3ª série E. M. - Variação linguística, acentuação gráfica, formação de palavras e classes gramaticais

1.344 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.344
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
38
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

3ª série E. M. - Variação linguística, acentuação gráfica, formação de palavras e classes gramaticais

  1. 1. 1Atendimento Pedagógico3ª série E. M. (Aula #2)
  2. 2. 2LínguaLíngua é a linguagem verbal (oral/escrita) utilizada por um grupode indivíduos que constituem uma comunidade. Ela é uma construção humana e histórica. É organizadora da identidade dos seus usuários. Ela também dá unidade a uma cultura, a uma nação. Uma língua viva é dinâmica e, por isso, está sujeita a variações.
  3. 3. 3
  4. 4. 4VariaçõesUma língua não é utilizada de maneira rigorosamente uniforme portodos os seus falantes, por esta razão é que ocorrem variaçõesdentro de um idioma.
  5. 5. 5VARIAÇÃOLINGUÍSTICA
  6. 6. 6Variação LinguísticaVariações linguísticas são diferenças que uma mesma línguaapresenta quando é utilizada, de acordo com as condições sociais,culturais, regionais e históricas.
  7. 7. 7Língua PortuguesaUnidadexDiversidade
  8. 8. 8Tipos de Variação Linguística Variação histórica Variação geográfica Variação social Variação situacional
  9. 9. 9Variação HistóricaRefere-se aos estágios de desenvolvimento de uma língua aolongo da História. Exemplo:o português arcaico x o português contemporâneo
  10. 10. 10Variação GeográficaVariedade que a língua portuguesa assume nos diferentes lugaresonde é falada.
  11. 11. 11Variação SocialRefere-se às formas da língua empregadas pelas diferentesclasses ou grupos sociais.Tem gente que nasce com o coração maior ou menor,com vários defeitos. Essas são as cardiopatiascongênitas, o coração pode nascer com inúmerosdefeitos. (Jargão médico)Oi rapaize do surf brigadão pelamoral que vcs tão me dando, pow tamuito bom quando ta batendoaquelas ondas na prainha. Ta show,valeu brigadão. Tantobacksidefloaterdroptubão...
  12. 12. 12Variação SituacionalÉ a capacidade que tem um mesmo indivíduo de empregar asdiferentes formas da língua em situações comunicativasdiversas, procurando adequar a forma e o vocabulário emcada situação. No trabalho Na escola Com os amigos Com a família Em solenidades No mundo virtual
  13. 13. 13Acentuação gráfica1ª regra: acentuação das palavras monossílabas tônicas.2ª regra: acentuação das palavras oxítonas.3ª regra: acentuação das palavras paroxítonas.4ª regra: acentuação das palavras proparoxítonas.
  14. 14. 141ª regraAcentuação das palavras monossílabas tônicasObservação: Monossílabas átonas não recebem acento.Acentuam-se asmonossílabas tônicasterminadas emExemplosA(s) chá, gás, más, dá-loE(s) mês, crê, dê, lê, vê-loO(s) nós, dó, pós, pô-lo
  15. 15. 152ª regraAcentuação das palavras oxítonasAcentuam-se as oxítonasterminadas em ExemplosA(s) guaraná, xarás, criticá-loE(s) você, jacarés, vendê-lasO(s) bisavô, retrós, expô-laEM/ENS vintém, parabéns, alguém
  16. 16. 163ª regraAcentuação das palavras paroxítonasAcentuam-se as paroxítonasterminas emExemplosI(s), US biquíni, tênis, bônus, vírusL, N, R, X notável, hífen, fêmur, tóraxUM/UNS, OS fórum, álbuns, bíceps, fórcepsÃ(s) órfã, órfãs, ímã, ímãsDITONGO (+s) ausência, sótãos, vôlei, áreas
  17. 17. 174ª regraAcentuação das palavras proparoxítonasVer mais em Regras complementares (P9)Todas as palavras proparoxítonas são acentuadasTípico, máquinas, tônica, códigos, relêssemos
  18. 18. 18Elementos estruturais das palavrasMorfemas são as menores unidades significativas que, reunidas,formam as palavras e dão sentido a elas.Os morfemas são classificados em: Radical (significado básico) Prefixo (antes) Sufixo (depois) Desinências nominais (gênero e número) Desinências verbais (pessoa, número, tempo e modo) Vogais temáticas (preparam o radical do verbo) Consoantes e vogais de ligação (ligam dois outros)
  19. 19. 19Processos de formação das palavrasProcessos de formação de palavras novas: derivação e composição.primitivasNão se formam de outra palavrada língua.Ex.: cidade, mar, região.derivadasTêm origem em uma única palavraque já existia no idioma.Ex.: cidadãos, maresia,regionalismo.compostasFormam-se pela reunião de duas oumais palavras.Ex.: obra-prima, pernilongo, planalto,pé de moleque.
  20. 20. 20Derivaçãoa) Derivação prefixal – pelo acréscimo de prefixo ao radical.b) Derivação sufixal – pelo acréscimo de sufixo ao radical.c) Derivação parassintética – pelo acréscimo simultâneo de umprefixo e de um sufixo ao radical.d) Derivação regressiva – pelo acréscimo das vogais a, e ou oao radical de verbos (forma substantivos indicadores de ação).e) Derivação imprópria – a palavra muda de classe gramaticalpara outra, sem alterar sua forma.
  21. 21. 21Composiçãoa) Composição por justaposição – as palavras que se unemnão sofrem alteração em sua grafia e pronúncia.b) Composição por aglutinação – ocorre quando pelo menosuma das palavras que se unem sofre alteração.
  22. 22. 22Processos secundáriosa) Hibridismo – reunião de morfemas de idiomas diferentes.b) Onomatopeia – palavras que imitam sons ou ruídos.c) Sigla – reunião das letras iniciais das palavras que compõemum nome.d) Abreviação vocabular (redução) – diminuir o tamanho deuma palavra até o ponto de não prejudicar seu significado.
  23. 23. 23Classes GramaticaisEm português, existem dez classes gramaticais. Destas, seis sãovariáveis (isto é, se flexionam, indo ao plural, ou feminino, ousuperlativo), e quatro são invariáveis.As variáveis: artigo, adjetivo, pronome, numeral, substantivo everbo.As invariáveis: advérbio, conjunção, interjeição e preposição.
  24. 24. 24VARIÁVEIS
  25. 25. 25SubstantivoPalavra que serve para designar os seres, atos ou conceitos;nome.Substantivos de dois números – têm a mesma forma para osingular e para o plural: lápis, vírus, ônibus.Substantivos de dois gêneros – têm a mesma forma para seresde ambos os sexos, sendo o gênero marcado pelo artigo queos precede: o/a colega, o/a agente, o/a lojista.Substantivos sobrecomuns – têm a mesma forma para omasculino e o feminino, não variando sequer o artigo ou oadjetivo que os acompanha: a pessoa, a vítima, a criança, ocônjuge, o monstro.
  26. 26. 26VerboPalavra que expressa ação, estado ou fenômeno. É a classegramatical mais rica em variação de formas, podendo mudarpara exprimir modo, tempo, pessoa, número e voz.No dicionário, são encontrados no modo infinitivo, que é, porassim dizer, o nome do verbo. Exemplos: fugir, estar, chover,comprar, ser, anoitecer.
  27. 27. 27AdjetivoPalavra que se relaciona com o substantivo para lhe atribuir umaqualidade. Exemplos: mulher linda, livro divertido, árvore alta,olhos azuis.Adjetivo de dois gêneros – mantém a mesma forma tanto quandose refere a substantivos masculinos quanto a femininos:Sugestão aceitável, convite aceitável, obra incrível, livroincrível, rapaz adorável, moça adorável.
  28. 28. 28ArtigoPalavra que se coloca antes do substantivo, determinando-o eindicando seu gênero e número.Artigos definidos: a, as, o, osArtigos indefinidos: um, uma, uns, umas
  29. 29. 29Pronomes pessoaisOs pronomes pessoais classificam-se em retosretos e oblíquosoblíquos:São pronomes retospronomes retos, quando atuam como sujeito da oração.São pronomes oblíquospronomes oblíquos, quando atuam como complemento(objeto direto ou indireto):Desejo-te boa sorte...Faça-me o favor...Singular Plural Exemplo1ª pessoa eu nós Eu estudo todos os dias2ª pessoa tu vós Tu também tens estudado?3ª pessoa ele/ela eles/elas Será que ela estuda também?
  30. 30. 30Pronomes de tratamento Pronomes de tratamento são nomes que constituem formascorteses de tratamento, expressões de reverência, títuloshonoríficos etc. São pronomes como outros quaisquer, inclusive empregadosda mesma forma que os pronomes pessoais, porém sãoutilizados em situações formais específicas, antepondo-se adeterminadas palavras que designam cargos ou posiçõessociais de prestígio.
  31. 31. 31Pronomes possessivosOs pronomes possessivospronomes possessivos indicam posseposse, estabelecem relaçãoda pessoa do discurso com algo que lhe pertence.Singular Plural1ª pessoa meu(s), minha(s) nosso(s), nossas(s)2ª pessoa teu(s), tua(s) vosso(s), vossa(s)3ª pessoa seu(s), sua(s) dele(s), dela(s)
  32. 32. 32Pronomes demonstrativosOs pronomes demonstrativospronomes demonstrativos são palavras que têm por função: Indicar o posicionamento de um ser no espaço. Indicar a posição de elementos citados no próprio texto. Localizar no tempo, um fato ou uma informação.esse ≠ este ≠ aqueleessa ≠ esta ≠ aquelaisso ≠ isto ≠ aquilo
  33. 33. 33Pronomes indefinidosOs pronomes indefinidospronomes indefinidos são imprecisos, vagos. Se referem à 3ªpessoa do discurso.Podem ser variáveis (se flexionando em gênero e número) ouinvariáveis.Variáveis:algum(s), alguma(s), nenhum(s),nenhuma(s), todo(s), toda(s),muito(s), muita(s), pouco(s), pouca(s), tanto(s), tanta(s), certo(s),certa(s), vário(s), vária(s), outro(s), outra(s), certo(s), certa(s),quanto(s), quanta(s), tal, tais, qual, quais, qualquer, quaisquer...Invariáveis:quem, alguém, ninguém, outrem, cada, algo, tudo, nada...Algumas pessoas estudam diariamente. Ninguém estuda diariamente.
  34. 34. 34Pronomes interrogativosOs pronomes interrogativospronomes interrogativos são empregados para formularperguntas diretas ou indiretas.Podem ser variáveis ou invariáveis.Variáveis:qual, quais, quanto(s), quanta(s).Invariáveis:que, onde, quemQuantos de vocês estudam diariamente? Quem de vocês estudadiariamente?
  35. 35. 35Pronomes relativosOs pronomes relativospronomes relativos são os que relacionam uma oração a umsubstantivo que representa.Também se classificam em variáveis e invariáveis.Variáveis:o(a) qual, os(as) quais, quanto(s), quanta(s), cujo(s), cuja(s)Invariáveis:que, quem, ondeConseguiu o emprego que tanto queria.
  36. 36. 36NumeralPalavra que designa os números ou sua ordem de sucessão.Exemplos:Cardinais – quatro, vinte, trinta.Ordinais – quarto, vigésimo, trigésimo.Fracionários – meio, um terço, um quinto.Multiplicativos – duplo, triplo, quádruplo.
  37. 37. 37INVARIÁVEIS
  38. 38. 38AdvérbioPalavra que modifica o verbo, o adjetivo ou outro advérbio,expressando uma circunstância.Exemplos:Ali: lá, naquele lugar.Não: expressa negação.Logo: prontamente, imediatamente.
  39. 39. 39PreposiçãoTermo que subordina uma palavra a outra.Exemplos:Livro de João, peso sobre o papel, espaço entre as árvores,morava em Belo Horizonte.
  40. 40. 40ConjunçãoTermo que liga duas palavras, dois membros de uma oração ouduas orações.Exemplos:ee: exprime ideia de adição (aditiva).masmas: relaciona pensamentos em contraste ou oposição.quandoquando: conjunção temporal.sese: conjunção que exprime condição.
  41. 41. 41InterjeiçãoVocábulo que traduz uma impressão súbita, como dor, susto,alívio, admiração.Exemplos:Oba!Oba!: alegria, satisfação.Ah!Ah!: alívio, alegria.Psiu!Psiu!: Ordena silêncio.

×