Fisiologia de peixes

570 visualizações

Publicada em

peixes

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
570
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
6
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
16
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Fisiologia de peixes

  1. 1. Fisiologia de Peixes MSc. Marianna Vaz Rodrigues mvazrodrigues@gmail.com
  2. 2. TEGUMENTO
  3. 3. Tegumento • Barreira primária
  4. 4. Tegumento • Células epiteliais • Células mucosas • Lisoenzimas • Imunoglobulinas E D C
  5. 5. Tegumento – Epiderme • Teleósteos: células malfingeanas • Células de defesa • Ciprinídeos: células shreckstoffzellen (alarme) • Gadidae: células semelhantes à cistos
  6. 6. Tegumento – Derme • Estrato esponjoso • Colágeno e fibras de reticulina • Cromatóforos –Melanóforos –Lipóforos »Eritrófitos »xantóforos • Células mast
  7. 7. Tegumento
  8. 8. Tegumento
  9. 9. SISTEMA MÚSCULO- ESQUELÉTICO
  10. 10. Sistema músculo-esquelético • Articulação mandíbula e opérculo – Respiração – Alimentação • Coluna - ligamentos
  11. 11. Sistema músculo-esquelético • Clupeidae, Salmonidae, Cyprinidae – Ossos celulares • Percidae, Centrarchidae – Ossos acelulares
  12. 12. Sistema músculo-esquelético • Muscularis lateralis supercialis (red) – Aeróbios • Muscularis lateralis profundus (white) – Anaeróbios • Velocidade de contração
  13. 13. SISTEMA RESPIRATÓRIO
  14. 14. Sistema respiratório • Brânquias – Epitélio delgado – Homeostasia – Respiração – Excreção de resíduos nitrogenados
  15. 15. Sistema respiratório • Nível de ventilação – Músculo adutor
  16. 16. Sistema respiratório
  17. 17. Sistema respiratório • Arco branquial – Epitélio delgado – Células de defesa – Células mucosas – Salina – Secreção de sal – Células com grânulos eosinofílicos – Células pilares (contráteis)
  18. 18. Sistema respiratório • Regulação do fluxo sanguíneo – Adrenalina e noradrenalina • < resistência de fluxo sanguíneo nas brânquias – Acetilcolina • > pressão sanguínea Restrição de fluxo sanguíneo leva a: - Redução da troca gasosa - Redução da exposição de fluídos corporais para troca iônica
  19. 19. Sistema respiratório • Epitélio superficial irregular – Fisiologia
  20. 20. Sistema respiratório • Respiração – Gasto de energia x oxigenação da água – Fluxo de água
  21. 21. Sistema respiratório • Tosse – > ventilação branquial – > taxa cardíaca • Pseudobrânquia – Hiperoxigenação coróide • Ritmo de respiração – Neurônios – medula oblonga
  22. 22. SISTEMA CIRCULATÓRIO
  23. 23. Sistema circulatório
  24. 24. Sistema circulatório Seio venoso Ducto curvieri Bulboarterioso
  25. 25. Sistema circulatório
  26. 26. Sistema circulatório • Controle da circulação – Catecolaminas • Permeabilidade vascular alta – Pressão osmótica baixa • Linfa – Única fonte de irrigação de músculo branco
  27. 27. Sistema respiratório • Fenômeno Root – pH baixo – Capacidade de carrear oxigênio • Temperatura alta • > dissociação dióxido de carbono • > transporte
  28. 28. COMPOSIÇÃO DO SANGUE
  29. 29. Composição do sangue • Hemácea nucleada • Células vermelhas nucleadas • Eritrócitos – Nucleados – Quantidade variável – Estresse – Temperatura ambiental – Policromatócitos – Fosforilação oxidativa (ATP)
  30. 30. Composição do sangue • Neutrófilos – Heterófilos – Leucócito tipo I – Atividade fagocitária – Polimorfismo nuclear – Resposta não específica – Rim – Baço
  31. 31. Composição do sangue • Monócitos – Fagócito mononuclear – Rim • Trombócitos – Coagulação – Prevenção de perda de fluídos – Vacúolos no citoplasma
  32. 32. Composição do sangue • Eosinófilos – Complexo antígeno-anticorpo – Quantidade: níveis hormonais – Pele – Tecido hematopoiético – Tecido digestivo • Macrófagos – Fagocitose – Baço – Fígado
  33. 33. Composição do sangue • Basófilos – Estresse – Alergia • Mastócitos – Funções desconhecidas • Linfócito – Resposta imune – Sangue – Linfa
  34. 34. TECIDO HEMATOPOIÉTICO
  35. 35. Tecido hematopoiético • Baço • Interstício renal • Espaço porta • Submucosa intestinal • Órgãos linfóides • Timo
  36. 36. Sistema hematopoiético renal • Porção anterior • Porção posterior • Corpúsculo de Stannius • Centro melanomacrófago
  37. 37. Baço • Órgão linfóide • Curvatura maior estômago • Flexura do intestino • Pâncreas (Subcapsular) • Elementos elipsóides • Polpa – Linfopoiético • Centro melanomacrófagos
  38. 38. Timo • Comissura dorsal subcutânea do opérculo • Agregado de linfócitos • Células argirofílicas finas • Macrófagos • Corpúsculo de Hassl • Maturação de célula T
  39. 39. SISTEMA RETICULOENDOTELIAL
  40. 40. Sistema reticuloendotelial • Sistema fagocítico – Remoção de células estéreis – Partículas da circulação • Promonócitos • Monócitos • Macrófagos • Células gigantes e epitelióides – Sistema macrófago mononuclear
  41. 41. SISTEMA RENAL E DE EXCREÇÃO
  42. 42. Sistema renal e de excreção • Brânquias • Rins • Parede intestinal
  43. 43. Rim • Excretor: posterior • Claro • Marrom escuro • Preto • Ureteres / ductos arquinéfricos • Papila urinária
  44. 44. Rim • Glomérulo – Peixes marinhos: ausência de segmentos distais – Peixes dulcícolas: 1 segmento distal
  45. 45. Regulação osmótica e iônica • Peixe de água doce – Ambiente hipo-osmótico – Brânquias – Superfície permeável da faringe – Rim: diluição da urina • Perda de íons –Absorção de sódio e cloro »Brânquias –Absorção de alimentos »Parede intestinal
  46. 46. Regulação osmótica e iônica • Peixe marinho – Sangue: baixa pressão osmótica – Perda passiva de água: brânquias – Urina: pequenas quantidades – Magnésio e fosfato – Ato de beber água – Excesso de íons monovalentes • Brânquias – Excesso de íons polivalentes • Fezes
  47. 47. Regulação osmótica e iônica • Células de cloreto – Troca iônica nas brânquias – Bombeamento de sal – Lamelas primárias
  48. 48. Regulação osmótica e iônica
  49. 49. Regulação osmótica e iônica • Controle da osmorregulação – Endócrino: pituitária – Corticóides • Efluxo de sódio nas brânquias – Hormônios semelhantes a prolactina • Transporte e permeabilidade de íons • Maturação sexual • Compostos nitrogenados • Óxido de trimetilamina
  50. 50. SISTEMA DIGESTIVO
  51. 51. Trato digestivo
  52. 52. Cavidade oral • Seleção • Apreensão • Orientação para o estômago • Dentes • Terminações nervosas
  53. 53. Esôfago • Tubo muscular • Células mucóides – Partículas estranhas • Divertículo cego • Dente esofágico
  54. 54. Estômago • Sigmóides • Pregas internas • Muscular • Células mucosas • Células granulosas eosinofílicas
  55. 55. Intestino • Reto • Sigmóide • Coloidal • Células granulosas eosinofílicas • Células rodlet
  56. 56. Reto • Parede muscular fina • Lâmina basal: células mucóides • Época reprodutiva • Migração • Fome – Necrose epitelial extensiva – Células escurecidas e contraídas – “Achatamento” das vilosidades
  57. 57. Fígado • Marrom claro • Marrom avermelhado • Amarelo • Esbranquiçado • Pâncreas • Glicogênio/gordura – Pouca nutrição – Fome
  58. 58. Fígado • Anastomose com canalículos biliares – Ductos biliares • Bexiga biliar –Células rodlet –Bile amarelo-esverdeado • Centro melanomacrófagos
  59. 59. Pâncreas • Localização variável • No mesentério próximo aos cecos pilóricos • Camada subcapsular do baço • Camada externa hepática • Exócrino: células basofílicas • Endócrino: ilhota de Langerhans, células α, β e δ
  60. 60. METABOLISMO
  61. 61. Fatores abióticos que influenciam no metabolismo • Temperatura alta – Elevado metabolismo – Falha no transporte de gases respiratórios • Oxigênio – Salinidade e temperatura alta • < oxigênio –Maior ventilação –Menos nado – Zona de resistência (anaerobiose)
  62. 62. Fatores abióticos que influenciam no metabolismo • Dióxido de carbono – Níveis altos • < taxa de consumo de oxigênio • Amônia • Salinidade alta – Retardo no crescimento
  63. 63. Fatores bióticos que influenciam no metabolismo • Tamanho do peixe • Atividade muscular • Fome • Ação dinâmica específica (SDA) – Digestão – Assimilação – Crescimento – Desaminação de aminoácidos – Síntese de produtos nitrogenados excretados
  64. 64. SISTEMA REPRODUTIVO
  65. 65. Sistema reprodutivo • Hermafroditismo • Bissexualidade • Fecundação externa
  66. 66. Testículo • Pareados • Vaso deferente – Meato excretório • Papila urinária • Túbulos seminíferos – Epitélio espermatogênico
  67. 67. Testículo • Maturação dos gametas – Multiplicação da espermatogonia – Superfície periforme das células de Sertoli • Secreção de testosterona – Células intersticiais
  68. 68. Ovário • Espécie • Produtor de ovos • Estocagem para espermatozóides • Vagina • Útero
  69. 69. Ovário • Maduros – Cavidade abdominal – Meio externo (oviduto) – “Vilosidade do mesentério” • Cavidade abdominal • Degeneração do óvulo X melanomacrófagos
  70. 70. SISTEMA NERVOSO
  71. 71. Sistema nervoso • Cérebro • Medula espinhal – Glia • Astrócitos • Oligodendrócitos • Microglia – Neurônios • SNP – Células granulosas eosinofílicas
  72. 72. Cérebro • Telencéfalo • Diencéfalo • Mesencéfalo • Metencéfalo / cerebelo • Medula oblonga
  73. 73. Telencéfalo • Olfato • Cor na visão • Memória • Comportamento reprodutivo • Comportamento alimentar
  74. 74. Diencéfalo • Epitálamo – Receptor de luminosidade – Coordena estímulos da pineal e telencéfalo para o tálamo • Tálamo – Relação neural com retina e lobos ópticos • Hipotálamo – Olfato – Sabor • Saco vasculoso – Secreção de fluído cerebroespinhal
  75. 75. Mesencéfalo • Teto óptico – Recepção e saída do nervo óptico • Tegumento
  76. 76. Metencéfalo / Cerebelo • Recepção e coordenação – Estímulos de balanço e proprioceptivos • Lobo vestibulolateral – Estímulo vestibular e linha lateral • Corpo cerebelar – Estímulo medula espinhal
  77. 77. Medula oblonga • 4 colunas de fibras nervosas • Tratos motor e sensorial • Involuntário – Nervos oculomotor e vagal • Regulação nervosa respiratória • Centro de controle de cromatóforos • Movimentos de natação – Célula Mauthner
  78. 78. Medula espinhal • Neurônios – Motores – Sensoriais
  79. 79. ÓRGÃOS SENSORIAIS
  80. 80. Olhos • Lente esférica – Sobressai na íris – Visão ampla • Secreção de oxigênio = bexiga natatória • Peixes de profundidade: visão monocromática
  81. 81. Labirinto • Linha lateral – Canais semicirculares • Ampola esférica • Pêlos sensoriais – Otólito • Células sensoriais • Vibrações sonoras • Equilíbrio – Manutenção do equilíbrio – Audição
  82. 82. Linha lateral • Neuromasts • Movimentação na água • Receptores celulares piriformes
  83. 83. Senso olfatório • “Focinho” • Anterior • Posterior • Epitélio olfatório – Sensorial • Bulbo olfatório – Axônios • Trato olfatório –Telencéfalo
  84. 84. Senso de degustação • Superfície dos lábios • Cabeça • Barbela • Nadadeiras • Arco branquial • Boca
  85. 85. BEXIGA NATATÓRIA
  86. 86. Bexiga natatória • Flutuação • Som • Recepção de pressão • Pelágicos de nado rápido: ausentes
  87. 87. Bexiga natatória • Inflamação – Aspiração de água ou ar • Produção de som e recepção de pressão – Pressão – Velocidade – Deslocamento de partículas na água
  88. 88. SISTEMA ENDÓCRINO
  89. 89. Pituitária • Neurohipófise – Tecido nervoso • Adenohipófise – Secreção de proteínas e hormônios • Extração – Ovulação
  90. 90. Pituitária • Podem ser: – Estimulam atividade endócrina • Tireóide • Gônadas • Adrenal – Influenciam nos processos fisiológicos • Movimentos de melanóforos na derme • Osmorregulação • Metabolismo • Crescimento
  91. 91. Tireóide • Efeito estimulatório no metabolismo – Carboidratos – Mobilização de lipídeos • Área faringeana • Ao redor do olho • Aorta ventral • Veia hepática • Tecido hematopoiético renal
  92. 92. Tireóide • TSH – Tiroxina – Tri-iodotironina • Resposta aos hormônios – Estado nutricional – Temperatura do ambiente – Fotoperíodo – Salinidade
  93. 93. Adrenal • Córtex – Gluco e mineralcorticóides • Medular – Cromafina – Simpatomiméticas • Adrenalina –Estresse • Catecolamina –Hiperglicemia –Troca gasosa e iônica das brânquias
  94. 94. Glândulas ultimobranquiais • Porção ventral do esôfago • Regula o cálcio sérico
  95. 95. Corpúsculo de Stannius • Superfície renal • Teleocalcina – Bloqueia absorção de cálcio nas brânquias – Produção de substâncias regulatórias de pressão
  96. 96. Pâncreas endócrino • Salmonídeos e anguiliformes – Ilhotas de Langerhans • Grandes teleósteos – Ilhotas de Langerhans • Corpo de Brockman • Glucagon • Insulina
  97. 97. Pâncreas endócrino • Tamanho da ilhota de Langerhans – Desova – Salinidade – Dieta alterada – Sazonalidade
  98. 98. Urófise • Tubarões • Teleósteos • Expansão da medula espinhal • Células neurosecretórias – Hormônios • Osmorregulação • Músculo da boca
  99. 99. Pseudobrânquia e corpo coróide • Alguns teleósteos • Superfície interna do opérculo • Endócrina e regulatória – Hiperoxigenação • Retina
  100. 100. Gônadas • Hormônios • Controlados pela gonadotrofina • Adelgamento da pele • Mudanças de cor • Desenvolvimento de tubérculos de reprodução • Edema da área urogenital • Metabolismo de carboidrato, lipídeo e proteína
  101. 101. Gônadas • Andrógenos – Processos anabólicos • Crescimento maior –Aumento de proteína –RNA no fígado, rim e músculo • Estrógenos • > reserva corporal de lipídeos • Início da síntese de proteínas vitelogênicas

×