Design De Info

623 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
623
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
104
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • Em nosso cotidiano, somos a todo instante testemunhas de bons e maus designings nas coisas que nos cercam. Só como alguns exemplos posso citar: interruptores de luz em lugar errado; torneiras de pias bonitas mas difíceis de operar; botões de controle de eletrodomésticos escondidos do campo de visão do usuário, Tc… Design refere-se a atividade que se preocupa em promover uma abordagem orientada para o usuário de determinado produto, a fim de tornar esse produto conveniente, fácil de usar, e útil. O design das coisas que nos cercam devem dar soluções que simplifiquem nossas vidas, e não que as compliquem. Um bom design atende as necessidades dos usuários e considera suas capacidades. Ninguém produz deliberadamente um produto de má qualidade. Ninguém quer que seu produto seja difícil de usar. Estas coisas acontecem porque qualidade, facilidade de uso, e utilidade não são o foco principal das atividades. Um produto que visa informar as pessoas também requer design. O design de informação visa aumentar a efetividade da informação junto ao usuário, entendendo suas necessidades e capacidades.
  • Design De Info

    1. 1. Funciona, mas podem existir melhores alternativas
    2. 3. Design de Informação e Aspectos Cognitivos Anna C. Nascimento
    3. 5. Informa ção = Informare Significa “por em forma”
    4. 6. Dados e fatos formam a matéria- prima, que através da modelagem e agregação de significados, torna-se o que chamamos de informação
    5. 7. O que é Design de Informação?
    6. 8. Design de Informa ção é: <ul><li>Planejamento </li></ul><ul><li>Organização </li></ul><ul><li>Tratamento </li></ul>
    7. 9. Design de Informa ção visa: Dirigir a atenção do usuário tornando a busca e apreensão da informação mais interessante e eficiente.
    8. 10. Design de Informa ção é importante porque: <ul><li>Atende as necessidades </li></ul><ul><li>da audiência </li></ul><ul><li>Dá clareza e utilidade </li></ul><ul><li>Assegura a efetividade </li></ul>
    9. 11. Defina a sua audiência
    10. 12. Análise da Audi ência <ul><li>Caracteristicas: </li></ul><ul><li>Idade </li></ul><ul><li>escolaridade </li></ul><ul><li>status socio-econômico </li></ul><ul><li>região onde vive ... </li></ul>
    11. 13. Análise da Audi ência <ul><li>Caracteristicas: </li></ul><ul><li>necessidades </li></ul><ul><li>expectativas </li></ul><ul><li>interesses </li></ul>
    12. 14. Quem é a sua audiência? <ul><li>Empregados da empresa </li></ul><ul><li>Clientes </li></ul><ul><li>Pessoas familiarizadas com o </li></ul>conteúdo <ul><li>Pessoas que não conhecem o </li></ul>conteúdo
    13. 15. Objetivos É importante ter um propósito claro quando se inicia um projeto.
    14. 16. Quais são os seus objetivos finais? Um enunciado curto e preciso com os objetivos deve ser a base do design de um projeto.
    15. 17. Planejamento de objetivos <ul><li>Dão direção e foco ao designer </li></ul><ul><li>Devem ser centrados na audiência </li></ul>
    16. 18. Área que estuda os fenômenos ligados a aquisição e uso da informação Psicologia Cognitiva
    17. 19. Memória <ul><li>Memória de curto - prazo </li></ul>Capacidade de armazenagem de informação limitada <ul><li>Memória de longo - prazo </li></ul>Relativamente permanente. Armazena todo o conhecimento da mente
    18. 20. Forneça informação através de multicanais sensoriais
    19. 21. Motiva ção <ul><li>Dá direção e intensidade ao </li></ul>comportamento humano
    20. 22. Motiva ção As prescrições para o design de informação abordam aspectos para: <ul><li>ganhar e manter a atenção </li></ul><ul><li>relacionar conteúdo com os </li></ul>interesses dos usuários <ul><li>construir e manter a auto-confiança </li></ul>do usuário para usar o material
    21. 23. Motiva ção Dê uma impressão positiva <ul><li>Faça com que a percepção </li></ul>pareça fácil <ul><li>Faça textos bem organizados </li></ul>
    22. 24. Motiva ção Faça com que os atributos físicos do produto sejam consistentes com a experiência e expectativa do usuário
    23. 25. Motiva ção Use apropriadamente cores, gráficos, e tipografia <ul><li>Use figuras interessantes </li></ul><ul><li>Use imagens que incluam pessoas </li></ul>
    24. 26. Motiva ção Use apropriadamente cores, gráficos, e tipografia <ul><li>Use figuras interessantes </li></ul><ul><li>Use imagens que incluam pessoas </li></ul>
    25. 27. Motiva ção Use um estilo de escrita legível Utilise: Evite jargões <ul><li>verbos de ação, </li></ul>palavras familiares, concretas e específicas
    26. 28. Motiva ção Faça uso de sinais para tornar a compreênsão mais fácil
    27. 29. Percep ção Nosso cérebro constantemente julga e combina uma variedade de informações sensoriais a fim de reconhecer o mundo que nos cerca.
    28. 30. Percep ção Algumas vezes nosso cérebro faz conclusões diferentes daquilo que nossos olhos veêm.
    29. 31. Quantas pernas este elefante tem?
    30. 32. Percep ção Um produto efetivo sugere no nível de pré-atenção, um senso de profissionalismo, acuracidade, atratividade e facilidade de uso.
    31. 33. Um produto que inspira um senso de organização pobre é geralmente desacreditado pela audiência, não importando a relevância de seu conteúdo. Percep ção
    32. 34. Percep ção Imagens são mais memoráveis do que palavras, e portanto muito úteis quando a informação tem que ser lembrada.
    33. 35. Percep ção As imagens desempenham muitos papéis na informação, portanto é necessário saber qual é a função de uma figura antes de planejá-la.
    34. 36. Percep ção A audiência geralmente necessita de instruções sobre como ver e interpretar uma imagem.
    35. 37. Percep ção Imagens puramente decorativas devem ser usadas com moderação.
    36. 38. Percep ção Além do significado de suas palavras, o texto tem propriedades em comum com outras formas de ilustração.
    37. 39. Percep ção A percepção do texto não é diferente da percepção de outras coisas.
    38. 40. Percep ção Num texto, a atenção é dirigida para aquilo que se ressalta
    39. 41. Percep ção A forma em que os blocos de texto são arranjados na página ou tela serve como uma indicação para o usuário organizar as idéias
    40. 42. Organizar conteúdo Organizar o conteúdo da informação em uma sequência lógica e coerente para o usuário.
    41. 43. Organizar conteúdo <ul><li>Sequência baseada em relação de classes: </li></ul><ul><li>agrupa coisas e eventos </li></ul>similares
    42. 44. Organizar conteúdo <ul><li>Sequência baseada em grau de sofisticação do conceito: </li></ul><ul><li>continuun de concreto para </li></ul>abstrato <ul><li>de simples para complexo </li></ul>
    43. 45. Organizar conteúdo <ul><li>Sequência baseada nos pré-requisitos lógicos : </li></ul><ul><li>os conceitos necessários para </li></ul>para aprender outros conceitos devem ser apresentados antes
    44. 46. Design de Informa ção Conteúdo Objetivos Audiência

    ×