Trab. elab. discipl.

109 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
109
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Trab. elab. discipl.

  1. 1. TEMA: ELABORAÇÃO DO PROGRAMA DA DISCIPLINADados preliminaresDisciplina (Cadeira): Tecnologia dos Materiais Electricos IÁrea: Sistemas de PotenciaTotal de horas: 90 horas: 30h/teóricas + 60h/práticasAno: 4ºSemestre: 1ºFundamentaçãoO homem sempre utilizou-se de materiais para satisfazer suas necessidades. Nos tempos maisremotos os materiais serviam para obtenção de utensílios de caça, de uso doméstico e para ovestuário. Depois de extraídos da natureza os materiais eram utilizados quase que diretamenteem suas aplicações, com pouco ou quase nenhum processamento. Com o passar dos tempos ohomem foi dominando o conhecimento a respeito dos materiais e seu processamento dautilização dos materiais no decorrer do tempo.Atualmente existe uma grande variedade de materiais sendo que os profissionais da áreatecnológica, no nosso caso da área de electrica, devem conhecer as propriedades,características e comportamento dos materiais que lhe são disponíveis para aplicação emcomponentes electricos.Objectivo Geral EducativoPretende-se,ao se leccionar esta cadeira “educar a sociedade quanto a utilizacao dos materiaiselectricos de uma forma correcta baseando-se nas leis e principios vigentes”.
  2. 2. Objectivo Geral InstrutivoAo ser leccionada esta disciplina pretende-se que no fim da mesma os profissionais possam” escollheros materiais necessarios e adequados para que se desenvolva com propriedade a industria electrica”.Objectivos EspecíficosPreparar os estudantes para melhor absorver os conteúdos aserem partilhados;• Dotar os estudantes de conhecimentos e habilidades suficientespara lidarem com microprocessadores e microcontroladores;• Ensinar os estudantes a lidarem com a linguagem Assembler.• Conteúdo• Introducao: Construcao dos materiais e revisao do Campo Electrico (3h)• Capítulo I: Conductibilidade e Polarizacao dos Dielectricos (5h)• Capítulo II: Perdas Dielectricas (5h)• Capitulo III:Disrupcao no ar atmosferico,nos liquidos e nos solidos (5h)• Capitulo IV: Principais Isolantes e seu caracter fisico,mecanico,termico e quimico(6h)• Capitulo V: Materisis Semicondutores,Condutores e Magneticos (6h)Planeamento e organização dos temas da disciplinaIntroducao: Construcao dos materiais Revisao da teoria do Campo Electrico
  3. 3. • Capítulo I: Conductibilidade e Polarizacao dos Dielectricos Corrente Dielectrica Condutividade dos gases.liquidos e solidos Estudo e classificacao dos dielectricos Constante Dielectrica dos gases.liquidos e solidos• Capítulo II: Perdas Dielectricas Perdas dielectricas dos gases,liquidos e solidos Calculo da perda dielectrica• Capitulo III:Disrupcao no ar atmosferico,nos liquidos e nos solidos Ionizacao do ar Generalidade da teoria da disrupcao no ar Disrupcao no caso da distribuicao uniforme e nao uniforme do campoelectrico Coroa electrica Descarga superficial• Capitulo IV: Principais Isolantes e seu caracter fisico,mecanico,termico equimico Isolantes gasosos,de origem mineral,de origem organica e materiais plasticos Caracter fisico,mecanico,termico e quimico dos isolantes• Capitulo V: Materisis Semicondutores,Condutores e Magneticos Propriedades gerais Condutividade dos semicondutores e dos condutores Materiais semicondutores Materiais de alta condutividade e de alta resistividade
  4. 4.  Materiais magneticos duros e maciosIndicações metodológicas e de organização.• As aulas de programação na linguagem assembler devem serdesenvolvidas por grupos que interagem para realização deforma modular de um software único. Para tal os grupos deverãodesenvolver uma parte do software que deve ser compatívelcom as restantes.• Para o trabalho independente os estudantes devem desenvolveralgoritmos que se relacionam com o quotidiano.• As principais acções cingem-se na actividade desenvolvedora deprogramação.Sistema de avaliação da aprendizagem• Formas de avaliação Diagnóstica; Formativa; Somativa; Parcial; Final.• Instrumentos de avaliação Conferência; Práticas; Exercícios; Trabalhos independentes;
  5. 5. • Sistema de classificaçãoo 40% Laboratório (Obrigatório)o 60% Duas provas parcelares escritas mais avaliação contínua;o 60% Exame EscritoPlano bibliográficoBibliografias e Referências Bibliográficas K. L. Short, “Microprocessors and Programmed Logic”, Prentice– Hall, Inc. Fred Halsall, “Data Communications, computer networks and open systems” Digital Circuit and Microcomputers” António J. G., Padilla - “Sistemas Digitais” – McGRAW-HILL , Portugal
  6. 6. • Sistema de classificaçãoo 40% Laboratório (Obrigatório)o 60% Duas provas parcelares escritas mais avaliação contínua;o 60% Exame EscritoPlano bibliográficoBibliografias e Referências Bibliográficas K. L. Short, “Microprocessors and Programmed Logic”, Prentice– Hall, Inc. Fred Halsall, “Data Communications, computer networks and open systems” Digital Circuit and Microcomputers” António J. G., Padilla - “Sistemas Digitais” – McGRAW-HILL , Portugal

×