Alimentação / Diabetes

2.873 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

Alimentação / Diabetes

  1. 1. Alimentação incorrecta na adolescência
  2. 2. ’’Por vezes são os pais e as escolas que incentivam as crianças a praticarem uma alimentação incorrecta’’
  3. 3. Muitas vezes os pais deixam arrastar a situação e não tentam variar nem corrigir a alimentação dos filhos. Os pais têm de compreender que uma alimentação mais saudável, hoje, vai prevenir todo um conjunto de doenças, no futuro, como a diabetes ou a obesidade.
  4. 4. Por vezes os pais caiem no erro de dar as mesmas doses de comida deles às crianças o que está errado porque as crianças não necessitam das mesmas necessidades nutricionais. É necessário adequar as quantidades à idade e peso da criança.
  5. 5. Utilizando o exemplo do leite. Uma criança com 1 ano de idade necessita de cerca de 800 miligramas (mg) de cálcio, enquanto a partir dos 6 até aos 12 precisa de uma dose entre 800-1200 mg. Esta necessidade volta a aumentar para os adolescentes a partir dos 12 – 1200 a 1300 mg.
  6. 6. Contudo, a prática de uma alimentação errada não depende apenas dos pais.
  7. 7. As escolas têm também responsabilidade neste assunto, pelo tipo de comida que distribuem nas cantinas, oferecendo uma dieta desequilibrada do ponto de vista nutricional.
  8. 8. Normalmente, verifica-se a abundância de pratos de confecção simples, na maioria dos casos envolvendo fritos, ricos em gordura e de baixo custo nutricional e ainda á o conveniente de a sopa não ser obrigatório nas escolas.
  9. 9. E quando o prato é peixe cozido? É fácil! O bar da escola passa a ser a melhor solução para as crianças.
  10. 10. Os pais, ao prepararem o lanche dos filhos, devem pensar duas vezes antes de mandar um bolo. Uma sanduíche não dá assim tanto trabalho a preparar e é muito mais saudável
  11. 11. Enfim, a nível escolar, o cenário começa a melhorar visto que a ementa de algumas escolas começam a ser orientadas por um nutricionista.
  12. 12. Além disso, só não chama á atenção das crianças quem não quer, pois basta apenas um pouco de imaginação para deixar os miúdos de olhos arregalados. Um truque é utilizar alimentos de várias cores no prato, o verde, o branco, o vermelho e o amarelo dos legumes tornam o prato muito mais apetitoso e apelativo.
  13. 13. Além disso, trata-se também de providenciar às crianças todos os nutrientes presentes nos alimentos de diferentes cores, como o tomate, o pimento, o alho francês, a cenoura, entre outros.
  14. 14. ’’Por vezes são os pais e as escolas que incentivam as crianças a praticarem uma alimentação incorrecta’’
  15. 15. A diabetes mellitus é um síndrome de insulina, de forma que o funcionamento caracterizado por hiperglicémia crónica, ou normal da insulina não acontece. A causa para a seja, o nível de açúcar no sangue (glicémia) está falta de insulina é uma lesão nas células do aumentado para lá dos valores normais, devido pâncreas que a produzem: as células b dos a uma perturbação no funcionamento da ilhéus de Langerhans. Geralmente essa lesão hormona insulina. dá-se porque o sistema imunitário do indivíduo reage contra essas células, destruindo-as. Normalmente o que a insulina faz é facilitar a entrada da glicose que está em circulação nas Na diabetes tipo II, o que acontece é que as células que a vão utilizar na produção de células não respondem ou respondem mal à energia para o seu funcionamento. Se a insulina insulina, diz-se que têm resistência à insulina. não existe ou não funciona, a glicose mantém- Geralmente existe uma predisposição genética se no sangue e dá hiperglicémia. para essa resistência (por isso é que é mais provável desenvolver diabetes se se tiver um ou Esta perturbação tem 2 formas distintas e por mais familiar com diabetes) isso há 2 tipos de diabetes: tipo I, que se chama vulgarmente diabéticos na família). A obesidade . é outro factor que facilita o desenvolvimento de resistência à insulinas insulino-dependente e tipo II, que se chama vulgarmente diabetes não- insulino-dependente. Na diabetes tipo I, o que acontece é uma falta
  16. 16. Como efeitos da diabetes na gravidez: abortos espontâneos, infecções maternas. Os médicos devem estar preparados para as possíveis crises provenientes do diagnóstico da diabetes. Devem orientar tanto as crianças quanto os pais. Como principais reacções dos pacientes vem: o impacto, a negação, a depressão, a aceitação, a reorientação e as recaídas psicológicas.
  17. 17. Quem bebe ou fuma muito ou tem hábitos alimentares ruins pode desenvolver a doença de Alzheimer anos mais cedo do que as outras pessoas, segundo estudos apresentados durante um encontro da Academia Americana de Neurologia.
  18. 18. Os erros por excesso O excesso calórico encontra-se entre os erros mais comuns. Mais do que a nossa abundância das refeições é causado sobretudo pelos aperitivos, pelas calorias contidas nas bebidas, nos rebuçados e nos chocolates. A escolha dos alimentos influencia de maneira determinante: 100g de pão ou de carne fornecem as mesmas calorias mas não a mesma sensação de saciedade. O pão enche o estômago, os hambúrgueres não.
  19. 19. O homem moderno consome demasiada carne e demasiados enchidos. Os lacticínios, o peixe, os legumes secos e os ovos têm o mesmo valor proteico e fornecem menos gorduras. O excessivo consumo de bebidas alcoólicas encontra-se entre os erros mais difusos, que nos casos extremos tem consequências físicas, psíquicas, familiares e sociais.
  20. 20. É muito difícil sem a ajuda de um médico ou de um dietista, dado que se deve antes da mais nada reconhecer os próprios erros. Por vezes trata-se efectivamente de hábitos familiares solidamente radicados. O individuo pode aproximar-se ao ideal tentando comer de forma variada e equilibrada, evitando os pratos demasiado elaborados e ricos de gorduras animais e abolindo os eventuais excessos. Andreia, Patrícia e Carina

×