Webjornalismo

2.214 visualizações

Publicada em

Aula sobre jornalismo online 2010/02.

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.214
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
47
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Webjornalismo

  1. 1. Jornalismo Online Profª Andréia Mallmann Prof Juan Domingues
  2. 2. Jornalismo mediado por culturas difusão Cultura de Massa broadcasting disponível Cultura das Mídias narrowcasting acesso Cibercultura podcasting (Lúcia Santaella)
  3. 3. Cibercultura 1º março 1995
  4. 4. $ Contextos da cibercultura Produtos/Serviços gratuitos redes sociais notícias conversores metereologia 2000-2010
  5. 5. Contextos da cibercultura Banda-larga / Wi-fi velocidade de dados maior qualidade/resolução de dados ubiquidade 2000-2010
  6. 6. mobilidade Contextos da cibercultura Popularização do celular 2000-2010
  7. 7. Contextos da cibercultura Explosão dos Blogs informativos 2000-2010
  8. 8. Contextos da cibercultura ORKUT, MYSPACE, FACEBOOK 2000-2010
  9. 9. Contextos da cibercultura FLICKR . 2000-2010
  10. 10. Contextos da cibercultura YOUTUBE 2000-2010
  11. 11. Contextos da cibercultura TWITTER Uso de redes sociais distribuição de conteúdo criação de laços sociais crescimento de 1382% em 1 ano de 475 mil para 7 milhões de usuários (2008-2009) 41% dos usuários têm entre 35-49 anos 19,6% entre 25-34 anos 16,6% mais de 55 anos 6,8% mais de 65 anos 3,6% entre 2 e 17 anos 62% acessam do trabalho 35% acessam de casa CWR 2010 - Centre of Web Research 2000-2010
  12. 12. Contextos da cibercultura GEOLOCALIZAÇÃO 2000-2010
  13. 13. BBC Research . Cashmore, Future Media and Technology of BBC
  14. 14. Público Online Pesquisa realizada e apresentada em workshop pelo departamento Future Media and Technology por Priya Prakash (Project Lead), intitulado BBC Mediator and Future Search, em novembro de 2008.
  15. 15. INTERATIVIDADE TEXTO CURTO NARRATIVA ON DEMAND UBIQUIDADE customização MULTIMÍDIA OBJETIVO, personalização HIPERLINCADA CLARO colaboração (não-linear) Webjornalismo Webjornalismo
  16. 16. Narrativas WEB Linguagens Texto Foto Áudio Vídeo Gráficos Animações
  17. 17. Texto CURTO DIRETO / OBJETIVO / CLARO INFORMATIVO
  18. 18. Texto !  Voz ativa !  Sujeito, verbo, predicado. !  Vá direto ao ponto e facilite.
  19. 19. Texto DICAS !  Deve evitar ao máx. a utiliz. de abrev., etc. !  Édesnecessário fazer-se empregar de um estilo de escrita demasiadamente rebuscado. Tal prática advém de esmero excessivo que raia o exibicionismo narcisístico.
  20. 20. Texto DICAS !  Anule aliterações altamente abusivas. !  não esqueça as maiúsculas no inicio das frases. !  Evite lugares-comuns como o diabo foge da cruz. !  O uso de parêntesis (mesmo quando for relevante) é desnecessário.
  21. 21. Texto DICAS !  Estrangeirismos estão out; palavras de origem portuguesa estão in. !  Evite o emprego de gíria, mesmo que pareça nice, na boa?? !  Palavrasde baixo calão, porra, podem transformar o seu texto numa merda.
  22. 22. Texto DICAS !  Nunca generalize: generalizar é um erro em todas as situações. !  Evite repetir a mesma palavra pois essa palavra vai ficar uma palavra repetitiva. A repetição da palavra vai fazer com que a palavra repetida desqualifique o texto onde a palavra se encontra repetida.
  23. 23. Texto DICAS !  Nãoabuse das citações. Como costuma dizer um amigo meu: "Quem cita os outros não tem ideias próprias”. !  Frases incompletas podem causar !  Não seja redundante, não é preciso dizer a mesma coisa de formas diferentes; isto é, basta mencionar cada argumento uma só vez, em outras palavras, não repita a mesma idéia.
  24. 24. Texto DICAS !  Utilize a pontuação corretamente o ponto e a vírgula pois a frase poderá ficar sem sentido especialmente será que ninguém mais sabe utilizar o ponto de interrogação !  Quem precisa de perguntas retóricas? !  Conforme recomenda a A.G.O.P, nunca use siglasdesconhecidas.
  25. 25. Texto DICAS !  Exagerar é cem milhões de vezes pior do que a moderação. !  Evitemesóclises. Repita comigo: "mesóclises: evitá-las-ei!"
  26. 26. Texto DICAS !  Não fique escrevendo (nem falando) no gerúndio. Você estará deixando seu texto pobre e estará causando ambigüidade, com certeza você vai estar deixando o conteúdo esquisito, vai estar ficando com a sensação de que as coisas ainda estão acontecendo. E como você vai estar lendo este texto, tenho certeza que você vai estar prestando atenção e vai estar repassando aos seus amigos, que vão estar entendendo e vão estar pensando em não estar falando desta maneira irritante.
  27. 27. Texto DICAS !  Outrabarbaridade que tu deves evitar chê, é usar muitas expressões que acabem por denunciar a região onde tu mora, meu! Nada desse trem... entendeu meu rei? !  Nãopermita que seu texto acabe por rimar, porque senão ninguém irá agüentar, já que é insuportável o mesmo final escutar, o tempo todo sem parar.
  28. 28. Texto DICAS !  Analogias na escrita são tão úteis quanto chifres em galinhas. !  Não abuse das exclamações! Nunca!!! O texto fica horrível!!!!! !  Evite frases exageradamente longas pois estas dificultam a compreensão da idéia nelas contida e, por conterem mais que uma idéia central, o que nem sempre torna o seu conteúdo acessível, forçam, desta forma, o pobre leitor a separá-la nos seus diversos componentes de forma a torná-las compreensíveis, o que não deveria ser, afinal de contas, parte do processo da leitura, hábito que devemos estimular através do uso de frases mais curtas.
  29. 29. Texto DICAS !  Cuidadocom a hortografia, para não estrupar a língúa portuguêza.
  30. 30. Foto
  31. 31. Resolução: 72dpi Formato: jpg Tamanho: máximo 450pixels do maior lado (h/w)
  32. 32. Aúdio raramente na íntegra trechos em links formato final ideal: mp3
  33. 33. Vídeo padrão de vídeo: criativo formato ideal: wmv, mov ou mp4 .
  34. 34. Vídeo
  35. 35. Gráficos e Animações sempre com informação o que parece fácil será mais difícil excelente para trabalhar com dados complexos, simulações de fatos e números
  36. 36. Gráficos e Animações
  37. 37. Gráficos e Animações
  38. 38. CRIATIVIDADE E PLANEJAMENTO CRIATIVIDADE E PLANEJAMENTO
  39. 39. CRIATIVIDADE E PLANEJAMENTO CRIATIVIDADE E PLANEJAMENTO
  40. 40. FONTE Pessoa responsável pela ótica pessoal, profissional e/ou institucional Chave entre o jornalista e a realidade Credibilidade
  41. 41. Próxima Aula: revisão (imagem e áudio) como criar conteúdos (foto e áudio) como editar conteúdos (foto e áudio) como publicar conteúdos (foto e áudio)
  42. 42. BOM FINAL DE SEMANA ;-)

×