Vidas secas parodia

7.618 visualizações

Publicada em

Paródia da música Ana Júlia, com pontos importantes sobre o enredo e aspectos subjacentes à obra ;)

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
7.618
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
41
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Vidas secas parodia

  1. 1. Literatura – Prof. AndréVidas Secas(melodia de Ana Júlia, Los Hermanos )A região Nordeste do BrasilBem sabe o que é sofrerCom a seca o ano inteiroChuvas invernaisSecos como a árida paisagemFabiano e famíliaPadecem feito animais,Têm quase a mesma linguagemCom gestos e grunhidosMal se comunicavamTantos os filhos quanto os pais...As vidas secas pelo árido sertãoE pela aridez do ser humanoAs vidas secas: dois meninos e um cãoSinha Vitória e Fabiano
  2. 2. Não bastasse o sol a explorarSeus dias, seu suorNas contas era roubadoPelo seu patrãoNem de seus troços podia disporSe não pagasse impostoHouve até ocasiãoEm que ele veio a se indisporCom o Soldado AmareloUm convite aceitoMuito mais por obrigaçãoQue vidas secas – fiscal, soldado e patrãoAs dos que causam opressãoQue vidas secas – Fabiano na prisãoAs dos que sofrem opressão
  3. 3. Comiam farinha e preásCaçados por BaleiaCom uma cama de couroSonhava a SinháComo uma que Seu Tomás tinhaNão queria mais ser como bichoUm filho vaqueiro ainda váO mais velho vez em quando vinha:Mãe o que é o inferno?Queria ter um amigoQue lhe pudesse explicarQue nas Vidas Secas todos são iguaisSeres Humanos, AnimaisEm sua mente Fabiano se pergunta uma vez mais:Você é bicho, homem, bicho, ou tanto faz?

×