SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 68
CENTRO UNIVERSITÁRIO DO PARÁ
CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS
BACHARELADO EM ADMINISTRAÇÃO
ANDRÉ PATRÍCIO FERREIRA XAVIER
JACKELINE GUIMARÃES DOS SANTOS
MARCOS VINICIOS CARDOSO
VALÉRIA SUANY GONÇALVES
PLANO DE NEGÓCIOS
PENÉLOPE AUTO PEÇAS
BELÉM-PA
2014
ANDRÉ PATRÍCIO FERREIRA XAVIER
JACKELINE GUIMARÃES DOS SANTOS
MARCOS VINICIOS CARDOSO
VALÉRIA SUANY GONÇALVES
PLANO DE NEGÓCIOS
PENÉLOPE AUTO PEÇAS
BELÉM-PA
2014
Plano de negócios apresentado para obtenção de nota
parcial referente á avaliação do 2° bimestre, 7º período
do curso de Bacharelado em Administração do Centro
Universitário do Pará (CESUPA).
Orientador (a): Profª. MSc Helen Lopes Noronha
SUMÁRIO
1 INTRODUÇÃO.................................................................................................................5
2 RESUMO EXECUTIVO..................................................................................................5
2.1 APRESENTAÇÃO DA EMPRESA ....................................................................................5
2.1.1 elementos estratégicos para a viabilização do plano de negócios................................6
2.1.2 missão, visão, valores e objetivos do negócio.................................................................9
2.1.3 setor de atividades .........................................................................................................10
2.1.4 perfil e atribuição dos sócios.........................................................................................10
2.2 FORMA JURÍDICA...........................................................................................................11
2.3 ENQUADRAMENTO TRIBUTÁRIO ..............................................................................12
2.3.1 enquadramento a nível federal.....................................................................................12
2.3.1.1 regime simples..............................................................................................................12
2.3.2 enquadramento a nível estadual...................................................................................12
2.3.3 enquadramento a nível municipal................................................................................12
2.4 CAPITAL SOCIAL............................................................................................................13
2.5 PLANO OPERACIONAL..................................................................................................13
2.5.1 estrutura organizacional...............................................................................................13
2.5.2 localização ......................................................................................................................14
2.5.3 layout ..............................................................................................................................15
2.5.4 capacidade comercial ....................................................................................................15
2.5.4.1 fluxograma das atividades operacionais do negócio ....................................................16
2.5.5 processo de comercialização .........................................................................................16
2.6 PLANEJAMENTO DE RECURSOS HUMANOS ESTRATÉGICO...............................17
2.6.1 missão de recursos humanos e estratégia de atuação.................................................17
2.6.2 subsistema de provisão..................................................................................................18
2.6.3 subsistema de aplicação ................................................................................................19
2.6.4 subsistema de manutenção............................................................................................21
2.6.4.1 planos de benefícios ....................................................................................................21
2.6.4.2 higiene, segurança do trabalho e qualidade de vida no trabalho ..................................23
2.6.5 subsistema de desenvolvimento....................................................................................24
2.6.6 subsistema de monitoramento......................................................................................25
2.7 ASPECTOS DE MARKETING.........................................................................................25
2.7.1 produto ...........................................................................................................................26
2.7.1.1 diferencial competitivo.................................................................................................26
2.7.2 clientes ............................................................................................................................27
2.7.3 análise de mercado ........................................................................................................27
2.7.3.1 analise swot..................................................................................................................28
2.7.4 fornecedores ...................................................................................................................29
2.7.5 concorrência...................................................................................................................30
2.7.6 preço................................................................................................................................30
2.7.7 estratégias promocionais...............................................................................................30
2.7.8 praça ...............................................................................................................................31
2.8 PLANO FINANCEIRO......................................................................................................32
2.8.1 demonstração do resultado do exercício (d.r.e.) .........................................................32
2.8.2 indicadores de viabilidade do plano.............................................................................33
2.8.2.1 ponto de equilíbrio........................................................................................................33
2.8.2.2 lucratividade .................................................................................................................33
2.8.2.3 rentabilidade .................................................................................................................33
2.8.2.4 margem de contribuição ...............................................................................................33
2.8.2.5 retorno esperado do investimento.................................................................................33
3 AVALIAÇÃO DO PLANO DE NEGÓCIOS ...................................................................34
REFERENCIAS .....................................................................................................................36
ANEXOS .................................................................................................................................38
APÊNDICE .............................................................................................................................50
5
1 INTRODUÇÃO
Com o intuito de desenvolver profissionais com competências, habilidades e formação
ético-cidadão, o curso de administração com ênfase em gestão com pessoas, propõe por meio
do Plano de negócios, uma atividade prática que auxilia o indivíduo a realizar projetos
empreendedores compartilhados a visão da dinâmica e complexidade, da intensa relação do
mundo global.
O plano de negócios é um documento pelo qual o empreendedor formalizará os
estudos a respeito de suas ideias, transformando-se num negócio. Assim, através do
planejamento, é possível prevenir-se contra os riscos negócio, além de avaliar as
oportunidades que são oferecidas pelas demandas externas por meio das análises do contexto
socioambiental, político, cultural, tecnológico e econômico.
Desta forma, o egresso do curso é estimulado a ampliar sua visão sobre os processos
administrativo, possibilitando a formulação de alternativas capazes de propiciar soluções na
gestão desses empreendimentos, como agentes de mudança de modernização e de
responsabilidade social.
Já para o empreendedor, as vantagens de criar um Plano de negócios, estão na
capacidade de reunir informações sobre as características, condições e necessidades do futuro
empreendimento, com o objetivo de analisar sua potencialidade e sua viabilidade, facilitando
sua implantação e financiamento externo.
Preparar gestores capazes de desenvolver, e analisar as políticas organizacionais de
gestão social, assumindo riscos e aproveitando oportunidades, apresentando diferencial
competitivo, por meio do gerenciamento do capital intelectual, agregando valor aos
empreendimentos com práticas administrativas, é a grande contribuição para a academia.
Desta forma, o trabalho multidisciplinar do semestre, realiza várias analises, reunindo
todas as aspirações do negócio, afim de que sua implantação e financiamento externo possam
ser efetivados da melhor maneira.
2 RESUMO EXECUTIVO
O mercado automobilístico tem apresentado grande um crescimento, a participação
desse nicho mercadológico no PIB brasileiro deu um salto de 45,6% em onze anos, em
contrapartida, entre Junho de 2011 e Maio de 2012 63% da frota nacional é composta por
veículos com mais de cinco anos de uso , sendo que no Brasil, as mulheres são responsáveis
6
por 85% das decisões na compra de carros. Ambiente que favorece o nascimento deste
empreendimento.
Este plano de negócios tem o objetivo de apresentar a Penelope Autopeças, uma
empresa que detém em sua filosofia ser uma geradora de lucros atrelada ao desenvolvimento
econômico sustentável da sociedade na qual está inserida. Direcionada ao público feminino,
apresenta uma estrutura moderna, idealizada para ser uma referência de empresa do Sec. XXI.
A empresa é uma fornecedora de componentes automotivos reutilizáveis, porém com o
compromisso de prover a seus clientes um nível de qualidade excepcional, e uma alternativa
sustentável como principal diferencial competitivo e o atendimento ao público feminino, o
qual é apoiado pela implantação de um RH estratégico e os 4P’S do Marketing, que
desenvolvem a empresa através de uma visão contingencial e sistêmica, a qual abrange o uso
inteligente do capital investido, e estratégias coerentes para a viabilidade do negócio.
2.1 APRESENTAÇÃO DA EMPRESA
Nome Fantasia: Penelope Autopeças
Razão Social: A.J.M.V Comercio e desmanche Ltda.
CNPJ: 12.396.428/0001 – 72 Inscrição estadual nº 15.8910045
2.1.1 Elementos estratégicos para a viabilização do plano de negócios
No mundo pós-contemporâneo (Sec. XXI), o qual se presencia, torna-se estratégico
compreender a posição chave que a mulher conquistou dentro dos mais variados segmentos de
mercado1
. Desde a Era Industrial até o presente contexto, evidenciou-se uma mudança no
modelo Societal ocasionado pela quebra de paradigma, o que culminou numa mudança
cultural sem precedentes. O real desafio consiste em saber lidar com as mudanças desse novo
mundo”2
(TOFFLER 1970). O que se enxerga é que muitas mulheres atualmente
desempenham papéis centrais e estratégicos dentro das diversas organizações em que atuam.
1
De acordo com Probst (2006): “No Brasil, as mulheres são 41% da força de trabalho, mas ocupam somente
24% dos cargos de gerência. O balanço anual da Gazeta Mercantil revela que a parcela de mulheres nos cargos
executivos das 300 maiores empresas brasileiras subiu de 8%, em 1990, para 13%, em 2000”
2
(TOFFLER 1970) os seguintes aspectos do novo mundo: o fim da permanência; a transitoriedade dos negócios,
das relações e das informações; a diversidade dos estilos de vida; os limites físicos e psicológicos da adaptação;
as estratégias para lidar com o amanhã.
7
Porém, mesmo com toda essa revolução feminina, ainda é notório que a maioria delas não
conseguem ou são tratadas como se não entendessem de automóveis.
O nicho de negócio automobilístico tem exercido papel central no desenvolvimento
econômico e tecnológico do Brasil. Em contrapartida, sabe-se que a fabricação de novos
componentes demanda o uso de muita matéria prima e recursos, além de causar danos ao
meio ambiente. Segundo a JR Diesel “A proposta de reuso está entre as iniciativas que podem
reduzir o impacto do consumo, a fabricação do motor de um carro que chega a emitir até 270
Kg de Dióxido de carbono (Co², um dos gases de efeito estufa) na atmosfera”. Nesse cenário
da sustentabilidade, nasce a “Penelope Autopeças”(Logo em apêndice A), com a proposta de
reaproveitamento de componentes, colaborando para o desenvolvimento sustentável.
Apesar de toda a grandeza do mercado automobilístico3
, percebe-se que as lojas
atuantes deste segmento não apresentaram capacidade de ressignificar seus preceitos sobre
esse público alvo, o que culmina numa visão “fashionista” do universo feminino e sobre a
demanda deste mercado consumidor. Conquistar esse nicho é conseguir acessar uma parcela
de mercado que atualmente é responsável por 85% das decisões de escolha do modelo de
automóvel e mais de 48% na hora de efetuar a compra, e muito além, é dar espaço para que
essa importante parte da sociedade possa ter a liberdade de dizer que chegou para ficar,
hasteando sua bandeira nesse ramo ainda tão dominado pelo público masculino4
.
O público feminino tem apresentado expansão nos últimos anos, e em meio à ausência
de um serviço especifico para esse público alvo5
, a Penelope Autopeças traz em sua essência
o conceito criativo de se pensar um espaço direcionado a esse Market Share para que possa
assim saciar os desejos e anseios dessas mulheres, tendo como inovação a oferta de produtos
e serviços previamente dimensionados, e disponibilizando oficinas praticas sobre
aprendizagem automobilística, propiciando um atendimento personalizado e sensível a esse
universo, tal conceito tende a criar um laço com o cliente, atribuindo-lhe valoração positiva na
3
De acordo com a pesquisa, a participação das montadoras no Produto Interno Bruto (PIB) da indústria saltou
45,6% em 11 anos, passando de uma fatia de 12,5%, em 2000, para 18,2%, em 2011. O estudo foi conduzido
pela professora Nara Simone Roehe, especialista em políticas industriais para o setor automotivo e doutora pela
PUC do Rio Grande do Sul.
4
“Hoje o público feminino é mais participativo, mais ativo e decisivo no ramo de automóveis. E elas compram
carros de diversos tipos, com boa qualidade e grandes marcas, o que significa que além de se interessarem mais,
elas também entendem bem daquilo que estão levando para a garagem”, afirma Paulo Cruz, empresário e
fundador do site Temusados em entrevista à http://acritica.uol.com.br/manaus/Manaus-Amazonas-Amazonia-
cotidiano-veiculos-compra-mulheres-automoveis-poder_de_compra-montadoras_0_736726335.html
5
SEBRAE - Uma oficina que atenda preferencialmente mulheres, e na qual tudo seja pensado de acordo com o
universo, as expectativas e as necessidades das mulheres é a dica. É quase inexplicável que não existam
inúmeras empresas desse tipo.
8
cadeia de valor do comprador. Sendo assim, a competitividade da Penelope está na forma
como está procura impactar o seu nicho mercadológico oferecendo uma alternativa totalmente
diferente de seus concorrentes, seja como baixo custo, diferenciação (Busca pela qualidade
em recursos humanos e atendimento, modelo gerencial inovador) e consciência
Socioambiental.
O crescente mercado venda de carros seminovos na região amazônica cujo os modelos
saem de linha e respectivamente deixam de ser fabricados, fornece a oportunidade de atuação
neste mercado, provando assim a viabilidade econômica do negócio. Torna-se seguro e
garantido, acrescentando o porquê da essência da Penelope Autopeças no crescimento desse
mercado consumidor que dobrou em dez anos segundo gráfico abaixo.
Figura 1: Crescimento da frota de automóveis na metrópole de Belém
Fonte: Observatório das metrópoles
Belém é a cidade que apresenta a menor frota entre todas as metrópoles brasileiras,
logo a maior relação habitante/veículo. Apesar disso, é preciso considerar que a frota quase
dobrou de 142.032 para 280.231 carros nos dez anos considerados nesta análise. Isto ocorreu
a partir de um crescimento superior à média do crescimento da frota das metrópoles e do
Brasil.
O caráter exequível do negócio se mostra mais firme uma vez que, na região
amazônica, existam negócios, até mesmo um “polo” informal no qual empresas do mesmo
nicho se instalam, e ainda assim, apresentam relativo lucro e continuidade. O negócio
apresenta inúmeros concorrentes, as quais sua grande maioria está instalada na Avenida Pedro
9
Miranda, na cidade de Belém no estado do Pará, porém a Penelope, em busca de sua
competitividade, apoia-se na estratégia de enfoque, pois tem seu público alvo bem definido, e
procura a fidelidade do mesmo, todavia, isso não significa delimitação e também busca a
constante diferenciação de seus produtos e serviços dos oferecidos pelos demais players6
,
onde todos detém atendimento massificado.
Na busca de desenvolver suas atividades de maneira satisfatória, o negócio necessitará
de mão de obra qualificada e treinada, para que possa atender assim os anseios de seu público
alvo, o que proverá para a região como caráter social, a geração de emprego e renda, além de
fornecer assim uma nova visão sobre a execução desse empreendimento, logo, apoiada em sua
estrutura, também, poderá servir de referência ao mercado, objetivo esse buscado. Trata-se
um convite a outras organizações que com certeza buscarão toda a sorte de competências para
fazer frente a essa concorrência e a outras organizações que trabalham com cursos de
capacitação profissional que procurarão formas de prover o capital humano necessário para
esse potencial mercado.
O Pará é segundo maior estado do Brasil em questão de território, talvez por isto exista
uma grande diversidade tanto social quanto natural, podemos observar isso através do caráter
regional que é na verdade uma mistura de ritmos e raças. Significa pensar o desenvolvimento
organizacional no ambiente voltado para Belém do Pará com uma área de aproximadamente
1.064,918 km², Com uma população de 1.425.923 habitantes, de acordo com o portal de
notícias Diário online a cidade terá cerca de 500 mil carros até o final do ano segundo dados
apresentados pela Unidade Central de Planejamento do Departamento de Trânsito do Estado
do Pará (DETRAN).Com o aumento significativo de automóveis a loja de autopeças Penelope
entra no mercado com o diferencial no atendimento ao público feminino paraense.
2.1.2 Missão, visão, valores e objetivos do negócio.
A partir de todas as perspectivas e desejos inferidos durante a idealização desse
negócio, seguindo os pensamentos de Drucker quando afirma que “Uma empresa se define
pela sua missão. Somente uma definição clara da missão é razão de existir da organização e
torna possíveis, claros e realistas os objetivos da empresa”. O que auxilia então como pedra
fundamental para a edificação desta organização. Logo, a Missão organizacional da Penelope
Autopeças é proporcionar qualidade e excelência no atendimento no ramo de autopeças
6
Participantes de mercado, concorrência.
10
voltadas para o público feminino a partir de peças reutilizáveis que atendam as
necessidades dos nossos clientes.
Os sócios da organização acreditam que para tornar essa missão realidade, e para criar
um ambiente que legitime este ideal, é de extrema importância definir valores que possam
constituir pilares em que a organização assente suas atividades e apoie suas decisões, dentre
eles pode-se destacar a valorização do ser humano, a inovação, a responsabilidade social,
ética, sensibilidade no atendimento, a qualidade de vida e a sustentabilidade.
A visão, ideia predominante do que a organização pretende ser no período de cinco
anos é “tornar-se líder de mercado como empresa criativa, inovadora e de crescimento
contínuo e sustentável até o ano de 2019, no ramo de autopeças na cidade de Belém, com
diferencial no atendimento ao público feminino”, partindo da meta viável de ser
reconhecida até o ano de 2017 como empresa inovadora no setor de autopeças
fornecendo uma alternativa sustentável. Com os objetivos de tornar-se líder de mercado;
abrir uma nova unidade organizacional; Ser uma empresa ágil; Ter um tratamento
personalizado aos anseios femininos.
2.1.3 Setor de atividade
A empresa concentra suas ações no ramo de desmanches de automóveis e
comercialização de autopeças, logo, situa-se no setor de comércio, e arrenda suas atividades
de instalação de componentes, atuando assim no setor de prestação de serviços. De acordo
com a LEI Nº 12.521, DE 02 DE JANEIRO DE 2007, que disciplina o funcionamento de
estabelecimentos comerciais de desmonte de veículos automotores de via terrestre, bem como
a comercialização de autopeças usadas e recondicionadas, deverá ser efetuado exclusivamente
por estabelecimento comercial credenciado junto ao Departamento Estadual de Trânsito -
DETRAN.
2.1.4 Perfil e Atribuição dos Sócios
Sócio: André Patrício Ferreira Xavier.
Endereço: Passagem Mucajá nº 07, Av. Pedro Alvarez Cabral.
Cidade/Estado: Belém/ Pa.
Telefone 1: 091-3244-3155.
11
Perfil: Atualmente cursa o sétimo semestre do curso de Graduação em Administração com
ênfase em gestão com pessoas no Centro Universitário do Pará (CESUPA – PA).
Atribuições do sócio: Diretor Administrativo-Financeiro-Contábil.
Sócio: Jackeline Guimarães dos Santos.
Endereço: Av. Fernando Guilhon nº 969 Ap: 101
Cidade/Estado: Belém/ PA.
Telefone 1: 091-8183-9121.
Perfil: Atualmente cursa o sétimo semestre do curso de Graduação em Administração com
ênfase em gestão com pessoas no Centro Universitário do Pará (CESUPA – PA).
Atribuições do sócio: Diretora de Operações e Logística.
Sócio: Marcos Vinicios Cardoso Viana.
Endereço: Tv. Humaitá nº2292 Ap: 1803
Cidade/Estado: Belém/ PA.
Telefone 1: 091-8151-6986
Perfil: Atualmente cursa o sétimo semestre do curso de Graduação em Administração com
ênfase em gestão com pessoas no Centro Universitário do Pará (CESUPA – PA).
Atribuições do sócio: Diretor Marketing e vendas.
Sócio: Valéria Suany Lopes Gonçalves.
Endereço: Conjunto Aderico Queiroz de Miranda Q: A nº 26, Bairro: Juazeiro
Cidade/Estado: Santa Isabel/ PA.
Telefone 1: 091-9621-3518.
Perfil: Atualmente cursa o sétimo semestre do curso de Graduação em Administração com
ênfase em gestão com pessoas no Centro Universitário do Pará (CESUPA – PA).
Atribuições do sócio: Diretora de RH e assessoria de qualidade
2.2 FORMA JURÍDICA.
Trata-se de uma Sociedade Empresária, aquela que exerce profissionalmente atividade
econômica organizada para a produção ou circulação de bens e/ou de serviços, constituindo
elemento de empresa e devendo inscrever-se na Junta Comercial. Além disso, é a pessoa
jurídica que explora a empresa, sendo a própria sociedade a titular da atividade econômica.
12
2.3 ENQUADRAMENTO TRIBUTÁRIO
Lei Complementar nº 123, de 14 de dezembro de 2006 (Atualizada pelas Leis
Complementares 127/2007, 128/2008, 133/2009 e 139/2011) Institui o Estatuto Nacional da
Microempresa e da Empresa de Pequeno Porte.
“Considera-se Empresa de Pequeno Porte, para efeito do Simples Nacional, a pessoa
jurídica que aufira, em cada ano-calendário, receita bruta superior a R$ 240.000,00 e igual
ou inferior a R$ 3.600.000,00”.
Sendo assim, estima-se uma receita bruta anual no valor de R$ 701.603,46, onde a
empresa Penelope Autopeças será enquadrada no Simples Nacional, onde serão cobrados os
seguintes impostos de competência federal e estadual.
2.3.1 Enquadramento a nível Federal.
 Imposto sobre a Renda da Pessoa Jurídica – IRPJ;
 Imposto sobre circulação de mercadorias e prestação de serviços – ICMS;
 Contribuição Social sobre o Lucro Líquido – CSLL;
 Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social – COFINS;
 Contribuição para o PIS;
2.3.1.1 Regime Simples.
A empresa se enquadra como Regime simples por apresentar uma lucratividade que se
enquadra no regime tributário simples nacional, que beneficia as micro e pequenas empresas
no Brasil.
2.3.2 Enquadramento a nível Estadual
 Imposto sobre Operações Relativas à Circulação de Mercadorias e Sobre Prestações de
Serviços de Transporte Interestadual e Intermunicipal e de Comunicação – ICMS
2.3.3 Enquadramento a nível Municipal
13
 Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza - ISS.
2.4 CAPITAL SOCIAL
Estima-se que o valor de 267.046,20, é suficiente para a abertura e manutenção do
negócio por um período de um ano segundo plano financeiro posteriormente apresentado.
Nome do Sócio Valor ($) e % de participação
André Xavier 53.409,24 (20%)
Jackeline Guimarães 53.409,24 (20%)
Marcos Cardoso 106.818,48 (40%)
Valéria Gonçalves 53.409,24 (20%)
TOTAL 267.046,20 (100%)
Tabela 1: Investimento
Fonte: Elaboração dos autores
2.5 PLANO OPERACIONAL
2.5.1 Estrutura organizacional
A estrutura organizacional que define melhor o funcionamento interno da empresa é a
celular, a qual é caracterizada pela alta flexibilidade, em que o delineamento da estrutura
praticamente inexiste, e a informalidade é muito elevada (VASCONCELOS; HEMSLEY,
1997, P.25).
Com o objetivo de desenvolver vasos comunicantes na sua cultura organizacional,
onde as informações são transmitidas a todos os sócios proprietários, afim de que todos os
processos ligados diretamente e indiretamente ao negócio sejam do conhecimento de todos os
gestores.
14
Há ainda o poder de autonomia que cada célula possui, comparando-se á uma
microempresa, mas vale ressaltar que há uma vinculação visceral com o projeto da empresa
global. Além de que esse é um negócio que é desenvolvido por duas frentes, as quais uma
trabalhará para executar as premissas do planejamento estratégico e a outra, de tornar a
empresa mais competitiva de acordo com o planejamento lançado.
O organograma da empresa busca mostrar sua resiliência, adaptabilidade e velocidade
enquanto organismo, onde as mudanças do mundo externo são as principais influências que
motivam a adaptação deste negócio às demandas de mercado, expectativas de clientes,
políticas e etc. Conforme figura abaixo
Figura 2: Organograma Penelope Autopeças
Fonte: Elaboração dos autores
2.5.2 Localização
A empresa estará localizada na Avenida Pedro Miranda n° 284 entre Avenida Dr.
Freitas e a Travessa Alferes Costa, CEP - 66085-005. Bairro da Pedreira, na cidade de Belém
Assessoria
de RH e de
qualidade
Logística e
Operações
Financeiro
contábil
Marketing
e Vendas
Colegiado
diretor
15
do Pará (ver Anexo A). Elegeu-se essa localização por apresentar uma concentração informal
de negócios semelhantes por compartilharem o mesmo nicho mercadológico. Este é um
logradouro já reconhecido por ser referência em vendas de peças usadas, e por apresentar um
preço mais acessível e qualidade na prestação de serviços.
2.5.3 Layout
A seguinte figura mostra como estariam dispostas as áreas de trabalho no espaço
almejado para o empreendimento, imagens mais detalhadas sobre o Layout do
empreendimento seguem no apêndice B
Figura 3: Planta Baixa Penelope Autopeças
Fonte: Elaboração dos autores
2.5.4 Capacidade comercial
O empreendimento terá a capacidade produtiva de desmanchar Doze carros mensais,
esta média foi alcançada a partir de pesquisa e observação em demais estabelecimentos do
mesmo ramo, que lhe possibilitara rápida reposição de estoque. O lucro esperado na venda
das peças de cada carro e nos serviços gira em torno 65%, e nos produtos novos como
lubrificantes automotivos ficam na faixa de 25%, o que teria a capacidade de gerar um
montante de aproximadamente 60.000,00 R$ (sessenta mil reais).
16
2.5.4.1 Fluxograma das atividades operacionais do negócio
A figura a seguir detalha sequencialmente os passos relacionados a função compras,
transporte e estoque da empresa ligada diretamente ao departamento de Logística e operações.
Figura 4: Fluxograma do planejamento das ações operacionais
Fonte: Elaboração dos autores
Na qual se observa o trabalho inicial da equipe de marketing e financeiro e estoque
(célula operacional) no estudo das necessidades de produtos, capacidade de vendas, estratégia
de preços e promoção que define então em conjunto com a equipe do financeiro o melhor
investimento. Em seguida entra em ação a célula operacional atuando no desmanche limpeza,
inspeção e armazenamento, bem como o descarte responsável de sucata e fluídos que sobram
após o processo e que não podem ser reaproveitados. Em seguida, há o registro no sistema
integrado de vendas, fiscalização dos documentos relativos as peças, chassis e registros de
baixa no DETRAN, e arquivamento.
2.5.5 Processo de comercialização
O processo de comercialização é complexo e leva em conta os objetivos da empresa,
sendo que vários fatores externos, tais como: fatores econômicos, fatores mercadológicos e
fatores comportamentais, podem afetar tal processo.
17
A loja é abastecida através de leilões regulamentados e os carros são direcionados ao
desmanche, que é realizado na própria empresa Penelope. Já a comercialização dos produtos
será feita diretamente ao consumidor final através de uma loja prestadora de serviços com
abrangência na cidade de Belém com característica predominante de autosserviço. A vasta
gama de produtos é conhecida por todos os vendedores, os sócios-proprietários e os
especialistas em motor, suspensão e outros, que prestarão os serviços de troca no veículo do
cliente. A divulgação do serviço diferenciado da Penelope se dará através de mídias sociais,
tais como facebook®, instagram®, foursquare® e serão usados também as ferramentas mais
conhecidas, como o cartões de visita, brindes e desconto.
2.6 PLANEJAMENTO DE RECURSOS HUMANOS ESTRATÉGICO
2.6.1 Missão de Recursos Humanos e Estratégia de atuação
O crescimento organizacional se dá por meio da adoção de um modelo de gestão que
possibilite a integração da estrutura, organização, colaboradores, e seu alinhamento
estratégico com a missão da empresa. A Penelope Autopeças entende que o capital humano é
o ativo mais valioso que a organização detém, e seu planejamento deve fornecer subsídios
para a sua valorização e realização. Logo a missão do Recursos Humanos da Penelope é
“Valorizar o potencial humano, propiciando um ambiente organizacional favorável, a
partir de um desenvolvimento contínuo, na busca pela excelência de desempenho e
resultados organizacionais”.
O planejamento organizacional se define como um modelo de gestão por objetivos que
em sua essência é um modelo participativo que evoca o relacionamento e a união para a
obtenção de um resultado e sua retroalimentação (Feedback). Seguindo essa diretriz, faz-se
necessário a construção compartilhada de um ambiente e, de um clima organizacional
favorável à inovação, ao aprimoramento da qualidade, ao intercâmbio de informações com o
mercado, ao relacionamento com os clientes e à produtividade considerando as necessidades
corporativas, setoriais e individuais.
A comunicação como elemento estratégico se dará com a adoção de uma política de
comunicação de portas abertas, que apoiará a comunicação sem barreiras dentro do ambiente,
o que favorece o feedback continuo, e promove homogeneização da cultura organizacional à
18
cultura regional, diminui impactos da hierarquia e favorece a informalidade das relações,
porém tudo bem conduzido obedecendo a necessidade de se manter uma relação profissional.
Dessa forma, há que se encara que o setor de RH dentro da empresa se dará através de
uma construção compartilhada dentre as diversas células organizacionais com o intuito de se
prover ativos humanos que agreguem qualidade à organização em curto, médio e longo prazo,
por meio dos subsistemas que serão apresentados posteriormente. Tem-se então o esquema a
seguir.
Figura 5: Esquema do Planejamento estratégico de RH
Fonte: Elaboração dos autores
2.6.2 Subsistema de provisão
O subsistema de provisão composto pelas atividades de Recrutamento, segundo
Marras (2000, p.69), “é uma atividade de responsabilidade do ARH (área de Recursos
Humanos), tem por objetivo a captação e triagem de profissionais do mercado, seleção e
encaminhamento destes à empresa”.
19
Observando as necessidades de Recursos Humanos expostas na planilha de previsão
de necessidades de RH em Anexo B, conclui-se que o processo produtivo e auxiliar da
organização, envolve as profissões de Mecânico, Auxiliar de suprimentos, Promotores de
vendas, Diretor de operações e logística, Diretor administrativo-financeiro, Diretor de RH e
Assessoria de Qualidade e Diretor de marketing e vendas. Totalizando cerca de nove
profissionais distribuídos em todas as áreas organizacionais
O recrutamento dos profissionais se dará através de duas fontes, no que tange aos
promotores de vendas, esse processo será através de mídias impressas e cartazes externos. Já
para os mecânicos, a fonte de recrutamento será por meio de entidades do sistema S
(SESC,SENAI, SESI, SENAC, SENAT) e também serão recrutados segundo mídias
impressas e cartazes anexados estrategicamente em instituições de ensino técnico.
A seleção de pessoal que “tem por finalidade escolher, sob metodologia específica,
candidatos a emprego recebidos pelo setor de recrutamento, para o atendimento das
necessidades internas da empresa”, seguirá conforme a análise dos currículos, entrevistas e
teste de habilidades para que assim sejam atendidas as características demandadas pelos
cargos e expostas nas Planilhas de Perfil de Cargo (Anexo C)
2.6.3 Subsistema de aplicação
A aplicação do colaborador no universo organizacional iniciará desde o processo de
provisão, na qual uma das estratégias de seleção se dará num processo de seleção onde o
futuro admitido poderá ter contato com seu local de trabalho.
Na primeira semana de entrada do colaborador inicia-se seu ingresso no programa
Caminhar de mãos dadas, na qual ele receberá o manual da organização onde está descrito as
políticas de bonificação, código de ética, missão, visão e valores organizacionais, o manual
onde está descrito as atividades inerentes ao seu cargo e o manual de segurança no trabalho. E
logo em seguida iniciar-se-á sua treinagem organizacional e sua inclusão nos programas de
integração. Todos os treinamentos relacionados a comunicação, trabalho em equipe,
Workshops direcionados ao entendimento do universo feminino e técnicas de comunicação.
O objetivo inicial é moldar o funcionário em relação ao negócio da organização que
tem suas bases fortificadas no atendimento ao público feminino. O objetivo principal é fazê-lo
entender que colaborador e organização são parceiros e que ambos os objetivos dependem
unicamente da união dos dois lados. Os pré-requisitos para o ocupante dos diversos cargos
20
estão descritos tanto no manual do colaborador, quanto na planilha de perfil de cargo utilizada
para controle do recrutamento, e a descrição e analise de cargos em Apêndice C.
Em vista de que a organização já expôs todos os sistema internos, entra em ação o
sistema de avaliação na qual o colaborador, gerência, organização e objetivos serão
constantemente avaliados para que assim possa se alcançar um nível de qualidade e
crescimento mútuo. A avaliação participativa por objetivos. Este é um sistema onde a técnica
envolve um intenso relacionamento apoiado na política de comunicação de portas abertas e
uma visão proativa. A avaliação é democrática, participativa, envolvente e motivadora, esse
conceito tem o poder de mexer diretamente com a cultura da organização uma vez que se
propõem uma construção compartilhada de um ambiente organizacional, propósitos e
objetivos (CHIAVENATO, 2004) seguindo conforme figura abaixo:
Figura 6: Princípio da Avaliação participativa por objetivos
Fonte: Elaboração dos autores
A Avaliação de desempenho contribui com o desenvolvimento das pessoas e com o
sucesso da organização, deve ocorrer periodicamente e tem o objetivo de melhorar os
resultados das pessoas e da organização, conhecer o potencial de cada pessoa, identificar
necessidades de treinamento e desenvolvimento, proporcionar oportunidades de crescimento
profissional, melhorar a produtividade. Tal avaliação terá início desde o processo de
treinamento e será chamado de Sistema para gestão da qualidade e aprendizado, onde será
apoiado numa política de avaliação em quatro pilares: Aprendizagem organizacional; Reação
Comprometi
mento do
pessoal
Negociação
Objetivos
consensuais
Retroação
intensiva e
avaliação
conjunta
Desempenho Monitoração
dos
resultados
21
e satisfação; Aplicação do aprendizado; Impactos nos resultados de acordo com a Planilha em
Apêndice D. Que se comunicará com o planejamento estratégico da organização como
mostrado na seguinte figura:
Figura 7:
Fonte: Elaboração dos autores
Partindo dos resultados da avaliação de desempenho, a identificação de talentos
possibilita a oportunidade de se implementar um planejamento de carreira consensual entre
colaborador e organização na qual poderá seguir de forma paralela ou vertical. Seguindo a
necessidade de se ter colaboradores que possam, tornar-se líderes de equipes e representantes
diretos da gerência numa futura abertura de frente de trabalho a empresa valoriza o
recrutamento interno e dará a oportunidade à prata da casa na abertura de futuras filiais,
contando assim com uma política de remanejamento baseado na avaliação de cada
colaborador. É de extrema importância fazer com que todos os funcionários queiram se
capacitar constantemente para galgar níveis mais altos dentro da organização.
2.6.4 Subsistema de manutenção
2.6.4.1 Planos de benefícios
22
São planos que devem atender as necessidades dos funcionários e devem ser
negociados diretamente com o mesmo, um dos objetivos dos planos de benéficos é estimular
e motivar os funcionários a continuarem trabalhando na empresa.
Segundo Marras (2009, p.137), benefício é o conjunto de programas ou planos
oferecidos pela organização como complemento ao sistema de salário, onde são inclusos os
benefícios compulsórios e espontâneos. Nos benefícios compulsórios, a organização atende as
exigências da consolidação de leis trabalhistas, referentes as seguintes obrigações:
a) Complemento ao auxílio- doença
b) 13°salário
c) Férias
d) Salário- maternidade
e) FGTS
f) PIS
g) Insalubridade
Cargo Salário Encargo
Social
Sub-Total Quant Total
Auxiliar Mecânico R$ 1.013,60 R$ 1.419,04 R$ 2.432,64 1 2.432,64R$
Auxiliar de suprimentos R$ 1.000,00 R$ 1.400,00 R$ 2.400,00 1 2.400,00R$
Diretor de Marketing e Vendas R$ 1.000,00 R$ 1.400,00 R$ 2.400,00 1 2.400,00R$
Diretor de operações R$ 1.000,00 R$ 1.400,00 R$ 2.400,00 1 2.400,00R$
Diretor Administrativo-Financeiro-Contabil R$ 1.000,00 R$ 1.400,00 R$ 2.400,00 1 2.400,00R$
Diretor de RH e assessoria de qualidade R$ 1.000,00 R$ 1.400,00 R$ 2.400,00 1 2.400,00R$
Mecânico de manuntenção R$ 1.200,00 R$ 1.680,00 R$ 2.880,00 1 2.880,00R$
Vendedor interno R$ 724,00 R$ 1.013,60 R$ 1.737,60 2 3.475,20R$
Total 20.787,84R$
6 PLANILHA DE MÃO-DE-OBRA
Tabela 2:Salários e encargos
Fonte: Adaptação da Planilha do Cesupa
Os benefícios espontâneos são os de livre iniciativa da organização, desta forma a
Penelope Autopeças oferece benefícios, entre eles:
a) Vale transporte
Tem a finalidade de dar um auxílio independente do salário profissional para a
locomoção do colaborador até seu local de trabalho, obedecendo a regra de que este deve
morar pelo menos a uma distância superior a 5 Km da organização, para que este torne-se
elegível ao benefício
23
b) Festas para empregados
Consiste em pequenas comemorações direcionadas a aniversários e datas
comemorativas na qual ter-se-á o objetivo de promover a união entre os colaboradores, e
fortalecer sua ligação com a empresa, promovendo um ambiente agradável de convivência
c) Colaborador do mês
Apoiado na política de avaliação de desempenho possui o objetivo de congratular o
colaborador, dar bonificações por produtividade, boas práticas e relacionamento, além de
mostra-lo como exemplo e promover um ambiente competitivo e saudável.
d) Desconto para Colaboradores com boa avaliação
Consiste na concessão de uma cota de compras com percentual de 15% de desconto
para colaboradores que apresentarem boa avaliação de desempenho. É um benefício
estratégico que além de influenciar no ganho de produtividade, ainda influencia na qualidade
do serviço.
2.6.4.2 Higiene, segurança do trabalho e Qualidade de vida no trabalho
Entende-se por Segurança no Trabalho o conjunto das medidas técnicas, educacionais,
médicas e psicológicas empregadas para prevenir acidentes, quer eliminando as condições
inseguras do ambiente, quer instruindo ou convencendo as pessoas da implementação de
práticas preventivas As normas relativas a segurança do trabalho devem ser seguidas por
todos na organização descritos nas normas regulamentares do ministério do trabalho: NR 6 –
EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL (EPI); NR 9 PROGRAMA DE
PREVENÇÃO DE RISCOS AMBIENTAIS (PPRA); NR 15 ATIVIDADES OPERAÇÕES
INSALUBRES. Todos devem ter um local de trabalho em condições adequadas para o
desenvolvimento das suas atividades de trabalho e o RH é o principal responsável por fazer
com que isso aconteça em toda organização.
O programa de qualidade de vida no trabalho oferecido pela organização, tem por
objetivo promover um ambiente saudável, agradável, igualitário e produtivo na qual se possa
visualizar o objetivo de promover a qualidade dentro da organização. Limongi et al. (2002)
asseguram que a qualidade prevê mudanças, porém a alavanca dessas mudanças está nas
pessoas, nos colaboradores que compõem a organização. Dessa forma, o trabalho em equipe
24
ganha força e as empresas se fortalecem no mercado colhendo o produto advindo da força
conjunta de seus membros aproveitamento dos meios utilizados para produzir bens e serviços,
onde o objetivo é aproveitar ao máximo os recursos disponíveis a fim de alcançar o melhor
resultado.
2.6.5 Subsistema de desenvolvimento
Treinar as pessoas, identificar futuras necessidades de treinamento tanto com relação à
atualização e aperfeiçoamento constante das mesmas atividades quanto à necessidades de
treinamento em atividades futuras é a mais importante tarefa de RH para empresas que tem
uma estratégia de foco bem definida. Segundo Hesseling (1971, p 93) apud Hamblin (1978, p
19), “o treinamento é definido como uma sequência de experiências ou oportunidades
destinadas a modificar o comportamento para atingir um objetivo declarado”.
Desta forma, a Penelope Autopeças com o escopo de aprimorar os contratados, dispõe
de treinamentos específicos para cada cargo, onde este (treinamento) é concentrado no
indivíduo, afim de que esse possa ser estimulado a participar de maneira mais ativa dentro da
organização ,por meio das peculiaridades dos treinamentos oferecidos pela empresa, para que
a cultura organizacional por meio de suas metas e objetivos, possam ser valorizados e
exercidos.
Com o desejo de satisfazer plenamente os clientes, minimizando reclamações
principalmente do público feminino, os atendentes da loja são treinados e capacitados para
proporcionar um atendimento ágil e de qualidade, cujo são oferecidos cursos sobre
componentes automotivos, técnicas de venda e pós venda, e atendimento ao público feminino.
Os colaboradores também são treinados para operar o caixa, pois cada atendente será
responsável por todo o processo de venda dos produtos e serviços oferecidos pela empresa.
No treinamento dos mecânicos, sendo que estes serão treinados segundo as políticas
da empresa e os padrões de qualidade, onde a treinagem será voltada para as questões
socioambientais, atentando os colaboradores para evitar processos que venham denegrir a
imagem organizacional frente a sociedade.
A planilha de Levantamento das necessidades de treinamento (LNT) apresentado no
Anexo D deste plano de negócio tem o objetivo de sistematizar as necessidades de
treinamento, prospectar um plano de ação e será utilizada em conjunto com o Sistema para
gestão da qualidade em aprendizado já apresentado neste plano, com o intuito de estimular o
25
treinamento e sua posterior avaliação, contribuindo assim para o ganho de eficiência
organizacional.
2.6.6 Subsistema de Monitoramento
Auditoria de RH tem o objetivo de avaliar periodicamente como andam as políticas e
os procedimentos de RH dentro da organização. e tal ferramenta será de responsabilidade da
assessoria de qualidade, que a partir de uma avaliação mais técnica, e o uso dos dados de
pesquisa do sistema de gestão para qualidade em aprendizado, deverá dar o feedback a
organização sobre como este departamento deve se posicionar para ganho de melhoria
contínua.
Já como o objetivo desta célula organizacional é prover a organização de
colaboradores e de talentos, este deverá sempre manter sempre um banco de dados atualizado,
para evitar na medida do possível que um cargo fique vago por muito tempo, ou que a
organização perca seus talentos promissores.
2.7 ASPECTOS DE MARKETING
A Penelope autopeças é uma micro empresa que se preocupa com a sustentabilidade
ambiental e comercializa autopeças reutilizáveis e presta alguns serviços mecânicos, tais
como troca de óleo, suspenção ,alinhamento e balanceamento. Além de inovar no conceito de
atendimento, pois a empresa oferece atendimento diferenciado ao público feminino, e ainda
oferece assessoria sobre peças e serviços de reparo à elas.
O mercado de autopeças usadas tem apresentado um crescente aumento graças a
ascensão do número de vendas de carros seminovos e que geralmente saem da produção de
linha das montadoras. Aproveitando o ranking dos modelos de carros mais vendáveis nos
últimos anos, a Penelope comercializará produtos das marcas Fiat e Volkswagen e óleos de
lubrificação, cujo serão comercializados em loja de estrutura física, localizada na avenida
Pedro Miranda, no bairro da Pedreira.
Apoiados nos 4 P’s do Marketing (Produto, Praça, Promoção e Preço), a empresa
busca se consolidar no mercado da região metropolitana de Belém, em um período de médio
prazo (3 anos) através do mix de marketing, atentando principalmente ao atendimento, o qual
é o maior diferencial oferecido pela organização, acompanhado do preço, distribuição e
promoção.
26
O marketing também auxilia o desenvolvimento da Penelope nas relações financeiras,
uma vez que este departamento é também responsável em estimar os diferentes investimentos
relacionados á essa área, bem como elencar os produtos e marcas mais vendáveis e a
preparação para os serviços oferecidos e vendas, assim contribui para a gestão de estoque,
cadeia de suprimentos e elaboração de preços, através do levantamento de dados coletados no
varejo, e demais análises em outras fontes.
Além disso, as estratégias de marketing adequadas para a loja de autopeças,
contribuirão para a ascensão desta no mercado dentro do período estimado, com a
minimização do desperdício de investimentos financeiros no que tange a promoção, preço e
praça. Vale ressaltar que o uso estratégico da atuação do Marketing para a empresa, ajudará
ainda no relacionamento entre fornecedores, parceiros e clientes, através da eleição da praça,
das ferramentas utilizadas para a promoção e do demais componentes dos aspectos
direcionados ao Marketing.
2.7.1 PRODUTO
Os produtos e serviços oferecidos pela Penelope autopeças, são classificados como
produtos para o consumidor, pois são produtos que colaborarão para sua satisfação pessoal ao
reparar seu carro. São ainda caracterizados como produtos de compra comparada, pois
acredita-se que antes da compra efetiva, os clientes realizam inúmeros levantamentos
relacionados a preço e qualidade.
Nesse sentido a empresa comercializará autopeças reutilizáveis das marcas Fiat e
Volkswagen, óleos de marca Shell, Mobil, Lubrax e Texaco, além de realizar serviços como
troca de óleo, balanceamento e alinhamento e suspenção. Vale ressaltar que serão
comercializados apenas os produtos das marcas supracitadas, devido ao volume de vendas
dessas montadoras e a procura desses óleos, cujo já possuem a consolidação de sua marca.
2.7.1.1 Diferencial competitivo
Com a proposta de atender a satisfação e expectativa de valor dos clientes, a Penelope
autopeças aposta como principal diferencial competitivo, o atendimento especializado ao
público feminino, o qual atende cerca de 40% do volume de vendas do segmento, de acordo
com o grupo Sophia Minds, o que ajuda a compor um universo maior de clientes. Propõe
também uma política de marketing responsável, afim de fidelizar seus clientes e colher
27
sugestões que agreguem valor e desenvolvam a eficácia no processo de atendimento da
empresa.
2.7.2 Clientes
A Penelope autopeças tem em sua cartela de clientes pessoas físicas e jurídicas,
todavia esta é uma empresa que trabalha com autopeças advindas do desmanche de veículos, e
para evitar futuros problemas e atender a legislação encontrada na LEI Nº 12.521, DE 02 DE
JANEIRO DE 2007, que disciplina o funcionamento de estabelecimentos comerciais de
desmonte de veículos automotores de via terrestre, os clientes da empresa deverão ser maiores
de 18 anos, plenamente capazes, devidamente portadores da CNH e titulares dos veículos.
Com base na pesquisa de mercado realizada pelo grupo Sophia Minds no ano de 2010,
a manutenção de carros aparece no ranking de gastos familiares em segundo lugar, onde 68%
desses gastos são realizados pelo público masculino e os 32% pelo público feminino. Cerca
de 43% do universo feminino entrevistado pelo grupo, afirma que delegam a função aos
homens a função de levar o carro para a manutenção, por falta de conhecimento técnico.
Fator este que culmina para que os clientes procurem a loja pelo menos uma vez ao mês,
também acompanhados por seus mecânicos de confiança, em busca de um preço mais
acessível e de um atendimento de qualidade.
Apesar da empresa ter como foco o atendimento ao público feminino, entende-se que
este ainda é um mercado ainda dominado pelo público masculino, e com objetivo de manter a
viabilidade e lucratividade do negócio, a Penelope também entende do mundo masculino e
usa da estratégia de modelo de rede associativa para que tantos os homens, como as mulheres
possam lembrar da localização da loja, e por isso elegeu-se a avenida Pedro Miranda como
logradouro, uma vez que esta tornou-se referencia quando o assunto é loja de autopeças e
serviços.
2.7.3 Análise de mercado
Com o crescimento acelerado no mercado automobilístico dos seminovos no ano de
2013 e 10% nos primeiro trimestre de 2014, junto a previsão de que o Brasil se torne o maior
mercado automobilístico até o ano de 2016, o seguimento de autopeças tem passado por uma
fase de crescimento, onde foram registrados um crescimento de 4,3% no faturamento do
acumulado de 2013 em comparação ao ano anterior segundo o SINDIPEÇAS.
28
No ranking brasileiro, os carros mais populares como o Gol e suas 5 gerações da
Volkswagen, o Palio e o Siena da Fiat e o Corsa da Chevrolet, aparecem como os mais
vendáveis nos últimos anos e também no primeiro trimestre deste (2014), além de que o Palio
e o Gol são os modelos mais usados pelas mulheres segundo Sophia Mind (2010).
Aproveitando esse mercado exponencial, a Penelope Autopeças em parceria com as empresas
mais referentes no fornecimento de autopeças usadas no Pará, apresenta em seu estoque ao
meu melhor preço da região metropolitana, algumas peças das montadoras: Fiat e
Volkswagen a pronta entrega , com atendimento especializado ao público feminino.
2.7.3.1 Analise SWOT
Pontos fortes Pontos fracos
 Baixo custo de materiais
 Mercado de desmanche em crescimento
 Política de negócio sustentável
 Estratégia de foco no universo feminino
 Dificuldade de encontrar treinamentos o
universo feminino
Oportunidades Ameaças
 Universo automotivo com tempo médio de
vida para carros superior a cinco anos
 Participação feminina no segmento
automobilístico
 Aliança estratégica com Oficinas mecânicas
Preconceito quanto o uso de peças de
desmanche
Economia instável
Desmanches ilegais
Falta de habitualidade feminina em relação
ao consumo em autopeças
Título: Analise SWOT (FOFA)
Fonte: Elaboração dos autores
A Penelope Autopeças apresenta como seus pontos fortes , os quais agregam valor ao
seu diferencial competitivo, aspectos como baixo custo na aquisição dos componentes
automotivos e a preocupação com sustentabilidade, além disso, a empresa apresenta na
filosofia de seus negócios, um molde para atender os anseios do universo feminino. As
construções de tais características da empresa foram construídas, de acordo com as análises
feitas no mercado, que apontam a falta de ética nesse seguimento, e o despreparo para o
atendimento para um público que está e ascensão, o feminino.
29
Em contrapartida, a economia instável apresentada no País, e a falta de acordos
firmados com outros países da América Latina, faz com o que o governo federal apresente
subsídios para a compra de automóveis novos, o que interfere na venda direta da empresa,
causando uma reação de causa-efeito negativa frente ao seguimento dos produtos
reaproveitados. Outra ameaça significante nesse seguimento, é o desmanche ilegal dos
automóveis, uma vez que os modelos que serão comercializados pela empresa, são os mais
vendidos no Brasil e os mais roubados também, o que possibilita que os concorrentes
instalados na praça , possam oferecer um preço mais acessível. E apesar do público feminino
está em um processo de expansão no consumo deste seguimento, este ainda é um universo
bastante frequentando pelos homens.
Estima-se que o período da utilização do automóvel do brasileiro é superior a cinco
anos segundo ANFAVEA (associação nacional dos fabricantes de veículos automotores),
fator que gera oportunidades de mercado para a Penelope, a qual tem possibilidades de
aumentar seu volume de vendas mensais. Outra grande oportunidade para a empresa, é o
crescimento do consumo feminino no setor automobilístico, sendo que um dos diferenciais
competitivos da Penelope é o atendimento direcionado a este público. Vale ressaltar ainda que
as alianças estratégicas entre a empresa e as oficinas mecânicas de seu entorno, também
aceleram o fluxo de vendas.
No entanto, percebe-se que ainda há uma reação negativa das pessoas quanto á esse
consumo sustentável de peças automotivas, devido aos desmanche que agem a margem da lei,
gerando assim, um preconceito sobre a viabilidade do negócio. Ainda sobre as ameaças, outro
aspecto que deve ser elencado como um ponto fraco, são os treinamentos acerca do público
feminino, por ainda serem muito escassos neste ramo de atuação
2.7.4 Fornecedores
A estratégia de compras da organização está intimamente ligada ao processo da
escolha de fornecedores, uma vez que a empresa torna-se muito dependente desse processo
para a consolidação de sua imagem frente ao mercado, desta forma é essencial analisar as
habilidades técnicas, a capacidade produtiva, a localização e vale ressaltar que para o ramo de
atuação da Penelope Autopeças, a confiabilidade é primordial. Assim elegeu-se como
fornecedores potenciais, as empresas de leilão de carros VIP e Pacto Leilões, pois são
consideradas empresas de referencia nessa atuação, no cenário da região Norte e Nordeste.
30
Verificou-se também, que muitos clientes são guiados por seus mecânicos de
confiança para a compra dos produtos, desta forma serão estabelecidas parcerias com algumas
oficinas mecânicas instaladas nas proximidades das instalações físicas da autopeças, afim de
que a empresa torne-se aceita pelos consumidores e profissionais da área.
2.7.5 Concorrência
A concorrência dos produtos e serviços da Penelope Autopeças é denominada
concorrência pura, a qual oferece os mesmos produtos e serviços praticamente com os
mesmos preços, onde nenhum dispõe de uma propaganda massiva e persuasiva. Deste modo,
os concorrentes potenciais da Penelope são:
Concorrentes Marcas vendidas
Mônaco Fiat
Green car Volkswagen
Autopeças Belém Várias marcas
Casseb autopeças Várias marcas
Título: Tabela dos concorrentes
Fonte: Pesquisa de campo
2.7.6 Preço
O preço e as ofertas dos produtos e serviços da Penelope Autopeças serão elaborados
de acordo com o valor base do segmento no mercado, por meio da precificação de penetração,
afim de maximizar as vendas, conquistar a aceitação dos consumidores e conquistar
participação no mercado. A Penelope dispõe da parceria dos melhores fornecedores da região,
os quais oferecem qualidade nos produtos, agilidade e eficácia no transporte dos veículos até a
matriz da empresa, o que possibilita as melhores ofertas do mercado, também será calculado
de acordo com a demanda da procura dos produtos oferecidos
2.7.7 Estratégias Promocionais
De acordo com Kotler (2006, p.583), a promoção de vendas consiste em um conjunto
de ferramentas de incentivo, a maioria de curto prazo, projetadas para estimular a compra
31
mais rápida ou em maior quantidade de produtos ou serviços específicos por parte do
consumidor ou do comércio. Assim, com o objetivo de incentivar e fidelizar os clientes, a
Penelope apresenta como uma de suas principais estratégias, a parceria com os mecânicos
das proximidades, onde os clientes indicados por estes, ganham descontos na compra dos
produtos, e estes parceiros ao divulgarem a empresa, contabilizam pontos que podem ser
trocados desde o desconto em alguns produtos, até a troca por autopeças, e a qualidade dos
produtos também é uma grande estratégia de marketing.
Aproveitando o grande índice de mulheres que não frequentam as autopeças por falta
de conhecimento técnico, a empresa dispõe de uma promoção, onde a cada três compras
realizadas na loja, a cliente troca os cupons e participa das assessorias sobre mecânica e peças
que serão desenvolvidas na Penelope mensalmente. Além disso, serão usadas as ferramentas
nas mídias sociais, tais como facebook®, instagram® e foursquare® uma vez que as
primeiras são as mais usadas pelo púbico feminino e a terceira por cerca de 51% do público
masculino, assim auxiliando na economia dos gastos com Publicidade, uma vez que o
cadastro da Penelope nessas redes sociais, é gratuito. Serão usados também as ferramentas
mais conhecidas, como o cartões de visita, brindes e desconto.
2.7.8 Praça
Com o objetivo de criar um marketing de relacionamento entre o clientes,
fornecedores, distribuidores e parceiros estratégicos, elegeu-se a avenida Pedro Miranda como
logradouro para as instalações físicas da Penelope autopeças. Este é um endereço considerado
como referência para a cartela de clientes que a empresa deseja atingir, os quais são
consumidores que buscam pela compra de autopeças reutilizáveis. Vale destacar que através
desse Marketing de relacionamento, a organização cria um sistema de fidelização de clientes,
onde ela se propõe a conhecer o cliente, comunicar, escutar suas necessidades e reconhecer
sua fidelidade.
Além disso, a Pedro Miranda é uma avenida que possui bastante oficinas mecânicas,
as quais atuarão como parcerias estratégicas para a empresa, como já foi citado neste plano. É
ainda um lugar de fácil acesso logístico para a agilidade na entrega das matérias primas
fornecidas pelas distribuidoras.
Com a localização escolhida pela empresa, a Penelope também irá realizar economias
quanto aos gastos relacionados á Publicidade e Propaganda, uma vez que este é um lugar que
se enquadra na estratégia de modelo de rede associativa, assim facilmente lembrado pelos
32
clientes, devido ao conglomerado de lojas do mesmo seguimento no endereço. Apesar de
apresentar uma série de vantagens na escolha da Pedro Miranda, com o intuito de facilitar e
viabilizar de maneira eficaz o acesso à Penelope, serão colocadas as proximidades da
avenida, placas que sinalizam a loja e ainda o endereço cadastrado no foursquare®.
2.8 PLANO FINANCEIRO
2.8.1 Demonstração do Resultado do Exercício (D.R.E.)
O artigo 187 da Lei nº 6.404, de 15 de dezembro de 1976 (Lei das Sociedades por
Ações), instituiu a Demonstração do Resultado do Exercício, considera que, a Demonstração
do Resultado do Exercício tem como objetivo principal apresentar de forma vertical resumida
o resultado apurado em relação ao conjunto de operações realizadas num determinado
período, normalmente, de doze meses.
DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO DO EXERCÍCIO - MÊS
= Receita Bruta Mensal R$ 58.466,96
(-) Deduções da Receita Bruta R$ 2.268,52
ICMS (2,58%) R$ 1.508,45
PIS (0,25%) R$ 146,17
CONFINS (1,05%) R$ 613,90
= Receita Líquida R$ 56.198,44
(-) Custo - CPI/CMV/CSP R$ 19.696,19
= Resultado Bruto R$ 36.502,25
(-) Custos Fixos R$ 25.365,24
= Resultado antes do IR R$ 11.137,01
Imposto de Renda (15%) R$ 1.670,55
Contribuição Social (9%) R$ 1.002,33
= Resultado do Exercício R$ 8.464,13
A Demonstração prova que ao fim do mês, descontados todos os custos fixos e
variáveis, a empresa lucrará R$ 8.464,13.
33
2.8.2 Indicadores de Viabilidade do Plano
2.8.2.1 Ponto de Equilíbrio
Para o primeiro ano de atividade da empresa, o ponto de equilíbrio será de
aproximadamente R$ 41.000,00.
PONTO DE EQUILÍBRIO R$ 40.628,41
2.8.2.2 Lucratividade
A lucratividade para o primeiro ano de funcionamento da empresa será de 15%.
LUCRATIVIDADE - mês 15%
2.8.2.3 Rentabilidade
No primeiro ano de vida da empresa, a rentabilidade será de aproximadamente 3% e
após o fim do tempo necessário para retorno do investimento aumentará para 52,12%,
mostrando de fato que a empresa é muito rentável
RENTABILIDADE - mês 3%
2.8.2.4 Margem de Contribuição
Isso mostra que nosso lucro será gerado em cima da quantidade de peças automotivas
vendias e de serviços prestados que serão comercializados com uma margem de contribuição
média de 62%.
Índice de MC= MC/Faturamento 62%
2.8.2.5 Retorno Esperado do Investimento
34
Levando em conta que o lucro do primeiro ano será menor que o dos demais anos, a
empresa gerará lucro suficiente para cobrir os gastos com os investimentos em cerca de 31
meses.
TEMPO DE RETORNO - mês 31,5
Seguem em apêndice E todas as planilhas referentes a composição financeira da
empresa
3 AVALIAÇÃO DO PLANO DE NEGÓCIOS
O Plano de Negócio foi elaborado considerando o contexto legal em que está inserido
e a tendência do mercado de reaproveitamento sustentável de componentes automotivos, a
chamada logística reversa, que visa reintroduzir tais materiais à cadeia. Atualmente as cidades
brasileiras possuem cerca de 45 mil carros apreendidos e abandonados nos pátios do
DETRAN, o que gera uma quantidade considerável de materiais depreciando com o desuso, o
que indica grande desperdício de materiais. Além disso alguns automóveis são disposto
clandestinamente em locais inadequados, o que gera custos sociais e ambientais, ademais da
degradação da qualidade de vida urbana. Ainda, estima-se que a fabricação de componentes
seja responsável pela emissão 270 Kg de Co² e elevado uso de recursos naturais em nossa
sociedade, a depender da tecnologia utilizada. Neste contexto, o reaproveitamento de
automóveis que são postos para fora da cadeia contribuem para o controle e minimização dos
problemas ambientais causados pela geração de resíduos e gastos de recursos.
Finalmente, o cenário nacional reforça essa tendência, na qual Segundo a ANFAVEA,
nos últimos 12 meses (jun/2011-maio/2012), foram licenciados no Brasil 3,56 milhões de
veículos, desconsiderados aqui, as máquinas agrícolas automotrizes. A contraposto, mais de
63% da frota nacional é composta por veículos com mais de 5 anos de uso na qual são os
alvos primários de comércios deste segmento e valida o retorno desses materiais a cadeia de
suprimentos
Com a proposta de um desenvolvimento empresarial sustentável apoiado á uma
estrutura de equipes autônomas, e estratégias de Marketing eficazes ao negócio, as quais
envolvem sociedade, clientes e fornecedores, a Penelope conseguirá conquistar sua ascensão
no mercado da região metropolitana de Belém, de acordo com o período planejado.
35
Trata-se de uma organização administrada para o alcance de objetivos e que se
desenvolve conforme ao seu planejamento estratégico, gerindo de maneira legal os recursos
de matérias primas e também o capital humano, o qual é apresentado como um dos principais
elementos para a construção do diferencial competitivo oferecido pela organização.
Com isso, a demonstração do resultado do exercício prova a exequibilidade do
negócio, e comprova a viabilidade do planejamento estratégico, confirmando a taxa de retorno
deste empreendimento em um período estimado de 31,5 meses, o que possibilitará a abertura
de uma filial com o mesmo poste em um médio prazo de 3 anos.
36
REFERENCIAS
CHIAVENATO, I. Gestão de pessoas: o novo papel dos recursos humanos nas
organizações. 2. ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2004.
DOLABELA, Fernando. O Segredo de Luísa. São Paulo: Cultura Editores Associados, 1999.
FLEURY, M. T. L. (Coord.). As pessoas na organização. São Paulo: Editora Gente, 2002
HAMBLIN, Anthony Crandell. Avaliação e controle de treinamento. São Paulo:
Mcgraw/Hill do Brasil, 1978
LUCENA, M. D. S. Planejamento de recursos humanos. Ed. Atlas. São Paulo, 1995
KOTLER, Philip; ARMSTRONG, Gary. Princípios de marketing. 12. ed. São Paulo:
Pearson Education do Brasil, 2008.
MARRAS, Jean Pierre. Administração de Recursos Humanos: do Operacional ao
Estratégico. 11. Ed. São Paulo: Futura, 2000
ORLICKAS, Elizenda. Consultoria interna de recursos humanos. – São Paulo: Futura,
2001.
ULRICH, Dave. Os campeões de recursos humanos: inovando para obter os melhores
resultados – Tradução Cid Knipel. – São Paulo: Futura 1998
WRIGHT, Peter. KROLL, Mark J. PARNELL, John. Administração estratégica:
conceitos;tradução Celso A. Rimoli, Lenita R. Esteves.- São Paulo: Atlas, 2000.
PORTER, Michael. Vantagem competitiva, Criando e sustentando um desempenho
superior. - Rio de janeiro: Campus, 1989
VASCONCELLOS, E.; HEMSLEY, J.R. Estrutura das organizações. São Paulo: Pioneira
Thomson Learning, 2003.
PROBST, Elisiana. R. A evolução da mulher no mercado de trabalho. Instituto Catarinense
de Pós-Graduação, 2006. Disponível em <http://www.posuniasselvi.com.br/artigos/rev02-
05.pdf>, Acesso em
JR DIESEL. Blog Na Estrada: Reparação de peças automotivas no Brasil. Disponível em
<http://naestrada.jrdiesel.com.br/index.php/item/reparacao-de-pecas-automotivas-no-brasil>,
Acesso em
INTC, Institutos nacionais de ciência e tecnologia. Observatório das metrópoles,
Crescimento da frota de automóveis e motocicletas nas metrópoles brasileiras
2001/2011. Disponível em <http://observatoriodasmetropoles.net/download/relatorio_
automotos.pdf>, Acesso em
A crítica.com. Público feminino lidera a compra de carros. Disponível em
<http://acritica.uol.com.br/manaus/Manaus-Amazonas-Amazonia-cotidiano-veiculos-compra-
37
mulheres-automoveis-poder_de_compra-montadoras_0_736726335.html>, Acesso em
05/04/2014
Veja Economia. Fatia do setor automobilístico no PIB cresce 45,6% em 11 anos.
Disponível em <http://veja.abril.com.br/noticia/economia/fatia-do-setor-automobilistico-no-
pib-cresce-45-6-em-11-anos-diz-estudo>, Acesso em 05/04/2014
SEBRAE. Estudo de tendências de mercados – Tendências e Oportunidades. Disponível em
<http://gestaoportal.sebrae.com.br/uf/bahia/acesse/publicacoes/tendencias-e-
oportunidades/Cartilha_Tendencias_Mercado_SITE.pdf>, Acesso em 01/04/2014
Pernanbuco.com TECNOLOGIA _ Disponível em <http://www.diariodepernambuco
.com.br/app/noticia/tecnologia/2012/06/11/interna_tecnologia,378163/saiba-quais-sao-as-
redes-sociais-mais-acessadas-por-mulheres-e-homens.shtml> Acesso e 15/05/2014
Globo.com - Carros abandonados em pátios serão vendidos como sucata. Disponível em
<http://g1.globo.com/bom-dia-brasil/noticia/2013/05/carros-abandonados-em-patios-serao-
vendidos-como-sucata-em-sao-paulo.html>, acesso em 12/04/2014
ÂmbitoJuridico.com. Aplicabilidade da logística reversa automotiva. Disponível em
<http://www.ambito-juridico.com.br/site/?n_link=revista_artigos_leitura&artigo_id=12245#
_ ftn13>, Acesso em 17/05/2014
ANFAVEA. associação nacional dos fabricantes de veículos automotores. Disponível em
<http://www.anfavea.com.br/cartas/Carta313.pdf>, Acesso em 20/05/2014
TecHoje.com. A importância da seleção de fornecedores no processo de compras.
Disponível em <http://www.techoje.com.br/site/techoje/categoria/detalhe_artigo/277>,
Acesso em 10/05/2014
Sophia Mind. Mercado feminino de automóveis. Disponível em <http://www.sophiamind
.com/wp-content/uploads/SophiaMind_Automovel.pdf>, Acesso em 15/04/2014
DiarioOnLine. Belém terá 500 mil carros até o fim do ano. Disponível em
<http://www.diarioonline.com.br/noticias/para/noticia-206170-.html>, Acesso em 15/05/2014
Ministério do meio ambiente. Logística reversa. Disponível em <http://www.mma.gov.br/ci
dades-sustentaveis/residuos-perigosos/logistica-reversa>, Acesso em 19/05/2014
SINDIPEÇAS. Anuário do setor. Disponivel em <http://www.sindipecas.org.br/paginas_
NETCDM/modelo_pagina_generico.asp?ID_CANAL=103>, Acesso em 19/04/2014
38
ANEXOS
Anexo A
39
Anexo B
PREVISÃO DE NECESSIDADES DE RECURSOS HUMANOS
Departamento
Necessidade
Administrativo
Financeiro
RH e
Assessoria de
qualidade
Marketing e
Vendas
Operações e
Logística
Criação de frente de
trabalho
1 1 3 4
Cargos executivos 1 1 1 1
Cargos técnicos - - 2 2
Cargos auxiliares - - - 1
Cargos Chaves/Críticos -
Gerente Operacional - - - 1
G. de Marketing e vendas - - 1 -
G. RH e asses. Qualidade - 1 - -
G. Adm. e financeiro 1 - - -
Fiscal de qualidade - - - 1
Fiscal de Seg. trabalho - - - 1
Mudança O que fazer? Como fazer? Quando fazer?
Título: Previsão de necessidades de recursos humanos
Fonte: Retirado de Lucena
40
Anexo C
Penelope Autopeças
Planilha de perfil do cargo
Título do cargo: Diretor administrativo-financeiro
Organização: A.J.M.V Comercio e desmanche Ltda.
Remuneração: 1.000,00 Horário: 8:00as 18:00 Local: Sede
Resumo do cargo
Supervisionar toda parte das funções de suporte administrativo e financeiro tendo como responsabilidade
planejar, organizar, dirigir e controlar as atividades financeiras da empresa; Fixar políticas de ação
acompanhando seu desenvolvimento, para assegurar o cumprimento dos objetivos e metas estabelecidos.
Nível de instrução exigido
Graduado em Administração de empresas.
Características pessoais
Ser ético, transparente, disciplinado, ter comprometimento afetivo, disponibilidade, formador de times e
equipes, ter assertividade, ser proativo, ter inteligência pessoal e interpessoal.
Habilidades e conhecimentos necessários
1. Conhecimento de finanças, contabilidade ou economia.
2. Conhecimento das leis de conformidade e regulamentos.
3. Conhecimentos Administrativos
4. Conhecimentos organizacionais
5. Conhecimento estratégico.
6. Habilidades para comunicar, negociar, decidir, liderar, motivar, delegar, avaliar e treinar seus
colaboradores.
...
Responsabilidades e incumbências do cargo
1. Dar suporte administrativo e financeiro
2. Planejar, organizar, dirigir e controlar as atividades financeiras da empresa.
3. Realizar o gerenciamento completo da área administrativa e financeira da empresa.
4. Fixar políticas de ação acompanhando seu desenvolvimento.
5. Planejar finanças, contas a pagar e contas a receber, cobrança, gestão do patrimônio da empresa,
compras administrativas e etc.
…
© 1998 by the President and Fellows of Harvard College and its licensors. All rights reserved.
41
Penelope Autopeças
Planilha de perfil do cargo
Título do cargo: Diretor de Marketing e Vendas
Organização: A.J.M.V Comercio e desmanche Ltda.
Remuneração: 1.000,00 Horário: 8:00as 18:00 Local: Sede
Resumo do cargo
Elaborar pesquisas de mercado e estratégias para aumentar as vendas detectando as necessidades dos
consumidores e elaborar projetos que visem satisfazê-las, aumentando o alcance e melhoria da imagem da
marca, estabelecendo o público- alvo, sugerindo preços.
Nível de instrução exigido
Administração de Empresas- graduação em marketing ou cursando o último ano.
Características pessoais
Facilidade de relacionamento; criativo; capacidade de persuasão; disposição para assumir riscos e
empreender.
Habilidades e conhecimentos necessários
1. Conhecimento em planejamento e execução de pesquisas de mercado.
2. Conhecimento em gestão de marcas.
3. Canais de distribuição e acompanhamento da concorrência e de tendências de mercado.
4. Habilidades de negociação
...
Responsabilidades e incumbências do cargo
1. Estudar o comportamento do consumidor.
2. Elaborar estratégias de vendas de acordo com as mudanças do mercado.
3. Elaborar estratégias para melhorar à imagem e maximizar o lucro.
4. Elaborar tática de venda, de acordo com as necessidades do cliente.
...
© 1998 by the President and Fellows of Harvard College and its licensors. All rights reserved.
42
Penelope Autopeças
Planilha de perfil do cargo
Título do cargo: Diretora de Operações e Logística
Organização: A.J.M.V Comercio e desmanche Ltda.
Remuneração: 1.000,00 Horário: 8:00as 18:00 Local: Sede
Resumo do cargo
Planejar e controlar todas as atividades de movimentação e armazenagem de materiais no(s) depósito(s)
e/ou processos logísticos relacionados à sua área de abrangência, incluindo programação das atividades,
liderança de pessoas e adequada manutenção e utilização de recursos (equipamentos, espaço disponível e
capital empregado).
Nível de instrução exigido
Desejável ter Graduação em engenharia, administração, economia ou comercio exterior.
Características pessoais
Agilidade, dinamismo, capacidade de ouvir, receptividade a mudanças, maleável e rápido nas decisões,
flexibilidade.
Habilidades e conhecimentos necessários
1. Experiência gerencial em processos logísticos similares.
2. Conhecimento nas tecnologias de informação aplicadas à logística.
3. Administração de terceiros
4. Habilidades de liderança
...
Responsabilidades e incumbências do cargo
1. Planejar e controlar todos os processos de recebimento, inspeção, segregação, armazenagem,
inventários físicos, processamentos, manuseio, abastecimento de linha, coleta, manutenções de
equipamentos logísticos, atividades administrativas, separação, embalagem, faturamento, expedição,
transportes e distribuição física.
2. Incluir costume servisse e logística reversa, desenvolvendo planos, projetos e metas de curto e médio
prazo para garantir o atendimento aos clientes com gastos logísticos totais adequados.
3. Supervisiona os serviços dos seus subordinados e terceiros.
…
© 1998 by the President and Fellows of Harvard College and its licensors. All rights reserved.
43
Penelope Autopeças
Planilha de perfil do cargo
Título do cargo: Diretora de RH e Assessoria de Qualidade
Organização: A.J.M.V Comercio e desmanche Ltda.
Remuneração: 1.000,00 Horário: 8:00as 18:00 Local: Sede
Resumo do cargo
Organizar todos os funcionários da empresa com o objetivo de buscar sempre pelo melhor rendimento
desenvolvendo as pessoas e integrando-as aos objetivos da organização.
Realizar atividades de suporte ao Sistema de Gestão da Qualidade
Nível de instrução exigido
Graduado em Administração de Empresas- áreas de Recursos Humanos e Gestão de Pessoas.
Características pessoais
Liderança e gosto por inovação; atitude proativa; responsabilidade; carisma; paciência; sensibilidade; visão
humana; capacidade de observação; capacidade de organização; capacidade de elaborar estratégias;
capacidade de seguir um planejamento; raciocínio rápido.
Habilidades e conhecimentos necessários
1. Conhecimento em domínio da legislação trabalhista
2. Sistemas de gestão da qualidade.
3. Administração de terceiros.
4. Relações sindicais
...
Responsabilidades e incumbências do cargo
1. Conferir o desempenho do quadro de funcionários aplicando palestras, pequenos cursos e treinamentos
para os colaboradores.
2. Atuar com foco no planejamento, gestão de carreira e de cargos e salários.
3. Planejar, organizar, dirigir e controlar as atividades de recursos humanos.
4. Organizar eventos internos.
5. Desenvolver e dar manutenção ao sistema de gestão da qualidade.
6. Sistematizar cargos e de salários.
© 1998 by the President and Fellows of Harvard College and its licensors. All rights reserved.
44
Penelope Autopeças
Planilha de perfil do cargo
Título do cargo: Auxiliar de suprimentos
Organização: A.J.M.V Comercio e desmanche Ltda
Remuneração: 1.000,00 Horário: 8:00as 18:00 Local: Sede
Resumo do cargo
Realizar cotações em grande volume de materiais, emitindo e controlando relatórios referentes ao suporte
administrativo.
Nível de instrução exigido
Superior cursando; Curso técnico de auxiliar de suprimentos; conhecimento básico em informática.
Características pessoais
Ter facilidade em manter um bom relacionamento interpessoal, capacidade de adaptar-se a normas e
procedimentos, trabalhar em equipe, boa comunicação, saber identificar as prioridades; Estar sempre
buscando aprimoramento profissional para desenvolver melhor suas atividades diárias.
Habilidades e conhecimentos necessários
1. Dinamismo
2. Conhecimento em microinformática
3. Conhecimento em logística
4. Excelente comunicação verbal e escrita
5. Habilidade de trabalhar sob pressão.
6. Conhecimento em informática
...
Responsabilidades e incumbências do cargo
1. Auxiliar no controle e organização do estoque de produtos no geral.
2. Recepcionar e conferir os materiais recebidos no almoxarifado.
3. Distribuir os materiais conforme solicitação e controlar através de sistema informatizado
4. Emitir e controlar relatórios
5. Realizar tarefas referentes ao suporte administrativo nos processos de compras dos diversos materiais
...
© 1998 by the President and Fellows of Harvard College and its licensors. All rights reserved.
45
Penelope Autopeças
Planilha de perfil do cargo
Título do cargo: Vendedor Interno
Organização: A.J.M.V Comercio e desmanche Ltda.
Remuneração: 724,00 Horário: 8:00as 18:00 Local: Sede
Resumo do cargo
Executar atividades relacionadas à venda de produtos ou serviços; responsável pelas vendas, pela
negociação do preço do produto ou serviço vendido, negociação do prazo, das condições de pagamento e
dos descontos da venda.
Nível de instrução exigido
Ensino médio completo ou curso técnico; treinamento em vendas.
Características pessoais
Capacidade de se comunicar com as pessoas, ter paciência, responsabilidade, honestidade, simpatia
flexibilidade, agilidade, raciocínio rápido, capacidade de comunicação e visão de projeto.
Habilidades e conhecimentos necessários
1. Especialista em vendas
2. Habilidade de ouvir e entender o cliente
3. Habilidade de comunicação
...
Responsabilidades e incumbências do cargo
1. Demonstrar os produtos.
2. Avaliar o perfil dos clientes e fechar vendas.
3. Entender o produto ou serviço e explicar ao cliente
4. Negociar prazos e condições de pagamentos
5. Possíveis descontos ou pacotes promocionais que podem ser oferecidos.
…
© 1998 by the President and Fellows of Harvard College and its licensors. All rights reserved.
46
Penelope Autopeças
Planilha de perfil do cargo
Título do cargo: Mecânico de manutenção de carros
Organização: A.J.M.V Comercio e desmanche Ltda
Remuneração: 1.200,00 Horário: 8:00as 18:00 Local: Sede
Resumo do cargo
Executar os serviços de manutenção mecânica, montando e desmontando carros, reparando ou substituindo
partes e peças, visando o seu perfeito funcionamento e prolongamento de sua vida útil.
Nível de instrução exigido
Curso técnico de mecânica.
Características pessoais
Proativo; competitivo; comunicativo; ágil; organizado, eficiente, ético
Habilidades e conhecimentos necessários
1. Habilidades com os equipamentos e ferramentas
2. Conhecimento geral em mecânica de automóveis.
3.
4.
5.
6.
Responsabilidades e incumbências do cargo
1. Executar serviços de manutenção mecânica preventiva e corretiva no automóvel.
2. Diagnosticar o problema com a maior rapidez e precisão.
3.
4.
5.
6.
© 1998 by the President and Fellows of Harvard College and its licensors. All rights reserved.
47
Penelope Autopeças
Planilha de perfil do cargo
Título do cargo: Auxiliar em mecânica de manutenção de carros
Organização: A.J.M.V Comercio e desmanche Ltda
Remuneração: 1.013,60 Horário: Local: Sede
Resumo do cargo
Auxiliar nos serviços de manutenção mecânica, montando e desmontando carros, reparando ou substituindo
partes e peças, visando o seu perfeito funcionamento e prolongamento de sua vida útil.
Nível de instrução exigido
Estudante do Curso técnico de mecânica
Características pessoais
Confiança no que faz; proativo; competitivo; comunicativo; ágil; organizado e atencioso.
Habilidades e conhecimentos necessários
1. Habilidades com os equipamentos e ferramentas
2. Conhecimento em mecânica de automóveis.
3.
4.
5.
6.
Responsabilidades e incumbências do cargo
1. Executar serviços de manutenção mecânica preventiva e corretiva no automóvel.
2. Diagnosticar o problema com a maior rapidez e precisão.
3. Auxiliar o mecânico nas tarefas de precisão
4.
5.
6.
© 1998 by the President and Fellows of Harvard College and its licensors. All rights reserved.
Anexo D – Levantamento das necessidades de treinamento
Unidade Solicitante: Data:
Responsável: Visto:
Descrição – Objetivo
Treinamento
solicitado
Público alvo Objetivos Justificativa
Formação
Geral
Aprimorar a formação profissional dos colaboradores e o
desenvolvimento das competências necessárias ao exercício de
suas funções, através de curso e atividades de interesse comum
a vários cargos e ambientes organizacionais.
Formação
Específica
Ações voltadas para o desempenho de atividades vinculadas ao
ambiente e cargo ocupado pelo colaborador, através de cursos e
atividades relacionadas diretamente à atividade realizada.
Informática
Capacitar colaboradores de todos os cargos para a utilização de
equipamento de informática como ferramenta de trabalho,
oferecendo informação sobre a operação dos sistemas e
softwares atualizados e integrados através de cursos e
atividades.
Relações
humanasno
trabalho
Promover desenvolvimento social no ambiente de trabalho, a
administração de conflitos interpessoais e pessoais, auto
motivação no trabalho e trabalho em equipe, por meio de ações
integradas em cursos e atividades.
49
Descrição – Objetivo
Treinamento
solicitado
Público alvo Objetivos Justificativa
Gestão
Desenvolvimento
Gerencial
Formar e/ou atualizar colaboradores ocupantes ou com potencial
para ocuparem cargos de direção/chefia e assessoramento
utilizando-se de ações integradas e cursos e atividades que
estejam relacionadas ao desenvolvimento gerencial.
Segurançae
Saúdedo
colaborador
Transmitir princípio básicos de segurança, primeiros socorros e
prevenção de acidentes por meio de cursos, palestras e
atividades de prevenção.
Atividades
Especiais
Promover eventos de interesse geral em forma de cursos
presenciais, palestras, seminários, workshops e exposições.
Observações:
Título: planilha de Levantamento das necessidades de treinamento
Fonte: Adaptado de Instituto Dante Pazzanese de Cardiologia – Secretaria de Estado e Saúde
APÊNDICE
Apêndice A: Logo
51
Apêndice B : Layout
52
Apêndice C : Descrição e analise de Cargos
DESCRIÇÃO E ANÁLISE DE CARGO
Título: Diretor administrativo Seção: comercial
Descrição sumária: Exercem a gerência dos serviços administrativos e das operações
financeiras, incluindo-se as do setor bancário. Gerenciam recursos humanos, administram
recursos materiais e serviços terceirizados de sua área de competência. Planejam, dirigem e
controlam os recursos e as atividades de uma organização, com o objetivo de minimizar o
impacto financeiro da materialização dos riscos.
DESCRIÇÃO DO CARGO
Supervisionar toda parte das funções de suporte administrativo tendo como
responsabilidade planejar, organizar, dirigir e controlar as atividades administrativas da
empresa; Fixar políticas de ação acompanhando seu desenvolvimento, para assegurar o
cumprimento dos objetivos e metas estabelecidos.
ANÁLISE DO CARGO
a) Requisitos mentais:
Instrução: Nível superior completo ou cursando o último ano acadêmico de Administração.
Aptidões: Conhecimento de finanças; Conhecimento das leis de conformidade e
regulamentos; Conhecimentos Administrativos; Conhecimentos organizacionais;
Conhecimento estratégico; Habilidades para comunicar, negociar, decidir, liderar, motivar,
delegar, avaliar e treinar seus colaboradores.
b) Requisitos físicos:
Esforço físico: Sem muito esforço físico
c) Responsabilidades envolvidas: responsável por toda manutenção da engrenagem que
garante o andamento correto das funções de apoio administrativo.
d) Condições de trabalho:
Ambiente: Condições de trabalho totalmente favorável, em ambiente climatizado.
Segurança: Ambiente considerado seguro.
53
DESCRIÇÃO E ANÁLISE DE CARGO
Título: Diretora de Rh e assessoria de qualidade Seção: comercial
Descrição sumária: Organiza todos os funcionários da empresa com o objetivo de
buscar sempre pelo melhor rendimento desenvolvendo as pessoas e integrando-as aos
objetivos da organização; Realiza atividades de suporte ao Sistema de Gestão da Qualidade e
supervisiona os serviços dos seus subordinados e terceiros.
DESCRIÇÃO DO CARGO
Conferir o desempenho do quadro de funcionários aplicando palestras, pequenos
cursos e treinamentos para os colaboradores; Atuar com foco no planejamento, gestão de
carreira e de cargos e salários; Planejar, organizar, dirigir e controlar as atividades de recursos
humanos; Organizar eventos internos; Desenvolver e dar manutenção ao sistema de gestão da
qualidade; Sistematizar cargos e de salários.
ANÁLISE DO CARGO
a) Requisitos mentais:
Instrução: Graduado em Administração de Empresas- áreas de Recursos Humanos e
Gestão de Pessoas.
Aptidões: Liderança e gosto por inovação; atitude proativa; responsabilidade; carisma;
paciência; sensibilidade; visão humana; capacidade de observação; capacidade de
organização; capacidade de elaborar estratégias; capacidade de seguir um planejamento;
raciocínio rápido.
b) Requisitos físicos:
Esforço físico: Sem muito esforço físico
c) Responsabilidades envolvidas: Conhecimento e domínio da legislação trabalhista;
Sistemas de gestão da qualidade; Administração de terceiros; Relações sindicais
d) Condições de trabalho:
Ambiente: Condições de trabalho totalmente favorável, em ambiente climatizado.
Segurança: Ambiente considerado seguro.
54
DESCRIÇÃO E ANÁLISE DE CARGO
Título: Diretor de operações e logística Seção: comercial
Descrição sumária: Planejar e controlar todas as atividades de movimentação e
armazenagem de materiais no(s) depósito(s) e/ou processos logísticos relacionados à sua área
de abrangência, incluindo programação das atividades, liderança de pessoas e adequada
manutenção e utilização de recursos (equipamentos, espaço disponível e capital empregado).
DESCRIÇÃO DO CARGO
Planeja e controla todos os processos de recebimento, inspeção, segregação,
armazenagem, inventários físicos, processamentos, manuseio, abastecimento de linha, coleta,
manutenções de equipamentos logísticos, atividades administrativas, separação, embalagem,
faturamento, expedição, transportes e distribuição física; Incluir costume servisse e logística
reversa, desenvolvendo planos, projetos e metas de curto e médio prazo para garantir o
atendimento aos clientes com gastos logísticos totais adequados; Supervisiona os serviços dos
seus subordinados e terceiros.
ANÁLISE DO CARGO
a) Requisitos mentais
Instrução: Desejável ter Graduação em engenharia, administração, economia ou
comercio exterior.
Aptidões: Agilidade, dinamismo, capacidade de ouvir, receptividade a mudanças,
maleável e rápido nas decisões, flexibilidade.
b) Requisitos físicos:
Esforço físico: Sem muito esforço físico
c) Responsabilidades envolvidas: Experiência gerencial em processos logísticos
similares; Conhecimento nas tecnologias de informação aplicadas à logística; Administração
de terceiros; Habilidades de liderança
d) Condições de trabalho:
Ambiente: Condições de trabalho totalmente favorável, em ambiente climatizado.
Segurança: Ambiente considerado seguro.
55
DESCRIÇÃO E ANÁLISE DE CARGO
Título: Diretor de Marketing e vendas Seção: comercial
Descrição sumária: Elaborar pesquisas de mercado e estratégias para aumentar as
vendas detectando as necessidades dos consumidores e elaborar projetos que visem satisfazê-
las, aumentando o alcance e melhoria da imagem da marca, estabelecendo o público- alvo,
sugerindo preços e supervisiona os serviços dos seus subordinados e terceiros.
DESCRIÇÃO DO CARGO
Estuda o comportamento do consumidor; Elabora estratégias de vendas de acordo com
as mudanças do mercado; Elabora estratégias para melhorar à imagem e maximizar o lucro;
Elabora tática de venda, de acordo com as necessidades do cliente.
ANÁLISE DO CARGO
a) Requisitos mentais
Instrução: Administração de Empresas- graduação em marketing ou cursando o último
ano.
Aptidões: Facilidade de relacionamento; criativo; capacidade de persuasão; disposição
para assumir riscos e empreender.
b) Requisitos físicos:
Esforço físico: Sem muito esforço físico
c) Responsabilidades envolvidas: Conhecimento em planejamento e execução de
pesquisas de mercado; Conhecimento em gestão de marcas; Canais de distribuição e
acompanhamento da concorrência e de tendências de mercado; Habilidades de negociação.
d) Condições de trabalho:
Ambiente: Condições de trabalho totalmente favorável, em ambiente climatizado.
Segurança: Ambiente considerado seguro.
56
DESCRIÇÃO E ANÁLISE DE CARGO
Título: Auxiliar de suprimentos Seção: comercial
Descrição sumária: Auxiliar no controle e organização do estoque de produtos no
geral; Recepcionar e conferir os materiais recebidos no almoxarifado; Distribuir os materiais
conforme solicitação e controlar através de sistema informatizado; Emitir e controlar
relatórios; Realizar tarefas referentes ao suporte administrativo nos processos de compras dos
diversos materiais.
DESCRIÇÃO DO CARGO
Profissional responsável por realizar cotações em grande volume de materiais,
emitindo e controlando relatórios referentes ao suporte administrativo.
ANÁLISE DO CARGO
a) Requisitos mentais:
Instrução: Superior cursando; Curso técnico de auxiliar de suprimentos; conhecimento
básico em informática.
Aptidões: Dinamismo; Conhecimento em microinformática; Conhecimento em
logística; Excelente comunicação verbal e escrita; Habilidade de trabalhar sob pressão.
b) Requisitos físicos:
Esforço físico: movimentos repetitivos para digitação, que pode causar com o tempo
problemas na coordenação motora.
c) Responsabilidades envolvidas: relatar veridicamente cada item em toda a
empresa e os procedimentos de venda dos produtos, sendo de sua totalmente responsável caso
haja algum erro nos relatórios.
d) Condições de trabalho:
Ambiente: condições de trabalho em local fechado (escritório), ambiente climatizado
ou em local de estocagem dos produtos, não climatizado.
Segurança: condições consideradas seguras parcialmente, podendo ocorrer algum
acidente com o funcionário no local de estocagem dos produtos, caso algum item venha a cair.
57
DESCRIÇÃO E ANÁLISE DE CARGO
Título: Vendedor Interno Seção: comercial
Descrição sumária: Demonstrar os produtos; Avaliar o perfil dos clientes e fechar
vendas; Entender o produto ou serviço e explicar ao cliente; Negociar prazos e condições de
pagamentos; Possíveis descontos ou pacotes promocionais que podem ser oferecidos.
DESCRIÇÃO DO CARGO
Responsável por executar atividades relacionadas à venda de produtos ou serviços;
responsável pelas vendas, pela negociação do preço do produto ou serviço vendido,
negociação do prazo, das condições de pagamento e dos descontos da venda.
ANÁLISE DO CARGO
a) Requisitos mentais:
Instrução: Ensino médio completo ou curso técnico; treinamento em vendas.
Aptidões: Capacidade de se comunicar com as pessoas, ter paciência,
responsabilidade, honestidade, simpatia flexibilidade, agilidade, raciocínio rápido, capacidade
de comunicação e visão de projeto.
b) Requisitos físicos:
Esforço físico: Constante movimentação de braços e pernas; firmeza de pulso; o
trabalho é sempre executado em pé; abaixar-se, levantar-se; movimentação por todo o
ambiente.
c) Responsabilidades envolvidas: Ouvir e entender o cliente; Habilidade de
comunicação; é responsável por manejar os produtos sem causar qualquer dano, caso haja
danos pelo funcionário, ele se torna responsável pela reposição do produto
d) Condições de trabalho:
Ambiente: Condições ligeiramente desagradáveis resultantes da constante execução
do trabalho em pé; ambiente favorável climatizado (condições de trabalho interno)
Segurança: Condições consideradas raramente perigosas, possíveis quedas de
produtos nos pés, causando pequenas escoriações e pequenos cortes sem grande gravidade.
58
DESCRIÇÃO E ANÁLISE DE CARGO
Título: mecânico de manutenção de carros Seção: comercial
Descrição sumária: Executar os serviços de manutenção mecânica, montando e
desmontando carros, reparando ou substituindo partes e peças, visando o seu perfeito
funcionamento e prolongamento de sua vida útil e supervisiona os serviços dos seus
auxiliares.
DESCRIÇÃO DO CARGO
Executa serviços de manutenção mecânica preventiva e corretiva no automóvel;
Diagnostica o problema com a maior rapidez e precisão.
ANÁLISE DO CARGO
a) Requisitos mentais
Instrução: Curso técnico de mecânica.
Aptidões: Confiança no que faz; proativo; competitivo; comunicativo; ágil; organizado
b) Requisitos físicos:
Esforço físico: Esforço físico constante
c) Responsabilidades envolvidas: Habilidades com os equipamentos e ferramentas, é de
sua total responsabilidade cuidar e guardar seus equipamentos organizadamente;
Conhecimento geral em mecânica de automóveis, responsável por detectar e solucionar o
problema no automóvel do cliente.
d) Condições de trabalho
Ambiente: Ambiente favorável, sem exposição ao sol com iluminação adequada.
Segurança: Ambiente com riscos de acidente. Pode ocorrer danos à saúde física do
colaborador.
59
DESCRIÇÃO E ANÁLISE DE CARGO
Título: Auxiliar em mecânica de manutenção de carros Seção: comercial
Descrição sumária: Auxilia nos serviços de manutenção mecânica, montando e
desmontando carros, reparando ou substituindo partes e peças, visando o seu perfeito
funcionamento e prolongamento de sua vida útil.
DESCRIÇÃO DO CARGO
Executar serviços de manutenção mecânica preventiva e corretiva no automóvel;
Diagnosticar o problema com a maior rapidez e precisão; Auxiliar o mecânico nas tarefas de
precisão
ANÁLISE DO CARGO
a) Requisitos mentais
Instrução: Estudante do Curso técnico de mecânica
Aptidões: Confiança no que faz; proativo; competitivo; comunicativo; ágil; organizado
e atencioso.
b) Requisitos físicos:
Esforço físico: Esforço físico constante
c) Responsabilidades envolvidas: Habilidades com os equipamentos e ferramentas, é de
sua total responsabilidade cuidar e guardar seus equipamentos organizadamente;
Conhecimento em mecânica de automóveis, responsável por detectar e solucionar o problema
no automóvel do cliente e auxiliar o mecânico em seu trabalho.
d) Condições de trabalho
Ambiente: Ambiente favorável, sem exposição ao sol com iluminação adequada.
Segurança: Ambiente com riscos de acidente. Pode ocorrer danos à saúde física do
colaborador.
60
Apêndice D: Sistema para gestão da qualidade em aprendizado – Avaliação de
desempenho
Sistema para gestão da qualidade em aprendizado
Cliente/Colaborador: Registro:
Função: Conhecimentos técnicos:
GRAU DE
SATISFAÇÃO

Aprendizagem
Organizacional
Nível do treinamento ⑤ ④ ③ ② ①
Conhecimento do conteúdo aplicado no treinamento ⑤ ④ ③ ② ①
Conhecimento dos objetivos organizacionais ⑤ ④ ③ ② ①
Avaliação no treinamento ⑤ ④ ③ ② ①
⑤ ④ ③ ② ①
Satisfação/
Reação
Relevância do treinamento ⑤ ④ ③ ② ①
Satisfação no treinamento ⑤ ④ ③ ② ①
Condições de aprendizagem ⑤ ④ ③ ② ①
Conteúdo do treinamento ⑤ ④ ③ ② ①
Necessidade de outro aprendizado ⑤ ④ ③ ② ①
Apl.Doaprendizado
Conhecimento da função ⑤ ④ ③ ② ①
Relacionamento pessoal ⑤ ④ ③ ② ①
Responsabilidade ⑤ ④ ③ ② ①
Iniciativa ⑤ ④ ③ ② ①
Qualidade de trabalho ⑤ ④ ③ ② ①
Dedicação ⑤ ④ ③ ② ①
Método no trabalho ⑤ ④ ③ ② ①
Acato das ordens ⑤ ④ ③ ② ①
Conduta pessoal ⑤ ④ ③ ② ①
Impactosnos
resultados
Custo do treinamento em relação aos benefícios estimados
Comportamento dos resultados pós-treinamento
Impactos no resultado individual do colaborador
Custo do treinamento em relação aos benefícios alcançados
Impacto geral sobre resultados organizacionais
Avaliação informal
61
Apêndice E: Planilhas do plano financeiro
Indicadores de viabilidade
LUCRATIVIDADE - mês 15%
RENTABILIDADE - mês 3%
TEMPO DE RETORNO - mês 31,55035299
PONTO DE EQUILÍBRIO 40.628,41R$
Margem de Contribuição
Faturamento 58.466,96R$
(-) Custo - CPI/CMV/CSP 19.696,19R$
ICMS (2,58%) 2.268,52R$
(-) Comissões (?%) -R$
Total 36.502,25R$
Índice de MC= MC/Faturamento 62%
Total
Custos Fixos 25.365,24R$
Índice de Margem de Contribuição 62%
(CF/IMC)
PE (Ponto de Equilíbrio) 40.628,41R$
Plano de negócios Penelope Autopeças
Plano de negócios Penelope Autopeças
Plano de negócios Penelope Autopeças
Plano de negócios Penelope Autopeças
Plano de negócios Penelope Autopeças
Plano de negócios Penelope Autopeças
Plano de negócios Penelope Autopeças

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Plano de negócios - Loja de produtos alimentícios a granel e embalagens ambie...
Plano de negócios - Loja de produtos alimentícios a granel e embalagens ambie...Plano de negócios - Loja de produtos alimentícios a granel e embalagens ambie...
Plano de negócios - Loja de produtos alimentícios a granel e embalagens ambie...Thiago Yajima
 
Plano de negocios restaurante bom paladar
Plano de negocios restaurante bom paladarPlano de negocios restaurante bom paladar
Plano de negocios restaurante bom paladarJosilene Silva Alves
 
Plano de negocio completo para padaria
Plano de negocio completo para padariaPlano de negocio completo para padaria
Plano de negocio completo para padariaDaniel Marinho
 
Fabricação de Refrigerantes - Coca Cola
Fabricação de Refrigerantes - Coca ColaFabricação de Refrigerantes - Coca Cola
Fabricação de Refrigerantes - Coca ColaMaria Carolina
 
Objetivos organizacionais Chilli Beans
Objetivos organizacionais Chilli BeansObjetivos organizacionais Chilli Beans
Objetivos organizacionais Chilli BeansHelena Pontes
 
Benchmarking: O que é e como fazer
Benchmarking: O que é e como fazerBenchmarking: O que é e como fazer
Benchmarking: O que é e como fazerMateada
 
Apresentação coca cola
Apresentação   coca colaApresentação   coca cola
Apresentação coca colaNeil Azevedo
 
Case: Cacau Show Estudo dos Sistema de Franquias Empreededorismo
Case: Cacau Show Estudo dos Sistema de Franquias EmpreededorismoCase: Cacau Show Estudo dos Sistema de Franquias Empreededorismo
Case: Cacau Show Estudo dos Sistema de Franquias EmpreededorismoAloizio Ziareski
 
Processo de produção da coca cola
Processo de produção da coca colaProcesso de produção da coca cola
Processo de produção da coca colaAngélica Agra
 
Apresentação TCC - Plano de Negócios
Apresentação TCC - Plano de Negócios Apresentação TCC - Plano de Negócios
Apresentação TCC - Plano de Negócios Maxwendell Silva
 
Business Model Canvas - Os Blocos da Estrutura do Canvas
Business Model Canvas - Os Blocos da Estrutura do CanvasBusiness Model Canvas - Os Blocos da Estrutura do Canvas
Business Model Canvas - Os Blocos da Estrutura do CanvasExcelência em Gestão Ltda.
 
aula 01 - pesquisa de mercado
aula 01 - pesquisa de mercadoaula 01 - pesquisa de mercado
aula 01 - pesquisa de mercadoThiago Ianatoni
 

Mais procurados (20)

Aula 1 - Gestão da Qualidade
Aula 1 - Gestão da QualidadeAula 1 - Gestão da Qualidade
Aula 1 - Gestão da Qualidade
 
Plano de negócios - Loja de produtos alimentícios a granel e embalagens ambie...
Plano de negócios - Loja de produtos alimentícios a granel e embalagens ambie...Plano de negócios - Loja de produtos alimentícios a granel e embalagens ambie...
Plano de negócios - Loja de produtos alimentícios a granel e embalagens ambie...
 
Plano de negocios restaurante bom paladar
Plano de negocios restaurante bom paladarPlano de negocios restaurante bom paladar
Plano de negocios restaurante bom paladar
 
Plano de negocio completo para padaria
Plano de negocio completo para padariaPlano de negocio completo para padaria
Plano de negocio completo para padaria
 
Fabricação de Refrigerantes - Coca Cola
Fabricação de Refrigerantes - Coca ColaFabricação de Refrigerantes - Coca Cola
Fabricação de Refrigerantes - Coca Cola
 
Coca Cola Brasil
Coca Cola BrasilCoca Cola Brasil
Coca Cola Brasil
 
Plano de MKT - Alquimia Restaurante
Plano de MKT -  Alquimia RestaurantePlano de MKT -  Alquimia Restaurante
Plano de MKT - Alquimia Restaurante
 
Objetivos organizacionais Chilli Beans
Objetivos organizacionais Chilli BeansObjetivos organizacionais Chilli Beans
Objetivos organizacionais Chilli Beans
 
Benchmarking: O que é e como fazer
Benchmarking: O que é e como fazerBenchmarking: O que é e como fazer
Benchmarking: O que é e como fazer
 
Coca-Cola
Coca-ColaCoca-Cola
Coca-Cola
 
Empreendedorismo
EmpreendedorismoEmpreendedorismo
Empreendedorismo
 
Apresentação coca cola
Apresentação   coca colaApresentação   coca cola
Apresentação coca cola
 
Case: Cacau Show Estudo dos Sistema de Franquias Empreededorismo
Case: Cacau Show Estudo dos Sistema de Franquias EmpreededorismoCase: Cacau Show Estudo dos Sistema de Franquias Empreededorismo
Case: Cacau Show Estudo dos Sistema de Franquias Empreededorismo
 
Processo de produção da coca cola
Processo de produção da coca colaProcesso de produção da coca cola
Processo de produção da coca cola
 
Apresentação TCC - Plano de Negócios
Apresentação TCC - Plano de Negócios Apresentação TCC - Plano de Negócios
Apresentação TCC - Plano de Negócios
 
Business Model Canvas - Os Blocos da Estrutura do Canvas
Business Model Canvas - Os Blocos da Estrutura do CanvasBusiness Model Canvas - Os Blocos da Estrutura do Canvas
Business Model Canvas - Os Blocos da Estrutura do Canvas
 
Plano de Marketing Cacau Show (Chocolate Quente) 2010
Plano de Marketing  Cacau Show (Chocolate Quente) 2010Plano de Marketing  Cacau Show (Chocolate Quente) 2010
Plano de Marketing Cacau Show (Chocolate Quente) 2010
 
aula 01 - pesquisa de mercado
aula 01 - pesquisa de mercadoaula 01 - pesquisa de mercado
aula 01 - pesquisa de mercado
 
4 Ps Coca Cola
4 Ps Coca Cola4 Ps Coca Cola
4 Ps Coca Cola
 
Plano de Marketing
Plano de MarketingPlano de Marketing
Plano de Marketing
 

Destaque

Marketing: Case - Plano de Negócios - F.B.K Auto-Peças
Marketing: Case - Plano de Negócios - F.B.K Auto-PeçasMarketing: Case - Plano de Negócios - F.B.K Auto-Peças
Marketing: Case - Plano de Negócios - F.B.K Auto-PeçasZé Moleza
 
Apresentação V&B Autopeças
Apresentação V&B AutopeçasApresentação V&B Autopeças
Apresentação V&B Autopeçasalinegouveia
 
Icar Assistência - Plano de Marketing
Icar Assistência - Plano de MarketingIcar Assistência - Plano de Marketing
Icar Assistência - Plano de MarketingNathalia Diniz
 
Centro técnico automotivo checar2
Centro técnico automotivo checar2Centro técnico automotivo checar2
Centro técnico automotivo checar2Ederson Simionato
 
MegaDealer - Portfólio de soluções para o segmento automotivo
MegaDealer - Portfólio de soluções para o segmento automotivoMegaDealer - Portfólio de soluções para o segmento automotivo
MegaDealer - Portfólio de soluções para o segmento automotivoNilson Caldeira
 
JUV ACESSÓRIOS, Plano de Marketing Atualizado 2014, Empreededor JUV .
 JUV ACESSÓRIOS, Plano de Marketing Atualizado 2014, Empreededor JUV . JUV ACESSÓRIOS, Plano de Marketing Atualizado 2014, Empreededor JUV .
JUV ACESSÓRIOS, Plano de Marketing Atualizado 2014, Empreededor JUV .Jorge Mmn
 
Ingl+s automotivo livro do professor
Ingl+s automotivo   livro do professorIngl+s automotivo   livro do professor
Ingl+s automotivo livro do professorAnderson da Silva
 
Planejamento de comunicação e endomarketing para empresa do setor automotivo
Planejamento de comunicação e endomarketing para empresa do setor automotivoPlanejamento de comunicação e endomarketing para empresa do setor automotivo
Planejamento de comunicação e endomarketing para empresa do setor automotivoNato Oliveira
 
Plano de Negócios Cidiz Moda Premium 2016
Plano de Negócios Cidiz Moda Premium 2016Plano de Negócios Cidiz Moda Premium 2016
Plano de Negócios Cidiz Moda Premium 2016Danillo Luziano
 
Iae aula 09 plano de negócio 2012-1
Iae aula 09 plano de negócio 2012-1Iae aula 09 plano de negócio 2012-1
Iae aula 09 plano de negócio 2012-1Rodrigo Pereira Melo
 
Etapas para o Plano de Negócios
Etapas para o Plano de NegóciosEtapas para o Plano de Negócios
Etapas para o Plano de NegóciosAgnes Arruda
 
Higiene e limpeza na mecânica automotiva
Higiene e limpeza na mecânica automotivaHigiene e limpeza na mecânica automotiva
Higiene e limpeza na mecânica automotivaJaime Alves
 

Destaque (20)

Marketing: Case - Plano de Negócios - F.B.K Auto-Peças
Marketing: Case - Plano de Negócios - F.B.K Auto-PeçasMarketing: Case - Plano de Negócios - F.B.K Auto-Peças
Marketing: Case - Plano de Negócios - F.B.K Auto-Peças
 
Apresentação V&B Autopeças
Apresentação V&B AutopeçasApresentação V&B Autopeças
Apresentação V&B Autopeças
 
Auto Peças Unidos
Auto Peças UnidosAuto Peças Unidos
Auto Peças Unidos
 
Plano de Negócios - Slides facilitadores
Plano de Negócios - Slides facilitadoresPlano de Negócios - Slides facilitadores
Plano de Negócios - Slides facilitadores
 
Icar Assistência - Plano de Marketing
Icar Assistência - Plano de MarketingIcar Assistência - Plano de Marketing
Icar Assistência - Plano de Marketing
 
Oficina de BMG
Oficina de BMGOficina de BMG
Oficina de BMG
 
Centro técnico automotivo checar2
Centro técnico automotivo checar2Centro técnico automotivo checar2
Centro técnico automotivo checar2
 
Sysmech
SysmechSysmech
Sysmech
 
MegaDealer - Portfólio de soluções para o segmento automotivo
MegaDealer - Portfólio de soluções para o segmento automotivoMegaDealer - Portfólio de soluções para o segmento automotivo
MegaDealer - Portfólio de soluções para o segmento automotivo
 
Programa do Curso
Programa do CursoPrograma do Curso
Programa do Curso
 
JUV ACESSÓRIOS, Plano de Marketing Atualizado 2014, Empreededor JUV .
 JUV ACESSÓRIOS, Plano de Marketing Atualizado 2014, Empreededor JUV . JUV ACESSÓRIOS, Plano de Marketing Atualizado 2014, Empreededor JUV .
JUV ACESSÓRIOS, Plano de Marketing Atualizado 2014, Empreededor JUV .
 
Regime automotivo
Regime automotivoRegime automotivo
Regime automotivo
 
Ingl+s automotivo livro do professor
Ingl+s automotivo   livro do professorIngl+s automotivo   livro do professor
Ingl+s automotivo livro do professor
 
Pneumasa
PneumasaPneumasa
Pneumasa
 
Planejamento de comunicação e endomarketing para empresa do setor automotivo
Planejamento de comunicação e endomarketing para empresa do setor automotivoPlanejamento de comunicação e endomarketing para empresa do setor automotivo
Planejamento de comunicação e endomarketing para empresa do setor automotivo
 
Plano de Negócios Cidiz Moda Premium 2016
Plano de Negócios Cidiz Moda Premium 2016Plano de Negócios Cidiz Moda Premium 2016
Plano de Negócios Cidiz Moda Premium 2016
 
Iae aula 09 plano de negócio 2012-1
Iae aula 09 plano de negócio 2012-1Iae aula 09 plano de negócio 2012-1
Iae aula 09 plano de negócio 2012-1
 
Etapas para o Plano de Negócios
Etapas para o Plano de NegóciosEtapas para o Plano de Negócios
Etapas para o Plano de Negócios
 
Conceito Design Thinking
Conceito Design ThinkingConceito Design Thinking
Conceito Design Thinking
 
Higiene e limpeza na mecânica automotiva
Higiene e limpeza na mecânica automotivaHigiene e limpeza na mecânica automotiva
Higiene e limpeza na mecânica automotiva
 

Semelhante a Plano de negócios Penelope Autopeças

Projeto de Comunicação para Promon
Projeto de Comunicação para PromonProjeto de Comunicação para Promon
Projeto de Comunicação para Promonmairamed
 
Plano de negocios para abertura de um restaurante
Plano de negocios para abertura de um restaurantePlano de negocios para abertura de um restaurante
Plano de negocios para abertura de um restauranteJosilene Silva Alves
 
Rafaelsantosadriano.tcc i vfinal.pdf
Rafaelsantosadriano.tcc i vfinal.pdfRafaelsantosadriano.tcc i vfinal.pdf
Rafaelsantosadriano.tcc i vfinal.pdfRafael Santos Adriano
 
Plano de negocios para retaurante vegetariano
Plano de negocios para retaurante vegetarianoPlano de negocios para retaurante vegetariano
Plano de negocios para retaurante vegetarianoJosilene Silva Alves
 
Ítalo Rodrigues Telles.pdf
Ítalo Rodrigues Telles.pdfÍtalo Rodrigues Telles.pdf
Ítalo Rodrigues Telles.pdfWendellGouvea
 
Análise do impacto do ambiente externo na gestão de vantagens competitiva
Análise do impacto do ambiente externo na gestão de vantagens competitivaAnálise do impacto do ambiente externo na gestão de vantagens competitiva
Análise do impacto do ambiente externo na gestão de vantagens competitivaUniversidade Pedagogica
 
Brasil + empreendedor Versão Final
Brasil + empreendedor Versão FinalBrasil + empreendedor Versão Final
Brasil + empreendedor Versão FinalMoacyr Alves EPP
 
Documento para um Brasil + Empreendedor
Documento para um Brasil + Empreendedor Documento para um Brasil + Empreendedor
Documento para um Brasil + Empreendedor Luiz Natividade
 
Brasil mais Empreendedor - documento versão de lançamento #CPBR8
Brasil mais Empreendedor  - documento versão de lançamento #CPBR8Brasil mais Empreendedor  - documento versão de lançamento #CPBR8
Brasil mais Empreendedor - documento versão de lançamento #CPBR8Nei Grando
 
Brasil mais empreendedor
Brasil mais empreendedorBrasil mais empreendedor
Brasil mais empreendedorFred Rocha
 

Semelhante a Plano de negócios Penelope Autopeças (20)

Fagundes
FagundesFagundes
Fagundes
 
Projeto de Comunicação para Promon
Projeto de Comunicação para PromonProjeto de Comunicação para Promon
Projeto de Comunicação para Promon
 
Trabalho Final Escrito
Trabalho Final EscritoTrabalho Final Escrito
Trabalho Final Escrito
 
Plano de negocios para abertura de um restaurante
Plano de negocios para abertura de um restaurantePlano de negocios para abertura de um restaurante
Plano de negocios para abertura de um restaurante
 
plano de negocios
plano de negociosplano de negocios
plano de negocios
 
FacePet 2.2018
FacePet 2.2018FacePet 2.2018
FacePet 2.2018
 
Rafaelsantosadriano.tcc i vfinal.pdf
Rafaelsantosadriano.tcc i vfinal.pdfRafaelsantosadriano.tcc i vfinal.pdf
Rafaelsantosadriano.tcc i vfinal.pdf
 
000594343
000594343000594343
000594343
 
Plano de negocios para retaurante vegetariano
Plano de negocios para retaurante vegetarianoPlano de negocios para retaurante vegetariano
Plano de negocios para retaurante vegetariano
 
Projeto integrador ii parte inicial
Projeto integrador ii   parte inicialProjeto integrador ii   parte inicial
Projeto integrador ii parte inicial
 
Ítalo Rodrigues Telles.pdf
Ítalo Rodrigues Telles.pdfÍtalo Rodrigues Telles.pdf
Ítalo Rodrigues Telles.pdf
 
Análise do impacto do ambiente externo na gestão de vantagens competitiva
Análise do impacto do ambiente externo na gestão de vantagens competitivaAnálise do impacto do ambiente externo na gestão de vantagens competitiva
Análise do impacto do ambiente externo na gestão de vantagens competitiva
 
Brasil + empreendedor Versão Final
Brasil + empreendedor Versão FinalBrasil + empreendedor Versão Final
Brasil + empreendedor Versão Final
 
Documento para um Brasil + Empreendedor
Documento para um Brasil + Empreendedor Documento para um Brasil + Empreendedor
Documento para um Brasil + Empreendedor
 
Brasil mais Empreendedor - documento versão de lançamento #CPBR8
Brasil mais Empreendedor  - documento versão de lançamento #CPBR8Brasil mais Empreendedor  - documento versão de lançamento #CPBR8
Brasil mais Empreendedor - documento versão de lançamento #CPBR8
 
Brasil + Empreendedor
Brasil + EmpreendedorBrasil + Empreendedor
Brasil + Empreendedor
 
Brasil mais empreendedor
Brasil mais empreendedorBrasil mais empreendedor
Brasil mais empreendedor
 
466 1478-1-pb
466 1478-1-pb466 1478-1-pb
466 1478-1-pb
 
466 1478-1-pb
466 1478-1-pb466 1478-1-pb
466 1478-1-pb
 
Valuation
ValuationValuation
Valuation
 

Plano de negócios Penelope Autopeças

  • 1. CENTRO UNIVERSITÁRIO DO PARÁ CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS BACHARELADO EM ADMINISTRAÇÃO ANDRÉ PATRÍCIO FERREIRA XAVIER JACKELINE GUIMARÃES DOS SANTOS MARCOS VINICIOS CARDOSO VALÉRIA SUANY GONÇALVES PLANO DE NEGÓCIOS PENÉLOPE AUTO PEÇAS BELÉM-PA 2014
  • 2. ANDRÉ PATRÍCIO FERREIRA XAVIER JACKELINE GUIMARÃES DOS SANTOS MARCOS VINICIOS CARDOSO VALÉRIA SUANY GONÇALVES PLANO DE NEGÓCIOS PENÉLOPE AUTO PEÇAS BELÉM-PA 2014 Plano de negócios apresentado para obtenção de nota parcial referente á avaliação do 2° bimestre, 7º período do curso de Bacharelado em Administração do Centro Universitário do Pará (CESUPA). Orientador (a): Profª. MSc Helen Lopes Noronha
  • 3. SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO.................................................................................................................5 2 RESUMO EXECUTIVO..................................................................................................5 2.1 APRESENTAÇÃO DA EMPRESA ....................................................................................5 2.1.1 elementos estratégicos para a viabilização do plano de negócios................................6 2.1.2 missão, visão, valores e objetivos do negócio.................................................................9 2.1.3 setor de atividades .........................................................................................................10 2.1.4 perfil e atribuição dos sócios.........................................................................................10 2.2 FORMA JURÍDICA...........................................................................................................11 2.3 ENQUADRAMENTO TRIBUTÁRIO ..............................................................................12 2.3.1 enquadramento a nível federal.....................................................................................12 2.3.1.1 regime simples..............................................................................................................12 2.3.2 enquadramento a nível estadual...................................................................................12 2.3.3 enquadramento a nível municipal................................................................................12 2.4 CAPITAL SOCIAL............................................................................................................13 2.5 PLANO OPERACIONAL..................................................................................................13 2.5.1 estrutura organizacional...............................................................................................13 2.5.2 localização ......................................................................................................................14 2.5.3 layout ..............................................................................................................................15 2.5.4 capacidade comercial ....................................................................................................15 2.5.4.1 fluxograma das atividades operacionais do negócio ....................................................16 2.5.5 processo de comercialização .........................................................................................16 2.6 PLANEJAMENTO DE RECURSOS HUMANOS ESTRATÉGICO...............................17 2.6.1 missão de recursos humanos e estratégia de atuação.................................................17 2.6.2 subsistema de provisão..................................................................................................18 2.6.3 subsistema de aplicação ................................................................................................19 2.6.4 subsistema de manutenção............................................................................................21 2.6.4.1 planos de benefícios ....................................................................................................21 2.6.4.2 higiene, segurança do trabalho e qualidade de vida no trabalho ..................................23
  • 4. 2.6.5 subsistema de desenvolvimento....................................................................................24 2.6.6 subsistema de monitoramento......................................................................................25 2.7 ASPECTOS DE MARKETING.........................................................................................25 2.7.1 produto ...........................................................................................................................26 2.7.1.1 diferencial competitivo.................................................................................................26 2.7.2 clientes ............................................................................................................................27 2.7.3 análise de mercado ........................................................................................................27 2.7.3.1 analise swot..................................................................................................................28 2.7.4 fornecedores ...................................................................................................................29 2.7.5 concorrência...................................................................................................................30 2.7.6 preço................................................................................................................................30 2.7.7 estratégias promocionais...............................................................................................30 2.7.8 praça ...............................................................................................................................31 2.8 PLANO FINANCEIRO......................................................................................................32 2.8.1 demonstração do resultado do exercício (d.r.e.) .........................................................32 2.8.2 indicadores de viabilidade do plano.............................................................................33 2.8.2.1 ponto de equilíbrio........................................................................................................33 2.8.2.2 lucratividade .................................................................................................................33 2.8.2.3 rentabilidade .................................................................................................................33 2.8.2.4 margem de contribuição ...............................................................................................33 2.8.2.5 retorno esperado do investimento.................................................................................33 3 AVALIAÇÃO DO PLANO DE NEGÓCIOS ...................................................................34 REFERENCIAS .....................................................................................................................36 ANEXOS .................................................................................................................................38 APÊNDICE .............................................................................................................................50
  • 5. 5 1 INTRODUÇÃO Com o intuito de desenvolver profissionais com competências, habilidades e formação ético-cidadão, o curso de administração com ênfase em gestão com pessoas, propõe por meio do Plano de negócios, uma atividade prática que auxilia o indivíduo a realizar projetos empreendedores compartilhados a visão da dinâmica e complexidade, da intensa relação do mundo global. O plano de negócios é um documento pelo qual o empreendedor formalizará os estudos a respeito de suas ideias, transformando-se num negócio. Assim, através do planejamento, é possível prevenir-se contra os riscos negócio, além de avaliar as oportunidades que são oferecidas pelas demandas externas por meio das análises do contexto socioambiental, político, cultural, tecnológico e econômico. Desta forma, o egresso do curso é estimulado a ampliar sua visão sobre os processos administrativo, possibilitando a formulação de alternativas capazes de propiciar soluções na gestão desses empreendimentos, como agentes de mudança de modernização e de responsabilidade social. Já para o empreendedor, as vantagens de criar um Plano de negócios, estão na capacidade de reunir informações sobre as características, condições e necessidades do futuro empreendimento, com o objetivo de analisar sua potencialidade e sua viabilidade, facilitando sua implantação e financiamento externo. Preparar gestores capazes de desenvolver, e analisar as políticas organizacionais de gestão social, assumindo riscos e aproveitando oportunidades, apresentando diferencial competitivo, por meio do gerenciamento do capital intelectual, agregando valor aos empreendimentos com práticas administrativas, é a grande contribuição para a academia. Desta forma, o trabalho multidisciplinar do semestre, realiza várias analises, reunindo todas as aspirações do negócio, afim de que sua implantação e financiamento externo possam ser efetivados da melhor maneira. 2 RESUMO EXECUTIVO O mercado automobilístico tem apresentado grande um crescimento, a participação desse nicho mercadológico no PIB brasileiro deu um salto de 45,6% em onze anos, em contrapartida, entre Junho de 2011 e Maio de 2012 63% da frota nacional é composta por veículos com mais de cinco anos de uso , sendo que no Brasil, as mulheres são responsáveis
  • 6. 6 por 85% das decisões na compra de carros. Ambiente que favorece o nascimento deste empreendimento. Este plano de negócios tem o objetivo de apresentar a Penelope Autopeças, uma empresa que detém em sua filosofia ser uma geradora de lucros atrelada ao desenvolvimento econômico sustentável da sociedade na qual está inserida. Direcionada ao público feminino, apresenta uma estrutura moderna, idealizada para ser uma referência de empresa do Sec. XXI. A empresa é uma fornecedora de componentes automotivos reutilizáveis, porém com o compromisso de prover a seus clientes um nível de qualidade excepcional, e uma alternativa sustentável como principal diferencial competitivo e o atendimento ao público feminino, o qual é apoiado pela implantação de um RH estratégico e os 4P’S do Marketing, que desenvolvem a empresa através de uma visão contingencial e sistêmica, a qual abrange o uso inteligente do capital investido, e estratégias coerentes para a viabilidade do negócio. 2.1 APRESENTAÇÃO DA EMPRESA Nome Fantasia: Penelope Autopeças Razão Social: A.J.M.V Comercio e desmanche Ltda. CNPJ: 12.396.428/0001 – 72 Inscrição estadual nº 15.8910045 2.1.1 Elementos estratégicos para a viabilização do plano de negócios No mundo pós-contemporâneo (Sec. XXI), o qual se presencia, torna-se estratégico compreender a posição chave que a mulher conquistou dentro dos mais variados segmentos de mercado1 . Desde a Era Industrial até o presente contexto, evidenciou-se uma mudança no modelo Societal ocasionado pela quebra de paradigma, o que culminou numa mudança cultural sem precedentes. O real desafio consiste em saber lidar com as mudanças desse novo mundo”2 (TOFFLER 1970). O que se enxerga é que muitas mulheres atualmente desempenham papéis centrais e estratégicos dentro das diversas organizações em que atuam. 1 De acordo com Probst (2006): “No Brasil, as mulheres são 41% da força de trabalho, mas ocupam somente 24% dos cargos de gerência. O balanço anual da Gazeta Mercantil revela que a parcela de mulheres nos cargos executivos das 300 maiores empresas brasileiras subiu de 8%, em 1990, para 13%, em 2000” 2 (TOFFLER 1970) os seguintes aspectos do novo mundo: o fim da permanência; a transitoriedade dos negócios, das relações e das informações; a diversidade dos estilos de vida; os limites físicos e psicológicos da adaptação; as estratégias para lidar com o amanhã.
  • 7. 7 Porém, mesmo com toda essa revolução feminina, ainda é notório que a maioria delas não conseguem ou são tratadas como se não entendessem de automóveis. O nicho de negócio automobilístico tem exercido papel central no desenvolvimento econômico e tecnológico do Brasil. Em contrapartida, sabe-se que a fabricação de novos componentes demanda o uso de muita matéria prima e recursos, além de causar danos ao meio ambiente. Segundo a JR Diesel “A proposta de reuso está entre as iniciativas que podem reduzir o impacto do consumo, a fabricação do motor de um carro que chega a emitir até 270 Kg de Dióxido de carbono (Co², um dos gases de efeito estufa) na atmosfera”. Nesse cenário da sustentabilidade, nasce a “Penelope Autopeças”(Logo em apêndice A), com a proposta de reaproveitamento de componentes, colaborando para o desenvolvimento sustentável. Apesar de toda a grandeza do mercado automobilístico3 , percebe-se que as lojas atuantes deste segmento não apresentaram capacidade de ressignificar seus preceitos sobre esse público alvo, o que culmina numa visão “fashionista” do universo feminino e sobre a demanda deste mercado consumidor. Conquistar esse nicho é conseguir acessar uma parcela de mercado que atualmente é responsável por 85% das decisões de escolha do modelo de automóvel e mais de 48% na hora de efetuar a compra, e muito além, é dar espaço para que essa importante parte da sociedade possa ter a liberdade de dizer que chegou para ficar, hasteando sua bandeira nesse ramo ainda tão dominado pelo público masculino4 . O público feminino tem apresentado expansão nos últimos anos, e em meio à ausência de um serviço especifico para esse público alvo5 , a Penelope Autopeças traz em sua essência o conceito criativo de se pensar um espaço direcionado a esse Market Share para que possa assim saciar os desejos e anseios dessas mulheres, tendo como inovação a oferta de produtos e serviços previamente dimensionados, e disponibilizando oficinas praticas sobre aprendizagem automobilística, propiciando um atendimento personalizado e sensível a esse universo, tal conceito tende a criar um laço com o cliente, atribuindo-lhe valoração positiva na 3 De acordo com a pesquisa, a participação das montadoras no Produto Interno Bruto (PIB) da indústria saltou 45,6% em 11 anos, passando de uma fatia de 12,5%, em 2000, para 18,2%, em 2011. O estudo foi conduzido pela professora Nara Simone Roehe, especialista em políticas industriais para o setor automotivo e doutora pela PUC do Rio Grande do Sul. 4 “Hoje o público feminino é mais participativo, mais ativo e decisivo no ramo de automóveis. E elas compram carros de diversos tipos, com boa qualidade e grandes marcas, o que significa que além de se interessarem mais, elas também entendem bem daquilo que estão levando para a garagem”, afirma Paulo Cruz, empresário e fundador do site Temusados em entrevista à http://acritica.uol.com.br/manaus/Manaus-Amazonas-Amazonia- cotidiano-veiculos-compra-mulheres-automoveis-poder_de_compra-montadoras_0_736726335.html 5 SEBRAE - Uma oficina que atenda preferencialmente mulheres, e na qual tudo seja pensado de acordo com o universo, as expectativas e as necessidades das mulheres é a dica. É quase inexplicável que não existam inúmeras empresas desse tipo.
  • 8. 8 cadeia de valor do comprador. Sendo assim, a competitividade da Penelope está na forma como está procura impactar o seu nicho mercadológico oferecendo uma alternativa totalmente diferente de seus concorrentes, seja como baixo custo, diferenciação (Busca pela qualidade em recursos humanos e atendimento, modelo gerencial inovador) e consciência Socioambiental. O crescente mercado venda de carros seminovos na região amazônica cujo os modelos saem de linha e respectivamente deixam de ser fabricados, fornece a oportunidade de atuação neste mercado, provando assim a viabilidade econômica do negócio. Torna-se seguro e garantido, acrescentando o porquê da essência da Penelope Autopeças no crescimento desse mercado consumidor que dobrou em dez anos segundo gráfico abaixo. Figura 1: Crescimento da frota de automóveis na metrópole de Belém Fonte: Observatório das metrópoles Belém é a cidade que apresenta a menor frota entre todas as metrópoles brasileiras, logo a maior relação habitante/veículo. Apesar disso, é preciso considerar que a frota quase dobrou de 142.032 para 280.231 carros nos dez anos considerados nesta análise. Isto ocorreu a partir de um crescimento superior à média do crescimento da frota das metrópoles e do Brasil. O caráter exequível do negócio se mostra mais firme uma vez que, na região amazônica, existam negócios, até mesmo um “polo” informal no qual empresas do mesmo nicho se instalam, e ainda assim, apresentam relativo lucro e continuidade. O negócio apresenta inúmeros concorrentes, as quais sua grande maioria está instalada na Avenida Pedro
  • 9. 9 Miranda, na cidade de Belém no estado do Pará, porém a Penelope, em busca de sua competitividade, apoia-se na estratégia de enfoque, pois tem seu público alvo bem definido, e procura a fidelidade do mesmo, todavia, isso não significa delimitação e também busca a constante diferenciação de seus produtos e serviços dos oferecidos pelos demais players6 , onde todos detém atendimento massificado. Na busca de desenvolver suas atividades de maneira satisfatória, o negócio necessitará de mão de obra qualificada e treinada, para que possa atender assim os anseios de seu público alvo, o que proverá para a região como caráter social, a geração de emprego e renda, além de fornecer assim uma nova visão sobre a execução desse empreendimento, logo, apoiada em sua estrutura, também, poderá servir de referência ao mercado, objetivo esse buscado. Trata-se um convite a outras organizações que com certeza buscarão toda a sorte de competências para fazer frente a essa concorrência e a outras organizações que trabalham com cursos de capacitação profissional que procurarão formas de prover o capital humano necessário para esse potencial mercado. O Pará é segundo maior estado do Brasil em questão de território, talvez por isto exista uma grande diversidade tanto social quanto natural, podemos observar isso através do caráter regional que é na verdade uma mistura de ritmos e raças. Significa pensar o desenvolvimento organizacional no ambiente voltado para Belém do Pará com uma área de aproximadamente 1.064,918 km², Com uma população de 1.425.923 habitantes, de acordo com o portal de notícias Diário online a cidade terá cerca de 500 mil carros até o final do ano segundo dados apresentados pela Unidade Central de Planejamento do Departamento de Trânsito do Estado do Pará (DETRAN).Com o aumento significativo de automóveis a loja de autopeças Penelope entra no mercado com o diferencial no atendimento ao público feminino paraense. 2.1.2 Missão, visão, valores e objetivos do negócio. A partir de todas as perspectivas e desejos inferidos durante a idealização desse negócio, seguindo os pensamentos de Drucker quando afirma que “Uma empresa se define pela sua missão. Somente uma definição clara da missão é razão de existir da organização e torna possíveis, claros e realistas os objetivos da empresa”. O que auxilia então como pedra fundamental para a edificação desta organização. Logo, a Missão organizacional da Penelope Autopeças é proporcionar qualidade e excelência no atendimento no ramo de autopeças 6 Participantes de mercado, concorrência.
  • 10. 10 voltadas para o público feminino a partir de peças reutilizáveis que atendam as necessidades dos nossos clientes. Os sócios da organização acreditam que para tornar essa missão realidade, e para criar um ambiente que legitime este ideal, é de extrema importância definir valores que possam constituir pilares em que a organização assente suas atividades e apoie suas decisões, dentre eles pode-se destacar a valorização do ser humano, a inovação, a responsabilidade social, ética, sensibilidade no atendimento, a qualidade de vida e a sustentabilidade. A visão, ideia predominante do que a organização pretende ser no período de cinco anos é “tornar-se líder de mercado como empresa criativa, inovadora e de crescimento contínuo e sustentável até o ano de 2019, no ramo de autopeças na cidade de Belém, com diferencial no atendimento ao público feminino”, partindo da meta viável de ser reconhecida até o ano de 2017 como empresa inovadora no setor de autopeças fornecendo uma alternativa sustentável. Com os objetivos de tornar-se líder de mercado; abrir uma nova unidade organizacional; Ser uma empresa ágil; Ter um tratamento personalizado aos anseios femininos. 2.1.3 Setor de atividade A empresa concentra suas ações no ramo de desmanches de automóveis e comercialização de autopeças, logo, situa-se no setor de comércio, e arrenda suas atividades de instalação de componentes, atuando assim no setor de prestação de serviços. De acordo com a LEI Nº 12.521, DE 02 DE JANEIRO DE 2007, que disciplina o funcionamento de estabelecimentos comerciais de desmonte de veículos automotores de via terrestre, bem como a comercialização de autopeças usadas e recondicionadas, deverá ser efetuado exclusivamente por estabelecimento comercial credenciado junto ao Departamento Estadual de Trânsito - DETRAN. 2.1.4 Perfil e Atribuição dos Sócios Sócio: André Patrício Ferreira Xavier. Endereço: Passagem Mucajá nº 07, Av. Pedro Alvarez Cabral. Cidade/Estado: Belém/ Pa. Telefone 1: 091-3244-3155.
  • 11. 11 Perfil: Atualmente cursa o sétimo semestre do curso de Graduação em Administração com ênfase em gestão com pessoas no Centro Universitário do Pará (CESUPA – PA). Atribuições do sócio: Diretor Administrativo-Financeiro-Contábil. Sócio: Jackeline Guimarães dos Santos. Endereço: Av. Fernando Guilhon nº 969 Ap: 101 Cidade/Estado: Belém/ PA. Telefone 1: 091-8183-9121. Perfil: Atualmente cursa o sétimo semestre do curso de Graduação em Administração com ênfase em gestão com pessoas no Centro Universitário do Pará (CESUPA – PA). Atribuições do sócio: Diretora de Operações e Logística. Sócio: Marcos Vinicios Cardoso Viana. Endereço: Tv. Humaitá nº2292 Ap: 1803 Cidade/Estado: Belém/ PA. Telefone 1: 091-8151-6986 Perfil: Atualmente cursa o sétimo semestre do curso de Graduação em Administração com ênfase em gestão com pessoas no Centro Universitário do Pará (CESUPA – PA). Atribuições do sócio: Diretor Marketing e vendas. Sócio: Valéria Suany Lopes Gonçalves. Endereço: Conjunto Aderico Queiroz de Miranda Q: A nº 26, Bairro: Juazeiro Cidade/Estado: Santa Isabel/ PA. Telefone 1: 091-9621-3518. Perfil: Atualmente cursa o sétimo semestre do curso de Graduação em Administração com ênfase em gestão com pessoas no Centro Universitário do Pará (CESUPA – PA). Atribuições do sócio: Diretora de RH e assessoria de qualidade 2.2 FORMA JURÍDICA. Trata-se de uma Sociedade Empresária, aquela que exerce profissionalmente atividade econômica organizada para a produção ou circulação de bens e/ou de serviços, constituindo elemento de empresa e devendo inscrever-se na Junta Comercial. Além disso, é a pessoa jurídica que explora a empresa, sendo a própria sociedade a titular da atividade econômica.
  • 12. 12 2.3 ENQUADRAMENTO TRIBUTÁRIO Lei Complementar nº 123, de 14 de dezembro de 2006 (Atualizada pelas Leis Complementares 127/2007, 128/2008, 133/2009 e 139/2011) Institui o Estatuto Nacional da Microempresa e da Empresa de Pequeno Porte. “Considera-se Empresa de Pequeno Porte, para efeito do Simples Nacional, a pessoa jurídica que aufira, em cada ano-calendário, receita bruta superior a R$ 240.000,00 e igual ou inferior a R$ 3.600.000,00”. Sendo assim, estima-se uma receita bruta anual no valor de R$ 701.603,46, onde a empresa Penelope Autopeças será enquadrada no Simples Nacional, onde serão cobrados os seguintes impostos de competência federal e estadual. 2.3.1 Enquadramento a nível Federal.  Imposto sobre a Renda da Pessoa Jurídica – IRPJ;  Imposto sobre circulação de mercadorias e prestação de serviços – ICMS;  Contribuição Social sobre o Lucro Líquido – CSLL;  Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social – COFINS;  Contribuição para o PIS; 2.3.1.1 Regime Simples. A empresa se enquadra como Regime simples por apresentar uma lucratividade que se enquadra no regime tributário simples nacional, que beneficia as micro e pequenas empresas no Brasil. 2.3.2 Enquadramento a nível Estadual  Imposto sobre Operações Relativas à Circulação de Mercadorias e Sobre Prestações de Serviços de Transporte Interestadual e Intermunicipal e de Comunicação – ICMS 2.3.3 Enquadramento a nível Municipal
  • 13. 13  Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza - ISS. 2.4 CAPITAL SOCIAL Estima-se que o valor de 267.046,20, é suficiente para a abertura e manutenção do negócio por um período de um ano segundo plano financeiro posteriormente apresentado. Nome do Sócio Valor ($) e % de participação André Xavier 53.409,24 (20%) Jackeline Guimarães 53.409,24 (20%) Marcos Cardoso 106.818,48 (40%) Valéria Gonçalves 53.409,24 (20%) TOTAL 267.046,20 (100%) Tabela 1: Investimento Fonte: Elaboração dos autores 2.5 PLANO OPERACIONAL 2.5.1 Estrutura organizacional A estrutura organizacional que define melhor o funcionamento interno da empresa é a celular, a qual é caracterizada pela alta flexibilidade, em que o delineamento da estrutura praticamente inexiste, e a informalidade é muito elevada (VASCONCELOS; HEMSLEY, 1997, P.25). Com o objetivo de desenvolver vasos comunicantes na sua cultura organizacional, onde as informações são transmitidas a todos os sócios proprietários, afim de que todos os processos ligados diretamente e indiretamente ao negócio sejam do conhecimento de todos os gestores.
  • 14. 14 Há ainda o poder de autonomia que cada célula possui, comparando-se á uma microempresa, mas vale ressaltar que há uma vinculação visceral com o projeto da empresa global. Além de que esse é um negócio que é desenvolvido por duas frentes, as quais uma trabalhará para executar as premissas do planejamento estratégico e a outra, de tornar a empresa mais competitiva de acordo com o planejamento lançado. O organograma da empresa busca mostrar sua resiliência, adaptabilidade e velocidade enquanto organismo, onde as mudanças do mundo externo são as principais influências que motivam a adaptação deste negócio às demandas de mercado, expectativas de clientes, políticas e etc. Conforme figura abaixo Figura 2: Organograma Penelope Autopeças Fonte: Elaboração dos autores 2.5.2 Localização A empresa estará localizada na Avenida Pedro Miranda n° 284 entre Avenida Dr. Freitas e a Travessa Alferes Costa, CEP - 66085-005. Bairro da Pedreira, na cidade de Belém Assessoria de RH e de qualidade Logística e Operações Financeiro contábil Marketing e Vendas Colegiado diretor
  • 15. 15 do Pará (ver Anexo A). Elegeu-se essa localização por apresentar uma concentração informal de negócios semelhantes por compartilharem o mesmo nicho mercadológico. Este é um logradouro já reconhecido por ser referência em vendas de peças usadas, e por apresentar um preço mais acessível e qualidade na prestação de serviços. 2.5.3 Layout A seguinte figura mostra como estariam dispostas as áreas de trabalho no espaço almejado para o empreendimento, imagens mais detalhadas sobre o Layout do empreendimento seguem no apêndice B Figura 3: Planta Baixa Penelope Autopeças Fonte: Elaboração dos autores 2.5.4 Capacidade comercial O empreendimento terá a capacidade produtiva de desmanchar Doze carros mensais, esta média foi alcançada a partir de pesquisa e observação em demais estabelecimentos do mesmo ramo, que lhe possibilitara rápida reposição de estoque. O lucro esperado na venda das peças de cada carro e nos serviços gira em torno 65%, e nos produtos novos como lubrificantes automotivos ficam na faixa de 25%, o que teria a capacidade de gerar um montante de aproximadamente 60.000,00 R$ (sessenta mil reais).
  • 16. 16 2.5.4.1 Fluxograma das atividades operacionais do negócio A figura a seguir detalha sequencialmente os passos relacionados a função compras, transporte e estoque da empresa ligada diretamente ao departamento de Logística e operações. Figura 4: Fluxograma do planejamento das ações operacionais Fonte: Elaboração dos autores Na qual se observa o trabalho inicial da equipe de marketing e financeiro e estoque (célula operacional) no estudo das necessidades de produtos, capacidade de vendas, estratégia de preços e promoção que define então em conjunto com a equipe do financeiro o melhor investimento. Em seguida entra em ação a célula operacional atuando no desmanche limpeza, inspeção e armazenamento, bem como o descarte responsável de sucata e fluídos que sobram após o processo e que não podem ser reaproveitados. Em seguida, há o registro no sistema integrado de vendas, fiscalização dos documentos relativos as peças, chassis e registros de baixa no DETRAN, e arquivamento. 2.5.5 Processo de comercialização O processo de comercialização é complexo e leva em conta os objetivos da empresa, sendo que vários fatores externos, tais como: fatores econômicos, fatores mercadológicos e fatores comportamentais, podem afetar tal processo.
  • 17. 17 A loja é abastecida através de leilões regulamentados e os carros são direcionados ao desmanche, que é realizado na própria empresa Penelope. Já a comercialização dos produtos será feita diretamente ao consumidor final através de uma loja prestadora de serviços com abrangência na cidade de Belém com característica predominante de autosserviço. A vasta gama de produtos é conhecida por todos os vendedores, os sócios-proprietários e os especialistas em motor, suspensão e outros, que prestarão os serviços de troca no veículo do cliente. A divulgação do serviço diferenciado da Penelope se dará através de mídias sociais, tais como facebook®, instagram®, foursquare® e serão usados também as ferramentas mais conhecidas, como o cartões de visita, brindes e desconto. 2.6 PLANEJAMENTO DE RECURSOS HUMANOS ESTRATÉGICO 2.6.1 Missão de Recursos Humanos e Estratégia de atuação O crescimento organizacional se dá por meio da adoção de um modelo de gestão que possibilite a integração da estrutura, organização, colaboradores, e seu alinhamento estratégico com a missão da empresa. A Penelope Autopeças entende que o capital humano é o ativo mais valioso que a organização detém, e seu planejamento deve fornecer subsídios para a sua valorização e realização. Logo a missão do Recursos Humanos da Penelope é “Valorizar o potencial humano, propiciando um ambiente organizacional favorável, a partir de um desenvolvimento contínuo, na busca pela excelência de desempenho e resultados organizacionais”. O planejamento organizacional se define como um modelo de gestão por objetivos que em sua essência é um modelo participativo que evoca o relacionamento e a união para a obtenção de um resultado e sua retroalimentação (Feedback). Seguindo essa diretriz, faz-se necessário a construção compartilhada de um ambiente e, de um clima organizacional favorável à inovação, ao aprimoramento da qualidade, ao intercâmbio de informações com o mercado, ao relacionamento com os clientes e à produtividade considerando as necessidades corporativas, setoriais e individuais. A comunicação como elemento estratégico se dará com a adoção de uma política de comunicação de portas abertas, que apoiará a comunicação sem barreiras dentro do ambiente, o que favorece o feedback continuo, e promove homogeneização da cultura organizacional à
  • 18. 18 cultura regional, diminui impactos da hierarquia e favorece a informalidade das relações, porém tudo bem conduzido obedecendo a necessidade de se manter uma relação profissional. Dessa forma, há que se encara que o setor de RH dentro da empresa se dará através de uma construção compartilhada dentre as diversas células organizacionais com o intuito de se prover ativos humanos que agreguem qualidade à organização em curto, médio e longo prazo, por meio dos subsistemas que serão apresentados posteriormente. Tem-se então o esquema a seguir. Figura 5: Esquema do Planejamento estratégico de RH Fonte: Elaboração dos autores 2.6.2 Subsistema de provisão O subsistema de provisão composto pelas atividades de Recrutamento, segundo Marras (2000, p.69), “é uma atividade de responsabilidade do ARH (área de Recursos Humanos), tem por objetivo a captação e triagem de profissionais do mercado, seleção e encaminhamento destes à empresa”.
  • 19. 19 Observando as necessidades de Recursos Humanos expostas na planilha de previsão de necessidades de RH em Anexo B, conclui-se que o processo produtivo e auxiliar da organização, envolve as profissões de Mecânico, Auxiliar de suprimentos, Promotores de vendas, Diretor de operações e logística, Diretor administrativo-financeiro, Diretor de RH e Assessoria de Qualidade e Diretor de marketing e vendas. Totalizando cerca de nove profissionais distribuídos em todas as áreas organizacionais O recrutamento dos profissionais se dará através de duas fontes, no que tange aos promotores de vendas, esse processo será através de mídias impressas e cartazes externos. Já para os mecânicos, a fonte de recrutamento será por meio de entidades do sistema S (SESC,SENAI, SESI, SENAC, SENAT) e também serão recrutados segundo mídias impressas e cartazes anexados estrategicamente em instituições de ensino técnico. A seleção de pessoal que “tem por finalidade escolher, sob metodologia específica, candidatos a emprego recebidos pelo setor de recrutamento, para o atendimento das necessidades internas da empresa”, seguirá conforme a análise dos currículos, entrevistas e teste de habilidades para que assim sejam atendidas as características demandadas pelos cargos e expostas nas Planilhas de Perfil de Cargo (Anexo C) 2.6.3 Subsistema de aplicação A aplicação do colaborador no universo organizacional iniciará desde o processo de provisão, na qual uma das estratégias de seleção se dará num processo de seleção onde o futuro admitido poderá ter contato com seu local de trabalho. Na primeira semana de entrada do colaborador inicia-se seu ingresso no programa Caminhar de mãos dadas, na qual ele receberá o manual da organização onde está descrito as políticas de bonificação, código de ética, missão, visão e valores organizacionais, o manual onde está descrito as atividades inerentes ao seu cargo e o manual de segurança no trabalho. E logo em seguida iniciar-se-á sua treinagem organizacional e sua inclusão nos programas de integração. Todos os treinamentos relacionados a comunicação, trabalho em equipe, Workshops direcionados ao entendimento do universo feminino e técnicas de comunicação. O objetivo inicial é moldar o funcionário em relação ao negócio da organização que tem suas bases fortificadas no atendimento ao público feminino. O objetivo principal é fazê-lo entender que colaborador e organização são parceiros e que ambos os objetivos dependem unicamente da união dos dois lados. Os pré-requisitos para o ocupante dos diversos cargos
  • 20. 20 estão descritos tanto no manual do colaborador, quanto na planilha de perfil de cargo utilizada para controle do recrutamento, e a descrição e analise de cargos em Apêndice C. Em vista de que a organização já expôs todos os sistema internos, entra em ação o sistema de avaliação na qual o colaborador, gerência, organização e objetivos serão constantemente avaliados para que assim possa se alcançar um nível de qualidade e crescimento mútuo. A avaliação participativa por objetivos. Este é um sistema onde a técnica envolve um intenso relacionamento apoiado na política de comunicação de portas abertas e uma visão proativa. A avaliação é democrática, participativa, envolvente e motivadora, esse conceito tem o poder de mexer diretamente com a cultura da organização uma vez que se propõem uma construção compartilhada de um ambiente organizacional, propósitos e objetivos (CHIAVENATO, 2004) seguindo conforme figura abaixo: Figura 6: Princípio da Avaliação participativa por objetivos Fonte: Elaboração dos autores A Avaliação de desempenho contribui com o desenvolvimento das pessoas e com o sucesso da organização, deve ocorrer periodicamente e tem o objetivo de melhorar os resultados das pessoas e da organização, conhecer o potencial de cada pessoa, identificar necessidades de treinamento e desenvolvimento, proporcionar oportunidades de crescimento profissional, melhorar a produtividade. Tal avaliação terá início desde o processo de treinamento e será chamado de Sistema para gestão da qualidade e aprendizado, onde será apoiado numa política de avaliação em quatro pilares: Aprendizagem organizacional; Reação Comprometi mento do pessoal Negociação Objetivos consensuais Retroação intensiva e avaliação conjunta Desempenho Monitoração dos resultados
  • 21. 21 e satisfação; Aplicação do aprendizado; Impactos nos resultados de acordo com a Planilha em Apêndice D. Que se comunicará com o planejamento estratégico da organização como mostrado na seguinte figura: Figura 7: Fonte: Elaboração dos autores Partindo dos resultados da avaliação de desempenho, a identificação de talentos possibilita a oportunidade de se implementar um planejamento de carreira consensual entre colaborador e organização na qual poderá seguir de forma paralela ou vertical. Seguindo a necessidade de se ter colaboradores que possam, tornar-se líderes de equipes e representantes diretos da gerência numa futura abertura de frente de trabalho a empresa valoriza o recrutamento interno e dará a oportunidade à prata da casa na abertura de futuras filiais, contando assim com uma política de remanejamento baseado na avaliação de cada colaborador. É de extrema importância fazer com que todos os funcionários queiram se capacitar constantemente para galgar níveis mais altos dentro da organização. 2.6.4 Subsistema de manutenção 2.6.4.1 Planos de benefícios
  • 22. 22 São planos que devem atender as necessidades dos funcionários e devem ser negociados diretamente com o mesmo, um dos objetivos dos planos de benéficos é estimular e motivar os funcionários a continuarem trabalhando na empresa. Segundo Marras (2009, p.137), benefício é o conjunto de programas ou planos oferecidos pela organização como complemento ao sistema de salário, onde são inclusos os benefícios compulsórios e espontâneos. Nos benefícios compulsórios, a organização atende as exigências da consolidação de leis trabalhistas, referentes as seguintes obrigações: a) Complemento ao auxílio- doença b) 13°salário c) Férias d) Salário- maternidade e) FGTS f) PIS g) Insalubridade Cargo Salário Encargo Social Sub-Total Quant Total Auxiliar Mecânico R$ 1.013,60 R$ 1.419,04 R$ 2.432,64 1 2.432,64R$ Auxiliar de suprimentos R$ 1.000,00 R$ 1.400,00 R$ 2.400,00 1 2.400,00R$ Diretor de Marketing e Vendas R$ 1.000,00 R$ 1.400,00 R$ 2.400,00 1 2.400,00R$ Diretor de operações R$ 1.000,00 R$ 1.400,00 R$ 2.400,00 1 2.400,00R$ Diretor Administrativo-Financeiro-Contabil R$ 1.000,00 R$ 1.400,00 R$ 2.400,00 1 2.400,00R$ Diretor de RH e assessoria de qualidade R$ 1.000,00 R$ 1.400,00 R$ 2.400,00 1 2.400,00R$ Mecânico de manuntenção R$ 1.200,00 R$ 1.680,00 R$ 2.880,00 1 2.880,00R$ Vendedor interno R$ 724,00 R$ 1.013,60 R$ 1.737,60 2 3.475,20R$ Total 20.787,84R$ 6 PLANILHA DE MÃO-DE-OBRA Tabela 2:Salários e encargos Fonte: Adaptação da Planilha do Cesupa Os benefícios espontâneos são os de livre iniciativa da organização, desta forma a Penelope Autopeças oferece benefícios, entre eles: a) Vale transporte Tem a finalidade de dar um auxílio independente do salário profissional para a locomoção do colaborador até seu local de trabalho, obedecendo a regra de que este deve morar pelo menos a uma distância superior a 5 Km da organização, para que este torne-se elegível ao benefício
  • 23. 23 b) Festas para empregados Consiste em pequenas comemorações direcionadas a aniversários e datas comemorativas na qual ter-se-á o objetivo de promover a união entre os colaboradores, e fortalecer sua ligação com a empresa, promovendo um ambiente agradável de convivência c) Colaborador do mês Apoiado na política de avaliação de desempenho possui o objetivo de congratular o colaborador, dar bonificações por produtividade, boas práticas e relacionamento, além de mostra-lo como exemplo e promover um ambiente competitivo e saudável. d) Desconto para Colaboradores com boa avaliação Consiste na concessão de uma cota de compras com percentual de 15% de desconto para colaboradores que apresentarem boa avaliação de desempenho. É um benefício estratégico que além de influenciar no ganho de produtividade, ainda influencia na qualidade do serviço. 2.6.4.2 Higiene, segurança do trabalho e Qualidade de vida no trabalho Entende-se por Segurança no Trabalho o conjunto das medidas técnicas, educacionais, médicas e psicológicas empregadas para prevenir acidentes, quer eliminando as condições inseguras do ambiente, quer instruindo ou convencendo as pessoas da implementação de práticas preventivas As normas relativas a segurança do trabalho devem ser seguidas por todos na organização descritos nas normas regulamentares do ministério do trabalho: NR 6 – EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL (EPI); NR 9 PROGRAMA DE PREVENÇÃO DE RISCOS AMBIENTAIS (PPRA); NR 15 ATIVIDADES OPERAÇÕES INSALUBRES. Todos devem ter um local de trabalho em condições adequadas para o desenvolvimento das suas atividades de trabalho e o RH é o principal responsável por fazer com que isso aconteça em toda organização. O programa de qualidade de vida no trabalho oferecido pela organização, tem por objetivo promover um ambiente saudável, agradável, igualitário e produtivo na qual se possa visualizar o objetivo de promover a qualidade dentro da organização. Limongi et al. (2002) asseguram que a qualidade prevê mudanças, porém a alavanca dessas mudanças está nas pessoas, nos colaboradores que compõem a organização. Dessa forma, o trabalho em equipe
  • 24. 24 ganha força e as empresas se fortalecem no mercado colhendo o produto advindo da força conjunta de seus membros aproveitamento dos meios utilizados para produzir bens e serviços, onde o objetivo é aproveitar ao máximo os recursos disponíveis a fim de alcançar o melhor resultado. 2.6.5 Subsistema de desenvolvimento Treinar as pessoas, identificar futuras necessidades de treinamento tanto com relação à atualização e aperfeiçoamento constante das mesmas atividades quanto à necessidades de treinamento em atividades futuras é a mais importante tarefa de RH para empresas que tem uma estratégia de foco bem definida. Segundo Hesseling (1971, p 93) apud Hamblin (1978, p 19), “o treinamento é definido como uma sequência de experiências ou oportunidades destinadas a modificar o comportamento para atingir um objetivo declarado”. Desta forma, a Penelope Autopeças com o escopo de aprimorar os contratados, dispõe de treinamentos específicos para cada cargo, onde este (treinamento) é concentrado no indivíduo, afim de que esse possa ser estimulado a participar de maneira mais ativa dentro da organização ,por meio das peculiaridades dos treinamentos oferecidos pela empresa, para que a cultura organizacional por meio de suas metas e objetivos, possam ser valorizados e exercidos. Com o desejo de satisfazer plenamente os clientes, minimizando reclamações principalmente do público feminino, os atendentes da loja são treinados e capacitados para proporcionar um atendimento ágil e de qualidade, cujo são oferecidos cursos sobre componentes automotivos, técnicas de venda e pós venda, e atendimento ao público feminino. Os colaboradores também são treinados para operar o caixa, pois cada atendente será responsável por todo o processo de venda dos produtos e serviços oferecidos pela empresa. No treinamento dos mecânicos, sendo que estes serão treinados segundo as políticas da empresa e os padrões de qualidade, onde a treinagem será voltada para as questões socioambientais, atentando os colaboradores para evitar processos que venham denegrir a imagem organizacional frente a sociedade. A planilha de Levantamento das necessidades de treinamento (LNT) apresentado no Anexo D deste plano de negócio tem o objetivo de sistematizar as necessidades de treinamento, prospectar um plano de ação e será utilizada em conjunto com o Sistema para gestão da qualidade em aprendizado já apresentado neste plano, com o intuito de estimular o
  • 25. 25 treinamento e sua posterior avaliação, contribuindo assim para o ganho de eficiência organizacional. 2.6.6 Subsistema de Monitoramento Auditoria de RH tem o objetivo de avaliar periodicamente como andam as políticas e os procedimentos de RH dentro da organização. e tal ferramenta será de responsabilidade da assessoria de qualidade, que a partir de uma avaliação mais técnica, e o uso dos dados de pesquisa do sistema de gestão para qualidade em aprendizado, deverá dar o feedback a organização sobre como este departamento deve se posicionar para ganho de melhoria contínua. Já como o objetivo desta célula organizacional é prover a organização de colaboradores e de talentos, este deverá sempre manter sempre um banco de dados atualizado, para evitar na medida do possível que um cargo fique vago por muito tempo, ou que a organização perca seus talentos promissores. 2.7 ASPECTOS DE MARKETING A Penelope autopeças é uma micro empresa que se preocupa com a sustentabilidade ambiental e comercializa autopeças reutilizáveis e presta alguns serviços mecânicos, tais como troca de óleo, suspenção ,alinhamento e balanceamento. Além de inovar no conceito de atendimento, pois a empresa oferece atendimento diferenciado ao público feminino, e ainda oferece assessoria sobre peças e serviços de reparo à elas. O mercado de autopeças usadas tem apresentado um crescente aumento graças a ascensão do número de vendas de carros seminovos e que geralmente saem da produção de linha das montadoras. Aproveitando o ranking dos modelos de carros mais vendáveis nos últimos anos, a Penelope comercializará produtos das marcas Fiat e Volkswagen e óleos de lubrificação, cujo serão comercializados em loja de estrutura física, localizada na avenida Pedro Miranda, no bairro da Pedreira. Apoiados nos 4 P’s do Marketing (Produto, Praça, Promoção e Preço), a empresa busca se consolidar no mercado da região metropolitana de Belém, em um período de médio prazo (3 anos) através do mix de marketing, atentando principalmente ao atendimento, o qual é o maior diferencial oferecido pela organização, acompanhado do preço, distribuição e promoção.
  • 26. 26 O marketing também auxilia o desenvolvimento da Penelope nas relações financeiras, uma vez que este departamento é também responsável em estimar os diferentes investimentos relacionados á essa área, bem como elencar os produtos e marcas mais vendáveis e a preparação para os serviços oferecidos e vendas, assim contribui para a gestão de estoque, cadeia de suprimentos e elaboração de preços, através do levantamento de dados coletados no varejo, e demais análises em outras fontes. Além disso, as estratégias de marketing adequadas para a loja de autopeças, contribuirão para a ascensão desta no mercado dentro do período estimado, com a minimização do desperdício de investimentos financeiros no que tange a promoção, preço e praça. Vale ressaltar que o uso estratégico da atuação do Marketing para a empresa, ajudará ainda no relacionamento entre fornecedores, parceiros e clientes, através da eleição da praça, das ferramentas utilizadas para a promoção e do demais componentes dos aspectos direcionados ao Marketing. 2.7.1 PRODUTO Os produtos e serviços oferecidos pela Penelope autopeças, são classificados como produtos para o consumidor, pois são produtos que colaborarão para sua satisfação pessoal ao reparar seu carro. São ainda caracterizados como produtos de compra comparada, pois acredita-se que antes da compra efetiva, os clientes realizam inúmeros levantamentos relacionados a preço e qualidade. Nesse sentido a empresa comercializará autopeças reutilizáveis das marcas Fiat e Volkswagen, óleos de marca Shell, Mobil, Lubrax e Texaco, além de realizar serviços como troca de óleo, balanceamento e alinhamento e suspenção. Vale ressaltar que serão comercializados apenas os produtos das marcas supracitadas, devido ao volume de vendas dessas montadoras e a procura desses óleos, cujo já possuem a consolidação de sua marca. 2.7.1.1 Diferencial competitivo Com a proposta de atender a satisfação e expectativa de valor dos clientes, a Penelope autopeças aposta como principal diferencial competitivo, o atendimento especializado ao público feminino, o qual atende cerca de 40% do volume de vendas do segmento, de acordo com o grupo Sophia Minds, o que ajuda a compor um universo maior de clientes. Propõe também uma política de marketing responsável, afim de fidelizar seus clientes e colher
  • 27. 27 sugestões que agreguem valor e desenvolvam a eficácia no processo de atendimento da empresa. 2.7.2 Clientes A Penelope autopeças tem em sua cartela de clientes pessoas físicas e jurídicas, todavia esta é uma empresa que trabalha com autopeças advindas do desmanche de veículos, e para evitar futuros problemas e atender a legislação encontrada na LEI Nº 12.521, DE 02 DE JANEIRO DE 2007, que disciplina o funcionamento de estabelecimentos comerciais de desmonte de veículos automotores de via terrestre, os clientes da empresa deverão ser maiores de 18 anos, plenamente capazes, devidamente portadores da CNH e titulares dos veículos. Com base na pesquisa de mercado realizada pelo grupo Sophia Minds no ano de 2010, a manutenção de carros aparece no ranking de gastos familiares em segundo lugar, onde 68% desses gastos são realizados pelo público masculino e os 32% pelo público feminino. Cerca de 43% do universo feminino entrevistado pelo grupo, afirma que delegam a função aos homens a função de levar o carro para a manutenção, por falta de conhecimento técnico. Fator este que culmina para que os clientes procurem a loja pelo menos uma vez ao mês, também acompanhados por seus mecânicos de confiança, em busca de um preço mais acessível e de um atendimento de qualidade. Apesar da empresa ter como foco o atendimento ao público feminino, entende-se que este ainda é um mercado ainda dominado pelo público masculino, e com objetivo de manter a viabilidade e lucratividade do negócio, a Penelope também entende do mundo masculino e usa da estratégia de modelo de rede associativa para que tantos os homens, como as mulheres possam lembrar da localização da loja, e por isso elegeu-se a avenida Pedro Miranda como logradouro, uma vez que esta tornou-se referencia quando o assunto é loja de autopeças e serviços. 2.7.3 Análise de mercado Com o crescimento acelerado no mercado automobilístico dos seminovos no ano de 2013 e 10% nos primeiro trimestre de 2014, junto a previsão de que o Brasil se torne o maior mercado automobilístico até o ano de 2016, o seguimento de autopeças tem passado por uma fase de crescimento, onde foram registrados um crescimento de 4,3% no faturamento do acumulado de 2013 em comparação ao ano anterior segundo o SINDIPEÇAS.
  • 28. 28 No ranking brasileiro, os carros mais populares como o Gol e suas 5 gerações da Volkswagen, o Palio e o Siena da Fiat e o Corsa da Chevrolet, aparecem como os mais vendáveis nos últimos anos e também no primeiro trimestre deste (2014), além de que o Palio e o Gol são os modelos mais usados pelas mulheres segundo Sophia Mind (2010). Aproveitando esse mercado exponencial, a Penelope Autopeças em parceria com as empresas mais referentes no fornecimento de autopeças usadas no Pará, apresenta em seu estoque ao meu melhor preço da região metropolitana, algumas peças das montadoras: Fiat e Volkswagen a pronta entrega , com atendimento especializado ao público feminino. 2.7.3.1 Analise SWOT Pontos fortes Pontos fracos  Baixo custo de materiais  Mercado de desmanche em crescimento  Política de negócio sustentável  Estratégia de foco no universo feminino  Dificuldade de encontrar treinamentos o universo feminino Oportunidades Ameaças  Universo automotivo com tempo médio de vida para carros superior a cinco anos  Participação feminina no segmento automobilístico  Aliança estratégica com Oficinas mecânicas Preconceito quanto o uso de peças de desmanche Economia instável Desmanches ilegais Falta de habitualidade feminina em relação ao consumo em autopeças Título: Analise SWOT (FOFA) Fonte: Elaboração dos autores A Penelope Autopeças apresenta como seus pontos fortes , os quais agregam valor ao seu diferencial competitivo, aspectos como baixo custo na aquisição dos componentes automotivos e a preocupação com sustentabilidade, além disso, a empresa apresenta na filosofia de seus negócios, um molde para atender os anseios do universo feminino. As construções de tais características da empresa foram construídas, de acordo com as análises feitas no mercado, que apontam a falta de ética nesse seguimento, e o despreparo para o atendimento para um público que está e ascensão, o feminino.
  • 29. 29 Em contrapartida, a economia instável apresentada no País, e a falta de acordos firmados com outros países da América Latina, faz com o que o governo federal apresente subsídios para a compra de automóveis novos, o que interfere na venda direta da empresa, causando uma reação de causa-efeito negativa frente ao seguimento dos produtos reaproveitados. Outra ameaça significante nesse seguimento, é o desmanche ilegal dos automóveis, uma vez que os modelos que serão comercializados pela empresa, são os mais vendidos no Brasil e os mais roubados também, o que possibilita que os concorrentes instalados na praça , possam oferecer um preço mais acessível. E apesar do público feminino está em um processo de expansão no consumo deste seguimento, este ainda é um universo bastante frequentando pelos homens. Estima-se que o período da utilização do automóvel do brasileiro é superior a cinco anos segundo ANFAVEA (associação nacional dos fabricantes de veículos automotores), fator que gera oportunidades de mercado para a Penelope, a qual tem possibilidades de aumentar seu volume de vendas mensais. Outra grande oportunidade para a empresa, é o crescimento do consumo feminino no setor automobilístico, sendo que um dos diferenciais competitivos da Penelope é o atendimento direcionado a este público. Vale ressaltar ainda que as alianças estratégicas entre a empresa e as oficinas mecânicas de seu entorno, também aceleram o fluxo de vendas. No entanto, percebe-se que ainda há uma reação negativa das pessoas quanto á esse consumo sustentável de peças automotivas, devido aos desmanche que agem a margem da lei, gerando assim, um preconceito sobre a viabilidade do negócio. Ainda sobre as ameaças, outro aspecto que deve ser elencado como um ponto fraco, são os treinamentos acerca do público feminino, por ainda serem muito escassos neste ramo de atuação 2.7.4 Fornecedores A estratégia de compras da organização está intimamente ligada ao processo da escolha de fornecedores, uma vez que a empresa torna-se muito dependente desse processo para a consolidação de sua imagem frente ao mercado, desta forma é essencial analisar as habilidades técnicas, a capacidade produtiva, a localização e vale ressaltar que para o ramo de atuação da Penelope Autopeças, a confiabilidade é primordial. Assim elegeu-se como fornecedores potenciais, as empresas de leilão de carros VIP e Pacto Leilões, pois são consideradas empresas de referencia nessa atuação, no cenário da região Norte e Nordeste.
  • 30. 30 Verificou-se também, que muitos clientes são guiados por seus mecânicos de confiança para a compra dos produtos, desta forma serão estabelecidas parcerias com algumas oficinas mecânicas instaladas nas proximidades das instalações físicas da autopeças, afim de que a empresa torne-se aceita pelos consumidores e profissionais da área. 2.7.5 Concorrência A concorrência dos produtos e serviços da Penelope Autopeças é denominada concorrência pura, a qual oferece os mesmos produtos e serviços praticamente com os mesmos preços, onde nenhum dispõe de uma propaganda massiva e persuasiva. Deste modo, os concorrentes potenciais da Penelope são: Concorrentes Marcas vendidas Mônaco Fiat Green car Volkswagen Autopeças Belém Várias marcas Casseb autopeças Várias marcas Título: Tabela dos concorrentes Fonte: Pesquisa de campo 2.7.6 Preço O preço e as ofertas dos produtos e serviços da Penelope Autopeças serão elaborados de acordo com o valor base do segmento no mercado, por meio da precificação de penetração, afim de maximizar as vendas, conquistar a aceitação dos consumidores e conquistar participação no mercado. A Penelope dispõe da parceria dos melhores fornecedores da região, os quais oferecem qualidade nos produtos, agilidade e eficácia no transporte dos veículos até a matriz da empresa, o que possibilita as melhores ofertas do mercado, também será calculado de acordo com a demanda da procura dos produtos oferecidos 2.7.7 Estratégias Promocionais De acordo com Kotler (2006, p.583), a promoção de vendas consiste em um conjunto de ferramentas de incentivo, a maioria de curto prazo, projetadas para estimular a compra
  • 31. 31 mais rápida ou em maior quantidade de produtos ou serviços específicos por parte do consumidor ou do comércio. Assim, com o objetivo de incentivar e fidelizar os clientes, a Penelope apresenta como uma de suas principais estratégias, a parceria com os mecânicos das proximidades, onde os clientes indicados por estes, ganham descontos na compra dos produtos, e estes parceiros ao divulgarem a empresa, contabilizam pontos que podem ser trocados desde o desconto em alguns produtos, até a troca por autopeças, e a qualidade dos produtos também é uma grande estratégia de marketing. Aproveitando o grande índice de mulheres que não frequentam as autopeças por falta de conhecimento técnico, a empresa dispõe de uma promoção, onde a cada três compras realizadas na loja, a cliente troca os cupons e participa das assessorias sobre mecânica e peças que serão desenvolvidas na Penelope mensalmente. Além disso, serão usadas as ferramentas nas mídias sociais, tais como facebook®, instagram® e foursquare® uma vez que as primeiras são as mais usadas pelo púbico feminino e a terceira por cerca de 51% do público masculino, assim auxiliando na economia dos gastos com Publicidade, uma vez que o cadastro da Penelope nessas redes sociais, é gratuito. Serão usados também as ferramentas mais conhecidas, como o cartões de visita, brindes e desconto. 2.7.8 Praça Com o objetivo de criar um marketing de relacionamento entre o clientes, fornecedores, distribuidores e parceiros estratégicos, elegeu-se a avenida Pedro Miranda como logradouro para as instalações físicas da Penelope autopeças. Este é um endereço considerado como referência para a cartela de clientes que a empresa deseja atingir, os quais são consumidores que buscam pela compra de autopeças reutilizáveis. Vale destacar que através desse Marketing de relacionamento, a organização cria um sistema de fidelização de clientes, onde ela se propõe a conhecer o cliente, comunicar, escutar suas necessidades e reconhecer sua fidelidade. Além disso, a Pedro Miranda é uma avenida que possui bastante oficinas mecânicas, as quais atuarão como parcerias estratégicas para a empresa, como já foi citado neste plano. É ainda um lugar de fácil acesso logístico para a agilidade na entrega das matérias primas fornecidas pelas distribuidoras. Com a localização escolhida pela empresa, a Penelope também irá realizar economias quanto aos gastos relacionados á Publicidade e Propaganda, uma vez que este é um lugar que se enquadra na estratégia de modelo de rede associativa, assim facilmente lembrado pelos
  • 32. 32 clientes, devido ao conglomerado de lojas do mesmo seguimento no endereço. Apesar de apresentar uma série de vantagens na escolha da Pedro Miranda, com o intuito de facilitar e viabilizar de maneira eficaz o acesso à Penelope, serão colocadas as proximidades da avenida, placas que sinalizam a loja e ainda o endereço cadastrado no foursquare®. 2.8 PLANO FINANCEIRO 2.8.1 Demonstração do Resultado do Exercício (D.R.E.) O artigo 187 da Lei nº 6.404, de 15 de dezembro de 1976 (Lei das Sociedades por Ações), instituiu a Demonstração do Resultado do Exercício, considera que, a Demonstração do Resultado do Exercício tem como objetivo principal apresentar de forma vertical resumida o resultado apurado em relação ao conjunto de operações realizadas num determinado período, normalmente, de doze meses. DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO DO EXERCÍCIO - MÊS = Receita Bruta Mensal R$ 58.466,96 (-) Deduções da Receita Bruta R$ 2.268,52 ICMS (2,58%) R$ 1.508,45 PIS (0,25%) R$ 146,17 CONFINS (1,05%) R$ 613,90 = Receita Líquida R$ 56.198,44 (-) Custo - CPI/CMV/CSP R$ 19.696,19 = Resultado Bruto R$ 36.502,25 (-) Custos Fixos R$ 25.365,24 = Resultado antes do IR R$ 11.137,01 Imposto de Renda (15%) R$ 1.670,55 Contribuição Social (9%) R$ 1.002,33 = Resultado do Exercício R$ 8.464,13 A Demonstração prova que ao fim do mês, descontados todos os custos fixos e variáveis, a empresa lucrará R$ 8.464,13.
  • 33. 33 2.8.2 Indicadores de Viabilidade do Plano 2.8.2.1 Ponto de Equilíbrio Para o primeiro ano de atividade da empresa, o ponto de equilíbrio será de aproximadamente R$ 41.000,00. PONTO DE EQUILÍBRIO R$ 40.628,41 2.8.2.2 Lucratividade A lucratividade para o primeiro ano de funcionamento da empresa será de 15%. LUCRATIVIDADE - mês 15% 2.8.2.3 Rentabilidade No primeiro ano de vida da empresa, a rentabilidade será de aproximadamente 3% e após o fim do tempo necessário para retorno do investimento aumentará para 52,12%, mostrando de fato que a empresa é muito rentável RENTABILIDADE - mês 3% 2.8.2.4 Margem de Contribuição Isso mostra que nosso lucro será gerado em cima da quantidade de peças automotivas vendias e de serviços prestados que serão comercializados com uma margem de contribuição média de 62%. Índice de MC= MC/Faturamento 62% 2.8.2.5 Retorno Esperado do Investimento
  • 34. 34 Levando em conta que o lucro do primeiro ano será menor que o dos demais anos, a empresa gerará lucro suficiente para cobrir os gastos com os investimentos em cerca de 31 meses. TEMPO DE RETORNO - mês 31,5 Seguem em apêndice E todas as planilhas referentes a composição financeira da empresa 3 AVALIAÇÃO DO PLANO DE NEGÓCIOS O Plano de Negócio foi elaborado considerando o contexto legal em que está inserido e a tendência do mercado de reaproveitamento sustentável de componentes automotivos, a chamada logística reversa, que visa reintroduzir tais materiais à cadeia. Atualmente as cidades brasileiras possuem cerca de 45 mil carros apreendidos e abandonados nos pátios do DETRAN, o que gera uma quantidade considerável de materiais depreciando com o desuso, o que indica grande desperdício de materiais. Além disso alguns automóveis são disposto clandestinamente em locais inadequados, o que gera custos sociais e ambientais, ademais da degradação da qualidade de vida urbana. Ainda, estima-se que a fabricação de componentes seja responsável pela emissão 270 Kg de Co² e elevado uso de recursos naturais em nossa sociedade, a depender da tecnologia utilizada. Neste contexto, o reaproveitamento de automóveis que são postos para fora da cadeia contribuem para o controle e minimização dos problemas ambientais causados pela geração de resíduos e gastos de recursos. Finalmente, o cenário nacional reforça essa tendência, na qual Segundo a ANFAVEA, nos últimos 12 meses (jun/2011-maio/2012), foram licenciados no Brasil 3,56 milhões de veículos, desconsiderados aqui, as máquinas agrícolas automotrizes. A contraposto, mais de 63% da frota nacional é composta por veículos com mais de 5 anos de uso na qual são os alvos primários de comércios deste segmento e valida o retorno desses materiais a cadeia de suprimentos Com a proposta de um desenvolvimento empresarial sustentável apoiado á uma estrutura de equipes autônomas, e estratégias de Marketing eficazes ao negócio, as quais envolvem sociedade, clientes e fornecedores, a Penelope conseguirá conquistar sua ascensão no mercado da região metropolitana de Belém, de acordo com o período planejado.
  • 35. 35 Trata-se de uma organização administrada para o alcance de objetivos e que se desenvolve conforme ao seu planejamento estratégico, gerindo de maneira legal os recursos de matérias primas e também o capital humano, o qual é apresentado como um dos principais elementos para a construção do diferencial competitivo oferecido pela organização. Com isso, a demonstração do resultado do exercício prova a exequibilidade do negócio, e comprova a viabilidade do planejamento estratégico, confirmando a taxa de retorno deste empreendimento em um período estimado de 31,5 meses, o que possibilitará a abertura de uma filial com o mesmo poste em um médio prazo de 3 anos.
  • 36. 36 REFERENCIAS CHIAVENATO, I. Gestão de pessoas: o novo papel dos recursos humanos nas organizações. 2. ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2004. DOLABELA, Fernando. O Segredo de Luísa. São Paulo: Cultura Editores Associados, 1999. FLEURY, M. T. L. (Coord.). As pessoas na organização. São Paulo: Editora Gente, 2002 HAMBLIN, Anthony Crandell. Avaliação e controle de treinamento. São Paulo: Mcgraw/Hill do Brasil, 1978 LUCENA, M. D. S. Planejamento de recursos humanos. Ed. Atlas. São Paulo, 1995 KOTLER, Philip; ARMSTRONG, Gary. Princípios de marketing. 12. ed. São Paulo: Pearson Education do Brasil, 2008. MARRAS, Jean Pierre. Administração de Recursos Humanos: do Operacional ao Estratégico. 11. Ed. São Paulo: Futura, 2000 ORLICKAS, Elizenda. Consultoria interna de recursos humanos. – São Paulo: Futura, 2001. ULRICH, Dave. Os campeões de recursos humanos: inovando para obter os melhores resultados – Tradução Cid Knipel. – São Paulo: Futura 1998 WRIGHT, Peter. KROLL, Mark J. PARNELL, John. Administração estratégica: conceitos;tradução Celso A. Rimoli, Lenita R. Esteves.- São Paulo: Atlas, 2000. PORTER, Michael. Vantagem competitiva, Criando e sustentando um desempenho superior. - Rio de janeiro: Campus, 1989 VASCONCELLOS, E.; HEMSLEY, J.R. Estrutura das organizações. São Paulo: Pioneira Thomson Learning, 2003. PROBST, Elisiana. R. A evolução da mulher no mercado de trabalho. Instituto Catarinense de Pós-Graduação, 2006. Disponível em <http://www.posuniasselvi.com.br/artigos/rev02- 05.pdf>, Acesso em JR DIESEL. Blog Na Estrada: Reparação de peças automotivas no Brasil. Disponível em <http://naestrada.jrdiesel.com.br/index.php/item/reparacao-de-pecas-automotivas-no-brasil>, Acesso em INTC, Institutos nacionais de ciência e tecnologia. Observatório das metrópoles, Crescimento da frota de automóveis e motocicletas nas metrópoles brasileiras 2001/2011. Disponível em <http://observatoriodasmetropoles.net/download/relatorio_ automotos.pdf>, Acesso em A crítica.com. Público feminino lidera a compra de carros. Disponível em <http://acritica.uol.com.br/manaus/Manaus-Amazonas-Amazonia-cotidiano-veiculos-compra-
  • 37. 37 mulheres-automoveis-poder_de_compra-montadoras_0_736726335.html>, Acesso em 05/04/2014 Veja Economia. Fatia do setor automobilístico no PIB cresce 45,6% em 11 anos. Disponível em <http://veja.abril.com.br/noticia/economia/fatia-do-setor-automobilistico-no- pib-cresce-45-6-em-11-anos-diz-estudo>, Acesso em 05/04/2014 SEBRAE. Estudo de tendências de mercados – Tendências e Oportunidades. Disponível em <http://gestaoportal.sebrae.com.br/uf/bahia/acesse/publicacoes/tendencias-e- oportunidades/Cartilha_Tendencias_Mercado_SITE.pdf>, Acesso em 01/04/2014 Pernanbuco.com TECNOLOGIA _ Disponível em <http://www.diariodepernambuco .com.br/app/noticia/tecnologia/2012/06/11/interna_tecnologia,378163/saiba-quais-sao-as- redes-sociais-mais-acessadas-por-mulheres-e-homens.shtml> Acesso e 15/05/2014 Globo.com - Carros abandonados em pátios serão vendidos como sucata. Disponível em <http://g1.globo.com/bom-dia-brasil/noticia/2013/05/carros-abandonados-em-patios-serao- vendidos-como-sucata-em-sao-paulo.html>, acesso em 12/04/2014 ÂmbitoJuridico.com. Aplicabilidade da logística reversa automotiva. Disponível em <http://www.ambito-juridico.com.br/site/?n_link=revista_artigos_leitura&artigo_id=12245# _ ftn13>, Acesso em 17/05/2014 ANFAVEA. associação nacional dos fabricantes de veículos automotores. Disponível em <http://www.anfavea.com.br/cartas/Carta313.pdf>, Acesso em 20/05/2014 TecHoje.com. A importância da seleção de fornecedores no processo de compras. Disponível em <http://www.techoje.com.br/site/techoje/categoria/detalhe_artigo/277>, Acesso em 10/05/2014 Sophia Mind. Mercado feminino de automóveis. Disponível em <http://www.sophiamind .com/wp-content/uploads/SophiaMind_Automovel.pdf>, Acesso em 15/04/2014 DiarioOnLine. Belém terá 500 mil carros até o fim do ano. Disponível em <http://www.diarioonline.com.br/noticias/para/noticia-206170-.html>, Acesso em 15/05/2014 Ministério do meio ambiente. Logística reversa. Disponível em <http://www.mma.gov.br/ci dades-sustentaveis/residuos-perigosos/logistica-reversa>, Acesso em 19/05/2014 SINDIPEÇAS. Anuário do setor. Disponivel em <http://www.sindipecas.org.br/paginas_ NETCDM/modelo_pagina_generico.asp?ID_CANAL=103>, Acesso em 19/04/2014
  • 39. 39 Anexo B PREVISÃO DE NECESSIDADES DE RECURSOS HUMANOS Departamento Necessidade Administrativo Financeiro RH e Assessoria de qualidade Marketing e Vendas Operações e Logística Criação de frente de trabalho 1 1 3 4 Cargos executivos 1 1 1 1 Cargos técnicos - - 2 2 Cargos auxiliares - - - 1 Cargos Chaves/Críticos - Gerente Operacional - - - 1 G. de Marketing e vendas - - 1 - G. RH e asses. Qualidade - 1 - - G. Adm. e financeiro 1 - - - Fiscal de qualidade - - - 1 Fiscal de Seg. trabalho - - - 1 Mudança O que fazer? Como fazer? Quando fazer? Título: Previsão de necessidades de recursos humanos Fonte: Retirado de Lucena
  • 40. 40 Anexo C Penelope Autopeças Planilha de perfil do cargo Título do cargo: Diretor administrativo-financeiro Organização: A.J.M.V Comercio e desmanche Ltda. Remuneração: 1.000,00 Horário: 8:00as 18:00 Local: Sede Resumo do cargo Supervisionar toda parte das funções de suporte administrativo e financeiro tendo como responsabilidade planejar, organizar, dirigir e controlar as atividades financeiras da empresa; Fixar políticas de ação acompanhando seu desenvolvimento, para assegurar o cumprimento dos objetivos e metas estabelecidos. Nível de instrução exigido Graduado em Administração de empresas. Características pessoais Ser ético, transparente, disciplinado, ter comprometimento afetivo, disponibilidade, formador de times e equipes, ter assertividade, ser proativo, ter inteligência pessoal e interpessoal. Habilidades e conhecimentos necessários 1. Conhecimento de finanças, contabilidade ou economia. 2. Conhecimento das leis de conformidade e regulamentos. 3. Conhecimentos Administrativos 4. Conhecimentos organizacionais 5. Conhecimento estratégico. 6. Habilidades para comunicar, negociar, decidir, liderar, motivar, delegar, avaliar e treinar seus colaboradores. ... Responsabilidades e incumbências do cargo 1. Dar suporte administrativo e financeiro 2. Planejar, organizar, dirigir e controlar as atividades financeiras da empresa. 3. Realizar o gerenciamento completo da área administrativa e financeira da empresa. 4. Fixar políticas de ação acompanhando seu desenvolvimento. 5. Planejar finanças, contas a pagar e contas a receber, cobrança, gestão do patrimônio da empresa, compras administrativas e etc. … © 1998 by the President and Fellows of Harvard College and its licensors. All rights reserved.
  • 41. 41 Penelope Autopeças Planilha de perfil do cargo Título do cargo: Diretor de Marketing e Vendas Organização: A.J.M.V Comercio e desmanche Ltda. Remuneração: 1.000,00 Horário: 8:00as 18:00 Local: Sede Resumo do cargo Elaborar pesquisas de mercado e estratégias para aumentar as vendas detectando as necessidades dos consumidores e elaborar projetos que visem satisfazê-las, aumentando o alcance e melhoria da imagem da marca, estabelecendo o público- alvo, sugerindo preços. Nível de instrução exigido Administração de Empresas- graduação em marketing ou cursando o último ano. Características pessoais Facilidade de relacionamento; criativo; capacidade de persuasão; disposição para assumir riscos e empreender. Habilidades e conhecimentos necessários 1. Conhecimento em planejamento e execução de pesquisas de mercado. 2. Conhecimento em gestão de marcas. 3. Canais de distribuição e acompanhamento da concorrência e de tendências de mercado. 4. Habilidades de negociação ... Responsabilidades e incumbências do cargo 1. Estudar o comportamento do consumidor. 2. Elaborar estratégias de vendas de acordo com as mudanças do mercado. 3. Elaborar estratégias para melhorar à imagem e maximizar o lucro. 4. Elaborar tática de venda, de acordo com as necessidades do cliente. ... © 1998 by the President and Fellows of Harvard College and its licensors. All rights reserved.
  • 42. 42 Penelope Autopeças Planilha de perfil do cargo Título do cargo: Diretora de Operações e Logística Organização: A.J.M.V Comercio e desmanche Ltda. Remuneração: 1.000,00 Horário: 8:00as 18:00 Local: Sede Resumo do cargo Planejar e controlar todas as atividades de movimentação e armazenagem de materiais no(s) depósito(s) e/ou processos logísticos relacionados à sua área de abrangência, incluindo programação das atividades, liderança de pessoas e adequada manutenção e utilização de recursos (equipamentos, espaço disponível e capital empregado). Nível de instrução exigido Desejável ter Graduação em engenharia, administração, economia ou comercio exterior. Características pessoais Agilidade, dinamismo, capacidade de ouvir, receptividade a mudanças, maleável e rápido nas decisões, flexibilidade. Habilidades e conhecimentos necessários 1. Experiência gerencial em processos logísticos similares. 2. Conhecimento nas tecnologias de informação aplicadas à logística. 3. Administração de terceiros 4. Habilidades de liderança ... Responsabilidades e incumbências do cargo 1. Planejar e controlar todos os processos de recebimento, inspeção, segregação, armazenagem, inventários físicos, processamentos, manuseio, abastecimento de linha, coleta, manutenções de equipamentos logísticos, atividades administrativas, separação, embalagem, faturamento, expedição, transportes e distribuição física. 2. Incluir costume servisse e logística reversa, desenvolvendo planos, projetos e metas de curto e médio prazo para garantir o atendimento aos clientes com gastos logísticos totais adequados. 3. Supervisiona os serviços dos seus subordinados e terceiros. … © 1998 by the President and Fellows of Harvard College and its licensors. All rights reserved.
  • 43. 43 Penelope Autopeças Planilha de perfil do cargo Título do cargo: Diretora de RH e Assessoria de Qualidade Organização: A.J.M.V Comercio e desmanche Ltda. Remuneração: 1.000,00 Horário: 8:00as 18:00 Local: Sede Resumo do cargo Organizar todos os funcionários da empresa com o objetivo de buscar sempre pelo melhor rendimento desenvolvendo as pessoas e integrando-as aos objetivos da organização. Realizar atividades de suporte ao Sistema de Gestão da Qualidade Nível de instrução exigido Graduado em Administração de Empresas- áreas de Recursos Humanos e Gestão de Pessoas. Características pessoais Liderança e gosto por inovação; atitude proativa; responsabilidade; carisma; paciência; sensibilidade; visão humana; capacidade de observação; capacidade de organização; capacidade de elaborar estratégias; capacidade de seguir um planejamento; raciocínio rápido. Habilidades e conhecimentos necessários 1. Conhecimento em domínio da legislação trabalhista 2. Sistemas de gestão da qualidade. 3. Administração de terceiros. 4. Relações sindicais ... Responsabilidades e incumbências do cargo 1. Conferir o desempenho do quadro de funcionários aplicando palestras, pequenos cursos e treinamentos para os colaboradores. 2. Atuar com foco no planejamento, gestão de carreira e de cargos e salários. 3. Planejar, organizar, dirigir e controlar as atividades de recursos humanos. 4. Organizar eventos internos. 5. Desenvolver e dar manutenção ao sistema de gestão da qualidade. 6. Sistematizar cargos e de salários. © 1998 by the President and Fellows of Harvard College and its licensors. All rights reserved.
  • 44. 44 Penelope Autopeças Planilha de perfil do cargo Título do cargo: Auxiliar de suprimentos Organização: A.J.M.V Comercio e desmanche Ltda Remuneração: 1.000,00 Horário: 8:00as 18:00 Local: Sede Resumo do cargo Realizar cotações em grande volume de materiais, emitindo e controlando relatórios referentes ao suporte administrativo. Nível de instrução exigido Superior cursando; Curso técnico de auxiliar de suprimentos; conhecimento básico em informática. Características pessoais Ter facilidade em manter um bom relacionamento interpessoal, capacidade de adaptar-se a normas e procedimentos, trabalhar em equipe, boa comunicação, saber identificar as prioridades; Estar sempre buscando aprimoramento profissional para desenvolver melhor suas atividades diárias. Habilidades e conhecimentos necessários 1. Dinamismo 2. Conhecimento em microinformática 3. Conhecimento em logística 4. Excelente comunicação verbal e escrita 5. Habilidade de trabalhar sob pressão. 6. Conhecimento em informática ... Responsabilidades e incumbências do cargo 1. Auxiliar no controle e organização do estoque de produtos no geral. 2. Recepcionar e conferir os materiais recebidos no almoxarifado. 3. Distribuir os materiais conforme solicitação e controlar através de sistema informatizado 4. Emitir e controlar relatórios 5. Realizar tarefas referentes ao suporte administrativo nos processos de compras dos diversos materiais ... © 1998 by the President and Fellows of Harvard College and its licensors. All rights reserved.
  • 45. 45 Penelope Autopeças Planilha de perfil do cargo Título do cargo: Vendedor Interno Organização: A.J.M.V Comercio e desmanche Ltda. Remuneração: 724,00 Horário: 8:00as 18:00 Local: Sede Resumo do cargo Executar atividades relacionadas à venda de produtos ou serviços; responsável pelas vendas, pela negociação do preço do produto ou serviço vendido, negociação do prazo, das condições de pagamento e dos descontos da venda. Nível de instrução exigido Ensino médio completo ou curso técnico; treinamento em vendas. Características pessoais Capacidade de se comunicar com as pessoas, ter paciência, responsabilidade, honestidade, simpatia flexibilidade, agilidade, raciocínio rápido, capacidade de comunicação e visão de projeto. Habilidades e conhecimentos necessários 1. Especialista em vendas 2. Habilidade de ouvir e entender o cliente 3. Habilidade de comunicação ... Responsabilidades e incumbências do cargo 1. Demonstrar os produtos. 2. Avaliar o perfil dos clientes e fechar vendas. 3. Entender o produto ou serviço e explicar ao cliente 4. Negociar prazos e condições de pagamentos 5. Possíveis descontos ou pacotes promocionais que podem ser oferecidos. … © 1998 by the President and Fellows of Harvard College and its licensors. All rights reserved.
  • 46. 46 Penelope Autopeças Planilha de perfil do cargo Título do cargo: Mecânico de manutenção de carros Organização: A.J.M.V Comercio e desmanche Ltda Remuneração: 1.200,00 Horário: 8:00as 18:00 Local: Sede Resumo do cargo Executar os serviços de manutenção mecânica, montando e desmontando carros, reparando ou substituindo partes e peças, visando o seu perfeito funcionamento e prolongamento de sua vida útil. Nível de instrução exigido Curso técnico de mecânica. Características pessoais Proativo; competitivo; comunicativo; ágil; organizado, eficiente, ético Habilidades e conhecimentos necessários 1. Habilidades com os equipamentos e ferramentas 2. Conhecimento geral em mecânica de automóveis. 3. 4. 5. 6. Responsabilidades e incumbências do cargo 1. Executar serviços de manutenção mecânica preventiva e corretiva no automóvel. 2. Diagnosticar o problema com a maior rapidez e precisão. 3. 4. 5. 6. © 1998 by the President and Fellows of Harvard College and its licensors. All rights reserved.
  • 47. 47 Penelope Autopeças Planilha de perfil do cargo Título do cargo: Auxiliar em mecânica de manutenção de carros Organização: A.J.M.V Comercio e desmanche Ltda Remuneração: 1.013,60 Horário: Local: Sede Resumo do cargo Auxiliar nos serviços de manutenção mecânica, montando e desmontando carros, reparando ou substituindo partes e peças, visando o seu perfeito funcionamento e prolongamento de sua vida útil. Nível de instrução exigido Estudante do Curso técnico de mecânica Características pessoais Confiança no que faz; proativo; competitivo; comunicativo; ágil; organizado e atencioso. Habilidades e conhecimentos necessários 1. Habilidades com os equipamentos e ferramentas 2. Conhecimento em mecânica de automóveis. 3. 4. 5. 6. Responsabilidades e incumbências do cargo 1. Executar serviços de manutenção mecânica preventiva e corretiva no automóvel. 2. Diagnosticar o problema com a maior rapidez e precisão. 3. Auxiliar o mecânico nas tarefas de precisão 4. 5. 6. © 1998 by the President and Fellows of Harvard College and its licensors. All rights reserved.
  • 48. Anexo D – Levantamento das necessidades de treinamento Unidade Solicitante: Data: Responsável: Visto: Descrição – Objetivo Treinamento solicitado Público alvo Objetivos Justificativa Formação Geral Aprimorar a formação profissional dos colaboradores e o desenvolvimento das competências necessárias ao exercício de suas funções, através de curso e atividades de interesse comum a vários cargos e ambientes organizacionais. Formação Específica Ações voltadas para o desempenho de atividades vinculadas ao ambiente e cargo ocupado pelo colaborador, através de cursos e atividades relacionadas diretamente à atividade realizada. Informática Capacitar colaboradores de todos os cargos para a utilização de equipamento de informática como ferramenta de trabalho, oferecendo informação sobre a operação dos sistemas e softwares atualizados e integrados através de cursos e atividades. Relações humanasno trabalho Promover desenvolvimento social no ambiente de trabalho, a administração de conflitos interpessoais e pessoais, auto motivação no trabalho e trabalho em equipe, por meio de ações integradas em cursos e atividades.
  • 49. 49 Descrição – Objetivo Treinamento solicitado Público alvo Objetivos Justificativa Gestão Desenvolvimento Gerencial Formar e/ou atualizar colaboradores ocupantes ou com potencial para ocuparem cargos de direção/chefia e assessoramento utilizando-se de ações integradas e cursos e atividades que estejam relacionadas ao desenvolvimento gerencial. Segurançae Saúdedo colaborador Transmitir princípio básicos de segurança, primeiros socorros e prevenção de acidentes por meio de cursos, palestras e atividades de prevenção. Atividades Especiais Promover eventos de interesse geral em forma de cursos presenciais, palestras, seminários, workshops e exposições. Observações: Título: planilha de Levantamento das necessidades de treinamento Fonte: Adaptado de Instituto Dante Pazzanese de Cardiologia – Secretaria de Estado e Saúde
  • 52. 52 Apêndice C : Descrição e analise de Cargos DESCRIÇÃO E ANÁLISE DE CARGO Título: Diretor administrativo Seção: comercial Descrição sumária: Exercem a gerência dos serviços administrativos e das operações financeiras, incluindo-se as do setor bancário. Gerenciam recursos humanos, administram recursos materiais e serviços terceirizados de sua área de competência. Planejam, dirigem e controlam os recursos e as atividades de uma organização, com o objetivo de minimizar o impacto financeiro da materialização dos riscos. DESCRIÇÃO DO CARGO Supervisionar toda parte das funções de suporte administrativo tendo como responsabilidade planejar, organizar, dirigir e controlar as atividades administrativas da empresa; Fixar políticas de ação acompanhando seu desenvolvimento, para assegurar o cumprimento dos objetivos e metas estabelecidos. ANÁLISE DO CARGO a) Requisitos mentais: Instrução: Nível superior completo ou cursando o último ano acadêmico de Administração. Aptidões: Conhecimento de finanças; Conhecimento das leis de conformidade e regulamentos; Conhecimentos Administrativos; Conhecimentos organizacionais; Conhecimento estratégico; Habilidades para comunicar, negociar, decidir, liderar, motivar, delegar, avaliar e treinar seus colaboradores. b) Requisitos físicos: Esforço físico: Sem muito esforço físico c) Responsabilidades envolvidas: responsável por toda manutenção da engrenagem que garante o andamento correto das funções de apoio administrativo. d) Condições de trabalho: Ambiente: Condições de trabalho totalmente favorável, em ambiente climatizado. Segurança: Ambiente considerado seguro.
  • 53. 53 DESCRIÇÃO E ANÁLISE DE CARGO Título: Diretora de Rh e assessoria de qualidade Seção: comercial Descrição sumária: Organiza todos os funcionários da empresa com o objetivo de buscar sempre pelo melhor rendimento desenvolvendo as pessoas e integrando-as aos objetivos da organização; Realiza atividades de suporte ao Sistema de Gestão da Qualidade e supervisiona os serviços dos seus subordinados e terceiros. DESCRIÇÃO DO CARGO Conferir o desempenho do quadro de funcionários aplicando palestras, pequenos cursos e treinamentos para os colaboradores; Atuar com foco no planejamento, gestão de carreira e de cargos e salários; Planejar, organizar, dirigir e controlar as atividades de recursos humanos; Organizar eventos internos; Desenvolver e dar manutenção ao sistema de gestão da qualidade; Sistematizar cargos e de salários. ANÁLISE DO CARGO a) Requisitos mentais: Instrução: Graduado em Administração de Empresas- áreas de Recursos Humanos e Gestão de Pessoas. Aptidões: Liderança e gosto por inovação; atitude proativa; responsabilidade; carisma; paciência; sensibilidade; visão humana; capacidade de observação; capacidade de organização; capacidade de elaborar estratégias; capacidade de seguir um planejamento; raciocínio rápido. b) Requisitos físicos: Esforço físico: Sem muito esforço físico c) Responsabilidades envolvidas: Conhecimento e domínio da legislação trabalhista; Sistemas de gestão da qualidade; Administração de terceiros; Relações sindicais d) Condições de trabalho: Ambiente: Condições de trabalho totalmente favorável, em ambiente climatizado. Segurança: Ambiente considerado seguro.
  • 54. 54 DESCRIÇÃO E ANÁLISE DE CARGO Título: Diretor de operações e logística Seção: comercial Descrição sumária: Planejar e controlar todas as atividades de movimentação e armazenagem de materiais no(s) depósito(s) e/ou processos logísticos relacionados à sua área de abrangência, incluindo programação das atividades, liderança de pessoas e adequada manutenção e utilização de recursos (equipamentos, espaço disponível e capital empregado). DESCRIÇÃO DO CARGO Planeja e controla todos os processos de recebimento, inspeção, segregação, armazenagem, inventários físicos, processamentos, manuseio, abastecimento de linha, coleta, manutenções de equipamentos logísticos, atividades administrativas, separação, embalagem, faturamento, expedição, transportes e distribuição física; Incluir costume servisse e logística reversa, desenvolvendo planos, projetos e metas de curto e médio prazo para garantir o atendimento aos clientes com gastos logísticos totais adequados; Supervisiona os serviços dos seus subordinados e terceiros. ANÁLISE DO CARGO a) Requisitos mentais Instrução: Desejável ter Graduação em engenharia, administração, economia ou comercio exterior. Aptidões: Agilidade, dinamismo, capacidade de ouvir, receptividade a mudanças, maleável e rápido nas decisões, flexibilidade. b) Requisitos físicos: Esforço físico: Sem muito esforço físico c) Responsabilidades envolvidas: Experiência gerencial em processos logísticos similares; Conhecimento nas tecnologias de informação aplicadas à logística; Administração de terceiros; Habilidades de liderança d) Condições de trabalho: Ambiente: Condições de trabalho totalmente favorável, em ambiente climatizado. Segurança: Ambiente considerado seguro.
  • 55. 55 DESCRIÇÃO E ANÁLISE DE CARGO Título: Diretor de Marketing e vendas Seção: comercial Descrição sumária: Elaborar pesquisas de mercado e estratégias para aumentar as vendas detectando as necessidades dos consumidores e elaborar projetos que visem satisfazê- las, aumentando o alcance e melhoria da imagem da marca, estabelecendo o público- alvo, sugerindo preços e supervisiona os serviços dos seus subordinados e terceiros. DESCRIÇÃO DO CARGO Estuda o comportamento do consumidor; Elabora estratégias de vendas de acordo com as mudanças do mercado; Elabora estratégias para melhorar à imagem e maximizar o lucro; Elabora tática de venda, de acordo com as necessidades do cliente. ANÁLISE DO CARGO a) Requisitos mentais Instrução: Administração de Empresas- graduação em marketing ou cursando o último ano. Aptidões: Facilidade de relacionamento; criativo; capacidade de persuasão; disposição para assumir riscos e empreender. b) Requisitos físicos: Esforço físico: Sem muito esforço físico c) Responsabilidades envolvidas: Conhecimento em planejamento e execução de pesquisas de mercado; Conhecimento em gestão de marcas; Canais de distribuição e acompanhamento da concorrência e de tendências de mercado; Habilidades de negociação. d) Condições de trabalho: Ambiente: Condições de trabalho totalmente favorável, em ambiente climatizado. Segurança: Ambiente considerado seguro.
  • 56. 56 DESCRIÇÃO E ANÁLISE DE CARGO Título: Auxiliar de suprimentos Seção: comercial Descrição sumária: Auxiliar no controle e organização do estoque de produtos no geral; Recepcionar e conferir os materiais recebidos no almoxarifado; Distribuir os materiais conforme solicitação e controlar através de sistema informatizado; Emitir e controlar relatórios; Realizar tarefas referentes ao suporte administrativo nos processos de compras dos diversos materiais. DESCRIÇÃO DO CARGO Profissional responsável por realizar cotações em grande volume de materiais, emitindo e controlando relatórios referentes ao suporte administrativo. ANÁLISE DO CARGO a) Requisitos mentais: Instrução: Superior cursando; Curso técnico de auxiliar de suprimentos; conhecimento básico em informática. Aptidões: Dinamismo; Conhecimento em microinformática; Conhecimento em logística; Excelente comunicação verbal e escrita; Habilidade de trabalhar sob pressão. b) Requisitos físicos: Esforço físico: movimentos repetitivos para digitação, que pode causar com o tempo problemas na coordenação motora. c) Responsabilidades envolvidas: relatar veridicamente cada item em toda a empresa e os procedimentos de venda dos produtos, sendo de sua totalmente responsável caso haja algum erro nos relatórios. d) Condições de trabalho: Ambiente: condições de trabalho em local fechado (escritório), ambiente climatizado ou em local de estocagem dos produtos, não climatizado. Segurança: condições consideradas seguras parcialmente, podendo ocorrer algum acidente com o funcionário no local de estocagem dos produtos, caso algum item venha a cair.
  • 57. 57 DESCRIÇÃO E ANÁLISE DE CARGO Título: Vendedor Interno Seção: comercial Descrição sumária: Demonstrar os produtos; Avaliar o perfil dos clientes e fechar vendas; Entender o produto ou serviço e explicar ao cliente; Negociar prazos e condições de pagamentos; Possíveis descontos ou pacotes promocionais que podem ser oferecidos. DESCRIÇÃO DO CARGO Responsável por executar atividades relacionadas à venda de produtos ou serviços; responsável pelas vendas, pela negociação do preço do produto ou serviço vendido, negociação do prazo, das condições de pagamento e dos descontos da venda. ANÁLISE DO CARGO a) Requisitos mentais: Instrução: Ensino médio completo ou curso técnico; treinamento em vendas. Aptidões: Capacidade de se comunicar com as pessoas, ter paciência, responsabilidade, honestidade, simpatia flexibilidade, agilidade, raciocínio rápido, capacidade de comunicação e visão de projeto. b) Requisitos físicos: Esforço físico: Constante movimentação de braços e pernas; firmeza de pulso; o trabalho é sempre executado em pé; abaixar-se, levantar-se; movimentação por todo o ambiente. c) Responsabilidades envolvidas: Ouvir e entender o cliente; Habilidade de comunicação; é responsável por manejar os produtos sem causar qualquer dano, caso haja danos pelo funcionário, ele se torna responsável pela reposição do produto d) Condições de trabalho: Ambiente: Condições ligeiramente desagradáveis resultantes da constante execução do trabalho em pé; ambiente favorável climatizado (condições de trabalho interno) Segurança: Condições consideradas raramente perigosas, possíveis quedas de produtos nos pés, causando pequenas escoriações e pequenos cortes sem grande gravidade.
  • 58. 58 DESCRIÇÃO E ANÁLISE DE CARGO Título: mecânico de manutenção de carros Seção: comercial Descrição sumária: Executar os serviços de manutenção mecânica, montando e desmontando carros, reparando ou substituindo partes e peças, visando o seu perfeito funcionamento e prolongamento de sua vida útil e supervisiona os serviços dos seus auxiliares. DESCRIÇÃO DO CARGO Executa serviços de manutenção mecânica preventiva e corretiva no automóvel; Diagnostica o problema com a maior rapidez e precisão. ANÁLISE DO CARGO a) Requisitos mentais Instrução: Curso técnico de mecânica. Aptidões: Confiança no que faz; proativo; competitivo; comunicativo; ágil; organizado b) Requisitos físicos: Esforço físico: Esforço físico constante c) Responsabilidades envolvidas: Habilidades com os equipamentos e ferramentas, é de sua total responsabilidade cuidar e guardar seus equipamentos organizadamente; Conhecimento geral em mecânica de automóveis, responsável por detectar e solucionar o problema no automóvel do cliente. d) Condições de trabalho Ambiente: Ambiente favorável, sem exposição ao sol com iluminação adequada. Segurança: Ambiente com riscos de acidente. Pode ocorrer danos à saúde física do colaborador.
  • 59. 59 DESCRIÇÃO E ANÁLISE DE CARGO Título: Auxiliar em mecânica de manutenção de carros Seção: comercial Descrição sumária: Auxilia nos serviços de manutenção mecânica, montando e desmontando carros, reparando ou substituindo partes e peças, visando o seu perfeito funcionamento e prolongamento de sua vida útil. DESCRIÇÃO DO CARGO Executar serviços de manutenção mecânica preventiva e corretiva no automóvel; Diagnosticar o problema com a maior rapidez e precisão; Auxiliar o mecânico nas tarefas de precisão ANÁLISE DO CARGO a) Requisitos mentais Instrução: Estudante do Curso técnico de mecânica Aptidões: Confiança no que faz; proativo; competitivo; comunicativo; ágil; organizado e atencioso. b) Requisitos físicos: Esforço físico: Esforço físico constante c) Responsabilidades envolvidas: Habilidades com os equipamentos e ferramentas, é de sua total responsabilidade cuidar e guardar seus equipamentos organizadamente; Conhecimento em mecânica de automóveis, responsável por detectar e solucionar o problema no automóvel do cliente e auxiliar o mecânico em seu trabalho. d) Condições de trabalho Ambiente: Ambiente favorável, sem exposição ao sol com iluminação adequada. Segurança: Ambiente com riscos de acidente. Pode ocorrer danos à saúde física do colaborador.
  • 60. 60 Apêndice D: Sistema para gestão da qualidade em aprendizado – Avaliação de desempenho Sistema para gestão da qualidade em aprendizado Cliente/Colaborador: Registro: Função: Conhecimentos técnicos: GRAU DE SATISFAÇÃO  Aprendizagem Organizacional Nível do treinamento ⑤ ④ ③ ② ① Conhecimento do conteúdo aplicado no treinamento ⑤ ④ ③ ② ① Conhecimento dos objetivos organizacionais ⑤ ④ ③ ② ① Avaliação no treinamento ⑤ ④ ③ ② ① ⑤ ④ ③ ② ① Satisfação/ Reação Relevância do treinamento ⑤ ④ ③ ② ① Satisfação no treinamento ⑤ ④ ③ ② ① Condições de aprendizagem ⑤ ④ ③ ② ① Conteúdo do treinamento ⑤ ④ ③ ② ① Necessidade de outro aprendizado ⑤ ④ ③ ② ① Apl.Doaprendizado Conhecimento da função ⑤ ④ ③ ② ① Relacionamento pessoal ⑤ ④ ③ ② ① Responsabilidade ⑤ ④ ③ ② ① Iniciativa ⑤ ④ ③ ② ① Qualidade de trabalho ⑤ ④ ③ ② ① Dedicação ⑤ ④ ③ ② ① Método no trabalho ⑤ ④ ③ ② ① Acato das ordens ⑤ ④ ③ ② ① Conduta pessoal ⑤ ④ ③ ② ① Impactosnos resultados Custo do treinamento em relação aos benefícios estimados Comportamento dos resultados pós-treinamento Impactos no resultado individual do colaborador Custo do treinamento em relação aos benefícios alcançados Impacto geral sobre resultados organizacionais Avaliação informal
  • 61. 61 Apêndice E: Planilhas do plano financeiro Indicadores de viabilidade LUCRATIVIDADE - mês 15% RENTABILIDADE - mês 3% TEMPO DE RETORNO - mês 31,55035299 PONTO DE EQUILÍBRIO 40.628,41R$ Margem de Contribuição Faturamento 58.466,96R$ (-) Custo - CPI/CMV/CSP 19.696,19R$ ICMS (2,58%) 2.268,52R$ (-) Comissões (?%) -R$ Total 36.502,25R$ Índice de MC= MC/Faturamento 62% Total Custos Fixos 25.365,24R$ Índice de Margem de Contribuição 62% (CF/IMC) PE (Ponto de Equilíbrio) 40.628,41R$