Instrumento de avaliação

866 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
866
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
29
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Instrumento de avaliação

  1. 1. - 1 - Secretaria Municipal da Educação – SMED Coordenação Regional da Educação (CRE) Orla PARA LER COM FLUÊNCIA Angela Freire Texto baseado nos livros de João Batista Araújo e Oliveira Juliana Cabral Junqueira de Castro FLUÊNCIA Ler com fluência é uma condição necessária para compreender textos: quanto maior a fluência, maior a probabilidade de o aluno compreender o que lê. Ter fluência de leitura não basta para a compreensão, são necessárias outras competências, como o conhecimento do vocabulário, de gramática, de tipos e gêneros textuais etc. FLUÊNCIA É A PONTE QUE LIGA A CAPACIDADE DE IDENTIFICAR A PALAVRA (DECODIFICAR) COM COMPREENSÃO VELOCIDADE Para compreender um texto, é necessário ler com certa velocidade, que pode ser medida em número de palavras por minuto – ppm (palavra por minuto). Cita-se, como exemplo: um aluno recém-alfabetizado, que lê decodificando ou silabando, consegue ler 60 a 80 ppm. Ao longo dos primeiros do Ensino Fundamental, a velocidade de leitura deve aumentar e atingir pelos menos 130 ppm no 5º ano. FLUÊNCIA DE LEITURA – META/ANO ANO PALAVRAS POR MINUTO 2º 80 a 90 3º 90 a 110 4º 110 a 130 5º 130 a 140 LER SEM ESFORÇO LER COM VELOCIDADE, PRECISÃO E PROSÓDIA LER COM FLUÊNCIA
  2. 2. - 2 - PRECISÃO Ler com precisão é ler sem errar ou errar pouco. São considerados erros de leitura: silabar, gaguejar, trocar palavras, saltar palavras. Algumas palavras complexas e raras são sempre lidas mais de devagar, quase silabando, isso não é erro. O leitor que comete mais 5% de erros (5 erros a cada 100 palavras) numa leitura compromete sua capacidade de atenção. Se o aluno lê depressa, mais erra muito, sua leitura fica prejudicada. PROSÓDIA É um indicador qualitativo, refere-se à entonação, cadencia e ritmo da leitura. A prosódia é um indicador claro de que a pessoa está entendendo o que lê ou domina a estrutura sintática de sua língua. APLICAÇÃO DO TESTE No Programa de Alfabetização usa-se 4 (quatro) testes ao longo do ano letivo. Eles devem ser aplicados no final das lições 5, 10, 15 e 20. OBJETIVOS DOS TESTES: •Diagnosticar o aluno; •Recuperação imediata; •Prevenir a repetência; •Acompanhar os progressos do aluno e da turma. Os testes se concentram em algumas habilidades do processo de alfabetização, aquelas habilidades que são mais centrais e que precisam maior atenção do professor nessa etapa. • O teste é individual. É o momento que se faz o diagnóstico; • O teste não é para ensinar, não são para dar nota; • No teste o aluno vai demonstrar o que aprendeu. CUIDADOS NA APLICAÇÃO DOS TESTES • O aplicador e o aluno devem se sentar numa posição confortável, na posição certa. Sempre que possível o professor deve se sentar ao lado do aluno. • O teste deve ser aplicado na hora certa, logo ao final das lições 5, 10, 15 e 20. • O professor não deve/pode aplicar o teste. O aplicador deve ser um aplicador externo a aplicação. O aplicador deve saber o que é um diagnóstico, aplicar o teste e fazer o registro. • A organização do teste é importante: o local deve ser adequado, silencioso. • Atender um aluno de cada vez, de preferencia na ordem de chamada. Se o aplicador ficar com pena do aluno, se quiser ajudar, ele terá um diagnóstico falso.
  3. 3. - 3 - APLICAÇÃO DOS TESTES DECODIFICAÇÃO LER PALAVRAS DE VERDADE • Cubra as palavras com papel grosso. • Diga ao aluno: • Eu vou mostrando cada linha, e você ler as palavras, assim, da esquerda para a direita (mostrar com o dedo). • Vá descobrindo uma linha de cada vez. • Ler corretamente significa ler a palavra decodificando ou, se o aluno já souber ler de forma automática. • Considere autocorreção como acerto, isto é, considere correto se o aluno corrigir na hora. • Depois de 5 (cinco) erros ou muita dificuldade, termine o exercício. Conte nos dedos o número de palavras que o aluno acertar ou então faça risquinhos numa folha de papel. Anote o total imediatamente na agenda do professor na agenda do professor no quadro de Registro de Resultado. LER PALAVRAS MALUCAS • Cubra as palavras com papel grosso. • Diga ao aluno: • Eu vou mostrando cada linha, e você ler as palavras, assim, da esquerda para a direita (mostrar com o dedo). • Vá descobrindo uma linha de cada vez. • Ler corretamente significa ler a palavra decodificando ou, se o aluno já souber ler de forma automática. • Considere autocorreção como acerto, isto é, considere correto se o aluno corrigir na hora. • Depois de 5 (cinco) erros ou muita dificuldade, termine o exercício 1. Conte nos dedos o número de palavras que o aluno acertar ou então faça risquinhos numa folha de papel. 2. Anote o total imediatamente na agenda do professor na agenda do professor no quadro de Registro de Resultado. COMPREENSÃO E EXPRESSÃO ORAL PERGUNTA DE PREDIÇÃO Mostre a capa do livro JÁ-VAI, O JABUTI e diga: Observe a capa deste livro. O livro se chama JÁ-VAI, O JABUTI. Você acha que o Jabuti já foi ou ainda vai a algum lugar? Se o aluno não responder nada, pergunte: Você acha que o jabuti vai sair só quando não tiver sol? Por quê? 1. Anote 1 se o aluno fizer uma predição fundamentada ou responder corretamente às perguntas que você formulou, dizendo algo como: • Ele só vai sair à noite; • Ele só vai sair quando não tiver sol. 2. Anote 0 (zero) se o aluno não fizer predição ou se não for fundamentada.
  4. 4. - 4 - VERIFICANDO A PREDIÇÃO • DIGA AO ALUNO: Agora você vai ler a história sozinho, em voz baixa. • O aluno deve fazer isso no máximo em 2 minutos. • Se o aluno não souber ler ou não conseguir ler a história em menos de 2 minutos, leia a história para ele. Depois diga: • Você disse que... (repita o que ele respondeu na pergunta de predição). Mostre onde isso acontece no livro. Leia a frase onde isso acontece no livra. - Anote 1 se o aluno identificar a predição correte no texto da página 1. - Anote 0 (zero) se o aluno errar. RECONTANDO A HISTÓRIA • DIGA AO ALUNO: Agora você vai me contar essa história. Diga tudo que você lembrar. • Enquanto o fala, não dê pistas ou informações sobre o texto. Se não ficar claro, peça para o aluno elaborar sua resposta ou explicar melhor. Anote 1 se o aluno demonstrar pouca compreensão, vocabulário e sintaxe pobres, frases incompletas. Anote 2 se o aluno demonstrar compreensão básica, vocabulário e sintaxe regulares, e se precisar de alguma ajuda. COM REGISTRAR OS RESULTADOS DOS TESTES Como devemos interpretar os resultados? TESTE 1 – FOLHA DE REGISTRO DE RESULTADOS O APLICADOR DEVE REGISTRAR O RESULTADO DO ALUNO NA FOLHA DE REGISTRO DE RESULTADO. DECODIFICAÇÃO 1 2 SUBTOTAL 2/220/35 18/30 1 25 20 2 2 15 5 PALAVRAS CONHECIDAS PSEUDOPALAVRAS NOTA MÍNIMA ESPERADA = 20 NOTA MÍNIMA ESPERADA = 18 ALUNOS 2 QUESTÕES RESPONDIDAS
  5. 5. - 5 - Aluno 1: Acertou 25 palavras conhecidas das 35 e, 20 pseudopalavras, 30. É normal acertar mais palavras conhecidas no que na leitura de que pseudopalavras. Portanto, seu resultado é satisfatório. Aluno 2: Acertou 15 palavras conhecidas das 35 e, 5 pseudopalavras, 30. Isso demonstra que o aluno tem dificuldade em decodificar, pois acertou 5 pseudopalavras das 30. O aluno ler as palavras de cor e não usando conhecimento de decodificação. FLUÊNCIA 3 4 5 6 SUBTOTAL 3/41 1 1 1 1 1 0 1 0 2 2 0 0 0 0 0 Aluno 1: acertou umas e errou algumas. Está demonstra que ele apresenta dificuldade em fazer uma leitura fluente. Aluno 2: não conseguiu fazer nenhum Ponto. Isso é consistente no resultado dele na DECODIFICAÇÃO. Se ele tivesse acertado todas as questões desse item, deve-se repetir o TESTE. Não é possível que um aluno que não sabe DECODIFICAR conseguia ler com FLUÊNCIA. COMPREENSÃO E EXPRESSÃO ORAL 7 8 9 10 11 12 13 14 SUBTOTAL 5/8 TOTAL 10/141 1 1 1 1 1 1 2/3 1 1 0 1 1 1 0 2 6 10 2 As questões de 7 a 14 referem-se as compreensão. Observe que o aluno pode compreender a leitura a partir da leitura que ele fez ou a partir da leitura que o professor fez. Não está avaliando a capacidade dele ler e compreender a partir do que ler, e sim a capacidade de compreensão independentemente de sua capacidade de leitura. É importante fazer essa distinção, pois está se tratando diferentes dimensões da competência de ler e da competência de compreender. Cada questão mede uma habilidade. • As questões de 7 a 13 mede um ponto cada uma, com apenas uma resposta. • Apenas a questão 14, de Expressão Oral, o aluno precisa demonstrar um mínimo de compreensão para conseguir pelo menos um ou dois pontos. Somente se ele conseguir dois pontos o professor deve concluir que ele já é capaz de compreender algo da leitura. PRECISÃO VELOCIDADE PROSÓDIA TIPO DE ERRO COMETIDO NÚMERO MÍNIMO DE ACERTOU 5 DAS 8 QUESTÕES VALOR DAS QUESTÕES NÚMERO MÍNIMO DE ACERTO 10 DAS 14 QUESTÕES ALUNOS VALOR DAS QUESTÕES ALUNO NÚMERO MÍNIMO DE ACERTO 5 DAS 4 QUESTÕES
  6. 6. - 6 - Essa questão é mais difícil, pois o aluno não precisa apenas compreender, mas também precisa se expressar. • O Professor deve conhecer cada item do TESTE para identificar as HABILIDADES que a criança já conhece. • Normalmente a criança deve responder melhor as perguntas de INTERPRETAÇÃO LITERAL, INFERÊNCIA, PREDIÇÃO e REFLEXÃO, nessa ordem de dificuldade. • O aluno que conseguir 5 das 8 questões estar demonstrando que compreende razoavelmente bem o texto da leitura, menos do que isso significa que ainda tem muita dificuldade e precisa de muita atenção. • O resultado total do teste da uma visão geral do desempenho do aluno nas duas COMPETÊNCIAS: LEITURA E COMPREENSÃO. O aluno pode estar em uma, noutra ou nas duas. E isso é indicado pelo subtotal. • A LEITURA e a COMPREENSÃO são dimensões INDEPENDENTES e por isso o professor deve preocupar especialmente com a DECODIFICAÇÃO que é a base que é a base para todo restante. Aluno 1: acertou 25 das 35 na leitura de palavras conhecidas e na leitura de pseudopalavras 20 das 30. É normal acertar mais palavras conhecidas no que na leitura de que pseudopalavras. Seu resultado é satisfatório. Aluno 2: acertou 15 das 35 na leitura de palavras conhecidas e 5 na leitura de pseudopalavras. Isso demonstra que o aluno tem dificuldade na de decodificar. Isto pode ser visto no número de acertos das pseudopalavras, 5 (cinco). OS RESULTADOS DE CADA ALUNO E DA TURMA INDICAM 1. DIFICULDADE QUE A TURMA TEM; Isso ocorre se num determinado item a maioria dos alunos errou, provavelmente o professor não conseguiu ensinar bem esse item e precisa ensinar de novo. Neste caso, a recuperação deve envolver todos. 2. DIFICULDADE QUE APENAS ALGUNS ALUNOS TIVERAM; Exemplo: se 14 alunos acertaram e 6 não acertaram, isso significa que o professor conseguiu ensinar, mas alguns alunos precisão de ajuda. Neste caso, a recuperação deve se centrar nos 6 alunos. Por isso, é importante: • Circular o resultado que não conseguiram atingir o mínimo para facilitar a visualização. • Deve repetir os exercícios pertinentes a essas habilidades. • Deve misturar alunos que já dominam com alunos que tem dificuldades, para estes possam tomar os que já dominam como modelo e como estímulo. 3. ALUNOS COM DIFICULDADE EM TUDO OU QUASE TUDO. Esses alunos precisam de atenção individual. OS TESTES: • Devem ser aplicados de forma rigorosa, seguindo as instruções. • Duração de 8 a 10 minutos. • São para testar e não ensinar, como também não é para dar notas. • Não é para dar dicas ou esperar que o aluno acerte.
  7. 7. - 7 - TESTE 1 – FOLHA DE REGISTRO DE RESULTADOS DECODIFICAÇÃO FLUÊNCIA COMPREENSÃO E EXPRESSÃO ORAL 1 2 SUBTOTAL 3 4 5 6 SUBTOTAL 7 8 9 10 11 12 13 14 SUBTOTAL TOTAL 20/35 18/30 2/2 1 1 1 1 3/4 1 1 1 1 1 1 1 2/3 5/8 10/14 1 25 20 2 1 0 1 0 2 1 0 1 1 1 0 2 2 8 12 2 15 5 2 PALAVRAS CONHECIDAS PSEUDOPALAVRAS NOTA MÍNIMA ESPERADA = 18 MÁXIMA = 3O NOTA MÍNIMA ESPERADA = 20 MÁXIMA = 35 NOTA MÍNIMA ESPERADA = 2 MÁXIMA = 2 PRECISÃO VELOCIDADE PROSÓDIA TIPO DE ERRO COMETIDO NOTA MÍNIMA ESPERADA = 3 MÁXIMA = 4 NOTA MÍNIMA ESPERADA = 5 MÁXIMA = 8 NOTA MÍNIMA ESPERADA = 10 MÁXIMA = 14 Nº DE PONTOS POR ITEM = 1 Nº DE PONTOS POR ITEM = 1 ALUNO
  8. 8. - 8 - Os TESTES servem para DIAGNOSTICAR os alunos. Eles são INSTRUMENTOS detalhado e precioso, pois permite ao professor INDIVIDUALIZAR O ENSINO, CONHECER CADA ALUNO e dá a cada um o TRATAMENTO ADEQUADO e na HORA CERTA. Esse é o melhor instrumento que o professor dispõe para aprender fazer a recuperação do processo, a ajudar o aluno a superar as dificuldades no momento em que aparece e dessa forma assegurar o SUCESSO DO ALUNO. Os TESTES: • Devem ser aplicados de forma rigorosa, seguindo as instruções. • Duração de 8 a 10 minutos. • São para testar e não ensinar, como também não é para dar notas. • Não é para dar dicas ou esperar que o aluno acerte. O APLICADOR DEVE REGISTRAR O RESULTADO DO ALUNO NA FOLHA DE REGISTRO DE RESULTADO DECODIFICAÇÃO – 1,2 1 ponto por item 2 FLUÊNCIA – 3,4,5,6 1 ponto por item 4 COMPREENSÃO E EXPRESSÃO ORAL – 7, 8,9,10,11,12,13,14 1 ponto por item 8 ITEM 1 E 2 Anote o número de palavras que o aluno acerto O mínimo esperado no item 1 é 20 e o máximo é 35 O mínimo esperado no item 2 é 18 e o máximo é 30 ITEM 3 E 13 Anote 1, se o aluno acertou, 0 se ele não acertou O número esperado nos itens de 3 a 13 é 1 ITEM 14 Anote 1, 2 ou 3, dependendo da resposta do aluno O mínimo esperado no item 14 é 2 e o máximo é 3 POR QUESTÃO Some os itens que você circulou POR COMPETÊNCIA Some os itens circulados na coluna SUBTOTAL TOTAL DE ACERTOS Some os itens circulados na coluna TOTAL

×