Anfibios 4º período b

3.655 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação, Tecnologia
  • Seja o primeiro a comentar

Anfibios 4º período b

  1. 1. COLÉGIO ESTADUAL OLAVO BILAC <ul><li>Alunos: Natacha Alves </li></ul><ul><li>Viviane Elisa </li></ul><ul><li>Yasmin Rita </li></ul><ul><li>Marcos Balbino </li></ul><ul><li>Renato Uchoa </li></ul><ul><li>Trabalho apresentado no componente curricular de Biologia, com requisito parcial de obtenção de nota para o 4º Bimestre, sob orientação da Professora Especialista Joelma Lourenço Rocha </li></ul><ul><li>TURMA: 4º Período B </li></ul><ul><li>GOIANIA, OUTUBRO 2010 </li></ul>
  2. 2. Anfíbios
  3. 3. Os anfíbios constituem uma classe de animais vertebrados, pecilotérmicos que não possuem bolsa amniótica. O âmnio é uma bolsa em forma de saco que está repleta de líquido amniótico e tem uma função protetora, permitindo que o embrião se desenvolva num ambiente úmido, tal como acontece com os anfíbios e com os peixes que se desenvolvem na água, e por outro lado protegendo o embrião, amortecendo os choques térmicos e mecânicos.
  4. 5. A característica mais marcante dos seres vivos da classe é o seu ciclo de vida dividido em duas fases: uma aquática e outra terrestre, apesar de haver exceções
  5. 6. Os anfíbios são representados pelas ordens:
  6. 7. ANURA representados por sapos, rãs e pererecas
  7. 11. CAUDUTA ou URODELA representada pela salamandras, ou urodelos que são animas de corpo alongado, quatro pernas e cauda longa
  8. 13. APODA representados por animais de corpo cilindro e alongado, conhecidos como cobras-cegas
  9. 15. Os anfíbios adultos tem pele dotada de glândulas produtoras de muco, que ajuda a manter úmida e lubrificada a superfície corporal
  10. 16. Isso favorece a troca de gases entre os vasos sanguíneos da pele e o ambiente, processo chamado de RESPIRAÇÃO CUTÂNEA
  11. 17. Os anfíbios são tetrápodes e, como os demais vertebrados com quatro pernas
  12. 19. Apresentam esqueleto ósseo, dividido em esqueleto axial, constituído pelo crânio e pela coluna vertebral
  13. 21. E Esqueleto apendicular constituído pelos ossos dos membros e pelos ossos que ligam os membros a coluna vertebral
  14. 23. Os anfíbios apresentam os cíngulos dos membros anteriores e posteriores, que articulam os membros a coluna vertebral
  15. 24. Os anfíbios tem sistema digestório completo, constituído pela boca e ânus.
  16. 26. Larvas de anfíbios respiram por meio de brânquias e pela pele (respiração cutânea)
  17. 28. Adultos respiram pelo pulmão e também pela pele
  18. 31. Os anfíbios tem circulação dupla
  19. 32. Um dos circuitos chama-se pequena circulação o coração envia sangue venoso (pobre em oxigênio) aos pulmões, onde ele e oxigenado e volta ao coração
  20. 33. Em outro circuito chamado de grande circulação o sangue arterial (rico em gás oxigênio) e enviado a diversas partes do corpo onde oxigena os tecidos e recolhe o gás carbônico transformando em sangue venoso que retorna ao coração
  21. 35. Nos anfíbios adultos, o coração tem três câmaras sendo dois átrios e um ventrículo
  22. 36. A excreção dos anfíbios e realizada por um par de rins
  23. 37. Os olhos dos anfíbios são desenvolvidos, mas não conseguem enxergar objetos em movimento
  24. 39. Apresentam linhas laterais, na qual permite sentir movimentos na água ao redor
  25. 40. Quase todos os anfíbios apresentam desenvolvimento indireto, com fase larval aquática
  26. 41. Anfíbios são dióicos, ovíparos (fêmeas eliminamos ovos que se desenvolvem na água) e ocorre fecundação interna
  27. 43. Os sapos passam por uma metamorfose completa. Os ovos são postos na água, onde nascem os jovens girinos, que possuem cauda e brânquias externas mas não tem pernas
  28. 47. Com o crescimento e desenvolvimento do girino as brânquias desaparecem, as pernas posteriores surgem, depois as anteriores e a cauda encolhe Logo a cauda desaparece num sapo adulto

×