prof.a Manolita Correia Lima – mclima@espm.br
XXIENANGRAD
O Ensino de Administração:
realidadeseperspectivas
PAINEL4
Efeti...
Antecedentes
O Lugardo Brasil na Academia
Entre2007 e2009 osprogramasdepós-graduação do Paísformaram
• 32 mil doutores
• 1...
Antecedentes:
O Ensino deAdministração – realidades
Reafirmando o Brasil como um Paísdecontrastes...
• Entre 2006 e 2008, ...
Antecedentes:
O Ensino deAdministração – realidades
A áreade
Administração, Contabilidade eTurismo
representa25% damatrícu...
Problematização:
O Ensino deAdministração – realidades
Os desequilíbrios podem ser classificados em três níveis:
a. na dis...
O Sistema de Pós-Graduação em
Administração, Contabilidade e
Turismo
(rel. avaliação 2004-2006)
Administração (136 cursosa...
Os desequilíbrios antes destacados
repercutem sobre:

a formação de professores

a formação de pesquisadores

a qualida...
O Ensino de Administração – perspectivas
O que tem sido feito?
 Organização e oferta de programas de pós-graduação
interi...
O Ensino de Administração – perspectivas
O que tem sido feito?
• Na década de 1970 a ANPAD foi criada com o compromisso de...
EnEPQ, 2007
O I Encontro deEnsino e Pesquisaem
Administração eContabilidade-
EnEPQ foi realizado de21 a23 de
novembro de20...
Em 2006, a prof.a Tânia Fischer, publicou texto intitulado ‘Uma luz
sobre as práticas docentes na pós-graduação: a pesquis...
O Ensino de Administração – perspectivas
O que tem sido feito?
• No 18º Enangrad, realizado em Cuiabá (2007), o texto inti...
O Ensino de Administração – perspectivas
O que podemos fazerjuntos?
Desenvolver, coletivamente, atividades intra e
interin...
Como serum bom Professor?
“Só háumamaneiradeser um Bom Professor: sendo muito bem
formado.
Educação não équestão dedom ou ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Efetividade da aprendizagem: estratégias, capacitação e desempenho docente e tecnologias - Profa. Manolita Correia Lima

598 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
598
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
44
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
5
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Efetividade da aprendizagem: estratégias, capacitação e desempenho docente e tecnologias - Profa. Manolita Correia Lima

  1. 1. prof.a Manolita Correia Lima – mclima@espm.br XXIENANGRAD O Ensino de Administração: realidadeseperspectivas PAINEL4 Efetividadedaaprendizagem: estratégias, capacitação e desempenho docenteetecnologias
  2. 2. Antecedentes O Lugardo Brasil na Academia Entre2007 e2009 osprogramasdepós-graduação do Paísformaram • 32 mil doutores • 108 mil mestres • 100 mil mestres‘acadêmicos’ • 8 mil mestres‘profissionais’ O paíséresponsável pelapublicação de300 mil textos científicos, • ocupao 13º lugar no ranking daprodução científicamundial • está no 22º lugar entre os países que detêm 98% da pesquisa mundial quando considerado o número de citações de artigos brasileirosem publicaçõescientíficasinternacionais
  3. 3. Antecedentes: O Ensino deAdministração – realidades Reafirmando o Brasil como um Paísdecontrastes... • Entre 2006 e 2008, os cursos de graduação em Administração que obtiveram notas 1 e2 no Enadeobtiveram 45% deaumento no número decandidatosao vestibular • Dos100 programasdepós-graduação em Administração avaliadospelasCAPES, • um obteve nota 7: FEA/USP - “Buscamo s atingir padrõ es glo bais co mo estratégia para alcançar a execelência” Vahan Agopyan • 9 programaselevaram suasnotas: • FEA/USP(7) • PUC/MG (5) • PUC/RS(5) • UNB (5) • UNINOVE (5) - “Essa mudança abriu po rtas ao s melho res aluno s, elevando a qualidade do co rpo discente e também a avaliação da instituição ” prof. Emerson Maccari • Fundação João Pinheiro (4) • IBMEC (4) • UFPB (4) • UFSM (4)
  4. 4. Antecedentes: O Ensino deAdministração – realidades A áreade Administração, Contabilidade eTurismo representa25% damatrículano nível dagraduação Compreensivelmente, éumadasáreasmaisrepresentativas no sistemadeavaliação daCAPES: 136 cursosrecomendados (seiscom início previsto para2010) 1.163 periódicosqualificadosno sistemaWebQualis
  5. 5. Problematização: O Ensino deAdministração – realidades Os desequilíbrios podem ser classificados em três níveis: a. na distribuição dos cursos por área: • Administração = 75 • Contabilidade = 19 • Turismo = 6 b. na distribuição dos cursos por região • 53 situam-senaregião Sudeste • 21 naregião Sul • 17 naregião Nordeste • 6 naregião Centro-Oeste • 3 naregião Norte c. na maturidade e consolidação dos cursos oferecidos – a maioria tem menos de uma década: • 26 são cursosdemestrado profissional • 44 são cursosdemestrado acadêmico • 30 são cursosdedoutorado
  6. 6. O Sistema de Pós-Graduação em Administração, Contabilidade e Turismo (rel. avaliação 2004-2006) Administração (136 cursosautorizadospelaCAPES)  Mestrado profissional = 30  Mestrado acadêmico = 77  Doutorado = 29 Contabilidade (25 cursosautorizadospelaCAPES)  Mestrado profissional = 4  Mestrado acadêmico = 17  Doutorado = 4 Turismo (7 cursosautorizadospelaCAPES)  Mestrado profissional = 1  Mestrado acadêmico = 5  Doutorado = 1
  7. 7. Os desequilíbrios antes destacados repercutem sobre:  a formação de professores  a formação de pesquisadores  a qualidade dos cursos de graduação  a qualidade da produção acadêmica  a expansão da pós-graduação
  8. 8. O Ensino de Administração – perspectivas O que tem sido feito?  Organização e oferta de programas de pós-graduação interinstitucionais, capazes de aproximar cursos antigos e consolidados de cursos jovens (em fase de amadurecimento)  Organização e oferta de programas de pós-graduação de forma consorciada, aproximando professores originários de diferentes instituições e distintos departamentos  Articulação entre programas situados em Regiões e Estados diferentes visando o desenvolvimento de projetos de pesquisa conjuntos  Programas e projetos de pesquisa desenvolvidos em parceria com universidades estrangeiras, com chance de gerar dupla titulação
  9. 9. O Ensino de Administração – perspectivas O que tem sido feito? • Na década de 1970 a ANPAD foi criada com o compromisso de institucionalizar a pós-graduação oferecendo apoio à organização do ensino • Nas décadas de 1980 e 1990 a pesquisa ocupou o lugar preponderante naspreocupaçõesdainstituição • Nos dez últimos anos, de forma situada, a discussão em torno da formação do Professor – quemecomoformaroprofessor? – emerge com, • A criação do ProgramadeEstágio deCapacitação Docente(PECD, 2000) imposto aosbolsistasdaCAPES • A criação do Programa de Capacitação Docente em Administração (PCDA, 2006) com 5 instituições envolvidas na fase de implantação: UFRGS, UFBA, EBAPE/FGV, EAESP/FGV ePUC/MG • A organização do 1º Encontro de Ensino e Pesquisa em Administração e Contabilidade(EnEPQ, 2007)
  10. 10. EnEPQ, 2007 O I Encontro deEnsino e Pesquisaem Administração eContabilidade- EnEPQ foi realizado de21 a23 de novembro de2007, nacidadede Recife, PE, sob promoção conjunta daAssociação Nacional dePós- Graduação ePesquisaem Administração – ANPAD eda Associação Nacional dosCursos  deGraduação em Administração – ANGRAD, eacoordenação da Divisão AcadêmicadeEnsino e Pesquisaem Administração e Contabilidade– EPQ, daANPAD http://www.anpad.org.br/evento.php? cod_evento_edicao=35 EnEPQ, 2009 O II Encontro deEnsino ePesquisaem Administração eContabilidade- EnEPQ foi realizado de15 a17 de novembro de2009, nacidadede Curitiba, PR, sob promoção da Associação Nacional dePós- Graduação ePesquisaem Administração - ANPAD ede responsabilidadedaDivisão AcadêmicadeEnsino ePesquisa em Administração e Contabilidade/EPQ.  O EnEPQ é um espaço dediscussão detemas relevantesno âmbito daDivisão http://www.anpad.org.br/evento.php? cod_evento_edicao=47
  11. 11. Em 2006, a prof.a Tânia Fischer, publicou texto intitulado ‘Uma luz sobre as práticas docentes na pós-graduação: a pesquisa sobre ensino e aprendizagem em Administração’, cujo conteúdo argumentava um conviteendereçado aoscursosdepós-graduação em Administração: - instituírem atividadesorientadasparaaformação docente - é nesse contexto que nasceu o Programa de Capacitação Docente em Administração (PCDA) • (RAC, v.10, n.4, out./dez., 2006: 193-197) O Ensino de Administração – perspectivas O que tem sido feito?
  12. 12. O Ensino de Administração – perspectivas O que tem sido feito? • No 18º Enangrad, realizado em Cuiabá (2007), o texto intitulado ‘Os Enangrad espelham a maioridade da Angrad?’ foi submetido na área Ensino, PesquisaeFormação Docenteem Administração (EPF) • O conteúdo do texto se prestou a fazer uma retrospectiva do espaço de discussão aberto pelosEnangrad paratemassubordinadosà formação do Administrador • E concluiu que, aos poucos, a reunião anual da Angrad foi se distanciando dasrazõesquemotivaram acriação daAssociação • Ao ser finalizado, os autores reuniram oito sugestões orientadas pela e para preocupação de recuperar o protagonismo do Professor nas discussõesdetemascarosàformação do Administrador.
  13. 13. O Ensino de Administração – perspectivas O que podemos fazerjuntos? Desenvolver, coletivamente, atividades intra e interinstitucionais capazes de fortalecer a formação em Administração:  Estabelecer uma agenda de pesquisa que reflita interesses convergentes e seja capaz de fortalecer as atividades de ensino, pesquisa e difusão de conhecimento  Criar redes de estudo que envolva estudantes e professores orientada para a investigação dos temas priorizados na agenda de pesquisa  Difundir os resultados das pesquisas finalizadas ou em andamento promovendo e participando de reuniões acadêmicas de forma ativa: escrevendo, submetendo, publicando e discutindo textos acadêmicos  Desenvolver programas de mobilidade acadêmica orientados pelo princípio da reciprocidade  Funcionar como embrião da criação de programas interinstitucionais e consorciados
  14. 14. Como serum bom Professor? “Só háumamaneiradeser um Bom Professor: sendo muito bem formado. Educação não équestão dedom ou talento, masde conhecimento. É preciso dominar o conteúdo queseministra, masépreciso também conhecer sobrecomo seensinaecomo seaprende. A formação do professor requer umabasesólidainicial, masrequer também ainserção num espaço permanentedeformação. Não éumaprofissão queseaprendeeseestáapto. Como na Engenhariaou Medicina, precisadeatualização permanente. Ensinar criando condiçõesparaqueosalunosaprendam não é tarefafácil” prof.a Beatriz Cardoso doutoraem Educação pelaUSP

×