Processo de Formação para
Atuação na Farmácia
Clínica: Habilidades e
Competências
Angelita Cristine de Melo
angelitamelo@u...
Referencial Teórico
Alguns Conceitos
Ensino
• 1 Ação ou efeito de ensinar. 2 Forma sistemática normal de
transmitir conhecimentos, particularm...
Competências
• Aptidão do profissional de saúde em integrar e aplicar os
conhecimentos, habilidades e atitudes associadas ...
Competências e Prática Profissionais
COMPETÊNCIA
Assistência Farmacêutica
Grupo de atividades relacionadas ao medicamento, destinadas a
apoiar as ações de saúde demandadas...
Assistência Farmacêutica
Pesquisa e desenvolvimento
de fármacos e medicamentos
Produção de Medicamentos
Gestão do Abasteci...
Farmacêutico no Brasil: Outras áreas
AnálisesClínicase
Toxiclógicas
IndústriadeAlimentos
AssistênciaFarmacêutica
Medicamen...
Postos de Trabalho Farmacêutico - 2012
(CFF, 2012)
Existe um caminho que vai dos olhos ao coração sem passar pelo intelecto. (Gilbert Keith Chesterton)
Angelita C. Melo
Atua...
Existe um caminho que vai dos olhos ao coração sem passar pelo intelecto. (Gilbert Keith Chesterton)
Angelita C. Meloangel...
Atuação Clínica do Farmacêutico
Resultados
terapêutica
medicamentosa
Tecnologia da
informação de
saúde
Ensaios clínicos
e ...
Farmácia Clínica
• Área da farmácia voltada à ciência e prática do uso responsável de
medicamentos, na qual os farmacêutic...
Cuidado
• 1 Pensado, meditado, refletido (...). 2 Bem trabalhado, bem feito,
apurado (...). Desvelo, diligência, solicitud...
Resolução CFF nº 585, de 29 de agosto de 2013
Atribuições Atividades Serviços
Direitos e
responsabilidades
Ações do proces...
Serviços Farmacêuticos
• Uma profissão ou atividade só tem justificativa se atender uma
necessidade social
direcionados ao...
Processo de Formação para
Atuação na Farmácia
Clínica: Habilidades e
Competências
Angelita Cristine de Melo
Renovação
de registro Certificação
Regras de
mudança ou
expansão da
atuação
Padrões de
avaliação de
performance
Relevância...
Domínios de Competência
• Prática Profissional e Ética
• Comunicação, Colaboração e Auto-Gestão
• Liderança e Governança C...
Farmacêutico no mundo:
Produção Medicamentos
Farmacêutico no mundo:
Acesso a Medicamentos
Farmacêutico no mundo:
Pós-Acesso a Medicamentos
Domínio de Competência 1
Prática Profissional e Ética
• responsabilidades legais, éticas e profissionais dos farmacêuticos...
Domínio de Competência 2
Comunicação, Colaboração e Auto-Gestão
• Comunicar de forma eficaz com os pacientes, família, com...
Domínio de Competência 2
Comunicação, Colaboração e Auto-Gestão
Padrões de prática
• comunicação efetiva com pacientes, pr...
Domínio de Competência 3
Liderança e Governança Clínica
• A maneira com que os farmacêuticos gerenciam e organizam para
as...
Domínio de Competência 4
Produção de medicamentos
• Aborda a competência de preparar única preparação
extemporânea de um m...
Domínio de Competência 4
Produção de medicamentos
Padrões de competência
• Montar ingredientes e materiais
• Princípios e ...
Domínio de Competência 5
Revisão e fornecimento de medicamentos prescritos
• Fornecimento preciso e oportuno de medicament...
Domínio de Competência 6
Prestação de Cuidados em Atenção Primária à Saúde
• Os farmacêuticos tem papel na promoção da saú...
Domínio de Competência 7
Promover e contribuir para a otimização da utilização dos
medicamentos
• Aborda a maneira pela qu...
Domínio de Competência 7
Promover e contribuir para a otimização da utilização dos
medicamentos
Padrões de prática
• Contr...
Domínio de Competência 8
Análise Crítica, Educação e Investigação
• Aborda a capacidade dos farmacêuticos para analisar e ...
Como chegar às competências?
Há fórmulas mágicas?
Recurso tradicional
Farmacêutico:
necessidades de
saúde do paciente
Farmácia: estabelecimento de saúde
Situação atual das
...
Desafios do Farmacêutico Clínico:
Educação Farmacêutica e na Atenção
Primária à Saúde
Contexto de Trabalho
• Interdisciplinaridade
• Vinculação
dinâmica social das famílias
comunidade
• Competência Cultural
Condições Ideais de Trabalho?
Conquistas:
• Cargo “Farmacêutico Clínico”
• Conferência Municipal de Saúde: ampliação do qu...
Formação
• Diretrizes Curriculares Nacionais (DCN): Resolução CNE/CES nº
02/2002
“formação deve ser generalista, crítica, ...
Formação: SUS Atenção Primária à Saúde
Políticas Públicas de Saúde (2º período)
Estágio II: SUS (3º período)
Farmacologia ...
Formação: SUS Atenção Primária à Saúde
Políticas Públicas de Saúde (2º período)
Farmacologia (4º período)
Estágio III: Saú...
Formação: No Mundo Real
Na Unidade de Atenção
Primária
No domicílio na zona rural
No domicílio na
zona urbana
Medicamentos!
Rastreamento
Farmacêutico
Acadêmicas
Paciente
Rastreamento
Peso Altura
Medidas
antropométricas
Glicemia Capilar
Cuidado Centrado na Pessoa
Semiologia Farmacêutica
Conteúdos
• Semiologia
• Manejo de condições clínicas autolimitadas
• Serviços Farmacêuticos: exce...
Cuidado Farmacêutico, Semiologia
Farmacêutica e Raciocínio Clínico
Semiologia Farmacêutica & Prática
• Lab Simulação de alta fidelidade
• Lab Habilidades
Semiologia & Prática
• Lab Simulação de alta fidelidade
• Lab Habilidades
1) Observação pela
docente e colegas
2) Debrifin...
Existe um caminho que vai dos olhos ao coração sem passar pelo intelecto. (Gilbert Keith Chesterton)
Angelita C. Meloangel...
Obrigada!
angelitamelo@ufsj.edu.br
Tenho em mim todos os sonhos do
mundo. Fernando Pessoa
Ii congresso mineiro de farmacia competências farmacêutico_final
Ii congresso mineiro de farmacia competências farmacêutico_final
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Ii congresso mineiro de farmacia competências farmacêutico_final

468 visualizações

Publicada em

Processo de Formação para Atuação na Farmácia Clínica: Habilidades e Competências

Publicada em: Saúde e medicina
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
468
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
5
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Ii congresso mineiro de farmacia competências farmacêutico_final

  1. 1. Processo de Formação para Atuação na Farmácia Clínica: Habilidades e Competências Angelita Cristine de Melo angelitamelo@ufsj.edu.br
  2. 2. Referencial Teórico
  3. 3. Alguns Conceitos Ensino • 1 Ação ou efeito de ensinar. 2 Forma sistemática normal de transmitir conhecimentos, particularmente em escolas. 3Um dos principais aspectos, ou meios, de educação: Quem dá o pão dá o ensino. 4 Castigo. Aprendizagem • 1 Ação de aprender qualquer ofício, arte ou ciência. (...) 3 Psicol Denominação geral dada a mudanças permanentes de comportamento como resultado de treino ou experiência anterior; processo pelo qual se adquirem essas mudanças. Var: aprendizado. Graduação • 1 Ato ou efeito de graduar(-se). (...) 3 Posição social. (...) 7 Educ Grau do ensino superior.
  4. 4. Competências • Aptidão do profissional de saúde em integrar e aplicar os conhecimentos, habilidades e atitudes associadas as boas práticas de sua profissão para resolver os problemas. OPAS (2012) • “la aptitud del profesional sanitario para integrar y aplicar los conocimientos, habilidades y actitudes asociados a las buenas prácticas de su profesión para resolver las situaciones que se le plantean.”
  5. 5. Competências e Prática Profissionais COMPETÊNCIA
  6. 6. Assistência Farmacêutica Grupo de atividades relacionadas ao medicamento, destinadas a apoiar as ações de saúde demandadas por uma comunidade. Envolve o abastecimento de medicamentos em todas e cada uma das suas etapas constitutivas, a conservação e controle de qualidade, a segurança e eficácia terapêutica dos medicamentos, o acompanhamento e a avaliação da utilização, a obtenção e a difusão da informação sobre medicamentos, e a educação permanente dos profissionais de saúde, do paciente e da comunidade para assegurar o uso racional de medicamentos. (BRASIL, 2002)
  7. 7. Assistência Farmacêutica Pesquisa e desenvolvimento de fármacos e medicamentos Produção de Medicamentos Gestão do Abastecimento e do Fornecimento de medicamentos Cuidado Farmacêutico Grandes Áreas (BRASIL, 2001ab; BRASIL, 2002; BRASIL, 2004; MARIN et al., 2003; STORPIRTES, 2008)
  8. 8. Farmacêutico no Brasil: Outras áreas AnálisesClínicase Toxiclógicas IndústriadeAlimentos AssistênciaFarmacêutica Medicamento Substânciasbiológicas Alimentos
  9. 9. Postos de Trabalho Farmacêutico - 2012 (CFF, 2012)
  10. 10. Existe um caminho que vai dos olhos ao coração sem passar pelo intelecto. (Gilbert Keith Chesterton) Angelita C. Melo Atuação Clínica Resolução CFF 585 e 586/2013
  11. 11. Existe um caminho que vai dos olhos ao coração sem passar pelo intelecto. (Gilbert Keith Chesterton) Angelita C. Meloangelitamelo@ufsj.edu.br Antes de começarmos: Algumas Estratégias de Apoio para Atuação Clínica
  12. 12. Atuação Clínica do Farmacêutico Resultados terapêutica medicamentosa Tecnologia da informação de saúde Ensaios clínicos e assuntos regulatórios Gestão do Sistema de Saúde
  13. 13. Farmácia Clínica • Área da farmácia voltada à ciência e prática do uso responsável de medicamentos, na qual os farmacêuticos prestam cuidado ao paciente, de forma a otimizar a farmacoterapia, promover saúde e bem-estar, e prevenir doenças.
  14. 14. Cuidado • 1 Pensado, meditado, refletido (...). 2 Bem trabalhado, bem feito, apurado (...). Desvelo, diligência, solicitude, atenção. 2 Precaução, vigilância, atenção (...). 3 Conta, incumbência, responsabilidade: Pode deixá-lo ao meu cuidado. 4 Inquietação de espírito; preocupação. 5 Pessoa ou coisa objeto de desvelos, precauções ou inquietações (...). Ter cuidado com: tratar ou manejar com precaução. Tomar cuidado: precaver-se; ter cautela. Cuidado Farmacêutico
  15. 15. Resolução CFF nº 585, de 29 de agosto de 2013 Atribuições Atividades Serviços Direitos e responsabilidades Ações do processo de trabalho Conjunto de atividades A realização das atividades encontra embasamento legal na definição das atribuições clínicas do farmacêutico
  16. 16. Serviços Farmacêuticos • Uma profissão ou atividade só tem justificativa se atender uma necessidade social direcionados ao paciente, família e comunidade Rastreamento em saúde Manejo de sintoma autolimitado Revisão da Farmacoterapia Conciliação Acompanhamento FarmacoterapêuticoBobo da corte Leiteiro Cocheiro
  17. 17. Processo de Formação para Atuação na Farmácia Clínica: Habilidades e Competências Angelita Cristine de Melo
  18. 18. Renovação de registro Certificação Regras de mudança ou expansão da atuação Padrões de avaliação de performance Relevância Profissional Padrão CompetênciaPadrãodeCompetência Graduação Certificação Farmacêutico FARMACÊUTICO Prática profissional Descrição trabalho Diretrizes Curriculares
  19. 19. Domínios de Competência • Prática Profissional e Ética • Comunicação, Colaboração e Auto-Gestão • Liderança e Governança Clínica • Produção de medicamentos • Revisão e fornecimento de medicamentos prescritos • Prestação de Cuidados em Atenção Primária à Saúde • Promover e contribuir para a optimização da utilização dos medicamentos • Análise Crítica, Educação e Investigação
  20. 20. Farmacêutico no mundo: Produção Medicamentos
  21. 21. Farmacêutico no mundo: Acesso a Medicamentos
  22. 22. Farmacêutico no mundo: Pós-Acesso a Medicamentos
  23. 23. Domínio de Competência 1 Prática Profissional e Ética • responsabilidades legais, éticas e profissionais dos farmacêuticos Aceitar-se como membros de uma profissão Compromisso de manter a competência profissional Obrigação de respeitar as normas aceitas de comportamento e prática profissional, incluindo as impostas por legislação. Padrões de prática • Atuar de acordo com os preceitos éticos e da legislação farmacêutica • Manter e ampliar suas competências • Fornecer cuidados centrados no paciente • Gerir a qualidade e segurança
  24. 24. Domínio de Competência 2 Comunicação, Colaboração e Auto-Gestão • Comunicar de forma eficaz com os pacientes, família, comunidade e outros membros da equipe de saúdes , construir e manter relações de trabalho sucesso profissional gestão de problemas e questões interpessoais tomada de decisão e gestão da contribuição profissional
  25. 25. Domínio de Competência 2 Comunicação, Colaboração e Auto-Gestão Padrões de prática • comunicação efetiva com pacientes, prescritores e demais profissionais • trabalhar para resolver problemas • colaborar com os outros membros da equipe de saúde • manejar conflito • compromisso com o trabalho e lugar de trabalho • planejar e gerenciar a contribuição profissional • supervisionar o pessoal
  26. 26. Domínio de Competência 3 Liderança e Governança Clínica • A maneira com que os farmacêuticos gerenciam e organizam para assegurar a realização eficaz, eficiente dos serviços de farmácia. • Fornecer liderança e planejamento organizacional • Gerenciar e desenvolver pessoal • Gerenciar infra-estrutura e recursos farmácia • Gerenciar a prestação de serviços de qualidade • Proporcionar um ambiente de trabalho seguro papel de liderança planejamento e gestão de serviços e recursos profissionais planejamento de negócios risco e garantir um ambiente ambiente de trabalho seguro
  27. 27. Domínio de Competência 4 Produção de medicamentos • Aborda a competência de preparar única preparação extemporânea de um medicamento para um paciente específico, mas também múltiplas unidades, produtos estéreis ou citotóxicos Padrões de competência • Considerar obrigações legais e profissionais • Confirmar a necessidade de o produto • Confirmar a formulação requerida • Determinar se os requisitos de produção podem ser atendidas • Preparar e manter a documentação do produto • Otimizar embalagem e rotulagem
  28. 28. Domínio de Competência 4 Produção de medicamentos Padrões de competência • Montar ingredientes e materiais • Princípios e técnicas de composição • Compreender o ambiente de trabalho e as práticas de trabalho • Preparar e fornecer produtos estéreis • Auxiliar o uso seguro de medicamentos citotóxicos • Proteger a saúde pessoal
  29. 29. Domínio de Competência 5 Revisão e fornecimento de medicamentos prescritos • Fornecimento preciso e oportuno de medicamentos sujeitos a receita médica, incluindoa avaliação da adequação do medicamento e do regime de dosagem, para otimizar a terapia e educar o consumidor e/ou cuidador sobre o medicamento e sua correta utilização. Padrões de competência • Realizar avaliação inicial da prescrição para identificar a adequação dos medicamentos prescritos • Dispensar medicamentos prescritos
  30. 30. Domínio de Competência 6 Prestação de Cuidados em Atenção Primária à Saúde • Os farmacêuticos tem papel na promoção da saúde e cuidado ao paciente, família e comunidade de forma a promover a responsabilização destes com a sua própria saúde. • Avaliar as necessidades de cuidados em saúde dos pacientes, família e comunidade • Realizar a promoção da saúde • Prestar cuidados em saúde • Prestar cuidados de saúde primários • Contribuir para a saúde coletiva e preventiva cuidado direto do paciente saúde coletivavários serviços clínicos
  31. 31. Domínio de Competência 7 Promover e contribuir para a otimização da utilização dos medicamentos • Aborda a maneira pela qual os farmacêuticos contribuiem com seu conhecimento exclusivo identificando e gerenciando os riscos associados ao uso de medicamentos, aplicando as melhores evidências disponíveis para prática profissional com a finalidade de fazer a gestão dos medicamentos dos seus pacientes. Componentes decisão sobre o tratamento adequado monitoramento da resposta ao tratamento prestação de informação sobre medicamentos transmissão da informação
  32. 32. Domínio de Competência 7 Promover e contribuir para a otimização da utilização dos medicamentos Padrões de prática • Contribuir para a tomada de decisão terapêutica • Fornecer gestão de medicamentos em uso • Influênciar os padrões de uso dos medicamentos
  33. 33. Domínio de Competência 8 Análise Crítica, Educação e Investigação • Aborda a capacidade dos farmacêuticos para analisar e sintetizar dados da literatura para a sua atuação profissional, assim como o seu papel na formação de novos farmacêuticos a fim de fortalecer a força de trabalho da farmácia e a contribuição para a consolidação do conhecimento sobre medicamentos e a sua utilização na sociedade. Padrões de prática • Formalmente educar e treinar os alunos e colegas de saúde • Recuperar, analisar e sintetizar informações • Envolver-se em saúde, medicamentos ou pesquisa prática em farmácia
  34. 34. Como chegar às competências? Há fórmulas mágicas?
  35. 35. Recurso tradicional Farmacêutico: necessidades de saúde do paciente Farmácia: estabelecimento de saúde Situação atual das Farmácias Escolas! Prós Contras
  36. 36. Desafios do Farmacêutico Clínico: Educação Farmacêutica e na Atenção Primária à Saúde
  37. 37. Contexto de Trabalho • Interdisciplinaridade • Vinculação dinâmica social das famílias comunidade • Competência Cultural
  38. 38. Condições Ideais de Trabalho? Conquistas: • Cargo “Farmacêutico Clínico” • Conferência Municipal de Saúde: ampliação do quadro • Conselho Municipal de Saúde: problemas com o uso de medicamentos
  39. 39. Formação • Diretrizes Curriculares Nacionais (DCN): Resolução CNE/CES nº 02/2002 “formação deve ser generalista, crítica, humanista, reflexiva e articulada com as diretrizes do SUS (BRASIL, 2002).”
  40. 40. Formação: SUS Atenção Primária à Saúde Políticas Públicas de Saúde (2º período) Estágio II: SUS (3º período) Farmacologia (4º período) Estágio III: Saúde da Família (4º período) Farmacologia Clínica I (5º período) Estágio IV: Dispensação Farmacêutica (6º período) Farmacologia Clínica II (7º período) Semiologia Farmacêutica (6º período) Dispensação (7º período) Atenção Farmacêutica e Farmácia Clínica (8º período) Estágio de Especialidades (10º período) Farmácia e Sociedade (1º período)
  41. 41. Formação: SUS Atenção Primária à Saúde Políticas Públicas de Saúde (2º período) Farmacologia (4º período) Estágio III: Saúde da Família (4º período) Farmacologia Clínica I (5º período) Estágio IV: Dispensação Farmacêutica (6º período) Farmacologia Clínica II (7º período) Dispensação (7º período) Atenção Farmacêutica e Farmácia Clínica (8º período) Estágio de Especialidades (10º período) Farmácia e Sociedade (1º período)
  42. 42. Formação: No Mundo Real Na Unidade de Atenção Primária No domicílio na zona rural No domicílio na zona urbana Medicamentos!
  43. 43. Rastreamento Farmacêutico Acadêmicas Paciente
  44. 44. Rastreamento Peso Altura Medidas antropométricas Glicemia Capilar
  45. 45. Cuidado Centrado na Pessoa
  46. 46. Semiologia Farmacêutica Conteúdos • Semiologia • Manejo de condições clínicas autolimitadas • Serviços Farmacêuticos: exceto acompanhamento farmacoterapêutico
  47. 47. Cuidado Farmacêutico, Semiologia Farmacêutica e Raciocínio Clínico
  48. 48. Semiologia Farmacêutica & Prática • Lab Simulação de alta fidelidade • Lab Habilidades
  49. 49. Semiologia & Prática • Lab Simulação de alta fidelidade • Lab Habilidades 1) Observação pela docente e colegas 2) Debrifing 3) Repetição
  50. 50. Existe um caminho que vai dos olhos ao coração sem passar pelo intelecto. (Gilbert Keith Chesterton) Angelita C. Meloangelitamelo@ufsj.edu.br
  51. 51. Obrigada! angelitamelo@ufsj.edu.br Tenho em mim todos os sonhos do mundo. Fernando Pessoa

×