O desenvolvimento do texto dissertativo argumentativo

23.844 visualizações

Publicada em

0 comentários
4 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
23.844
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
225
Comentários
0
Gostaram
4
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O desenvolvimento do texto dissertativo argumentativo

  1. 1. O desenvolvimento do texto dissertativo-argumentativo Se a introdução é a parte do texto que, além de situar o tema, apresenta a tese e o ponto de vista a ser defendido pelo autor, o desenvolvimento é a própria defesa desse ponto de vista, ou seja, é a parte mais importante do texto,aquela que é responsável pelo desenvolvimento de sua idéia principal. Como esse texto tem uma finalidade persuasiva, a qualidade dele depende da escolha, da consistência e da organização dos argumentos apresentados no desenvolvimento.
  2. 2. Tipos de desenvolvimento do texto dissertativo-argumentativo • Não há um número previamente definido de parágrafos no desenvolvimento desse texto. Apesar disso, geralmente, cada argumento corresponde a um parágrafo. Às vezes, porém, um argumento mais complexo se desdobra em dois aspectos, o que cria a necessidade de haver dois parágrafos para um único argumento. Também podem ocorrer construções em que um único parágrafo faz uso de dois argumentos.
  3. 3. Os tipos mais comuns de parágrafos de desenvolvimento: • Enumeração:neste tipo, que é o mais usado, o autor pode definir, conceituar, classificar, detalhar, expor dados, etc.
  4. 4. • Exemplificação: O autor cita exemplos de fatos significativos e também pode se valer da comparação, contrapondo os dados.
  5. 5. • Comparação e contraste: geralmente é utilizado para contrastar comportamentos, valores, estatísticas, fatos históricos de épocas ou de lugares diferentes.
  6. 6. • Definição: Procura-se definir uma palavra ou um conceito pouco conhecido ou de definição duvidosa ou discutível.
  7. 7. • Alusão histórica: É utilizada quando se quer explicar algo do presente a partir de um ou mais fatos do passado. Serve também para comparações com a realidade atual. Ela pode ocupar parte do parágrafo ou o parágrafo inteiro.
  8. 8. • Causa e conseqüência: Procura-se geralmente indicar as causas do fato que está em discussão.
  9. 9. • Citação ou testemunho: o autor se empenha em comprovar a tese citando as palavras de uma autoridade no assunto(pesquisador, diretor, presidente, autor) ou apresenta o testemunho desse profissional/autoridade.De acodo com o reconhecimento social ou intelectual da pessoa que é citada ou que dá o testemunho, o argumento poderá ter maior ou menor força. As transcrições de trechos de obras ou de falas/entrevistas devem ser literais e feitas entre aspas. Quando realizadas em discurso indireto, deve-se tomar cuidado para manter fidelidade às idéias do autor,
  10. 10. • Citação ou testemunho: o autor se empenha em comprovar a tese citando as palavras de uma autoridade no assunto(pesquisador, diretor, presidente, autor) ou apresenta o testemunho desse profissional/autoridade.De acodo com o reconhecimento social ou intelectual da pessoa que é citada ou que dá o testemunho, o argumento poderá ter maior ou menor força. As transcrições de trechos de obras ou de falas/entrevistas devem ser literais e feitas entre aspas. Quando realizadas em discurso indireto, deve-se tomar cuidado para manter fidelidade às idéias do autor,

×