http://athene.riv.csu.edu.au/~jherring/PLUS%20model.htm
http://archive.ifla.org/IV/ifla63/63herj.htm
Estratégias de pesqui...
http://athene.riv.csu.edu.au/~jherring/PLUS%20model.htm
http://archive.ifla.org/IV/ifla63/63herj.htm
A literacia da inform...
http://athene.riv.csu.edu.au/~jherring/PLUS%20model.htm
http://archive.ifla.org/IV/ifla63/63herj.htm
Estratégias de pesqui...
http://athene.riv.csu.edu.au/~jherring/PLUS%20model.htm
http://archive.ifla.org/IV/ifla63/63herj.htm
Ao propor uma pesquis...
http://athene.riv.csu.edu.au/~jherring/PLUS%20model.htm
http://archive.ifla.org/IV/ifla63/63herj.htm
Por várias razões é f...
ModeloModelo PLUSPLUSEstratégias de pesquisa e tratamento da informação
http://athene.riv.csu.edu.au/~jherring/PLUS%20mode...
ModeloModelo PLUSPLUSEstratégias de pesquisa e tratamento da informação
http://athene.riv.csu.edu.au/~jherring/PLUS%20mode...
http://athene.riv.csu.edu.au/~jherring/PLUS%20model.htm
http://archive.ifla.org/IV/ifla63/63herj.htm
Etapas do modelo PLUS...
http://athene.riv.csu.edu.au/~jherring/PLUS%20model.htm
http://archive.ifla.org/IV/ifla63/63herj.htm
ética
4.
1.ETAPA1.ETA...
http://athene.riv.csu.edu.au/~jherring/PLUS%20model.htm
http://archive.ifla.org/IV/ifla63/63herj.htm
ética
O que se preten...
http://athene.riv.csu.edu.au/~jherring/PLUS%20model.htm
http://archive.ifla.org/IV/ifla63/63herj.htm
ética
O que já se con...
http://athene.riv.csu.edu.au/~jherring/PLUS%20model.htm
http://archive.ifla.org/IV/ifla63/63herj.htm
ética
Organizar ideia...
http://athene.riv.csu.edu.au/~jherring/PLUS%20model.htm
http://archive.ifla.org/IV/ifla63/63herj.htm
ética
O que pesquisar...
http://athene.riv.csu.edu.au/~jherring/PLUS%20model.htm
http://archive.ifla.org/IV/ifla63/63herj.htm
ética
…de pesquisa de...
http://athene.riv.csu.edu.au/~jherring/PLUS%20model.htm
http://archive.ifla.org/IV/ifla63/63herj.htm
ética
2.2.LLocationoc...
http://athene.riv.csu.edu.au/~jherring/PLUS%20model.htm
http://archive.ifla.org/IV/ifla63/63herj.htm
ética
2.ETAPA2.ETAPA
...
http://athene.riv.csu.edu.au/~jherring/PLUS%20model.htm
http://archive.ifla.org/IV/ifla63/63herj.htm
ética
Onde pesquisar?...
http://athene.riv.csu.edu.au/~jherring/PLUS%20model.htm
http://archive.ifla.org/IV/ifla63/63herj.htm
ética
3.3.UUSESE [Usa...
http://athene.riv.csu.edu.au/~jherring/PLUS%20model.htm
http://archive.ifla.org/IV/ifla63/63herj.htm
ética
3.ETAPA3.ETAPA
...
http://athene.riv.csu.edu.au/~jherring/PLUS%20model.htm
http://archive.ifla.org/IV/ifla63/63herj.htm
ética
3.ETAPA3.ETAPA
...
http://athene.riv.csu.edu.au/~jherring/PLUS%20model.htm
http://archive.ifla.org/IV/ifla63/63herj.htm
ética
3.ETAPA3.ETAPA
...
http://athene.riv.csu.edu.au/~jherring/PLUS%20model.htm
http://archive.ifla.org/IV/ifla63/63herj.htm
ética
ética
Questão t...
http://athene.riv.csu.edu.au/~jherring/PLUS%20model.htm
http://archive.ifla.org/IV/ifla63/63herj.htm
ética
ética
3.ETAPA3....
http://athene.riv.csu.edu.au/~jherring/PLUS%20model.htm
http://archive.ifla.org/IV/ifla63/63herj.htm
ética
4.4.SSelf-Evalu...
http://athene.riv.csu.edu.au/~jherring/PLUS%20model.htm
http://archive.ifla.org/IV/ifla63/63herj.htm
ética
4.ETAPA4.ETAPA
...
http://athene.riv.csu.edu.au/~jherring/PLUS%20model.htm
http://archive.ifla.org/IV/ifla63/63herj.htm
ética
4.ETAPA4.ETAPA
...
http://athene.riv.csu.edu.au/~jherring/PLUS%20model.htm
http://archive.ifla.org/IV/ifla63/63herj.htm
ética
Conceito de met...
http://athene.riv.csu.edu.au/~jherring/PLUS%20model.htm
http://archive.ifla.org/IV/ifla63/63herj.htm
Etapas do modelo PLUS...
http://athene.riv.csu.edu.au/~jherring/PLUS%20model.htm
http://archive.ifla.org/IV/ifla63/63herj.htm
ética
1.ETAPA1.ETAPA
...
http://athene.riv.csu.edu.au/~jherring/PLUS%20model.htm
http://archive.ifla.org/IV/ifla63/63herj.htm
ética
1.ETAPA1.ETAPA
...
http://athene.riv.csu.edu.au/~jherring/PLUS%20model.htm
http://archive.ifla.org/IV/ifla63/63herj.htm
ética
2.ETAPA2.ETAPA
...
http://athene.riv.csu.edu.au/~jherring/PLUS%20model.htm
http://archive.ifla.org/IV/ifla63/63herj.htm
ética
um caso prático...
http://athene.riv.csu.edu.au/~jherring/PLUS%20model.htm
http://archive.ifla.org/IV/ifla63/63herj.htm
ética
4.ETAPA4.ETAPA
...
http://athene.riv.csu.edu.au/~jherring/PLUS%20model.htm
http://archive.ifla.org/IV/ifla63/63herj.htm
ética
PLUS acrónimo d...
http://athene.riv.csu.edu.au/~jherring/PLUS%20model.htm
http://archive.ifla.org/IV/ifla63/63herj.htm
modelomodelo PLUSPLUS...
ModeloModelo PLUSPLUSEstratégias de pesquisa e tratamento da informação
http://athene.riv.csu.edu.au/~jherring/PLUS%20mode...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

ModeloPlus be.esARS

224 visualizações

Publicada em

Aprender com a biblioteca escolar

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
224
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

ModeloPlus be.esARS

  1. 1. http://athene.riv.csu.edu.au/~jherring/PLUS%20model.htm http://archive.ifla.org/IV/ifla63/63herj.htm Estratégias de pesquisa e tratamento da informação Sessão de sensibilização para professores esARS Nota introdutóriaNota introdutória Introdução ao tema: literacia e modelos de pesquisa de informação; Exploração de um modelo: PLUS; Transcrição do acrónimo PLUS. Parte I:Parte I: descrição e contextualização do modelo Descrição das etapas, introduzindo a ideia transversal de ética: 1ª etapa: planificar; 2ª etapa: localizar; 3ª etapa: usar; 4ª etapa: autoavaliar. Parte II:Parte II: operacionalização, breve apresentação de um possível caso prático Parte III:Parte III: Potencialidades e fraquezas do modelo. Referências bibliográficasReferências bibliográficas Fontes consultadas.
  2. 2. http://athene.riv.csu.edu.au/~jherring/PLUS%20model.htm http://archive.ifla.org/IV/ifla63/63herj.htm A literacia da informação é uma questão atual para a Escola e para a Biblioteca Escolar. Nesse sentido é importante que:Nesse sentido é importante que:  os professores e alunos conheçam modelos que apoiam o desenvolvimento da literacia da informação na ótica do utilizador [o aluno];  seja aplicado um modelo como processo sistemático de resolução de problemas da informação com intuito de capacitar os alunos para lidar com qualquer problema, decisão ou tarefa; os alunos sejam aconselhados e orientados para o uso dos serviços e recursos da biblioteca escolar quando realizam trabalhos e pesquisa de informação. “as pessoas literatas em informação são aquelas que aprenderam a aprender, que sabem como aprender, porque sabem como o conhecimento está organizado, como encontrar a informação e como usá-la de forma a que os outros aprendam com ela” ALA, 1989 “as pessoas literatas em informação são aquelas que aprenderam a aprender, que sabem como aprender, porque sabem como o conhecimento está organizado, como encontrar a informação e como usá-la de forma a que os outros aprendam com ela” ALA, 1989 Estratégias de pesquisa e tratamento da informação Sessão de sensibilização para professores
  3. 3. http://athene.riv.csu.edu.au/~jherring/PLUS%20model.htm http://archive.ifla.org/IV/ifla63/63herj.htm Estratégias de pesquisa e tratamento da informação Sessão de sensibilização para professores
  4. 4. http://athene.riv.csu.edu.au/~jherring/PLUS%20model.htm http://archive.ifla.org/IV/ifla63/63herj.htm Ao propor uma pesquisa de informação é necessário orientar os alunos no seu processo de trabalho: Ao propor uma pesquisa de informação é necessário orientar os alunos no seu processo de trabalho: Estratégias de pesquisa e tratamento da informação Sessão de sensibilização para professores
  5. 5. http://athene.riv.csu.edu.au/~jherring/PLUS%20model.htm http://archive.ifla.org/IV/ifla63/63herj.htm Por várias razões é fundamental ensinar a resolver situações de pesquisa de informação. Os modelos de pesquisa permitem identificar áreas de intervenção para melhorar desempenhos quando se elabora um trabalho de pesquisa. Estratégias de pesquisa e tratamento da informação Sessão de sensibilização para professores
  6. 6. ModeloModelo PLUSPLUSEstratégias de pesquisa e tratamento da informação http://athene.riv.csu.edu.au/~jherring/PLUS%20model.htm http://archive.ifla.org/IV/ifla63/63herj.htm PLUSPLUS é um dos modelos utilizado nas bibliotecas escolares para o desenvolvimento das competências de informação. Modelo desenvolvido por James Herring (Escócia) especialista em bibliotecas escolares e em literacia da informação. Contextualização:Contextualização: Este modelo procura associar os elementos-chave de modelos anteriores, evidenciando as competências de reflexão e autoavaliação.
  7. 7. ModeloModelo PLUSPLUSEstratégias de pesquisa e tratamento da informação http://athene.riv.csu.edu.au/~jherring/PLUS%20model.htm http://archive.ifla.org/IV/ifla63/63herj.htm
  8. 8. http://athene.riv.csu.edu.au/~jherring/PLUS%20model.htm http://archive.ifla.org/IV/ifla63/63herj.htm Etapas do modelo PLUSEtapas do modelo PLUS ética PLUS acrónimo de: Purpose (Objetivo), Location (Localização), Use (Uso) e Self-Evaluation (Autoavaliação) PLUSPLUS I. Conhecer as 4 etapas: descrição edescrição e contextualizaçãocontextualização
  9. 9. http://athene.riv.csu.edu.au/~jherring/PLUS%20model.htm http://archive.ifla.org/IV/ifla63/63herj.htm ética 4. 1.ETAPA1.ETAPA PPlanificar uma estratégia como proposta de trabalho 1.1.PPurposeurpose [Planificar o Objetivo / Propósito][Planificar o Objetivo / Propósito] o aluno deve identificar:  o objetivo da pesquisa;  o que deve fazer para cumprir a tarefa (identificar o que já sabe e o que lhe falta saber); planificar uma estratégia como proposta de trabalho.
  10. 10. http://athene.riv.csu.edu.au/~jherring/PLUS%20model.htm http://archive.ifla.org/IV/ifla63/63herj.htm ética O que se pretende?  definir o objetivo; público alvo;  o que incluir no trabalho; calendarizar para realizar o trabalho. 1.ETAPA1.ETAPA PPlanificar uma estratégia como proposta de trabalho
  11. 11. http://athene.riv.csu.edu.au/~jherring/PLUS%20model.htm http://archive.ifla.org/IV/ifla63/63herj.htm ética O que já se conhece sobre o tema? Fazer um "brainstorming" à procura das ideias que se tem sobre o tema. 1.ETAPA1.ETAPA PPlanificar uma estratégia como proposta de trabalho
  12. 12. http://athene.riv.csu.edu.au/~jherring/PLUS%20model.htm http://archive.ifla.org/IV/ifla63/63herj.htm ética Organizar ideias  a partir da técnica de brainstorming mobilizar ideias prévias a fim de gerar um denominador comum, que leve o projeto adiante; selecionar ideias a partir do assunto central de forma a conseguir um esquema conceptual com os tópicos que permitam evoluir até a uma solução final. O que incluir no trabalho? 1.ETAPA1.ETAPA PPlanificar uma estratégia como proposta de trabalho
  13. 13. http://athene.riv.csu.edu.au/~jherring/PLUS%20model.htm http://archive.ifla.org/IV/ifla63/63herj.htm ética O que pesquisar? Previamente:  assinalar as questões certas e as palavras-chave para identificar a informação de que se precisa e as melhores fontes de informação [impressa / digital] para a obter. 1.ETAPA1.ETAPA PPlanificar uma estratégia como proposta de trabalho
  14. 14. http://athene.riv.csu.edu.au/~jherring/PLUS%20model.htm http://archive.ifla.org/IV/ifla63/63herj.htm ética …de pesquisa de informação: Quem?Quem? explorar o tema, assunto e/ou autor(es); O quê?O quê? aceder a vários tipos de informação; Onde?Onde? vários lugares– recursos (impresso/digital/web); Quando?Quando? datar fonte / informação / acesso; Porquê?Porquê? focalizar no objetivo, meta; Como?Como? utilizar ferramentas, métodos, estratégias. 1.ETAPA1.ETAPA PPlanificar uma estratégia como proposta de trabalho
  15. 15. http://athene.riv.csu.edu.au/~jherring/PLUS%20model.htm http://archive.ifla.org/IV/ifla63/63herj.htm ética 2.2.LLocationocation [Localizar][Localizar] o aluno deve ser capaz de descobrir:  fontes essenciais para o trabalho que tem de fazer;  informações relevantes para o objetivo que quer atingir. 2.ETAPA2.ETAPA LLocalizar: critérios para encontrar fontes de informação adequadas ao objetivo definido anteriormente
  16. 16. http://athene.riv.csu.edu.au/~jherring/PLUS%20model.htm http://archive.ifla.org/IV/ifla63/63herj.htm ética 2.ETAPA2.ETAPA LLocalizar: critérios para encontrar fontes de informação adequadas ao objetivo definido anteriormente
  17. 17. http://athene.riv.csu.edu.au/~jherring/PLUS%20model.htm http://archive.ifla.org/IV/ifla63/63herj.htm ética Onde pesquisar? Encontrar o que é importante: explorar as fontes de informação selecionadas para responder às questões definidas na etapa anterior; questionar e pesquisar a partir de palavras-chave; definir palavras suficientemente precisas e/ou utilizar operadores booleanos, ferramentas da Google Docs e da pesquisa avançada. 2.ETAPA2.ETAPA LLocalizar: critérios para encontrar fontes de informação adequadas ao objetivo definido anteriormente
  18. 18. http://athene.riv.csu.edu.au/~jherring/PLUS%20model.htm http://archive.ifla.org/IV/ifla63/63herj.htm ética 3.3.UUSESE [Usar] o aluno capaz de:  selecionar ou rejeitar informações e/ou ideias; tomar notas e utilizar informação pertinente para o seu propósito;  usar a informação de acordo com as palavras-chave, o objetivo do trabalho e ética. 3.ETAPA3.ETAPA UUsar a informação
  19. 19. http://athene.riv.csu.edu.au/~jherring/PLUS%20model.htm http://archive.ifla.org/IV/ifla63/63herj.htm ética 3.ETAPA3.ETAPA UUsar a informação
  20. 20. http://athene.riv.csu.edu.au/~jherring/PLUS%20model.htm http://archive.ifla.org/IV/ifla63/63herj.htm ética 3.ETAPA3.ETAPA UUsar a informação Depois de localizar e aceder a uma fonte de informação o aluno deve:  decidir quais as informações a utilizar tendo em a sua atualidade, fiabilidade e legitimidade do autor/site; usar o tipo de informação que precisa (factos, opiniões, quadros, mapas, entrevistas, imagens,…); estabelecer relações entre as novas informações e as preexistente; registar de forma estruturada e organizada as referências às fontes consultadas. Sugere-se:
  21. 21. http://athene.riv.csu.edu.au/~jherring/PLUS%20model.htm http://archive.ifla.org/IV/ifla63/63herj.htm ética 3.ETAPA3.ETAPA UUsar a informação consoante o fim a que se destina e o suporte em que será apresentado (impresso, digital, apresentação em PowerPoint, página web,…), o trabalho deve obedecer a uma determinada estrutura.
  22. 22. http://athene.riv.csu.edu.au/~jherring/PLUS%20model.htm http://archive.ifla.org/IV/ifla63/63herj.htm ética ética Questão transversal e externa ao modeloQuestão transversal e externa ao modelo: a ética na utilização da informação plágio 3.ETAPA3.ETAPA UUsar a informação
  23. 23. http://athene.riv.csu.edu.au/~jherring/PLUS%20model.htm http://archive.ifla.org/IV/ifla63/63herj.htm ética ética 3.ETAPA3.ETAPA UUsar a informação na apresentação do trabalho, devem ser sempre indicadas as fontes de informação consultadas;  deverá haver citação de uma referência sempre que se utilizem ideias, conhecimentos ou métodos que não são da nossa autoria e/ou que sirvam de fonte de informação ao nosso trabalho. Para as referências bibliográficas existem normas, nomeadamente NP 405 e/ou APA. Objetivos: - rigor académico (preparação para futuros trabalhos académicos ou profissionais); - ética (evitando erro de plágio); - dar credibilidade e validade ao trabalho. Questão transversal e externa ao modeloQuestão transversal e externa ao modelo: a ética na utilização da informação
  24. 24. http://athene.riv.csu.edu.au/~jherring/PLUS%20model.htm http://archive.ifla.org/IV/ifla63/63herj.htm ética 4.4.SSelf-Evaluationelf-Evaluation [Autoavaliação][Autoavaliação] o aluno deve ser capaz de :  avaliar o modo como aplicou o seu plano de pesquisa e tratamento da informação;  avaliar as aprendizagens que realizou;  determinar o impacto dos resultados ao nível do trabalho e do seu conhecimento; Identificar os aspetos que precisam de ser melhorados em futuras pesquisas. 4.ETAPA4.ETAPA SSer capaz de (auto)avaliar
  25. 25. http://athene.riv.csu.edu.au/~jherring/PLUS%20model.htm http://archive.ifla.org/IV/ifla63/63herj.htm ética 4.ETAPA4.ETAPA SSer capaz de (auto)avaliar
  26. 26. http://athene.riv.csu.edu.au/~jherring/PLUS%20model.htm http://archive.ifla.org/IV/ifla63/63herj.htm ética 4.ETAPA4.ETAPA SSer capaz de autoavaliar Autoavaliar:Autoavaliar: o contributo do trabalho para o desenvolvimento das competências de pesquisa de informação. Refletir sobre:Refletir sobre: problemas e obstáculos; o seu próprio processo de aprendizagem; plano de melhoria no sentido de alterações ou correções a fazer em trabalhos futuros.
  27. 27. http://athene.riv.csu.edu.au/~jherring/PLUS%20model.htm http://archive.ifla.org/IV/ifla63/63herj.htm ética Conceito de metacognição e autorregulação As estratégias metacognitivas potenciam a aprendizagem, ou seja, o desenvolvimento no aluno de modos eficazes para lidar com a informação proveniente do meio e com os próprios processos de pensamento; Permitem a tomada de consciência dos processos e das competências necessárias para a realização da tarefa; Permitem avaliar a execução da tarefa e fazer correções quando necessário. 4.ETAPA4.ETAPA SSer capaz de autoavaliar
  28. 28. http://athene.riv.csu.edu.au/~jherring/PLUS%20model.htm http://archive.ifla.org/IV/ifla63/63herj.htm Etapas do modelo PLUSEtapas do modelo PLUS ética PLUS acrónimo de: Purpose (Objetivo), Location (Localização), Use (Uso) e Self-Evaluation (Autoavaliação) PLUSPLUS II.II. operacionalização das ações que o aluno terá que desenvolver em cada etapa (desenvolver práticasdesenvolver práticas)
  29. 29. http://athene.riv.csu.edu.au/~jherring/PLUS%20model.htm http://archive.ifla.org/IV/ifla63/63herj.htm ética 1.ETAPA1.ETAPA PPlanificar uma estratégia como proposta de trabalho 1.1. O que se pretendeO que se pretende Tema: Hominização e Sociedades RecolectorasHominização e Sociedades Recolectoras objetivo do tema tipo de trabalho e apresentação público-alvo período de realização 2.2. BrainstormingBrainstorming 3.3. Onde pesquisarOnde pesquisar 4.4. O que incluir no trabalhoO que incluir no trabalho Grelha de registo das ações a desenvolver num caso prático [1.ªetapa].Grelha de registo das ações a desenvolver num caso prático [1.ªetapa]. Planificar implica questionar sobre:
  30. 30. http://athene.riv.csu.edu.au/~jherring/PLUS%20model.htm http://archive.ifla.org/IV/ifla63/63herj.htm ética 1.ETAPA1.ETAPA PPlanificar uma estratégia como proposta de trabalho um caso prático [1.ªetapa]um caso prático [1.ªetapa]  Tema: Hominização e Sociedades RecolectorasHominização e Sociedades Recolectoras Tenho de produzir __________________________________________ O que precisa produzir a partir da informação que encontrar? Qual o produto final? Um cartaz? Um texto? É escrito à mão? É editado em computador? E que formato? Em Word? Em PowerPoint? Em Excel? Em Prezi?... O público alvo é ____________________________________________ É um trabalho para entregar ao professor? É para apresentar aos colegas? Deve ser um trabalho simples ou mais elaborado? O trabalho tem de incluir _________________________________ O que procura? Textos? Imagens? Quais as melhores fontes? impressas? digitais? Tem____ aulas e __________ dias para completar o trabalho. Ficha adaptada para registo das ações [1.ªetapa].Ficha adaptada para registo das ações [1.ªetapa].  Brainstorming  organizar ideias Berço da Humanidade Período da Pré- História Homo Erectus Homo Sapiens Australopiteco Homo Sapiens Sapiens Conceito Lento e longo processo de evolução física e intelectual do Homem, durante o Período do Paleolítico… Objetivo Explicar o processo de Hominização e a vida das sociedades recolectoras
  31. 31. http://athene.riv.csu.edu.au/~jherring/PLUS%20model.htm http://archive.ifla.org/IV/ifla63/63herj.htm ética 2.ETAPA2.ETAPA LLocalizar: critérios para encontrar fontes de informação um caso prático [2.ªetapa]um caso prático [2.ªetapa] Tema: Hominização e Sociedades RecolectorasHominização e Sociedades Recolectoras Encontrar e aceder a fontes para encontrar o que necessita professor bibliotecário, professores, colegas, amigos, família, comunidade; acervo das bibliotecas escolar, municipal, pública; museus; catálogo da biblioteca escolar, enciclopédias, revistas e jornais, atlas, livros de ficção e não ficção, CD-Rom's, internet, vídeos...; livros, orientações/sínteses dadas pelo professor, trabalhos, livros, jornais, revistas, televisão, rádio... Encontrar e aceder à informação Na biblioteca, os livros encontram-se arrumados seguindo a Classificação Decimal Universal (CDU). Cada classe diz respeito a uma área. A área correspondente à História é a Classe 9, o assunto Pré-História 903. Certamente existirá algum livro com a informação. Procurar a palavra-chave em dicionários, enciclopédias ou na web. Os motores de busca analisam todas as palavras de um site. Deste modo, fornecem um número muito elevado de resultados. Outros motores, mais precisamente Diretórios, pesquisam por assunto. Fornecem menos resultados, mas mais enquadrados no âmbito da pesquisa. Palavras-chave possíveis para pesquisa Hominídeo Hominização Paleolítico Pré-HistóriaHominídeo Hominização Paleolítico Pré-História ou “Sociedade recolectora” “Processo de Hominização”“Sociedade recolectora” “Processo de Hominização” ou África + HominizaçãoÁfrica + Hominização
  32. 32. http://athene.riv.csu.edu.au/~jherring/PLUS%20model.htm http://archive.ifla.org/IV/ifla63/63herj.htm ética um caso prático [2.ªetapa]um caso prático [2.ªetapa] Verificar se para o tema: Hominização e Sociedades RecolectorasHominização e Sociedades Recolectoras a fonte é adequada ao estudo da História e ao nível de ensino? a informação está atualizada? há alguma referência ao autor / historiador? qualidade e quantidade informações sobre o tema? foram encontradas respostas às questões ? há mapas, quadros, figuras, gráficos, etc.? a informação encontrada responde às questões? Fazer uma lista das fontes escolhidas em livros temáticos, revistas, dicionários, enciclopédias ou páginas da Internet; Registar o nome do autor, o título do livro ou do site, a data de publicação, o editor ou o endereço do site. 3.ETAPA3.ETAPA UUsar a informação
  33. 33. http://athene.riv.csu.edu.au/~jherring/PLUS%20model.htm http://archive.ifla.org/IV/ifla63/63herj.htm ética 4.ETAPA4.ETAPA SSer capaz de (auto)avaliar um caso prático [4.ªetapa]um caso prático [4.ªetapa] CHECK-LIST para avaliar o grau de desenvolvimento de competências em cada etapa Competências Sou capaz Tenho dúvidas Não sou capaz … Questionário sobre o impacto do processo de pesquisa Não atingido /inútil Atingido / útil Superado / Importante Objetivo Fonte de informação …
  34. 34. http://athene.riv.csu.edu.au/~jherring/PLUS%20model.htm http://archive.ifla.org/IV/ifla63/63herj.htm ética PLUS acrónimo de: Purpose (Objetivo), Location (Localização), Use (Uso) e Self-Evaluation (Autoavaliação) modelomodelo PLUSPLUS PLUSPLUS. Potencialidades Todas as etapas, num conjunto de quatro, descrevem as ações do processo de pesquisa, de forma clara e objetiva; Possibilita analisar reflexivamente os resultados de modo sistemático; Permite retroceder, reformular e voltar a fazer; Permite realizar análises extensivas a lacunas da pesquisa; Apresenta estratégias que permitem construir uma abordagem pessoal para a resolução de problemas; Desenvolve o pensamento crítico e a autonomia.
  35. 35. http://athene.riv.csu.edu.au/~jherring/PLUS%20model.htm http://archive.ifla.org/IV/ifla63/63herj.htm modelomodelo PLUSPLUS ética PLUS acrónimo de: Purpose (Objetivo), Location (Localização), Use (Uso) e Self-Evaluation (Autoavaliação) PLUSPLUS. Fraquezas  o número reduzido de etapas que aparece como uma vantagem, leva a que cada uma implique um grande número de ações que envolvem processos cognitivos complexos; implica ter meios, tempo e recursos adequados; Apresenta uma estrutura demasiado estanque nas perspetivas de alguns utilizadores.
  36. 36. ModeloModelo PLUSPLUSEstratégias de pesquisa e tratamento da informação http://athene.riv.csu.edu.au/~jherring/PLUS%20model.htm http://archive.ifla.org/IV/ifla63/63herj.htm Modelo desenvolvido por James Herring (Escócia) especialista em bibliotecas escolares e em literacia da informação. Fontes consultadas: Banque d'images - affaires doodled monter les escaliers de sa carrière. consultado em http://fr.123rf.com/photo_11562825_affaires-doodled-monter-les-escaliers-de-sa- carriere.html Herring, J E. (1996). Teaching Information Skills in Schools. London: Library Association Publishing Herring, J E. (1999). Exploiting the Internet as an Information Resource in Schools. London: Library Association Publishing PLUS. consultado em http://athene.riv.csu.edu.au/~jherring/PLUS%20model.htm http://archive.ifla.org/IV/ifla63/63herj.htm

×