Panorama do Marketing Digital no Mercado de Shopping Centers

1.384 visualizações

Publicada em

Slides da palestra ministrada na convenção da AD Shopping para profissionais de marketing da sua rede.

Ante ao panorama atual da economia brasileira, os shoppings se veem uma situação extremamente difícil de atrair consumidores para o mall. Além disso, precisam lidar com uma série de novos desafios referentes ao mundo online: o novo comportamento do consumidor e como utilizar de forma mais efetiva as inúmeras ferramentas de Marketing Digital hoje disponível.

Nesta palestra, nós discutimos diversos desses pontos, discutindo também como utilizar estratégia de Inbound Marketing para atrair novos consumidores para os shoppings, mesmo em tempos de crise. Confira!

Saiba mais sobre a ZONA INTERNET em:
http://www.zonainternet.com/

Publicada em: Marketing
  • Seja o primeiro a comentar

Panorama do Marketing Digital no Mercado de Shopping Centers

  1. 1. Andre Tenenbaum CEO - Diretor Executivo, Novos Negócios Consultor de Inbound Marketing Mais de 15 anos de experiência no mercado digital. Atuação na criação, planejamento e execução de projetos e ações de comunicação integrada e marketing digital com foco em metas e resultados. Experiência na conceituação e resolução de projetos de integração multicanal, marketing digital e Social Marketing e Inbound Marketing. Gerência e liderança de projetos web como websites e portais com foco em conversão de resultados. Graduado em Comunicação Visual pela PUC-RJ, passou por diversas agências de publicidade como Diretor de Arte até fundar a ZONA INTERNET em 2001. Consultor de Inbound Marketing certificado pela HubSpot e pela RD Station. Em 2015, levou a agência ZONA INTERNET à certificação de parceiro da HubSpot. https://br.linkedin.com/in/andretenenbaum
  2. 2. Nastacha de Avila Gerente de Atendimento e Consultora de Inbound Marketing Formada pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, em Comunicação Social – Hab. Publicidade e Propaganda. Certificada pela Hubspot e RD Station. Mais de 8 anos de experiência com a área de Marketing, tanto Digital quanto Offline. Já trabalhou nos mercados do Rio Grande do Sul, São Paulo e Rio de Janeiro. br.linkedin.com/in/nastacha Edu Costa Digital Marketer e Consultor de Inbound Marketing Formado em Gestão e Estratégias de Marketing Digital e Gestão de E-Commerce, MBA em Marketing Digital Estratégico pela UVA/University of Texas. Atua no planejamento e desenvolvimento de estratégias competitivas, com foco em Otimização de Conversões, Growth Hacking e Data-Driven. Certificado em Inbound pela Hubspot e RD Station, em Analytics e Adwords pelo Google e Marketing de Conteúdo pela Rock Content. https://www.linkedin.com/in/educostamkt
  3. 3. Em janeiro de 2016 Os shoppings registraram queda de 0,6% no fluxo em relação a janeiro de 2015 Os dados são do índice IVSC realizado pela Associação Brasileira de Shopping Centers (Abrasce) E queda de 20% em relação à dezembro de 2015
  4. 4. COMO O MERCADO ESTÁ TRABALHANDO PARA SUPERAR ESSE MOMENTO? Plataforma Multiuso Investimento em eventos no mall: espaço para entretenimento Entendimento do “novo consumidor”
  5. 5. NOVOS HÁBITOS DE CONSUMO EMPODERAMENTO DO CONSUMIDOR NOVA JORNADA DE COMPRA
  6. 6. 60% dos ciclos de vendas* são completos antes de um prospect entrar em contato com um representante de vendas: ou seja, o consumidor se habituou a procurar conteúdo, pedir indicações, estudar avaliações antes de fazer uma compra. O PROCESSO DE COMPRA MUDOU Por conta disso, ficou mais difícil para um simples anúncio o levar a tomar uma decisão. Se já era complicado mensurar o retorno sobre o investimento da mídia tradicional, hoje essa questão se complica ainda mais, já que a mídia tradicional tem menos impacto que antigamente. *Fonte: Hubspot.
  7. 7. Exclusivamente Offline Alto investimento Dificuldade de mensurar o Retorno sobre Investimento (ROI) Difícil previsibilidade Venda direta Dados imprecisos sobre os consumidores Pouca flexibilidade de otimização MARKETING TRADICIONAL X Crossmedia Menor investimento ROI altamente mensurável Previsibilidade Venda consultiva Geração de dados precisos sobre os consumidores Flexibilidade para otimização contínua do funil de vendas NOVO MARKETING
  8. 8. Isto significa que o Marketing Tradicional morreu? NÃO! Significa que devemos integrar o melhor das estratégias tradicionais com todas as possibilidades que o digital nos traz.
  9. 9. Ao entender qual o retorno sobre o investimento, é possível provar que o departamento de marketing é um grande gerador de oportunidades para a empresa. QUAL O ROI DAS CAMPANHAS? = MARKETING NÃO PODE MAIS SER VISTO COMO DESPESA. MARKETING É INVESTIMENTO! MARKETING COMO INVESTIMENTO
  10. 10. EXEMPLO: R$ 200 por mês X 50 meses 50% Lucro Bruto X R$ 10.000 Gastos Vendas & Marketing 10 Novos clientes adquiridos LTV (Lifetime value) = R$ 5.000CAC (Custo de Aquisição por Cliente) = R$ 1.000 : MARKETING COMO INVESTIMENTO
  11. 11. : 51 Economia Financeira MARKETING NÃO É MAIS VISTO COMO CUSTO A cada R$ 1 R$ 5 investido de retorno São obtidos EXEMPLO: MARKETING COMO INVESTIMENTO
  12. 12. O conteúdo de redes sociais dos shoppings têm um grande desafio: ajudar o lojista divulgando seus materiais sem se tornar repetitivo ou pouco relevante. Quanto menos relevante para o usuário, mais o alcance orgânico cai e maior fica a dependência de mídia.
  13. 13. “Seu site ou seu conteúdo não é sobre você, é sobre seu cliente.”
  14. 14. É preciso pensar se o conteúdo realmente tem valor para quem está consumindo. Como produzir conteúdo para sem ser genérico, atendendo aos diversos públicos de um shopping?
  15. 15. Desenvolvimento de personas: CASE AMÉRICAS SHOPPING
  16. 16. CASE AMÉRICAS SHOPPING
  17. 17. CASE AMÉRICAS SHOPPING
  18. 18. CASE AMÉRICAS SHOPPING Desenvolvimento de linhas editoriais:
  19. 19. Desenvolvimento de linhas editoriais: CASE AMÉRICAS SHOPPING
  20. 20. CASE AMÉRICAS SHOPPING Início do trabalho Maior pico de alcance de uma postagem em dezembro: 2.152 usuários Maior pico de alcance de uma postagem em fevereiro: 14.739 usuários
  21. 21. Definindo quais são as personas que frequentam o mall, fica mais fácil identificar em quais redes sociais elas estão. Para um conteúdo com ainda mais relevância é preciso também levar em consideração o canal. Cada rede social possui uma linguagem, um comportamento, um tipo de público. ADEQUAÇÃO AO CANAL
  22. 22. Exemplo: no Instagram o relevante é ter imagens com qualidade, fazer uso de hashtags e marcações. ADEQUAÇÃO AO CANAL
  23. 23. Além do trabalho essencial de SAC 2.0 - rapidez, padronização e respostas personalizadas -, mesmo para os comentários negativos e reclamações, também é interessante entender que o canal e a persona podem permitir uma linguagem mais próxima, menos formal. ATENÇÃO AO SAC 2.0
  24. 24. No caso de páginas com um volume de engajamento muito expressivo, a alternativa é fazer uso de ferramentas que, além de unificarem o SAC 2.0, monitoramento de menções e agendamento de conteúdo em uma única plataforma, permitem uma visão mais inteligente da gestão de redes sociais. ATENÇÃO AO SAC 2.0
  25. 25. É fato: alcance orgânico tem sido cada vez menor nas plataformas. Investir em divulgação de conteúdo se torna imprescindível. Twitter, Facebook, Instagram, Pinterest, Vine e outros estão lançando novos formatos de pagamento que chegarão em 2016. O DEVER DE PATROCINAR CONTEÚDO SOCIAL
  26. 26. Esta mudança está em andamento, como já vimos no surgimento de fotos patrocinadas e vídeos no Instagram, Promoted Pins e Pinterest, e campanhas publicitárias baseadas em objetivos no Twitter. Agora, assim como foi em Search, o desafio é aproveitar a data e as ferramentas inteligentes de publicidade social para melhorar orçamentos que geralmente são restritivos. O DEVER DE PATROCINAR CONTEÚDO SOCIAL
  27. 27. O Facebook lançou recentemente um novo formato de mídia pensado para mobile chamado “Canvas”. NOVOS FORMATOS MÍDIA ONLINE
  28. 28. O Facebook lançou recentemente um novo formato de mídia pensado para mobile chamado “Canvas”. NOVOS FORMATOS MÍDIA ONLINE
  29. 29. Um dos itens mais relevantes para qualquer estratégia de marketing digital: os dados são mensuráveis! Mas quais são as métricas mais relevantes para o trabalho que está sendo feito? MENSURAÇÃO DE RESULTADO Seguidores? Novos seguidores? Acessos?
  30. 30. O conteúdo para shoppings não precisa estar limitado às redes sociais. É essencial levar em consideração COMO as pessoas consomem hoje em dia.
  31. 31. A criação de um conteúdo mais completo no site, além de ser funcional (gerar relevância), é um meio de trabalhar os lojistas de forma inovadora. garimpotatuape.com.br
  32. 32. A Otimização de sites é uma prática realizada para ser melhor compreendido pelas ferramentas de busca (Google) e, desta forma, estar melhor posicionado no ranking em uma busca. O QUE É SEO?
  33. 33. On page (estratégia de código e estrutura): • Qualificação e estratégia de conteúdo; • Qualificação de imagens; • Metas Tags (Título, Meta- descrição e palavras-chave); • Autenticação do site. Off page (condicionais relacionados à popularidade e relevância): • Idade e atividade do site; • Frequência de atualização; • Popularidade e atividade; • Linkagens internas e externas; • Social mídia e links pagos; Todas as áreas influenciam no rankeamento das páginas do site, que dependem de dois fatores: O QUE É SEO?
  34. 34. PRINCÍPIOS BÁSICOS 1. O SEO muda constantemente; 2. Os frutos serão colhidos (ou não) com o tempo; 3. É estratégico;
  35. 35. Conteúdo pensado para como os consumidores buscam informações na internet CASE UPTOWN
  36. 36. CASE UPTOWN
  37. 37. CASE UPTOWN
  38. 38. CASE UPTOWN
  39. 39. GRÁFICO DE ACESSOS ORIGEM DOS ACESSOS 55% orgânicos CASE UPTOWN
  40. 40. É importante que o site seja adaptável a todos os aparelhos, seja computador, tablet ou smartphone, por exemplo. Em geral, páginas com design responsivo são melhores para a experiência do usuário – pois ele consegue navegar sem problemas independente do tamanho de sua tela – e melhora as análises de estatística do seu site, já que é possível conhecer ainda mais seu público, descobrindo qual tipo de gadget mais utiliza. Atenção ao Google Mobile Update! DESIGN RESPONSIVO
  41. 41. Incentivo ao lojista: apresentação de produtos em forma de vitrine. INCENTIVO AO LOJISTA
  42. 42. O marketing digital pode fornecer dados que se transformam em material de prospecção de novos lojistas. INCENTIVO AO LOJISTA
  43. 43. Programa de relacionamento. TRABALHO ESTRATÉGICO DE CRM
  44. 44. A partir do acesso ao wi-fi disponibilizado no mall, diversos shoppings agora estão podendo contar com informações preciosas a respeito dos clientes, que precisam preencher um cadastro para utilizar a internet. TRABALHO ESTRATÉGICO DE CRM
  45. 45. “A base de clientes de um shopping é um ativo que precisa ser bem trabalhado”
  46. 46. É possível fazer a gestão dos contatos de forma automatizada, inteligente e mais eficaz do simplesmente fazer o disparo de newsletters para a base inteira. AUTOMAÇÃO DE MARKETING ENVIO DE EMAIL PERSONALIZADO: Olá, Patrícia Sou consultora de Estilo do Américas Shopping e verifiquei que você nos visitou neste final de semana. Imagino que você, assim como eu, adora ficar por dentro das últimas tendências, certo? Gostaria de te dar uma dica especial: fizemos uma seleção dos must haves deste verão. Confira nosso conteúdo aqui: LINK Espero ter ajudado! Qualquer dúvida, estou por aqui. Um abraço Julia PÁGINA DE CADASTRO PARA BAIXAR CONTEÚDO RICO COM AS TENDÊNCIAS DO VERÃO COM PRODUTOS E PREÇOS DOS LOJISTAS BAIXOU O MATERIAL ENVIO DE CUPONS ESPECIAIS DE DESCONTO COM VALIDADE CADASTRO PELO WIFI DO SHOPPING ENVIO DE EMAIL PERSONALIZADO: Olá, Patrícia Vi que você baixou nosso material. Espero que tenha gostado! Para dar mais uma ajudinha especial, vou disponibilizar 2 cupons de desconto exclusivos apenas para as clientes interessadas em moda. Mas atenção à validade e à disponibilidade de estoque. Se joga! Um abraço Julia
  47. 47. É possível fazer a gestão dos contatos de forma automatizada, inteligente e mais eficaz do simplesmente fazer o disparo de newsletters para a base inteira. AUTOMAÇÃO DE MARKETING ENVIO DE EMAIL PERSONALIZADO: Olá, Julio Trabalho no Marketing do Américas Shopping e verifiquei que você acabou de acessar o nosso wifi. Gostaria de te dar uma dica rápida: hoje à noite teremos um show especial em nossa praça de alimentação. Cantor X Piso L1 18h Que tal aproveitar o evento com a gente? Espero ter enviado essa mensagem a tempo! Um abraço Julia CADASTRO PELO WIFI DO SHOPPING
  48. 48. Metodologia do Inbound Marketing: AUTOMAÇÃO DE MARKETING
  49. 49. Metodologia do Inbound Marketing: AUTOMAÇÃO DE MARKETING Textos em blogs ou redes sociais, imagens, e-books, infográficos e todas as outras formas de atingir o público. Ao fornecer materiais relevantes, ajudamos o consumidor a tomar decisões baseadas no conteúdo e ainda construiremos a imagem como referência no mercado. ATRAÇÃO DE VISITANTES
  50. 50. Metodologia do Inbound Marketing: AUTOMAÇÃO DE MARKETING A técnica do Inbound Marketing utiliza landing pages, formulários e CTAs (calls-to-action) como estratégia para aumentar a base de leads. Tudo isso será otimizado para uma conversão e resultados melhores. CONTEÚDO EM TROCA DE CADASTROS
  51. 51. AUTOMAÇÃO DE MARKETING Na nutrição dos leads é possível converter clientes com “call to mall” Metodologia do Inbound Marketing: NUTRIÇÃO DOS LEADS
  52. 52. AUTOMAÇÃO DE MARKETING Metodologia do Inbound Marketing: Devemos incentivar a divulgação dos bons resultados com os clientes conquistados. Desta forma, poderemos ser indicados para novos clientes e atingindo consumidores de maneira mais qualificada! CLIENTES COMO DIVULGADORES
  53. 53. Para esse tipo de trabalho, existem algumas ferramentas no mercado. Somos certificados e trabalhamos com a Hubspot, líder mundial no setor, e a RD Station, líder nacional. AUTOMAÇÃO DE MARKETING
  54. 54. QUEM SOMOS A ZONA INTERNET prioriza a combinação entre estratégia, ROI, execução otimizada e design, com o objetivo de desenvolver grandes experiências online, na união de três setores: AGÊNCIA DE MARKETING DIGITAL PRODUTORA CRIATIVA CONSULTORIA ESTRATÉGICA
  55. 55. FIQUE POR DENTRO! Acesse nossos conteúdos sobre marketing digital. BAIXE GRÁTIS
  56. 56. Rua Dias Ferreira 626 sl 202 – Leblon – Rio de Janeiro 21 3796-3035 | www.zonainternet.com Obrigado!

×