Revista Fantasma Edição 159

506 visualizações

Publicada em

HQ Fantasma Edição 159

Publicada em: Diversão e humor
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
506
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
10
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Revista Fantasma Edição 159

  1. 1. N. ° 159 NCI$ 0.50 Anovmo ' ! ID com Dl lr Í ' -s _M_ Wéézéfê/ #,434 A 94/4 cozgpno/
  2. 2. , . . , an_ _. . .lmiu ii¡ m . _:. .w. o;tswlnlll. .x, . : ._, .w_. w_m, _m _, _ . .í. ,.o. m_m , . . Miro , . «Wvláipl . V . .. .TOLOÓÍ q, , . ¡.11! 0.0.1. ÂWíljirdwfÚnfuÚ. , . v.. v.izaw. .r_l. i,l. m._l$w, ü.l. l,. .__. v , , , , _. ._*. Õ.tTÓHmÍ. I,ÍI, I.V. Ô.¡TÍ ÍJÍEÍLfÍUCIÓ âÓuWaÓh . . .F. Ix. ,¡. ._ , . ..Vâfluxf Óuíif. Ô¡Õ. Í. . .ÍÍQIiwÍwKÍEÍUÕ-Ír ÍIIÍÇÚHÍ. .., _ÍIIwÍxt-ÍEÓJÍV: imÍ-Ííu-. IÍIÍkÍ-*m. .Í. »i ÍEIIIÉÓ. _ _ _ _ _ _ _ _ $blllw§$r5llllvmrí «K P _ JA¡ l I§ . v Raw; V : ima . »vç v _ V à _ Ó M! . .P _clilà rir; ümamiloriw›ul, llo. v.d. › . . . . . , . .0mr. .0:! ,_; _, ..¡: ._O_L.7_. _t. ... .ÍIÍI. I.¡. O..0._ t. ,, ,. . ,. . , , Í, . x . , . iàiuÍÕiiÍ › »Mvufafüwílñ Llàwxllvd. . . . Ô J . mrMvÔ. ÍI1 _ , , . . . .. ! .. '.. .1., _.. .,. ., *Í. ..L- _. , . . , -¡Óvuí. .._ _ : _ . .r. ... lwl, ull. _'. u'u*. .r Llwjintu. _ÍIÍIÍ›, O.C. Ó._O_ , lnlmiiciéÓ. IIÍIJLÍA â. : na» 00.9.. : n Im 1.. .. u. . so. ; »¡n¡9o, ›_+ . ..n In; .não 4.¡ u . l. . . . _ . OOIII0,0ÓÔOIIIOÓÓFQIIIOOCQÔII . . . _ @aii IIIOICÍJU 11]. ›q›. w.. w 111k É , . ÍaÊÍÊZÓ . .llÍllsi. Ó.! .Ó_ , . . .O30 Ó_ . _ . Í . ( , VÍ_NI. I.¡. Í , ,.. .W. O.Ê. Ó. Íhr Fñ.0.1.§n . à VIFTIS. O  ll lili. 5.0:¡ *lWwwÍÕLÍ o. Ô . I . Q O ÍI. c. orbwml. j. 0 otfFlt 0 . v . O o 4 . mkwvpmuvm, .. ? › . .n u u. .e. f¡ . ..à w _ _ u u . . . _ . _ . ..p __Ó» , __, À _. o¡ u u. «co» , raw . IB. o. I l I -n›n' . ..lrJ L, : . .. v.. a¡¡_. ..e, » . v, , .,*, ÓÔ. "'ÕÓÇ: .A~' q Ilo f§.4lll@m. m®. ,4$'Q , _. . , v. . . f_ fall_ n I. |,. .r. .o . O4 . e I Iiowñuxo n» ? .?. ,w_. j_ . , . Í.  9 . ..I l, . ÃÍÉ›Í. Ó,O Till¡ 1.0.9 . Tila. a . Ó._. .T1^. ¡. Í.Ó T1IÓ¡J, '.Ó, . . .. . , _Li í_ . a . . . OJO. Ôzu| .o7ílt. Ó.. ..| .Ó. &.. Ó.Óru| Ú. Ô.Ó. Ó.. u| 9.010.. . . e_ I. .. Ongi. ÓwluíqÓ. í.ÓwÓnÔm¡. . . . . . . . . _ . 5.41* . , . . . , , . . .r _ . , _ , . . _ , . . . . . , e . .._ 4 . . . .__ . .. z, ,. , , L . . . . f . . . e , c ; ÀTGEÍ , ÓÓAÓuÍÊÉOTÓtÍ%. ʧ . I.-m. ._ E11, A35. ÓIÀIÓ_ É. ; Ó. «WÓ . . so. ílÍlTqÍlcatíí. IIÍIÍÍIIQCI). : %; ¡-¡9¡'. &nauti'uaiá Ilmlmnliuâul: : , .llmlmutfuimüzbv. ., _1 ir! , uÍ-l. .illulftf ÍIÍI, .I. «Í. Q.I¡Í. .. v _IIÚJ Ô Ó Í. QÇPEJUFÔ Ó. Ó. W V_Ó fEt. . v ? elllllLpÍ Ó V_§E. b., f Õ Ô, Ó ÓLQ, Í Ô _W Í. Í , oen¡n. +0»»¡¡¡o4o++¡, ¡.. ç.›c«»7n, ¡.. Woaoowfnnuâçoaann. .oçrçÍiuçÍvoçnn. looosnnu. çoo. nn, uçoto, çnn, uoç
  3. 3. /sfo é um , o/afô, »PM/ za #nít- gamenfe chamava-se "Mesa va/ a/íeng' e os macas dzzzam que @na ma# assomb/ vado. Âpanecza , Í a/ gum 9 _ antasma' f "' flr HCÔO que epa mars 5o' se íu/ eísse- "HÁ QUATROCEN TOS Amos, o ? RIMEJ- ou 509/705 550_ O ; n05 0505_ RO FANTASMA ESTABELECEU SEU LAR fafo e' que o / u- CDL/ ando os [n- FLORES NEGRA" 90/” 3/"0/ 00H51* dzos acharam Í - " 0/8/"06/0 fabu- / Vcío pode¡ que o / uga/ o 4 _o - mos U" / a erva ma/ -as- em arma, sqmbnaotgde- vovô F' warn ten seus maia/ os , e eu_ acnedzfç ne- ~~ l u "ATRAVÉS DOS SÊCULOS, os FANTASMAS PERCORRERAM r f o MUNDO, COMBATENDO o MAL! ” No DECORRER oêsse TEMPO, FORAM cer/ msg_- oo Noyos LARE5,E EscoNoEmJos. um oe- Lss E A ILHA DE EDEN, emos TODOS os AMI- MAFà VIVE/ W EYV? PAZ. FANTASMA N. ° ! S9 (Edição Colorida) b» Publicação da RIO GR4F_ICA ç EDITORA LTDA - _Smcretánoz Wilson Drum- Ma» mond - Redação. Admmmraçao e Oficinas: Rua Itaplru. 1209 7 ZC-14 -_ Rio de Janeiro, GB, Brasil -'- Telefone: 234-2000 (réde interna) - Endereço telegráhco: "Globomve- ni! " -- Caixa Postal 4.662 - Departamento de Publicidade: Run Itgpxtu, 91209, 5." andar. -v Telefone: 234-2000 (D , mdas 17,30 h - 234-2001) - Sucursal de Sao Paulo: Av. Sâo Luis. 258. 19.9 andar - Tel. : _ #$911 (rqédelntenla) - Sucursal de Belo Horizonte: Rua Tupxs, ?A33 - 'Delafuner 224981124 Número avulso: Ncrs 0.50 - Número atrasado: NCrS 0.52 Copyw-tght King Postura¡ Sudan: j a
  4. 4. NAS Anems DouRAoAs os Nasua-Wee, NA, EUROPA¡UIV| :acompanha-o mas ENCONTRA-SE A FAMQSA CASA o: - JADE- RuwAs os um cAaTsLo. o PALÁCIO NUPCIAL DO FANTASMA. No N§vo Mun oo, um FANTÁSTICO PLATO NO DESERTO CHAMADO 'MesA AÍALKER". FI confusão , já pas- SOU E VOCE PPG/ T?? - íeu levar-ame ao "nmhojoana con- tan-me como aqu/ /a começou. camp/ ao m(- nhas pnomes- sas, Dzana. ' Lá' esfd ê/ esDtàna/ O nesfo do fnq/ eto terna? de serv cabe/ j- to de aan/ vo e o( pe. IVMESA WALKER"- um PLATÕ ou: os (nome. aos VELHOS TEMPOS consu- SIDERAVAM TABU. / Vmgueín pan de [n la' l
  5. 5. NA BASE oo PLATÕ ma' uma CAVERNA OCULTA PELA 1 gas-ração. f uan o a gen e uso¡ Mwuros escoar-nf no soLo. .. Ebm cv/ /Í/ [o ? dream essas rooupas. Não : Ficam bem em mtm. Subíroemos num bg/ de, não e 7P uma »ocupa a vida tô- ¡ da, acaba se acosfu- com ela. Bem, uma", subm. Q_ 3,11%; . 'uñãmll 'í * F- Â Sun por» l _f_ aquê/ e bar/ de ' (ncnfvel. V_ 9 H paníasía / Yco/ ?3 . .Av-ii _ Segune-se beim? ” Esáamos wa» . A subíndo. ~. ›-: ¡_, :r a. , *v Opoço sempne exzsfzu, Dzana. Eai-uva cheio de . mal-ítem: vu/ cânt- , ca, de nafuneza_ . _; mo/ e, e ê/ es se Z¡- , *; e. mLtar-*am a es- _y '*' vaz[a'-/ o. ' conseggzínam abnt/ o esfe_ poço _cz/ é / a em cama / ' ; kms t; ,-_-í*~; ~_›_, ,..1~. .=~â= : . '. "›'_, ›.x~. í_¡__gg- -v . n <Í»- k _ *$333 ~¡xw. , . , No INTERIOR DO pLATõ, 'Como po( que os Depozà que a um POÇO o: 50o METROS genie aco fuma, ;aníasmas , e maLs acc! . 58415 00759905' * 5 Êaqbs desgo- . o/ he parva , qC/ ,o ue m” um E5 e baixo. E15 o q dàmaís me acostuma- rnec'. Oh, que vzsfa [inda . ' con fnapêso. Ja' asia/ mos na metade do camzhho.
  6. 6. M ê Nenhum de nós pode garantir que nõn corre risco de vida! Neste mesmo instante, enquanto voce es- tá lendo estas palavras, alguém está sendo vitima * de um assaltante. . . alguma casa esta senda rou- bada, alguma criança ou ancião esta sendo ma- lestadol Esta mensagem é trágica, porém verda- deira! NINGUÉM, SEJA HOMEM, MULHER OU CRIANÇA, ESTA COMPLETAMENTE SEGURO f EM SUA CASA OU NA RUA, DE DlA OU A NOI- - TE, NA CIDADE OU NO INTERIOR. Todos somos vitimas em potencial dos assaltantes e criminosas, que podem estar perto de nós. Que pode fazer va- cê para proteger-se e a sua família? Que medidas tomar para reduzir as probabilidades suas au de algum ser querida, de aparecer como vitimas nos cronicas dos iarnais? VOCE NAO l UM FlACO ¡NDEEESO! O SL GREDO DA DEEESA PESSOAL Í A TtCNlCA, E NAOA FORÇA! SÓ PREClSA "SABER COMO" Temos, finalmente: um cursa de defesa pessoal, verdadeiramente nova, seguro, simplificado e es- , pecialrnente preparado para que você e qualquer membro de sua família possa enfrentar na mo- mento preciso qualquer tipo de violência e se can- V verter em um "Arsenal Humana" de Defesa Pes~ soal. Em poucos minutos, diariamente no seu pró- pria lar, você podera fazer éste CURSO FAMlLlAR DE DEFESA PESSOAL, de Joe Weider. Logo nas primeiras lições do curso você começara a domi- nar táticas surpreendentemente simples, bósicas e preventivos, para evitar os perigos ria rua, em casa, viajando e ande quer que se encontre! Sem dúvida, as circunstâncias poderão obrigó-la à ne- í cessidade de lutar para defender sua vida ou a de alguém. Também estara preparada para lutar cam eficiência e dominar qualquer atacante. VOCE NAO ESTARÁ INDEFESO NUNCA MAIS! MAIS OE 100 FOTOGRAFIAS E AT! UM GAlOTlNHO e ¡Lusruçoes voaram : sr: cuaso na SIMPLES ou: vamu UTlLlZÁ-LO GARANTÍDO: Im Cine Familiar CI Bafana Pa-oal tudu IHU dnbualo po¡ JOE WIÍDII o Italo¡ treinador le CC-pohl Jonh Hi6. não «tati à nulo no¡ livraria¡ ou ne¡ banca de CADA LICAO l UM VERDADEIRO TRATADO SOBRE ARTE DE DEFESA PESSOAL Lição l _ Coma converter seu corpo, utilizando todos os seus membros em uma poderosa arma defensiva! Lição 2 _ Coma defender-se com SAVATE, a arte de utilizar as pés para derrubar em poucos segundos uma pessoa mais forte que você! lição 3 - Coma defender-se de atacantes armados de navalha, paus, correntes etc_ e ficar apto para desarmó-Ios. Lição 4 _ Como utilizar os tó~ ticas defensivos adotadas tam- bém pelas Polícias Secretas dos principais países da mundo. Lição 5 - Como dominar qual~ quer atacante com a melhor me- todo de defesa: 0 KARAYE. Lição 6 - Corno defender-se de dois au mais atacantes, cambi- nando boxe, luta livre, judô e outros métodos de defesa Uma SupenLiçõa. "NK CADA MEMBRO DE SUA FAMlLIA ESTARÁ APTO A PROTEGEfLSE A Sl MESMO, SEM UTlLlZAR NENHUMA ARMA! Este curso, ja' consagrada em muitas países, ensi~ nara a todo tomilia= a defender-se a'e situações perigosas e proteger-se por seus próprias recursos. . qn-uu. : ,_, _., _.. . Caixa Postal 27 ZC 07 - Rio de Janeiro _ GB s' Publicações Mr. Américo Ltda. lí f Moi mogistruhciilr ¡lvxtrndei para IMVMÍJO em um : Inatel Humanos de Delete hand. puder» do enfrenta: wi o¡ mui¡ atuantes, em qvolqirer mamada ou qualquer varia-za -i--unm-. -,i. -.. mnrr›rq. v Qro. ; q: Qi? -' em). . . ' . às. I 't perigo l ESTEJA CERTO DE QUE ! LES ESTÁO SEGUROS ENQUANTO VOC! (STN/ Ela AUSENTE! Deixe-os com confiança_ sabendo que ciso_ o q” lhe permitirá ficar mais tranqüilo Alguns minutas diariamente, durante uma ou duas semanas, e com a mesmo simplicidade cam que se aprende um ¡ôga novo, serão suficien- tes para que você e sua família sintom- se seguros. UMA DECISÃO FÁClL DE TOMAK E ECONOMIZAR! N: realidade cuiiuio pouco para prareacue a si' mesmo e a ! ua Iomiha, O d-sptndia para DE DEFESA FESSOAL, e insignificante, prin. cipiímenle levando-ae em conta ane ñ alga -ndcstmtivcl que vu¡ scr útil a voc! e o toda ronda que ! ue (uno e um artigo de primeiro necessidade para todos, estamos oferecendo eu: único comunidade de adquiri-Io, tam. bem em liçíxs avulsas como alerta de lança- mento, po-bm por tempo limitado. DEClDA AGORA MESMO! Para maior rapidez c uvuronço, enwe o : no60 Chaim, indicando a forma pela qua¡ descia adquirir em scnsacio. nal Cursa, anexando a valor correspondente e a modalidade de pagamento escolhida, parem AVRESSBSÉ! Não espera a perigo polo começar a protegem: a sl mesmo e a todo sua familia, O perigo não “pela . . pode apresentar-u M. : mesmo ou orriont-rs, esperamos que nunca. Ma¡ l irriporrgnrc ficar preparado! .1.'l't| ; fil: »all l u Han; ,-_¡¡1g_~_ Jtív 'UFS-H' lr. 4'I'I'. Vl; .1. _jztrlirwc t; 1 : n' nssxv "JW-vam till: r .1. *tllahiri A . nmczír *orange-macacos oeprri muito Ju: Deseja obter tãda ainda que peu¡ para deitada-me e noi meu¡ hr lavo¡ mio-m¡ ripideinum wir (URSO füllllll D( DEFESA R$011. n60 pelo [na regular d¡ ! K4 70,00 c sim plo paço eso-dal 6o lançando qo¡ inlko-lh¡ obdxo r : um e valor tonnpondsnlt. ,4«. . Elo uma camino nt r uçbrs por ; ari-im . . , . . . . . . . . . Dhnquinlu ligusibltcgporsõruom lição ID 11950 ? Cl Uria 3D CDUYIOHHO-IE A HAD ÍAIEI USO INDEVIDO WS (DHHELIHDÍTOS AWUIUW$ Í lilo “Van WWW¡ DOS ÉEGÍEWS K5¡ WIN A PE§OAS DEYBHHHIVAS nwsvr- -. _~. ›.¡_. ... ~ NOME COMPLETO tunriitço parir - CWADI : arenas pelas perdas au exlravioa, viondo c (no60 pelo Correio Aéreo, ltmpre registrado . . . ..um 38.00 icrrit. .. .N03 7,09 tola: [Mola LiçõoSÚ UKÉÚD IDADE ESTADO Por favor, taça sua rerrieua por valor dedarado, vale oeste¡ ou chi-ave ainda, 909mm no Rio de Janeiro-GB , en. Nao tlwnat dinheiro na envelope. 90|¡ não nos rexoonsotiin. 'r OFIIYA VALIDA SÓMENY¡ POR i0 DIAS poderão defender-sr. - no momento pre- - mas 6 licóes da orandiom CURSO FAMILIAR 7 familiar 9% todo vida. sem dúvida, missa-- - '
  7. 7. "EM E/ Poçaa : Assáaeaos maos 55m- DRE FwTARAM o PLATÕ. '7 MAIS TARDE, COMEÇ. ARANS A CHEGAR O5 CCLLÕPJÍZADORES. " -~à_: - O_5 : hai/ cs cizzem que e : amu e em gena/ têm : aaa vazões. '-/ z _z --. '~ /9 / nsídma do “nzn/ m" Come- ça / ngz to anfes do¡ ensfencza do pv¡ - memo #Em ! asma "O PLATÕ s' CONHECIDO como "lmss/ a WALKER. " / Vunca paçso pon a/ zí Ha você , onomefeu connenfes Conga/ ame q mamae/ ras. . /715 OMG des- fe pen/ rasca, 'o "W791 ' Fan/ asma. /s- "Q Vamos fo aqu/ @na “#7709704 um run/ za de 19/47/757- aguzas, _nao . , í_ v erva V "Fon NA Epoca sy ou: os nmwos os ESPANHA SIMGRAL/ AM AS AGUAS Dos sera MARES. " Por que mar/ aba . napaz/ n/; o ao en- Pnocwvo Expe/ «vmer/ Ís Cony” 01,075” A? .. H/J / ezrb aquê/ e cv/ z 50912102 nun? na. a / ÚL/ CÓ . ; wo. À * À _ _ E/ e fab À engnaçaob.
  8. 8. 1,¡ Caplíâo, pecou/ vo um / ezfo 7 nun? 4/[0 e manda/ vam- me a/ cm com Olsen/ zon. Não Zen/ m medo do mag capa . fão. Mui/ o bem. Pe/ o 5o- íaaue, vejo que e' es - ínangezho. você sena' meu a Jada/ vie. Mas pne- wno-o de que ía/ Vez não z/ o/femos. - E / /›e @ese/ vam que vamos fa- zer? uma wagem penzgosa 7-7 Ten/ vo con/ ,zan- Cnzsíoí/ âo w ça no senhora Co/ ombo, Como e' seu Éh, camada nome _9 com a l de nvadrwgada. “e” -' k No ALTO oA"MzsA wusnf o FANrAsMA cow-A A DnquA uMA HISTORIA BEM ANTIGA. O rupazinho esfnangemo vzaJa/ aa com o CCÍPÓÍÚÕ /04/50- Eníãadeue/ sen / ouc-o tambem e esfa' cansado Due ! em a 7ên/7a ven Co/ om- ca/ ma, [lo com ¡ Drana, es te ç/ ;egqre- / ugan7 mas / a. Co- . ; mo d/ sse o_ menlno Ot con/ notado.
  9. 9. A PRIMEIKA VIAGEM os COLOMBO - 88 uomsue s: cARAvELns: õAnrrA MARnA (100 TONELA- oAs) ~PlNTA (5o reuse_ nas) _ z AIfuA (4o -roueLAoAs . 3,43:: AGÕSTO . DE 1492, no 1 PORTO ESPANHOL os PALos. Loucos Í PaP/ 'em , oa/ va o' mor-vive. ” Como chega/ vemos ao Outer-Me na- vegando para - o Oczdenfe? AQUELA ÉPOCA, HAwA As uoâõçs MAvs AasuRoAs com RELAÇÃ 'A TERRA. Dana-se', POR EXEMPLO, cus MOMSTROS 'rsmdvsns CRL-As. _u › _. . 1.35,. : _ukft ' "à : a A "APESAR m vmezm CORRER sem ' PROBLÉMA5_, GUA9É -HOUVE UM MO- rw¡ PROVOCADO por? TRtPuLANTES Mzonosoen* ' 'Amm-. L, ozeous DE cwco SEMANAS, o amro ALEGRE. " Conse uz'- m05 c ego/ g uol/ Ef? ? ' › ' a ' Wav/ Ken . ' L FANTASMA
  10. 10. Para aquêles que querem "vencer na vida" RÁDIO . MECÂNICA INGLÊS TELEVISÃO ELETRONICA GERAL COM DISCOS RADio - TELEVISÃO ELETRÔNICA Capacite-se para ganhar dinheiro extra logo no inicio de seus estudos. executando diversos trabalhos tecnicos, para o qual sera preparado atraves de nossas modernas lições ' e um excelente conjunto de aparelhos que V. receberá como parte do ensinamento. sem custo adicional. Ao concluir os estudos V. sera um verdadeiro técnico em: Rádio e Televisão. Rádio-Difusão, Transistores. Frequência Modulada. e muitos outros ramos de. real interesse. MECÂNICA GERAL Sempre ha procura para um técnico competente. Aprenda: Reparação. Conservação e ajuste de motores Nacionais, - , Americanos e Europeus, Transmissões Automáticas. Siste- mas Elétricos e de injeção, Motores Industriais e Marítimos. V. recebe modernas lições e um excelente conjunto de ins- trumentos e analizadores profissionais, sem custo adicional. INGLES pelo Sistema AUDIO VISUAL Voce estuda, vendo. ouvindo e conversando. Tudo o que se requer e que você saiba ler e escrever. O comprovado "Sistema Audio-Visual HEMPHILL" lhe garante uma apren- dizagem perfeita do idioma inglés. Magnificas oportunidades para homens, mulheres e crianças. Hemphill Schools AV. S. LUIZ. 153 - LOJA 23 - C. P. n. ° 30.099- SÃO PAULO¡ Hemphill Schools Av. s. LUlI.153 : LOJA 23 - C. P. n. ° 30.099 MARQUE com x U RAD¡0.T_V_¡j Mec_ GERAL gmeLes¡ SAO pAU L0 o CURSO QUE NOME . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .. IDADE . . . . . . . .. l MAIS LHE ENDEREÇO . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . l 'NTERESSA CIDADE . ... ... ... ... .. . . ESTADO . ... ... .. . . ¡ escrava abaixo o nom¡ ao algum de sous amigos¡ que dcseiam progredir › | AJUDEA UM AMIGO l l l l | l l RECORTE O CUPÃO A0 LADO E : l l | _ AR U OM x NOME . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . ! DADE . ... ... ... .. ENVlE-NOS HOJE MESMO PARA M0 CSRÊOCQU¡ ENDEREÇO . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . MAIS LHE DIDADE . ... ... ... ... ... .. ESTADO . ... ... ... .. l INTERESSA E¡ RÁDlo-TN. DMEC. GERAL DiNGLEs ¡
  11. 11. 12 DE ouTuaRo DE 1492- emma¡- Ro DESEMBfiRGUE DE COLOMBO No Novo MUNDO. f . axar -= ;vaza "CoLoMso DESEMBARCOU NUMA lLHA, aq: : PERTEN ENTE Ao - BRQUIPELHGO DRS AHAMÀÊ. ” Dou-lhe o nome de %o Sah/ adoro', = E; ?'- _ ilha' Em Tomo posse desta 'fe/ ana em nome de Isabel e Penna/ ndo, nene de Esoanhcz. Ouen dize/ o . que seu ante'. passado. ,oaLi do pnzmec - ---- no Fantasma, vzoJou com Co/ ombo T** _ - a É "AcREDn-ANDo ou: : CHEGARA As lNDlAEuCOLOMBp ESPERAVA EN- conw-RAR PALACIOS sururuosos com *re-ros DE ouRo mAcrço. »- r. _ V j! -. __v L
  12. 12. "PriossEGumDO NA VIAGEM, DEscoeRiu UMA ILHA MAIQR, Our: JuLOOu sER O UAPAO. DEU-LHE o NOME DE CI- “No NATA DE 1492, coM A MADEIRA DA ~Au "oAmrA MARIA" OuE NAUERA- NSTPUIU A PRIMEIRA COLO - NIA, HOJE O HAlTl. ” Douor esía L/ ha o . , nome qe Hzspanto- l 1a ea este / ugan " Foníe A/ aI/ zaad/ "MAs os pALntios MITO APAnEcrAM; so RUDES cnoçns E' SELVAGENS e SEMINUS. " "o RAPAZ ^°RE“°'^ '°'°“^^5 Ha' cidades de our-vo com F-'AClLlDADE' E ASSIM NÃO ~ . TEVE' DIrIcuLDADE EM Apesar. P071?! - PP/ “QU/ "Úe g a e/ e onde faco/ m. DER o DIALETD uA-ruvon-on- MANDO-SE O IMTERPRETE". . a , . v¡ . ¡ 1 PARTIA DE VOLTA PARA A EsPAmI-IA, DEIXAN- DO 4o HOMENS EM FORTE NAVIDAD (HAIrI). 'V 3%, * , 'No DIA 16 DE' : mruEIRO DE 1495,CoLOMaO Vocês @carvão oquz n pano¡ defende/ v a 'Á ' Ponzfa/ eza. I/ olfa- net' com homens, = _ mq/ /zenesgxní- , I maca, VÚ/ BPBS. ..
  13. 13. Se quiser; poça/ e m co - mago pano( a Espanha Bem, seu an tepassado v. VÍGJOZ/ com Co/ ombo. _ Mas que / ve/ açãdí. _ 1.7:: : Ca/ mor, DIÓ- í na, _c/ ;çga- nec / a . . . Kzf, você podta F3 ter» : xo/ tada Fbn Ohm/ e que/ po : :Jada/ v ogczpríão, Canlbo. E/ e acha : me extstem c(- í' 'Yes de curvo_ pa- o oesíe. /Vos enconínanemos. 'Em SEGRÊDO, ARMAZENARAN AGUA E' MllNTlMENTos. " 05 ouípos po- g P0P : ssa _ _ dem não gas- mes/ go e' › ~ ta», mf. qUe_/7OO / hes z' dznernos Hcneo/ [faz mesmo que existam íaís cado/ des, Kit 'P COLOMBO BE- anzssou A Es- PANHA NO_DE- au ENO "NINA ", LEVANDO ao MA- «rn/ os, PAPAGAI- os. .. E NENHUM OURO. O _capz - ' 'tão acne- dcéa, e (ssa e'o quanto basíapa- Uma ve/ a, "g panarms *TÁ ayuda/ oa' viaja/ v .
  14. 14. .Í. .. rrIlÍlÍ. Í¡ÔuÍ›Q. V üw. l-níítir , IIÍÍ›_| .9nÍuÔ. V . IIMÊIÍ. ÓÍO¡Í ! '.Ím¡'. lllmiulíluÓ. TIlÍlÚaÍ-ÓiCTI: InIlJÍiCuÓ-O. IiLXÍ. i-Ê'i_. -r. i' . ¡.¡. U.. ..r . Ill | ..| ¡C¡Í. T iVIÍsC. lí. -Í¡Í IIÍI¡ atEsí 4.o . .E94 o a rPiIuInçro 4 . ..EL a o_ o e s. L 0.0 ÊtE. .. _waáwwfb _tao 0.0. . ..Euro ? a »Et . m. _o a «Eco m. .. Oàfllllltà. .e _o . .Ee o . .v 9 el! , u «nu . .o . .to . nu IÓÕ. . . u u n; .cê 4.. u u. . . tuna i. .. 99o. ... ) nó* Qui¡ l» 0,0# 4¡ | !o @$991 '. 'Q com, al¡ | ,o. o,6,4.Q| I 14.o! ... o ¡QÀIIIIÓLVJJÃD »allllulúlhv . lÍ_Õ.4lÍIIÔ; U &, À ulllllum. À . ÔIÓ. dlWlôjr . tal, ,u . and. I O 1.. ..; l›_ l , il. .Qrulártujutnunwwwíàwwwwerm . A. _Inlrinfo . . n . . . ÍAQLÉÊ. O.. . _u_ : LI. Saab¡ l IQ 199 . QI ÍMMLQIWO OI. . l  0:0 I l I O: I.Ó. ÊI , .a vntÕ _I . , ÔJLTÓINÍIÍÍII, .ÍI, Ó.LQ . U.Í. li~IC. |.§. C. . _ , o #Intima P s o. LI. . .fi . ¡n! l ^ . . M! . . u. _. _ _ , u L , õ _L_ . a . ..E . ,Is . É. . , n ! . 'i iro issao 4 _no.4 Ç ~'. -'dv*' - . 1 . In. _., .n, ... ._r . 5:4¡ n 1.» 4 ganhando mais dinlIe qualquer que seia sua prol . Í _É ínÍo _ _IIÍÀFV I _ JÔ. .. . , . Í . _ wvuÓ›ÓLns. ÍIÍLF 0.51. . . __ _ - Í +Í, ..u_5_çàÍ, iníllnmÁuÍ_ ill. . »à f! Iii. . e . .I FWUPIIILQmÀ O. í Õ. . virnlll, d _ . url. Hótêwlr_ , wm; ..: ¡! . n. , _ . . , , m M. , 4 e] ! Au _ . . . . L_ i . r _ . I . : m I I r , . U, .. .. AT . , . _ u « . m'. .II. o o of! óonaliwuÍi. .IÍ, . .s Q, $II_ gonunçfmü . .ñâía I Êaxãouupaa n _ g ltçbs. ..? 44|! , lluurl. .. FLW. _v Vu. I, | v5. FI). I_ . , , â. 10.! , FI. ..? . ., , at. . Il. . . o íiuiz. w.ô. àwx, _.T_ul4_w.3.wíuwInil 503.4-. . swiswmríw. .. . . I , .Wñwmnwmuuxw : 3 . O. , ,. tnvsarttâ%lrirul. .?í. lwml n. .r11.. ..wmu. _ü_ . . II_ w . m . , . I _ . $10.53. . Í. IlIIT¡. Í.0.§. _ LÍIM. ... ... .ÍÉ. Q t wmiiiiíiiÍ llIlíaÍ-. lw_Úa4w_wl&vQ. #MIÉRJQu-«ridolllín , . . . , ÓÕIIIIIÔÓHYLÓQÓLEG. À›Á§_F. IIFI. Q.ÓÔÔ_TILII; QÓÓÂ, E.EQ_WIQÓFIIÍII$ a. .óâwl. llt. vá. t1lllluyt, m. Win34,¡ . rltâüw. filrlo, ttó. ellrlt. vtâflll, .o ›. |.I| Q.›. O»I I n# 40+ o¡ | l+ @Os +1.¡ |4.«#44| I n# fo. .. ~III+§UG4$I . . 1+ »O4 o¡ . . . .o 41.1.. ..” mwuvvv w¡ n.1,» otç. +ll Im @to wi I ¡Cotton!
  15. 15. ' "COLOMBO UIAJOU DE VOLTA PARA MOSTRAR Ao MUNDO o QUE' DESCOBRIRA. " . .à "à “f” . r 2:_ -. _ _f 1» l l E' m tão/ as as suas vía/ gens, Co/ ombo damage soube da exzs fêncza do confzhen te d/ TIBPLCCJHO. Pois os ment- nos chega/ vam / a. ' _ç ; HW .4- x1 *vem "ENOuAN-ro 950,0 Jovem_ KIT r; CAmao VIAIIAVAM PARA c› OESTEQA PROCURA nas . . . CIDADES DE' curvo. ” C om__o se chama esfe / ugan 7° Nunca viemos aje aqua. E / onge- Onde esíão as l ccdades de ouro, ¡ni- 7 desse que í eus tem. Nos E / es i'm/ ram chegado à 19m entra qb Monte e nao . so/ bzam. «
  16. 16. 'FINAL “NUM cream-rasca EsrÁoIo _ ABERTO o"PÃTla DA BOLA 'gun . T1560 EM ANDAMENTO. ” UM 'Caruso é_ PRONTAMENTE' AaAR-. RADO POR Doro MATIVOS E LE- VA oo PARA um ALTAR. um 5A- CRIrrcIo HUMANO ! v MENTE, CHEGARAM A UMA GRANDE CIDADE, CHEIA DE' -rE E PIRAn/ Ipoes, EDIFICAÇÕES com As GuA|5 uwauã' uma czb/ ade enorme, mas não ve 'o tetos de ouno nem _à/ ente. .. PLO 5 M SOMHAVA NA UROPA. ” Papece que esfão fados nec/ nadas 0/1 cia/ can te . "O vEIuCEooR caRRE PO ENTRE os EsREcTAoq- REÉbARPEB/ TANDO Io- DAS Ae. :ams ou: VE. ›> /7c/7o que , ogdemos descer-v. A/ ao há perigo . Ppzmezraos done-me_ Pa- lar: com e/ es. "SEGUNDO. A nrsrógugos MAIAS CRIARAM uMA GRANDE CHIIIJLAÇAO auE PROSPEROU SEM GUER- RAs DURANTE 700 ANOS. n
  17. 17. ll 'Só RosTERIoRMEnTE INVABORES vnuoos DO . . - E TROUXERAM O sAcRI- NORYE LHES ENSINARAM O üuEqEPñ A GUERRA. .." p-fcqo gUMANQ_ H ¡. . /lv')P. ›A__lm›/ à* "Tuoo PARECIA INDICAR ouE o TDI/ EM CARIao IRIA sER IMDLADO No ALTAR oe SACRIFICIOS. " , , , um momenío AESíóRzEo; "E claro ou: : os ° ”"g'°"'° “$752” g5!? O p/ vtme/ /vo dcspa/ vo de 'NDIGENÊS FW** CA” O” SE ç . ' l a/ ,ma d? fogo RAM ESPANTADOS. ” na' Hmemca/
  18. 18. e . x _ -. 'u*; )4;; fr. ^.^'~v~'ç-"13u. _:'¡; fís5íñln; =c_z; v _ . .'. .o. ›.': 'i, ; vp_ v'§¡_. 'u_v¡_. '- j, eus GRÁTIS Anee do 8mm e ao Mende. :u cones, um. não. do emu-área, lunalevlaor. IA- . m, bonnchne. menu-Ane Portugues_ Allen ao Ala-lr seu_ eu cómo. Cldabl oe teluueele. caribe¡ oe IIC-ll. CIC, GRÁTIS Anu Geogruze e- wanna atue. tecto-eye, rlgee. cuando-Joanina». ea». Iene eo oelunenle. tenha do UIIIIA. E nele Made en. CMMII¡ Ima¡ de lulone cume-u e moderno¡ GRÁTIS U- ¡ago : gnome na ene- uee ee üee Vuc'. :um: de Íu-de, :meu «um pu¡ nlu. nenem, entar le une-nel_ amou ne pou- u uma por¡ uma. eu. Ian de Oltuleeu, umha de viene. ele. GRATIS Modelo¡ Imee llluele (Voaale l ehll. Coupe _ dupne , etc I. uene C ~ amando Amen. . Ia¡ , Bo adonCeue C/ Cona le . sueca I de Cute- mmu liceu-ataca. ox. Pmuqeõe. Coco ClI-¡FI Le, :entre ee eeluouu. GI à¡ O! e-Q-IO tl( GRÁTIS Fm métrica. tesoura. papel decada e memlhe. régua. :arre In, I-gu- rinoe para criança¡ e adultos. Clflenn de ee» tudenle. cnnóee de v» me. etc. GRATIS (ze-uu . naun e . we I _ an¡ . .pu naum, na. , me pau pm. :- e óleo. pllkÓll. ontem_ mu¡ Newman_ IlpIe. gene. DÍDI FOODS¡ regue. leu - unle. earldea ou une-u. ele GRÁTIS Aneheaoordecnrcmlos. chaves deIenda. ehcale e$pet: l|. senap/ meul, Dncxonano de Pollu- gués. Certeau ae ea- luaenle. :tribal da ensnta. nc. uma - tv - 'IRANSISTORES e ELEIRÓNICA No¡ momenIos de folga. aprenda e montar e coníertn vadvoa. a vein): a transis- Iotiudos. tocuiiscos. :peulhoa eum-cos. ele. eum¡ HUIIO omumo NFSIA IDI- DOSÀ PROFISSÃO. Vocõ recebeu), QAIUIIAMDITI, todo: u pecas e Ienamenus para montar este: excepçnonene aparelhos: docs escudo": (vansmssatee : em ho), dois amphficadorea. um ur-Iecccmonnczdu. um receptor e_ eo Imel dos esfudos. (era mantzáo. pera s¡ pmpno, um ! IIIAOCDIMMIO IADIOIIICEPIOI ¡UPE! - HÍTEIÓDINO, com 3 han de onde. Ageu um¡ mleresanlínnme nnovaçao; TODOS USB APMEIIIOS FIJIIUOIIAM A PILHA E A lUl. Amon. IIIIIIIÀNÍIII¡ GIÀIIS. um IIIJEIOI DE SINAIS e um MULIIMOVADOR. MADUREZA GINASIAL [de acordo com o nova leu de Ouelnxa¡ e leu¡ de Edna-séc] No calo ospeço ; ie IO mena. eeludando ¡pane! cinco melénu PORTU- GUES. MATEMATICA_ CIENCIAS_ HISTORIA E GEOGRAFIA_ você er tara Iubnhtedo a recem-t o seu DIPLOMA GINASIAL. Uma rcve na¡ ¡bre- ~ee a eua frente! Sem ur oe su ceee. recebeu lodo o L-armeI de euudoe e uma Compute ass-sino¡ ue nono! uoíeuàves, parmulmúo 'he uma up¡- aa e pedem¡ eunrnlaçlo do enamo. cLÁssIco-cutntiruco (MAouuzA) I ESTA E A MELHOR OPORTUNIDADE PARA VOCÊ. em epenae IO mena. obter aeu Diploma Cologuel. oeja do Cut-ao Cleunco ou Cuenzílico. Nono programa segue rigorosamente e Le: do Duretnxel e Bases de Edu- caçno. que delnmine um número reduzido de metêun. EIu alo (lo u. ceu e eceaeíveil que lema¡ e cedeu de que voc! , mesmo elrudendo ep! - Me no¡ momento¡ de IoIge_ me resultado¡ plenamente sehsfelunos. AGO« RA SIM! Vocb pode decvdr amd¡ hoge teu lah/ o. MECÂNICA o¡ AUIOMÓVEIS A extrenrdnnlrie expanle da ¡ndúelria eutomobilíetoce em »calo Pei¡ ¡mp6- uma grande e wgenta neceaandede de prehlltanen¡ calegotixedoe. Po? eeu rula anemoe um moderniunmo e completo Curao da Meclnica de Aulcmó- nu. com todo¡ oe ENSINAMENTOS SOBRE QUALQUER TIPO DE VEÍ- cuLos. necíonaie a ealrengeíroe. que FARÁ DE voce UM MECÂNICO D08 MAIS CAPACITADOS e lhe permitia-l. logo no Inícõo doe estudou. trabalhar neeea lucrativa prolieelo. ESTUDE E GANHE DINHEIRO AO MESMO TEMPO! conmanuoeo¡ numca (un-noee--eu-ns-eae-unooen Uvunnluheun Icu. IF¡. IIPI. eu| 0 Baú¡ aente. no¡ die¡ amu). ímenu neceundade de conlabdnelal rehcoe. Dar-IM-erruoe e melhor oaee para law-ee um «uu ananapeneeeeia prom- uonane. CADA ALUNO NOSSO FAZ A ESCRITURAÇAO COMPLETA DE UMA CASA COMERCIAL. Voce ganhar¡ oa melhore¡ ordenado¡ e re- ahwl o tenho de uma nda briIIunle. CORTE c COSTURA Aprende em : ue ceae. nee hat-aa Iivree. um abençoou lull ocupação¡ ha- bitunil. EM POUCO IEMPO SERÁ UMA EXCELENTE MODISTA per- Ioiumenle preparada pero neuem QUALQUER TIPO DE PLISSE. true¡ de aumento_ “naum” Ima_ "lanllettl", roupe- eepcne. exe. 50;¡ uma number moderna! Aumente uu vela penca! e o bem-enter de eua femme DESENHO Aatísnco e PQBLICIIÁRIO ocsmuo Aaaulrpomco DESENHO MECANICO EI¡ e we ; rende oportunidade! Deeenvolva o : eu Ielenlo e valotize e eu¡ cepas¡- dede do arlielse conelrulor. UM FUTURO BRILHANTE AGUARDA VOCÊ¡ Conlie na sue poraonahdede e germe rupeito e uma pouçlo ¡ocnl antecede. aoaoAoo - PORIUGUÊS - INGLÊS szcammnoo- AUXILIAR o¡ : scmomo ESTA E A SUA OPORTUNIDADE DE GANHAR MAIS E VIVER MELHOR! : um: uma». tanque. tugas, cup Cellgmhc. Ann-u ! um CnuJeeo-ue, aan-mea, lealall. :andre e: Illudunlt. canon oe uma. eu. ELETRICIDADE Aaquire uma perleua capecvdade proheeionell SEJA UM TECNICO ESPECIALIZADO! »J *EEÊÊÉÉIÔÉÉJÉÀÍKÊÀEÉÍÊXEDÊKÉÉÉGJÀÍY
  19. 19. Razõesímportuntíssímusdosupe- ríoridade do Insfítuto Universal Bro- síleíro e que o elevorum à invejável posição de melhor e preferida insti- Iuiçãode ensínoporcorrespondên- do do País: 13) Hó 28 anos, dedica-se o êsse ramo de atividade, adquirindo Ião vasto experiência didóíico queolhe permíiiu adotar vúm METODO 'DE ' -ENSINO inéditoo- exclusivo, copoi de' proporciona? ;ao aluno uma css¡- miloção imediato eícompleto devtô- doía matéria ministrado. E25) Seus cursossão os mais atuo- Iízrjdos, práticos eÍñobieiivos, sorgo- niícílclos easpocioliiíàvnfe! puro pera -mitíríoov oluño o. oplícoção ¡medío-. V io e dos conhecimentos adquiridos, DANDO-LHE AEOPORTUNIDADEL' MENSAUDADES logo no inicio dos estudos, DE AU- FERIRELUCROS COMPENSADORES; SUAVISSIMAS! 3?) Os _cursossõoIoprovodos e re; - “Polqvfos de nossos alunos. . . vgístrudos _sob o númofo 4-Cor, no De- partamento de Ensino Profíssíonçú do Estado de Sõo Paulo, o que por sí 'só represemo umtezstémunho do se-í- ríedode de nosso okgohízoçõo odo _ _ _ . u. . . v ›» _ . .' I ¡ . _ : Ésludo no lns- "Anlesdelnlcnor "No início dos ofncuencuo de nossosonsunamentos; muro Umvcrwr meus mudos. »sucos eu . a 'hino xumínl- Inmnu' (Jos-m qu. um; as HFOIHÚVO " |6 iu| govo ser ênv (cnxrvlava ró- O_ Iñstítuto Univeisul Brasileiro é; 'ifqÍsÍÍfCímfà ST. X332, ÍÍÇ. ; f; 1.73.12? q? , 355.5 ! CSS ÍC; ^ ' _z . en nx, o- o IIvd-~› r! , tri: 1. . - _ INDISCUTIVELMENTBO maus procu- Ého$. ,¡g. n_3.« : OÊÊEÍÍÉQÍ . lãwohcmã Ãe- ? $._. ÍS. '.. Í.C2§§§Í ' v , A ' rv-M» urna rme scIs-'mln -, « mac-II em . ›r 1 U I rodou: : motor e o MAIS BEM APARE- «Exaoqurçuv mu. " ' ' Íàgm. ” °" 36337.3 ° ' l' V0 QHICL Nilvu R. Srlvo N Eng_ Poema. Rno IHADO E5T^35lECIMENT° 95 EN* ^^°"°"“. ›.': g.^â2 E. :°. "°í°, I;g'C: L; 53:11.? " 15.2322:: voc¡ - SINO POR CORRESPQNDÊNCIA. - Mawnkún *GS »vw- SC “Mçmdé o cúpom abaixo ou escreva-nos hoíe mesmo A pedindo, gratuitamente, o folheto informativo. Este cupom e' seu. Êsfe é para seu melhor amigo. snmurmvtasn *v '; u: : l E AVENIDA emu¡ OLIMPIO na SILVEIRA, cas u 25812 AVENID emma OL MPIO ou cgvztu. sas I_ CAIXA POSIAI. 505a - são PAULO II____ cmxA M3514¡ 505a' . sao uma | S¡ minor: rem : nal-tmn: GRÁTIS o IoIAcIo lnmpletn : Mn II s: Dnnhr: !em lIewMr me LNÀTIS e ! reuso : vu-apura . um. I a (lino «It _ , . . , po¡ zwmpondeecno. I Í c nona J' _ ; m c- : u-, vwu-n: l (InIIeu e Ione lee-judo. ) 'j g1., . u. .. ¡, ..¡.4.J R Mun¡ . .. _, , N: Nua. ' lu¡ N. ° 'l ! no _N_- I I I | Gute , * Estado | | CIdede _ _, EaInde , , , _, _,
  20. 20. Esta' nanrgado em 'T nossas cnomcas na F/ onesfa Magna. E < meus aníepa saidas nao "Kn- moon SABIA A RESEEI- TO DA LENDA. O aus ELE' QUERIA ERA : uam DALI. v' "ENTRE AQUELES POVOS HAVIA LIMA LENDA QUE r-ALAVA NA CHEGADA DE um asus os' CABELOS 7._ oounmaos. " Como e' que sabe de íu- 0/0 4550 »p Hcnedzío ' ” nê/ es. C071? _ / ' nucgpon az/ on ' Que aconíe- Ceu deparo F' E vzdenfemeníe, nem ! fit e nem Caníbo í(- nharn conhecbmenío da lenda do deus de cabe/ Os doanados. Ja' 0/1558 que não se( l Temos de Pcngcrv que não estamos com rnêdo. Pon que se , anos- Pon ue se v fra/ vam no chao 7'” . a _joe/ amam 7 / l/âb se( nem que/ vo sabe/ v, Cam bo. Vamos!
  21. 21. E sia não é a cnc/ arde de ouno que meu capdâo pnocj na. Cam o . p Hq/ ç 'em a' "a, exísfem nas numas es afuetas do deus / ouna Ta/ vez seja Kzf. _ Quando me pren- denam, ouvr- os -Pa/ ah numa gnqnde ctdade ' maus parva o ñãnfe. .. Cha- . ma-se ? ênocbíl- t/ ana, a cado/ de do Lmpenordon. . Fan Édsíéco .7 Seu antepas- sado . ' @ue acon íec eu, en íão 7° ; De/ q que dizem, Czdade do 4m- , , "Kn- E CAmao : An/ ums . ef topa de gana_ pe/ oadon. . . de- › _ ozscoamnmm Tenocu-n- , . ve ser; e/ a_ Va. › TLANAÁI CIDADE' DO V MEXICO! v 45H” . ga-à. .. 5785 descobnínam uma coa-sa mais pneczosa que qua/ quero czdgde de ouno, embo/ ?a nao q sou- bessem. .a Pmemca › "25 Anos ozpons Cçnrzz IRIA ENCQNTRAÊ Al aum: - -noAoes FABULOSAB os ourm >_›
  22. 22. "Tupa : eso EsTA' corwmoo uma cRôm- cAs oo FANTA5MA, NA CAv RMApA CAv: IRA, LA uA FLORESTA semi. " › illl _ ___ ' â Ouen_ dae/ à. 803.72% Possi ¡re/ men- que mt- Pozo pnz- te_ Quem o- mezno homem a de sabem 75/. desembancadr» Ve¡ os vi/ nhgs fenham esta- _ neste cont(- 'ú nenfe _ ' ' go an- = tes ale/ e. “ 1494.. . ENQUANTO mr E CARlBo soasm o LJTORAL EM seu PEQUENO ao-rs. .. » Quando Po( que chega/ vom AÇU¡ ? Have os de _ encon nan o' cz- dade de ouro, Combo. Clano que Sam/ nf. Você Ja' ya( sabe/ v, Dzana. ". .. COLOMBO voLTAvA DA ÉSPANHA EM SUA 'SEGUN- DA VIAGEMJTFAZEUDO 17' EMBARCACOES E 1.200 n-L PESSOAS. "J~ “l-hspAnuóLA -roRMou-ss, Asswu, A PRIMEIRA COLÔNIA. " Hquê/ e nqpaz, E let/ ou Carvíbo, Inf, Puga u. o mtehpne te? Dizem que Éonra- nam o Nuovo do -oeste. Ja devem esta! ? mantas, qfmmanfe.
  23. 23. G Torne-se tim competente profissional, estudando em casa, nas horas de folga, pelo nosso método exclusivo de ensino por correspondêntín! DlNHElR 0 FOTOGRAFAR E REVELAR GRÁTIS: Ver¡ receberá, sem despesa, o material necessário no aprendizado. ESCREVA-NOS E NÓS LHE PROVAREMOSI MAOUILAGEM A arte de ser bela ao seu . alcance, através de lições simples, praticas, imediatamente utilizóveis. - Olhos fascinantes; lóbios com o magia do beleza de hoje; cílios e sombroncelhas otrevidamente modernos. E tudo é en- sinado pelo processo mais eficiente, mais utilizado. Você está a um passo de algo imprevisível no campo do amor. PRÁTICO PERFUMISTA Voce fará, @m sua próprio caso. com perfeição: perfumes; égua-de- colónia; extratos e loçbes; laqué; desodorante (também em bastão); cosméticos, talco e muitos outro' produtos. O cursa é escrito de maneira acessível e prática. Fa- zer perfumes peio nosso método, e multa lucrativo. O maior cursa do Brasil. Destinado o todos os que deseiam aprender os se- gredos do fotografia. Poderá trabalhar em sua cosa e ganhar mais dinheiro nas horas vagos, sem emprego de capi- tal. inclusive para fotos coloridas. A sua oportunidade de realizar tudo o que deseja. O ginásio, pela aprendiza- do do nosso curso de madurezo torna-se um passatempo agradável. Lições de alto valor pedagógico; exames simula- dos durante o curso. Escrito de maneira eficiente pelos mais renomados mestres do momento. RELOJOElRO TECNICO Esto é o oportunidade para trabalhar em casa ou estabelecer-se. Aprendoró, rapida- mente, a arte de consertar 'todos as tipos __, _de relógio. São lições facilitados pela ¡n- ' clusõo de dezenas de ilustrações praticas, ensinando "COMO SE FAZ". Todos os se- gredos ensinados. É um curso altamente técnico mas ensinado de forma tõo simples que você se surpreenderú. DESENHO A profissão de ontem, de hoje e de amanhã. Oferecemos oportunidade excepcional; sõo três cursos: Desenho Artístico, Publicitário e de Histórias em quadrinhos. Os iris, na sequência lógica e certa, PELO PREÇO DE UM. - O desenhista é independente; tro- balha por conto própria e pode ganhar quanto quiser; onde quiser; e no hora que quiser. INGLÊS (pelo método "Self. Teaching", nossa exclusivida- de). O curso- do momento. Inédito, altamente prático. Voc¡ acompanho »os lições escritas através de discos eo- rinhosamente preparados para ministrar aprendizado rápido, cômodo e eficiente. CORTE E COSTURA Um supercurso, altamente prático. "Os Gabaritos mágicos', nossa exclusividade, são maravilhosos instrumentos de tra- çado, que eliminam TODOS os calculos, facilitando o aprendizado. É a sua opor- tunidade de costurar para sl e para os outros. E diga conosco, com o mesmo entusiasmo: "Adeus aos cálculos com- plicados e viva o facilidade". PINTURA DE IMAGENS Curso elaborado para todos as pessoas. Aprenderú sem complicações: barroco (san- da Bahía), decape, mórmo« ' re, bronze, marfim, e mais dezenas de maravilhosas práticas. MATEMÁTICA PORTUGUÊS JORNALISMO Escrito e dirigido pelos mais famosos ; ornalistas do a- tualidade. Ensino altamen- te objetivo e eliciente. Úni- co na América Latina o propiciar astógio em gran- de jornal, aos melhores alunos. Cursos eminentemente práticos com inúmeros exercicios aplicados Em cupon o para um(n) nmiaoü). ENSlNO TECNICO PAULISTA CAIXA POSTAL, 595a 7 SÂO PAULO. SP Poço enviar-ma gntuitumonto miar-mação¡ sobre o Curso (Indicar o desejado) . ... ... ... ... . ... ... ... .. . , Etonv¡ com clareza Este cupon 6 par¡ V. S. ENSlNO TECNICO PAULISTA CAIXA POSTAL. 5953 - SÂO PAULO. SP Peço enviar-mo gratuitamente inlormnçõau sobre o Curto (Indicar o doulldo)_________N___, Escreva com clnr Name_ Rua _ Bairro, .. Caiu Postal _ N , Cidade_
  24. 24. Os PRIMEIROS cAvALoa A PISAR o MUNDO OCIDENTAL. " O/ he alt', Car-nba, _um raro. Ter/ vez nos / eve a atola- de de curvo deque C o/ om óo »Pa/ om : Dutos oepors, AO car-r- puscuLo, oumuoo TALVEZ puoessz PARECE? ? : :ou - RADO os LONGE. ..” , . . . vivam êste E perlsornam monte em , o/e- que fosse o( no dPSGF-'ÍO . ' czdadé de ouno P' l/ crvam o pbríô brilham-do 7 La esta e/ abCd/ WÓO/ sôbne a / uz do crqcus- A ccdade de ou/ jo. :: u/a Ju/ gañam Vamos l Vamos. que ôsse uma . . czdade! *a ~
  25. 25. "A cAmgmHAoA NA Anzm NÃO ERA raca. . Vmnm MUITO5 Aur- Mms NOVOS E ESTRANHOS. n Camada/ Nâo chegue mu¡- to penta! Ku' E Caruso EN- CAMINHARAM~SE PARA o PLArô, :grs/ anna 'ouE FOSSE' UMA CIDA- DE. " Daqui a ou- co 977o( e. A/ ãb sabemos que pemigas nos espçrram para Za. De man/ rã, não panece que se- ua de ouro, irrf. ÍV' _ _ Mas çaCa/ vçbo. Voce vat e, "Port -r-âoa PARTEÀ ENCONTRA - 72mm¡ 5 e Não panecem GENS. » - R^^^ FEVMS t5 El-V amigos. nao q/ oe/ h em acha 7" dzaníe de n65, como os out/ vos! #quê/ e Por' o ppl: met/ vo 'ázno gar/ z- do neste pacs, .Diana. r "NEM TODOS os ¡marse- NAS TINHAM ouvroo r-A- ~LAR NA LENDA oo oEus / VcTq e' ouro, nqda! E pec/ na so . l / VoTo hd fem- po agarra pa- ra pensar? s* a: ?a E FANTASMA
  26. 26. "O 'nao DAQO por? Km' P69 os ¡mnfxsemns em r-uc-. A. E-_LES NUNCA Twnam ouvmo TAL cousa. ” . »¡< _í_- niwíav›vaw*>ã°âñwâfill'l u - <--- M-. - Quase ha' Í cmco sécu/ os neste -mes- mo lçcal. .. / ncm vel l ' Q u. Efsfão fugin- do, ¡rd! _esta paroede [n- gneme, Digna, o qaeíiãqle nach Mas odem “C4 - vo/ íafr: ôuba- mas at' / "Çunmoo um sauna os auawmzmos 55 APRÕxlMOU PARA IMVESTIGAR OS ESTRANHDS. .. " . Não e' ouno, Can/ bo. É uma mon tan/ m.. . plana como uma mesa. Sim . ' ! Vós / he dez/ vemos o seu nome. . . "Mesa Wa/ keñ ”.
  27. 27. OIIIISO OE IORNAIISMO Por corresponde-nela Aprenda a escrever notícias, reportagens, artigos, crôni- cos¡ tópicos e textos radiofô- nícos. Ensino rápido, prático e eficiente) segundo os mé- todos usados nos Universi- dades norIe-americoríos. Sem scír_de caso você se tornará um iornolísto. INSTITUTO TÉCNICO PROFISSIONAL C. ISOSTAL Nf' 10 - COPACABANA - ZC-07 ›- RIO DE JANEIRO Peço remeter grátis o folheto sôbre o CURSO DF. JORNALISMO Icunso nfnuolnnnoi? Por correspondência Estude em suas horas vagos pelo nosso moderno método suíço de ensino e ganhe uma profissão rendoso GRÁTIS, Você receberá, inteiramente grátis, valioso relógio suíço e um esplêndido ¡ôgo de . __ __ ferramentas. ” “' 7 " INSTITUTO TÉONIOO SUMO-BRASILEIRO C. POSTAL N. ° 79 - COPACABANA - ZC-07 - RIO DE JANE| RO Peço rrmctvr grátis o folheto sôbre o CURSO DF. RELOJOEIRO a8°2s. :s: sa2:n1u: °M @vr Você conhecerá profundo- meme o motor do automó- veI e poderá: consertar qualquer corro, fazer ótimo exame de máquina no ser- viço de trânsito - ganhar mais de NCr$ 1 000,00 (Mil cruzeiros novos¡ mensais _co- mo mecomco - economnzar consêno do seu próprio ou- fomóvel, se possuir um. Receba INTEIRAMENTE GRÁTIS urn jôgo de ferramentas INSTITUTO TÉCNICO PROFISSIONAL C. POSTAL N. ° 1G - COPACABANA - ZC-07 - RIO DE JANEIRO Peço remeter grátis o folheto sôbre o CURSO DE ! MECÂNICA DE . AUTOMÓVEL f. BERN ltdagtx. PIISIM um- s. mui¡ , NOME ENDER. CIDADE ESTADO ENVIAR SÊLO PARA RESPOSTA
  28. 28. "Depois êLEs i= c›- RAM DEIXADOS Em paz STEVE' im- cio A LENDA. .." "Vive-RAM ALi DURANTE' MutTo TEMPO, ExPLo - RHN oo Toon A_REGIÃO. A_LiMEN°i-AçAo MAD FALTAVA. ..” "Aeimagcneeou H HORH TRIÊTE DA PARTIDA. . . " C amoo, :Lemos de voííaro parva dize/ v ao co/ pífão que não exzstem ccda- . des de ouno. "DEPOIS, A LONGA oEsciDA a auE ea' s: HAVIAN) se i-iAaiTuAoo. " . -4. r Daquí dêsse ponío, Kiíi' e Caníbo conjemp/ a- nom a negado , oe/ a Ú/ Í/'noa vez. E ê/ e nunca_ voZ~ tou P E voce, como veio_ parva/ v aquc 7 nar/ vemos O 8/7 COI? '- ray' o co¡- DLÍGO pia/ na Hdeus. "Mesa tala/ ker” ! . Pode sen que um dra ixo/ íamos, Camabo. Espe/ ve. Deda-me contar-lhe o que acon- íeceu. não eajzs fem tais czobdes 'e' »Y dzzeh~lhe que'
  29. 29. 'N ESSE fNTERin/ gCoLon/ iao, AGORFLALMIBAN- 'rE. i='izERA UMA TERCEIRA VIAGEM AAMERicA. -: rui. <3AvA TRATAR-SE DE' UMA ILHA E coroTiiuuA- "NUMA QUARTH VIAGEM À AMERicA CENTRALJEi/ E oE ENFRENTAR INDICE: i-iosTis E ooEmcAs. NÃo ACHOU oURo E CONTINUA- VA sem sAaER QUE pesco- BRIRA Nõvo CONTINENTE. ” COÃÍGdO do Colono-A: ' bo l / rzt formou a - . encorgg-han-se g com ele P _. “ . a " Os CORTESAOS oa côn- TE ZONt sAvAM DE COLOM- eo. DURANTE DOZE Anos, TENTARA oEscosRiR UM MEIO DE CHEGAR As Ri- ouEzAs Do ORIENTE E FRAcAssARA. " "P_ARA COMPLICAR A siTuA- cAo, VAsco DA GAMA oes- coeRiRA UMA _PASSAGEM PARA As vERoAoEiRAs iu- oiAs E REGREssARA A ' PORTUGAL coBERTo DE a 'RIGUEZAS. "f 5cm, e . t . V nun? da# 'Ê tnzste. - . CJ/ mzhan fe de -mosquííos Í "" EM 'íãoltgnsétêàiiviiá . TseeziÇg-A _PÉOTEIÍORFÂ Os . oE ÇoLoMemmoRRiA. Com ELB, DESBPA RE: CIAM AeEsPERAzui-; As oo vem-vo ALMIRANTE?
  30. 30. Í " Em :15oL», :A' HOMENS» FEI'- Yos, Krr' E CARIBO FORAM xllãlTAR o ALA/ HFNANTE'. " Map você' o/ (nob nao confou como veto , oa/ aan aquí! ›_; "Ííf Dfga ao a/ mzhanf e *g que das homens de 9' sua f/ oépu/ cvcão vte- Par? ? vístfcí-/ cz Adeus, a/ mzPan fe. "PAssnjanm-ss os amos. Krr TbRNDu-SE Í TAMBEM um amamos CAPITÃO -oo MAR e' VIAUOU PARA o omsnrrs LEVANDO o rumo. " Fa/ e de / vôvo no Ê/ e gosía de GV/ mt/ "U/ _VÉB ouuziv essas Papal- V' _hisfó/ "iaâ. r Co/ ombo morreu sem saber? que ' descobmwa um nô- vo mundo. Pensou ha› ven eHcontnao/ o nova noía parva um . mundo dá co« nbeczdo. ' ' Cczíauo d; a/ mmaníe Co-A A. /ombo l "à ~ o ceu quan- vdo tenta¡ - _ A ram sao/ »L- . faco/ n Ca- _› g , vo nibo? 'V Ou set/ a, êste / ugan onde es íamos ' ago/ va. .. 'A Fíquê/ e menino, ; 0 Pr/ ho de rrrt, A ' › [mor tornar-ss ' 3:”. iàãtiâzâóówsé 5K : AAA A _ znouuuenmsnçmcza j l: Í~. F?Ê. -'_ÀNP9Í5Í5V V959” RE¡ -. 5? ” À Pmnçípno, PENSAMOS " QUE ? C555 UMA _CIDADE DE ouso. MAs-ERA APE- . ' A mas um MONTANHA PLAN/ L" "AcuwA DE' ruoqo FILHO DE' Krr GO§TAVA DE' ou- VIR HISTORIAS. SÕBRE A"MEsA WALKERAH. A A “ ' T FANTASMA
  31. 31. Apr suas horas folga par estudr O l / , -' e u”" é_ . _, - l l ' 'an' 'Tu F 'ui ›^'r. w. ' sem sair de casa; profissão oue o habilitará a aproveitar as-opor- tunidades oferecidas pelo grande surto Industrial da nossa terra. [Em pouco tempo poderá ganhar muito dinheiro. ' 'T cum c uma exrlusiv¡ mu. de ensino "MIDI uma' R I U S colseunirá. em : em Irma. »raiar c calam¡ aparelhos ic mu, leltvisña. amnlimtons. gravadores, um ' arrendar: em nas: : com n ; valem instalam¡ elélrlm. El rt¡ l CÁ anular mms. instalam: de manuais, :armar mu- ¡ uma: lamêstim. etc. llítlllto, Ilolllltlúlllcll ou nrlsncn E maximo. U [strike uma rlcxlarespetilliam e turu-se. ea mc¡ kn- pn_ um lesellist¡ comment. leme-se um congela: : : urinar de tcrulílínrlr. :saint: - D lracãu na : :ele te etcrlttria, !uma l um hllic¡ Ile Contabilidade. custmndn par¡ s¡ e : m lnmlliaru. ou Inema t¡ Mm E Rh uma nmlimn. ancsmrt l multa neste um te¡ nluln de : :nnnmuar nu de ¡Inhu Ilinhm. ' " ll curso ginasta¡ é s punto : le ¡artiu aan l vinculam¡ : lu N¡ Ã Ã g¡n35¡3| zsrusas. lsxim. Ipnvelle nara amam-n ea : m 3.21¡ mto I luana, uma' Mhililaua ; prestar nmamndclmmm Glnslal. Em todos os cursos receberá ferramentas, material e instru- mentos, necessárlos para a execução_ dos trabalhos práticos, que lhe serão úteus mesmo apósnermmar os, estudos. lllllSüllüllllS lll lllCllIEE HE lllllllS llllll EU lllllllll llll W301 5 llESlS Não hesnle mais: vença na vida mandandomos. aõnda hoje. este cupom : o MAIOR ESTABELEUMEN a o¡ ENSINO IECllICO POR coaazsroun NUA DA A RKA uma : Rua Tlmblras, 263 - Caixa Postal 30.277 - São Paulo j , Sn Diretor: Solicito enviar-me. GRÁTIS, o folheto sobre o curso de g : llñlllll E lElElllSñllEl ElElllllllÊCllllZllCl llíslllllllü E COHTABILIDADEDCORTE a cnsrlrgggw _Wqgap_un¡zACl: ;rom r . ... ... ... ... ... ... ... ... ... .. Iít- . _'_'__ÍÍÍ'Í' ; Rllll . ... .. . . Al . ... . : l2lllllllE. .. ... ... ... ... ... ... ... . _. . L--q-_p_ s. - _ _ . . . . -_-----__- -___--______----_-_ _ . . . _. .------ TAMENTO DO ENSINO PROFISSIONAL DO ESTADO DE SÃO PAULO A llllalEllll-SE SEMPRE llllllllllll llll Clalrllll lll Elllllllllllfl. [M] E lSSllllllllü llllEllSl É lllllllll E . lElEllSlllr
  32. 32. :: smtssagsâsrzgrta A como 6mm os A Hssvmggmo vo MUNDO. ,, LDOQOSHOOPCXL . A. Can¡ . " ENQUANTO o MENINO m cnescsmoo. . . " . Fa/ s* naque/ a montanha p/ a- no! que o se- nhor-' pensou ' que Posse uma czdade de ouno. "Os ANOS : amam PASSANDO E og¡- 5¡ z¡ LHO DO CAPJTAO : V: mr roRroou-ss à HOMEM. " Mtb/ za u7üma vzagenz, Inf_ . 093045 uroce__se- na o captado. x4 "Mesa War/ kero" nece- beu êsse nome ponque paneaa mesmo uma me- sa. l-"fcorua pen- to . de um gnan- Fx de nao. a a f¡ um dia arp- do me( / a . . " ÀMTES os CAIR Ao mnmA UL- - rnvm corsa aus m1- vcu Fo» A Pm sen MORTO. v -
  33. 33. " Um om ENCONTROU um PIRQTA MORTO usncuoo A rumnca EscARLaTe os seu P650 CAPITÃO m1'. *- ". .. SENDO ENCONTRADO E TRATADO POR PIG MEUS, DE QUEM ss mnmou AMI- oo nana o nesro on uma. " "Umco soaREvn/ EQTE DAQUELE ATAQUE, ELE FOI LANÇADO PELAS VA- GAQ Nua/ m Penta REMO- -m os BENGALA. ..” O assassino _ Éfsfe pcwafq maíou meq part. E04' a u/ ízma corsa que w na nat/ tb. _Í Eron/ boa a : já- pa de papel! Ja' vg( sabe/ g. H #tato/ vía esta 0/29- gando ao lim. ue aco/ vã unha/ ra Co/ Êgvbo. , Po( ãonto_ , oe/ as pz/ àatas. 0 fc- / /›o crê/ e torwoz/ zse o , onímengo ¡fan- fasma, nao e P E depocs F' Depois que os abc/ ines fen- mLha/ venz, ím- gd/ ZZ-f? ?? O ana/ no.
  34. 34. 'Truco une. MÃOS o cnãmuo co. M" Fo¡ o 'PRIMEIRO Famrasmn ASBASSIND DE seu pm, ÊLE ? nee- X . E CDNSTRUIU o TRoNp ea g TOU o : ruRAMENTo DO FANTA5MA. " CAUERMA DA CAuE¡RA. _MA- _ 1 v _ GUELÉS TEMFÉÇS ANTIEOE¡ . ..deu/ afora a wda à DIZEM AB cRomc9§, êLE . _ . soNHou EM VER o mouo MUN- des inc/ mao ou p¡ - »catarata e . . 1 oo os Que seu PAI TANTO ' à À cPue/ do/ de. .. FALARA, PRINCIPALMENTE A "MESA IA/ ALKERJ . 2"/ - _ . JJ -_ . "MAs MÃO A vu. : E coro-rca -ruoo AD " Êsv-e- : riu-nó comsseunu : re LA": wu-A! " FILHO @usp-on seu TURNDJRIA 1-09- *.85 M À _ . y MAR-QE o: sseumoo FANTASMAJ' à¡ JJ. 'g _if ' 1. . _ . - Ono/ e &bm/ sopa! ? do mando, 291/60. é Htgcweã dos anos, vzhhamos a esfe / ugavg semprve que. poa/ darmos. E/ e e a Cort/ er*- Oue ía/ se a' cagfusse de V E' asszrrgüzana, = chegamos do fim da / vzsíohbv 55- A . ' bne o¡ "Mesa Í A( . . M/ a/ken". . A . ' ! x _ novo, Fan- na da Caverna, na F/ o- fgsnrya TP nesta Meg/ va, senao/ ve ' ' -Ponam nossas casas. . . › ~ ' x . _, ~ " '*'^' " ' , . : EV- 34 L _FANTASMA
  35. 35. _ 4 , . r . ezfÍ/ /y/ 4'/ gv . na eterna g luta contra o _ crime seja você Os mais modernos métodos de investiga- ções civis e criminais - Crimes misteriosos o Sabo- _ l tagem - Mensagens em código- Detetor de Mentiras 'z l¡ J - - Circuito fechado de TV - Práticas de eletrônica a AÍ, " Esquemas para montagens de aparelhos para K 'A investigações o Microiones sem fio - Fotogra- iias - Microfotografias e fotos aéreas - controle Remoto o Dactiloscopia o Pegadas o Perícia Graiotécnica o Baiistica (ar- mas de fogo) o Sinistros e acidentes. Reconhecida definitivamente a legalidade do IICC em todo o território nacional atravez Dec. Presidencial n. ' 63.462 de 21-10-68 pelo D. Ot. do dia 29/10/68. POR i *as ÃÓNDÊNCI AMBOS os SEXQS-QUAL g emAtíé-z (CURTO PR _ z' › _ V _. _ JH. . ' « - . . , x 'II II I-I-IUD--Escrcva-nos solicitando GRÀTTS o LNIO Azul de union-ações : GARANTA O SÉU FUTURO n: - IÊSSTITUTU DE IEÍZTAESTTÉÂBGES CIEEHIFTBQS E TJRlisÍiii-. EàlS g Diretor: Bechord Jalkh -cAuxA POSTAL 215-ZC-OO-RiO DE JANEIRO-GB. ¡ NOME z e. .. . T RUA , . . . . . . . . . . . , . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . , . N. - . : CIDADE: . j Faça um X no quadrado relerente ao curso desejado. g DETETIVE PROFISSiONAL l a TNVESTIGAÇOES CRIMINAIS EPERITO EM SEGUROS (PARTICULAR, F' l. ... --. ... -_. ..--. .___-. ... __. .____. ... .._. _.. ... ..____. ... ..__. l
  36. 36. p _ APENAS 3o MINUTOS e ALGUMAS SEMANAS o REP") OR 10 000 e oo ous voc: NECESSITA, AGORA_ PARA QUE SÓ JOE WEIDER OUSA LANÇAR! 09m: :SIS cosmo DE VERDADEIRO HOMEM, ou¡ voc: SEMPRE DESEJOU. comece HOJE. DAVE DRAPER. . . "Conwuror de Múscuws" “ u j' _ _ . _“ = -' Agora mundialmente conhecido asim "Tremadcr de Campeões" , - v , . ; i do cinema, e que conquistou tambem W os Mulas de "Mr. AMÉRICA" e "Mr. MINHA <L. ~R. ."I'¡. ! , . 1 UNIVERSO" di: : Se você quer obter à f um corpo como o meu envie hoie me: - Nga mu, “sunt, _Ã mo o cupom abaixo para receber N f v¡ GRÁTIS o livro de JOE WEIDER do lrcunzunenio t' A¡ 5 ¡~. _ › que me gndkcn¡ como VÍDCL" UhlÚTá (J IA «à . à - ' (Íóhru (lc músculos 'L ' 7 Í &n; c Iriplicará sua força cm menos _ _ › m. METADE DO _ í_ 'ÍÍÕVPÚ (In que . xvguinrln '1;_-', v,. - , _ t"" qualquer outro método! Por mero do meu CURSO DE PROGRESSÀO TRiPLICE, ensinor-Ihe-e¡ como acrescentar músculos de aço a seus bíceps, obter um tórax poderoso, costas e ombros largos, pernas ógens, e como encher de fórço todos os músculos do seu corpo. Não Importa = se você e baixo ou alto, magro ou gordo Vejo o _, NÃO PERCA que fiz por DAVE DRAPER, um dos milhares de alfe- g ESTÁ OPORÍUNÍ- nins que transforme¡ em Verdadeiro Homem Famoso' Iii_ v . '_'_. DÀDE ÚNlCA A . _ . ›r. ' . í à' DICIONE 7 cm de músculos de ago a seus Bíceps. .. cm DE PODEROSOS MÚSCULOS A SEU TORAX n ñ o DIZ JOE WEIDER "O Construtor de Músculos" e "fremodor de Campeões" -Ç- - Preencha o enviome o cupom agora mesmo. Receberá¡ sem (lr-mora éste livro maravilhosa. comendo fotogra- EIS O CAMINHO QUE LEVA A PORCA! TOME UMA DECISÃO DE HONIEM. AGORA MLSMO! Envie-me o cupom para ob- íías e segredos. Surprccnnlcnltx dos campcõcw que lhe ter este livro grátis, Você não terá nada a perder. a não ser revelarào como consegunram mm CORPOS. e como 33m* debmdwt” VOCE park-rá, também, runvcner-se num campeão ? emita-me provar-lhe, por minha tonta, que tudo o de '"ú§"'¡°5 RÀIJHXÀMJÂNWWÉ! que digo é realizava! ! JOE WEIDER "Treinador de Campeões" Caixa Postal 25 ZC-07 Dept. F›44 Rio de Janeiro, GB. Pretodo Joe: peço enviar-me graus o seu Íuro mnrulodo "COMO CRIAR UM FORTE E MUSCULOSO CORPO" Nome . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . Endereço . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . Yves Lofontolne ins ¡VOU-SE "O P Cidade . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . Estado . . . . . . . . . . . . , . . . . . . . . . . . °°mp°'_"°'° c°n°dense Le° Rqbe" - para imcuar o treinamento Welder. (E lavar escrever com clareza) e 090,0 é| e pyópno é um Campeão Weider Ve¡o o que éle conseguiu!

×