Na faculdade o professor se dirige ao aluno e pergunta: - Quantos rins nós temos? - Quatro! - Responde o aluno. - Quatro? ...
O professor ficou irado e expulsou o aluno da sala. O aluno era, entretanto, o humorista Aparício Torelly Aporelly (1895-1...
Ao sair da sala, o aluno ainda teve a audácia de corrigir o furioso  mestre: - O senhor me perguntou quantos rins 'nós tem...
A vida exige muito mais compreensão do que conhecimento!  Às vezes as  pessoas, por terem um pouco a mais de conhecimento ...
E haja capim para os que se acham os bom da boca!!!
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

1 a história do capim

398 visualizações

Publicada em

Quantos Rins nós temos?

A vida exige muito mais compreensão do que conhecimento!

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
398
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

1 a história do capim

  1. 1. Na faculdade o professor se dirige ao aluno e pergunta: - Quantos rins nós temos? - Quatro! - Responde o aluno. - Quatro? - Replica o professor, arrogante, daqueles que sentem prazer em tripudiar sobre os erros dos alunos. - Traga um feixe de capim, pois temos um asno na sala. - ordena o professor a seu auxiliar. - E para mim um cafezinho! - Replicou o aluno ao auxiliar do mestre. Anderson Dias Pignata Cruz Macêdo
  2. 2. O professor ficou irado e expulsou o aluno da sala. O aluno era, entretanto, o humorista Aparício Torelly Aporelly (1895-1971), mais conhecido como o 'Barão de Itararé‘. Anderson Dias Pignata Cruz Macêdo
  3. 3. Ao sair da sala, o aluno ainda teve a audácia de corrigir o furioso  mestre: - O senhor me perguntou quantos rins 'nós temos'. 'Nós' temos quatro: dois meus e dois seus. 'Nós' é uma expressão usada para o plural. Tenha um bom apetite e delicie-se com o capim. Anderson Dias Pignata Cruz Macêdo
  4. 4. A vida exige muito mais compreensão do que conhecimento! Às vezes as  pessoas, por terem um pouco a mais de conhecimento ou 'acreditarem'   que o tem, se acham no direito de subestimar os outros... Anderson Dias Pignata Cruz Macêdo
  5. 5. E haja capim para os que se acham os bom da boca!!!

×