Ead

2.291 visualizações

Publicada em

Trabalho de TI

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.291
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
79
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Ead

  1. 1. UNIVERSIDADE CATÓLICA DE PELOTAS ESCOLA DE CIÊNCIAS ECONÔMICO-EMPRESARIAIS CURSO DE ADMINISTRAÇÃO EAD - Educação à Distância
  2. 2. Conceitos de EAD <ul><li>O ensino (presencial ou a distância) é uma atividade triádica que envolve três componentes: aquele que ensina (o ensinante), aquele a quem se ensina (vamos chamá-lo de aprendente), e aquilo que o primeiro ensina ao segundo (digamos, um conteúdo). </li></ul>
  3. 3. O que é EAD? <ul><li>Educação a distância (EaD, também chamada de teleducação) é a modalidade de ensino que permite que o aprendiz não esteja fisicamente presente em um ambiente formal de ensino-aprendizagem. Diz respeito também à separação temporal ou espacial entre o professor e o aprendiz. </li></ul>
  4. 4. Histórico de EAD <ul><li>A primeira tecnologia que permitiu o EAD foi a escrita. A tecnologia tipográfica, posteriormente, ampliou grandemente o alcance de EAD. Mais recentemente, as tecnologias de comunicação e telecomunicações, especialmente em sua versão digital, ampliaram ainda mais o alcance e as possibilidades de EAD . </li></ul>
  5. 5. Histórico de EAD <ul><li>A invenção da escrita possibilitou que as pessoas escrevessem o que antes só podiam dizer e, assim, permitiu o surgimento da primeira forma de EAD: o ensino por correspondência. As epístolas do Novo Testamento (destinadas a comunidades inteiras), que possuem nítido caráter didático, são claros exemplos de EAD. Seu alcance, entretanto, foi relativamente limitado – até que foram transformadas em livros. </li></ul><ul><li>O livro é, com certeza, a tecnologia mais importante na área de EAD antes do aparecimento das modernas tecnologias eletrônicas, especialmente as digitais. Com o livro (mesmo que manuscrito) o alcance do EAD aumentou significativamente em relação à carta. </li></ul>
  6. 6. Histórico de EAD <ul><li>O surgimento do rádio, da televisão e, mais recentemente, o uso do computador como meio de comunicação vieram dar nova dinâmica ao ensino à distância. Cada um desses meios introduziu um novo elemento ao EAD: </li></ul>
  7. 7. Histórico de EAD <ul><li>Rádio: permitiu que o som (em especial a voz humana) fosse levado a localidades remotas. Assim, a parte sonora de uma aula pode, com o rádio, ser remotizada. </li></ul><ul><li>Televisão: permitiu que a imagem fosse, junto com o som, levada a localidades remotas. Assim, agora uma aula quase inteira, englobando todos os seus componentes audiovisuais, pode ser remotizada . </li></ul><ul><li>Computador: permitiu que o texto fosse enviado com facilidade a localidades remotas ou fosse buscado com facilidade em localidades remotas. O correio eletrônico permitiu que as pessoas se comunicassem assincronamente mas com extrema rapidez. </li></ul>
  8. 8. EAD no mundo <ul><li>A Suécia registrou sua primeira experiência em 1833, com um curso de Contabilidade. Na mesma época, fundou-se na Alemanha em 1856 o primeiro instituto de ensino de línguas por correspondência. O modelo de ensino foi iniciado na Inglaterra em 1840, e, em 1843 foi criada a Phonografic Corresponding Society. Fundada em 1962, a Universidade Aberta mantém um sistema de consultoria, auxiliando outras nações a implementar uma educação a distância de qualidade. Também no século XIX, a EaD foi iniciada nos Estados Unidos da América na Illinois Weeleyan University </li></ul>
  9. 9. EAD no Brasil <ul><li>No Brasil, desde a fundação do Instituto Rádio­ Técnico Monitor, em 1939, o hoje Instituto Monitor, depois do Instituto Universal Brasileiro, em 1941, e o Instituto Padre Reus em 1974, várias experiências de educação a distância foram iniciadas e levadas a termo com relativo sucesso. </li></ul>
  10. 10. NÚMEROS DA EAD NO BRASIL E NO MUNDO <ul><li>No Brasil está implantada em 27 unidades da federação; 200 telecentros em funcionamento; 70 em fase de implantação. São divididos em 4 ciclos anuais, 100mil alunos por ciclo, 120 tutores, 2000 turmas, 50alunos por turma. </li></ul><ul><li>Nos Estados Unidos mais de dois terços de todas as instituições de educação superior que oferece ensino presencial também disponibilizam cursos on-line, assim como mais de 40% das instituições de mestrado. Na Rússia, 30% dos universitários estudam a distancia, 26% na Turquia, na Tailândia 37% e na Europa 900,000 alunos. A Ásia tem mais de 3 milhões de universitários estudando a distancia. </li></ul>
  11. 11. O ALUNO E O PROFESSOR NO EAD <ul><li>A EAD via Internet pode ajudar a EAD em geral a superar uma de suas maiores barreiras, a da manutenção da motivação do estudante. Uma das maiores dificuldades da EAD convencional está no chamado &quot;isolamento&quot; do estudante, que não conta com o apoio e o estímulo de um grupo de pessoas que estão nas mesmas condições que ele, aprendendo as mesmas coisas e ajudando-se mutuamente a vencer dificuldades neste aprendizado, em outras palavras, uma &quot;turma&quot;. </li></ul>
  12. 12. O ALUNO E O PROFESSOR NO EAD <ul><li>São desafios grandes que exigem um grande esforço. Em primeiro lugar, um grande esforço para aprender a ser um aluno online. Isto não é a mesma coisa que ser um aluno convencional e também não se confunde com o aprendizado operacional de novas tecnologias. Ser um aluno online é mais do que aprender a surfar na Internet ou usar o correio eletrônico. É ser capaz de atender às demandas dos novos ambientes online de aprendizagem, é ser capaz de se perceber como parte de uma comunidade virtual de aprendizagem colaborativa e desempenhar o novo papel a ele reservado nesta comunidade. </li></ul>
  13. 13. O ALUNO E O PROFESSOR NO EAD <ul><li>Professor online precisa ser antes de mais nada convertido a uma nova pedagogia. Não é apenas mais um novo meio no qual ele tem que aprender a se movimentar, mas é uma nova proposta pedagógica que ele tem que ajudar a criar com sua prática educacional. </li></ul><ul><li>Este novo aluno e este novo professor ainda não existem. Precisam ser criados e, depois de criados, aperfeiçoados continuamente nesta nova área de prática educativa. Não se faz isto de um dia para o outro. </li></ul>
  14. 14. COMO É O ALUNO EM EAD <ul><li>O interessado em fazer um curso a distância não pode ser dependente do professor e precisa ter disciplina. O próprio presidente de Abed (Associação Brasileira de Educação a Distância), Frederic Michael Litto, 65 anos, admite que a modalidade &quot;não é para todos&quot;. </li></ul>
  15. 15. Características do bom aluno EAD <ul><li>Ter consciência de que ele é o construtor de seu conhecimento; </li></ul><ul><li>Estar motivado para aprender; </li></ul><ul><li>Ter constância, perseverança e responsabilidade; </li></ul><ul><li>Ter hábito de planejamento; </li></ul><ul><li>Ter visão de futuro; </li></ul><ul><li>Ser comprometido e autodisciplinado. </li></ul>
  16. 16. Papel do professor em EAD <ul><li>Professor assume, essencialmente, um papel de tutor, de moderador da do formando, alguém que o orienta e ajuda além de estabelecer uma rede de comunicação e aprendizagem multidirecional atrás dos meios de tecnologia da comunicação. O professor terá que conhecer previamente todas as ferramentas da plataforma que está a utilizar, se dedicar àquilo que está a fazer, estar sempre disponível, levantando questões motivadoras . </li></ul>
  17. 17. EAD VERSUS PRESENCIAL OU EAD E PRESENCIAL? <ul><li>A EAD ainda tem sido vista negativamente por muitos profissionais que estão acostumados com o método de ensino convencional. Há aqueles que acreditam que o professor deva ser o detentor de conhecimentos e o aluno, seu mero receptor. Compreensão esta, que está totalmente equivocada e desatualizada, pois um bom profissional será aquele que facilitará a obtenção do conhecimento, através da criação e da participação mútua no processo de ensino/aprendizagem. </li></ul>
  18. 18. DIFERENÇAS DA EAD EM RELAÇÃO À EDUCAÇÃO PRESENCIAL <ul><li>Considerando que a mediação da relação educando/educador e do processo de aprendizagem na EAD, passa pela interação com as mídias disponíveis, esta deve ser vista e entendida na perspectiva da tecnologia educacional, como um meio e não um fim, seja por um canal síncrono ou assíncrono, com um grau maior ou menor de interatividade. Segundo Sheila dos Santos Lima, a diferença entre a EAD e a educação presencial, em relação ao conhecimento, é que na EAD, são possibilitadas atividades de formação a pessoas distantes de universidades, com maior flexibilidade de horários. </li></ul>
  19. 19. QUE É MELHOR: EAD, PRESENCIAL OU UM POUCO DE CADA UMA? <ul><li>Enquanto é debatido se determinada inovação tecnológica pode ser benéfica ou não, se o “antigamente” era melhor que o “atualmente”, e se as ferramentas atuais trazem a tão propagada “escravidão” no cotidiano dos profissionais, as inovações chegam e se impõem rapidamente como realidade. </li></ul><ul><li>Resta saber como lidar melhor com elas e torná-las fortes aliadas, abandonando as tradicionais posturas refratárias e as lutas improdutivas contra aquilo que se mostra irreversível. E isso independentemente da idade. </li></ul>
  20. 20. E-LEARNING <ul><li>O QUE É E-LEARNING? </li></ul><ul><li>O termo e-Learning é fruto maduro de uma combinação ocorrida entre o ensino com auxílio da tecnologia e a educação a distância. Ambas modalidades convergiram para a educação on-line e para o treinamento baseado em Web, que ao final resultou no e-Learning. </li></ul>
  21. 21. E-LEARNING <ul><li>A interatividade disponibilizada pelas redes de Internet, intranet, e pelos ambientes de gestão, onde se situa o e-learning, segundo a corrente sócio-interacionista, passa a ser encarada como um meio de comunicação entre aprendizes, orientadores e estes com o meio. Partindo dessa premissa, é capaz de proporcionar interação nos seguintes níveis: </li></ul><ul><li>Aprendiz/Orientador; </li></ul><ul><li>Aprendiz/Conteúdo; </li></ul><ul><li>Aprendiz/Aprendiz; </li></ul><ul><li>Aprendiz/Ambiente. </li></ul>
  22. 22. Definição E-LEARNING <ul><li>Uma definição simples para e-learning seria o processo pelo qual o aluno aprende através de conteúdos colocados no computador e/ou Internet e em que o professor, se existir, está à distância utilizando a Internet como meio de comunicação (síncrono ou assíncrono) podendo existir sessões presenciais intermédias. O sistema que inclui aulas presenciais no sistema de e-learning recebe o nome de blended learning. </li></ul>
  23. 23. COMO AS EMPRESAS ESTÃO USANDO O EAD <ul><li>A Educação a Distância no ambiente corporativo apresenta várias vantagens e facilidades. Dentre elas pode-se destacar: </li></ul><ul><li>  Redução de custos com diárias e transporte </li></ul><ul><li>Possibilidade de turmas com alunos alocados em diferentes plantas da empresa </li></ul><ul><li>Flexibilidade de horários e locais de estudo </li></ul><ul><li>Atendimento personalizado para esclarecimentos de dúvidas </li></ul><ul><li>Estímulo ao desenvolvimento da autonomia e iniciativa </li></ul><ul><li>Construção do conhecimento num ambiente colaborativo de aprendizagem. </li></ul>
  24. 24. VANTAGENS E DESVANTAGENS DA EAD NAS EMPRESAS <ul><li>As grandes vantagens são o rompimento de barreiras geográficas e temporais. Com o e-learning, um curso sobre um novo produto, por exemplo, pode ser feito de qualquer local do planeta a qualquer momento, bastando para isso o acesso a Internet e uma senha. E sua desvantagem é a ausência de relação humana formador/formandos, conteúdos mais generalistas, contingência tecnológica - largura de banda e terminais, exigir alguns conhecimentos tecnológicos, custos elevados dos cursos e do material entre outros. </li></ul>
  25. 25. A visão do funcionário <ul><li>Como um funcionário gostaria sim de fazer cursos da EAD, alguns cursos à distância são melhores até que um curso presencial, porque na maioria das vezes eles visam uma idéia bem mais aplicada em relação ao curso que fazemos hoje em dia. </li></ul>
  26. 26. A visão do dono da empresa <ul><li>Para o dono da empresa uso da EAD tem suas vantagens principalmente pela possibilidade de reduzir em até 86% os custos com treinamento . </li></ul>
  27. 27. CONCLUSÃO <ul><li>Ainda existe um certo pré-conceito sobre o EAD, porém com a ajuda de dados sobre o aproveitamento do aluno e o crescente número de informações a respeito deste tipo de ensino, este pré-conceito começa a diminuir. Existem diversas aplicações da educação a distância. O ensino de ciências jurídicas e língua portuguesa já possuem aplicações bastante fundamentadas. Em 2006 foi lançado o projeto wikiversidade, ainda em fase experimental. Trata-se de um grande projeto de ensino colaborativo mediado pela World Wide Web com várias aplicações inclusive o nível superior. </li></ul>
  28. 28. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS <ul><li>Artigas, Morgana. Disponível em http://www.slideshare.net acesso em 11 abril 2008 </li></ul><ul><li>http://pt.wikipedia.org acesso em 11 abril 2008. </li></ul>
  29. 29. Componentes: <ul><li>Ariela Yokemura </li></ul><ul><li>Caroline Vaz Acosta </li></ul>

×