SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 39
www.flickr.com/taptaptap.com
É novo. Ou não.

      • O conceito não é novo
         – Palm Pilot é de 1996!
         – E já existiam Apps


      • Lojas de aplicativos
        existem a algum tempo
         – PocketGear é de 1999
         – Handango é de 2003
Volumes pelo mundo a fora
Volumes pelo mundo a fora
Volumes pelo mundo a fora
Volumes pelo mundo a fora


                            Apenas 10% são
                            smartphones.
                            Crescimento de
                            10x é o esperado.
Modelos de negócio
• Pago
  – Download
  – Assinatura
  – In-App
• Publicidade
  – Baseado em impressões
  – Baseado em performance
  – Promoções
• Bens Virtuais
• Modelos Híbridos
Quanto custa um App?
• A média de receita por venda foi de ~U$1,90 em 2009
  e a previsão é de ser ~U$1,50 em 2012.
• Mas os preços variam muito (de U$0,00 a U$1.000,00)
• 80% dos Apps na Apple App Store são gratuítos.
• Dos pagos, a média de preços na América do Norte é
  de U$1,09, U$0,20 na América do Sul e apenas U$0,10
  na Ásia
• Publicidade representou 12% em 2009 da receita total
  de Apps. Em 2012 a previsão é de representar 28%.
• Ou seja:
   – Receita por download caindo. Preços caindo.
   – Receita com publicidade subindo.
                                                   Dados de 2009
E dá dinheiro desenvolver um App?
• A receita média no ano de 2009 por
  desenvolvedor foi:
  – Apple’s App Store: U$729
  – BlackBerry App World: U$165
  – Android Marketplace: U$102.
Plataformas e Marketplaces
Outros Marketplaces
PocketGear comprou a
Handango em 2010 e se
tornou a 3ª maior App                  O número de Marketplace
Store.                                 cresceu de 8 para 38 em
                                       2010.




 Mais gente grande
 no jogo logo logo.
Plataformas

              E lá vem o Android...
Marketplaces
                Mesmo crescendo
                 861%, a fatia de
               mercado em receitas
               do Android Market é
                    pequena.



               E a Apple “só” cresceu
                       131%.
Marketplaces




http://en.wikipedia.org/wiki/List_of_digital_distribution_platforms_for_mobile_devices
Apple’s App Store
    • Receita:
       – 2010: $5,2B
       – 2011: $15B
       – 2014: $58B
    • Downloads:
       – 2010: 17.7B (80% free apps)
       – 2014: 185B
    • Número de Apps:
       – 350.000 (contra 200.000 do Android)
    • Porque vai crescer tanto assim?
       – O número médio de downloads por
         telefone não deve crescer
       – O crescimento se dará pelo
         crescimento da base de smartphones
Apple´s App Store
       Apple foi responsável por 99,4%
       do faturamento de app para
       dispositivos móveis em 2009.
Categorias

           Apenas 6,3% de todos os
        vendedores (1 em 16) teve pelo
       menos 1 app no TOP PAID APPS. E
        80% destes foram um “one-hit
                  wonders”



                                Games
                            representaram
                           52% das receitas
                               em 2010.
Apps, apps e mais apps


                                 E a Apple “só”
                                 cresceu 1% em
                                Janeiro de 2011.


                                São 3.000 novos
                                Apps no mês ou
                                  100 por dia.



                    Mas lá vem o Google...
                     São mais de 10.000
                    novos Apps por mês.
Que plataforma escolher? Todas!

                             Como será o
                             mercado de
                             software no
                               futuro?
Então vai mudar tudo?
• “Mobile apps will eclipse the traditional desktop
  Internet”
        – Brian Solis



• “Gartner prophesies Apple's post-PC era”
        – Gartner



• “The Death of PC”
        – Forbes


• “The Post-PC Era Is Already Here”
        – Time Magazine
Top 10
• Lista “Top 10” da Gartner de apps para 2012
    – Geo-Targeting Services: serviços contextualizados é uma tendência chave para os apps
      de dispositivos móveis
    – Social networking: é a categoria de app que cresce mais rápido
    – Mobile Search: permite usuários acessar resultados imediatamente e tomar uma ação
    – Mobile Commerce: esperem por experiências bem mais competas e ricas de e-
      commerce em dispositivos móveis
    – Mobile Payment: não vai se tornar main stream antes de 2015
    – Context-aware Service: antecipa a necessidade do usuáirio e proativamente serve o
      conteúdo, produto ou serviço mais adequado.
    – Object Recognition: reconhecimento dos “arredores” do usuário
    – Mobile Instant Messaging: este tipo de serviço já é uma ameaça para as empresas de
      telecom e compete diretamente com trafego de voz.
    – Mobile e-mail: usuários de e-mails através de dispositivos móveis sairá de 354 milhões
      em 2009 para 713 milhões em 2014 (10% do trafego total de e-mails do mundo).
    – Mobile Video: portabilidade e individualidade transformam os dispositivos móveis no
      gadget ideal para consumo de mídia.
Apps estão em todo lugar
• Dispositivos Móvel são a crista da onda.

• Mas.... não é só isso:
  – Video Game Consoles:
  – PCs
  – Browsers
  – TV
  – Social Networks
  – Printers
  – Sites (New!)
Browsers

      O Google saiu na
          frente.



        Uai? Cadê o
         Firefox?



       E a Microsoft?
     Ainda tem espaço?



       E a Apple? Não
       vai fazer nada?
PC
     Qual a diferença de
     um Smartphone, um
     tablet e um laptop?



       E o “Post-PC
     Era”, como fica?



       Mas ai não vai
     canibalizar a venda
        de software
        tradicional?
Impressoras

               É sério.




              Agora... se vai dar
               certo ou não é
               outra história.
Vídeo Games
                        Estes caras já
                       tem App Store
                          faz anos.




                                         Mas no mundo deles
                                          um App se chama
                                              “Game”.



  A industria de
Games já é maior do
  que Holywood
Social Apps




http://www.digitalbuzzblog.com/facebook-statistics-facts-figures-for-2010/
Outros
SiteApps.com
                Marketplace de
               applicativos para
                   website
SiteApps.com
               As aplicações vão
                  desde coisas
               muito complexas
                (como o Google
                   Analytics)




                Até elementos
               simples em uma
                 página (como
                  um post-it)
                    pages.
SiteApps.com




Dá para testar um
  applicativo em
qualquer site ('try
before you buy‘) e
    garantir a
 compatibilidade
SiteApps.com

 Uma vez com a tag
  instalada, os Apps
podem ser ligados em
 menos de 2 minutos
   (cronometrados)


    ... Ao mesmo tempo,
       as configurações
        podem ser bem
    avançadas: segmento
    de usuários, filtro de
    URLs, frequência, etc.


       ... e dá para desligar
      um App em menos de
            20 segundos.
Então? Vai
mudar tudo?
Mas então? Vai mudar tudo?
• Tecnicamente:
  – Um Apps é um software. Até aqui nada novo: IF,
    ELSE, etc.
  – Mas eles tendem a ser menores, mais simples e
    isso muda a forma de construí-los. É mais simples,
    mais rápido, mais barato, menos sujeito a falhas.
  – Mas as plataformas são muitas: ai complica. Para
    atingir todo mundo, tem que desenvolver para
    várias plataformas.
Mas então? Vai mudar tudo?
• Economicamente:
  – Eles tem preços muito menores do que o modelo
    tradicional de software.
  – Mas os volumes são monumentalmente maiores.
  – E (provavelmente em função do preço) a pirataria é
    muito menor.
  – A demanda vai crescer (e muito) durante vários anos.
    Tem espaço para todo mundo.
  – Mas a oferta (concorrência) também será maior. Vai
    ter um (ou vários) App para tudo nessa vida.
  – E o desenvolvedor ganha um sócio no seu trabalho
    que leva 30% da receita bruta.
Mas então? Vai mudar tudo?
• Vendas:
  – Desenvolvedores normalmente não sabem nem
    gostam de vender. E os marketplaces são ótimos
    para isso.
  – Mas ainda há muita dependência de que Apps
    aparecerem em destaque, e isso fica na mão dos
    marketplaces escolher.
  – É difícil promover um App fora do ambiente do
    marketplace. Mas as mídias sociais ajudam muito.
Mas então? Vai mudar tudo?
• Ou seja:
  – Os marketplaces conseguiram colocar oferta e
    demanda (usuários e desenvolvedores) em um
    lugar só. E tudo de forma muito simples. Este é o
    grande valor que eles trazem.
  – Mas a competição será maior, os preços menores
    e os volumes maiores. Será difícil, mas com
    grande potencial.
Obrigado!



            andre.santos@predicta.net
                       @andreroberto

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Pontomobi+MobMidia Aplicativos
Pontomobi+MobMidia AplicativosPontomobi+MobMidia Aplicativos
Pontomobi+MobMidia Aplicativos
Pontomobi
 
Guia app-empresas! http://www.hpgmobileapps.com?ap_id=profleonardo
Guia app-empresas! http://www.hpgmobileapps.com?ap_id=profleonardoGuia app-empresas! http://www.hpgmobileapps.com?ap_id=profleonardo
Guia app-empresas! http://www.hpgmobileapps.com?ap_id=profleonardo
Leonardo Alves
 
Mobile Marketing FGV MBA Aula
Mobile Marketing FGV MBA AulaMobile Marketing FGV MBA Aula
Mobile Marketing FGV MBA Aula
Pontomobi
 

Mais procurados (19)

Aplicativos Móveis
Aplicativos MóveisAplicativos Móveis
Aplicativos Móveis
 
Posicionamento Estratégico Apple
Posicionamento Estratégico ApplePosicionamento Estratégico Apple
Posicionamento Estratégico Apple
 
O Mercado e Desenvolvimento em Mobile
O Mercado e Desenvolvimento em MobileO Mercado e Desenvolvimento em Mobile
O Mercado e Desenvolvimento em Mobile
 
Mobile Marketing - Conceitos, Tecnologias e Cases
Mobile Marketing - Conceitos, Tecnologias e CasesMobile Marketing - Conceitos, Tecnologias e Cases
Mobile Marketing - Conceitos, Tecnologias e Cases
 
Estratégias de Mobile Marketing
Estratégias de Mobile Marketing Estratégias de Mobile Marketing
Estratégias de Mobile Marketing
 
Intensivo 80h - Mobile Marketing
Intensivo 80h - Mobile MarketingIntensivo 80h - Mobile Marketing
Intensivo 80h - Mobile Marketing
 
Pontomobi+MobMidia Aplicativos
Pontomobi+MobMidia AplicativosPontomobi+MobMidia Aplicativos
Pontomobi+MobMidia Aplicativos
 
Mobile Marketing
Mobile MarketingMobile Marketing
Mobile Marketing
 
DRAFTFCB Global Mobile Shopper 2013 - O impacto dos dispositivos móveis em no...
DRAFTFCB Global Mobile Shopper 2013 - O impacto dos dispositivos móveis em no...DRAFTFCB Global Mobile Shopper 2013 - O impacto dos dispositivos móveis em no...
DRAFTFCB Global Mobile Shopper 2013 - O impacto dos dispositivos móveis em no...
 
Explorando o Mundo Apple, Desenvolvendo Aplicativos para IOS - Felipe Martins...
Explorando o Mundo Apple, Desenvolvendo Aplicativos para IOS - Felipe Martins...Explorando o Mundo Apple, Desenvolvendo Aplicativos para IOS - Felipe Martins...
Explorando o Mundo Apple, Desenvolvendo Aplicativos para IOS - Felipe Martins...
 
Estratégias para Mobile Marketing
Estratégias para Mobile MarketingEstratégias para Mobile Marketing
Estratégias para Mobile Marketing
 
Trabalho Rianelli
Trabalho RianelliTrabalho Rianelli
Trabalho Rianelli
 
MOBILE MARKETING
MOBILE MARKETINGMOBILE MARKETING
MOBILE MARKETING
 
Guia app-empresas! http://www.hpgmobileapps.com?ap_id=profleonardo
Guia app-empresas! http://www.hpgmobileapps.com?ap_id=profleonardoGuia app-empresas! http://www.hpgmobileapps.com?ap_id=profleonardo
Guia app-empresas! http://www.hpgmobileapps.com?ap_id=profleonardo
 
MobileMonday Rio - App Stores: a visão de quem desenvolve - 18 Jan. 2010
MobileMonday Rio - App Stores: a visão de quem desenvolve - 18 Jan. 2010MobileMonday Rio - App Stores: a visão de quem desenvolve - 18 Jan. 2010
MobileMonday Rio - App Stores: a visão de quem desenvolve - 18 Jan. 2010
 
Case Apple
Case AppleCase Apple
Case Apple
 
Mobile Marketing FGV MBA Aula
Mobile Marketing FGV MBA AulaMobile Marketing FGV MBA Aula
Mobile Marketing FGV MBA Aula
 
in-App Purchase no Delphi XE7 - Embarcadero Conference 2014
in-App Purchase no Delphi XE7 - Embarcadero Conference 2014in-App Purchase no Delphi XE7 - Embarcadero Conference 2014
in-App Purchase no Delphi XE7 - Embarcadero Conference 2014
 
Palestra Mobilidade - Computação móvel, Dispositivos e Aplicativos 2014
Palestra Mobilidade - Computação móvel, Dispositivos e Aplicativos 2014Palestra Mobilidade - Computação móvel, Dispositivos e Aplicativos 2014
Palestra Mobilidade - Computação móvel, Dispositivos e Aplicativos 2014
 

Destaque (7)

Kako napraviti dobru ppt prezentaciju
Kako napraviti dobru ppt prezentacijuKako napraviti dobru ppt prezentaciju
Kako napraviti dobru ppt prezentaciju
 
Presentación celia y andrea (1)
Presentación celia y andrea (1)Presentación celia y andrea (1)
Presentación celia y andrea (1)
 
Desvendando os APLICATIVOS SOCIAIS
Desvendando os APLICATIVOS SOCIAISDesvendando os APLICATIVOS SOCIAIS
Desvendando os APLICATIVOS SOCIAIS
 
Social networking sites presentation
Social networking sites presentationSocial networking sites presentation
Social networking sites presentation
 
Social networking PPT
Social networking PPTSocial networking PPT
Social networking PPT
 
Anatomy of Seed
Anatomy of SeedAnatomy of Seed
Anatomy of Seed
 
Social Networking Presentation
Social Networking PresentationSocial Networking Presentation
Social Networking Presentation
 

Semelhante a The is an app for that!

App Developers: Here’s How to Get Paid Properly
App Developers: Here’s How to Get Paid ProperlyApp Developers: Here’s How to Get Paid Properly
App Developers: Here’s How to Get Paid Properly
Denise
 
Mobile marketing: Mitos, verdades e a prática
Mobile marketing: Mitos, verdades e a práticaMobile marketing: Mitos, verdades e a prática
Mobile marketing: Mitos, verdades e a prática
Michel Lent Schwartzman
 

Semelhante a The is an app for that! (20)

APP/API e Mobile: o que usar e quando
APP/API e Mobile: o que usar e quandoAPP/API e Mobile: o que usar e quando
APP/API e Mobile: o que usar e quando
 
Android Aula 1
Android Aula 1Android Aula 1
Android Aula 1
 
Universo dos aplicativos para dispositivos móveis.
Universo dos aplicativos para dispositivos móveis. Universo dos aplicativos para dispositivos móveis.
Universo dos aplicativos para dispositivos móveis.
 
O cenário dos apps marketplaces
O cenário dos apps marketplacesO cenário dos apps marketplaces
O cenário dos apps marketplaces
 
Mobile muito além dos apps números, tendências e futuro
Mobile muito além dos apps   números, tendências e futuroMobile muito além dos apps   números, tendências e futuro
Mobile muito além dos apps números, tendências e futuro
 
A Era da Mobilidade
A Era da MobilidadeA Era da Mobilidade
A Era da Mobilidade
 
Aula 05 i_Phone
Aula 05 i_PhoneAula 05 i_Phone
Aula 05 i_Phone
 
Planejamento aplicativos alex ivonika_2
Planejamento aplicativos alex ivonika_2Planejamento aplicativos alex ivonika_2
Planejamento aplicativos alex ivonika_2
 
Aplicativos para Mobile
Aplicativos para MobileAplicativos para Mobile
Aplicativos para Mobile
 
Criando aplicativos-para-dispositivos-moveis
Criando aplicativos-para-dispositivos-moveisCriando aplicativos-para-dispositivos-moveis
Criando aplicativos-para-dispositivos-moveis
 
Mobile Marketing: mitos, verdades e a prática
Mobile Marketing: mitos, verdades e a práticaMobile Marketing: mitos, verdades e a prática
Mobile Marketing: mitos, verdades e a prática
 
App Developers: Here’s How to Get Paid Properly
App Developers: Here’s How to Get Paid ProperlyApp Developers: Here’s How to Get Paid Properly
App Developers: Here’s How to Get Paid Properly
 
Mobilidade
MobilidadeMobilidade
Mobilidade
 
Palestra sebrae mobile marketing
Palestra sebrae mobile marketingPalestra sebrae mobile marketing
Palestra sebrae mobile marketing
 
Mobile marketing: Mitos, verdades e a prática
Mobile marketing: Mitos, verdades e a práticaMobile marketing: Mitos, verdades e a prática
Mobile marketing: Mitos, verdades e a prática
 
Aplicativos
AplicativosAplicativos
Aplicativos
 
MobileMonday Rio - Abertura "App Stores" - 18 Jan. 2010
MobileMonday Rio - Abertura "App Stores" - 18 Jan. 2010MobileMonday Rio - Abertura "App Stores" - 18 Jan. 2010
MobileMonday Rio - Abertura "App Stores" - 18 Jan. 2010
 
As vantagens de se tornar um desenvolvedor mobile
As vantagens de se tornar um desenvolvedor mobileAs vantagens de se tornar um desenvolvedor mobile
As vantagens de se tornar um desenvolvedor mobile
 
Hangout Tempo Real Eventos - Android - Os primeiros passos do desenvolviment...
Hangout  Tempo Real Eventos - Android - Os primeiros passos do desenvolviment...Hangout  Tempo Real Eventos - Android - Os primeiros passos do desenvolviment...
Hangout Tempo Real Eventos - Android - Os primeiros passos do desenvolviment...
 
Desenvolvimento de aplicativos para Android
Desenvolvimento de aplicativos para Android Desenvolvimento de aplicativos para Android
Desenvolvimento de aplicativos para Android
 

The is an app for that!

  • 2. É novo. Ou não. • O conceito não é novo – Palm Pilot é de 1996! – E já existiam Apps • Lojas de aplicativos existem a algum tempo – PocketGear é de 1999 – Handango é de 2003
  • 6. Volumes pelo mundo a fora Apenas 10% são smartphones. Crescimento de 10x é o esperado.
  • 7. Modelos de negócio • Pago – Download – Assinatura – In-App • Publicidade – Baseado em impressões – Baseado em performance – Promoções • Bens Virtuais • Modelos Híbridos
  • 8. Quanto custa um App? • A média de receita por venda foi de ~U$1,90 em 2009 e a previsão é de ser ~U$1,50 em 2012. • Mas os preços variam muito (de U$0,00 a U$1.000,00) • 80% dos Apps na Apple App Store são gratuítos. • Dos pagos, a média de preços na América do Norte é de U$1,09, U$0,20 na América do Sul e apenas U$0,10 na Ásia • Publicidade representou 12% em 2009 da receita total de Apps. Em 2012 a previsão é de representar 28%. • Ou seja: – Receita por download caindo. Preços caindo. – Receita com publicidade subindo. Dados de 2009
  • 9. E dá dinheiro desenvolver um App? • A receita média no ano de 2009 por desenvolvedor foi: – Apple’s App Store: U$729 – BlackBerry App World: U$165 – Android Marketplace: U$102.
  • 11. Outros Marketplaces PocketGear comprou a Handango em 2010 e se tornou a 3ª maior App O número de Marketplace Store. cresceu de 8 para 38 em 2010. Mais gente grande no jogo logo logo.
  • 12. Plataformas E lá vem o Android...
  • 13. Marketplaces Mesmo crescendo 861%, a fatia de mercado em receitas do Android Market é pequena. E a Apple “só” cresceu 131%.
  • 15. Apple’s App Store • Receita: – 2010: $5,2B – 2011: $15B – 2014: $58B • Downloads: – 2010: 17.7B (80% free apps) – 2014: 185B • Número de Apps: – 350.000 (contra 200.000 do Android) • Porque vai crescer tanto assim? – O número médio de downloads por telefone não deve crescer – O crescimento se dará pelo crescimento da base de smartphones
  • 16. Apple´s App Store Apple foi responsável por 99,4% do faturamento de app para dispositivos móveis em 2009.
  • 17. Categorias Apenas 6,3% de todos os vendedores (1 em 16) teve pelo menos 1 app no TOP PAID APPS. E 80% destes foram um “one-hit wonders” Games representaram 52% das receitas em 2010.
  • 18. Apps, apps e mais apps E a Apple “só” cresceu 1% em Janeiro de 2011. São 3.000 novos Apps no mês ou 100 por dia. Mas lá vem o Google... São mais de 10.000 novos Apps por mês.
  • 19. Que plataforma escolher? Todas! Como será o mercado de software no futuro?
  • 20. Então vai mudar tudo? • “Mobile apps will eclipse the traditional desktop Internet” – Brian Solis • “Gartner prophesies Apple's post-PC era” – Gartner • “The Death of PC” – Forbes • “The Post-PC Era Is Already Here” – Time Magazine
  • 21. Top 10 • Lista “Top 10” da Gartner de apps para 2012 – Geo-Targeting Services: serviços contextualizados é uma tendência chave para os apps de dispositivos móveis – Social networking: é a categoria de app que cresce mais rápido – Mobile Search: permite usuários acessar resultados imediatamente e tomar uma ação – Mobile Commerce: esperem por experiências bem mais competas e ricas de e- commerce em dispositivos móveis – Mobile Payment: não vai se tornar main stream antes de 2015 – Context-aware Service: antecipa a necessidade do usuáirio e proativamente serve o conteúdo, produto ou serviço mais adequado. – Object Recognition: reconhecimento dos “arredores” do usuário – Mobile Instant Messaging: este tipo de serviço já é uma ameaça para as empresas de telecom e compete diretamente com trafego de voz. – Mobile e-mail: usuários de e-mails através de dispositivos móveis sairá de 354 milhões em 2009 para 713 milhões em 2014 (10% do trafego total de e-mails do mundo). – Mobile Video: portabilidade e individualidade transformam os dispositivos móveis no gadget ideal para consumo de mídia.
  • 22. Apps estão em todo lugar • Dispositivos Móvel são a crista da onda. • Mas.... não é só isso: – Video Game Consoles: – PCs – Browsers – TV – Social Networks – Printers – Sites (New!)
  • 23. Browsers O Google saiu na frente. Uai? Cadê o Firefox? E a Microsoft? Ainda tem espaço? E a Apple? Não vai fazer nada?
  • 24. PC Qual a diferença de um Smartphone, um tablet e um laptop? E o “Post-PC Era”, como fica? Mas ai não vai canibalizar a venda de software tradicional?
  • 25. Impressoras É sério. Agora... se vai dar certo ou não é outra história.
  • 26. Vídeo Games Estes caras já tem App Store faz anos. Mas no mundo deles um App se chama “Game”. A industria de Games já é maior do que Holywood
  • 29.
  • 30. SiteApps.com Marketplace de applicativos para website
  • 31. SiteApps.com As aplicações vão desde coisas muito complexas (como o Google Analytics) Até elementos simples em uma página (como um post-it) pages.
  • 32. SiteApps.com Dá para testar um applicativo em qualquer site ('try before you buy‘) e garantir a compatibilidade
  • 33. SiteApps.com Uma vez com a tag instalada, os Apps podem ser ligados em menos de 2 minutos (cronometrados) ... Ao mesmo tempo, as configurações podem ser bem avançadas: segmento de usuários, filtro de URLs, frequência, etc. ... e dá para desligar um App em menos de 20 segundos.
  • 35. Mas então? Vai mudar tudo? • Tecnicamente: – Um Apps é um software. Até aqui nada novo: IF, ELSE, etc. – Mas eles tendem a ser menores, mais simples e isso muda a forma de construí-los. É mais simples, mais rápido, mais barato, menos sujeito a falhas. – Mas as plataformas são muitas: ai complica. Para atingir todo mundo, tem que desenvolver para várias plataformas.
  • 36. Mas então? Vai mudar tudo? • Economicamente: – Eles tem preços muito menores do que o modelo tradicional de software. – Mas os volumes são monumentalmente maiores. – E (provavelmente em função do preço) a pirataria é muito menor. – A demanda vai crescer (e muito) durante vários anos. Tem espaço para todo mundo. – Mas a oferta (concorrência) também será maior. Vai ter um (ou vários) App para tudo nessa vida. – E o desenvolvedor ganha um sócio no seu trabalho que leva 30% da receita bruta.
  • 37. Mas então? Vai mudar tudo? • Vendas: – Desenvolvedores normalmente não sabem nem gostam de vender. E os marketplaces são ótimos para isso. – Mas ainda há muita dependência de que Apps aparecerem em destaque, e isso fica na mão dos marketplaces escolher. – É difícil promover um App fora do ambiente do marketplace. Mas as mídias sociais ajudam muito.
  • 38. Mas então? Vai mudar tudo? • Ou seja: – Os marketplaces conseguiram colocar oferta e demanda (usuários e desenvolvedores) em um lugar só. E tudo de forma muito simples. Este é o grande valor que eles trazem. – Mas a competição será maior, os preços menores e os volumes maiores. Será difícil, mas com grande potencial.
  • 39. Obrigado! andre.santos@predicta.net @andreroberto