Engenharia/IETEG/IETR/CMSCPR
Jornal Interno do SMS
O Jornal Interno de SMS, abordando Segurança no Lar, destina-se a levar...
Engenharia/IETEG/IETR/CMSCPR
Jornal Interno do SMS
2) Riscos de queda:
As quedas são acidentes mais comuns. A
causa é simp...
Engenharia/IETEG/IETR/CMSCPR
Jornal Interno do SMS

Afora esses cuidados básicos recomenda-se:
a)

Inseticidas devem ser m...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Cartilha segurança no lar banheiro

230 visualizações

Publicada em

Gestão de Riscos, Gestão de Segurança, Segurança do Trabalho, OHSAS 18001

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Cartilha segurança no lar banheiro

  1. 1. Engenharia/IETEG/IETR/CMSCPR Jornal Interno do SMS O Jornal Interno de SMS, abordando Segurança no Lar, destina-se a levar aos colegas de trabalho algumas informações úteis para a sua segurança e a de seus familiares, principalmente fora do local de trabalho, trazendo sempre temas atualizados. O Jornal conta com a colaboração espontânea dos colegas de SMS, que podem enviar seus artigos para a Chave: ENRS. Cartilha - Segurança no Lar - Banheiro Um dos locais mais perigosos de uma residência é o banheiro. Inúmeros são os relatos de quedas com traumatismos, alguns seguidos de morte. Também são conhecidos os relatos de envenenamentos e intoxicações por ingestão de produtos, principalmente pelas crianças, que têm fácil acesso aos armários sob os lavatórios. Há os acidentes mais sérios devido ao Monóxido de Carbono ou vazamentos de gás, durante os banhos. De um modo geral as pessoas não dão valor aos pequenos desvios ocorridos no banheiro. Por exemplo, o banheiro foi lavado e esqueceu-se de colocar o tapete de borracha no boxe. A tomada não está acendendo corretamente e retirou-se a tampa para consertá-la e não a reposiciou-se de volta. O chuveiro elétrico está dando choque e não se teve tempo para repará-lo. O piso está molhado e não se secou-o antes de utilizar o banheiro. Quase sempre esses pequenos desvios provocam escorregões, choques e quedas. Algumas vezes essas podem ser fatais. Os principais riscos existentes em um banheiro são: Risco de choque elétrico devido ao contato acidental com circuitos expostos ou pela umidade; Riscos de queda devido a pisos escorregadios ou com ressaltos; Riscos de intoxicação devido a ingestão de medicamentos; Riscos de asfixia por ingestão de gás ou por atmosfera com Monóxido de Carbono. 1) Riscos de choques elétricos • Mantenha os aparelhos elétricos em bom estado (secador de cabelo, barbeador elétrico, pranchinha, etc.). Não hesite em mandar consertá-los sempre que apresentarem problemas ou causarem pequenos choques. Navarro@2005 • Nunca mexa na parte interna das tomadas, seja com os dedos ou com objetos(tesouras, agulhas, facas, etc.). • Nunca deixe as crianças brincarem com as tomadas. Vede todas as tomadas com protetores especiais ou um pedaço de esparadrapo largo. • Nunca toque em aparelhos elétricos quando estiver com as mãos ou o corpo úmidos. • Não mude a chave de temperatura (inverno verão) do chuveiro elétrico com o corpo molhado e o chuveiro ligado. • Nunca pise em fios caídos no chão, pois você não sabe se esses estão energizados. • Instale o fio de terra em chuveiros e torneiras elétricas.
  2. 2. Engenharia/IETEG/IETR/CMSCPR Jornal Interno do SMS 2) Riscos de queda: As quedas são acidentes mais comuns. A causa é simples: a maioria dos banheiros tem piso escorregadio, que freqüentemente se encontra úmido. Muitas quedas, e até afogamentos, são registrados em banheiras. O uso de tapetes de borracha ou tiras antiderrapantes no fundo das banheiras ou sobre o piso do boxe dos chuveiros evita acidentes. Pessoas idosas e deficientes físicas correm maior risco de sofrer quedas. A instalação de barras de ferro junto ao vaso sanitário e ao boxe do chuveiro pode prevenir quedas. Uma boa prática é não se deixar sabonetes e vidros de xampu jogados no piso do boxe ou na banheira. 3) Riscos de intoxicação: Cuidados Especiais com produtos • Conserve artigos de limpeza, cosméticos e remédios fora do alcance das crianças. • Guarde os produtos num armário trancado á chave. Evite misturá-los no mesmo compartimento. • Todos os produtos de limpeza e remédios devem estar bem identificados. Se os rótulos forem danificados, providencie novas identificações. • Destrua os remédios que estão fora de uso. Derrame os líquidos no vaso sanitário e puxe a descarga; dissolva os comprimidos e faça o mesmo. • Não deixe que suas filhas pequenas brinquem com cosméticos. Muitas vezes um produto que é inofensivo ao adulto traz graves malefícios a uma criança. • No caso de ingestão de qualquer produto, procure o médico. Grande número de produtos químico encontram-se dispostos nos armários dos banheiros. Há produtos para cabelos, para unhas, para a pele e uma série de remédios, desde os mais inofensivos xaropes até remédios para pressão ou para tratamento de transtornos mentais. Assim, devem ser tomados os seguintes cuidados: a) Tenha todo o cuidado com produtos distintos que tenham embalagem semelhante, principalmente se os efeitos dos mesmos forem diferentes. b) Não armazene álcool líquido em local de livre acesso a crianças ou a pessoas que tenham compulsão pela bebida. Navarro@2005
  3. 3. Engenharia/IETEG/IETR/CMSCPR Jornal Interno do SMS Afora esses cuidados básicos recomenda-se: a) Inseticidas devem ser mantidos em locais próprios, fora do alcance de crianças e identificados com rótulos visíveis. b) não guardar produtos como soda cáustica, querosene, detergentes, álcool, água sanitária, thinner, amoníaco e desinfetantes em geral embaixo do lavatório, ou na parte baixa de armários, pois são locais de fácil acesso para crianças. c) não reutilizar embalagens de produtos de limpeza. d) Não deixar banheira, tanque ou tonel cheios de água descobertos e ao alcance de crianças. e) Não permitir que crianças com menos de dois anos usem banheiras na ausência de adulto. f) Testar sistematicamente a temperatura da água, antes do banho do bebê. g) Não deixar fósforos, isqueiros, lamparinas, velas e candeeiros acesos ao alcance da criança. h) Não deixar substâncias combustíveis, como álcool, éter, gasolina, querosene e outros ao alcance da criança. i) Proibir as crianças menores de oito anos de acender o aquecedor do banheiro ou outro aparelho a gás. j) certificar-se que a criança com mais de oito anos sabe acender e apagar corretamente o aquecedor a gás. k) Aquecedores a gás colocados dentro do banheiro é uma conduta de risco, pois pode ocorrer vazamento de gás ou pode haver consumo do oxigênio da peça, ambas as situações fatais para o ser humano. l) Não deixar aparelhos de barbear dentro de gavetas sem proteger as lâminas. m) Evitar o emprego de navalhas e aparelhos de barbear enferrujados ou com as lâminas cegas. n) Não permitir que crianças tenham acesso a lâminas de barbear ou navalhas sem que um adulto esteja por perto. o) Nunca deixar aparelhos elétricos energizados junto a banheiras cheiras de água. p) Evitar os aquecedores elétricos no interior dos banheiros. Lembre-se: Quando se fala em Segurança, é sempre melhor prevenir do que remediar. Navarro@2005

×