SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 27
CARTA ENCÍCLICA
“LAUDATO SÍ”
(Louvado Seja)
do PAPA FRANCISCO
SOBRE O
CUIDADO DA NOSSA
CASA COMUM
(o planeta terra)
Vaticano, 24 de maio de 2015
Visão panorâmica... Algumas ideias fortes!
“Se destruirmos a
criação,
a criação nos destruirá”
(Papa Francisco)
Cidade do Vaticano, 21 de Maio de 2014 (ZENIT.org)
ORAÇÃO PELA NOSSA TERRA
“Deus Onipotente, que estais presente em todo o
universo e na mais pequenina das vossas
criaturas,
Vós que envolveis com a vossa ternura tudo o que
existe, derramai em nós a força do vosso amor
para cuidarmos da vida e da beleza.
Inundai-nos de paz, para
que vivamos como irmãos
e irmãs sem prejudicar
ninguém.
Ó Deus dos pobres, ajudai-nos a resgatar os
abandonados e esquecidos desta terra que valem
tanto aos vossos olhos.
Curai a nossa vida, para que protejamos o mundo e
não o depredemos, para que semeemos beleza e
não poluição nem destruição.
Tocai os corações daqueles que buscam apenas
benefícios à custa dos pobres e da terra.
Ensinai-nos a descobrir o valor de cada coisa, a
contemplar com encanto, a reconhecer que estamos
profundamente unidos com todas as criaturas no
nosso caminho para a vossa luz infinita.
Obrigado porque estais connosco
todos os dias. Sustentai-nos, por
favor, na nossa luta pela justiça, o
amor e a paz”.
Amém!
ESTRUTURA DO DOCUMENTO:
LAUDATO SÍ!
INTRODUÇÃO
CAPÍTULO 1:
 O QUE ESTÁ ACONTECENDO COM A NOSSA CASA
CAPÍTULO 2:
 O EVANGELHO DA CRIAÇÃO
CAPÍTULO 3:
 A RAIZ HUMANA DA CRISE ECOLÓGICA
CAPÍTULO 4:
 A ECOLOGIA INTEGRAL
CAPÍTULO 5:
 LINHAS DE AÇÃO
CAPÍTULO 6:
 EDUCAÇÃO E ESPIRITUALIDADE ECOLÓGICA
O cuidado da nossa casa comum!
Introdução
– Nada deste mundo nos é indiferente: tudo está
em relação - o mundo é a nossa casa comum!
– Devemos estar unidos por uma mesma causa:
aquela da corresponsabilidade pelo meio
ambiente!
– São Francisco de Assis nos deixou grande
exemplo: de contemplação, de humildade, de respeito,
de senso defraternidade, de harmonia, de não violência,
sobriedade...
– Eis um forte apelo:
diálogo sobre o futuro do planeta,
solidariedade universal...
O cuidado da nossa casa comum!
CAPÍTULO 1:
O QUE ESTÁ ACONTECENDO COM A NOSSA CASA?
― Aquecimento global e poluição;
― Maltratamento do lixo (contaminação) e cultura do
descarte (consumismo);
― Falta de consciência de que o planeta é um bem
comum;
― A escassez de água potável (poluição, ameaça aos
manaciais, guerra hídrica);
― Perda da biodiversidade;
― Desgaste da qualidade da vida
humana e decadência social;
― Falta de equidade – desequilíbrio
econômico... Bens!
― Diversidade de opiniões sobre essa
questão... Precisa convergência!
O cuidado da nossa casa comum!
CAPÍTULO 2:
O EVANGELHO DA CRIAÇÃO
― A Fé nos oferece uma visão muito mais ampla sobre a
natureza;
― A LUZ DA FÉ nos fornece o verdadeiro sentido do universo
e do mundo (nosso planeta);
― A sabedoria dos relatos bíblicos nos apresenta o PLANO
DE DEUS... (Gênesis: criação, o papel do ser humano, as
relações fraternas e fraticidas... Exodo... profetas...)
― O universo fala do mistério da grandeza de
Deus... questiona o ser humano e o convida a
reconhecê-lo!
 Sabedoria: 13, 1-9 - Romanos 1,19-20
- Contemplando a beleza das criaturas chegamos
a conhecer a grandeza do Criador!
— Estamos vivendo a
“Crise do antropocentrismo
moderno”,
Radical. O ser humano tornou-
se dominador de tudo,
violento, explorador...
Precisa aprender a cuidar!
― Cada criatura do planeta traz
uma mensagem e vive em
HARMONIA com as demais
criaturas...
― A natureza é um BEM COMUM,
dom de Deus!
― JESUS NOSSO MODELO:
teve um universo de
relações movidas pelo
amor, cuidado, respeito,
libertação, harmonia...
O cuidado da nossa casa comum!
CAPÍTULO 3:
A RAIZ HUMANA DA CRISE ECOLÓGICA
— A tecnologia, revela a inteligência, a
criatividade, o poder do ser humano, mas
quando é desordenada gera a morte.
— Estamos bitolados numa visão de
“globalização” puramente
pautada pelo critério tecnológico...
Que gera a corrida pela produção,
lucro, consumo, exclusão,
violência, desigualdade social...
O cuidado da nossa casa comum!
CAPÍTULO 4:
PROMOÇÃO DA ECOLOGIA INTEGRAL
 Não basta simplesmente o esforço para cuidar
da natureza: a ecologia ambiental...
 É preciso promovermos
uma consciência ecológica
integral:
ECOLOGIA ECONÔMICA,
ECOLOGIA SOCIAL,
ECOLOGIA CULTURAL,
ECOLOGIA HUMANA...
— É necessário um aprofundameto do sentido do
trabalho para preservar sua dignidade... Trabalho
não é só produção...
— A biotecnologia traz
inovação com as conquistas
científicas, mas é preciso
MUITA PRUDÊNCIA: há
também ambiguidades...
armas biológicas!
— É forte a ideologia do
“relativismo prático” – não
se importar com as
consequência sociais do
próprio comportamento.
 Devemos nos deixar guiar pelo
princípio do bem comum... Para
podermos cuidar do todo!
 Temos uma séria
responsabilidade para
com as gerações futuras!
O cuidado da nossa casa comum!
CAPÍTULO 5:
ALGUMAS LINHAS ORIENTADORAS E DE AÇÃO
 Investir em mais diálogo sobre o meio ambiente na
política internacional;
 Promover de um diálogo rumo a novas políticas
nacionais e locais;
 Favorecer debates sinceros e
honestos... Com menos
interesses!
 A Política não deve estar
submissa à economia; é preciso
um diálogo sincero, honesto,
amplo para a plenitude humana;
 As religiões também tem uma contribuição a dar em
diálogo com as ciências...
O cuidado da nossa casa comum!
 É preciso apostar em outro estilo
de vida... menos agressivo!
 É urgente investir numa educação
para a ALIANÇA ENTRE A
HUMANIDADE E O MEIO
AMBIENTE;
 A humanidade necessita de
“CONVERSÃO ECOLÓGICA”
CAPÍTULO 6:
EDUCAÇÃO E ESPIRITUALIDADE ECOLÓGICA
 A Conversão ecológica exige o “amor pela
cidadania” e pela política;
.... em vista da nosssa harmonia, bem-estar, paz social,
alegria, segurança, qualidade de vida...
 Aspectos teológicos da
Espiritualidade Ecológica:
a) Os SINAIS SACRAMENTAIS falam de ecologia
(água, fogo, óleo...)
b) A SANTÍSSIMA TRINDADE é o modelo de toda
relação entre as criaturas: harmonia, respeito pela
diversidade!
c) MARIA: elevada ao céu é a rainha de toda a
criação!..
N. 241:
“Maria, a mãe que cuidou de
Jesus, agora cuida com
carinho e preocupação
materna deste mundo ferido”
Oração Conclusiva da Encíclica
ORAÇÃO CRISTÃ COM A CRIAÇÃO
Nós Vos louvamos, Pai, com todas as vossas
criaturas, que saíram da vossa mão poderosa.
São vossas e estão repletas da vossa presença e
da vossa ternura.
Louvado sejais, Filho de Deus, Jesus, por Vós
foram criadas todas as coisas. Fostes formado no
seio materno de Maria, fizestes-Vos parte desta
terra, e contemplastes este mundo com olhos
humanos.
Hoje estais vivo em cada
criatura com a vossa glória
de ressuscitado.
Louvado sejais, Espírito Santo, que, com a vossa luz,
guiais este mundo para o amor do Pai e acompanhais o
gemido da criação, Vós viveis também nos nossos
corações a fim de nos impelir para o bem.
Louvado sejais, Senhor Deus, Uno e Trino, comunidade
estupenda de amor infinito, ensinai-nos a contemplar-Vos
na beleza do universo, onde tudo nos fala de Vós.
Despertai o nosso louvor e a nossa gratidão
por cada ser que criastes. Dai-nos a graça de
nos sentirmos intimamente unidos a tudo o
que existe.
Deus de amor, mostrai-nos o nosso lugar
neste mundo como instrumentos do vosso
carinho por todos os seres desta terra,
porque nem um deles sequer é esquecido por
Vós.
Iluminai os donos do poder e do dinheiro para que
não caiam no pecado da indiferença, amem o
bem comum, promovam os fracos,
e cuidem deste mundo que habitamos.
Os pobres e a terra estão bradando:
Senhor, tomai-nos sob o vosso poder e a vossa
luz, para proteger cada vida, para preparar um
futuro melhor, para que venha o
vosso Reino de justiça,
paz, amor e beleza.
Louvado sejais...!
Amém!
Tópicos para
Uma reflexão da Encíclica
“LAUDATO SÍ”
numa
PERSPECTIVA SALESIANA
a) Como está o zelo para com o ambiente físico de nossa
casa?
b) Como se apresenta o nosso ambiente: cuidado? limpo?
ordenado? renovado? educativo? Que impressão
causa em quem chega?
1. A Pedagogia Salesiana tem forte
sensibilidade ecológica:
c) Como estamos tratando os
resídios sólidos (lixo)? Temos
coleta seletiva? Temos lixeiras
em todos os ambientes?
d) É visível a sensibilidade higiênica (e ecológica) dos
nossos educadores (de todos as categorias) e dos
nossos educandos?
e) Como estão nossos banheiros, cozinha, lanchonete,
depósitos, almoxarifado... E escritórios...?!?
f) Já fizemos alguma Campanha ecológica?
g) Em nossa casa há despedício? De
quê? De Água, energia elétrica,
papel, alimentos, material de
limpeza...?
AGIR: O que podemos fazer, como Comunidade
Educativa, para termos um ambiente mais saudável?
2. A Pedagogia Salesiana tem forte sensibilidade para com
a “Ecologia Integral”
 Para isso precisamos de uma
Comunidade Educativa Pastoral
que fale a mesma linguagem, que
trabalhe em Rede, que seja convicta
dos valores salesianos e os traduza
em atitudes educativas!
NOSSO PRINCÍPIO: educação Integral, educar para a
Vida!
• “Evangelizamos educando e educamos evangelizando”
• Buscamos “formar bons cristãos e
honestos cidadãos”
ALGUMAS DIMENSÕES: Afetiva (relações humanas),
cuidado com o ambiente físico, economia, estética,
sensibilidade preventiva, promoção cultural (formas de pensar,
mentalidade interna!?)...
ORGANIZAÇÃO:
Antônio de Assis Ribeiro (Pe. Bira) SDB
https://www.facebook.com/Birasdb

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Mais procurados (20)

Introdução à doutrina social da igreja
Introdução à doutrina social da igrejaIntrodução à doutrina social da igreja
Introdução à doutrina social da igreja
 
Leitura orante dos discípulos de emaús
Leitura orante dos discípulos de emaúsLeitura orante dos discípulos de emaús
Leitura orante dos discípulos de emaús
 
Novena de santa luzia
Novena de santa luziaNovena de santa luzia
Novena de santa luzia
 
Formação catequese
Formação catequeseFormação catequese
Formação catequese
 
Querigma parte por parte
Querigma parte por parteQuerigma parte por parte
Querigma parte por parte
 
O sacramento da crisma
O sacramento da crismaO sacramento da crisma
O sacramento da crisma
 
Semana santa formação
Semana santa formaçãoSemana santa formação
Semana santa formação
 
Querigma e catequese
Querigma e catequeseQuerigma e catequese
Querigma e catequese
 
Formação sobre Dízimo
Formação sobre DízimoFormação sobre Dízimo
Formação sobre Dízimo
 
Eucaristia Ceia do Senhor
Eucaristia Ceia do SenhorEucaristia Ceia do Senhor
Eucaristia Ceia do Senhor
 
Sacramento do matrimônio
Sacramento do matrimônioSacramento do matrimônio
Sacramento do matrimônio
 
A historia da catequese
A historia da catequeseA historia da catequese
A historia da catequese
 
Missa parte por parte
Missa parte por parteMissa parte por parte
Missa parte por parte
 
A Santa Missa
A Santa MissaA Santa Missa
A Santa Missa
 
Sacramentos slides
Sacramentos   slidesSacramentos   slides
Sacramentos slides
 
Perfil do catequista
Perfil do catequistaPerfil do catequista
Perfil do catequista
 
Eucaristia
EucaristiaEucaristia
Eucaristia
 
Santa Ceia do Senhor
Santa Ceia do SenhorSanta Ceia do Senhor
Santa Ceia do Senhor
 
Planejamento Semanal da Catequese
Planejamento Semanal da CatequesePlanejamento Semanal da Catequese
Planejamento Semanal da Catequese
 
FORMAÇÃO DO DÍZIMO
FORMAÇÃO DO DÍZIMOFORMAÇÃO DO DÍZIMO
FORMAÇÃO DO DÍZIMO
 

Destaque (6)

Lautado si´ en power point
Lautado si´ en power pointLautado si´ en power point
Lautado si´ en power point
 
Encíclica laudato si
Encíclica laudato siEncíclica laudato si
Encíclica laudato si
 
O cursilho
O cursilhoO cursilho
O cursilho
 
O que é que o cursilho faz?
O que é que o cursilho faz?O que é que o cursilho faz?
O que é que o cursilho faz?
 
Contextualización laudato si 3
Contextualización laudato si 3Contextualización laudato si 3
Contextualización laudato si 3
 
Presentación laudato si
Presentación laudato siPresentación laudato si
Presentación laudato si
 

Semelhante a Síntese da Encíclica "Laudato Sì" (Louvado Seja) sobre o Cuidado da nossa Casa Comum - papa Francisco

LAUDATO SI - ECOLOGIA.pptx
LAUDATO SI - ECOLOGIA.pptxLAUDATO SI - ECOLOGIA.pptx
LAUDATO SI - ECOLOGIA.pptxPaulo David
 
Sustentabilidade como valor espiritual
Sustentabilidade como valor espiritualSustentabilidade como valor espiritual
Sustentabilidade como valor espiritualARILMA TAVARES
 
Apelos para a vida religiosa na laudato si e na fratelli tutti
Apelos para a vida religiosa na laudato si e na fratelli tuttiApelos para a vida religiosa na laudato si e na fratelli tutti
Apelos para a vida religiosa na laudato si e na fratelli tuttiAfonso Murad (FAJE)
 
Chaves da consciência planetária à luz da fé (breve)
Chaves da consciência planetária à luz da fé (breve)Chaves da consciência planetária à luz da fé (breve)
Chaves da consciência planetária à luz da fé (breve)Afonso Murad (FAJE)
 
Construindo uma ecologia integral
Construindo uma ecologia integralConstruindo uma ecologia integral
Construindo uma ecologia integralAfonso Murad (FAJE)
 
7 chaves consciência planetaria (Afonso Murad)
7 chaves consciência planetaria (Afonso Murad)7 chaves consciência planetaria (Afonso Murad)
7 chaves consciência planetaria (Afonso Murad)Afonso Murad (FAJE)
 
Laudato si e a educação cristã
Laudato si e a educação cristãLaudato si e a educação cristã
Laudato si e a educação cristãAfonso Murad (FAJE)
 
Leonardo Boff no Forum Social Munidal 2009
Leonardo Boff no Forum Social Munidal 2009Leonardo Boff no Forum Social Munidal 2009
Leonardo Boff no Forum Social Munidal 2009Eugenio Hansen, OFS
 
Cartilha de Consciência Ecológica Umbandista
Cartilha de Consciência Ecológica UmbandistaCartilha de Consciência Ecológica Umbandista
Cartilha de Consciência Ecológica UmbandistaHugo Acauã
 
Laudato si - Papa Francisco - Portugues - Introdução Geral.pptx
Laudato si - Papa Francisco - Portugues - Introdução Geral.pptxLaudato si - Papa Francisco - Portugues - Introdução Geral.pptx
Laudato si - Papa Francisco - Portugues - Introdução Geral.pptxMartin M Flynn
 
Simplicidade voluntária, Alcide Gonçalves e Jorge Moreira, Revista o Instalad...
Simplicidade voluntária, Alcide Gonçalves e Jorge Moreira, Revista o Instalad...Simplicidade voluntária, Alcide Gonçalves e Jorge Moreira, Revista o Instalad...
Simplicidade voluntária, Alcide Gonçalves e Jorge Moreira, Revista o Instalad...Jorge Moreira
 
Sustentabilidade e ética (afonso murad)
Sustentabilidade e ética (afonso murad)Sustentabilidade e ética (afonso murad)
Sustentabilidade e ética (afonso murad)Afonso Murad (FAJE)
 
Panorama ConteúDo Betel 2° Tr 2010
Panorama ConteúDo Betel 2° Tr 2010Panorama ConteúDo Betel 2° Tr 2010
Panorama ConteúDo Betel 2° Tr 2010Jesiel cruz
 
Cartilha de Consciência Ecológica Umbandista
Cartilha de Consciência  Ecológica  UmbandistaCartilha de Consciência  Ecológica  Umbandista
Cartilha de Consciência Ecológica UmbandistaHugo Acauã
 
Extrato resumo da enciclica Laudato Si do Papa Francisco
Extrato resumo da enciclica Laudato Si do Papa FranciscoExtrato resumo da enciclica Laudato Si do Papa Francisco
Extrato resumo da enciclica Laudato Si do Papa FranciscoEduardo Manoel Araujo
 
Forum Social Mundial
Forum Social MundialForum Social Mundial
Forum Social MundialJoão Melo
 
Forum Social
Forum SocialForum Social
Forum Socialrenatotf
 

Semelhante a Síntese da Encíclica "Laudato Sì" (Louvado Seja) sobre o Cuidado da nossa Casa Comum - papa Francisco (20)

LAUDATO SI - ECOLOGIA.pptx
LAUDATO SI - ECOLOGIA.pptxLAUDATO SI - ECOLOGIA.pptx
LAUDATO SI - ECOLOGIA.pptx
 
Sustentabilidade como valor espiritual
Sustentabilidade como valor espiritualSustentabilidade como valor espiritual
Sustentabilidade como valor espiritual
 
Apelos para a vida religiosa na laudato si e na fratelli tutti
Apelos para a vida religiosa na laudato si e na fratelli tuttiApelos para a vida religiosa na laudato si e na fratelli tutti
Apelos para a vida religiosa na laudato si e na fratelli tutti
 
Chaves da consciência planetária à luz da fé (breve)
Chaves da consciência planetária à luz da fé (breve)Chaves da consciência planetária à luz da fé (breve)
Chaves da consciência planetária à luz da fé (breve)
 
Construindo uma ecologia integral
Construindo uma ecologia integralConstruindo uma ecologia integral
Construindo uma ecologia integral
 
7 chaves consciência planetaria (Afonso Murad)
7 chaves consciência planetaria (Afonso Murad)7 chaves consciência planetaria (Afonso Murad)
7 chaves consciência planetaria (Afonso Murad)
 
Laudato si e a educação cristã
Laudato si e a educação cristãLaudato si e a educação cristã
Laudato si e a educação cristã
 
Leonardo Boff no Forum Social Munidal 2009
Leonardo Boff no Forum Social Munidal 2009Leonardo Boff no Forum Social Munidal 2009
Leonardo Boff no Forum Social Munidal 2009
 
Ecologia integral e economia
Ecologia integral e economiaEcologia integral e economia
Ecologia integral e economia
 
Cartilha de Consciência Ecológica Umbandista
Cartilha de Consciência Ecológica UmbandistaCartilha de Consciência Ecológica Umbandista
Cartilha de Consciência Ecológica Umbandista
 
Um olhar de amor para com a vida
Um olhar de amor para com a vidaUm olhar de amor para com a vida
Um olhar de amor para com a vida
 
Laudato si - Papa Francisco - Portugues - Introdução Geral.pptx
Laudato si - Papa Francisco - Portugues - Introdução Geral.pptxLaudato si - Papa Francisco - Portugues - Introdução Geral.pptx
Laudato si - Papa Francisco - Portugues - Introdução Geral.pptx
 
Simplicidade voluntária, Alcide Gonçalves e Jorge Moreira, Revista o Instalad...
Simplicidade voluntária, Alcide Gonçalves e Jorge Moreira, Revista o Instalad...Simplicidade voluntária, Alcide Gonçalves e Jorge Moreira, Revista o Instalad...
Simplicidade voluntária, Alcide Gonçalves e Jorge Moreira, Revista o Instalad...
 
Sustentabilidade e ética (afonso murad)
Sustentabilidade e ética (afonso murad)Sustentabilidade e ética (afonso murad)
Sustentabilidade e ética (afonso murad)
 
Panorama ConteúDo Betel 2° Tr 2010
Panorama ConteúDo Betel 2° Tr 2010Panorama ConteúDo Betel 2° Tr 2010
Panorama ConteúDo Betel 2° Tr 2010
 
Cartilha de Consciência Ecológica Umbandista
Cartilha de Consciência  Ecológica  UmbandistaCartilha de Consciência  Ecológica  Umbandista
Cartilha de Consciência Ecológica Umbandista
 
Extrato resumo da enciclica Laudato Si do Papa Francisco
Extrato resumo da enciclica Laudato Si do Papa FranciscoExtrato resumo da enciclica Laudato Si do Papa Francisco
Extrato resumo da enciclica Laudato Si do Papa Francisco
 
Forum Social
Forum SocialForum Social
Forum Social
 
Forum Social Mundial
Forum Social MundialForum Social Mundial
Forum Social Mundial
 
Forum Social
Forum SocialForum Social
Forum Social
 

Mais de Antonio De Assis Ribeiro

Resumo Estreia 2018 Salesianos A arte de escutar e acompanhar
Resumo Estreia 2018 Salesianos A arte de escutar e acompanhar Resumo Estreia 2018 Salesianos A arte de escutar e acompanhar
Resumo Estreia 2018 Salesianos A arte de escutar e acompanhar Antonio De Assis Ribeiro
 
Mariologia: "O todo-poderoso fez em mim grandes coisas" (Lc 1,49)
Mariologia: "O todo-poderoso fez em mim grandes coisas" (Lc 1,49) Mariologia: "O todo-poderoso fez em mim grandes coisas" (Lc 1,49)
Mariologia: "O todo-poderoso fez em mim grandes coisas" (Lc 1,49) Antonio De Assis Ribeiro
 
Estreia 2017 Resumo somos família cada lar uma escola de vida e amor p bira
Estreia 2017  Resumo somos família cada lar uma escola de vida e amor p biraEstreia 2017  Resumo somos família cada lar uma escola de vida e amor p bira
Estreia 2017 Resumo somos família cada lar uma escola de vida e amor p biraAntonio De Assis Ribeiro
 
Campanha da fraternidade 2017 cf 2017 biomas brasileiros resumo do texto base
Campanha da fraternidade 2017 cf 2017 biomas brasileiros resumo do texto baseCampanha da fraternidade 2017 cf 2017 biomas brasileiros resumo do texto base
Campanha da fraternidade 2017 cf 2017 biomas brasileiros resumo do texto baseAntonio De Assis Ribeiro
 
Exortação apostólica amoris laetitia a alegria do amor o amor na família papa...
Exortação apostólica amoris laetitia a alegria do amor o amor na família papa...Exortação apostólica amoris laetitia a alegria do amor o amor na família papa...
Exortação apostólica amoris laetitia a alegria do amor o amor na família papa...Antonio De Assis Ribeiro
 
Exortação apostólica amoris laetitia a alegria do amor o amor na família papa...
Exortação apostólica amoris laetitia a alegria do amor o amor na família papa...Exortação apostólica amoris laetitia a alegria do amor o amor na família papa...
Exortação apostólica amoris laetitia a alegria do amor o amor na família papa...Antonio De Assis Ribeiro
 
O Rosto da Misericórdia - Bula Misericordiae Vultus - Ano Santo
O Rosto da Misericórdia - Bula Misericordiae Vultus - Ano SantoO Rosto da Misericórdia - Bula Misericordiae Vultus - Ano Santo
O Rosto da Misericórdia - Bula Misericordiae Vultus - Ano SantoAntonio De Assis Ribeiro
 
Resumo da Estreia 2016: "COM JESUS, Percorramos juntos, a Aventura do Espírito"
Resumo da Estreia 2016:  "COM JESUS, Percorramos juntos, a Aventura do Espírito"Resumo da Estreia 2016:  "COM JESUS, Percorramos juntos, a Aventura do Espírito"
Resumo da Estreia 2016: "COM JESUS, Percorramos juntos, a Aventura do Espírito"Antonio De Assis Ribeiro
 
Aspectos teológicos da Encíclica "Laudato Sí" do Papa francisco ecologia
Aspectos teológicos da Encíclica "Laudato Sí" do Papa francisco ecologiaAspectos teológicos da Encíclica "Laudato Sí" do Papa francisco ecologia
Aspectos teológicos da Encíclica "Laudato Sí" do Papa francisco ecologiaAntonio De Assis Ribeiro
 
Evangelização e educação reflexões visita pastoral
Evangelização e educação reflexões visita pastoralEvangelização e educação reflexões visita pastoral
Evangelização e educação reflexões visita pastoralAntonio De Assis Ribeiro
 
Informativo V Estudo 2 Notas sobre o Contexto histórico-eclesial e pastoral d...
Informativo V Estudo 2 Notas sobre o Contexto histórico-eclesial e pastoral d...Informativo V Estudo 2 Notas sobre o Contexto histórico-eclesial e pastoral d...
Informativo V Estudo 2 Notas sobre o Contexto histórico-eclesial e pastoral d...Antonio De Assis Ribeiro
 
Estreia 2015 como Dom Bosco com os jovens, para os jovens.
Estreia 2015  como Dom Bosco com os jovens, para os jovens.Estreia 2015  como Dom Bosco com os jovens, para os jovens.
Estreia 2015 como Dom Bosco com os jovens, para os jovens.Antonio De Assis Ribeiro
 
Informativo IV Novembro 2014: Estudo I - Síntese: O contexto sóciocultural, p...
Informativo IV Novembro 2014: Estudo I - Síntese: O contexto sóciocultural, p...Informativo IV Novembro 2014: Estudo I - Síntese: O contexto sóciocultural, p...
Informativo IV Novembro 2014: Estudo I - Síntese: O contexto sóciocultural, p...Antonio De Assis Ribeiro
 
Sem a formação continuada, vem a velhice. A importância da Formação.
Sem a formação continuada, vem a velhice. A importância da Formação.Sem a formação continuada, vem a velhice. A importância da Formação.
Sem a formação continuada, vem a velhice. A importância da Formação.Antonio De Assis Ribeiro
 

Mais de Antonio De Assis Ribeiro (20)

Resumo Estreia 2018 Salesianos A arte de escutar e acompanhar
Resumo Estreia 2018 Salesianos A arte de escutar e acompanhar Resumo Estreia 2018 Salesianos A arte de escutar e acompanhar
Resumo Estreia 2018 Salesianos A arte de escutar e acompanhar
 
Mariologia: "O todo-poderoso fez em mim grandes coisas" (Lc 1,49)
Mariologia: "O todo-poderoso fez em mim grandes coisas" (Lc 1,49) Mariologia: "O todo-poderoso fez em mim grandes coisas" (Lc 1,49)
Mariologia: "O todo-poderoso fez em mim grandes coisas" (Lc 1,49)
 
Estreia 2017 Resumo somos família cada lar uma escola de vida e amor p bira
Estreia 2017  Resumo somos família cada lar uma escola de vida e amor p biraEstreia 2017  Resumo somos família cada lar uma escola de vida e amor p bira
Estreia 2017 Resumo somos família cada lar uma escola de vida e amor p bira
 
Campanha da fraternidade 2017 cf 2017 biomas brasileiros resumo do texto base
Campanha da fraternidade 2017 cf 2017 biomas brasileiros resumo do texto baseCampanha da fraternidade 2017 cf 2017 biomas brasileiros resumo do texto base
Campanha da fraternidade 2017 cf 2017 biomas brasileiros resumo do texto base
 
Exortação apostólica amoris laetitia a alegria do amor o amor na família papa...
Exortação apostólica amoris laetitia a alegria do amor o amor na família papa...Exortação apostólica amoris laetitia a alegria do amor o amor na família papa...
Exortação apostólica amoris laetitia a alegria do amor o amor na família papa...
 
Os jovens na bíblia
Os jovens na bíbliaOs jovens na bíblia
Os jovens na bíblia
 
Exortação apostólica amoris laetitia a alegria do amor o amor na família papa...
Exortação apostólica amoris laetitia a alegria do amor o amor na família papa...Exortação apostólica amoris laetitia a alegria do amor o amor na família papa...
Exortação apostólica amoris laetitia a alegria do amor o amor na família papa...
 
O Rosto da Misericórdia - Bula Misericordiae Vultus - Ano Santo
O Rosto da Misericórdia - Bula Misericordiae Vultus - Ano SantoO Rosto da Misericórdia - Bula Misericordiae Vultus - Ano Santo
O Rosto da Misericórdia - Bula Misericordiae Vultus - Ano Santo
 
Campanha da fraternidade 2016 - RESUMO
Campanha da fraternidade 2016 - RESUMO Campanha da fraternidade 2016 - RESUMO
Campanha da fraternidade 2016 - RESUMO
 
Resumo da Estreia 2016: "COM JESUS, Percorramos juntos, a Aventura do Espírito"
Resumo da Estreia 2016:  "COM JESUS, Percorramos juntos, a Aventura do Espírito"Resumo da Estreia 2016:  "COM JESUS, Percorramos juntos, a Aventura do Espírito"
Resumo da Estreia 2016: "COM JESUS, Percorramos juntos, a Aventura do Espírito"
 
Aspectos teológicos da Encíclica "Laudato Sí" do Papa francisco ecologia
Aspectos teológicos da Encíclica "Laudato Sí" do Papa francisco ecologiaAspectos teológicos da Encíclica "Laudato Sí" do Papa francisco ecologia
Aspectos teológicos da Encíclica "Laudato Sí" do Papa francisco ecologia
 
EDUCADOR PARA QUÊ?
EDUCADOR PARA QUÊ? EDUCADOR PARA QUÊ?
EDUCADOR PARA QUÊ?
 
Evangelização e educação reflexões visita pastoral
Evangelização e educação reflexões visita pastoralEvangelização e educação reflexões visita pastoral
Evangelização e educação reflexões visita pastoral
 
Informativo V Estudo 2 Notas sobre o Contexto histórico-eclesial e pastoral d...
Informativo V Estudo 2 Notas sobre o Contexto histórico-eclesial e pastoral d...Informativo V Estudo 2 Notas sobre o Contexto histórico-eclesial e pastoral d...
Informativo V Estudo 2 Notas sobre o Contexto histórico-eclesial e pastoral d...
 
Estreia 2015 como Dom Bosco com os jovens, para os jovens.
Estreia 2015  como Dom Bosco com os jovens, para os jovens.Estreia 2015  como Dom Bosco com os jovens, para os jovens.
Estreia 2015 como Dom Bosco com os jovens, para os jovens.
 
Significando o Natal do Senhor
Significando o Natal do SenhorSignificando o Natal do Senhor
Significando o Natal do Senhor
 
Informativo IV Novembro 2014: Estudo I - Síntese: O contexto sóciocultural, p...
Informativo IV Novembro 2014: Estudo I - Síntese: O contexto sóciocultural, p...Informativo IV Novembro 2014: Estudo I - Síntese: O contexto sóciocultural, p...
Informativo IV Novembro 2014: Estudo I - Síntese: O contexto sóciocultural, p...
 
Sem a formação continuada, vem a velhice. A importância da Formação.
Sem a formação continuada, vem a velhice. A importância da Formação.Sem a formação continuada, vem a velhice. A importância da Formação.
Sem a formação continuada, vem a velhice. A importância da Formação.
 
A experiência da resiliência
A experiência da resiliênciaA experiência da resiliência
A experiência da resiliência
 
A importância da formacão
A importância da formacãoA importância da formacão
A importância da formacão
 

Último

O que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaO que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaHenrique Santos
 
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdfManual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdfPastor Robson Colaço
 
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livroMeu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livroBrenda Fritz
 
Sismologia_7ºano_causas e consequencias.pptx
Sismologia_7ºano_causas e consequencias.pptxSismologia_7ºano_causas e consequencias.pptx
Sismologia_7ºano_causas e consequencias.pptxpatriciapedroso82
 
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdfo-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdfCarolineNunes80
 
CONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio ead.pptx
CONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio  ead.pptxCONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio  ead.pptx
CONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio ead.pptxLuana240603
 
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.HandersonFabio
 
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditivaO que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditivaCludiaRodrigues693635
 
Conteúdo sobre a formação e expansão persa
Conteúdo sobre a formação e expansão persaConteúdo sobre a formação e expansão persa
Conteúdo sobre a formação e expansão persafelipescherner
 
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdfROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdfMarcianaClaudioClaud
 
bem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animalbem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animalcarlamgalves5
 
Geometria para 6 ano retas angulos .docx
Geometria para 6 ano retas angulos .docxGeometria para 6 ano retas angulos .docx
Geometria para 6 ano retas angulos .docxlucivaniaholanda
 
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docxUnidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docxRaquelMartins389880
 
livro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensoriallivro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensorialNeuroppIsnayaLciaMar
 
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....LuizHenriquedeAlmeid6
 
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIAHISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIAElianeAlves383563
 
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande""Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"Ilda Bicacro
 
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfManuais Formação
 
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxSlides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 

Último (20)

O que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaO que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de Infância
 
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdfManual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
 
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livroMeu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
 
Sismologia_7ºano_causas e consequencias.pptx
Sismologia_7ºano_causas e consequencias.pptxSismologia_7ºano_causas e consequencias.pptx
Sismologia_7ºano_causas e consequencias.pptx
 
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdfo-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
 
CONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio ead.pptx
CONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio  ead.pptxCONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio  ead.pptx
CONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio ead.pptx
 
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
 
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditivaO que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
 
Conteúdo sobre a formação e expansão persa
Conteúdo sobre a formação e expansão persaConteúdo sobre a formação e expansão persa
Conteúdo sobre a formação e expansão persa
 
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdfROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
 
bem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animalbem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animal
 
Geometria para 6 ano retas angulos .docx
Geometria para 6 ano retas angulos .docxGeometria para 6 ano retas angulos .docx
Geometria para 6 ano retas angulos .docx
 
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sistemas_de_Informacoes_Gerenciais_(IL60106).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sistemas_de_Informacoes_Gerenciais_(IL60106).pdfEnunciado_da_Avaliacao_1__Sistemas_de_Informacoes_Gerenciais_(IL60106).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sistemas_de_Informacoes_Gerenciais_(IL60106).pdf
 
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docxUnidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
 
livro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensoriallivro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensorial
 
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
 
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIAHISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
 
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande""Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
 
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
 
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxSlides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
 

Síntese da Encíclica "Laudato Sì" (Louvado Seja) sobre o Cuidado da nossa Casa Comum - papa Francisco

  • 1. CARTA ENCÍCLICA “LAUDATO SÍ” (Louvado Seja) do PAPA FRANCISCO SOBRE O CUIDADO DA NOSSA CASA COMUM (o planeta terra) Vaticano, 24 de maio de 2015 Visão panorâmica... Algumas ideias fortes!
  • 2. “Se destruirmos a criação, a criação nos destruirá” (Papa Francisco) Cidade do Vaticano, 21 de Maio de 2014 (ZENIT.org)
  • 3. ORAÇÃO PELA NOSSA TERRA “Deus Onipotente, que estais presente em todo o universo e na mais pequenina das vossas criaturas, Vós que envolveis com a vossa ternura tudo o que existe, derramai em nós a força do vosso amor para cuidarmos da vida e da beleza. Inundai-nos de paz, para que vivamos como irmãos e irmãs sem prejudicar ninguém.
  • 4. Ó Deus dos pobres, ajudai-nos a resgatar os abandonados e esquecidos desta terra que valem tanto aos vossos olhos. Curai a nossa vida, para que protejamos o mundo e não o depredemos, para que semeemos beleza e não poluição nem destruição.
  • 5. Tocai os corações daqueles que buscam apenas benefícios à custa dos pobres e da terra. Ensinai-nos a descobrir o valor de cada coisa, a contemplar com encanto, a reconhecer que estamos profundamente unidos com todas as criaturas no nosso caminho para a vossa luz infinita. Obrigado porque estais connosco todos os dias. Sustentai-nos, por favor, na nossa luta pela justiça, o amor e a paz”. Amém!
  • 6. ESTRUTURA DO DOCUMENTO: LAUDATO SÍ! INTRODUÇÃO CAPÍTULO 1:  O QUE ESTÁ ACONTECENDO COM A NOSSA CASA CAPÍTULO 2:  O EVANGELHO DA CRIAÇÃO CAPÍTULO 3:  A RAIZ HUMANA DA CRISE ECOLÓGICA CAPÍTULO 4:  A ECOLOGIA INTEGRAL CAPÍTULO 5:  LINHAS DE AÇÃO CAPÍTULO 6:  EDUCAÇÃO E ESPIRITUALIDADE ECOLÓGICA
  • 7. O cuidado da nossa casa comum! Introdução – Nada deste mundo nos é indiferente: tudo está em relação - o mundo é a nossa casa comum! – Devemos estar unidos por uma mesma causa: aquela da corresponsabilidade pelo meio ambiente! – São Francisco de Assis nos deixou grande exemplo: de contemplação, de humildade, de respeito, de senso defraternidade, de harmonia, de não violência, sobriedade... – Eis um forte apelo: diálogo sobre o futuro do planeta, solidariedade universal...
  • 8. O cuidado da nossa casa comum! CAPÍTULO 1: O QUE ESTÁ ACONTECENDO COM A NOSSA CASA? ― Aquecimento global e poluição; ― Maltratamento do lixo (contaminação) e cultura do descarte (consumismo); ― Falta de consciência de que o planeta é um bem comum; ― A escassez de água potável (poluição, ameaça aos manaciais, guerra hídrica); ― Perda da biodiversidade; ― Desgaste da qualidade da vida humana e decadência social; ― Falta de equidade – desequilíbrio econômico... Bens! ― Diversidade de opiniões sobre essa questão... Precisa convergência!
  • 9. O cuidado da nossa casa comum! CAPÍTULO 2: O EVANGELHO DA CRIAÇÃO ― A Fé nos oferece uma visão muito mais ampla sobre a natureza; ― A LUZ DA FÉ nos fornece o verdadeiro sentido do universo e do mundo (nosso planeta); ― A sabedoria dos relatos bíblicos nos apresenta o PLANO DE DEUS... (Gênesis: criação, o papel do ser humano, as relações fraternas e fraticidas... Exodo... profetas...) ― O universo fala do mistério da grandeza de Deus... questiona o ser humano e o convida a reconhecê-lo!  Sabedoria: 13, 1-9 - Romanos 1,19-20 - Contemplando a beleza das criaturas chegamos a conhecer a grandeza do Criador!
  • 10. — Estamos vivendo a “Crise do antropocentrismo moderno”, Radical. O ser humano tornou- se dominador de tudo, violento, explorador... Precisa aprender a cuidar!
  • 11. ― Cada criatura do planeta traz uma mensagem e vive em HARMONIA com as demais criaturas... ― A natureza é um BEM COMUM, dom de Deus! ― JESUS NOSSO MODELO: teve um universo de relações movidas pelo amor, cuidado, respeito, libertação, harmonia...
  • 12. O cuidado da nossa casa comum! CAPÍTULO 3: A RAIZ HUMANA DA CRISE ECOLÓGICA — A tecnologia, revela a inteligência, a criatividade, o poder do ser humano, mas quando é desordenada gera a morte. — Estamos bitolados numa visão de “globalização” puramente pautada pelo critério tecnológico... Que gera a corrida pela produção, lucro, consumo, exclusão, violência, desigualdade social...
  • 13. O cuidado da nossa casa comum! CAPÍTULO 4: PROMOÇÃO DA ECOLOGIA INTEGRAL  Não basta simplesmente o esforço para cuidar da natureza: a ecologia ambiental...  É preciso promovermos uma consciência ecológica integral: ECOLOGIA ECONÔMICA, ECOLOGIA SOCIAL, ECOLOGIA CULTURAL, ECOLOGIA HUMANA...
  • 14. — É necessário um aprofundameto do sentido do trabalho para preservar sua dignidade... Trabalho não é só produção... — A biotecnologia traz inovação com as conquistas científicas, mas é preciso MUITA PRUDÊNCIA: há também ambiguidades... armas biológicas! — É forte a ideologia do “relativismo prático” – não se importar com as consequência sociais do próprio comportamento.
  • 15.  Devemos nos deixar guiar pelo princípio do bem comum... Para podermos cuidar do todo!  Temos uma séria responsabilidade para com as gerações futuras!
  • 16. O cuidado da nossa casa comum! CAPÍTULO 5: ALGUMAS LINHAS ORIENTADORAS E DE AÇÃO  Investir em mais diálogo sobre o meio ambiente na política internacional;  Promover de um diálogo rumo a novas políticas nacionais e locais;  Favorecer debates sinceros e honestos... Com menos interesses!  A Política não deve estar submissa à economia; é preciso um diálogo sincero, honesto, amplo para a plenitude humana;  As religiões também tem uma contribuição a dar em diálogo com as ciências...
  • 17. O cuidado da nossa casa comum!  É preciso apostar em outro estilo de vida... menos agressivo!  É urgente investir numa educação para a ALIANÇA ENTRE A HUMANIDADE E O MEIO AMBIENTE;  A humanidade necessita de “CONVERSÃO ECOLÓGICA” CAPÍTULO 6: EDUCAÇÃO E ESPIRITUALIDADE ECOLÓGICA  A Conversão ecológica exige o “amor pela cidadania” e pela política; .... em vista da nosssa harmonia, bem-estar, paz social, alegria, segurança, qualidade de vida...
  • 18.  Aspectos teológicos da Espiritualidade Ecológica: a) Os SINAIS SACRAMENTAIS falam de ecologia (água, fogo, óleo...) b) A SANTÍSSIMA TRINDADE é o modelo de toda relação entre as criaturas: harmonia, respeito pela diversidade! c) MARIA: elevada ao céu é a rainha de toda a criação!.. N. 241: “Maria, a mãe que cuidou de Jesus, agora cuida com carinho e preocupação materna deste mundo ferido”
  • 19. Oração Conclusiva da Encíclica ORAÇÃO CRISTÃ COM A CRIAÇÃO Nós Vos louvamos, Pai, com todas as vossas criaturas, que saíram da vossa mão poderosa. São vossas e estão repletas da vossa presença e da vossa ternura. Louvado sejais, Filho de Deus, Jesus, por Vós foram criadas todas as coisas. Fostes formado no seio materno de Maria, fizestes-Vos parte desta terra, e contemplastes este mundo com olhos humanos. Hoje estais vivo em cada criatura com a vossa glória de ressuscitado.
  • 20. Louvado sejais, Espírito Santo, que, com a vossa luz, guiais este mundo para o amor do Pai e acompanhais o gemido da criação, Vós viveis também nos nossos corações a fim de nos impelir para o bem. Louvado sejais, Senhor Deus, Uno e Trino, comunidade estupenda de amor infinito, ensinai-nos a contemplar-Vos na beleza do universo, onde tudo nos fala de Vós. Despertai o nosso louvor e a nossa gratidão por cada ser que criastes. Dai-nos a graça de nos sentirmos intimamente unidos a tudo o que existe. Deus de amor, mostrai-nos o nosso lugar neste mundo como instrumentos do vosso carinho por todos os seres desta terra, porque nem um deles sequer é esquecido por Vós.
  • 21. Iluminai os donos do poder e do dinheiro para que não caiam no pecado da indiferença, amem o bem comum, promovam os fracos, e cuidem deste mundo que habitamos. Os pobres e a terra estão bradando: Senhor, tomai-nos sob o vosso poder e a vossa luz, para proteger cada vida, para preparar um futuro melhor, para que venha o vosso Reino de justiça, paz, amor e beleza. Louvado sejais...! Amém!
  • 22. Tópicos para Uma reflexão da Encíclica “LAUDATO SÍ” numa PERSPECTIVA SALESIANA
  • 23. a) Como está o zelo para com o ambiente físico de nossa casa? b) Como se apresenta o nosso ambiente: cuidado? limpo? ordenado? renovado? educativo? Que impressão causa em quem chega? 1. A Pedagogia Salesiana tem forte sensibilidade ecológica: c) Como estamos tratando os resídios sólidos (lixo)? Temos coleta seletiva? Temos lixeiras em todos os ambientes?
  • 24. d) É visível a sensibilidade higiênica (e ecológica) dos nossos educadores (de todos as categorias) e dos nossos educandos? e) Como estão nossos banheiros, cozinha, lanchonete, depósitos, almoxarifado... E escritórios...?!? f) Já fizemos alguma Campanha ecológica? g) Em nossa casa há despedício? De quê? De Água, energia elétrica, papel, alimentos, material de limpeza...? AGIR: O que podemos fazer, como Comunidade Educativa, para termos um ambiente mais saudável?
  • 25. 2. A Pedagogia Salesiana tem forte sensibilidade para com a “Ecologia Integral”  Para isso precisamos de uma Comunidade Educativa Pastoral que fale a mesma linguagem, que trabalhe em Rede, que seja convicta dos valores salesianos e os traduza em atitudes educativas! NOSSO PRINCÍPIO: educação Integral, educar para a Vida! • “Evangelizamos educando e educamos evangelizando” • Buscamos “formar bons cristãos e honestos cidadãos”
  • 26. ALGUMAS DIMENSÕES: Afetiva (relações humanas), cuidado com o ambiente físico, economia, estética, sensibilidade preventiva, promoção cultural (formas de pensar, mentalidade interna!?)...
  • 27. ORGANIZAÇÃO: Antônio de Assis Ribeiro (Pe. Bira) SDB https://www.facebook.com/Birasdb