SlideShare uma empresa Scribd logo

Voz ativa e passiva

1 de 21
Baixar para ler offline
Voz ativa
e
voz passiva
A ação expressa pelo verbo pode
ser apresentada de duas formas:

na voz ativa

na voz passiva
Frase ativa
O sujeito pratica a ação expressa
pelo verbo.

Ex.: O aluno leu todos aqueles livros.
Frase passiva
O sujeito recebe ou sofre a ação praticada
pelo agente da passiva.

Ex.: Todos aqueles livros foram lidos pelo

aluno.
A. Na transformação de uma frase ativa em passiva:
1. O complemento direto da frase na voz ativa passa a
sujeito na voz passiva.

O aluno leu todos aqueles livros.

Todos aqueles livros foram lidos pelo aluno.
A. Na transformação de uma frase ativa em passiva:
2. O sujeito da frase na voz ativa passa a
complemento agente da passiva.

O aluno leu todos aqueles livros.

Todos aqueles livros foram lidos pelo aluno.
Anúncio

Recomendados

Tipos de sujeito
Tipos de sujeitoTipos de sujeito
Tipos de sujeito5julho55
 
funções sintaticas
 funções sintaticas funções sintaticas
funções sintaticasameliapadrao
 
Frase ativa e frase passiva
Frase ativa e frase passivaFrase ativa e frase passiva
Frase ativa e frase passivatessvalente
 
Modificadores
ModificadoresModificadores
Modificadoresgracacruz
 
Funções sintáticas da frase
Funções sintáticas da fraseFunções sintáticas da frase
Funções sintáticas da fraseVanda Marques
 
Pronome em adjacencia_verbal
Pronome em adjacencia_verbalPronome em adjacencia_verbal
Pronome em adjacencia_verbalgracacruz
 

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Pronominalização - exercícios
Pronominalização - exercíciosPronominalização - exercícios
Pronominalização - exercíciosLurdes Augusto
 
Determinantes e pronomes
Determinantes e pronomesDeterminantes e pronomes
Determinantes e pronomesCelina Medeiros
 
Tempos verbais simples e compostos
Tempos verbais simples e compostosTempos verbais simples e compostos
Tempos verbais simples e compostosLurdes Augusto
 
Complemento direto, indireto e oblíquo
Complemento direto, indireto e oblíquoComplemento direto, indireto e oblíquo
Complemento direto, indireto e oblíquoAntónio Fernandes
 
Frase activa e frase passiva
Frase activa e frase passivaFrase activa e frase passiva
Frase activa e frase passivaJosete Perdigao
 
Ficha informativa e de trabalho modificadores
Ficha informativa e de trabalho modificadores Ficha informativa e de trabalho modificadores
Ficha informativa e de trabalho modificadores quintaldasletras
 
Ficha formativa_ Relação entre palavras
Ficha formativa_ Relação entre palavrasFicha formativa_ Relação entre palavras
Ficha formativa_ Relação entre palavrasRaquel Antunes
 
Oração subordinada adjetiva relativa
Oração subordinada adjetiva relativaOração subordinada adjetiva relativa
Oração subordinada adjetiva relativaAntónio Fernandes
 
Análise de Os Lusíadas
Análise de Os Lusíadas Análise de Os Lusíadas
Análise de Os Lusíadas Lurdes Augusto
 
Orações subordinadas (substantiva relativa e adjetiva relativa)
Orações subordinadas (substantiva relativa e adjetiva relativa)Orações subordinadas (substantiva relativa e adjetiva relativa)
Orações subordinadas (substantiva relativa e adjetiva relativa)FranciscoSilva772
 
Palavras homófonas, homónimas, homógrafas e parónimas
Palavras homófonas, homónimas, homógrafas e parónimasPalavras homófonas, homónimas, homógrafas e parónimas
Palavras homófonas, homónimas, homógrafas e parónimasSónia Fernandes
 
Funções sintáticas e modificadores
Funções sintáticas e modificadoresFunções sintáticas e modificadores
Funções sintáticas e modificadoresMargarida Tomaz
 
Exercícios sobre classes de palavras
Exercícios sobre classes de palavrasExercícios sobre classes de palavras
Exercícios sobre classes de palavrasma.no.el.ne.ves
 
Funções sintáticas internas ao grupo verbal - complementos, predicativo sujei...
Funções sintáticas internas ao grupo verbal - complementos, predicativo sujei...Funções sintáticas internas ao grupo verbal - complementos, predicativo sujei...
Funções sintáticas internas ao grupo verbal - complementos, predicativo sujei...Ana Silva
 

Mais procurados (20)

Pronominalização - exercícios
Pronominalização - exercíciosPronominalização - exercícios
Pronominalização - exercícios
 
Determinantes e pronomes
Determinantes e pronomesDeterminantes e pronomes
Determinantes e pronomes
 
Tempos verbais simples e compostos
Tempos verbais simples e compostosTempos verbais simples e compostos
Tempos verbais simples e compostos
 
Complemento direto, indireto e oblíquo
Complemento direto, indireto e oblíquoComplemento direto, indireto e oblíquo
Complemento direto, indireto e oblíquo
 
Frase activa e frase passiva
Frase activa e frase passivaFrase activa e frase passiva
Frase activa e frase passiva
 
A métrica e a rima
A métrica e a rimaA métrica e a rima
A métrica e a rima
 
Ficha informativa e de trabalho modificadores
Ficha informativa e de trabalho modificadores Ficha informativa e de trabalho modificadores
Ficha informativa e de trabalho modificadores
 
Quantificadores
QuantificadoresQuantificadores
Quantificadores
 
Ficha formativa_ Relação entre palavras
Ficha formativa_ Relação entre palavrasFicha formativa_ Relação entre palavras
Ficha formativa_ Relação entre palavras
 
Texto poético.ppt
Texto poético.pptTexto poético.ppt
Texto poético.ppt
 
Textos de opinião
Textos de opiniãoTextos de opinião
Textos de opinião
 
Oração subordinada adjetiva relativa
Oração subordinada adjetiva relativaOração subordinada adjetiva relativa
Oração subordinada adjetiva relativa
 
Análise de Os Lusíadas
Análise de Os Lusíadas Análise de Os Lusíadas
Análise de Os Lusíadas
 
Grupos constituintes
Grupos constituintesGrupos constituintes
Grupos constituintes
 
Orações subordinadas (substantiva relativa e adjetiva relativa)
Orações subordinadas (substantiva relativa e adjetiva relativa)Orações subordinadas (substantiva relativa e adjetiva relativa)
Orações subordinadas (substantiva relativa e adjetiva relativa)
 
Palavras homófonas, homónimas, homógrafas e parónimas
Palavras homófonas, homónimas, homógrafas e parónimasPalavras homófonas, homónimas, homógrafas e parónimas
Palavras homófonas, homónimas, homógrafas e parónimas
 
Funções sintáticas e modificadores
Funções sintáticas e modificadoresFunções sintáticas e modificadores
Funções sintáticas e modificadores
 
Exercícios sobre classes de palavras
Exercícios sobre classes de palavrasExercícios sobre classes de palavras
Exercícios sobre classes de palavras
 
Pronominalização
PronominalizaçãoPronominalização
Pronominalização
 
Funções sintáticas internas ao grupo verbal - complementos, predicativo sujei...
Funções sintáticas internas ao grupo verbal - complementos, predicativo sujei...Funções sintáticas internas ao grupo verbal - complementos, predicativo sujei...
Funções sintáticas internas ao grupo verbal - complementos, predicativo sujei...
 

Destaque

Voz ativa e passiva exercício 1
Voz ativa e passiva   exercício 1Voz ativa e passiva   exercício 1
Voz ativa e passiva exercício 1António Fernandes
 
Discurso direto e indireto
Discurso direto e indiretoDiscurso direto e indireto
Discurso direto e indiretoprofessoraIsabel
 
Voz ativa e voz passiva
Voz ativa e voz passivaVoz ativa e voz passiva
Voz ativa e voz passivaleticialeall
 
3ª série E. M. - Funções Sintáticas do SE, Voz Passiva Sintética, Voz Passiva...
3ª série E. M. - Funções Sintáticas do SE, Voz Passiva Sintética, Voz Passiva...3ª série E. M. - Funções Sintáticas do SE, Voz Passiva Sintética, Voz Passiva...
3ª série E. M. - Funções Sintáticas do SE, Voz Passiva Sintética, Voz Passiva...Angélica Manenti
 
Características de um bom resumo
Características de um bom resumoCaracterísticas de um bom resumo
Características de um bom resumoGabriela Costeira
 
Português - Regência Verbal - www.CentroApoio.com - Vídeo Aulas
Português - Regência Verbal - www.CentroApoio.com - Vídeo AulasPortuguês - Regência Verbal - www.CentroApoio.com - Vídeo Aulas
Português - Regência Verbal - www.CentroApoio.com - Vídeo AulasVídeo Aulas Apoio
 
Não apenas o texto mas o diálogo em
Não apenas o texto mas o diálogo emNão apenas o texto mas o diálogo em
Não apenas o texto mas o diálogo emanabraescher
 
Poema: estudo do gênero lírico
Poema: estudo do gênero líricoPoema: estudo do gênero lírico
Poema: estudo do gênero líricoMarianacl
 
Voz passiva (passive voice) mini aula
Voz passiva (passive voice)   mini aulaVoz passiva (passive voice)   mini aula
Voz passiva (passive voice) mini aulaLeandro Scrifter
 
Discurso Direto E Indireto
Discurso Direto E IndiretoDiscurso Direto E Indireto
Discurso Direto E Indiretomartinsramon
 
O consílio dos deuses
O consílio dos deusesO consílio dos deuses
O consílio dos deusesannapaulasilva
 

Destaque (18)

Voz ativa e passiva exercício 1
Voz ativa e passiva   exercício 1Voz ativa e passiva   exercício 1
Voz ativa e passiva exercício 1
 
Discurso direto e indireto
Discurso direto e indiretoDiscurso direto e indireto
Discurso direto e indireto
 
Voz ativa e voz passiva
Voz ativa e voz passivaVoz ativa e voz passiva
Voz ativa e voz passiva
 
Voz ativa e passiva
Voz ativa e passiva Voz ativa e passiva
Voz ativa e passiva
 
Figuras de estilo
Figuras de estiloFiguras de estilo
Figuras de estilo
 
Oracoes subordinadas
Oracoes subordinadasOracoes subordinadas
Oracoes subordinadas
 
3ª série E. M. - Funções Sintáticas do SE, Voz Passiva Sintética, Voz Passiva...
3ª série E. M. - Funções Sintáticas do SE, Voz Passiva Sintética, Voz Passiva...3ª série E. M. - Funções Sintáticas do SE, Voz Passiva Sintética, Voz Passiva...
3ª série E. M. - Funções Sintáticas do SE, Voz Passiva Sintética, Voz Passiva...
 
Características de um bom resumo
Características de um bom resumoCaracterísticas de um bom resumo
Características de um bom resumo
 
Vozes Do Verbo
Vozes Do VerboVozes Do Verbo
Vozes Do Verbo
 
Computador
ComputadorComputador
Computador
 
Notícia
NotíciaNotícia
Notícia
 
Português - Regência Verbal - www.CentroApoio.com - Vídeo Aulas
Português - Regência Verbal - www.CentroApoio.com - Vídeo AulasPortuguês - Regência Verbal - www.CentroApoio.com - Vídeo Aulas
Português - Regência Verbal - www.CentroApoio.com - Vídeo Aulas
 
Não apenas o texto mas o diálogo em
Não apenas o texto mas o diálogo emNão apenas o texto mas o diálogo em
Não apenas o texto mas o diálogo em
 
Poema: estudo do gênero lírico
Poema: estudo do gênero líricoPoema: estudo do gênero lírico
Poema: estudo do gênero lírico
 
Voz passiva (passive voice) mini aula
Voz passiva (passive voice)   mini aulaVoz passiva (passive voice)   mini aula
Voz passiva (passive voice) mini aula
 
Proposição
ProposiçãoProposição
Proposição
 
Discurso Direto E Indireto
Discurso Direto E IndiretoDiscurso Direto E Indireto
Discurso Direto E Indireto
 
O consílio dos deuses
O consílio dos deusesO consílio dos deuses
O consílio dos deuses
 

Semelhante a Voz ativa e passiva

Vozes Verbais Aula.pptx
Vozes Verbais Aula.pptxVozes Verbais Aula.pptx
Vozes Verbais Aula.pptxDianeRgis
 
Vozes do verbo
Vozes do verboVozes do verbo
Vozes do verboSolange
 
Artigo 6 transposicao das vozes verbais
Artigo 6   transposicao das vozes verbaisArtigo 6   transposicao das vozes verbais
Artigo 6 transposicao das vozes verbaisIsabelly Sarmento
 
www.AulasDePortuguesApoio.com - Português - Sujeito e Vozes do Verbo
www.AulasDePortuguesApoio.com  -  Português -  Sujeito e Vozes do Verbowww.AulasDePortuguesApoio.com  -  Português -  Sujeito e Vozes do Verbo
www.AulasDePortuguesApoio.com - Português - Sujeito e Vozes do VerboVideoaulas De Português Apoio
 
Português - Sujeito e Vozes Do Verbo - www.centroapoio.com - Vídeo Aulas
Português - Sujeito e Vozes Do Verbo - www.centroapoio.com - Vídeo AulasPortuguês - Sujeito e Vozes Do Verbo - www.centroapoio.com - Vídeo Aulas
Português - Sujeito e Vozes Do Verbo - www.centroapoio.com - Vídeo AulasVídeo Aulas Apoio
 
www.AulasEnsinoMedio.com.br - Português - Sujeito e Vozes do Verbo
www.AulasEnsinoMedio.com.br - Português -  Sujeito e Vozes do Verbowww.AulasEnsinoMedio.com.br - Português -  Sujeito e Vozes do Verbo
www.AulasEnsinoMedio.com.br - Português - Sujeito e Vozes do VerboAulasEnsinoMedio
 
Frases na forma passiva
Frases na forma passivaFrases na forma passiva
Frases na forma passivauamusse11
 
7º ano_transitividade verbal e vozes verbais_CEAG.ppt
7º ano_transitividade verbal e vozes verbais_CEAG.ppt7º ano_transitividade verbal e vozes verbais_CEAG.ppt
7º ano_transitividade verbal e vozes verbais_CEAG.pptProfa Denise Gonçalves
 
www.aulaparticularonline.net.br - Português - Termos da Oração
www.aulaparticularonline.net.br - Português -  Termos da Oraçãowww.aulaparticularonline.net.br - Português -  Termos da Oração
www.aulaparticularonline.net.br - Português - Termos da OraçãoLucia Silveira
 
www.explicadoraescolar.com.br - Português - Termos da Oração
www.explicadoraescolar.com.br - Português -  Termos da Oraçãowww.explicadoraescolar.com.br - Português -  Termos da Oração
www.explicadoraescolar.com.br - Português - Termos da OraçãoMárcia De Bianci
 
www.AulasParticularesApoio.Com.Br - Português - Termos da Oração
www.AulasParticularesApoio.Com.Br - Português -  Termos da Oraçãowww.AulasParticularesApoio.Com.Br - Português -  Termos da Oração
www.AulasParticularesApoio.Com.Br - Português - Termos da OraçãoAnna Paula
 
Verbos
VerbosVerbos
VerbosAJFG1
 
www.AulasDePortuguesApoio.com - Português - Termos da Oração
www.AulasDePortuguesApoio.com     - Português -  Termos da Oraçãowww.AulasDePortuguesApoio.com     - Português -  Termos da Oração
www.AulasDePortuguesApoio.com - Português - Termos da OraçãoVideoaulas De Português Apoio
 

Semelhante a Voz ativa e passiva (20)

Vozes Verbais Aula.pptx
Vozes Verbais Aula.pptxVozes Verbais Aula.pptx
Vozes Verbais Aula.pptx
 
Vozes do verbo
Vozes do verboVozes do verbo
Vozes do verbo
 
Vozesverbais
VozesverbaisVozesverbais
Vozesverbais
 
vozes do verbo.pptx
vozes do verbo.pptxvozes do verbo.pptx
vozes do verbo.pptx
 
Artigo 6 transposicao das vozes verbais
Artigo 6   transposicao das vozes verbaisArtigo 6   transposicao das vozes verbais
Artigo 6 transposicao das vozes verbais
 
Vozes verbais
Vozes verbaisVozes verbais
Vozes verbais
 
www.AulasDePortuguesApoio.com - Português - Sujeito e Vozes do Verbo
www.AulasDePortuguesApoio.com  -  Português -  Sujeito e Vozes do Verbowww.AulasDePortuguesApoio.com  -  Português -  Sujeito e Vozes do Verbo
www.AulasDePortuguesApoio.com - Português - Sujeito e Vozes do Verbo
 
7 vozes verbais
7 vozes verbais7 vozes verbais
7 vozes verbais
 
vozes verbais.ppt
vozes verbais.pptvozes verbais.ppt
vozes verbais.ppt
 
Português - Sujeito e Vozes Do Verbo - www.centroapoio.com - Vídeo Aulas
Português - Sujeito e Vozes Do Verbo - www.centroapoio.com - Vídeo AulasPortuguês - Sujeito e Vozes Do Verbo - www.centroapoio.com - Vídeo Aulas
Português - Sujeito e Vozes Do Verbo - www.centroapoio.com - Vídeo Aulas
 
www.AulasEnsinoMedio.com.br - Português - Sujeito e Vozes do Verbo
www.AulasEnsinoMedio.com.br - Português -  Sujeito e Vozes do Verbowww.AulasEnsinoMedio.com.br - Português -  Sujeito e Vozes do Verbo
www.AulasEnsinoMedio.com.br - Português - Sujeito e Vozes do Verbo
 
Frases na forma passiva
Frases na forma passivaFrases na forma passiva
Frases na forma passiva
 
Vozes verbais
Vozes verbaisVozes verbais
Vozes verbais
 
Termos da oração
Termos da oraçãoTermos da oração
Termos da oração
 
7º ano_transitividade verbal e vozes verbais_CEAG.ppt
7º ano_transitividade verbal e vozes verbais_CEAG.ppt7º ano_transitividade verbal e vozes verbais_CEAG.ppt
7º ano_transitividade verbal e vozes verbais_CEAG.ppt
 
www.aulaparticularonline.net.br - Português - Termos da Oração
www.aulaparticularonline.net.br - Português -  Termos da Oraçãowww.aulaparticularonline.net.br - Português -  Termos da Oração
www.aulaparticularonline.net.br - Português - Termos da Oração
 
www.explicadoraescolar.com.br - Português - Termos da Oração
www.explicadoraescolar.com.br - Português -  Termos da Oraçãowww.explicadoraescolar.com.br - Português -  Termos da Oração
www.explicadoraescolar.com.br - Português - Termos da Oração
 
www.AulasParticularesApoio.Com.Br - Português - Termos da Oração
www.AulasParticularesApoio.Com.Br - Português -  Termos da Oraçãowww.AulasParticularesApoio.Com.Br - Português -  Termos da Oração
www.AulasParticularesApoio.Com.Br - Português - Termos da Oração
 
Verbos
VerbosVerbos
Verbos
 
www.AulasDePortuguesApoio.com - Português - Termos da Oração
www.AulasDePortuguesApoio.com     - Português -  Termos da Oraçãowww.AulasDePortuguesApoio.com     - Português -  Termos da Oração
www.AulasDePortuguesApoio.com - Português - Termos da Oração
 

Mais de António Fernandes (20)

Castanheiro da princesa
Castanheiro da princesaCastanheiro da princesa
Castanheiro da princesa
 
O menino no parque
O menino no parqueO menino no parque
O menino no parque
 
Os Maias - Capítulo XVIII
Os Maias - Capítulo XVIIIOs Maias - Capítulo XVIII
Os Maias - Capítulo XVIII
 
Os Maias - Capítulo XVII
Os Maias - Capítulo XVIIOs Maias - Capítulo XVII
Os Maias - Capítulo XVII
 
Os Maias - Capítulo XVI
Os Maias - Capítulo XVIOs Maias - Capítulo XVI
Os Maias - Capítulo XVI
 
Os Maias - Capítulo XV
Os Maias - Capítulo XVOs Maias - Capítulo XV
Os Maias - Capítulo XV
 
Os Maias - Capítulo XIV
Os Maias - Capítulo XIVOs Maias - Capítulo XIV
Os Maias - Capítulo XIV
 
Os Maias - Capítulo XIII
Os Maias - Capítulo XIIIOs Maias - Capítulo XIII
Os Maias - Capítulo XIII
 
Os Maias - Capítulo XII
Os Maias - Capítulo XIIOs Maias - Capítulo XII
Os Maias - Capítulo XII
 
Os Maias - Capítulo XI
Os Maias - Capítulo XIOs Maias - Capítulo XI
Os Maias - Capítulo XI
 
Os Maias - Capítulo X
Os Maias - Capítulo XOs Maias - Capítulo X
Os Maias - Capítulo X
 
Os Maias - Capítulo IX
Os Maias - Capítulo IXOs Maias - Capítulo IX
Os Maias - Capítulo IX
 
Os Maias - Capítulo VIII
Os Maias - Capítulo VIIIOs Maias - Capítulo VIII
Os Maias - Capítulo VIII
 
Os Maias - Capítulo VII
Os Maias - Capítulo VIIOs Maias - Capítulo VII
Os Maias - Capítulo VII
 
Os Maias - Capítulo VI
Os Maias - Capítulo VIOs Maias - Capítulo VI
Os Maias - Capítulo VI
 
Os Maias - Capítulo V
Os Maias - Capítulo VOs Maias - Capítulo V
Os Maias - Capítulo V
 
Os Maias - Capítulo IV
Os Maias - Capítulo IVOs Maias - Capítulo IV
Os Maias - Capítulo IV
 
Os Maias - Capítulo III
Os Maias - Capítulo IIIOs Maias - Capítulo III
Os Maias - Capítulo III
 
Os Maias - Capítulo II
Os Maias - Capítulo IIOs Maias - Capítulo II
Os Maias - Capítulo II
 
Os Maias - Capítulo I
Os Maias - Capítulo IOs Maias - Capítulo I
Os Maias - Capítulo I
 

Último

Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.Jean Carlos Nunes Paixão
 
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...AaAssessoriadll
 
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...excellenceeducaciona
 
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...azulassessoriaacadem3
 
COMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIA
COMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIACOMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIA
COMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIAHisrelBlog
 
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...azulassessoriaacadem3
 
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.azulassessoriaacadem3
 
Trovadorismo, Humanismo, Classicismo e Quinhentismo
Trovadorismo, Humanismo, Classicismo e QuinhentismoTrovadorismo, Humanismo, Classicismo e Quinhentismo
Trovadorismo, Humanismo, Classicismo e QuinhentismoPaula Meyer Piagentini
 
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!Psyc company
 
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...azulassessoriaacadem3
 
Sendo assim, desenvolva um breve texto que possa evidenciar a importância da ...
Sendo assim, desenvolva um breve texto que possa evidenciar a importância da ...Sendo assim, desenvolva um breve texto que possa evidenciar a importância da ...
Sendo assim, desenvolva um breve texto que possa evidenciar a importância da ...excellenceeducaciona
 
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptxSlides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...azulassessoriaacadem3
 
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...azulassessoriaacadem3
 
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...azulassessoriaacadem3
 
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...azulassessoriaacadem3
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...azulassessoriaacadem3
 
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...azulassessoriaacadem3
 
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...excellenceeducaciona
 

Último (20)

GABARITO CRUZADINHA PATRIM E FONTES.docx
GABARITO CRUZADINHA PATRIM E FONTES.docxGABARITO CRUZADINHA PATRIM E FONTES.docx
GABARITO CRUZADINHA PATRIM E FONTES.docx
 
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.
 
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
 
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
 
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
 
COMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIA
COMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIACOMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIA
COMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIA
 
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
 
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
 
Trovadorismo, Humanismo, Classicismo e Quinhentismo
Trovadorismo, Humanismo, Classicismo e QuinhentismoTrovadorismo, Humanismo, Classicismo e Quinhentismo
Trovadorismo, Humanismo, Classicismo e Quinhentismo
 
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!
 
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
 
Sendo assim, desenvolva um breve texto que possa evidenciar a importância da ...
Sendo assim, desenvolva um breve texto que possa evidenciar a importância da ...Sendo assim, desenvolva um breve texto que possa evidenciar a importância da ...
Sendo assim, desenvolva um breve texto que possa evidenciar a importância da ...
 
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptxSlides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptx
 
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
 
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...
 
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
 
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
 
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
 
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
 

Voz ativa e passiva

  • 2. A ação expressa pelo verbo pode ser apresentada de duas formas: na voz ativa na voz passiva
  • 3. Frase ativa O sujeito pratica a ação expressa pelo verbo. Ex.: O aluno leu todos aqueles livros.
  • 4. Frase passiva O sujeito recebe ou sofre a ação praticada pelo agente da passiva. Ex.: Todos aqueles livros foram lidos pelo aluno.
  • 5. A. Na transformação de uma frase ativa em passiva: 1. O complemento direto da frase na voz ativa passa a sujeito na voz passiva. O aluno leu todos aqueles livros. Todos aqueles livros foram lidos pelo aluno.
  • 6. A. Na transformação de uma frase ativa em passiva: 2. O sujeito da frase na voz ativa passa a complemento agente da passiva. O aluno leu todos aqueles livros. Todos aqueles livros foram lidos pelo aluno.
  • 7. A. Na transformação de uma frase ativa em passiva: 3. O complexo verbal é composto pelo verbo auxiliar ser e pelo verbo principal no particípio passado, que concorda em género e número com o novo sujeito. O aluno leu todos aqueles livros. Todos aqueles livros foram lidos pelo aluno.
  • 8. Em síntese: Na transformação de uma frase na voz ativa para a passiva: 1. o sujeito da frase na voz ativa passa a complemento agente da passiva; 2. o complemento direto da voz ativa passa a sujeito da voz passiva; 3. o verbo ser conserva, na frase passiva, o tempo e modo do verbo da voz ativa, concordando com o novo sujeito.
  • 9. B. Na transformação de uma frase passiva em ativa: 1. O sujeito da frase passiva passa a complemento direto na frase ativa. Aquele exercício foi resolvido pelo aluno. O aluno resolveu aquele exercício.
  • 10. B. Na transformação de uma frase passiva em ativa: 2. O complemento agente da passiva da frase passiva passa a sujeito da frase ativa. Aquele exercício foi resolvido pelo aluno. O aluno resolveu aquele exercício.
  • 11. B. Na transformação de uma frase passiva em ativa: 3. O complexo verbal dá lugar a um verbo na ativa, que concorda em número com o sujeito da frase ativa. Aquele exercício foi resolvido pelo aluno. O aluno resolveu aquele exercício.
  • 12. Assim: O aluno Todos aqueles livros leu foram lidos todos aqueles livros. pelo aluno.
  • 13. Assim: Aquele exercício O aluno foi resolvido resolveu pelo aluno. aquele exercício.
  • 14. NOTAS: a) Esta transformação só pode ser feita com verbos transitivos diretos. b) Na voz passiva, o complexo verbal é composto pelo verbo ser + particípio passado. c) O particípio passado concorda em género e número com o sujeito.
  • 15. O particípio passado Regra geral, os verbos têm apenas uma forma para o particípio passado. Alguns verbos, porém, possuem duas ou mais formas de particípio passado equivalentes: uma forte, terminada em -ado (para a 1.ª conjugação) ou -ido (para a 2.ª e 3.ª conjugações), e outra fraca, geralmente mais curta. Ex.: entregar – entregado/entregue
  • 16. A forma forte emprega-se na constituição dos tempos da voz ativa, isto é, quando é acompanhada dos auxiliares ter ou haver. Ex.: O nadador salvador já tinha salvado a criança. A forma fraca usa-se, de preferência, na formação dos tempos da voz passiva, ou seja, quando é acompanhada dos auxiliares ser ou estar. Ex.: A criança foi salva pelo nadador salvador.
  • 17. Verbo Forma regular Forma irregular (verbos ter e haver) (verbos ser e estar) absorver absorvido absorto aceitar aceitado aceite acender acendido aceso afligir afligido aflito assentar assentado assente benzer benzido bento cativar cativado cativo cegar cegado cego completar completado completo convencer convencido convicto corrigir corrigido correto
  • 18. Verbo Forma regular Forma irregular (verbos ter e haver) (verbos ser e estar) descalçar descalçado descalço dirigir dirigido direto dissolver dissolvido dissoluto distinguir distinguido distinto eleger elegido eleito emergir emergido emerso entregar entregado entregue envolver envolvido envolto enxugar enxugado enxuto escurecer escurecido escuro expressar expressado expresso exprimir exprimido expresso
  • 19. Verbo Forma regular Forma irregular (verbos ter e haver) (verbos ser e estar) expulsar expulsado expulso extinguir extinguido extinto frigir frigido frito ganhar ganhado ganho gastar gastado gasto imergir imergido imerso imprimir imprimido impresso incorrer incorrido incurso inquietar inquietado inquieto inserir inserido inserto isentar isentado isento juntar juntado junto
  • 20. Verbo Forma regular Forma irregular (verbos ter e haver) (verbos ser e estar) libertar libertado liberto limpar limpado limpo manifestar manifestado manifesto matar matado morto morrer morrido morto nascer nascido nato, nado ocultar ocultado oculto omitir omitido omisso pagar pagado pago prender prendido preso romper rompido roto salvar salvado salvo
  • 21. Verbo Forma regular Forma irregular (verbos ter e haver) (verbos ser e estar) secar secado seco soltar soltado solto submergir submergido submerso suspender suspendido suspenso tingir tingido tinto vagar vagado vago