Aula10 relatório

402 visualizações

Publicada em

Relatórios - Língua Portuguesa - PRONATEC

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
402
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
20
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Aula10 relatório

  1. 1. Língua Portuguesa Prof. André Luiz Contatos: andrezinhofigundio@gmail.com Facebook: andre figundio
  2. 2. Aula 10: Relatório
  3. 3. Objetivos da aula: - Apresentar relatórios e determinar suas principais características e suas funções. - Desenvolver a leitura e a interpretação desses textos. - Apresentar dicas de como elaborar e redigir relatórios.
  4. 4. Por que escrever um relatório?
  5. 5. O relatório é um documento que tem por objetivo expor a investigação de um fato, de um acontecimento ou de uma experiência científica realizado por uma pessoa ou um grupo de pessoas. O relatório pode ter a função de: • Descrever • Enumerar • Expor narrativas • Relatar fatos • Demonstrar gráficos • Fazer estatísticas
  6. 6. Como já destacado, o relatório é um gênero textual que circula tanto na esfera acadêmica (faculdade/universidade: graduação e pós-graduação, por exemplo) quanto na esfera pública, comercial e industrial. A produção de um relatório depende da sua finalidade, da sua temática e principalmente de quem o solicita: professor da graduação, um órgão público, uma instituição de pesquisa.
  7. 7. Perguntas fundamentais antes de escrever um relatório: A. Como escrever relatórios? • Qual conteúdo? • Quais tópicos? • O que incluir? • Capítulos? • Ênfase? (Atividades e Resultados) • Organização • Estilo • Linguagem clareza (Concisão e simplicidade)
  8. 8. Perguntas fundamentais antes de escrever um relatório: B. Escrever a quem? • Público alvo/interlocutores; • Por que eles precisam desse relatório? C. Por que elaborar um relatório? • Finalidade • Razão • A necessidade de relatórios • Quem/ o que se beneficia/ Como se beneficiam.
  9. 9. Assim, o relatório dependerá dessas respostas para sua elaboração e, embora esse gênero textual informativo tenha uma estrutura relativamente livre, ele apresenta sempre três partes: • Introdução; • Desenvolvimento; • Conclusão.
  10. 10. Exemplo de Relatório Simplificado  Na introdução Deve constar uma breve descrição que demonstre o contexto teórico abordado pela prática/pesquisa/leitura e os objetivos do relatório.  No desenvolvimento Descrever como foram realizadas as etapas dos experimentos, da prática realizada, da leitura ou da pesquisa. Dependendo do tipo de relatório é necessário conter as datas de início e término da experiência ou da investigação do fato, o local de sua realização, os procedimentos e métodos empregados e apresentar os resultados, e observações feitas durante a experiência e discutir estes resultados procurando chegar a conclusões pertinentes ou dar a explicação científica adequada para os resultados obtidos.  Na conclusão: Deverão estar as principais conclusões obtidas, levando em consideração os objetivos traçados. Além disso, vale destacar o ensinamento extraído da investigação do fato, da leitura ou da experiência.  Nas referências: Colocar os livros, ou site, e outros que contribuíram para a elaboração do relatório.
  11. 11. Quanto à linguagem, é muito importante que o relatório seja conciso (breve e completo). Vale lembrar que deixar de relatar informações importantes pode comprometer o trabalho. Desse modo, para que o relatório seja conciso ele deve registrar as informações importantes, omitindo frases desnecessárias, assim como informações já relatadas em outras partes do relatório. Segundo essas orientações, a linguagem deve ser simples e direta, clara, exata, concisa, pertinente, em estilo direto, objetiva e com frases curtas, sem ser rebuscada e com vocabulário complicado. Ressalte-se, porém, que a linguagem deve ser formal padrão e deve haver a utilização das 1ªs (do plural) e 3ªs pessoas ou 1ª pessoa do singular.
  12. 12. Modelo de relatório: Relatório INTRODUÇÃO A Química estuda a composição das substâncias, suas propriedades e transformações, utilizando convenções, classificações, princípios e generalizações para auxiliar no entendimento e interpretação de modelos. Vale lembrar que as funções químicas estão presentes no corpo humano e em diversas situações do dia-a-dia. Seu estudo é fundamental para desenvolver o raciocínio lógico e habilitar-nos a analisar criticamente a realidade e encontrar respostas para questões do cotidiano. De acordo com as orientações atuais da Química, a construção de uma base conceitual do conhecimento químico deve estar articulada ao desenvolvimento de competências relativas à investigação e à compreensão da realidade, integrando aspectos macroscópicos e microscópicos do estudo da matéria e de suas transformações. Nesse sentido, o objetivo deste relatório é conhecer as funções químicas (principalmente ácidos, hidróxidos e sais). Contextualizar as funções químicas com eventos e substâncias do dia-a-dia e aplicar teorias e definições da Química, partindo da abordagem de fenômenos para avaliar os aspectos: - interpretação de fatos e informações do cotidiano; - resolução de problemas reais; - compreensão das relações conceituais estabelecidas nos contextos atuais da ciência.
  13. 13. Modelo de relatório: DESENVOLVIMENTO Na aula prática de laboratório do dia 03/02, foi analisado o caráter ácido de algumas substâncias de uso cotidiano através da coloração assumida pelo indicador. Antes de iniciar a análise, levantou-se a seguinte hipótese: todas as substâncias têm comportamento semelhante quando misturadas com um mesmo reagente, a fenolftaleína. Em seguida, reuniu-se o material necessário e seguiram-se as instruções dadas no procedimento sugerido pelo professor em aula na Atividade Experimental – acidez e basicidade - no dia 27/01/2010. Ao analisar os dados obtidos, verificou-se que as substâncias ácidas, como o ácido clorídrico,permanecem incolores, enquanto as substâncias básicas, como o hidróxido de sódio, passam a ter uma coloração avermelhada.Foi observado o que ocorreu em cada tubo de ensaio e, a partir disso, foi elaborada a tabela abaixo para facilitar a visualização dos dados e posterior conclusão:
  14. 14. Modelo de relatório: CONCLUSÃO Desta forma é possível concluir que o suco de limão e o vinagre têm comportamento de substâncias básicas. Referências: RUSSELL, J. B. Química Geral, São Paulo: Makron Books, 1994. 2 v. (Livro Texto). MAHAN, B. M. e MYERS, R. J. Química: Um Curso Universitário. 4ª Edição. São Paulo: Ed. Edgard Blucha, 1993. ATKINS, P.W. e BERAN, J. A., General Chemistry. New York: Scientific American Books, 1992. BRITO, M. A. de e PIRES, A. T. N. Química Básica – Teoria e Experimentos. Série Didática. Florianópolis: Ed. UFSC, 1997.
  15. 15. Vamos lembrar! Um relatório é...  Um gênero textual que circula no cotidiano, na vida acadêmica, no âmbito profissional e tem por objetivo expor a investigação de um fato, de um acontecimento ou de uma experiência científica.  O relatório pode ou não seguir um roteiro preestabelecido e dependerá da instituição e/ou dos interlocutores.  Na sua estrutura, apresenta normalmente introdução, desenvolvimento e conclusão. Admite tanto a impessoalidade quanto a pessoalidade no tratamento do assunto.  A linguagem é precisa, objetiva e segue a variedade padrão formal da língua.
  16. 16. Exercícios 1. O relatório apresentado relaciona-se a uma área específica da ciência: a química, o que pôde ser observado pelo uso de palavras e expressões, tais como, reagente, ácido clorídrico, hidróxido de sódio, solução. Essa informação é importante para a produção do relato quando perguntamos: ( ) A. Como escrever relatórios? ( ) B. Escrever a quem? ( ) C. Por que elaborar um relatório? Essa informação é importante para a produção do relatório porque ao perguntarmos Como escrever relatórios? nos remeteremos ao seu conteúdo (área) e assim, à ênfase que deve ser dada às atividades e aos resultados e ao estilo do relatório.
  17. 17. Links (exemplos de relatórios): www.embrapa.br www.dedalus.usp.br Catálogo On Line - USP www.uspto.gov.br/patft/index.html- patentes textos completos www.periodicos.capes.gov.br www.bireme.br www.prossiga.br http://www.saber.usp.br/http://www.teses.cpd.unb.br/http://teses.eps.ufsc.br http://www.ufsc.br/latinidad/bdados/geografia.html http://ericir.syr.edu/Eric/http://www.scielo.br/ http://unesdoc.unesco.org/images/0015/001557/155762POR.pdf

×