Acionamentos elétricos chaves de partida

2.883 visualizações

Publicada em

0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.883
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
205
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Acionamentos elétricos chaves de partida

  1. 1. Acionamentos Elétricos Angelo Alfredo Hafner, M. Eng. Curso de Engenharia Elétrica - UTFPR Chaves de Partida
  2. 2. Chaves de Partida Direta Estrela- Triângulo Soft Starter Inversor de Freqüência
  3. 3. Partida Direta
  4. 4. Coorente x Tempo 0 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 0 5 10 15 20 25 Corrente(pu) Tempo (s) Direta Estrela-Triângulo Soft-Starter
  5. 5. M ~ 3 K1 FT1 F1,2,3 L2 L3L1 K1 FT1 S0 S1 K1 H1 L N 13 14 95 96 Partida Direta
  6. 6. K1 FT1 S0 S1 K1 H1 L N 13 14 95 96 M ~ 3 K1 FT1 F1,2,3 L2 L3L1
  7. 7. K1 FT1 S0 S1 K1 H1 L N 13 14 95 96 M ~ 3 K1 FT1 F1,2,3 L2 L3L1
  8. 8.  Dados do Catálogo de Motores WEG: MIT K1 F 1,2,3 L 1,2,3 FT1 Chave de partida direta para um motor de 20cv, VI pólos, 380V/60Hz, com comando em 220V, Tp = 2s. 220V 380V 56,4 A 32,5 A 7,5 244 A p n p I I I I I
  9. 9. Portando, o contator a ser escolhido, de acordo com o catálogo será: CWM 40.11.220.60 • Dimensionando o Relé de Sobrecarga FT1: O relé a ser escolhido tem que possuir uma faixa de ajuste que inclua a corrente nominal do motor (e de acordo com o contator escolhido), logo: RW 67.1D (25...40) 32,5 A e n e I I I • Dimensionando o Contator K1
  10. 10. Tomando como base a corrente e o tempo de partida, tem-se: • Dimensionando os Fusíveis: 244,07A Ip 2s Tp 50A35A Fusível encontrado é IF = 50 A
  11. 11. Partida Estrela-Triângulo 380V 220V 380V
  12. 12. M ~ 3 FT1 F1,2,3 L2 L3L1 K2 K3K1
  13. 13. M ~ 3 FT1 F1,2,3 L2 L3L1 K2 K3K1
  14. 14. M ~ 3 FT1 F1,2,3 L2 L3L1 K2 K3K1
  15. 15. KT1 FT1 S0 K1 H2 L N K2 KT1 Y K3 K1 K1K3 K2KT1 K2 K3 H1 M ~ 3 K2 K3K1 F1,2,3 L1, L2, L3 FT1 S1
  16. 16. KT1 FT1 S0 K1 L N K2 KT1 Y K3 K1 K1K3 K2KT1 K2 K3 H1 M ~ 3 K2 K3K1 F1,2,3 L1, L2, L3 H2 FT1 S1
  17. 17. KT1 FT1 S0 K1 L N K2 KT1 Y K3 K1 K1K3 K2KT1 K2 K3 H1 M ~ 3 K2 K3K1 F1,2,3 L1, L2, L3 H2 FT1 S1
  18. 18. KT1 FT1 S0 S1 K1 L N K2 KT1 Y K3 K1 K1K3 K2KT1 K2 K3 H1 M ~ 3 K2 K3K1 F1,2,3 L1, L2, L3 H2 FT1
  19. 19. KT1 FT1 S0 S1 K1 L N K2 KT1 Y K3 K1 K1K3 K2KT1 K2 K3 H1 M ~ 3 K2 K3K1 F1,2,3 L1, L2, L3 H2 FT1
  20. 20. KT1 FT1 S0 S1 K1 L N K2 KT1 Y K3 K1 K1K3 K2KT1 K2 K3 H1 M ~ 3 K2 K3K1 F1,2,3 L1, L2, L3 H2 FT1
  21. 21. KT1 FT1 S0 S1 K1 L N K2 KT1 Y K3 K1 K1K3 K2KT1 K2 K3 H1 M ~ 3 K2 K3K1 F1,2,3 L1, L2, L3 H2 FT1
  22. 22. KT1 FT1 S0 S1 K1 L N K2 KT1 Y K3 K1 K1K3 K2KT1 K2 K3 H1 M ~ 3 K2 K3K1 F1,2,3 L1, L2, L3 H2 FT1
  23. 23.  Dados do Catálogo de Motores WEG: M ~ 3 K2 K3K1 F 1,2,3 L 1,2,3 FT1 Dimensionar uma chave de partida estrela-triângulo para um motor de 100cv, II pólos, 380V/660V - 60Hz, com comando em 220V, Tp = 10s 220 V 380 V 232 A 134 A 8,2 n n p n I I I I
  24. 24.  Contator K3: CWM 80.11.220.60 + BCXMF 10  Contatores K1 e K2: Corrente dos contatores dentro do delta Motor em regime CWM 80.11.220.60 K1 K2 CWM 50.11.220.60 Corrente no Y K3 3 78 A nI I I nominal 3 45 A Y Y I I I
  25. 25. RW 67.2D (63...80)  Dimensionando o Relé de Sobrecarga FT1: Deve possuir uma faixa de ajuste que inclua a corrente que passa pelo contator K1, ou seja, 78 A  Dimensionando o Relé de Tempo Y- RTW .03.220.Y
  26. 26. Na partida Y , a corrente de partida reduz-se a 0,33 x Ip, portanto:  Dimensionando os Fusíveis: 363,8A Ip 10s Tp 100A80A Portanto, o fusível encontrado é IF = 100 A Verificando as condições necessárias, tem-se: Levando em consideração esta corrente e o tempo de partida, tem-se: 3 364 A pI I I max 1 max 1 1,2F n F K F FT I I I I I I
  27. 27. Melhor forma de proteção M ~ 3 K2 K3K1 F 1,2,3 L 1,2,3 FT1 F 4,5,6 6 Fusíveis  F00NH100 RW 67.2D (63...80) CWM 80.11.220.60 + BCXMF 10 CWM 80.11.220.60 CWM 50.11.220.60
  28. 28. M ~ 3 FT1 F1,2,3 L2 L3L1 K2 K3K1 0% 0%0% 65% 65% 65% 80% 80% 80% 100% 100% 100% Partida Compensadora 2 I I
  29. 29. KT1 FT1 S0 S2 K1 L N K1 K3 K2 K2K3 K1 K3 H1 M ~ 3 K2 K3K1 F1,2,3 L1, L2, L3 H2 FT1 KT1 K1 K2
  30. 30. L KT1 FT1 S0 S2 K1 N K1 K3 K2 K2K3 K1 K3 H1 M ~ 3 K2 K3K1 F1,2,3 L1, L2, L3 H2 FT1 KT1 K1 K2
  31. 31. KT1 FT1 S0 S2 K1 L N K1 K3 K2 K2K3 K1 K3 H1 M ~ 3 K2 K3K1 F1,2,3 L1, L2, L3 H2 FT1 KT1 K1 K2
  32. 32. KT1 FT1 S0 S2 K1 L N K1 K3 K2 K2K3 K1 K3 H1 H2 KT1 K1 K2 M ~ 3 K2 K3K1 F1,2,3 L1, L2, L3 FT1
  33. 33. KT1 FT1 S0 S2 K1 L N K1 K3 K2 K2K3 K1 K3 H1 M ~ 3 K2 K3K1 F1,2,3 L1, L2, L3 H2 FT1 KT1 K1 K2
  34. 34. KT1 FT1 S0 S2 K1 L N K1 K3 K2 K2K3 K1 K3 H1 M ~ 3 K2 K3K1 F1,2,3 L1, L2, L3 H2 FT1 KT1 K1 K2
  35. 35. • Acelera, desacelerara e protege MITs • Varia somente a tensão eficaz • Não atende aplicações que exijam variação de velocidade Soft-Starters - L1 L2 L3
  36. 36. Diagrama de blocos simplificado
  37. 37. Tensão, Corrente e Conjugado I ~ U IA 100% U n M ~ U2 M 90% U 70% U 50% U 20% U 100% U 50% U Mf n
  38. 38. Economia de Energia 0 10 20 30 40 50 60 0 10 20 30 40 50 60 70 80 90 100 EconomiadeEnergia(%) Carga Parcial (%) < 4kW 4 ~ 70 kW > 150 kW
  39. 39. Características de algumas chaves • Ciclos de Partida – SSW03: 3.Inom durante 30s, 10 partidas/hora – SSW04: 3.Inom durante 20s, 10 partidas/hora – SSW05: 3.Inom durante 10s, 04 partidas/hora • IHM local ou remota para SSW03 e SSW04 • Proteção ao motor • Funções – Pump Control - minimiza o golpe de aríete – Kick Start - para cargas com alto conjugado resistivo
  40. 40. Identificação
  41. 41. • Controle – Método  Variação de tensão sobre a carga – Freqüência de operação  50 / 60 Hz • Entradas – Analógicas  01 diferencial - 10 bits ( 0...10 Vcc, 0... 20 mA, 4... 20 mA ) – Digitais  04 fotoacopladas 24 Vcc • Saídas – Analógicas  01 não isolada - 8 bits ( 0...10 Vcc ) – Digitais  02 relés contato NA (NO) 250 Vca / 1 A – Digitais  01 relé contato NA,NF (NO,NC) 250 Vca / 1 A específico para defeitos Características Técnicas
  42. 42. • Proteções – Subcorrente imediata na saída – Sobrecorrente imediata na saída – Falta de fase na alimentação – Falta de fase no motor (não conectado) – Fases desbalanceadas  5 % – Freqüência de rede com variação de ± 10% – Falha no tiristor – Seqüência de fase invertida (programável) – Sobretemperatura na potência (dissipador) – Sobrecarga na saída (i2.t) – Defeito externo – Erro na CPU – Erro de programação – Erro de interface serial
  43. 43. • Comunicação – Interface serial - RS 232 – Protocolo aberto padrão ASCII • Funções – Pump control – Economia de energia – By-pass (via relé programável) – Inversão do sentido de giro – Frenagem por injeção de corrente contínua – Jog (impulso momentâneo) – Kick Start (pulso de tensão na partida)
  44. 44. • 05 teclas : liga, desliga, incrementa/decrementa (parâmetro ou conteúdo) • 04 display’s de LEDs 7 segmentos; • Permite acesso/alteração de todos os parâmetros; • Destacável; - IHM-3P.1 - comprimento do cabo = 1 m - IHM-3P.2 - comprimento do cabo = 2 m - IHM-3P.3 - comprimento do cabo = 3 m
  45. 45. • Motor – Corrente nominal • Carga – Curva Conjugado x Rotação – Momento de Inércia – Sobrecargas na partida ou em operação – Tipo de acoplamento entre carga e motor • Instalações – Tensão de rede – Condições ambientais Dimensionamento
  46. 46.   motor carga nominal motor carga f i f it t a d C J dt J dt d C J J t C C Tempo de aceleração C motor carga CA
  47. 47. • Condições indispensáveis – O tempo de aceleração deve ser menor que 80% do tempo de rotor bloqueado equivalente do motor – A corrente equivalente para o ciclo de operação do motor deve ser menor que a corrente equivalente máxima da chave • Tabela de Dimensionamento Dimensionamento Carga Inércia Torque Fator Compressor a parafuso Baixa Quadrático 1,0 x Inom Bomba centrífuga Baixa Quadrático 1,0 x Inom Ventilador Média/Alta Quadrático 1,5 x Inom Pulper Alta Quadrático 2,0 x Inom Transportadores, Moinhos, centrífugas. Alta Constante 2,0 x Inom
  48. 48. Potência Tensão Ambiente Altitude 1000 m Temperatura = 40 °C 175 cv Pólos IV 380 / 660 V Corrente 254,03 / 220 A Linha W21 Carcaça 315 S/M (IEC) Acoplamento Direto Rede 380 V - trifásica - 60 Hz FS 1,0 Observações Acionamento através de chave soft-starter Exemplos de Dimensionamento...
  49. 49. Pelo critério da tabela : chave modelo SSW-03.255/220-440 Limite da Soft Starter = 3 x INOM por 30 s 765 A por 30 s Neste caso : 3,0 x INOM por 20 s 762 A por 20 s 10 partidas/hora Vemos que esta chave atenderá a condição de partida Condição típica de partida : UP = 30 % UNOM IP / Inom 3,0 ta = 20 s Ex 1: Bomba centrífuga / Compressor a parafuso
  50. 50. IS / IN 3,0 1,0 30 330 IP / IN 3,0 1,0 t(s) t(s)20 340 Ieq = 329,20 A Ieq = 305,27 A Soft-Starter Motor Corrente equivalente 255 A 254 A
  51. 51. Pelo critério da tabela : chave modelo SSW-03.290/220-440 Limite da Soft Starter = 3 x INOM por 30 s 870 A por 30 s Condição típica de partida : UP = 37 % UNOM IP/Inom = 3,5 ta = 30 s Neste caso : 3,5 x INOM por 30 s 889 A por 30 s 10 partidas/hora Vemos que esta chave atenderá a condição de partida Ex 2: Ventilador
  52. 52. IS / IN 3,0 1,0 30 330 IP / IN 3,5 1,0 t(s) t(s)30 330 Ieq = 374,39 A Ieq = 353,55 A Soft-Starter Motor Corrente equivalente 290 A 254 A
  53. 53. Ex 3: Transportador Neste caso : 4,5 x INOM por 40 s 1143 A por 40 s 10 partidas/hora Vemos que esta chave atenderá a condição de partida Condição de partida : UP = 45 % UNOM IP/Inom = 4,5 ta = 40 s Pelo critério da tabela : chave modelo SSW-03.410/220-440 Limite da Soft Starter = 3 x INOM por 30 s 1230 A por 30 s
  54. 54. IS / IN 3,0 1,0 30 33 0 IP / IN 4,5 1,0 t(s) t(s)40 32 0 Ieq = 529,31 A Ieq = 450,01 A Soft-Starter Motor Corrente equivalente 410 A 254 A
  55. 55. A IHM-3P é uma interface simples que permite a operação e a programação da soft starter . Indicação de estado de operação; Indicação dos erros; Visualização e alteração de parâmetros; Operação da soft starter (liga/desliga). Possibilidade de instalação remota. Display de LED´s Uso da I.H.M
  56. 56. Aciona o motor via rampa Desaciona o motor via rampa (quando programado); Reseta a soft-starter após ocorrência de erros Incrementa o número do parâmetro ou seu conteúdo Decrementa o número do parâmetro ou seu conteúdo Comuta o display entre o número do parâmetro e o seu conteúdo Função das teclas
  57. 57. Descrição dos Parâmetros • Parâmetros de leitura – Variáveis que podem ser visualizadas no display, – Mas não podem ser alterados pelo usuário. – P71...P77,P82, P96...P99 • Parâmetros de regulação – Valores ajustáveis à serem utilizados pelas funções da soft- starter – P00...P15,P22...P42,P45,P47 • Parâmetros de configuração – Definem as características da soft starter, as funções à serem executadas, bem como as funções das entradas/saídas – P43,P44,P46,P51...P57,P61,P62 • Parâmetros do motor – Dados nominais do motor, para ajuste das proteções – P21, P25, P26 e P27
  58. 58. Indica a versão de software contida CPU (circuito integrado D1 CCS 1.1X) Parâmetro de leitura P71 - Versão de Software
  59. 59. P73 - Corrente do motor Indica a corrente de saída da soft-starter diretamente em Ampéres (A). 0 ... 9999 A Valores possíveis Parâmetro de leitura
  60. 60. Indica o cos da carga. 0.00 ... 0.99 Valores possíveis Parâmetro de leitura P76 - cos
  61. 61. Indica a tensão imposta pela soft-starter sobre a carga (desconsidera a FCEM). 0 ... 100 % UN Valores possíveis Parâmetro de leitura P77 - Tensão de Saída
  62. 62. Ajusta o valor inicial de tensão (% UN) que será aplicado ao motor para a execução da rampa de partida. mín máx 25% 90%1% faixa Padrão de fábrica  30 % Parâmetro de regulação P01 - Tensão Inicial
  63. 63. Define o tempo da rampa de tensão a ser aplicada na partida do motor, desde que a soft starter não entre limitação de corrente. Padrão de fábrica  20 s mín máx 1s 240s1s faixa P02 - Tempo da Rampa de Aceleração Parâmetro de regulação
  64. 64. UN t (s) P02 P01 P01 - tensão inicial (%UN) P02 - tempo de rampa (s) Rampa de Tensão Parâmetro de regulação
  65. 65. Ajusta o valor da tensão (%UN) que será aplicada imediatamente após a soft starter receber o comando de parada por rampa. mín máx 100% 40%1% faixa Padrão de fábrica  100% Parâmetro de regulação P03 - Degrau de Tensão na Desaceleração
  66. 66. Define o tempo da rampa decrescente de tensão que será aplicada ao motor. mín máx OFF, 2s 240s1s faixa Padrão de fábrica  OFF P04 - Rampa de Desaceleração Parâmetro de regulação
  67. 67. UN P03 P04 U(%) t(s) P03 - degrau de tensão (%UN) P04 - tempo de rampa (s) Parada com Rampa de Tensão Parâmetro de regulação
  68. 68. Ajusta o valor máximo de corrente fornecida pelo conjunto rede + soft starter para o motor (carga) durante a aceleração. mín máx OFF, 150% 500%1% faixa Padrão de fábrica  OFF Se a tensão total não for atingida ao final da rampa de tensão, será indicado no display E02 e os tiristores serão bloqueados. P11 - Limitação de corrente Parâmetro de regulação
  69. 69. INom ILim UNom I(%IN) t(s) ILim = corrente limite INom = corrente nominal UNom = Tensão nominal Limitação de Corrente
  70. 70. P22 P11 UN I(%IN) tempoP02 Limitação de Corrente... Parâmetro de regulação
  71. 71. P22 P11 UN I(%IN) tempoP02 E02 Parâmetro de regulação
  72. 72. Define o valor de tensão aplicada ao motor enquanto a DI4 estiver em 24 VCC (Após realizada a rampa). mín máx 25% UN 50% UN1% faixa Padrão de fábrica  25% P33 - Nível de Tensão do Jog Parâmetro de regulação
  73. 73. Ajusta o tempo da frenagem C.C., desde que P53 = 3. Padrão de fábrica  1 s mín máx 1s 10s1s faixa P34 - Tempo da Frenagem CC Parâmetro de regulação
  74. 74. Ajusta o valor da tensão de linha VAC convertido em VCC aplicado aos terminais do motor, durante a frenagem. mín máx 30% UN 50% UN1% faixa Padrão de fábrica  30% Parâmetro de regulação P35 - Nível de Tensão de Frenagem CC
  75. 75. K1 SSW-03/04 Dimensionar K1 pela INOM do motor em regime AC3. Acionamento típico com frenagem CC
  76. 76. Define o tempo de aplicação do pulso de tensão que será aplicado ao motor para que este possa vencer a inércia da carga. mín máx OFF,0.2s 2s0.1s faixa Padrão de fábrica  OFF Inibe a limitação de corrente Parâmetro de regulação P41 - Tempo do pulso no “Kick Start”
  77. 77. Determina o nível de tensão (%UN) aplicado ao motor para que este consiga vencer o processo inercial da carga. mín máx 70% 90%0.1% faixa Padrão de fábrica  70% Parâmetro de regulação P42 - Nível de Tensão no “Kick Start”
  78. 78. P02 P42 P01 P41 U t(s) Kick Start
  79. 79. Faz o controle na aceleração e desaceleração do motor para evitar “Golpes de Aríete” nas tubulações. OFF,ON Valores possíveis Padrão de fábrica  OFF Parâmetro de regulação P45 - Pump control Esta função ajusta automaticamente os parâmetros abaixo : P02 = 15 s P03 = 80 % UN P04 = 15 s P11 = OFF P14 = 70 % IN P15 = 5 s
  80. 80. Atua relé após a tensão de saída ter atingido seu valor nominal. OFF,ON Valores possíveis Padrão de fábrica  OFF Fazer o by-pass da soft starter Acionamento multimotor Parâmetro de configuração P43 - Relé By-Pass
  81. 81. Restaura valores pré definidos na programação padrão de fábrica OFF,ON Valores possíveis Padrão de fábrica  OFF Não afeta “P22” e “P23” Parâmetro de configuração P46 - Valores Default
  82. 82. Habilita o relé RL1 a operar conforme a seguinte programação : 1 ... 3 Valores possíveis 1 - Em funcionamento 2 - Em tensão plena 3 - Sentido de giro Padrão de fábrica  1 Parâmetro de configuração P51 - Função do Relé RL1
  83. 83. t(s) t(s) t(s) UN Em funcionamento Em tensão plena  Relé ligado Funcionamento do Relé RL1
  84. 84.  Relé ligado UN 500 ms t 100% t t Função Reversão Sentido anti-horário do motor Sentido horário do motor 1s DI3 + 24Vcc RL1 OV Funcionamento do Relé RL1
  85. 85. Habilita o relé RL2 a operar conforme a seguinte programação : 1 ... 3 Valores possíveis1 - Em funcionamento 2 - Em tensão plena 3 - Frenagem CC Padrão de fábrica  2 Parâmetro de configuração P52 - Função do Relé RL2
  86. 86. 500 ms UN t 100% t P35 P34 RL2 1s  Relé ligado Injeção C.C. Funcionamento do Relé RL2
  87. 87. Habilita a entrada digital para operar conforme a seguinte programação : OFF,1 ... 4 Valores possíveis 1 - Reset de erros 2 - Erro externo 3 - Habilita geral 4 - Comando três fios OFF - Sem função Padrão de fábrica  1 Parâmetro de configuração P53 - Entrada digital DI2
  88. 88. Habilita a entrada digital para operar conforme a seguinte programação : OFF,1 ... 4 Valores possíveis1 - Reset de erros 2 - Erro externo 3 - Habilita geral 4 - Sentido de giro OFF - Sem função Padrão de fábrica  2 Parâmetro de configuração P54 - Entrada digital DI3
  89. 89. Habilita a entrada digital para operar conforme a seguinte programação : OFF,1 ... 4 Valores possíveis 1 - Reset de erros 2 - Erro externo 3 - Habilita geral 4 - Função JOG OFF - Sem função Padrão de fábrica  OFF Parâmetro de configuração P55 - Entrada digital DI4
  90. 90. P33 P01 P02 DI4 U 24 V Função Jog
  91. 91. OFF,1 ... 4 Valores possíveis 1 - Corrente In % 2 - Tensão Un % 3 - Fator de serviço 4 - Proteção térmica OFF - Sem função Padrão de fábrica  OFF Parâmetro de configuração P56 - Saída analógica
  92. 92. Executa as funções Liga/Desliga e Reset pelas entradas digitais. OFF, ON Valores possíveis Padrão de fábrica  ON ON - Liga/Desliga através da IHM-3P OFF - Liga/Desliga via entrada digital Parâmetro de configuração P61 - Habilitação de I/O Local
  93. 93. Indica o endereço da chave na rede de comunicação. 1 ... 30 Valores possíveis Padrão de fábrica  1 Parâmetro de configuração Parâmetro de configuração P62 - Endereço da Soft Starter
  94. 94. Ajusta o valor da corrente do motor percentualmente em relação a corrente nominal da chave. Valores possíveis Parâmetros do motor OFF, 50 % ... 120 % (INOM) Padrão de fábrica  30 Parâmetro do motor P21 - Corrente do motor
  95. 95. Determina as curvas de atuação da proteção térmica do motor conforme norma IEC 947-4-1. Valores possíveis Parâmetros do motor 5, 10, 15, 20, 25, 30 Padrão de fábrica  30 Parâmetro do motor P25 - Classes térmicas
  96. 96. Motor In = 580 A, Ip/In = 3,5, FS = 1,15, ta = 41 s. P25? P25 = 25
  97. 97. Ambiente • Condições não-permissíveis – Exposição direta à raios solares, chuva, umidade excessiva ou maresia – Gases ou líquidos explosivos ou corrosivos – Vibração excessiva, poeira ou partículas metálicas óleos suspensos no ar • Condições permissíveis – Temperatura • 00...40ºC - Condições Nominais • 40...55ºC - Corrente conforme tabela 8.2 – Umidade Relativa do Ar • 5% a 90% sem condensação – Altitude Máxima • 0000...1000m - Condições Nominais • 1000...4000m - Redução da corrente de saída em 10% para cada 1000 m
  98. 98. IN IN P28 = OFF SSW-03 Plus - 3 cabos
  99. 99. 0,578 X IN 0,578 X IN 0,578 X IN P28 = ON SSW-03 Plus - 6 cabos
  100. 100. 10 Partidas/hora
  101. 101. Fiação/Fusíveis recomendados
  102. 102. OperaçãopelaIHM Caso o termostato não seja utilizado curto-circuitar 3-5. Contator de isolação na potência
  103. 103. OperaçãoviaBornes Contator de isolação na potência
  104. 104. K2K1 K4K3 M1 M2 SSW-03/04 K6K5 M3 RL1 K1DI1 REDE Acionamento com By-pass
  105. 105. K2K1 K4K3 M1 M2 SSW-03/04 K6K5 M3 RL1 K1DI1 REDE
  106. 106. K2K1 K4K3 M1 M2 SSW-03/04 K6K5 M3 RL1 K1DI1 REDE
  107. 107. K2K1 K4K3 M1 M2 SSW-03/04 K6K5 M3 RL1 K1DI1 REDE

×