SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 7
• Nasceu no dia 11 de janeiro de
1890;
• Faleceu no dia 22 de outubro de
1954;
• Em 1905, participa da roda
literária de Indalécio Aguiar, o
qual o poeta Ricardo Gonçalves
fazia parte. Nesta época surgiu o
bonde elétrico, rádio, a
propaganda e o cinema;
• Em 1909, inicia sua carreira no
jornalismo como redator e crítico
teatral do “Diário Popular”;
• Teve um caso com uma estudante francesa, que voltou com ele para o
Brasil, depois se sua viagem à Europa, e teve um filho, o Nône. Foi casado
com Tarsila de Amaral cerca de 4 anos (1926-1930);
• Foi o primeiro a compor um romance de acordo com os preceitos do novo
movimento (modernismo);
• Nas obras “Manifesto Pau-Brasil” (1924) e “Manifesto antropófago”
(1928), contribui para uma nova maneira de visão entre a cultura brasileira
e estrangeira e nega tanto a xenofobia quanto o imperialismo cultural;
- 1ª fase do modernismo (1922-1930):
• Linguagem coloquial: busca da oralidade, do
dialeto cotidiano;
• Prosaísmo: valorização do cotidiano;
• Versilibrismo: versos sem rimas (brancos) e
sem métrica regular;
• Poemas rápidos e curtos (poema-minuto);
• Humos, paródia e ironia;
• Nacionalismo: temas sobre a cultura e o
cotidiano do Brasil; (nacionalismo crítico: “ver
com olhos livres”);
“Pronominais”
Dê-me um cigarro
Diz a gramática
Do professor e do aluno
E do mulato sabido
Mas o bom negro e bom branco
Da Nação Brasileira
Dizem todos os dias
Deixa disso camarada
Me dá um cigarro
- Sátira da dialética
culta e popular;
- Prosaísmos;
- Nacionalismo;
- É um poema-minuto;
Eu empobreço de repente
Tu enriqueces por minha causa
Ele azula para o sertão
Nós entramos em concordata
Vós protestais por preferência
Eles escafedem a massa.
Sê pirata
Sede trouxas
Abrindo o pala
Pessoal sarado
Oxalá eu tivesse sabido
Que esse verbo era irregular
Nacionalismo
crítico;
Linguagem
coloquial;
Paródia, humor
e ironia;
Prosaísmo;
O modernista Oswald de Andrade em

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

A semana de arte moderna (1922) apresentação
A semana de arte moderna (1922) apresentaçãoA semana de arte moderna (1922) apresentação
A semana de arte moderna (1922) apresentaçãoZenia Ferreira
 
Carlos Drummond de Andrade
Carlos Drummond de AndradeCarlos Drummond de Andrade
Carlos Drummond de AndradeAdriana Masson
 
GONÇALVES DIAS - ROMANTISMO (Vida, obra e características)
GONÇALVES DIAS - ROMANTISMO (Vida, obra e características)GONÇALVES DIAS - ROMANTISMO (Vida, obra e características)
GONÇALVES DIAS - ROMANTISMO (Vida, obra e características)Danillo Rodrigues
 
Modernismo e suas fases
Modernismo e suas fasesModernismo e suas fases
Modernismo e suas fasesLuan Victor
 
O modernismo brasileiro
O modernismo brasileiroO modernismo brasileiro
O modernismo brasileiroJunior Onildo
 
Indianismo, a 1ª fase do romantismo
Indianismo, a 1ª fase do romantismoIndianismo, a 1ª fase do romantismo
Indianismo, a 1ª fase do romantismoBaumannCoelho
 
O pré modernismo
O pré modernismoO pré modernismo
O pré modernismoAna Batista
 
Primeira fase do modernismo
Primeira fase do modernismoPrimeira fase do modernismo
Primeira fase do modernismoVictor Said
 
O romantismo da segunda geração
O romantismo da segunda geraçãoO romantismo da segunda geração
O romantismo da segunda geraçãoAntonio Minharro
 
Pré modernismo-slides
Pré modernismo-slidesPré modernismo-slides
Pré modernismo-slidesZenia Ferreira
 
2ª fase modernista (prosa)
2ª fase modernista (prosa)2ª fase modernista (prosa)
2ª fase modernista (prosa)rillaryalvesj
 
1ª fase do modernismo
1ª fase do modernismo1ª fase do modernismo
1ª fase do modernismoLuciene Gomes
 

Mais procurados (20)

A semana de arte moderna (1922) apresentação
A semana de arte moderna (1922) apresentaçãoA semana de arte moderna (1922) apresentação
A semana de arte moderna (1922) apresentação
 
Modernismo brasileiro 1ª geração
Modernismo brasileiro 1ª geraçãoModernismo brasileiro 1ª geração
Modernismo brasileiro 1ª geração
 
Quinhentismo
Quinhentismo Quinhentismo
Quinhentismo
 
Carlos Drummond de Andrade
Carlos Drummond de AndradeCarlos Drummond de Andrade
Carlos Drummond de Andrade
 
GONÇALVES DIAS - ROMANTISMO (Vida, obra e características)
GONÇALVES DIAS - ROMANTISMO (Vida, obra e características)GONÇALVES DIAS - ROMANTISMO (Vida, obra e características)
GONÇALVES DIAS - ROMANTISMO (Vida, obra e características)
 
Modernismo e suas fases
Modernismo e suas fasesModernismo e suas fases
Modernismo e suas fases
 
Machado de Assis
Machado de AssisMachado de Assis
Machado de Assis
 
Realismo
RealismoRealismo
Realismo
 
Carlos drummond
Carlos drummondCarlos drummond
Carlos drummond
 
O modernismo brasileiro
O modernismo brasileiroO modernismo brasileiro
O modernismo brasileiro
 
Indianismo, a 1ª fase do romantismo
Indianismo, a 1ª fase do romantismoIndianismo, a 1ª fase do romantismo
Indianismo, a 1ª fase do romantismo
 
Modernismo em Portugal
Modernismo em PortugalModernismo em Portugal
Modernismo em Portugal
 
Modernismo fases
Modernismo fasesModernismo fases
Modernismo fases
 
O pré modernismo
O pré modernismoO pré modernismo
O pré modernismo
 
Primeira fase do modernismo
Primeira fase do modernismoPrimeira fase do modernismo
Primeira fase do modernismo
 
O romantismo da segunda geração
O romantismo da segunda geraçãoO romantismo da segunda geração
O romantismo da segunda geração
 
Pré modernismo-slides
Pré modernismo-slidesPré modernismo-slides
Pré modernismo-slides
 
2ª fase modernista (prosa)
2ª fase modernista (prosa)2ª fase modernista (prosa)
2ª fase modernista (prosa)
 
1ª fase do modernismo
1ª fase do modernismo1ª fase do modernismo
1ª fase do modernismo
 
Jorge Amado
Jorge AmadoJorge Amado
Jorge Amado
 

Destaque

José oswald de sousa andrade
José oswald de sousa andradeJosé oswald de sousa andrade
José oswald de sousa andradeOdilon Voss
 
Poesia e identidade em oswald de andrade
Poesia e identidade em oswald de andradePoesia e identidade em oswald de andrade
Poesia e identidade em oswald de andradema.no.el.ne.ves
 
Oswald de andrade migno
Oswald de andrade mignoOswald de andrade migno
Oswald de andrade mignoMignoo
 
Oswald de andrade
Oswald de andradeOswald de andrade
Oswald de andraderafabebum
 
Modernismo brasil 1ª fase
Modernismo brasil 1ª faseModernismo brasil 1ª fase
Modernismo brasil 1ª faserillaryalvesj
 
A cidade modernista uma critica de bsb holston
A cidade modernista uma critica de bsb holstonA cidade modernista uma critica de bsb holston
A cidade modernista uma critica de bsb holstonElaine Fabrine
 
Modernismo brasileiro – 1ª fase
Modernismo brasileiro – 1ª faseModernismo brasileiro – 1ª fase
Modernismo brasileiro – 1ª faseAires Jones
 
Oswald de Andrade e Tarsila do Amaral
Oswald de Andrade e Tarsila do AmaralOswald de Andrade e Tarsila do Amaral
Oswald de Andrade e Tarsila do AmaralAmadeu Wolff
 
A poesia de manuel bandeira
A poesia de manuel bandeiraA poesia de manuel bandeira
A poesia de manuel bandeirama.no.el.ne.ves
 
Manifesto da poesia pau brasil e manifesto antropófago - andrade, o.
Manifesto da poesia pau brasil e manifesto antropófago - andrade, o.Manifesto da poesia pau brasil e manifesto antropófago - andrade, o.
Manifesto da poesia pau brasil e manifesto antropófago - andrade, o.Nicolas Pelicioni
 
Manifesto antropófago
Manifesto antropófagoManifesto antropófago
Manifesto antropófagounirio2011
 
Semana de arte moderna 1922
Semana de arte moderna 1922Semana de arte moderna 1922
Semana de arte moderna 1922Dismael Sagás
 

Destaque (20)

José oswald de sousa andrade
José oswald de sousa andradeJosé oswald de sousa andrade
José oswald de sousa andrade
 
Oswald de Andrade
Oswald de AndradeOswald de Andrade
Oswald de Andrade
 
Oswald de andrade
Oswald de andradeOswald de andrade
Oswald de andrade
 
Poesia e identidade em oswald de andrade
Poesia e identidade em oswald de andradePoesia e identidade em oswald de andrade
Poesia e identidade em oswald de andrade
 
Oswald de andrade migno
Oswald de andrade mignoOswald de andrade migno
Oswald de andrade migno
 
Oswald de andrade
Oswald de andradeOswald de andrade
Oswald de andrade
 
Modernismo brasil 1ª fase
Modernismo brasil 1ª faseModernismo brasil 1ª fase
Modernismo brasil 1ª fase
 
A cidade modernista uma critica de bsb holston
A cidade modernista uma critica de bsb holstonA cidade modernista uma critica de bsb holston
A cidade modernista uma critica de bsb holston
 
Memorias Sentimentais de João Miramar - 3ª A - 2011
Memorias Sentimentais de João Miramar - 3ª A - 2011Memorias Sentimentais de João Miramar - 3ª A - 2011
Memorias Sentimentais de João Miramar - 3ª A - 2011
 
Modernismo brasileiro – 1ª fase
Modernismo brasileiro – 1ª faseModernismo brasileiro – 1ª fase
Modernismo brasileiro – 1ª fase
 
Ngb 38 94
Ngb 38 94Ngb 38 94
Ngb 38 94
 
Modernismo 1
Modernismo 1Modernismo 1
Modernismo 1
 
Proposta de redação II
Proposta de redação IIProposta de redação II
Proposta de redação II
 
Oswald de Andrade e Tarsila do Amaral
Oswald de Andrade e Tarsila do AmaralOswald de Andrade e Tarsila do Amaral
Oswald de Andrade e Tarsila do Amaral
 
João miramar
João miramarJoão miramar
João miramar
 
A poesia de manuel bandeira
A poesia de manuel bandeiraA poesia de manuel bandeira
A poesia de manuel bandeira
 
Manifesto da poesia pau brasil e manifesto antropófago - andrade, o.
Manifesto da poesia pau brasil e manifesto antropófago - andrade, o.Manifesto da poesia pau brasil e manifesto antropófago - andrade, o.
Manifesto da poesia pau brasil e manifesto antropófago - andrade, o.
 
Movimentos modernistas
Movimentos modernistasMovimentos modernistas
Movimentos modernistas
 
Manifesto antropófago
Manifesto antropófagoManifesto antropófago
Manifesto antropófago
 
Semana de arte moderna 1922
Semana de arte moderna 1922Semana de arte moderna 1922
Semana de arte moderna 1922
 

Semelhante a O modernista Oswald de Andrade em

Modernismo no Brasil
Modernismo no BrasilModernismo no Brasil
Modernismo no BrasilRenato Sales
 
1º fase do modernismo
1º fase do modernismo1º fase do modernismo
1º fase do modernismoYasmin Pessoa
 
Autores de língua portuguesa
Autores de língua portuguesaAutores de língua portuguesa
Autores de língua portuguesaArmanda Ribeiro
 
1° geração modernista.pdf
1° geração modernista.pdf1° geração modernista.pdf
1° geração modernista.pdfLorenaAlves89
 
Primeira Fase do Modernismo Brasileiro
Primeira Fase do Modernismo BrasileiroPrimeira Fase do Modernismo Brasileiro
Primeira Fase do Modernismo BrasileiroPaula Meyer Piagentini
 
Destaques Enciclopédia 22-12-2014 a 28-12-2014
Destaques Enciclopédia 22-12-2014 a 28-12-2014Destaques Enciclopédia 22-12-2014 a 28-12-2014
Destaques Enciclopédia 22-12-2014 a 28-12-2014Umberto Neves
 
Os heróis desvairados - Modernismo
Os heróis desvairados - ModernismoOs heróis desvairados - Modernismo
Os heróis desvairados - ModernismoWalace Cestari
 
Destaques enciclopédia 29-12-2014 a 04-01-2015
Destaques enciclopédia 29-12-2014 a 04-01-2015Destaques enciclopédia 29-12-2014 a 04-01-2015
Destaques enciclopédia 29-12-2014 a 04-01-2015Umberto Neves
 
Apresentação (4).pptx
Apresentação (4).pptxApresentação (4).pptx
Apresentação (4).pptxEndelCosta1
 
Pré-modernismo e mordenismo 1°geração.pptx
Pré-modernismo e mordenismo 1°geração.pptxPré-modernismo e mordenismo 1°geração.pptx
Pré-modernismo e mordenismo 1°geração.pptxEndelCosta1
 
Gerações Modernistas + Pré-Modernismo
Gerações Modernistas + Pré-ModernismoGerações Modernistas + Pré-Modernismo
Gerações Modernistas + Pré-ModernismoPaula Meyer Piagentini
 
Segundafasedomodernismonobrasil 120509063705-phpapp02
Segundafasedomodernismonobrasil 120509063705-phpapp02Segundafasedomodernismonobrasil 120509063705-phpapp02
Segundafasedomodernismonobrasil 120509063705-phpapp02Brigitte Lispector
 
Vanguardas europeias
Vanguardas europeiasVanguardas europeias
Vanguardas europeiaswhybells
 
Ilustres figuras portuquesas do sec XX
Ilustres figuras portuquesas do sec XXIlustres figuras portuquesas do sec XX
Ilustres figuras portuquesas do sec XXAgostinho.Gouveia
 
Ilustres figuras portuquesas do sec xx
Ilustres figuras portuquesas do sec xxIlustres figuras portuquesas do sec xx
Ilustres figuras portuquesas do sec xxjmpcard
 

Semelhante a O modernista Oswald de Andrade em (20)

Modernismo no Brasil
Modernismo no BrasilModernismo no Brasil
Modernismo no Brasil
 
1º fase do modernismo
1º fase do modernismo1º fase do modernismo
1º fase do modernismo
 
Autores de língua portuguesa
Autores de língua portuguesaAutores de língua portuguesa
Autores de língua portuguesa
 
O modernismo no brasil
O modernismo no brasilO modernismo no brasil
O modernismo no brasil
 
1° geração modernista.pdf
1° geração modernista.pdf1° geração modernista.pdf
1° geração modernista.pdf
 
Primeira Fase do Modernismo Brasileiro
Primeira Fase do Modernismo BrasileiroPrimeira Fase do Modernismo Brasileiro
Primeira Fase do Modernismo Brasileiro
 
Destaques Enciclopédia 22-12-2014 a 28-12-2014
Destaques Enciclopédia 22-12-2014 a 28-12-2014Destaques Enciclopédia 22-12-2014 a 28-12-2014
Destaques Enciclopédia 22-12-2014 a 28-12-2014
 
Os heróis desvairados - Modernismo
Os heróis desvairados - ModernismoOs heróis desvairados - Modernismo
Os heróis desvairados - Modernismo
 
Destaques enciclopédia 29-12-2014 a 04-01-2015
Destaques enciclopédia 29-12-2014 a 04-01-2015Destaques enciclopédia 29-12-2014 a 04-01-2015
Destaques enciclopédia 29-12-2014 a 04-01-2015
 
Apresentação (4).pptx
Apresentação (4).pptxApresentação (4).pptx
Apresentação (4).pptx
 
Pré-modernismo e mordenismo 1°geração.pptx
Pré-modernismo e mordenismo 1°geração.pptxPré-modernismo e mordenismo 1°geração.pptx
Pré-modernismo e mordenismo 1°geração.pptx
 
Tdpp2
Tdpp2Tdpp2
Tdpp2
 
Oswalddeandrade
OswalddeandradeOswalddeandrade
Oswalddeandrade
 
Modernismo: FASE HERÓICA
Modernismo: FASE HERÓICAModernismo: FASE HERÓICA
Modernismo: FASE HERÓICA
 
Gerações Modernistas + Pré-Modernismo
Gerações Modernistas + Pré-ModernismoGerações Modernistas + Pré-Modernismo
Gerações Modernistas + Pré-Modernismo
 
Segundafasedomodernismonobrasil 120509063705-phpapp02
Segundafasedomodernismonobrasil 120509063705-phpapp02Segundafasedomodernismonobrasil 120509063705-phpapp02
Segundafasedomodernismonobrasil 120509063705-phpapp02
 
Vanguardas europeias
Vanguardas europeiasVanguardas europeias
Vanguardas europeias
 
Modernismo no Brasil (Tabelas)
Modernismo no Brasil (Tabelas)Modernismo no Brasil (Tabelas)
Modernismo no Brasil (Tabelas)
 
Ilustres figuras portuquesas do sec XX
Ilustres figuras portuquesas do sec XXIlustres figuras portuquesas do sec XX
Ilustres figuras portuquesas do sec XX
 
Ilustres figuras portuquesas do sec xx
Ilustres figuras portuquesas do sec xxIlustres figuras portuquesas do sec xx
Ilustres figuras portuquesas do sec xx
 

Último

Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptxAula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptxpamelacastro71
 
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSOVALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSOBiatrizGomes1
 
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdfMapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdfangelicass1
 
Slides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdf
Slides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdfSlides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdf
Slides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdfpaulafernandes540558
 
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosBingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosAntnyoAllysson
 
Recurso Casa das Ciências: Sistemas de Partículas
Recurso Casa das Ciências: Sistemas de PartículasRecurso Casa das Ciências: Sistemas de Partículas
Recurso Casa das Ciências: Sistemas de PartículasCasa Ciências
 
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?MrciaRocha48
 
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptxApostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptxIsabelaRafael2
 
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfDIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfIedaGoethe
 
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxSlide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxconcelhovdragons
 
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdfPLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdfProfGleide
 
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxDeyvidBriel
 
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfBRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfHenrique Pontes
 
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANOInvestimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANOMarcosViniciusLemesL
 
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveAula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveaulasgege
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Educação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPEducação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPanandatss1
 
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdfO guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdfErasmo Portavoz
 

Último (20)

Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptxAula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptx
 
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSOVALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
 
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdfMapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
 
Slides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdf
Slides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdfSlides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdf
Slides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdf
 
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosBingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
 
Recurso Casa das Ciências: Sistemas de Partículas
Recurso Casa das Ciências: Sistemas de PartículasRecurso Casa das Ciências: Sistemas de Partículas
Recurso Casa das Ciências: Sistemas de Partículas
 
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?
 
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptxApostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
 
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfDIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
 
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxSlide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
 
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdfPLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
 
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
 
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfBRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
 
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANOInvestimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
 
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveAula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
 
Educação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPEducação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SP
 
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdfO guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
 

O modernista Oswald de Andrade em

  • 1.
  • 2. • Nasceu no dia 11 de janeiro de 1890; • Faleceu no dia 22 de outubro de 1954; • Em 1905, participa da roda literária de Indalécio Aguiar, o qual o poeta Ricardo Gonçalves fazia parte. Nesta época surgiu o bonde elétrico, rádio, a propaganda e o cinema; • Em 1909, inicia sua carreira no jornalismo como redator e crítico teatral do “Diário Popular”;
  • 3. • Teve um caso com uma estudante francesa, que voltou com ele para o Brasil, depois se sua viagem à Europa, e teve um filho, o Nône. Foi casado com Tarsila de Amaral cerca de 4 anos (1926-1930); • Foi o primeiro a compor um romance de acordo com os preceitos do novo movimento (modernismo); • Nas obras “Manifesto Pau-Brasil” (1924) e “Manifesto antropófago” (1928), contribui para uma nova maneira de visão entre a cultura brasileira e estrangeira e nega tanto a xenofobia quanto o imperialismo cultural;
  • 4. - 1ª fase do modernismo (1922-1930): • Linguagem coloquial: busca da oralidade, do dialeto cotidiano; • Prosaísmo: valorização do cotidiano; • Versilibrismo: versos sem rimas (brancos) e sem métrica regular; • Poemas rápidos e curtos (poema-minuto); • Humos, paródia e ironia; • Nacionalismo: temas sobre a cultura e o cotidiano do Brasil; (nacionalismo crítico: “ver com olhos livres”);
  • 5. “Pronominais” Dê-me um cigarro Diz a gramática Do professor e do aluno E do mulato sabido Mas o bom negro e bom branco Da Nação Brasileira Dizem todos os dias Deixa disso camarada Me dá um cigarro - Sátira da dialética culta e popular; - Prosaísmos; - Nacionalismo; - É um poema-minuto;
  • 6. Eu empobreço de repente Tu enriqueces por minha causa Ele azula para o sertão Nós entramos em concordata Vós protestais por preferência Eles escafedem a massa. Sê pirata Sede trouxas Abrindo o pala Pessoal sarado Oxalá eu tivesse sabido Que esse verbo era irregular Nacionalismo crítico; Linguagem coloquial; Paródia, humor e ironia; Prosaísmo;