora a produtividade e o tempo de resposta das operações por meio de coleta de conhecimento e automação  Monitora e detém as violações à segurança de forma pró-ativa  Oferece um retorno imediato de seu investimento, implantando uma solução de gerenciamento completa em algumas horas  Melhora o tempo de colocação do produto no mercado, a disponibilidade e o desempenho do comércio eletrônico, do email, do diretório e de outros aplicativos comerciais críticos  Monitora e gerencia infra-estruturas de computadores corporativos e de Internet de pequeno e grande portes com alta confiabilidade e segurança O que há de novo nesta versão do Microsoft Operations Manager? A tabela a seguir destaca as melhorias nesta versão do Microsoft Operations Manager. Para obter detalhes sobre estas alterações, visite o site do Microsoft Operations Manager na Web em http://www.microsoft.com/mom. Instalação dinâmica · Projetada para ser executada na família de servidores do Windows 2000 · As novas etapas de instalação e a estrutura de licenciamento tornam a instalação mais rápida e fácil Melhorias do recurso MOM Reporting · Novos relatórios para os Management Pack Modules do Microsoft Operations Manager, do Windows NT e do Windows 2000. · Suporte para arquivamento adicionado para os relatório HTML previamente gerados · Novas práticas recomendadas e material para a solução de problemas na Ajuda on-line. Management Pack Modules · Melhorias significativas nos Management Pack Modules existentes. · O pacote básico de Management Pack Modules está incluído na sua licença do Microsoft Operations Manager. · Management Pack Modules adicionais da Microsoft e de terceiros permitem que você gerencie outros ambientes. A arquitetura do Microsoft Operations Manager 2005 O Microsoft Operations Manager 2005 (MOM) é um aplicativo com base nas regras do Windows 2000 de 32 bits. Para realizar monitoração e gerenciamento completos e eficientes, o MOM tem como base uma arquitetura distribuída em várias camadas da Microsoft:– Apresentação, Lógica e Dados. Visão geral da arquitetura A camada Apresentação consiste no MOM Administrator Console, no Web Console e no MOM Reporting. Agentes, consolidadores, gerenciadores de agentes associados e servidores de acesso a dados (DAS) fazem parte da camada Lógica. O DAS fornece acesso centralizado ao banco de dados e lógica de consulta e também oferece comunicação entre as interfaces da camada Apresentação e os componentes da camada Dados. As diversas fontes de dados do Windows 2000 e o banco de dados compõem a camada Dados. O MOM dá suporte para o Microsoft SQL Server 2000.
  5. 5. 5 A figura a seguir ilustra a arquitetura do MOM. A arquitetura inclui componentes e interfaces do produto. Os componentes fornecem funcionalidade ao produto. As interfaces fornecem acesso aos dados coletados e à funcionalidade de configuração. O MOM apresenta os seguintes componentes: Agente: O serviço que é executado em cada computador que você deseja monitorar. Um agente captura informações de um computador remoto, aplica as regras de processamento às informações coletadas e envia as informações para um consolidador. Consolidador: Um serviço que é executado em um número selecionado de computadores em sua empresa. Um consolidador inclui um componente gerenciador de agentes associados, o qual instala, desinstala e configura agentes. Um consolidador também atua como um agente no computador em que está instalado. Os consolidadores enviam as informações coletadas para um DAS. Servidor de Acesso a Dados (DAS) É executado em um número selecionado de computadores em sua empresa. O DAS controla o fluxo de dados entre o banco de dados, os consolidadores, o MOM Administrator Console e o Web Console. Banco de dados Um recurso de armazenamento de informações de configuração e dados coletados de um grupo de configuração. Servidor do Web Console Um componente instalado em um computador com o Microsoft Information Services (IIS) que hospeda o Web Console. O Microsoft Operations Manager oferece as seguintes interfaces: MOM Administrator Console Permite monitorar dados, criar regras e configurar componentes. Web Console Permite exibir os dados do banco de dados em qualquer plataforma Windows que possa executar o Microsoft Internet Explorer. O Web Console oferece monitoração remota e acesso fácil para os administradores móveis. MOM Reporting Permite executar relatórios de operações e disponibilidade e gráficos de gerenciamento de desempenho e planejamento da capacidade a partir das informações do banco de dados. Compreendendo os grupos de configuração Um grupo de configuração apresenta os seguintes componentes:  Um banco de dados  Um ou mais servidores de acesso a dados  Um ou mais consolidadores e gerenciadores de agentes associados  Vários agentes A figura a seguir ilustra um grupo de configuração básico.
  6. 6. 6 O MOM dá suporte para dois grupos de configuração. São eles o consolidador, o gerenciador de agentes e o servidor de acesso a dados em uma máquina ou o consolidador, o gerenciador de agentes, o servidor de acesso a dados e o banco de dados em outra máquina. Por que usar vários grupos de configuração? Cada grupo de configuração contém apenas um banco de dados e deve ter um nome exclusivo. O banco de dados fornece um local de armazenamento central para todos os dados coletados no grupo de configuração: alertas, regras, scripts e dados de configuração. É possível ter mais de um grupo de configuração em sua empresa. Os agentes podem residir em mais de um grupo de configuração, enviando informações iguais ou diferentes para cada grupo de configuração. Você também pode enviar alertas de um grupo de configuração para outro. Alguns exemplos do motivo pelo qual você pode querer mais de um grupo de configuração em sua empresa incluem:  Localizações geográficas  Departamentos organizacionais  Largura de banda da rede  Escalabilidade Nomeando seus grupos de configuração Cada grupo de configuração em uma empresa deve ter um nome de grupo de configuração exclusivo. O MOM usa o nome do grupo de configuração para diferenciar um grupo do outro. Depois de nomear um grupo de configuração, não é possível mudar o nome sem desinstalar todos os componentes, incluindo todos os agentes. Compreendendo os agentes Os agentes fazem parte da camada Lógica. Um agente é um serviço executado em todos os computadores que você deseja monitorar. Os agentes são automaticamente instalados em computadores gerenciados por gerenciadores de agentes. Quando um agente é instalado pela primeira vez em um computador, ele coleta eventos de pelo menos duas horas anteriores. Em seguida, o agente coleta eventos e outras informações monitoradas, conforme elas se tornam disponíveis. Um agente pode capturar os seguintes tipos de informações do computador em que está sendo executado:  Eventos dos logs de eventos  Eventos dos logs de eventos de aplicativos de terceiros  Dados de desempenho como, por exemplo, dados de planejamento de capacidade e limites  Eventos "Evento ausente"  Eventos com tempo  Informações sobre o Windows Management Instrumentation, incluindo alterações na lista de serviços do sistema e traps SNMP O agente aplica as regras de processamento ao computador para coletar informações e executa as ações conforme estipulado pelas regras de processamento. Aplicando as regras de processamento às informações coletadas, o agente pode realizar qualquer uma das seguintes ações e respostas:  Filtrar eventos  Consolidar eventos em um só  Enviar dados para um consolidador  Enviar um alerta quando um limite de desempenho for atingido
  7. 7. 7  Enviar um alerta com base em um evento para um consolidador  Gerar um desvio SNMP  Executar um arquivo em lote ou de comando  Alterar uma variável de estado  Executar um script O agente armazena temporariamente as informações em um buffer, antes de enviá-las para um consolidador através de um mecanismo de entrega garantido e criptografado. O MOM pode integrar-se às estruturas de gerenciamento da empresa, enviando eventos de alta prioridade, como traps SNMP, de cada agente. O agente usa um mecanismo de entrega garantido para certificar-se do envio de cada item dos dados. Os agentes continuam coletando dados mesmo durante interrupções demoradas da rede, organizando os dados em lotes e enviando-os de maneira controlada quando a conectividade da rede é retomada. Não ocorrerá perda de dados, pois não haverá espaço no buffer para armazenar informações enquanto a comunicação com o consolidador não for restaurada. A comunicação criptografada e compactada entre os agentes e os consolidadores fornece mais segurança para os dados e evita invasões da rede e ataques mal-intencionados ao protocolo. A compactação reduz a utilização da largura de banda da rede, fornecendo desempenho em conexões lentas. A comunicação criptografada e compactada é ativada por padrão. Em intervalos regulares, o agente inicia a comunicação com um consolidador. Você pode configurar a quantidade de dados enviados em cada intervalo. Também é possível configurar se a comunicação é criptografada e definir a porta de comunicação criptografada. Os agentes enviam um heartbeat periódico para um consolidador que ajuda a garantir o funcionamento correto do agente. Em resposta ao heartbeat, o consolidador permite que o agente saiba se as regras do agente precisam ser atualizadas. Quando um agente começa a usar as regras atualizadas, ele gera um evento com um ID de evento de 21240. Compreendendo os consolidadores e os gerenciadores de agentes O consolidador faz parte da camada Lógica. O consolidador é um serviço executado em um número selecionado de computadores em um grupo de configuração. Um consolidador recebe as informações coletadas de agentes e realiza ações centrais especificadas pelas regras de processamento, atua como um agente no computador do consolidador e fornece a funcionalidade do gerenciador de agentes. A figura a seguir ilustra as funções de um consolidador. Funcionalidade do consolidador Os consolidadores recebem informações coletadas de agentes. Os consolidadores realizam ações centrais especificadas pelas regras de processamento como, por exemplo, executar um script ou arquivo em lote ou notificar um operador sobre uma condição detectada. Os consolidadores também enviam informações para o DAS.
  8. 8. 8 Se ocorrer uma alteração em uma regra de processamento que se aplique a um agente em um computador na lista de computadores gerenciados, o consolidador garantirá que as regras de processamento mais recentes cheguem até o agente. O consolidador envia essas regras de processamento aos agentes quando o agente está instalado e sempre que as regras mudam. Você pode configurar com que freqüência os consolidadores irão controlar as alterações nas regras. Os consolidadores podem encaminhar alertas para outro grupo de configuração. Agente no computador do consolidador Um consolidador atua como um agente no computador em que está instalado. O consolidador realiza todas as ações executadas pelos agentes nos computadores remotos. Como o consolidador fornece os mesmos serviços que um agente, o MOM não instala agentes separados nos computadores consolidadores. Funcionalidade do gerenciador de agentes O consolidador inclui um gerenciador de agentes associados. O gerenciador de agentes é responsável pela instalação e configuração de agentes em todos os computadores definidos nas regras do computador gerenciado. Você pode usar curingas e expressões regulares para definir as regras do computador gerenciado. A lista de computadores gerenciados, o resultado das regras do computador gerenciado, é uma lista dinâmica de computadores que pode mudar conforme você adiciona, remove e altera os computadores em sua empresa. É possível criar e modificar as regras do computador gerenciado usando o MOM Administrator Console. Periodicamente, o gerenciador de agentes examina quaisquer alterações nos computadores que correspondem às regras do computador gerenciado. O gerenciador de agentes pode então instalar, desinstalar e reconfigurar agentes nos computadores da lista de computadores gerenciados, conforme necessário. O gerenciador de agentes pode realizar essas funções automaticamente ou realizá-las somente após sua aprovação. O gerenciador de agentes instalará um agente em um computador apenas se esse computador pertencer a um grupo de computadores. Por que usar vários consolidadores e gerenciadores de agentes? Os grupos de configuração podem conter mais de um consolidador. Ter mais de um consolidador em um grupo de configuração pode ser necessário pelos seguintes motivos:  Escalabilidade  Redundância  Partições de segurança  Coleta de dados através de um firewall Escalabilidade Se quiser facilitar a carga em um consolidador tendo diferentes conjuntos de relatórios de agentes em diferentes consolidadores, instale vários consolidadores em um grupo de configuração para obter escalabilidade. Você pode incluir um subconjunto de computadores monitorados no grupo de configuração na lista de computadores gerenciados de um consolidador e outro subconjunto de computadores monitorados na lista de computadores gerenciados de outro consolidador. Configurando vários consolidadores em um único grupo de configuração, você distribui a carga entre diversos computadores. Vários consolidadores para escalabilidade também são redundantes. Redundância O Microsoft Operations Manager 2005 pode oferecer ao consolidador redundância nos grupos de configuração, o que garante que os dados serão colocados no banco de dados mesmo que um consolidador esteja indisponível por algum motivo. Os consolidadores são redundantes se estão no mesmo grupo de configuração, conectam com o mesmo banco de dados e usam a mesma conta de serviço. Se um consolidador estiver indisponível, os agentes que geralmente enviam dados para o DAS através dele poderão enviar dados para um consolidador redundante. Os consolidadores que usam
  9. 9. 9 contas de serviço diferentes (contas que estão localizadas em diferentes partições de segurança) não são redundantes. Vários consolidadores para escalabilidade não estão simplesmente inativos até que outro consolidador se torne indisponível. Cada consolidador pode gerenciar seus próprios agentes e atua como um consolidador redundante, quando necessário. Se você configurar um consolidador e gerenciador de agentes associados sem regras do computador gerenciado, esse consolidador ficará inativo até que outro consolidador se torne indisponível. Quando um gerenciador de agentes instala um agente em um computador, ele identifica seu consolidador associado como o consolidador primário desse agente. Os agentes enviam heartbeats periódicos para o consolidador primário para relatar a disponibilidade do computador do agente. Em resposta a um heartbeat do agente, o consolidador envia as regras atualizadas do agente. Se um agente não receber uma resposta ao enviar um heartbeat para o seu consolidador primário, ele se conectará a um consolidador redundante. Depois de conectado com o consolidador redundante por um período de tempo configurável, o agente tentará seu consolidador primário. O agente continua tentando seu consolidador primário em intervalos de tempo especificados. Quando o computador do consolidador primário fica novamente disponível, o agente detecta a disponibilidade e restaura a comunicação. Os Management Pack Modules (Módulos de gerenciamento) contêm regras de processamento que geram alertas quando um consolidador está indisponível e um consolidador redundante assume. Partições de segurança Para que um grupo de configuração monitore seus computadores em diferentes domínios do Windows e os domínios não compartilhem uma conta de serviço comum, instale vários consolidadores para partições de segurança. Um consolidador deve efetuar logon usando uma conta de serviço com privilégios de Administrador em todos os computadores na sua lista de computadores gerenciados. Ele deve ter privilégios suficientes para instalar e desinstalar agentes. Para que um grupo de configuração inclua agentes em diferentes domínios e para que os domínios não compartilhem uma conta de serviço comum, configure um consolidador individual para os agentes em cada domínio. Cada computador do consolidador usa uma conta de serviço com privilégios de Administrador para os computadores em um domínio. As partições de segurança oferecem a você mais segurança e flexibilidade ao projetar grupos de configuração. Você pode projetar um grupo de configuração que inclua agentes de diferentes domínios sem ter uma conta de serviço exclusiva com privilégios de Administrador em todos os domínios. Coletando dados através de um firewall O Microsoft Operations Manager 2005 pode monitorar computadores fora de um firewall. Para monitorar computadores fora de um firewall, você deve instalar os agentes manualmente nos computadores que serão gerenciados e que estão fora de sua rede interna. Compreendendo os servidores de acesso a dados O DAS faz parte da camada Lógica. A maioria das solicitações de dados do banco de dados e todas as solicitações para inserir dados no banco de dados passam pelo DAS. O DAS vincula os consolidadores, o MOM Administrator Console e o servidor Web Console ao banco de dados. Observação O MOM Reporting não usa o DAS para solicitar dados do banco de dados. O MOM Reporting usa uma conexão ODBC com o banco de dados, autenticada pelo Windows 2000. Funcionalidade do DAS Os componentes do DAS têm como base a plataforma de acesso a dados universal da Microsoft e usam interfaces de programação do aplicativo OLE DB para enviar e receber dados do banco de dados. Os componentes do DAS são instalados nos Serviços de componentes, o qual oferece desempenho aprimorado, usando pool de objetos. O DAS oferece lógica centralizada de acesso ao banco de dados, lógica de consulta centralizada, cache compartilhado de informações sobre o agente e o evento e conexões agrupadas com o banco de dados. O DAS recebe as informações enviadas pelos consolidadores e as insere no banco de dados. O DAS também encaminha as regras de processamento, com base nas regras atuais de agrupamento do
  10. 10. 10 computador, do banco de dados para os consolidadores. Os consolidadores enviam essas regras de processamento para os agentes. O DAS mantém a consistência e os logs dos dados. Por exemplo, quando alguém altera o estado da resolução de um alerta, o DAS registra todas as alterações de configuração, juntamente com o nome do usuário que fez a alteração. Por que usar vários servidores de acesso a dados? Os grupos de configuração podem conter mais de um DAS. Ter mais de um DAS em um grupo de configuração pode ser necessário pelos seguintes motivos:  Escalabilidade  Redundância Escalabilidade Quando um componente ou uma interface tenta enviar ou recuperar dados do banco de dados, um deles solicita um DAS do computador do banco de dados. O computador do banco de dados determina o DAS mais disponível e fornece-o para o componente ou para a interface que está solicitando um DAS. Ter mais de um DAS em um grupo de configuração pode distribuir a carga. Redundância O Microsoft Operations Manager 2005 pode oferecer redundância de DAS em um grupo de configuração, o que garante que os dados serão colocados no banco de dados mesmo que um DAS esteja indisponível por algum motivo. Com vários servidores de acesso a dados, o computador do banco de dados determina o DAS mais disponível e fornece-o para o componente ou para a interface que está solicitando um DAS. Um DAS não precisa ter a mesma conta de serviço para ser redundante. Se um consolidador e um DAS estão no mesmo computador, o consolidador geralmente conecta-se com esse DAS, enquanto as interfaces geralmente conectam-se com qualquer DAS que não esteja sendo usado pelos consolidadores. Um componente ou uma interface continuará a usar o mesmo DAS até que o serviço dele seja interrompido por algum motivo. Os consolidadores regularmente recebem do banco de dados informações atualizadas sobre o DAS, portanto, em 30 minutos, cada consolidador saberá se um DAS falhou ou se um novo DAS foi adicionado ao grupo de configuração. Todos os DAS podem estar ativos ao mesmo tempo. O Microsoft Operations Management Pack Module contém diversas regras de processamento que geram alertas quando um DAS está indisponível e um DAS redundante assume. Compreendendo o banco de dados O banco de dados faz parte da camada Dados. O banco de dados é o recurso de armazenamento central de eventos, alertas, dados de desempenho, regras e scripts. O Microsoft Operations Manager 2005 dá suporte para bancos de dados do Microsoft SQL Server 2000. O banco de dados consiste no banco de dados primário, que contém tabelas, índices, telas e procedimentos armazenados e no log de transações. O programa de instalação do Microsoft Operations Manager Express pode instalar o MSDE, se o SQL Server 2000 ainda não estiver instalado, o qual dá suporte para até 2 GB de dados. Compreendendo as interfaces As interfaces do Microsoft Operations Manager 2005 permitem monitorar os computadores e configurar a funcionalidade do produto. Os grupos e as contas com base no Windows restringem o acesso à funcionalidade do produto nas interfaces. Esses grupos estão associados às funções do produto. As contas dentro do grupo podem realizar tarefas associadas à função. A interface do MOM Administrator Console fornece monitoração central e configuração do MOM através dos snap–ins do Microsoft Management Console (MMC). O Web Console fornece exibições das informações do banco de dados que podem ser acessadas nas plataformas do Windows que dão suporte
  11. 11. 11 para o Microsoft Internet Explorer. O MOM Reporting permite agendar e gerar automaticamente relatórios com base nos dados no banco de dados. MOM Administrator Console O MOM Administrator Console fornece o ponto de configuração e monitoração central no Microsoft Operations Manager. O MOM Administrator Console consiste em aplicativos snap–in que fornecem funcionalidade de monitoração e configuração. O snap–in do Microsoft Operations Manager fornece uma estrutura para os seguintes snap–ins: Monitor Usado para criar exibições de alertas, computadores, atributos do computador, grupos de computadores, eventos e dados de desempenho com base nos critérios selecionados. Também usado para monitorar o status do componente do produto. Rules Usado para criar novos atributos do computador, regras de agrupamento do computador, regras de processamento e scripts e para criar e gerenciar grupos de notificações. Configuration Usado para configurar agentes, consolidadores e gerenciadores de agentes. O MOM Administrator Console pode integrar-se a aplicativos de permissão de problemas de terceiros, bases de conhecimento do cliente e aplicativos comerciais do cliente. O snap–in Monitor fornece um menu de contexto que pode ser personalizado e ampliado para incluir aplicativos, comandos ou arquivos em lote nas tarefas personalizadas. Clicar com o botão direito do mouse no painel de detalhes do Monitor exibe o menu personalizado e contextual no qual você pode selecionar a tarefa personalizada e enviar o item selecionado para esse aplicativo. O MOM Administrator Console permite visualizar mais de um grupo de configuração por vez. Web Console O Web Console permite visualizar informações do banco de dados em qualquer plataforma do Windows que dê suporte para o Microsoft Internet Explorer. O Web Console oferece monitoração remota e acesso fácil para os administradores móveis. O Microsoft Operations Manager 2005 usa páginas ASP e um computador com o Microsoft Internet Information Services para fornecer uma exibição completa de todas as informações coletadas. O servidor Web Console conecta-se com o banco de dados por meio do DAS. Usando o Web Console, você pode ver muitas exibições diferentes das informações do banco de dados. Você pode ver exibições relacionadas a eventos, alertas, computadores e desempenho. É possível criar exibições personalizadas para situações específicas como, por exemplo, todos os alertas de erro crítico. A página inicial do Web Console é o Portal, a qual fornece exibições personalizáveis e previamente configuradas para áreas de gerenciamento específicas. Observação O Web Console fornece recursos de monitoração. Ele não fornece o recurso para definir regras ou configurar componentes do produto. MOM Reporting O MOM Reporting pode fornecer centenas de relatórios padrão. Esses relatórios incluem monitoração geral do sistema, relatórios de auditoria de operação e segurança e gráficos úteis para o planejamento de capacidade ou a análise de desempenho. O MOM Reporting usa uma versão em tempo de execução do Microsoft Access 2000 e uma conexão ODBC, autenticada pelo sistema operacional, para o banco de dados. É possível gerar relatórios mediante solicitação ou em horários agendados e salvá-los no formato HTML para exibição em um navegador da Internet ou vinculados ao MOM Administrator Console ou ao Web Console. Se você tiver a versão completa do Microsoft Access 2000 ou posterior, é possível personalizar os relatórios para que atendam às suas necessidades específicas ou fornecer relatórios em formatos alternativos de planilhas ou email. A Ajuda do MOM Reporting fornece descrições de cada relatório. Clique no relatório e, em seguida, clique com o botão direito do mouse para selecionar Report Help. O MOM Reporting fornece diversas categorias de relatórios, dependendo dos Management Pack Modules licenciados: Relatórios do Active Directory Monitoram a disponibilidade, resumem a topologia do domínio, monitoram o processador, a memória e a utilização do disco e fornecem informações sobre duplicação.
  12. 12. 12 Relatórios do Exchange Server Resumem a utilização dos recursos do Exchange Server, o tamanho da caixa de correio e da pasta, os eventos de operações comuns do Exchange, os contadores de desempenho e os padrões de tráfego de email. Relatórios do Internet Information Server Resumem os contadores de desempenho e os eventos relacionados às operações comuns do Internet Information Services (IIS). Relatórios do Microsoft Operations Manager Resumem as ações e as operações do Microsoft Operations Manager 2005. Relatórios do Remote Access Service Resumem os eventos de conexão do RAS. Relatórios do SQL Server Resumem a utilização do SQL Server, os eventos relacionados à operação e os contadores de desempenho. Relatórios do Windows 2000 Resumem as atividades da rede como, por exemplo, desempenho, disponibilidade e planejamento da capacidade das conexões, dos trabalhos em spool, do processador, da memória e do disco. Relatórios do Windows Terminal Server Resumem as sessões totais do Windows Terminal Server, a utilização de memória e do processador e a disponibilidade do serviço. Grupos de regras e Management Pack Modules O Microsoft Operations Manager 2005 (MOM) é um sistema com base em regras. As regras agrupam computadores semelhantes, determinam como processar a maioria das informações que você deseja monitorar e definem ações que o MOM executará. É possível criar dois tipos de regras: Regras de agrupamento de computadores Especificam grupos de computadores. Regras de processamento Especificam como o MOM coleta e manipula as informações e como responde a elas. Grupos de regras de processamento permitem categorizar as regras de processamento. Por exemplo, é possível criar um grupo de regras de processamento chamado Alta segurança para processar regras relacionadas à segurança. Você pode associar um grupo de regras de processamento a um grupo de computadores para executar regras de processamento em computadores específicos. O MOM inclui Management Pack Modules (Módulos de gerenciamento), que são regras de grupos de computadores e de processamento predefinidas para o monitoramento de aplicativos ou ambientes específicos. Compreendendo grupos de computadores O Microsoft Operations Manager 2005 permite agrupar computadores semelhantes para monitoramento e gerenciamento, o que, por sua vez, permite monitorar e gerenciar o grupo em vez de cada computador específico. O monitoramento e o gerenciamento de grupos de computadores economiza tempo e esforços, além de minimizar as etapas de configuração. Regras de agrupamento de computadores definem esses grupos de computadores. É possível agrupar computadores com base em seus domínios, no nome do computador ou em atributos, como a versão do sistema operacional ou os aplicativos instalados. Também é possível identificar computadores de forma a sempre incluí-los ou excluí-los do grupo de computadores, independentemente de suas outras características. Você também pode nomear o grupo de computadores. O nome permite incluir facilmente um grupo de computadores em outros grupos de computadores. Os grupos de computadores são dinâmicos. Por exemplo, um grupo de computadores de todos os computadores com Windows 2000 inclui todos os computadores que estavam executando o Windows 2000 quando a regra foi criada, além de todos os novos computadores nos quais o Windows 2000 está instalado. Se você remover o Windows 2000 de um computador, ele deixará de fazer parte da regra de agrupamento de computadores. O Gerenciador de agentes examina os computadores gerenciados para controlar e implementar essas alterações. As regras de agrupamento de computadores são criadas e aplicadas em apenas um grupo de configuração. Além disso, as regras de agrupamento de computadores criadas em um grupo de configuração não se aplicam a outros grupos de configuração. Por domínio e nomes de computador
  13. 13. 13 Você pode agrupar computadores usando os seus domínios ou nomes de computador. O Microsoft Operations Manager permite identificar o domínio ou o nome do computador usando caracteres curinga, expressões regulares ou expressões regulares Booleanas. Observação O Gerenciador de agentes do MOM não busca computadores com base em seus endereços IP. Observação O uso de caracteres curinga pode diminuir o desempenho. Por atributos de computador Você pode agrupar computadores usando as características que apresentam em comum. Essas características são chamadas de atributos. Ao criar uma regra de agrupamento de computadores usando atributos, você pode optar por atributos preexistentes ou criar os seus próprios atributos. Um novo atributo de computador é criado com base em um valor ou em uma chave do Registro. Em seguida, esse atributo pode ser usado para criar uma regra de agrupamento de computadores. Quando o Microsoft Operations Manager 2000 avaliar a regra, localizará todos os computadores com esse atributo e os incluirá no grupo de computadores. Por exemplo, usando atributos, você pode criar grupos de computadores contendo todos os computadores que estão executando o Windows 2000. Observação Dependendo dos Management Pack Modules licenciados, os grupos de computadores com Windows 2000 e com Microsoft Exchange podem estar predefinidos. Você também pode criar grupos de computadores usando atributos e outros grupos de computadores. Por exemplo, você pode criar um grupo de computadores contendo todos os computadores com Windows 2000 que não estejam executando o Microsoft Exchange. Por inclusão ou exclusão É possível adicionar computadores a um grupo de computadores incluindo-os. Os computadores incluídos sempre fazem parte do grupo de computadores, independentemente de suas outras características. Se a sua empresa incluir computadores a serem monitorados fora de um firewall, será necessário classificá-los manualmente em grupos. Esses grupos não podem ser buscados automaticamente. De maneira alternativa, você pode excluir computadores de um grupo de computadores. Os computadores excluídos nunca fazem parte do grupo de computadores, independentemente de suas outras características. As exclusões têm precedência sobre as inclusões. Executando tarefas do computador Você pode acessar a Ajuda do Microsoft Operations Manager no menu Help da barra de menus. Além disso, pode exibir a Ajuda correspondente a uma janela específica do MOM Administrator Console clicando em Help nessa janela. A Ajuda fornece conceitos, procedimentos passo a passo, descrições de relatórios e janelas, informações sobre scripts e definições de ícones e glossários. A Ajuda fornece instruções específicas para executar tarefas do grupo de computadores e do atributo do computador, como criar um atributo do computador e modificar propriedades do grupo de computadores. Para exibir a Ajuda passo a passo para uma tarefa específica do computador 1. Clique em Help na barra de menus. 2. Clique em Help on Microsoft Operations Manager no menu Help. 3. Expanda How To no painel esquerdo. 4. Expanda Computer Tasks no painel esquerdo. 5. Expanda Configuring Computer Monitoring ou Monitoring Computers no painel esquerdo. 6. Clique na tarefa desejada no painel esquerdo. Compreendendo grupos de regras de processamento As regras de processamento definem como o Microsoft Operations Manager 2000 coleta e mainpula as informações e como responde a elas. Grupos de regras de processamento mantêm e categorizam as regras de processamento. Por exemplo, um grupo de regras de processamento chamado Microsoft SQL Server contém regras de processamento relacionadas ao Microsoft SQL Server. O agrupamento de regras de processamento permite associar mais de uma regra de processamento a um grupo de computadores.
  14. 14. 14 Os grupos de regras de processamento também podem conter outros grupos de regras de processamento. Os grupos de regras de processamento fornecidos como parte dos Management Pack Modules contêm informações específicas da Microsoft Knowledge Base que definem o objetivo, os recursos e a configuração do grupo de regras de processamento. Associando grupos de regras de processamento a grupos de computadores Você deve associar, ativar, desativar ou herdar um grupo de regras de processamento com relação a um grupo de computadores para que o Microsoft Operations Manager avalie regras de processamento específicas em computadores específicos. Por exemplo, é possível associar um grupo de regras de processamento chamado Alta segurança a um grupo de computadores chamado Contabilidade. Todas as regras de processamento do grupo Alta segurança serão avaliadas em computadores do grupo Contabilidade. A avaliação das regras de processamento em todos os computadores do grupo de computadores garante a coleta e o gerenciamento de dados semelhantes. Com o uso do snap-in Monitor, é possível criar uma exibição de monitoramento apenas dos computadores desse grupo de computadores. Se você associar um grupo de computadores a um grupo de regras de processamento pai, as regras do grupo de regras pai e do grupo de regras filho serão avaliadas nos computadores do grupo de computadores. Se você possui grupos de regras de processamento pai e filho, convém associar os grupos filho individuais a grupos de computadores em vez de associar o grupo pai a grupos de computadores. Um grupo filho pode ter mais de um grupo pai. Também como regra geral, se você associar o grupo de computadores A ao grupo de regras pai 1 e o grupo de computadores B ao grupo de regras filho 1.1, o grupo de regras 1.1 será avaliado em computadores dos grupos A e B. Executando tarefas do grupo de regras de processamento Você pode acessar a Ajuda no menu Help da barra de menus. Além disso, pode exibir a Ajuda correspondente a uma janela específica do MOM Administrator Console clicando em Help nessa janela. A Ajuda fornece instruções específicas para executar tarefas do grupo de regras de processamento, como criar um grupo de regras de processamento e associar um grupo de regras de processamento a um grupo de computadores. Para exibir a Ajuda passo a passo para uma tarefa específica do grupo de regras de processamento 1. Clique em Help na barra de menus. 2. Clique em Help on Microsoft Operations Manager no menu Help. 3. Expanda How To no painel esquerdo. 4. Expanda Processing Rule Tasks no painel esquerdo. 5. Expanda Working with Processing Rule Groups no painel esquerdo. 6. Clique na tarefa desejada no painel esquerdo. Compreendendo os Management Pack Modules A Microsoft fornece várias soluções predefinidas e prontas, chamadas de Management Pack Modules. Os Management Pack Modules são conhecimentos prontos para monitoramento e gerenciamento de aplicativos e ambientes específicos. Eles fornecem experiência imediata e abrangente do Windows 2000. Os Management Pack Modules são agrupados em Management Packs, como o Base Management Pack fornecido com o Microsoft Operations Manager 2005. Você pode carregar os componentes do Management Pack Module e iniciar imediatamente o gerenciamento especializado de eventos e desempenho. Usando Management Pack Modules Os Management Pack Modules fornecem grupos de regras de processamento, grupos de computadores e regras de processamento específicos, tais como filtros, alertas e regras para amostragem e limite de desempenho. Além disso, fornecem atributos de computador predefinidos, provedores, conteúdo de
  15. 15. 15 script e os links para a Microsoft Knowledge Base, bem como modos de exibição públicos e grupos de notificação padrão. Management Pack Modules específicos são fornecidos com o Microsoft Operations Manager 2005 e você pode licenciar separadamente outros Management Pack Modules. É possível instalar Management Pack Modules durante o processo de instalação ou importando-os. A Microsoft oferece Management Pack Modules revisados, atualizados e adicionais à medida que são desenvolvidos. Você pode importar Management Pack Modules atualizados preservando, ao mesmo tempo, qualquer alteração feita nas versões anteriores. Além disso, pode exportar os Management Pack Modules. É possível optar por exportar um grupo de regras de processamento. Isso fará com que o processo de exportação também exporte todos os grupos de computadores, provedores de dados, scripts e outras informações necessárias para as regras de processamento nos grupos. As informações exportadas constituem um Management Pack Module. A lista a seguir é uma amostra dos Management Pack Modules disponíveis:  Default Event Collection for Microsoft Windows NT and Windows 2000 (Coleção de eventos padrão para Microsoft Windows NT e Windows 2000)  Microsoft Windows 2000 Active Directory  Microsoft Windows 2000 Operating System (Sistema operacional Microsoft Windows 2000)  Microsoft Internet Naming Service (Serviço WINS)  Microsoft Routing and Remote Access Service (Serviço de roteamento e acesso remoto da Microsoft)  Microsoft Transaction Server  Microsoft Internet Information Server  Microsoft Systems Management Server  Microsoft Operations Manager Executando tarefas do Management Pack Module Você pode acessar a Ajuda no menu Help da barra de menus. Além disso, pode exibir a Ajuda correspondente a uma janela específica do MOM Administrator Console clicando em Help nessa janela. A Ajuda fornece conceitos, procedimentos passo a passo, descrições de relatórios e janelas, informações sobre scripts e definições de ícones e glossários. A Ajuda fornece instruções específicas para a execução de tarefas do Management Pack Module, tais como modificar propriedades do grupo de regras de processamento e importar um Management Pack Module. Os Management Pack Modules contêm grupos de regras de processamento e regras de processamento. Portanto, as tarefas relacionadas aplicam-se aos Management Pack Modules. Para exibir a Ajuda passo a passo para uma tarefa específica da regra de processamento 1. Clique em Help na barra de menus. 2. Clique em Help on Microsoft Operations Manager no menu Help. 3. Expanda How To no painel esquerdo. 4. Expanda Processing Rule Tasks no painel esquerdo. Expanda um dos títulos a seguir no painel esquerdo:  Working with Processing Rule Groups  Working with Processing Rules  Working with Data Providers  Working with Notification Groups  Working with Scripts Clique na tarefa desejada no painel esquerdo. Informações coletadas O Microsoft Operations Manager 2000 (MOM) pode coletar uma série de informações de várias fontes diferentes. Com o uso de regras de processamento, você pode especificar como o MOM coleta e manipula as informações e como responde a elas.
  16. 16. 16 As regras de processamento definem as informações que o MOM coleta e mantém no banco de dados. Por exemplo, podem especificar quais eventos disparam alertas, como esses alertas são processados e quais eventos são filtrados no banco de dados. Compreendendo provedores O Microsoft Operations Manager 2005 coleta informações em várias origens, chamadas de provedores. As regras de processamento definem o provedor das informações que você deseja coletar. Salvo indicação em contrário, o termo provedores refere-se a provedores do MOM neste manual. O MOM pode coletar informações dos seguintes tipos de provedores: Logs de eventos do Windows Fornece eventos gerados pelo Windows. Provedores de logs do aplicativo Fornecem eventos de arquivos de log do Microsoft Internet Information Services (IIS), arquivos de log de rastreamento do SQL Server, arquivos de log ASCII genéricos e arquivos syslog do UNIX. Provedores de eventos programados Fornecem eventos gerados pelo MOM em horários agendados. Provedores de eventos do WMI Fornecem eventos do Windows Management Instrumentation (WMI), como traps SNMP enviados ao computador ou outro evento do WMI. Provedores de dados numéricos do WMI Fornecem exemplos de valores numéricos do WMI. Provedores internos Fornecem eventos gerados internamente pelo MOM, por exemplo, quando um heartbeat de agente não ocorre no horário especificado. Os provedores internos também fornecem eventos criados por scripts. O provedor interno está disponível somente em regras de processamento do Management Pack Module (Módulo de gerenciamento). Compreendendo eventos Os eventos constituem a maioria das informações que o Microsoft Operations Manager 2005 coleta dos provedores. Um evento é uma ocorrência significativa no sistema ou em um aplicativo. Salvo indicação em contrário, o termo eventos refere-se a eventos do MOM neste manual. O MOM monitora eventos registrados no Windows 2000 e outros logs de eventos, além de responder a eventos programados, eventos ausentes e eventos gerados por scripts. Eventos Os computadores monitorados registram eventos em logs de eventos específicos e o Microsoft Operations Manager 2005 coleta eventos desses logs. O MOM pode coletar eventos dos seguintes logs de eventos do Windows 2000 e do Windows NT: Aplicativo Registra eventos de aplicativos no computador. Sistema Registra eventos de componentes do sistema. Segurança Registra eventos com base em opções de segurança especificadas. Servidor DNS Registra eventos do servidor do serviço de nomes de domínios (DNS) em computadores que estão executando o Windows 2000 e posterior. Duplicação de arquivos Registra eventos do serviço de duplicação de arquivos em computadores que estão executando o Windows 2000 e posterior. Serviço de diretório Registra eventos do serviço do Active Directory em computadores que estão executando o Windows 2000 e posterior. Eventos de log do aplicativo Alguns aplicativos criam os seus próprios arquivos de log de texto. Com o Microsoft Operations Manager 2000, você pode monitorar as mensagens ou os arquivos de log do aplicativo a seguir:  Serviços do Microsoft Internet Information Server  Serviço World Wide Web  Serviço FTP  Serviço Gopher  Serviço de localizador na Internet
  17. 17. 17  Log de rastreamento do Microsoft SQL Server  Qualquer log genérico de uma linha Observação O Microsoft Operations Manager 2005 pode monitorar arquivos de log que os aplicativos anexam, ao contrário dos arquivos de log periodicamente substituídos por esses aplicativos. Para que o MOM monitore um arquivo de log genérico periodicamente substituído, crie um utilitário que monitore o arquivo de log substituído e anexe novas informações a outro arquivo de log. Configure o MOM para monitorar o arquivo de log anexado. Eventos ausentes Um evento ausente é um evento que deveria ocorrer em um intervalo de tempo especificado, mas não ocorreu. Você pode criar regras de processamento para eventos que devem ocorrer em um intervalo de tempo específico. Se o evento não ocorrer, será considerado ausente. Por exemplo, se você possui um procedimento de backup automatizado que deve ser executado em todos os computadores monitorados a cada 24 horas, pode criar uma regra de processamento para notificá-lo caso um desses backups não ocorra. Isso seria considerado um evento ausente. Eventos programados O Microsoft Operations Manager 2005 pode criar eventos programados, ou seja, eventos que são automaticamente criados com base em uma programação. Por exemplo, você pode testar uma vez por dia o software de notificação via pager de terceiros. É possível criar uma regra de processamento que gere um evento diário às 15h. Em seguida, você pode atribuir uma resposta de notificação para enviar um pager para um administrador de rede com uma mensagem de teste. Os eventos programados não são armazenados no banco de dados. Eventos do WMI O WMI exibe informações de gerenciamento, incluindo eventos e informações de configuração de computadores, como uma estrutura de banco de dados. O Microsoft Operations Manager 2005 pode monitorar eventos extrínsecos ou intrínsecos do WMI: Extrínsecos Eventos que são fornecidos ao WMI por outros aplicativos. Por exemplo, o MOM pode monitorar traps SNMP por meio de eventos extrínsecos do WMI. Intrínsecos Eventos gerados por alterações nos dados do WMI, como alterações de configuração em um computador. O MOM pode monitorar alterações de configuração, como status de serviços. Traps SNMP O Microsoft Operations Manager 2000 pode monitorar traps SNMP por meio de eventos extrínsecos do WMI. Um desvio SNMP é um pacote de informações enviado por um dispositivo de rede que está executando o protocolo SNMP. O SNMP é um protocolo com base em TCP/IP usado para monitorar e gerenciar dispositivos de rede. O dispositivo de rede pode ser um hardware, como um roteador, ou um computador executando qualquer sistema operacional. Um desvio SNMP é geralmente enviado em resposta a uma ocorrência, como uma interrupção de serviço. Alguns traps SNMP indicam a operação normal do sistema. Alterações de status de serviços O Microsoft Operations Manager 2005 pode monitorar alterações de listas de status de serviços por meio de eventos intrínsecos do WMI. Um evento do WMI é gerado quando um serviço é alterado de um dos estados a seguir para outro estado:  Parado  Iniciando  Parando
  18. 18. 18  Executando  Continuando  Pausando  Pausado Por exemplo, talvez você queira monitorar o spooler de impressão em um computador remoto. Você deseja saber se o serviço de spooler é interrompido por qualquer motivo. É possível criar uma regra de processamento que monitore o WMI com relação a um evento indicando que o serviço de spooler no computador foi interrompido e que gere um alerta quando esse evento ocorrer. Executando tarefas de eventos Você pode acessar a Ajuda no menu Help da barra de menus. Além disso, pode exibir a Ajuda correspondente a uma janela específica do MOM Administrator Console clicando em Help nessa janela. A Ajuda fornece conceitos, procedimentos passo a passo, descrições de relatórios e janelas, informações sobre scripts e definições de ícones e glossários. A Ajuda fornece instruções específicas para executar tarefas de eventos, como criar um alerta com base em um evento e exibir eventos. Para exibir a Ajuda passo a passo para uma tarefa específica do evento 1. Clique em Help na barra de menus. 2. Clique em Help on Operations Manager no menu Help. 3. Expanda How To no painel esquerdo. 4. Expanda Event Tasks no painel esquerdo. 5. Expanda Configuring Event Monitoring ou Monitoring Events no painel esquerdo. 6. Clique na tarefa desejada no painel esquerdo. Compreendendo dados de desempenho O Microsoft Operations Manager 2005 pode monitorar e criar gráficos de dados numéricos a partir do WMI. Os scripts também podem gerar dados de desempenho. Você pode criar regras de processamento definindo limites de desempenho que gerem um alerta quando forem ultrapassados. É possível monitorar propriedades numéricas do WMI com o MOM. No WMI, o espaço para nome é uma unidade para o agrupamento de classes e instâncias. Uma classe é a unidade básica de gerenciamento. Um objeto é um componente do sistema de hardware ou software representado como uma instância de uma classe do WMI e uma instância é a representação de um objeto gerenciado. A propriedade da instância de objeto contém o valor numérico que você deseja monitorar. Medida de desempenho O Microsoft Operations Manager 2005 mede o desempenho recolhendo amostragem de dados numéricos nos contadores de desempenho e no WMI. Você pode identificar tendências, coletando valores de acordo com a freqüência especificada e criando gráficos das informações. É possível identificar as propriedades numéricas do WMI a serem controladas. Por exemplo, o MOM pode monitorar o espaço livre em disco de um computador, coletando um valor em um intervalo especificado. Esses dados podem ser usados no planejamento da capacidade. A monitoração do espaço livre em disco fornece informações úteis para uso no planejamento de atualizações ou unidades adicionais. Limites de desempenho O Microsoft Operations Manager 2000 também pode monitorar computadores com relação a limites de desempenho usando contadores de desempenho do Windows 2000 ou valores numéricos do WMI. Você pode criar um valor de limite para que o MOM gere um alerta quando esse limite for ultrapassado. Por exemplo, é possível definir um valor de limite para o espaço livre em disco como sendo inferior a 20%. Se o exemplo de espaço livre em disco estiver abaixo do limite de 20%, o MOM poderá criar um alerta. Executando tarefas de desempenho
  19. 19. 19 Você pode acessar a Ajuda no menu Ajuda da barra de menus. Além disso, pode exibir a Ajuda correspondente a uma janela específica do MOM Administrator Console clicando em Help nessa janela. A Ajuda fornece conceitos, procedimentos passo a passo, descrições de relatórios e janelas, informações sobre scripts e definições de ícones e glossários. A Ajuda fornece instruções específicas para executar tarefas de desempenho, como recolher amostragens de contadores de desempenho e criar gráficos de dados de desempenho. Para exibir a Ajuda passo a passo para uma tarefa específica de desempenho 1. Clique em Help na barra de menus. 2. Clique em Help on Operations Manager no menu Help. 3. Expanda How To no painel esquerdo. 4. Expanda Performance Tasks no painel esquerdo. 5. Expanda Configuring Performance Monitoring ou Monitoring Performance no painel esquerdo. 6. Clique na tarefa desejada no painel esquerdo. Compreendendo critérios Você identifica as informações que deseja que o Microsoft Operations Manager 2000 processe especificando os seus critérios. Depois de especificar o provedor, é necessário definir os critérios que identificam o evento, o alerta ou os dados de desempenho específicos. Por exemplo, critérios específicos ajudam a diferenciar eventos. Critérios de eventos Para identificar eventos específicos do Windows, você pode especificar os critérios a seguir, bem como combinações desses e outros critérios:  Origem do evento  Número do evento  Tipo de evento  Texto descritivo  Usuário gerador do evento  Computador de origem  Domínio de origem  Computador no qual o evento está registrado  Domínio no qual o evento está registrado Critérios de alertas Uma regra de processamento de alertas requer que você identifique vários alertas aos quais atribuirá uma resposta. Para identificar alertas específicos, é possível especificar os critérios a seguir, bem como combinações desses e outros critérios:  Origem do alerta  Gravidade do alerta  Proprietário do alerta  Estado de resolução  Computador Critérios de desempenho Para identificar dados de desempenho, você pode especificar os critérios a seguir, bem como combinações desses critérios:  Contador  Objeto  Instância  Domínio  Computador

×