A narrativa as seguir           Da expressão culturalOrnamenta este cordel           Sendo música, poesiaSobre um homem e ...
O noivado aconteceuAtravés de uma quadrilha    Por muito tempo UlissesMais Eron não concedeu      Foi quem deu toda atençã...
Pra sua capacitaçãoIsto posto, eis a uniãoQue cresceu com o romanceE o relacionamenteExpandiu o seu alcanceSem precisar de...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Cordel casamento

1.144 visualizações

Publicada em

A história do relacionamento do psicólogo Ulisses e da enfermeira Anne.

O casal elaborou esta versão poética de sua história apaixonada.

<3

Publicada em: Diversão e humor
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.144
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Cordel casamento

  1. 1. A narrativa as seguir Da expressão culturalOrnamenta este cordel Sendo música, poesiaSobre um homem e uma mulher Ou uma obra esculturalDois da área de pinel Quando viu a cordelistaO casal se apaixonou Amor à primeira vistaZelou e bem sustentou Foi sentimento realDurante este romance E os dois foram se gostandoO afeto persistiu Sentimento fluindoMuita coisa aconteceu Um mês de pura paqueraEmoção sempre existiu Um para o outro sorrindoSentimento aflorou A dúvida no coração:Dentre os dois desabrochou Será que era paixãoE o amor eclodiu Ou era o amor surgindo?Anne e Ulisses se encontraram Nas férias daquele estágioGostaram-se de primeira Cada um foi pro seu ladoO futuro psicólogo Mas pensando um no outroSe agradou da enfermeira Suspirando um bocadoTiveram conversas ao vivo Não estavam resistindoOu na net a noite inteira Ao sentimento tão lindo De estar apaixonadoEssa história começouDe uma forma bem legal Por mensagem em celularNum lugar de tratamento Foram se comunicandoPara saúde mental Quando voltaram das fériasDr Maia foi a clínica O clima já foi mudandoOnde rolou toda a química Depois de um mês inteiroEntre esse jovem casal Em 21 de janeiro Já estavam namorandoE eram dois estagiáriosUm da psicologia Então a casa de AnneA outra era enfermagem Ulisses foi conhecerTrabalhavam todo dia Pra o pedido de namoroNuma equipe bem diversa Ele aos pais poder fazerComeçou a haver conversa Depois de muita tensãoCom bastante simpatia. Houve a liberação Para o casal procederUma das atividadesChamou muita atenção E com essa permissãoA oficina de cordel Foram se organizarCausou aproximação Só no final de semanaOs dois foram ministrar É que podiam namorarDispuseram-se a ensinar Quando à noite ele chegavaA escrever com inspiração Às sete se iniciava Para às dez terminarAnne, uma cordelistaDesde a sua infância Começou lá na varandaSempre mostrou o cordel Da casa da namoradaE a sua relevância Foram ao parque da criançaCom poemas declamando Na ase da caminhadaE os versos recitando Foram à sorveteriaCom doçura e elegância E o cinema os divertia De uma forma inusitavaUlisses sempre gostou
  2. 2. O noivado aconteceuAtravés de uma quadrilha Por muito tempo UlissesMais Eron não concedeu Foi quem deu toda atençãoAinda a mão da filha Na cidade Santa CruzE apesar do sentimento Ele foi o anfitriãoAquele não era o momento Mas Anne foi se envolvendoPara formar uma família E a cidade conhecendo Obtendo integraçãoMuito eles fizeram juntosNo campo profissional Anne pôde conhecerForam à maternidade A família do amadoNum estágio muito legal Avô, pai e imãsTCC elaboraram Tios, tias e cunhadoE o curso terminaram Conheceu os seus parentesNuma colação de grau E também os aderentes Família pra todo ladoE lá em Campina GrandeTudo isso se passou Ulisses foi trabalharDa família da amada Numa associaçãoUlisses se aproximou Pra quem tem prejudicadaFoi chegando de mansinho A sua cogniçãoE então com muito carinho O público da assistência:Até o Natal comemorou Jovens com deficiência No aprender e na atençãoUlisses quis retornarPra Santa Cruz, a cidade Ampliando SaberesQue passou sua infância Estava se iniciandoE também a mocidade E então como psicólogoNesta volta para o lar Ulisses foi atuandoConseguiu proporcionar De uma necessidadeA Anne, oportunidade Surgiu oportunidade Para Anne ir se aproximandoUma vaga para enfermeiraSurgiu para a namorada Ela foi ser professoraAnne foi pra entrevista Para, em artes, educarMuito bem intensionada Uma forma de terapiaModa Center visitou Para conseguir se expressarE depois feliz ficou Depois ela foi para sançaPor ter sido aprovada Com jovem e com criança Oficinas trabalharAnne, então começouNa vida nova rotina Em seguida veio o CAPSFoi morar em Santa Cruz Pra promover assistênciaDeixando pra trás Campina Ao dançar e cordelarUlisses a acolheu Garantindo uma vivênviaRiane lhe recebeu Primeiro Anne chegouDa noite até a matina E Ulisses se encaixou Retornando à essênciaModa Center inaugurouPosto ambulatorial Com o novo trabalhoE lá, Anne conheceu Surgiu pós-graduaçãoUma parceira sem igual Em saúde mentalCaroline, sua xará Uma especializaçãoSó apareceu para somar O casal foi estudarNa área profissional Junto no mesmo lugar
  3. 3. Pra sua capacitaçãoIsto posto, eis a uniãoQue cresceu com o romanceE o relacionamenteExpandiu o seu alcanceSem precisar de demoraOs dois viram que era a horaDe o casório dar uma chancePassou um filme na cabeçaBem na hora de pedirA mãe de Anne em casamentoNa tensão de um déjà vuOs pais dela aprovaramE em muito os aconselharamPara o enlace evoluirAo longo da trajetóriaNenhum esteve sozinhoIsto por si já refleteSinônimo de carinhoSentimentos se cruzaramEm vidas que se encontraramSeguindo o mesmo caminho.

×