Criatividade

1.568 visualizações

Publicada em

0 comentários
10 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.568
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
10
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Criatividade

  1. 1. plataris.comCRIATIVIDADE ANDRÉ BOMFIM | 2013
  2. 2. DE ONDE VÊMAS BOAS IDEIAS?
  3. 3. DE ONDE Inspiração divina? VÊM Dom pessoal? Talento natural?AS BOAS Elas estão no Google? Eu posso ter uma? IDEIAS? Isso não é coisa pra gênios?
  4. 4. Cidade dos Anjos,Brad Silberling, 1998 INSPIRAÇÃO Asas do Desejo, Wim Wenders, 1987
  5. 5. CRIATIVIDADE1. A PERSPECTIVA MÁGICA - Criatividade é um dom - Criatividade é sinônimo de inspiração - Inspiração é um fenômeno sobrenatural, talvez uma dádiva celestial - O pavor da folha em branco
  6. 6. CRIATIVIDADE2. A PERSPECTIVA INDIVIDUALISTA - A busca do PERFIL do indivíduo criativo - Freud: ênfase no inconsciente (criatividade como sublimação de complexos reprimidos) - Gestalt: ênfase no pré-consciente; pesquisas sobre insight, processos criativos, auto-realização e hemisférios cerebrais
  7. 7. CRIATIVIDADE
  8. 8. Shalmor Avnon Amichay/Y&R Interactive Tel Aviv, Israel
  9. 9. Eu sou o cérebro esquerdo. Eu sou Eu sou o cérebro direito. Eu sou a um cientista. Um matemático. Eu criatividade. Um espírito livre. Eu sou gosto do que é familiar. Eu a paixão. Desejo, sensualidade. O categorizo. Eu sou preciso, linear, som de uma gargalhada. Eu sou o analítico, estratégico, prático. Tudo sabor. A sensação de areia sob os pésestá sob controle. Sou um mestre das descalços. Eu sou movimento. Corespalavras e da linguagem. Realista. Eu vivas. Eu sou a urgência de colorir calculo equações e brinco com uma tela em branco. Eu sou a números. Eu sou ordem, lógica. Eu imaginação sem fronteiras. Arte, sei exatamente quem eu sou. poesia. Eu percebo, eu sinto. Eu posso ser tudo aquilo que eu quiser.Shalmor Avnon Amichay/Y&R Interactive Tel Aviv, Israel
  10. 10. http://www.mindmapart.com/brain-metaphor-mind-map-luis-garcia/
  11. 11. CRIATIVIDADEO PRODUTO CRIATIVO- Novo / original- Útil, apropriado, soluciona um problema- Surge de uma tarefa heurística e não algorítimica
  12. 12. CRIATIVIDADE3. A PERSPECTIVA SISTÊMICA - Fatores sociais, culturais e históricos que contribuem para o desenvolvimento da criatividade - Um olhar para os fatores externos ao indivíduo - Modelos integrados de criatividade: a) Teoria do Investimento (Sternberg; Lubart) b) Modelo Componencial (Amabile) c) Perspectiva de Sistemas (Csikszentmihalyi)
  13. 13. CRIATIVIDADE
  14. 14. CRIATIVIDADEA TEORIA DO INVESTIMENTO- 06 fatores inter-relacionados1. Inteligência2. Estilos intelectuais3. Conhecimento4. Personalidade5. Motivação6. Contexto ambiental
  15. 15. DE QUE TIPO DE INTELIGÊNCIA ESTAMOS FALANDO?
  16. 16. CRIATIVIDADEA TEORIA DO INVESTIMENTO Habilidades cognitivas a) Habilidade sintética de redefinir- 06 fatores inter-relacionados problemas; ver o problema sob um novo ângulo1. Inteligência b) Habilidade analítica de reconhecer2. Estilos intelectuais as ideias em que vale à pena3. Conhecimento investir4. Personalidade c) Habilidade prático-contextual ou5. Motivação de convencer as pessoas sobre o6. Contexto ambiental valor das próprias ideias O resultado da habilidade sintética é aquilo que chamamos de insight. Ele pode ser um insight de codificação seletiva (reconhecer a importância de informações aparentemente não-óbvias); insight de comparação analógica (informações do passado usadas para resolver problemas do presente); insight de combinação seletiva (junção de informações cuja conexão não é óbvia).
  17. 17. CRIATIVIDADEA TEORIA DO INVESTIMENTO Como a pessoa usa, explora ou utiliza sua inteligência- 06 fatores inter-relacionados a) Estilo legislativo: gosto e prazer em criar suas próprias regras de1. Inteligência trabalho e maneiras de resolver2. Estilos intelectuais problemas3. Conhecimento b) Estilo executivo: gosto por4. Personalidade implementar ideias já concebidas e5. Motivação consolidadas; execução; ação6. Contexto ambiental c) Estilo judiciário: gosto por emitir julgamentos, opiniões e avaliar pessoas, tarefas e regras Analogia com o cinema: diretor/roteirista; produtor; crítico Sistema educacional: valorização do estilo executivo em detrimento ao legislativo
  18. 18. CRIATIVIDADEA TEORIA DO INVESTIMENTO Só é possível contribuir para uma determinada área, a partir de um- 06 fatores inter-relacionados conhecimento prévio da mesma1. Inteligência a) Conhecimento formal: oriundo da educação formal, escolas, livros,2. Estilos intelectuais palestras ou outro meio de3. Conhecimento instrução; é racional4. Personalidade b) Conhecimento informal: obtido5. Motivação através da autodedicação,6. Contexto ambiental autodidatismo; é intuitivo O conhecimento formal aumenta a chance de se chegar a novas conexões. Pode, porém, engessar o pensamento. O conhecimento informal pode ser um facilitador do processo criativo. Mas pode conduzir a soluções ingênuas ou pseudo-criativas.
  19. 19. CRIATIVIDADEA TEORIA DO INVESTIMENTO Quais os traços da personalidade que mais contribuem para a expressão da- 06 fatores inter-relacionados criatividade?1. Inteligência - Predisposição a correr riscos - Autoconfiança2. Estilos intelectuais - Tolerância à ambiguidade3. Conhecimento - Coragem para expressar novas4. Personalidade ideias5. Motivação - Perseverança diante de obstáculos6. Contexto ambiental (cientistas) - Auto-estima Como os ambientes externos podem estimular ou desestimular cada um desses traços?
  20. 20. CRIATIVIDADEA TEORIA DO INVESTIMENTO As pessoas tornam-se mais propensas a responder criativamente a uma tarefa- 06 fatores inter-relacionados quando estão movidas pelo prazer de realizá-la.1. Inteligência a) Motivação intrínseca: desejo de2. Estilos intelectuais obter domínio sobre uma3. Conhecimento área/problema; desejo de4. Personalidade descobrir uma ordem subjacente5. Motivação nas coisas6. Contexto ambiental b) Motivação extrínseca: desejo de se obter reconhecimento; desejo de alcançar a imortalidade A motivação intrínseca tende a ser mais genuína e duradoura.
  21. 21. CRIATIVIDADEA TEORIA DO INVESTIMENTO- 06 fatores inter-relacionados1. Inteligência Como o ambiente facilita a expressão2. Estilos intelectuais criativa3. Conhecimento4. Personalidade - Ambientes abertos à diversidade5. Motivação - Canais de comunicação eficientes6. Contexto ambiental - Flexibilidade nas regras - Remuneração satisfatória com política de cargos e salários Ambientes de trabalho que promovem a criatividade
  22. 22. CRIATIVIDADEO MODELO COMPONENCIAL- 03 componentes básicos para o desenvolvimento do trabalho criativo1. Habilidades de domínio2. Processos criativos relevantes3. Motivação intrínseca4. O MODELO em si
  23. 23. CRIATIVIDADEO MODELO COMPONENCIAL- 03 componentes básicos para o desenvolvimento do trabalho criativo - Talento1. Habilidades de domínio - Conhecimento (formal e informal) - Expertise2. Processos criativos relevantes3. Motivação intrínseca4. O MODELO em si
  24. 24. CRIATIVIDADE - Dedicação ao trabalhoO MODELO COMPONENCIAL - Habilidade de se concentrar por longos períodos de tempo- 03 componentes básicos para o - Alto nível de energia - Persistência frente às dificuldades desenvolvimento do trabalho criativo - Busca da excelência - Habilidade de abandonar ideias1. Habilidades de domínio improdutivas2. Processos criativos relevantes - Quebra de padrões usuais de3. Motivação intrínseca pensamento4. O MODELO em si - Quebra de hábitos - Compreensão de complexidades - Produção de várias opções - Suspensão de julgamento no momento da geração de ideias - Armazenagem e recordação de ideias - Autodisciplina, persistência, não conformismo, automotivação e desejo de correr riscos
  25. 25. CRIATIVIDADEO MODELO COMPONENCIAL- 03 componentes básicos para o desenvolvimento do trabalho criativo - Satisfação e envolvimento que o1. Habilidades de domínio indivíduo tem pela tarefa,2. Processos criativos relevantes independente de reforços externos3. Motivação intrínseca - A motivação intrínseca é a base para o indivíduo investir em4. O MODELO em si conhecimentos e incrementar seus processos criativos
  26. 26. CRIATIVIDADE 1. IDENTIFICAÇÃO DO PROBLEMA OU TAREFA - Identificação do problema como tendoO MODELO COMPONENCIAL valor para ser solucionado 2. PREPARAÇÃO- 03 componentes básicos para o - Construir ou reativar um estoque de desenvolvimento do trabalho criativo informações relevantes para a solução do problema1. Habilidades de domínio 3. GERAÇÃO DE RESPOSTA2. Processos criativos relevantes - Solução original3. Motivação intrínseca4. O MODELO em si 4. COMUNICAÇÃO / VALIDAÇÃO DA RESPOSTA - Divulgação da solução e avaliação por outras pessoas 5. RESULTADO - Caso a resposta tenha sido validada, o processo termina. Senão, o processo se reinicia (mas com os conhecimentos já adquiridos nas tentativas anteriores).
  27. 27. CRIATIVIDADEO MODELO SISTÊMICO- A criatividade é um processo que resulta de 03 fatores1. Indivíduo2. Domínio3. Campo
  28. 28. CRIATIVIDADEO MODELO SISTÊMICO- A criatividade é um processo que Características do indivíduo criativo resulta de 03 fatores - Curiosidade - Entusiasmo1. Indivíduo - Motivação intrínseca2. Domínio - Persistência - Fluência de ideias3. Campo - Flexibilidade de pensamento - Incentivo dos pais na infância
  29. 29. CRIATIVIDADEO MODELO SISTÊMICO- A criatividade é um processo que Corpo organizado de conhecimentos resulta de 03 fatores associados a uma área (filosofia, matemática, publicidade etc.)1. Indivíduo2. Domínio - Para trazer inovações a um domínio é3. Campo preciso ter amplo conhecimento sobre o mesmo, inclusive suas inconsistências.
  30. 30. CRIATIVIDADEO MODELO SISTÊMICO- A criatividade é um processo que resulta de 03 fatores Conjunto de pessoas em torno de um1. Indivíduo domínio que atuam como juízes ou reguladores (críticos, no caso do2. Domínio cinema, p.e.)3. Campo - Instâncias de consagração - De que forma um campo bem-estruturado pode facilitar o desenvolvimento da criatividade?
  31. 31. COMO SER + CRIATIVO CRIATIVIDADERevista Época – Ed. 637, 31/07/2010
  32. 32. CAFFEINE FOR THE CREATIVE MIND CRIATIVIDADE 250 exercícios para despertar o seu cérebro Stefan Mumaw; Wend Lee OldfieldVocê pode até não se achar criativo, mas na verdade você é. Todo mundo nesseplaneta é criativo. A diferença é que apenas alguns são capazes de executar suasideias. Todos nós somos capazes de gerar ideias. Mas apenas uns poucos são capazesde pô-las em prática. Todos são capazes de ter ideias, mas nem todos as expressam. Oque impede as pessoas de comunicar suas ideias? Quase sempre o medo. Todos temosmedo de compartilhar nossas ideias e sermos ridicularizados pelos outros. É natural.Mas não veremos uma única ideia se concretizar até que estejamos aptos acompartilhar essas ideias.
  33. 33. ALGUMASQUESTÕES
  34. 34. Você identifica em si traços de uma personalidade criativa? Você acha que esses traços são dominantes?ALGUMAS Você sente motivado em seu trabalho ou realiza as tarefas de forma mecânica?QUESTÕES O ambiente em seu trabalho estimula ou não o exercício da criatividade? E quanto aos estudos? Existe uma motivação intrínseca para eles?
  35. 35. Quanto à publicidade. A criatividade é essencial a todos os seus setores? Quais as principais motivações deALGUMAS um profissional de criação? Elas são intrínsecas ou extrínsecas?QUESTÕES Um briefing completamente novo a cada dia. Isso lhe excita ou lhe assusta? Por que é tão importante “mergulhar” no universo do cliente?
  36. 36. Como a pessoa usa, explora ou utilizasua inteligência Só é possível contribuir para uma determinada área, a partir de uma) Estilo legislativo: gosto e prazer em conhecimento prévio da mesma criar suas próprias regras de trabalho e maneiras de resolver a) Conhecimento formal: oriundo da problemas educação formal, escolas, livros,b) Estilo executivo: gosto por palestras ou outro meio de implementar ideias já concebidas e instrução; é racional consolidadas; execução; ação b) Conhecimento informal: obtidoc) Estilo judiciário: gosto por emitir através da autodedicação, julgamentos, opiniões e avaliar autodidatismo; é intuitivo pessoas, tarefas e regras O conhecimento formal aumenta a chance de se chegar a novas conexões. Pode, porém, engessar oAnalogia com o cinema: diretor/roteirista; produtor; pensamento.crítico O conhecimento informal pode ser um facilitador doSistema educacional: valorização do estilo executivo processo criativo. Mas pode conduzir a soluçõesem detrimento ao legislativo ingênuas ou pseudo-criativas.
  37. 37. Quais os traços da personalidade quemais contribuem para a expressão da As pessoas tornam-se mais propensas acriatividade? responder criativamente a uma tarefa quando estão movidas pelo prazer de- Predisposição a correr riscos realizá-la.- Autoconfiança- Tolerância à ambiguidade a) Motivação intrínseca: desejo de- Coragem para expressar novas obter domínio sobre uma ideias área/problema; desejo de- Perseverança diante de obstáculos descobrir uma ordem subjacente (cientistas) nas coisas- Auto-estima b) Motivação extrínseca: desejo de se obter reconhecimento; desejo deComo os ambientes externos podem estimular ou alcançar a imortalidadedesestimular cada um desses traços? A motivação intrínseca tende a ser mais genuína e duradoura.
  38. 38. 1. IDENTIFICAÇÃO DO PROBLEMA OUComo o ambiente facilita a expressão TAREFAcriativa - Identificação do problema como tendo valor para ser solucionado- Ambientes abertos à diversidade- Canais de comunicação eficientes 2. PREPARAÇÃO- Flexibilidade nas regras - Construir ou reativar um estoque de- Remuneração satisfatória com informações relevantes para a solução política de cargos e salários do problemaAmbientes de trabalho que promovem a criatividade 3. GERAÇÃO DE RESPOSTA - Solução original 4. COMUNICAÇÃO / VALIDAÇÃO DA RESPOSTA - Divulgação da solução e avaliação por outras pessoas 5. RESULTADO - Caso a resposta tenha sido validada, o processo termina. Senão, o processo se reinicia (mas com os conhecimentos já adquiridos nas tentativas anteriores).

×