O Barroco em Portugal. 
Arquitetura & Pintura 
Disciplina: História das Artes II (Prof.Dr. Everardo Ramos) 
Aluno: André G...
Portugal no Século XVII: 
● Domínio Espanhol 
● Crise Nacional 
● Atraso do Barroco
Arquitetura Chã.
SANTARÉM (Portugal): 
Igreja do Seminário de 
Santarém. 
Construída entre 1672 e 
1711. 
A primeira característica 
do est...
Arquitetura Jesuítica (Chã¹, posteriormente²) 
● Basílicas com duas torres sineiras 
● Nave única (supressão do transepto)...
Museu Nacional do Azulejo, antigo Convento da Madre de 
Deus, em Lisboa.
Principais Programas Decorativos: Talha Dourada e Azulejo.
Igreja do Ca rmo em Porto.
Interior da Igreja Nossa Senhora de Nazaré, em Cachoeira do Campo – 
MG. Autêntico retábulo de talha dourada típico do Bar...
Período Joanino: apogeu Barroco em Portugal. 
O Convento de Mafra.
Palácio de Mafra, Lisboa.
Projeto do arquiteto de João V, João Frederico Ludovice: Ideal de Roma.
São Bruno 
“They went that Way”
Pintura: Josefa de Óbidos.
“Josefa é a mais conhecida pintora do Barroco português, 
precisamente por essa rara intuição poética, isenta de peias 
ac...
“Josefa é uma grande pintora do Seiscentismo peninsular 
precisamente porque soube assumir, por via não-erudita (com uma 
...
Calvário.
Anunciação.
Adoração dos Pastores.
Cordeiro Pascal: uma combinação entre obra sacra e natureza morta.
Natureza Morta com Doces e Barros.
“O artista [...] habita em circunstâncias que o presente oferece 
para transformá-lo em um contexto de vida e, em seguida,...
Referências 
“Barroco em Portugal”, em Wikipédia, em 20/04/11 
ANTÔNIO MARQUES, José. Blog do Fotógrafo, em 21/04/11 
Amig...
História das Artes - Barroco Português
História das Artes - Barroco Português
História das Artes - Barroco Português
História das Artes - Barroco Português
História das Artes - Barroco Português
História das Artes - Barroco Português
História das Artes - Barroco Português
História das Artes - Barroco Português
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

História das Artes - Barroco Português

522 visualizações

Publicada em

Apresentação de seminário para disciplina História das Artes II (Prof. Dr. Everardo Ramos). UFRN, 2011.

Publicada em: Arte e fotografia
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
522
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
6
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
9
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

História das Artes - Barroco Português

  1. 1. O Barroco em Portugal. Arquitetura & Pintura Disciplina: História das Artes II (Prof.Dr. Everardo Ramos) Aluno: André Grilo
  2. 2. Portugal no Século XVII: ● Domínio Espanhol ● Crise Nacional ● Atraso do Barroco
  3. 3. Arquitetura Chã.
  4. 4. SANTARÉM (Portugal): Igreja do Seminário de Santarém. Construída entre 1672 e 1711. A primeira característica do estilo chão está na austeridade; contudo, não fugaz aos ideais de liberdade nas formas propostas pelo Barroco em toda Europa.
  5. 5. Arquitetura Jesuítica (Chã¹, posteriormente²) ● Basílicas com duas torres sineiras ● Nave única (supressão do transepto) ● Capela-mor (abside) profunda ● Naves laterais transformadas em capelas interligadas ● Interior austero; exterior com portais e janelas muito simples Prática e econômica, podendo ser distribuída por todo domínio lusitano ¹ adj. 1 Liso, plano. 2 Tranqüilo. 3 Franco, lhano, singelo. (MICHAELIS). ² Conceito do teórico George Kluber (EUA).
  6. 6. Museu Nacional do Azulejo, antigo Convento da Madre de Deus, em Lisboa.
  7. 7. Principais Programas Decorativos: Talha Dourada e Azulejo.
  8. 8. Igreja do Ca rmo em Porto.
  9. 9. Interior da Igreja Nossa Senhora de Nazaré, em Cachoeira do Campo – MG. Autêntico retábulo de talha dourada típico do Barroco Português.
  10. 10. Período Joanino: apogeu Barroco em Portugal. O Convento de Mafra.
  11. 11. Palácio de Mafra, Lisboa.
  12. 12. Projeto do arquiteto de João V, João Frederico Ludovice: Ideal de Roma.
  13. 13. São Bruno “They went that Way”
  14. 14. Pintura: Josefa de Óbidos.
  15. 15. “Josefa é a mais conhecida pintora do Barroco português, precisamente por essa rara intuição poética, isenta de peias academizantes no seu desenho livre e na sua paleta solta, de que quase sempre as suas pinturas nos dão mostras.” (Excertos do artigo de Vítor Serrão, in Roteiro da exposição Josefa de Óbidos e o Tempo Barroco apresentada na Galeria de Pintura do Rei D. Luis em Lisboa, 1991.)
  16. 16. “Josefa é uma grande pintora do Seiscentismo peninsular precisamente porque soube assumir, por via não-erudita (com uma grande dose de ingênua espontaneidade, senão de original inocência), uma interessantíssima veia provincial entendida até às últimas consequências.” (Excertos do artigo de Vítor Serrão, in Roteiro da exposição Josefa de Óbidos e o Tempo Barroco apresentada na Galeria de Pintura do Rei D. Luis em Lisboa, 1991.)
  17. 17. Calvário.
  18. 18. Anunciação.
  19. 19. Adoração dos Pastores.
  20. 20. Cordeiro Pascal: uma combinação entre obra sacra e natureza morta.
  21. 21. Natureza Morta com Doces e Barros.
  22. 22. “O artista [...] habita em circunstâncias que o presente oferece para transformá-lo em um contexto de vida e, em seguida, torná-lo seu próprio universo de criação.” (Fábio Oliveira Nunes)
  23. 23. Referências “Barroco em Portugal”, em Wikipédia, em 20/04/11 ANTÔNIO MARQUES, José. Blog do Fotógrafo, em 21/04/11 Amigos de Portugal, em 22/04/11 RIBEIRO, Victor. Álbum pessoal (Flickr), em 22/04/11 Estilo Nacional Português na Região de Ouro Preto, Blog de pesquisadores, em 22/04/11 DE ÓBIDOS, Josefa, Catálogo de Obras da Artista, em 20/04/11 Instituto dos Museus e da Conservação, em 22/04/11. Ask Me Lisboa, em 22/04/11. Expresso.pt, em 05/05/11. Escola Secundária Josefa de Óbidos, em 06/05/11. Olhares Fotografia On-line, em 07/05/2011

×