Apresentação 9

201 visualizações

Publicada em

Previsão de Doenças em Olerícolas

Publicada em: Tecnologia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
201
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apresentação 9

  1. 1. SISTEMAS DE PREVISÃO DE DOENÇAS E PRAGAS NAS OLERÍCOLAS Grupo 4 : ANDREI F. V. SAMPEDRO CRISTIANO LOPES HAYASHI IVAN NITCHEPURENCO ROBSON PEREIRA DE SOUZA Tópicos Esp. Agricultura de Precisão Professor: André G. de Andrade
  2. 2. No Brasil, esse tema vem sendo discutido há pouco tempo, meados de 1997 em diante. De 1970 em diante, vem sendo revisado e discutido no mundo (BOURKE, 1970; FRY, 1983; entre outros) Esses autores classificam de várias maneiras a previsão de doenças: - O que está incluído no sistema (cultura doença, patógeno, ambiente ou combinação de todos) - Se são utilizados em pré ou pós-plantio - Se são baseados no inoculo inicial, secundário, taxa de progresso da doença ou na combinação deles. Um sistema com 95% de exatidão em laboratório, pode não ser interessante em campo pela sua complexidade podendo ser utilizado um modelo empírico simples com 80% de exatidão.
  3. 3. AGROALERTAS 1. Implantar uma rede de estações meteorológicas automáticas de baixo custo com teletransmissão horária para monitorar as condições de temperatura e umidade relativa do ar, precipitação pluviométrica e molhamento foliar nas culturas; 2. Desenvolver um sistema WEB de informações que irá integrar dados de diversos pontos de monitoramento com dados coletados no tempo real por estações meteorológicas automáticas; 3. Automatizar as análises e cálculos de variáveis agrometeorológicas em ambiente Oracle, para a emissão automática de informações e alertas agrometeorológicos; 4. Realizar automaticamente a emissão de informações e alertas agrometeorológicos via email, SMS (torpedos) e sinalizadores eletro-eletrônicos;
  4. 4. AGROALERTAS Estações agrometeorológicas Instaladas para monitorar a temperatura do ar, umidade relativa, molhamento foliar, precipitação de chuva e níveis dos rios. Sistemas de sensores e moduladores desenvolvidos pela Epagri. Epagrilogger
  5. 5. Visualização das informações pelo usuário na internet Informações serão enviadas via sms para o produtor quando for necessário realizar alguma aplicação.
  6. 6. AGROALERTAS Localização das estações
  7. 7. PAST Sistema desenvolvido pela Embrapa Hortaliças para a previsão de doenças no tomateiro, utilizado inicialmente em lavouras para industrialização. Monitora condições favoráveis ao surgimento de: - Pinta-preta; - Requeima; - Septoriose. DSV (Valores de Severidade de Doenças): - 0 (condição não favorável) - 4 (condição altamente favorável) Ex. Cristalina – requeima 18 / pinta-preta 22...
  8. 8. BIBLIOGRAFIA: - http://www.cnph.embrapa.br/noticias/not_24.htm - http://www.grupocultivar.com.br/site/content/artigos/artigos.php?id=673 - http://www.cnph.embrapa.br/fttomateiro/index.html - BOSCO L. C. – Sistema de Previsão de Ocorrência de Requeima em Clones de Batata Suscetíes e Resistentes – Dissertação de mestrado – Santa Maria da Serra, 2008 - http://ciram.epagri.sc.gov.br/index.php?option=com_content&view=article&i d=146&Itemid=386
  9. 9. Obrigado

×