SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 18
As 17 incontestáveis leis dotrabalho em equipe Radicais  da Última Geração  John C. Maxwell
I- Lei do significado Nada significativo foi alcançado por um individuo sozinho. Desse modo, ninguém torna-se relevante sem a ajuda de uma equipe.  O trabalho em equipe favorece na realização do objetivo a ser alcançado. Quanto maior for alvo, aumentasse a necessidade de ter uma equipe.  Um individuo pode se - afastar do trabalho em equipe pelos seguintes motivos: Egoísmo, Insegurança, Ingenuidade e temperamento.  Sozinho ninguém consegue realizar algo de valor.
II- A lei da perspectiva Global A perspectiva global é a busca pelo bem comum e um mesmo objetivo compartilhado por todos.  O objetivo é mais importante do que os papéis individuais.  Cada membro da equipe desenvolve uma função, porém, todos devem trabalhar em prol do objetivo do grupo. È função do líder visualizar o alvo primeiro e, então, ajudar os demais vê-lo.
III- A Lei do Nicho As equipes alcançam objetivos relevantes, quando seus membros estão devidamente nos lugares certos, desse modo, maximizando suas potencialidades. Quando os membros realizam o que em melhor se adaptam toda equipe sai ganhando. È desafio para o líder conhecer a sua equipe, ter visão da situação atual e conhecer bem os membros de sua equipe.
IV- A lei do Monte Everest Na lei do monte Everest é fundamental o trabalho em equipe. Ninguém deve subestimar a dificuldade da escalada.  Diante de desafios devemos ter bem claro: Qual o sonho? Quais são recursos?  Para se alcançar o objetivo deve se concentrar na equipe e não no sonho a ser realizado.  O alpinista Tenzing e Edmund Hillardsó conquistaram o objetivo devido todo esforço da sua equipe.
V-A Lei da Corrente “ O potencial de uma equipe é medido por seu elo mais fraco”. No trabalho em equipe deve se ter em mente que nem todos membros estarão comprometidos e terão competência para realizar os objetivos da equipe. È função do líder saber lidar com os elos mais fraco,pois,caso o líder não saiba,perderá o respeito dos melhores .
VI- A Lei do catalisador O catalisador é aquele que impulsiona a equipe para alcançar seus objetivos e traz intensidade ao ambiente a sua volta.  Quando uma equipe dispõe de um catalisador persistente,ela passa a ter esperança,confiança e autoestima e alcança o seu objetivo.  Os catalisadores tem como características uma boa intuição,facilidade para comunicar-se,são apaixonados pela equipe,talentosos,movimentam-se levando a equipe,responsáveis,generosos e influentes.
VII- A Lei da Bússola A bússola é a visão do futuro, a direção apresentada a equipe.  A bússola faz com que a equipe fique concentrada, energizada e confiante.  Os membros da equipe precisam saber o por que estão lutando. Caso não se tenha esta direção, a equipe terá sérios problemas.
VIII- A Lei da laranja estragada As atitudes erradas de membros da equipe prejudicará o resultado da mesma. As más atitudes contagiam mais rapidamente.  Para se ter uma boa equipe não basta somente ter membros talentosos, deverá ter membros talentosos e com grandes atitudes.  As más atitudes são geradas através do sentimento egoísta dos membros.
IX- A Lei da Confiança Primeiro princípio básico da lei da confiança é “não trabalhamos uns para os outros; trabalhamos uns com os outros”.  A essência da lei da confiança é trabalhando juntos com objetivos em comum.  Para que haja confiabilidade entre os membros da equipe eles terão que ter:um bom caráter, competência, compromisso para com a equipe, solidez e coesão.
X- A Lei do preço a pagar A equipe só alcança o objetivo devido o sacrifícios de seus membros.  Para se ter uma boa equipe,todos os componentes deverão ter disposição para sair do comodismo,assumir novos riscos na tentativa de conquistar novos horizontes.  Este preço não cessa e todos devem compartilhar do mesmo; quanto maior o desejo de melhorar da equipe maior será o preço a ser pago.
XI- A Lei do placar “ A equipe pode fazer ajustes quando sabe onde está”p.155  Para uma equipe alcançar seus objetivos ela precisa saber onde está.  O placar traz uma melhor compreensão do desempenho da equipe; proporciona uma avaliação da performance e facilita nas decisões e ajuste necessários.
XII- A Lei da reserva Para obter uma boa equipe somente tendo solidez em todos os níveis.  A chave para maximizar o potencial de uma equipe é aprimorar os seus reservas.  Em relação a lei da reserva o autor da seguinte dica: Conforme trouxer pessoas melhores, primeiramente aprimore os titulares e em seguida os reservas, desse modo, a sua equipe terá grande amplitude.
XIII- Lei da Identidade Cada individuo é formado e direcionado por diversos valores pessoais, a equipe do mesmo modo deverá ter valores norteadores, os quais indicaram a direção e influenciará o comportamento da equipe.  Os valores formam a identidade da equipe, desse modo, são a fundação e bússola da mesma.
XIV- A Lei da comunicação È importante adotar a cultura da comunicação na equipe. A comunicação aumenta o compromisso e a coesão entre os membros.  Em relação ao líder pode se dizer : Ao comunicar-se deve ser consistente , claro, atencioso e principalmente honesto.  Em relação a comunicação entre membros deverão ter lealdade uns para com os outros,serem vulneráveis e ter apoio mútuo.
XV- Lei Da Vantagem Quanto maior for a competitividade,maior a necessidade de se ter uma boa liderança.  De acordo com Maxweel os membro a da equipe caracteriza o seu potencial, a visão traz direção, a ética determina a preparação,e a Liderança determina o seu sucesso.  È característica de uma boa liderança,saber delegar as funções, criar um ambiente onde todos sejam responsáveis em suas tarefas, encorajar o aprendizado.  Para uma equipe ser bem sucedida ela precisa ter uma boa liderança.
XVI- A Lei do Moral elevado Quando a equipe está com o moral elevada aumentasse o potencial de toda equipe.  “ Em time que está vencendo não se mexe”; Quando a equipe está vencendo nada tira a sua concentração e nada pode perturbála.  O moral elevada faz com que o a equipe sinta – se motivada a alcançar os objetivos e buscar novos horizontes.
XVII- A lei dos dividendos “Investir na equipe produz dividendos a longo prazo”.  O desenvolvimento dos membros da equipe deve ser reconhecido de diversas maneiras. Como lideres devemos assumir a responsabilidade de investir no desenvolvimento da equipe. Por outro lado, como membros devemos aproveitar todas as oportunidades e dar um retorno em relação ao investimentos feitos em nós.  Saber investir é muito importante;não invista em membros que não desejam crescer; saiba criar oportunidades, delegue, reconheça o sucesso da sua equipe.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Ppt apostila liderança de equipes_prof. randes_13.02.13
Ppt apostila liderança de equipes_prof. randes_13.02.13Ppt apostila liderança de equipes_prof. randes_13.02.13
Ppt apostila liderança de equipes_prof. randes_13.02.13
Prof. Randes Enes, M.Sc.
 
Liderança e Gestão de pessoas
Liderança e Gestão de pessoasLiderança e Gestão de pessoas
Liderança e Gestão de pessoas
Adriana Reis
 
LiderançA & GestãO De Equipes 1º Passo Como Ser LíDer
LiderançA & GestãO De Equipes   1º Passo   Como Ser LíDerLiderançA & GestãO De Equipes   1º Passo   Como Ser LíDer
LiderançA & GestãO De Equipes 1º Passo Como Ser LíDer
Carlos Silva
 

Mais procurados (20)

Equipes de Alta Performance
Equipes de Alta PerformanceEquipes de Alta Performance
Equipes de Alta Performance
 
Competencia lideranca pessoas prof. farah
Competencia lideranca pessoas prof. farahCompetencia lideranca pessoas prof. farah
Competencia lideranca pessoas prof. farah
 
Trabalho em equipe.Karla Rh
Trabalho em equipe.Karla RhTrabalho em equipe.Karla Rh
Trabalho em equipe.Karla Rh
 
Palestra - A importância do trabalho em equipe
Palestra - A importância do trabalho em equipePalestra - A importância do trabalho em equipe
Palestra - A importância do trabalho em equipe
 
Ppt apostila liderança de equipes_prof. randes_13.02.13
Ppt apostila liderança de equipes_prof. randes_13.02.13Ppt apostila liderança de equipes_prof. randes_13.02.13
Ppt apostila liderança de equipes_prof. randes_13.02.13
 
Aula 03, 04, 05 e 06 gestao pessoas e liderança lider coach, feedback, des ...
Aula 03, 04, 05 e 06 gestao pessoas e liderança   lider coach, feedback, des ...Aula 03, 04, 05 e 06 gestao pessoas e liderança   lider coach, feedback, des ...
Aula 03, 04, 05 e 06 gestao pessoas e liderança lider coach, feedback, des ...
 
LiderançA E Trabalho Em Equipe
LiderançA E Trabalho Em EquipeLiderançA E Trabalho Em Equipe
LiderançA E Trabalho Em Equipe
 
Trabalho em Equipe
Trabalho em EquipeTrabalho em Equipe
Trabalho em Equipe
 
Liderança Para Alta Performance
Liderança Para Alta PerformanceLiderança Para Alta Performance
Liderança Para Alta Performance
 
Gestão e Liderança_Prof. Randes
Gestão e Liderança_Prof. RandesGestão e Liderança_Prof. Randes
Gestão e Liderança_Prof. Randes
 
Trabalho em equipe
Trabalho em equipeTrabalho em equipe
Trabalho em equipe
 
Inteligencia emocional no trabalho
Inteligencia emocional no trabalhoInteligencia emocional no trabalho
Inteligencia emocional no trabalho
 
Trabalho em Equipe
Trabalho em EquipeTrabalho em Equipe
Trabalho em Equipe
 
Aula chefia e liderança - 24.04.2010
Aula   chefia e liderança - 24.04.2010Aula   chefia e liderança - 24.04.2010
Aula chefia e liderança - 24.04.2010
 
Liderança e Gestão de pessoas
Liderança e Gestão de pessoasLiderança e Gestão de pessoas
Liderança e Gestão de pessoas
 
Treinamento O Papel do Líder na Gestão
Treinamento O Papel do Líder na GestãoTreinamento O Papel do Líder na Gestão
Treinamento O Papel do Líder na Gestão
 
LiderançA & GestãO De Equipes 1º Passo Como Ser LíDer
LiderançA & GestãO De Equipes   1º Passo   Como Ser LíDerLiderançA & GestãO De Equipes   1º Passo   Como Ser LíDer
LiderançA & GestãO De Equipes 1º Passo Como Ser LíDer
 
Trabalho em equipe
Trabalho em equipeTrabalho em equipe
Trabalho em equipe
 
Treinamento sobre liderança
Treinamento sobre liderançaTreinamento sobre liderança
Treinamento sobre liderança
 
Desenvolvimento de liderança amcham
Desenvolvimento de liderança   amchamDesenvolvimento de liderança   amcham
Desenvolvimento de liderança amcham
 

Destaque

Comportamento organizacional aula4
Comportamento organizacional aula4Comportamento organizacional aula4
Comportamento organizacional aula4
Niraldo Nascimento
 
Aula 06 (1ºsem) 2013 comportamento humano nas organizações
Aula 06 (1ºsem) 2013   comportamento humano nas organizaçõesAula 06 (1ºsem) 2013   comportamento humano nas organizações
Aula 06 (1ºsem) 2013 comportamento humano nas organizações
admunip2013
 
Comportamento organizacional Aula1
Comportamento organizacional Aula1Comportamento organizacional Aula1
Comportamento organizacional Aula1
Niraldo Nascimento
 
Comportamento organizacional stephen p. robbins (livro)
Comportamento organizacional    stephen p. robbins (livro)Comportamento organizacional    stephen p. robbins (livro)
Comportamento organizacional stephen p. robbins (livro)
Nilo Corrêa
 
Aula 07 (1ºsem) 2013 comportamento humano nas organizações
Aula 07 (1ºsem) 2013   comportamento humano nas organizaçõesAula 07 (1ºsem) 2013   comportamento humano nas organizações
Aula 07 (1ºsem) 2013 comportamento humano nas organizações
admunip2013
 
Livro comportamento organizacional robbins stephenp 2012
Livro comportamento organizacional robbins stephenp 2012Livro comportamento organizacional robbins stephenp 2012
Livro comportamento organizacional robbins stephenp 2012
Francisca Ponce de Leon
 
Trabalho Em Equipe
Trabalho Em EquipeTrabalho Em Equipe
Trabalho Em Equipe
aavbatista
 

Destaque (16)

Comportamento organizacional aula4
Comportamento organizacional aula4Comportamento organizacional aula4
Comportamento organizacional aula4
 
Aula 06 (1ºsem) 2013 comportamento humano nas organizações
Aula 06 (1ºsem) 2013   comportamento humano nas organizaçõesAula 06 (1ºsem) 2013   comportamento humano nas organizações
Aula 06 (1ºsem) 2013 comportamento humano nas organizações
 
Comportamento organizacional Aula1
Comportamento organizacional Aula1Comportamento organizacional Aula1
Comportamento organizacional Aula1
 
Comportamento organizacional stephen p. robbins (livro)
Comportamento organizacional    stephen p. robbins (livro)Comportamento organizacional    stephen p. robbins (livro)
Comportamento organizacional stephen p. robbins (livro)
 
Comportamento Organizacional ADM FAP - Faculdade Paraíso do CE Antonio Beze...
Comportamento Organizacional   ADM FAP - Faculdade Paraíso do CE Antonio Beze...Comportamento Organizacional   ADM FAP - Faculdade Paraíso do CE Antonio Beze...
Comportamento Organizacional ADM FAP - Faculdade Paraíso do CE Antonio Beze...
 
Aula 07 (1ºsem) 2013 comportamento humano nas organizações
Aula 07 (1ºsem) 2013   comportamento humano nas organizaçõesAula 07 (1ºsem) 2013   comportamento humano nas organizações
Aula 07 (1ºsem) 2013 comportamento humano nas organizações
 
Livro comportamento organizacional robbins stephenp 2012
Livro comportamento organizacional robbins stephenp 2012Livro comportamento organizacional robbins stephenp 2012
Livro comportamento organizacional robbins stephenp 2012
 
Gesthus Res Mar2
Gesthus Res Mar2Gesthus Res Mar2
Gesthus Res Mar2
 
Capítulo 14
Capítulo 14Capítulo 14
Capítulo 14
 
Comportamento Organizacional
Comportamento OrganizacionalComportamento Organizacional
Comportamento Organizacional
 
Trabalho em Equipe e Gestão de Conflitos
Trabalho em Equipe e Gestão de ConflitosTrabalho em Equipe e Gestão de Conflitos
Trabalho em Equipe e Gestão de Conflitos
 
Resgate a motivação da sua equipe em 20 técnicas
Resgate a motivação da sua equipe em 20 técnicasResgate a motivação da sua equipe em 20 técnicas
Resgate a motivação da sua equipe em 20 técnicas
 
O trabalho em equipe power point
O trabalho em equipe power pointO trabalho em equipe power point
O trabalho em equipe power point
 
Apresentação do tema motivação da equipe
Apresentação do tema motivação da equipeApresentação do tema motivação da equipe
Apresentação do tema motivação da equipe
 
Trabalho Em Equipe
Trabalho Em EquipeTrabalho Em Equipe
Trabalho Em Equipe
 
Antonio carlos gil gestão de pessoas; enfoque nos papéis profissionais
Antonio carlos gil   gestão de pessoas; enfoque nos papéis profissionaisAntonio carlos gil   gestão de pessoas; enfoque nos papéis profissionais
Antonio carlos gil gestão de pessoas; enfoque nos papéis profissionais
 

Semelhante a As 17 IncontestáVeis Leis Do Trabalho Em Equipe

Motivao Liderana Empreendedorismo 1202230573380806 3
Motivao Liderana Empreendedorismo 1202230573380806 3Motivao Liderana Empreendedorismo 1202230573380806 3
Motivao Liderana Empreendedorismo 1202230573380806 3
Tania Montandon
 
Webinar: Introdução ao Management 3.0 | Coletivo Ação
Webinar: Introdução ao Management 3.0 | Coletivo AçãoWebinar: Introdução ao Management 3.0 | Coletivo Ação
Webinar: Introdução ao Management 3.0 | Coletivo Ação
Coletivo AÇÃO | Criando ambientes colaborativos e criativos
 
Art. 6.0 learn with the worst
Art. 6.0 learn with the worstArt. 6.0 learn with the worst
Art. 6.0 learn with the worst
Hugo Santos
 
Discovery Week ZUP | Como ser uma organização orientada para produto? Produt...
Discovery Week ZUP |  Como ser uma organização orientada para produto? Produt...Discovery Week ZUP |  Como ser uma organização orientada para produto? Produt...
Discovery Week ZUP | Como ser uma organização orientada para produto? Produt...
Coletivo AÇÃO | Criando ambientes colaborativos e criativos
 
Liderana 140316043242-phpapp02
Liderana 140316043242-phpapp02Liderana 140316043242-phpapp02
Liderana 140316043242-phpapp02
Universidade Unesa
 

Semelhante a As 17 IncontestáVeis Leis Do Trabalho Em Equipe (20)

trabalho em equipe.pdf
trabalho em equipe.pdftrabalho em equipe.pdf
trabalho em equipe.pdf
 
as17incontestveisleisdotrabalhoemequipe-100131112209-phpapp01.pptx
as17incontestveisleisdotrabalhoemequipe-100131112209-phpapp01.pptxas17incontestveisleisdotrabalhoemequipe-100131112209-phpapp01.pptx
as17incontestveisleisdotrabalhoemequipe-100131112209-phpapp01.pptx
 
Lideranca 120402214620-phpapp01
Lideranca 120402214620-phpapp01Lideranca 120402214620-phpapp01
Lideranca 120402214620-phpapp01
 
PMI CEARA | Bate-papo nas Redes | Liderança Ágil com Management 3.0
PMI CEARA | Bate-papo nas Redes | Liderança Ágil com Management 3.0PMI CEARA | Bate-papo nas Redes | Liderança Ágil com Management 3.0
PMI CEARA | Bate-papo nas Redes | Liderança Ágil com Management 3.0
 
Trabalho piramide da liderança
Trabalho piramide da liderançaTrabalho piramide da liderança
Trabalho piramide da liderança
 
EXCELÊNCIA EM LIDERANÇA E GESTÃO DE PESSOAS
EXCELÊNCIA EM LIDERANÇA E GESTÃO DE PESSOAS EXCELÊNCIA EM LIDERANÇA E GESTÃO DE PESSOAS
EXCELÊNCIA EM LIDERANÇA E GESTÃO DE PESSOAS
 
Motivao Liderana Empreendedorismo 1202230573380806 3
Motivao Liderana Empreendedorismo 1202230573380806 3Motivao Liderana Empreendedorismo 1202230573380806 3
Motivao Liderana Empreendedorismo 1202230573380806 3
 
Motivação, Liderança e Empreendedorismo
Motivação, Liderança e EmpreendedorismoMotivação, Liderança e Empreendedorismo
Motivação, Liderança e Empreendedorismo
 
Motivação Liderança Empreendedorismo
Motivação Liderança EmpreendedorismoMotivação Liderança Empreendedorismo
Motivação Liderança Empreendedorismo
 
Trabalho_em_Equipe.pptx
Trabalho_em_Equipe.pptxTrabalho_em_Equipe.pptx
Trabalho_em_Equipe.pptx
 
Treinamento com palestrante
Treinamento com palestranteTreinamento com palestrante
Treinamento com palestrante
 
Webinar: Introdução ao Management 3.0 | Coletivo Ação
Webinar: Introdução ao Management 3.0 | Coletivo AçãoWebinar: Introdução ao Management 3.0 | Coletivo Ação
Webinar: Introdução ao Management 3.0 | Coletivo Ação
 
Curso de Liderança e Comunicação
Curso de Liderança e ComunicaçãoCurso de Liderança e Comunicação
Curso de Liderança e Comunicação
 
cursodelideranaecomunicao-150421110509-conversion-gate02.pptx
cursodelideranaecomunicao-150421110509-conversion-gate02.pptxcursodelideranaecomunicao-150421110509-conversion-gate02.pptx
cursodelideranaecomunicao-150421110509-conversion-gate02.pptx
 
Liderança e comunicação com foco na gestão de pessoas
Liderança e comunicação com foco na gestão de pessoasLiderança e comunicação com foco na gestão de pessoas
Liderança e comunicação com foco na gestão de pessoas
 
Art. 6.0 learn with the worst
Art. 6.0 learn with the worstArt. 6.0 learn with the worst
Art. 6.0 learn with the worst
 
Discovery Week ZUP | Como ser uma organização orientada para produto? Produt...
Discovery Week ZUP |  Como ser uma organização orientada para produto? Produt...Discovery Week ZUP |  Como ser uma organização orientada para produto? Produt...
Discovery Week ZUP | Como ser uma organização orientada para produto? Produt...
 
Liderança no século XXI
Liderança no século XXILiderança no século XXI
Liderança no século XXI
 
Liderana 140316043242-phpapp02
Liderana 140316043242-phpapp02Liderana 140316043242-phpapp02
Liderana 140316043242-phpapp02
 
Que é uma liderança
Que é uma liderançaQue é uma liderança
Que é uma liderança
 

Mais de André rug

Mais de André rug (8)

Flashcards teste2
Flashcards teste2Flashcards teste2
Flashcards teste2
 
Flashcards Teste
Flashcards TesteFlashcards Teste
Flashcards Teste
 
Super teste
Super testeSuper teste
Super teste
 
Erros O Quanto Eles Podem Nos Ajudar
Erros O Quanto Eles Podem Nos AjudarErros O Quanto Eles Podem Nos Ajudar
Erros O Quanto Eles Podem Nos Ajudar
 
Erros o quanto eles podem nos ajudar?
Erros o quanto eles podem nos ajudar?Erros o quanto eles podem nos ajudar?
Erros o quanto eles podem nos ajudar?
 
As Amizades E Sua InfluêNcia
As Amizades E Sua InfluêNciaAs Amizades E Sua InfluêNcia
As Amizades E Sua InfluêNcia
 
Tipo De Líderes
Tipo De LíderesTipo De Líderes
Tipo De Líderes
 
Visão Celular
Visão CelularVisão Celular
Visão Celular
 

Último

b2ee375d-671f-406c-8c60-df328a75e662.pdf
b2ee375d-671f-406c-8c60-df328a75e662.pdfb2ee375d-671f-406c-8c60-df328a75e662.pdf
b2ee375d-671f-406c-8c60-df328a75e662.pdf
Renandantas16
 

Último (7)

Imóvel do Banco, Apartamento T5 com Sótão; Bank Property, Apartment near Cent...
Imóvel do Banco, Apartamento T5 com Sótão; Bank Property, Apartment near Cent...Imóvel do Banco, Apartamento T5 com Sótão; Bank Property, Apartment near Cent...
Imóvel do Banco, Apartamento T5 com Sótão; Bank Property, Apartment near Cent...
 
b2ee375d-671f-406c-8c60-df328a75e662.pdf
b2ee375d-671f-406c-8c60-df328a75e662.pdfb2ee375d-671f-406c-8c60-df328a75e662.pdf
b2ee375d-671f-406c-8c60-df328a75e662.pdf
 
Digitalização do varejo | Tecnologia na gestão do negócio: como alavancar a e...
Digitalização do varejo | Tecnologia na gestão do negócio: como alavancar a e...Digitalização do varejo | Tecnologia na gestão do negócio: como alavancar a e...
Digitalização do varejo | Tecnologia na gestão do negócio: como alavancar a e...
 
Pesquisa de satisfação - Encontro Fazemos Acontecer
Pesquisa de satisfação - Encontro Fazemos AcontecerPesquisa de satisfação - Encontro Fazemos Acontecer
Pesquisa de satisfação - Encontro Fazemos Acontecer
 
Digitalização do varejo | A importância do engajamento e fidelização de clien...
Digitalização do varejo | A importância do engajamento e fidelização de clien...Digitalização do varejo | A importância do engajamento e fidelização de clien...
Digitalização do varejo | A importância do engajamento e fidelização de clien...
 
Cavaleiros do Futebol: Equipamentos e Moda para Campeões.pptx
Cavaleiros do Futebol: Equipamentos e Moda para Campeões.pptxCavaleiros do Futebol: Equipamentos e Moda para Campeões.pptx
Cavaleiros do Futebol: Equipamentos e Moda para Campeões.pptx
 
Digitalização do varejo| Clienting no varejo: dados e tendências sobre relaci...
Digitalização do varejo| Clienting no varejo: dados e tendências sobre relaci...Digitalização do varejo| Clienting no varejo: dados e tendências sobre relaci...
Digitalização do varejo| Clienting no varejo: dados e tendências sobre relaci...
 

As 17 IncontestáVeis Leis Do Trabalho Em Equipe

  • 1. As 17 incontestáveis leis dotrabalho em equipe Radicais da Última Geração John C. Maxwell
  • 2. I- Lei do significado Nada significativo foi alcançado por um individuo sozinho. Desse modo, ninguém torna-se relevante sem a ajuda de uma equipe. O trabalho em equipe favorece na realização do objetivo a ser alcançado. Quanto maior for alvo, aumentasse a necessidade de ter uma equipe. Um individuo pode se - afastar do trabalho em equipe pelos seguintes motivos: Egoísmo, Insegurança, Ingenuidade e temperamento. Sozinho ninguém consegue realizar algo de valor.
  • 3. II- A lei da perspectiva Global A perspectiva global é a busca pelo bem comum e um mesmo objetivo compartilhado por todos. O objetivo é mais importante do que os papéis individuais. Cada membro da equipe desenvolve uma função, porém, todos devem trabalhar em prol do objetivo do grupo. È função do líder visualizar o alvo primeiro e, então, ajudar os demais vê-lo.
  • 4. III- A Lei do Nicho As equipes alcançam objetivos relevantes, quando seus membros estão devidamente nos lugares certos, desse modo, maximizando suas potencialidades. Quando os membros realizam o que em melhor se adaptam toda equipe sai ganhando. È desafio para o líder conhecer a sua equipe, ter visão da situação atual e conhecer bem os membros de sua equipe.
  • 5. IV- A lei do Monte Everest Na lei do monte Everest é fundamental o trabalho em equipe. Ninguém deve subestimar a dificuldade da escalada. Diante de desafios devemos ter bem claro: Qual o sonho? Quais são recursos? Para se alcançar o objetivo deve se concentrar na equipe e não no sonho a ser realizado. O alpinista Tenzing e Edmund Hillardsó conquistaram o objetivo devido todo esforço da sua equipe.
  • 6. V-A Lei da Corrente “ O potencial de uma equipe é medido por seu elo mais fraco”. No trabalho em equipe deve se ter em mente que nem todos membros estarão comprometidos e terão competência para realizar os objetivos da equipe. È função do líder saber lidar com os elos mais fraco,pois,caso o líder não saiba,perderá o respeito dos melhores .
  • 7. VI- A Lei do catalisador O catalisador é aquele que impulsiona a equipe para alcançar seus objetivos e traz intensidade ao ambiente a sua volta. Quando uma equipe dispõe de um catalisador persistente,ela passa a ter esperança,confiança e autoestima e alcança o seu objetivo. Os catalisadores tem como características uma boa intuição,facilidade para comunicar-se,são apaixonados pela equipe,talentosos,movimentam-se levando a equipe,responsáveis,generosos e influentes.
  • 8. VII- A Lei da Bússola A bússola é a visão do futuro, a direção apresentada a equipe. A bússola faz com que a equipe fique concentrada, energizada e confiante. Os membros da equipe precisam saber o por que estão lutando. Caso não se tenha esta direção, a equipe terá sérios problemas.
  • 9. VIII- A Lei da laranja estragada As atitudes erradas de membros da equipe prejudicará o resultado da mesma. As más atitudes contagiam mais rapidamente. Para se ter uma boa equipe não basta somente ter membros talentosos, deverá ter membros talentosos e com grandes atitudes. As más atitudes são geradas através do sentimento egoísta dos membros.
  • 10. IX- A Lei da Confiança Primeiro princípio básico da lei da confiança é “não trabalhamos uns para os outros; trabalhamos uns com os outros”. A essência da lei da confiança é trabalhando juntos com objetivos em comum. Para que haja confiabilidade entre os membros da equipe eles terão que ter:um bom caráter, competência, compromisso para com a equipe, solidez e coesão.
  • 11. X- A Lei do preço a pagar A equipe só alcança o objetivo devido o sacrifícios de seus membros. Para se ter uma boa equipe,todos os componentes deverão ter disposição para sair do comodismo,assumir novos riscos na tentativa de conquistar novos horizontes. Este preço não cessa e todos devem compartilhar do mesmo; quanto maior o desejo de melhorar da equipe maior será o preço a ser pago.
  • 12. XI- A Lei do placar “ A equipe pode fazer ajustes quando sabe onde está”p.155 Para uma equipe alcançar seus objetivos ela precisa saber onde está. O placar traz uma melhor compreensão do desempenho da equipe; proporciona uma avaliação da performance e facilita nas decisões e ajuste necessários.
  • 13. XII- A Lei da reserva Para obter uma boa equipe somente tendo solidez em todos os níveis. A chave para maximizar o potencial de uma equipe é aprimorar os seus reservas. Em relação a lei da reserva o autor da seguinte dica: Conforme trouxer pessoas melhores, primeiramente aprimore os titulares e em seguida os reservas, desse modo, a sua equipe terá grande amplitude.
  • 14. XIII- Lei da Identidade Cada individuo é formado e direcionado por diversos valores pessoais, a equipe do mesmo modo deverá ter valores norteadores, os quais indicaram a direção e influenciará o comportamento da equipe. Os valores formam a identidade da equipe, desse modo, são a fundação e bússola da mesma.
  • 15. XIV- A Lei da comunicação È importante adotar a cultura da comunicação na equipe. A comunicação aumenta o compromisso e a coesão entre os membros. Em relação ao líder pode se dizer : Ao comunicar-se deve ser consistente , claro, atencioso e principalmente honesto. Em relação a comunicação entre membros deverão ter lealdade uns para com os outros,serem vulneráveis e ter apoio mútuo.
  • 16. XV- Lei Da Vantagem Quanto maior for a competitividade,maior a necessidade de se ter uma boa liderança. De acordo com Maxweel os membro a da equipe caracteriza o seu potencial, a visão traz direção, a ética determina a preparação,e a Liderança determina o seu sucesso. È característica de uma boa liderança,saber delegar as funções, criar um ambiente onde todos sejam responsáveis em suas tarefas, encorajar o aprendizado. Para uma equipe ser bem sucedida ela precisa ter uma boa liderança.
  • 17. XVI- A Lei do Moral elevado Quando a equipe está com o moral elevada aumentasse o potencial de toda equipe. “ Em time que está vencendo não se mexe”; Quando a equipe está vencendo nada tira a sua concentração e nada pode perturbála. O moral elevada faz com que o a equipe sinta – se motivada a alcançar os objetivos e buscar novos horizontes.
  • 18. XVII- A lei dos dividendos “Investir na equipe produz dividendos a longo prazo”. O desenvolvimento dos membros da equipe deve ser reconhecido de diversas maneiras. Como lideres devemos assumir a responsabilidade de investir no desenvolvimento da equipe. Por outro lado, como membros devemos aproveitar todas as oportunidades e dar um retorno em relação ao investimentos feitos em nós. Saber investir é muito importante;não invista em membros que não desejam crescer; saiba criar oportunidades, delegue, reconheça o sucesso da sua equipe.