Alfabeletrar: “Jornada de Mato Grosso”
Escola Estadual Vale do Guaporé   Profª: Katiuscia Maciel Pereira Nº de alunos: 21 Turma: A Turno: Matutino Carga Hor...
Gênero Textual
TEMÁTICA   Gênero textual: Poesia na escola
EIXOS ARTICULADORES:   -Compreensão e valorização da Cultura Escrita;   -Oralidade;   -Produção de leitura e escrita.
Capacidades:   -Compreende a função social de diferentes    gêneros textuais;   - Usa regra do discurso: Quando falar? Q...
Descritores:   - Observar e identificar diferentes espaços de    circulação do texto escrito;   - Ouvir diferentes gêner...
ATIVIDADES DESENVOLVIDAS:   - Conversa informal sobre os diferentes gêneros textuais,    com destaque aos poemas e poesia...
OBJETIVOS- Promover  o conhecimento de diferentes gênerostextuais com enfoque a poesia Leilão de Jardim deCecília Meireles...
METODOLOGIA       DE ACORDO COM A TEMÁTICA TRABALHADA, OS MÉTODOSUTILIZADOS BASEIAM NUMA RELAÇÃO DIALÉTICA ENTRE EDUCADOR ...
RECURSOS DIDÁTICOS;   Os recursos didáticos que serão utilizados    durante a realização das atividades segundo a    temá...
AVALIAÇÃO   A avaliação será realizada de forma processual com    base num conjunto de ações organizadas, que darão    in...
RELATO DA EXPERIÊNCIAA capacitação da jornada pela alfabetização propiciou o conhecimentodiversificado na área de linguage...
   Num primeiro momento conheceram através da internet, a autora    Cecília Meireles, sua biografia, sua foto, a partir d...
   O trabalho desenvolvido com a poesia da Cecília    Meireles foi gratificante, pois além de trabalhar com a    linguage...
ALGUM FATO(SE TIVER ) QUE CHAMOU SUAATENÇÃO DURANTE O DESENVOLVIMENTO DASATIVIDADESOS FATOS QUE ME CHAMARAM A ATENÇÃO FOI ...
CONHECENDO CECÍLIA MEIRELES E SUA BIOGRAFIA
WENDRIL SE APRESENTANDO EM OUTRAS SALAS
O POEMA ABRIU ESPAÇO PARA NOVAS LEITURAS SOBRE OSANIMAIS DE JARDIM
EM UM POEMA, OUTROS POEMAS(BORBOLETAS DE VINÍCIUSDE MORAES)
INTERPRETAÇÃO DO POEMA
ILUSTRAÇÃO DO POEMA
RECEITA: BRIGADEIRO DA BORBOLETINHA-“BORBOLETINHA, TÁ NA COZINHA FAZENDO CHOCOLATEPARA A MADRINHA...”
HUMMMMMMMMMMMMM!!
FICOU BOM NÉ PRISCILA?
GABRIEL LUCAS SE DELICIOU!ENFIM , TODOS GOSTARAM.
E PARA ENCERRAR, UM PIQUENIQUE NO JARDIM...COM DIREITO ARECITAR A POESIA AO AR LIVRE, COM TUDO DE DELICIOSO...FOIMUITO LEG...
QUANTA FARTURA!!! QUE DIA ESPECIAL!
ESCOLA ESTADUAL VALE DO GUAPORÉPROFESSORA: KATIUSCIA MACIEL PEREIRAÁREA: MATEMÁTICANº DE ALUNOS(AS): 21 ALUNOSANO: 1ª FASE...
MATEMÁTICA DA HORTA À        MESA
TEMÁTICA  Matemática da horta à mesa ( números eoperações)
EIXOS ARTICULADORES- Números e operações;- Tratamento de informação;- Representação e comunicação;- Investigação e compree...
CAPACIDADES    - Adiciona e subtrai pequenas quantidades com materialmanipulável;    - Associa numeral (símbolo) ao número...
DESCRITORES    - Realizar diferentes agrupamentos e reagrupamentos nacontagem e nas operações fundamentais;    - Reconhece...
-   Identificar e representar algumas unidades demedidas de tempo, comprimento, sistema monetário,massa, área e volume;   ...
OBJETIVOS     - Utilizar como ponto de partida da atividade com a matemática, aresolução de situações –problema;     - Fav...
METODOLOGIA    Conforme a temática desenvolvida, a metodologia tem porbase uma relação entre os participantes do processo ...
RECURSOS DIDÁTICOS   - Máquina fotográfica, lousa, cartolina,caneta hidrocor, lousa, , livros didáticos,cartolinas, cédula...
AVALIAÇÃO    A avaliação será realizada de forma processual com afinalidade de observar as dificuldades dos alunos com ama...
RELATO DA EXPERIÊNCIA    A participação da formação continuada Alfabeletrar propiciou odesenvolvimento de atividades não s...
Primeiramente, contamos as garrafas que foram utilizadas nos canteiros,fizemos a classificação das verduras e legumes a se...
A temática foi explorada em sua plenitude, os problemas, asatividades e vivências como meio e motivo para o estudo de fato...
MOMENTO NA HORTA- REGAR, OLHAR OS MATOS, ORGANIZAR OCANTEIRO
VAMOS CUIDAR DA HORTA! É ISSO AÍ RENATO !
QUEM PLANTA, COLHE AQUILO QUEPLANTOU
VAMOS ADUBAR A HORTA TURMINHA?
VAMOS LÁ MENINAS CONTAR QUANTAS GARRAFAS IREMOSOCUPAR...1, 2, ...
VAMOS TRANSFORMAR ESSE LUGAR NUM AMBIENTESAUDÁVEL
RESOLVENDO SITUAÇÕES-PROBLEMA
RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS- DÚZIA/ MEIA DÚZIA COMMATERIAL DOURADO E ÁBACO
1 DEZENA E DUAS UNIDADES- 1 DÚZIA
VAMOS JOGAR CRIANÇAS?
DÚZIA E MEIA DÚZIA
RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS USANDO MATERIAL DOURADO
A TURMINHA ESTAVA ANIMADA PARA IR AOMERCADO
A TURMA ESTAVA ANIMADA PARA IR AO PASSEIO- DA HORTA ÀMESA
CONFERINDO OS PRODUTOS, NÓS ACHAMOS ALGUNSQUE PLANTAMOS NA HORTA, ASSIM COMO VIMOS UMASDAS MEDIDAS DE MASSA(BALANÇA)
COMPARANDO PREÇOS, PAGANDO O PRODUTO, VENDO OTROCO E ....
TUDO ACABOU EM SALADA DE FRUTAS....HUMMM!
QUE DELÍCIA...REGISTRANDO A RECEITA- COMPRANDO NOMERCADINHO
Katiuscia maciel pereira linguagem e matemática
Katiuscia maciel pereira linguagem e matemática
Katiuscia maciel pereira linguagem e matemática
Katiuscia maciel pereira linguagem e matemática
Katiuscia maciel pereira linguagem e matemática
Katiuscia maciel pereira linguagem e matemática
Katiuscia maciel pereira linguagem e matemática
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Katiuscia maciel pereira linguagem e matemática

3.244 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.244
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
12
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Katiuscia maciel pereira linguagem e matemática

  1. 1. Alfabeletrar: “Jornada de Mato Grosso”
  2. 2. Escola Estadual Vale do Guaporé Profª: Katiuscia Maciel Pereira Nº de alunos: 21 Turma: A Turno: Matutino Carga Horária: 10 h Ano: 2012 1ª fase do 1º ciclo
  3. 3. Gênero Textual
  4. 4. TEMÁTICA Gênero textual: Poesia na escola
  5. 5. EIXOS ARTICULADORES: -Compreensão e valorização da Cultura Escrita; -Oralidade; -Produção de leitura e escrita.
  6. 6. Capacidades: -Compreende a função social de diferentes gêneros textuais; - Usa regra do discurso: Quando falar? Quando não falar? A quem falar? Com quem? Onde? De que maneira? Porque falar? - Decodificar palavras a partir do texto; - Realiza tarefas a partir de instrução oral; - Interage fazendo uso da oralidade; - Compreende a orientação e o alinhamento da escrita.
  7. 7. Descritores: - Observar e identificar diferentes espaços de circulação do texto escrito; - Ouvir diferentes gêneros textuais, como: histórias, notícias, cartas, poesia, etc.; - Expressar-se oralmente usando a variedade linguística adequada à situação comunicativa; - Participar de interações propostas em sala: ouvir e falar em situações diferenciadas, respeitando opiniões; - Explorar sílabas, rimas, terminações semelhantes de palavras em jogos, desafios, parlendas, cantigas, poemas;
  8. 8. ATIVIDADES DESENVOLVIDAS: - Conversa informal sobre os diferentes gêneros textuais, com destaque aos poemas e poesias que foi um tema escolhido pela turma por identificarem com a sonoridades das rimas, ritmos, jogos de palavras, articulação de palavras, uso de gestos e entonação expressiva; - Na rotina diária incluiu a recitação da poesia trabalhada: Leilão de Jardim (Cecília Meireles); - Atividades relacionadas a poesia: lista de animais que vivem no jardim, lista de animais que aparecem na poesia, ação dos animais que estão na poesia(quais voam ,quais andam, qual pulam, etc) , interpretação da poesia, escrita espontânea dos animais que estão na poesia, características da estação da primavera, música: “Borboletinha ta na cozinha...”(receita do brigadeiro da borboletinha) e leitura da biografia da autora Cecília Meireles.
  9. 9. OBJETIVOS- Promover o conhecimento de diferentes gênerostextuais com enfoque a poesia Leilão de Jardim deCecília Meireles;- Conhecer a biografia da autora Cecília Meireles;- Desenvolver a oralidade através da entonaçãoexpressiva ao recitar a poesia;- Proporcionar atividades diferenciadas de leitura eescrita relacionadas a poesia Leilão de Jardim.
  10. 10. METODOLOGIA DE ACORDO COM A TEMÁTICA TRABALHADA, OS MÉTODOSUTILIZADOS BASEIAM NUMA RELAÇÃO DIALÉTICA ENTRE EDUCADOR EEDUCANDO COM O CONHECIMENTO SOCIALMENTE CONSTRUÍDO ESUA RESIGNIFICAÇÃO A PARTIR DO SEU CONTEXTO. DENTRO DE UMAPERSPECTIVA DE FORMAÇÃO HUMANA, O TEMA ESCOLHIDO NÃO SERÁESGOTADO NA SALA DE AULA, MAS ABRIRÁ UM ESPAÇO PARAPESQUISA, INVESTIGAÇÃO DO ALUNO, APROFUNDANDO QUESTÕESBÁSICAS DE SEU INTERIOR, COM POSSIBILIDADES DE RAMIFICAÇÕESENTRE DIFERENTES ÁREAS DO CONHECIMENTO, PROMOVENDO AEXPLORAÇÃO DE DADOS BIBLIOGRÁFICOS DE VÁRIAS FONTES,TEXTOS ESCRITOS E INFORMAÇÕES PRESENTES NOS MEIOSTECNOLÓGICOS. OS ALUNOS FARÃO A EXPLANAÇÃO ORAL,INTERPRETATIVA, COM ATIVIDADES VARIADAS QUE VENHAM AEXPLORARAS DIVERSAS ÁREAS DE CONHECIMENTO.
  11. 11. RECURSOS DIDÁTICOS; Os recursos didáticos que serão utilizados durante a realização das atividades segundo a temática gêneros textuais (Poesia: Leilão de Jardim- Cecília Meireles) , são: livros didáticos, atividades xerofotocopiadas, cartazes, lousa, giz, televisão, DVD, jornais, revistas, encartes, pesquisa na internet, entre outros.
  12. 12. AVALIAÇÃO A avaliação será realizada de forma processual com base num conjunto de ações organizadas, que darão informações sobre o que o aluno aprendeu, seus avanços, suas dificuldades/facilidades, juntamente com procedimentos investigativos que possibilitarão a realização de intervenções e ajustes necessários para tornar possível a aprendizagem, assim como uma maneira do professor refletir, repensar sua prática educativa e observar se os objetivos propostos foram alcançados com sucesso, e se, estes abordaram em seu contexto a formação humana do aluno.
  13. 13. RELATO DA EXPERIÊNCIAA capacitação da jornada pela alfabetização propiciou o conhecimentodiversificado na área de linguagem na sua primeira semana de estudofeito pelas articuladoras das escolas, com orientação da equipe doCEPAPRO- pontes e Lacerda, propiciando aos educadores odesenvolvimento de atividades na área já citada, segundo os temasabordados no curso.Sou professora da Escola Estadual Vale do Guaporé, estou ministrandoaula na turma da 1ª fase do 1º ciclo, ao perceber desde o início do ano ointeresse da turma com os textos rimados, foi desenvolvido com osalunos dentre outros gêneros textuais trabalhados, a poesia leilão dejardim(Cecília Meireles), com base nos descritores citados acima.
  14. 14.  Num primeiro momento conheceram através da internet, a autora Cecília Meireles, sua biografia, sua foto, a partir daí, foi feita a leitura sobre o conceito de poesia/poema e o paralelo entre o assunto abordado e outras áreas do conhecimento com atividades diversificadas. Ex: contagem dos animais, listas com nome dos animais de jardim, características dos animais, estação do ano(primavera), locomoção dos animais, receita do chocolate da borboletinha(música: “Borboletinha, ta na cozinha, fazendo chocolate para a madrinha...”), piquenique no jardim, desenho e apresentação da poesia. Houve um envolvimento da turma com o tema onde puderam aprender com facilidade e motivação como declamar um poema, interpretando-o com desenvoltura, assim como, a recontar a vida da autora, sua biografia. Os pais perceberam o interesse de seus filhos, que durante a reunião pedagógica me falaram que estes queriam muito adquirir o livro da autora.
  15. 15.  O trabalho desenvolvido com a poesia da Cecília Meireles foi gratificante, pois além de trabalhar com a linguagem interligada com as diferentes áreas do conhecimento de forma lúdica e contextualizada, pude descobrir o poeta Wendril de Souza Santos, um aluno que promoveu um momento especial a todos que participaram da Jornada Alfabeletrar, aos profissionais da Escola Estadual Vale do Guaporé e aos que participaram da Noite Cultural do Lions Clube. Portanto, educar no ciclo de formação humana é promover a aprendizagem em todos os seus aspectos para o desenvolvimento do aluno, com a finalidade que este possa atuar no mundo de forma cidadã e com autonomia.
  16. 16. ALGUM FATO(SE TIVER ) QUE CHAMOU SUAATENÇÃO DURANTE O DESENVOLVIMENTO DASATIVIDADESOS FATOS QUE ME CHAMARAM A ATENÇÃO FOI O ENVOLVIMENTODOS ALUNOS COM O TEMA A PONTO DA MAIORIA DOS ALUNOSPEDIREM AOS PAIS O LIVRO DA AUTORA CECÍLIA MEIRELES, AINTERPRETAÇÃO AO RECITAR A POESIA, E O DESTAQUE DOALUNO WENDRIL DE SOUZA SANTOS QUE FEZ VÁRIASAPRESENTAÇÕES DA POESIA TRABALHADA , ENTRE OUTRAS,ASSIM COMO FEZ UM PEDIDO ESPECIAL EM NOME DAESCOLA(RECITANDO A POESIA) PARA A EMPRESA YAMANA COM AFINALIDADE DE ARRECADAR UM VALOR PARA CONSTRUÇÃOINICIAL DA PRAÇA DE ESTUDOS, QUADRA DE VÔLEI E ESPAÇOPARA PARQUINHO, ELES SE ENCANTARAM E FOI CONCEDIDO OVALOR DE R$ 10.472,80 PARA A OBRA DE BASE.
  17. 17. CONHECENDO CECÍLIA MEIRELES E SUA BIOGRAFIA
  18. 18. WENDRIL SE APRESENTANDO EM OUTRAS SALAS
  19. 19. O POEMA ABRIU ESPAÇO PARA NOVAS LEITURAS SOBRE OSANIMAIS DE JARDIM
  20. 20. EM UM POEMA, OUTROS POEMAS(BORBOLETAS DE VINÍCIUSDE MORAES)
  21. 21. INTERPRETAÇÃO DO POEMA
  22. 22. ILUSTRAÇÃO DO POEMA
  23. 23. RECEITA: BRIGADEIRO DA BORBOLETINHA-“BORBOLETINHA, TÁ NA COZINHA FAZENDO CHOCOLATEPARA A MADRINHA...”
  24. 24. HUMMMMMMMMMMMMM!!
  25. 25. FICOU BOM NÉ PRISCILA?
  26. 26. GABRIEL LUCAS SE DELICIOU!ENFIM , TODOS GOSTARAM.
  27. 27. E PARA ENCERRAR, UM PIQUENIQUE NO JARDIM...COM DIREITO ARECITAR A POESIA AO AR LIVRE, COM TUDO DE DELICIOSO...FOIMUITO LEGAL!
  28. 28. QUANTA FARTURA!!! QUE DIA ESPECIAL!
  29. 29. ESCOLA ESTADUAL VALE DO GUAPORÉPROFESSORA: KATIUSCIA MACIEL PEREIRAÁREA: MATEMÁTICANº DE ALUNOS(AS): 21 ALUNOSANO: 1ª FASE DO 1º CICLO- CTURNO: VESPERTINO
  30. 30. MATEMÁTICA DA HORTA À MESA
  31. 31. TEMÁTICA Matemática da horta à mesa ( números eoperações)
  32. 32. EIXOS ARTICULADORES- Números e operações;- Tratamento de informação;- Representação e comunicação;- Investigação e compreensão.
  33. 33. CAPACIDADES - Adiciona e subtrai pequenas quantidades com materialmanipulável; - Associa numeral (símbolo) ao número (quantidade); - Identifica e agrupa de acordo com grandezas; - Reconhece numerais; - Realiza correspondência entre diferentes ordens dosistema numérico(unidade, dezena...); - Conta e registra quantidades usando estratégiaspróprias; - Resolve situações problema utilizando-se deestratégias próprias.
  34. 34. DESCRITORES - Realizar diferentes agrupamentos e reagrupamentos nacontagem e nas operações fundamentais; - Reconhecer e utilizar características do sistema de numeraçãodecimal (agrupamentos, trocas na base 10 e o princípio de valorposicional); - Comparar quantidades por meio de processos numéricos ougeométricos; - Calcular o resultado das operações de adição, subtração,multiplicação; - Conhecer os modos de produção artesanal e industrialevidenciando a necessidade racional de bens de consumo e a suarelação com a qualidade de vida humana e sustentabilidade planetária; - Reconhecer em diferentes contextos cotidianos e históricos osnúmeros naturais.
  35. 35. - Identificar e representar algumas unidades demedidas de tempo, comprimento, sistema monetário,massa, área e volume; - Conhecer os diferentes significados da adição ousubtração, multiplicação e divisão nas situações-problemas com o uso de estratégias pessoais e detécnicas convencionais ou não-convencionais; - Reconhecer regularidades e padrões emdiferentes-problemas; - Comparar grandezas padronizadas e não-padronizadas utilizando algumas unidades de medidas;
  36. 36. OBJETIVOS - Utilizar como ponto de partida da atividade com a matemática, aresolução de situações –problema; - Favorecer a elaboração de procedimentos pessoais de solução,oferecendo um clima de criatividade e liberdade; - Promover a comunicação para que a criança possa expressar-se eorganizar seu pensamento; - Desenvolver o prazer, a curiosidade, o interesse, atitudes favoráveisao processo de ensino-aprendizagem da matemática; - Promover o diálogo da criança com o mundo , através das relaçõesmatemáticas presentes em seu cotidiano; - Conhecer o sistema monetário através da visita ao comércio quereflete o que as crianças fazem no dia-a-dia; - Favorecer a relação da matemática com outras áreas doconhecimento, buscando a interligação entre outras áreas. -
  37. 37. METODOLOGIA Conforme a temática desenvolvida, a metodologia tem porbase uma relação entre os participantes do processo de ensino-aprendizagem com o conhecimento socialmente construído e suareformulação a partir do seu contexto. De acordo com o ciclo de formação humana, o tematrabalhado será feito através de pesquisa, observação do aluno,vivência de tudo que foi visto através de momentos de compra evenda(mercado), receita , atividades relacionadas ao tema, compossibilidades de interligações entre as diferentes áreas doconhecimento, promovendo a exploração de dados bibliográficosde várias fontes, textos escritos e informações presentes nosmeios tecnológicos.
  38. 38. RECURSOS DIDÁTICOS - Máquina fotográfica, lousa, cartolina,caneta hidrocor, lousa, , livros didáticos,cartolinas, cédulas de brinquedo, jogo damemória, folha sulfite , entre outros.
  39. 39. AVALIAÇÃO A avaliação será realizada de forma processual com afinalidade de observar as dificuldades dos alunos com amatemática e suas facilidades, como forma de indicar oscaminhos a serem percorridos no processo de ensinoaprendizagem . Para isso, serão feitas observaçõesdiárias e registros no caderno de campo, atividades sobreo tema, tanto individual como em grupo.
  40. 40. RELATO DA EXPERIÊNCIA A participação da formação continuada Alfabeletrar propiciou odesenvolvimento de atividades não só na área de linguagem como naárea de matemática, com possibilidade de interligação entre as diferentesáreas do conhecimento. Sou professora na Escola Estadual Vale do Guaporé e estouministrando aula na turma da 1ª fase do 1º ciclo C com 21 alunos do turnovespertino. Desde o início de abril a turma vem desenvolvendo o projetohorta na escola, onde transformaram um espaço até então inutilizado emum espaço para construir a horta. Utilizaram material reciclável (garrafaPET) para fazer os canteiros e para realizar a semeadura. Dentro dessetema pôde ser trabalhado além da área específica que envolve o projeto,outras áreas como a matemática, com base nas capacidades edescritores já citados.
  41. 41. Primeiramente, contamos as garrafas que foram utilizadas nos canteiros,fizemos a classificação das verduras e legumes a serem plantados, a observaçãodo espaço (área da horta). Após esse primeiro momento, fomos ao mercadopróximo da escola para observarmos o caminho que percorre os produtosadvindos da horta à mesa de cada um. Vimos quais os produtos há na horta equanto custam no mercado. Para isso, foi trabalhado o nosso sistema monetário, opreço dos produtos, encartes de preços e promoções, produtos vendidos pordúzia, resolução de problemas (atividades) e receita (salada de frutas). Lá pudemos observar o preço, as promoções, a medida de massa(balança), o preço dos produtos plantados na horta , quando recebemos troco e aclassificação dos produtos por seções específicas. Ao chegarmos na sala de aula,fomos preparar a nossa salada de frutas, vimos os ingredientes , a medida , omodo de preparo. Todos puderam se deliciar com a receita trabalhada, destacandoa importância de uma alimentação saudável para a saúde do corpo. Os alunos utilizaram todos os materiais disponíveis para realizar asatividades segundo a temática, como: material dourado, ábaco, dominó das frutas,compra e venda com dinheirinho , etc.
  42. 42. A temática foi explorada em sua plenitude, os problemas, asatividades e vivências como meio e motivo para o estudo de fatos,conceitos e procedimentos matemáticos. Dessa forma, tudo foiselecionado com atenção e formulado com a finalidade dos alunosaprenderem conteúdos matemáticos de forma significativa, substantiva enão mecânica, com potencial de gerar novos conhecimentos ecapacidade de enfrentar e resolver problemas novos. Para Brousseau(1996): “...para que favoreça uma aprendizagemsignificativa dos conceitos matemáticos, o aluno deve, em primeiro lugar,agir sobre a a situação , para, depois, socializar as estratégias utilizadas.”
  43. 43. MOMENTO NA HORTA- REGAR, OLHAR OS MATOS, ORGANIZAR OCANTEIRO
  44. 44. VAMOS CUIDAR DA HORTA! É ISSO AÍ RENATO !
  45. 45. QUEM PLANTA, COLHE AQUILO QUEPLANTOU
  46. 46. VAMOS ADUBAR A HORTA TURMINHA?
  47. 47. VAMOS LÁ MENINAS CONTAR QUANTAS GARRAFAS IREMOSOCUPAR...1, 2, ...
  48. 48. VAMOS TRANSFORMAR ESSE LUGAR NUM AMBIENTESAUDÁVEL
  49. 49. RESOLVENDO SITUAÇÕES-PROBLEMA
  50. 50. RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS- DÚZIA/ MEIA DÚZIA COMMATERIAL DOURADO E ÁBACO
  51. 51. 1 DEZENA E DUAS UNIDADES- 1 DÚZIA
  52. 52. VAMOS JOGAR CRIANÇAS?
  53. 53. DÚZIA E MEIA DÚZIA
  54. 54. RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS USANDO MATERIAL DOURADO
  55. 55. A TURMINHA ESTAVA ANIMADA PARA IR AOMERCADO
  56. 56. A TURMA ESTAVA ANIMADA PARA IR AO PASSEIO- DA HORTA ÀMESA
  57. 57. CONFERINDO OS PRODUTOS, NÓS ACHAMOS ALGUNSQUE PLANTAMOS NA HORTA, ASSIM COMO VIMOS UMASDAS MEDIDAS DE MASSA(BALANÇA)
  58. 58. COMPARANDO PREÇOS, PAGANDO O PRODUTO, VENDO OTROCO E ....
  59. 59. TUDO ACABOU EM SALADA DE FRUTAS....HUMMM!
  60. 60. QUE DELÍCIA...REGISTRANDO A RECEITA- COMPRANDO NOMERCADINHO

×