SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 11
O aumento do consumo mundial gera cada vez mais lixo. COLETA SELETIVA PARA RECICLAGEM DE LIXO Consiste em diminuir a quantidade de lixo produzido, desperdiçar menos, consumir só o necessário, sem exageros . É dar “nova vida” a materiais, a partir da reutilização de sua matéria-prima, para fabricar novos produtos . É dar nova utilidade, ou utilizar novamente, materiais que na maioria das vezes consideramos inúteis e jogamos   fora . REDUZIR RECICLAR REUTILIZAR
Para que reciclar?   ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],O aumento do consumo mundial gera cada vez mais lixo. COLETA SELETIVA PARA RECICLAGEM DE LIXO
Para onde vai o material  recolhido? Todo o material reciclável recolhido nas Minas de Alegria e Timbopeba  é doado para instituições beneficentes da cidade de Mariana. Hoje, ao participar da coleta seletiva, você colabora com o: GIS (Grupo de Integração Social) Mariana
ACERTE O ALVO. Onde colocamos o quê?
COLETOR MARRON - BIODEGRADÁVEL Restos de alimentos, cascas e sementes de frutas e legumes, cascas de ovos, borra de café. B I O D E G R A D Á V E L Um grande gerador deste resíduo é o restaurante! Onde colocamos o quê? BIODEGRA-DÁVEL
C O P  O S D E S C A R T. Toda a área gera este resíduo! COLETOR BRANCO – COPOS DESCARTÁVEIS Copos comuns de  uso geral para água e café. Onde colocamos o quê? COPOS
L I X O C O M U M Material não reciclável COLETOR PRETO -     LIXO COMUM   Tampas de marmitex e de iogurte, papel toalha, papel higiênico, papel com restos de alimentos ou sujos, papel de fax, papel plastificado, papel carbono, etiquetas adesivas, isopor, garrafas, cacos de vidro, vidros de conserva, vidros de reagentes limpos, lâmpadas incandescentes quebradas, espelho, pára-brisas, vidros temperados, cristal, transparências, fotografias, toco de cigarro, embalagens de bombons/ balas/ biscoitos, pilhas comuns de 1,5 a 6,0 V, saquinhos de leite,   resíduos de varrição, galhos, lã de vidro e outros.  Onde colocamos o quê? LIXO COMUM
P A P E L Devemos retirar os grampos dos papéis.  COLETOR AZUL - PAPEL   Jornais, revistas, embalagens, papel de impressora/xerox, envelopes, papel de pão limpo, cadernos, catalógos, guardanapo limpo e outros. Atenção:  NÂO COLOQUE NESTE COLETOR :  Papéis (molhados ou sujos de gordura, óleos, graxas), papel celofane, papel carbono, fotografia, guardanapo usado, papel higiênico, lenço de papel – estes devem ser descartados no lixo comum   Onde colocamos o quê? PAPEL
P L Á S T I C O Os copos brancos (água, café, iogurte) não são de plástico – há coletores específicos para estes. As tampas dos copos de água mineral são de alumínio e devem ser descartadas em coletor de lixo comum COLETOR  VERMELHO – PLÁSTICO Garrafas (PET), sacos plásticos, embalagens / frascos de produtos de limpeza (limpos), garrafas de água mineral, copos de água mineral sem a tampa, talheres descartáveis, etc.   Onde colocamos o quê? PLÁSTICO
M E T A L . A L U M Í N I O 63% das latinhas de alumínio   vendidas no Brasil retornam ao mercado depois de recicladas. COLETOR  AMARELO – METAL (ALUMÍNIO) Latas de refrigerante e cerveja, papel alu-mínio, marmitex (limpo), pastilha prensada, etc.   Onde colocamos o quê? METAIS (ALUMÍNIO)
M E T A L . S U C. F E R R. Toda a área gera este resíduo! COLETOR  AMARELO – METAL  (SUCATA FERROSA) Sucatas ferrosas - pregos, grampos; Sucatas não ferrosas – cobre ou outro metal Onde colocamos o quê? METAIS (SUCATA)

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Coleta seletiva conscientização
Coleta seletiva conscientizaçãoColeta seletiva conscientização
Coleta seletiva conscientizaçãoAne Pimentel
 
Coleta Seletiva
Coleta SeletivaColeta Seletiva
Coleta SeletivaDeaaSouza
 
coleta seletiva e reciclagem
coleta seletiva e reciclagemcoleta seletiva e reciclagem
coleta seletiva e reciclagemTÂnio Alencar
 
CLASSIFICAÇÃO DOS RESÍDUOS SÓLIDOS
CLASSIFICAÇÃO DOS RESÍDUOS SÓLIDOSCLASSIFICAÇÃO DOS RESÍDUOS SÓLIDOS
CLASSIFICAÇÃO DOS RESÍDUOS SÓLIDOSMayke Jhonatha
 
Separação resíduos e reciclagem
Separação resíduos e reciclagemSeparação resíduos e reciclagem
Separação resíduos e reciclagemZb Campanha
 
Apresentação Sobre Lixo e Reciclagem
Apresentação Sobre Lixo e ReciclagemApresentação Sobre Lixo e Reciclagem
Apresentação Sobre Lixo e ReciclagemClaudia Costa
 
Gerenciamento dos Resíduos de Serviços de Saúde e Incinerador Hospitalar
Gerenciamento dos Resíduos de Serviços de Saúde e Incinerador HospitalarGerenciamento dos Resíduos de Serviços de Saúde e Incinerador Hospitalar
Gerenciamento dos Resíduos de Serviços de Saúde e Incinerador HospitalarFernanda Cabral
 
Gestão Ambiental 04 - gerenciamento de resíduos sólidos
Gestão Ambiental 04 -  gerenciamento de resíduos sólidosGestão Ambiental 04 -  gerenciamento de resíduos sólidos
Gestão Ambiental 04 - gerenciamento de resíduos sólidosMilton Henrique do Couto Neto
 
Resíduos sólidos industrias
Resíduos sólidos industriasResíduos sólidos industrias
Resíduos sólidos industriasDenise Marinho
 
Os 3 Rs da Sustentabilidade Ambiental
Os 3 Rs da Sustentabilidade AmbientalOs 3 Rs da Sustentabilidade Ambiental
Os 3 Rs da Sustentabilidade AmbientalCatalogando Na Escola
 
Coleta seletiva
Coleta seletivaColeta seletiva
Coleta seletivaDeaaSouza
 
Gerenciamento de Resíduos Sólidos
 Gerenciamento de Resíduos Sólidos Gerenciamento de Resíduos Sólidos
Gerenciamento de Resíduos SólidosMaster Ambiental
 
Educação: Conscientização da coleta seletiva.
Educação: Conscientização da coleta seletiva.Educação: Conscientização da coleta seletiva.
Educação: Conscientização da coleta seletiva.ayanne9945
 

Mais procurados (20)

Coleta seletiva conscientização
Coleta seletiva conscientizaçãoColeta seletiva conscientização
Coleta seletiva conscientização
 
Coleta Seletiva
Coleta SeletivaColeta Seletiva
Coleta Seletiva
 
coleta seletiva e reciclagem
coleta seletiva e reciclagemcoleta seletiva e reciclagem
coleta seletiva e reciclagem
 
Gerenciamento de Resíduos
Gerenciamento de ResíduosGerenciamento de Resíduos
Gerenciamento de Resíduos
 
RECICLAGEM
RECICLAGEMRECICLAGEM
RECICLAGEM
 
CLASSIFICAÇÃO DOS RESÍDUOS SÓLIDOS
CLASSIFICAÇÃO DOS RESÍDUOS SÓLIDOSCLASSIFICAÇÃO DOS RESÍDUOS SÓLIDOS
CLASSIFICAÇÃO DOS RESÍDUOS SÓLIDOS
 
Separação resíduos e reciclagem
Separação resíduos e reciclagemSeparação resíduos e reciclagem
Separação resíduos e reciclagem
 
Apresentação Sobre Lixo e Reciclagem
Apresentação Sobre Lixo e ReciclagemApresentação Sobre Lixo e Reciclagem
Apresentação Sobre Lixo e Reciclagem
 
Gerenciamento dos Resíduos de Serviços de Saúde e Incinerador Hospitalar
Gerenciamento dos Resíduos de Serviços de Saúde e Incinerador HospitalarGerenciamento dos Resíduos de Serviços de Saúde e Incinerador Hospitalar
Gerenciamento dos Resíduos de Serviços de Saúde e Incinerador Hospitalar
 
Gestão Ambiental 04 - gerenciamento de resíduos sólidos
Gestão Ambiental 04 -  gerenciamento de resíduos sólidosGestão Ambiental 04 -  gerenciamento de resíduos sólidos
Gestão Ambiental 04 - gerenciamento de resíduos sólidos
 
Slide coleta seletiva
Slide coleta seletivaSlide coleta seletiva
Slide coleta seletiva
 
Resíduos sólidos industrias
Resíduos sólidos industriasResíduos sólidos industrias
Resíduos sólidos industrias
 
Os 3 Rs da Sustentabilidade Ambiental
Os 3 Rs da Sustentabilidade AmbientalOs 3 Rs da Sustentabilidade Ambiental
Os 3 Rs da Sustentabilidade Ambiental
 
Aula 5 reciclagem
Aula 5  reciclagemAula 5  reciclagem
Aula 5 reciclagem
 
Coleta seletiva
Coleta seletivaColeta seletiva
Coleta seletiva
 
Gerenciamento de Resíduos Sólidos
 Gerenciamento de Resíduos Sólidos Gerenciamento de Resíduos Sólidos
Gerenciamento de Resíduos Sólidos
 
Reciclagem
ReciclagemReciclagem
Reciclagem
 
Aspectos e Impactos
Aspectos e Impactos  Aspectos e Impactos
Aspectos e Impactos
 
Coleta seletiva
Coleta seletivaColeta seletiva
Coleta seletiva
 
Educação: Conscientização da coleta seletiva.
Educação: Conscientização da coleta seletiva.Educação: Conscientização da coleta seletiva.
Educação: Conscientização da coleta seletiva.
 

Semelhante a Guia completo para coleta seletiva

SensibilizaçãO Reciclagem
SensibilizaçãO ReciclagemSensibilizaçãO Reciclagem
SensibilizaçãO Reciclagempedro
 
A Reciclagem
A Reciclagem   A Reciclagem
A Reciclagem cagasslb
 
A Coleta De Lixo Em Sao Paulo
A Coleta De Lixo Em Sao PauloA Coleta De Lixo Em Sao Paulo
A Coleta De Lixo Em Sao Paulovallmachado
 
Educação Ambiental
Educação AmbientalEducação Ambiental
Educação Ambientalveronicasilva
 
Reduzir Reutilizar Reciclar
Reduzir Reutilizar ReciclarReduzir Reutilizar Reciclar
Reduzir Reutilizar Reciclarlidia76
 
8.º ano tabalho grupo i regra dos 3 rs
8.º ano tabalho grupo i   regra dos 3 rs8.º ano tabalho grupo i   regra dos 3 rs
8.º ano tabalho grupo i regra dos 3 rsFloripeAbreu
 
Projeto Final Camila
Projeto Final CamilaProjeto Final Camila
Projeto Final Camilamilla028
 
Ii workshop de reciclagem da turma 2ºoc do pief de benfica
Ii workshop de reciclagem da turma 2ºoc do pief de benficaIi workshop de reciclagem da turma 2ºoc do pief de benfica
Ii workshop de reciclagem da turma 2ºoc do pief de benficaluisccoelho
 
Ii workshop de reciclagem da turma 2ºoc do pief de benfica
Ii workshop de reciclagem da turma 2ºoc do pief de benficaIi workshop de reciclagem da turma 2ºoc do pief de benfica
Ii workshop de reciclagem da turma 2ºoc do pief de benficaluisccoelho
 
Coletaseletiva 110403202023-phpapp02
Coletaseletiva 110403202023-phpapp02Coletaseletiva 110403202023-phpapp02
Coletaseletiva 110403202023-phpapp02carolina meira
 
Palestra Coleta seletiva.ppt
Palestra Coleta seletiva.pptPalestra Coleta seletiva.ppt
Palestra Coleta seletiva.pptcarlossilva333486
 
Reciclagem e separacao de residuos
Reciclagem e separacao de residuosReciclagem e separacao de residuos
Reciclagem e separacao de residuosEduardo Oliveira
 
Poster de reciclagem
Poster de reciclagemPoster de reciclagem
Poster de reciclagemodariane
 
BASTA EU NAO FAÇO LIXO 3 ºC CORIM
BASTA EU NAO FAÇO LIXO 3 ºC CORIMBASTA EU NAO FAÇO LIXO 3 ºC CORIM
BASTA EU NAO FAÇO LIXO 3 ºC CORIMrebentacaixotes
 
O que é a regra dos 3 rs
O que é a regra dos 3 rsO que é a regra dos 3 rs
O que é a regra dos 3 rsGAVOLUNTARIA
 

Semelhante a Guia completo para coleta seletiva (20)

SensibilizaçãO Reciclagem
SensibilizaçãO ReciclagemSensibilizaçãO Reciclagem
SensibilizaçãO Reciclagem
 
A Reciclagem
A Reciclagem   A Reciclagem
A Reciclagem
 
A Coleta De Lixo Em Sao Paulo
A Coleta De Lixo Em Sao PauloA Coleta De Lixo Em Sao Paulo
A Coleta De Lixo Em Sao Paulo
 
Educação Ambiental
Educação AmbientalEducação Ambiental
Educação Ambiental
 
Reduzir Reutilizar Reciclar
Reduzir Reutilizar ReciclarReduzir Reutilizar Reciclar
Reduzir Reutilizar Reciclar
 
8.º ano tabalho grupo i regra dos 3 rs
8.º ano tabalho grupo i   regra dos 3 rs8.º ano tabalho grupo i   regra dos 3 rs
8.º ano tabalho grupo i regra dos 3 rs
 
Projeto Final Camila
Projeto Final CamilaProjeto Final Camila
Projeto Final Camila
 
Ii workshop de reciclagem da turma 2ºoc do pief de benfica
Ii workshop de reciclagem da turma 2ºoc do pief de benficaIi workshop de reciclagem da turma 2ºoc do pief de benfica
Ii workshop de reciclagem da turma 2ºoc do pief de benfica
 
Ii workshop de reciclagem da turma 2ºoc do pief de benfica
Ii workshop de reciclagem da turma 2ºoc do pief de benficaIi workshop de reciclagem da turma 2ºoc do pief de benfica
Ii workshop de reciclagem da turma 2ºoc do pief de benfica
 
Semana do Meio Ambiente
Semana do Meio AmbienteSemana do Meio Ambiente
Semana do Meio Ambiente
 
Coletaseletiva 110403202023-phpapp02
Coletaseletiva 110403202023-phpapp02Coletaseletiva 110403202023-phpapp02
Coletaseletiva 110403202023-phpapp02
 
Palestra Coleta seletiva.ppt
Palestra Coleta seletiva.pptPalestra Coleta seletiva.ppt
Palestra Coleta seletiva.ppt
 
Reciclagem e separacao de residuos
Reciclagem e separacao de residuosReciclagem e separacao de residuos
Reciclagem e separacao de residuos
 
Reciclagem do vidro
Reciclagem do vidroReciclagem do vidro
Reciclagem do vidro
 
Poster de reciclagem
Poster de reciclagemPoster de reciclagem
Poster de reciclagem
 
Como e porquê separar o lixo
Como e porquê separar o lixoComo e porquê separar o lixo
Como e porquê separar o lixo
 
Coleta seletiva
Coleta seletivaColeta seletiva
Coleta seletiva
 
BASTA EU NAO FAÇO LIXO 3 ºC CORIM
BASTA EU NAO FAÇO LIXO 3 ºC CORIMBASTA EU NAO FAÇO LIXO 3 ºC CORIM
BASTA EU NAO FAÇO LIXO 3 ºC CORIM
 
RECICLAGEM
RECICLAGEMRECICLAGEM
RECICLAGEM
 
O que é a regra dos 3 rs
O que é a regra dos 3 rsO que é a regra dos 3 rs
O que é a regra dos 3 rs
 

Mais de Ane Costa

Campanha adornos
Campanha adornosCampanha adornos
Campanha adornosAne Costa
 
Treinamento sinalização de segurança
Treinamento sinalização de segurançaTreinamento sinalização de segurança
Treinamento sinalização de segurançaAne Costa
 
Treinamento trava quedas
Treinamento trava quedasTreinamento trava quedas
Treinamento trava quedasAne Costa
 
Treinamento transportador de correa
Treinamento transportador de correaTreinamento transportador de correa
Treinamento transportador de correaAne Costa
 
Treinamento geral radioproteção
Treinamento geral radioproteçãoTreinamento geral radioproteção
Treinamento geral radioproteçãoAne Costa
 
Treinamento choque elétrico
Treinamento choque elétricoTreinamento choque elétrico
Treinamento choque elétricoAne Costa
 
Treinamento Toxcologia industrial
Treinamento Toxcologia industrialTreinamento Toxcologia industrial
Treinamento Toxcologia industrialAne Costa
 
Treinamento Segurança em prensas
Treinamento Segurança em prensas Treinamento Segurança em prensas
Treinamento Segurança em prensas Ane Costa
 
treinamento ruido
treinamento ruido treinamento ruido
treinamento ruido Ane Costa
 
Treinamento de Proteção respiratória
Treinamento de Proteção respiratóriaTreinamento de Proteção respiratória
Treinamento de Proteção respiratóriaAne Costa
 
Treinamento de Primeiros socorros
Treinamento de Primeiros socorros Treinamento de Primeiros socorros
Treinamento de Primeiros socorros Ane Costa
 
MODELO DE LISTA DE PRESENÇA PARA TREINAMENTOS
MODELO DE LISTA DE PRESENÇA PARA TREINAMENTOSMODELO DE LISTA DE PRESENÇA PARA TREINAMENTOS
MODELO DE LISTA DE PRESENÇA PARA TREINAMENTOSAne Costa
 
FORMULARIO DEI NSOPEÇÃO
FORMULARIO DEI NSOPEÇÃO FORMULARIO DEI NSOPEÇÃO
FORMULARIO DEI NSOPEÇÃO Ane Costa
 
MODELO DE LISTA DE PRESENÇA EM TREINAMENTOS
MODELO DE LISTA DE PRESENÇA EM TREINAMENTOSMODELO DE LISTA DE PRESENÇA EM TREINAMENTOS
MODELO DE LISTA DE PRESENÇA EM TREINAMENTOSAne Costa
 
Formulario inspeção E.P.I
Formulario inspeção E.P.IFormulario inspeção E.P.I
Formulario inspeção E.P.IAne Costa
 
Modelo de ficha de E.P.I
Modelo de ficha de E.P.I Modelo de ficha de E.P.I
Modelo de ficha de E.P.I Ane Costa
 
modelo de ficha de E.P.I
modelo de ficha de E.P.I modelo de ficha de E.P.I
modelo de ficha de E.P.I Ane Costa
 
MODELO DE A.P.T
MODELO DE A.P.TMODELO DE A.P.T
MODELO DE A.P.TAne Costa
 
Check list veículos
Check list veículosCheck list veículos
Check list veículosAne Costa
 

Mais de Ane Costa (20)

Campanha adornos
Campanha adornosCampanha adornos
Campanha adornos
 
Treinamento sinalização de segurança
Treinamento sinalização de segurançaTreinamento sinalização de segurança
Treinamento sinalização de segurança
 
Treinamento trava quedas
Treinamento trava quedasTreinamento trava quedas
Treinamento trava quedas
 
Treinamento transportador de correa
Treinamento transportador de correaTreinamento transportador de correa
Treinamento transportador de correa
 
Treinamento geral radioproteção
Treinamento geral radioproteçãoTreinamento geral radioproteção
Treinamento geral radioproteção
 
Treinamento choque elétrico
Treinamento choque elétricoTreinamento choque elétrico
Treinamento choque elétrico
 
Treinamento Toxcologia industrial
Treinamento Toxcologia industrialTreinamento Toxcologia industrial
Treinamento Toxcologia industrial
 
Treinamento Segurança em prensas
Treinamento Segurança em prensas Treinamento Segurança em prensas
Treinamento Segurança em prensas
 
treinamento ruido
treinamento ruido treinamento ruido
treinamento ruido
 
Treinamento de Proteção respiratória
Treinamento de Proteção respiratóriaTreinamento de Proteção respiratória
Treinamento de Proteção respiratória
 
Treinamento de Primeiros socorros
Treinamento de Primeiros socorros Treinamento de Primeiros socorros
Treinamento de Primeiros socorros
 
MODELO DE LISTA DE PRESENÇA PARA TREINAMENTOS
MODELO DE LISTA DE PRESENÇA PARA TREINAMENTOSMODELO DE LISTA DE PRESENÇA PARA TREINAMENTOS
MODELO DE LISTA DE PRESENÇA PARA TREINAMENTOS
 
FORMULARIO DEI NSOPEÇÃO
FORMULARIO DEI NSOPEÇÃO FORMULARIO DEI NSOPEÇÃO
FORMULARIO DEI NSOPEÇÃO
 
MODELO DE LISTA DE PRESENÇA EM TREINAMENTOS
MODELO DE LISTA DE PRESENÇA EM TREINAMENTOSMODELO DE LISTA DE PRESENÇA EM TREINAMENTOS
MODELO DE LISTA DE PRESENÇA EM TREINAMENTOS
 
Formulario inspeção E.P.I
Formulario inspeção E.P.IFormulario inspeção E.P.I
Formulario inspeção E.P.I
 
mOa
mOamOa
mOa
 
Modelo de ficha de E.P.I
Modelo de ficha de E.P.I Modelo de ficha de E.P.I
Modelo de ficha de E.P.I
 
modelo de ficha de E.P.I
modelo de ficha de E.P.I modelo de ficha de E.P.I
modelo de ficha de E.P.I
 
MODELO DE A.P.T
MODELO DE A.P.TMODELO DE A.P.T
MODELO DE A.P.T
 
Check list veículos
Check list veículosCheck list veículos
Check list veículos
 

Último

eMulti_Estratégia APRRESENTAÇÃO PARA DIVULGAÇÃO
eMulti_Estratégia APRRESENTAÇÃO PARA DIVULGAÇÃOeMulti_Estratégia APRRESENTAÇÃO PARA DIVULGAÇÃO
eMulti_Estratégia APRRESENTAÇÃO PARA DIVULGAÇÃOMayaraDayube
 
Sistema endocrino anatomia humana slide.pdf
Sistema endocrino anatomia humana slide.pdfSistema endocrino anatomia humana slide.pdf
Sistema endocrino anatomia humana slide.pdfGustavoWallaceAlvesd
 
Enhanced recovery after surgery in neurosurgery
Enhanced recovery  after surgery in neurosurgeryEnhanced recovery  after surgery in neurosurgery
Enhanced recovery after surgery in neurosurgeryCarlos D A Bersot
 
ENFERMAGEM - MÃ_DULO IV - ENFERMAGEM EM PACIENTES CRITICOS.pptx
ENFERMAGEM - MÃ_DULO IV - ENFERMAGEM EM PACIENTES CRITICOS.pptxENFERMAGEM - MÃ_DULO IV - ENFERMAGEM EM PACIENTES CRITICOS.pptx
ENFERMAGEM - MÃ_DULO IV - ENFERMAGEM EM PACIENTES CRITICOS.pptxcontatofelipearaujos
 
Medicina Legal.pdf jajahhjsjdjskdhdkdjdjdjd
Medicina Legal.pdf jajahhjsjdjskdhdkdjdjdjdMedicina Legal.pdf jajahhjsjdjskdhdkdjdjdjd
Medicina Legal.pdf jajahhjsjdjskdhdkdjdjdjdClivyFache
 
PSORÍASE-Resumido.Diagnostico E Tratamento- aula.ppt
PSORÍASE-Resumido.Diagnostico E Tratamento- aula.pptPSORÍASE-Resumido.Diagnostico E Tratamento- aula.ppt
PSORÍASE-Resumido.Diagnostico E Tratamento- aula.pptAlberto205764
 
Primeiros Socorros - Sinais vitais e Anatomia
Primeiros Socorros - Sinais vitais e AnatomiaPrimeiros Socorros - Sinais vitais e Anatomia
Primeiros Socorros - Sinais vitais e AnatomiaCristianodaRosa5
 
Aula Saúde da Criança e do Adolescente.pptx
Aula Saúde da Criança e do Adolescente.pptxAula Saúde da Criança e do Adolescente.pptx
Aula Saúde da Criança e do Adolescente.pptxIgrejaBblica1
 
Manual_Gestao e Administracao_III__Julho13_FINAL..pdf
Manual_Gestao e Administracao_III__Julho13_FINAL..pdfManual_Gestao e Administracao_III__Julho13_FINAL..pdf
Manual_Gestao e Administracao_III__Julho13_FINAL..pdfClivyFache
 
AULA SOBRE SAMU, CONCEITOS E CARACTERICAS
AULA SOBRE SAMU, CONCEITOS E CARACTERICASAULA SOBRE SAMU, CONCEITOS E CARACTERICAS
AULA SOBRE SAMU, CONCEITOS E CARACTERICASArtthurPereira2
 
TERMO DE CONSENTIMENTO LIVRE - ENDOLASER
TERMO DE CONSENTIMENTO LIVRE - ENDOLASERTERMO DE CONSENTIMENTO LIVRE - ENDOLASER
TERMO DE CONSENTIMENTO LIVRE - ENDOLASERCarlaDaniela33
 
Anatomopatologico HU UFGD sobre CA gástrico
Anatomopatologico HU UFGD sobre CA gástricoAnatomopatologico HU UFGD sobre CA gástrico
Anatomopatologico HU UFGD sobre CA gástricoMarianaAnglicaMirand
 

Último (13)

eMulti_Estratégia APRRESENTAÇÃO PARA DIVULGAÇÃO
eMulti_Estratégia APRRESENTAÇÃO PARA DIVULGAÇÃOeMulti_Estratégia APRRESENTAÇÃO PARA DIVULGAÇÃO
eMulti_Estratégia APRRESENTAÇÃO PARA DIVULGAÇÃO
 
Sistema endocrino anatomia humana slide.pdf
Sistema endocrino anatomia humana slide.pdfSistema endocrino anatomia humana slide.pdf
Sistema endocrino anatomia humana slide.pdf
 
Enhanced recovery after surgery in neurosurgery
Enhanced recovery  after surgery in neurosurgeryEnhanced recovery  after surgery in neurosurgery
Enhanced recovery after surgery in neurosurgery
 
ENFERMAGEM - MÃ_DULO IV - ENFERMAGEM EM PACIENTES CRITICOS.pptx
ENFERMAGEM - MÃ_DULO IV - ENFERMAGEM EM PACIENTES CRITICOS.pptxENFERMAGEM - MÃ_DULO IV - ENFERMAGEM EM PACIENTES CRITICOS.pptx
ENFERMAGEM - MÃ_DULO IV - ENFERMAGEM EM PACIENTES CRITICOS.pptx
 
Medicina Legal.pdf jajahhjsjdjskdhdkdjdjdjd
Medicina Legal.pdf jajahhjsjdjskdhdkdjdjdjdMedicina Legal.pdf jajahhjsjdjskdhdkdjdjdjd
Medicina Legal.pdf jajahhjsjdjskdhdkdjdjdjd
 
PSORÍASE-Resumido.Diagnostico E Tratamento- aula.ppt
PSORÍASE-Resumido.Diagnostico E Tratamento- aula.pptPSORÍASE-Resumido.Diagnostico E Tratamento- aula.ppt
PSORÍASE-Resumido.Diagnostico E Tratamento- aula.ppt
 
Primeiros Socorros - Sinais vitais e Anatomia
Primeiros Socorros - Sinais vitais e AnatomiaPrimeiros Socorros - Sinais vitais e Anatomia
Primeiros Socorros - Sinais vitais e Anatomia
 
Aula Saúde da Criança e do Adolescente.pptx
Aula Saúde da Criança e do Adolescente.pptxAula Saúde da Criança e do Adolescente.pptx
Aula Saúde da Criança e do Adolescente.pptx
 
Manual_Gestao e Administracao_III__Julho13_FINAL..pdf
Manual_Gestao e Administracao_III__Julho13_FINAL..pdfManual_Gestao e Administracao_III__Julho13_FINAL..pdf
Manual_Gestao e Administracao_III__Julho13_FINAL..pdf
 
Aplicativo aleitamento: apoio na palma das mãos
Aplicativo aleitamento: apoio na palma das mãosAplicativo aleitamento: apoio na palma das mãos
Aplicativo aleitamento: apoio na palma das mãos
 
AULA SOBRE SAMU, CONCEITOS E CARACTERICAS
AULA SOBRE SAMU, CONCEITOS E CARACTERICASAULA SOBRE SAMU, CONCEITOS E CARACTERICAS
AULA SOBRE SAMU, CONCEITOS E CARACTERICAS
 
TERMO DE CONSENTIMENTO LIVRE - ENDOLASER
TERMO DE CONSENTIMENTO LIVRE - ENDOLASERTERMO DE CONSENTIMENTO LIVRE - ENDOLASER
TERMO DE CONSENTIMENTO LIVRE - ENDOLASER
 
Anatomopatologico HU UFGD sobre CA gástrico
Anatomopatologico HU UFGD sobre CA gástricoAnatomopatologico HU UFGD sobre CA gástrico
Anatomopatologico HU UFGD sobre CA gástrico
 

Guia completo para coleta seletiva

  • 1. O aumento do consumo mundial gera cada vez mais lixo. COLETA SELETIVA PARA RECICLAGEM DE LIXO Consiste em diminuir a quantidade de lixo produzido, desperdiçar menos, consumir só o necessário, sem exageros . É dar “nova vida” a materiais, a partir da reutilização de sua matéria-prima, para fabricar novos produtos . É dar nova utilidade, ou utilizar novamente, materiais que na maioria das vezes consideramos inúteis e jogamos fora . REDUZIR RECICLAR REUTILIZAR
  • 2.
  • 3. Para onde vai o material recolhido? Todo o material reciclável recolhido nas Minas de Alegria e Timbopeba é doado para instituições beneficentes da cidade de Mariana. Hoje, ao participar da coleta seletiva, você colabora com o: GIS (Grupo de Integração Social) Mariana
  • 4. ACERTE O ALVO. Onde colocamos o quê?
  • 5. COLETOR MARRON - BIODEGRADÁVEL Restos de alimentos, cascas e sementes de frutas e legumes, cascas de ovos, borra de café. B I O D E G R A D Á V E L Um grande gerador deste resíduo é o restaurante! Onde colocamos o quê? BIODEGRA-DÁVEL
  • 6. C O P O S D E S C A R T. Toda a área gera este resíduo! COLETOR BRANCO – COPOS DESCARTÁVEIS Copos comuns de uso geral para água e café. Onde colocamos o quê? COPOS
  • 7. L I X O C O M U M Material não reciclável COLETOR PRETO -   LIXO COMUM Tampas de marmitex e de iogurte, papel toalha, papel higiênico, papel com restos de alimentos ou sujos, papel de fax, papel plastificado, papel carbono, etiquetas adesivas, isopor, garrafas, cacos de vidro, vidros de conserva, vidros de reagentes limpos, lâmpadas incandescentes quebradas, espelho, pára-brisas, vidros temperados, cristal, transparências, fotografias, toco de cigarro, embalagens de bombons/ balas/ biscoitos, pilhas comuns de 1,5 a 6,0 V, saquinhos de leite, resíduos de varrição, galhos, lã de vidro e outros. Onde colocamos o quê? LIXO COMUM
  • 8. P A P E L Devemos retirar os grampos dos papéis. COLETOR AZUL - PAPEL   Jornais, revistas, embalagens, papel de impressora/xerox, envelopes, papel de pão limpo, cadernos, catalógos, guardanapo limpo e outros. Atenção: NÂO COLOQUE NESTE COLETOR : Papéis (molhados ou sujos de gordura, óleos, graxas), papel celofane, papel carbono, fotografia, guardanapo usado, papel higiênico, lenço de papel – estes devem ser descartados no lixo comum Onde colocamos o quê? PAPEL
  • 9. P L Á S T I C O Os copos brancos (água, café, iogurte) não são de plástico – há coletores específicos para estes. As tampas dos copos de água mineral são de alumínio e devem ser descartadas em coletor de lixo comum COLETOR VERMELHO – PLÁSTICO Garrafas (PET), sacos plásticos, embalagens / frascos de produtos de limpeza (limpos), garrafas de água mineral, copos de água mineral sem a tampa, talheres descartáveis, etc. Onde colocamos o quê? PLÁSTICO
  • 10. M E T A L . A L U M Í N I O 63% das latinhas de alumínio vendidas no Brasil retornam ao mercado depois de recicladas. COLETOR AMARELO – METAL (ALUMÍNIO) Latas de refrigerante e cerveja, papel alu-mínio, marmitex (limpo), pastilha prensada, etc. Onde colocamos o quê? METAIS (ALUMÍNIO)
  • 11. M E T A L . S U C. F E R R. Toda a área gera este resíduo! COLETOR AMARELO – METAL (SUCATA FERROSA) Sucatas ferrosas - pregos, grampos; Sucatas não ferrosas – cobre ou outro metal Onde colocamos o quê? METAIS (SUCATA)