Do in

381 visualizações

Publicada em

mapa de pontos para aplicação em si mesmo

Publicada em: Saúde
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
381
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Do in

  1. 1. DO-IN MASSAGENS segunda edição, revista e ampliada WAKASARI TAKAONO DO-IN ALIVIANDO A DOR COM A PRESSÃO DOS DEDOS CIP-BRASIL. CATALOGAÇÃO NA FONTE BIBLIOTECÁRIA RESPONSÁVEL: Eliane Gonçalves CRB-10/796 T136d TAKAONO, Wakasari Do-in : aliviando a dor com a pressão dos dedos! Wakasari Takaono. 2 ed. - Porto Alegre : Rígel, 1992
  2. 2. 176 p. : ii. 1 .Massagens. I.Título CDU 61 5.82 ISBN 85-85 186-09-7 ÍNDICES PARA CATÁLOGO SISTEMÁTICO Massagens 61 5.82 MASSAGENS EDITORA RIGel Dores no pescoço 75 Dores nas costas 78 Dores nos rins 81 Dor ciática 84 Dores dos ombros 87 Dores do cotovelo 89 Dores do pulso 91 Dor nos quadris 93
  3. 3. Dores do joelho 95 Dores no tornozelo 98 Dores das pernas 101 Cãimbras 104 Nervosismo 106 Tremor e timidez 107 Insônia 110 Vertigens 113 Erupções na pele 115 Distúrbios da memória 117 SEGUNDA PARTE 119 As doenças funcionais 119 A fadiga e a falta de forças 121 Anemia 125 Esgotamento nervoso 128 Distúrbios na esfera sexual 130 Distúrbios do apetite 134 Fumo - álcool 137 Embriaguez 140 Síncope 142 Convulsões 144 Febre 146 Excesso de peso 149 Úlcera Crises do fígado 153 Distúrbios das vias urinárias 155
  4. 4. Dores da bexiga 158 Asma 161 Tosse 163 Distúrbios do ciclo menstrual 166 Dores cardíacas 169 Pé direito 171 Pé esquerdo 172 Conclusão 173 APRESENTAÇÃO Esta obra pretende demonstrar a importância que pode ser atribuida no dia-a-dia aos recursos naturais de nosso próprio corpo. Embora constantemente tenhamos a impressão de que o organismo humano é demasiado frágil, alvo fácil de todas as doenças e males, isto não é verdade. Os orientais ensinam, pelo contrário, que o corpo humano possui várias chaves naturais para o restabelecimento da saúde. Trata-se de pontos ou zonas, descobertas pelos chineses em tempos remotos, que têm propriedades verdadeiramente maravilhosas. O do-in é a milenar técnica oriental de estimular e canalizar a energia positiva através destes pontos ou zonas. Através da pressão dos dedos, rezam os ensinamentos desta disciplina, é possível aliviar a dor e o próprio corpo do cansaço e das energias negativas.
  5. 5. Assim como a medicina popular em nosso país se utiliza das plantas para restabelecer a saúde do organismo, no Oriente os pontos do corpo e os próprios dedos podem ser um poderoso remédio. Recomendamos que se faça bom uso dos procedimentos e técnicas descritos aqui. É preciso, sobretudo, não exagerar e nem descuidar dos exercícios e massagens. Assim, também, é muito importante que as dores persistentes e os problemas mais graves sejam resolvidos por um médico devidamente habilitado. Freqüentemente uma pequena dor pode ser o sintoma de uma doença oculta, e só um especialista poderá descobri-la. De resto, desejamos que nossos leitores desfrutem com sabedoria e satisfação de nossos ensinamentos. INTRODUÇÃO HISTÓRICA A MEDICINA ORIENTAL Mesmo nestes dias de comunicação de massa e distâncias encurtadas fantasticamente pela mídia, ainda nos surpreendemos com as diferenças entre as duas metades do mundo. Este confronto não se resume apenas ao falado contraste entre o hemisfério norte e o hemisfério sul - onde assistimos ao drama da opulência sobre a miséria. Pelo contrário, torna-se ainda mais temperada de mistério a relação entre o leste e o oeste - o ocidente e o oriente - onde, inclusive, acharam-se soluções
  6. 6. diversas da nossa para o conflito entre ricos e pobres. Um dos principais parâmetros desta diferenciação é a atitude dos orientais em relação a seu corpo, sua saúde, notadamente no que se refere à medicina arraigada nas diferentes regiões. Sabemos que a medicina chinesa - como o próprio Império que construiu a Grande Muralha - remonta, em nossos padrões ocidentais, à noite dos tempos. Dos excertos da História chinesa temos registros de fatos e procedimentos anteriores ao próprio advento da linguagem na Europa. De muitas coisas a civilização do Ocidente já se apropriou ao longo de todo o processo colonial - entre as quais poderíamos citar a pólvora e certos rudimentos religiosos. É crescente nos últimos tempos, também, o resgate das técnicas milenares da massagem, da acupuntura e de uma infinidade de artes marciais e filosofias a elas subjacentes. Esta obra apresenta noções básicas de um destes princípios - o do-in. Esta introdução, por sua vez, tem por obje- 9 tivo orientar o leitor em sua viagem ao Oriente em busca de saúde. Obviamente, é escassa a documentação sobre as práticas ancestrais das técnicas praticadas entre os chineses e hindus. Sabemos, entretanto, de obras capitais, como o Nei Jing, compilado por volta de 220 A.C. a pedido do imperador Huang-Ti, e que fazia menção a técnicas muito antigas de medicina que se pretendia revalorizar. Outras referências anteriores e desenvolvimentos efetuados mais tarde, ao longo de séculos de estudo e observação, produziram o conjunto de técnicas que só agora o Ocidente busca compreender.
  7. 7. Parte desse atraso histórico em recuperar o conhecimento oriental resulta do próprio processo de colonização e "ocidentalização" que sofreu aquele continente desde o século XVIII até meados do século XX. Apenas o nacionalismo das revoluções populares chinesas, por exemplo, fez com que se buscasse compatibilizar a medicina européia com os procedimentos herdados do passado cultural da China. Para compreender plenamente o princípio pelo qual se orientam as técnicas orientais de cura, é necessário compreendê-las como manifestações de uma filosofia subjacente e, em certa medida, até dogmáticas ou religiosas. Aí porque nossa civilização, acostumada ao isolamento entre ciência e espiritualidade, tem certa relutância em assimilar as contribuições do Oriente na área da saúde. É bastante conhecida a noção de universo dos orientais, que não dividem a Criação em espírito e matéria, como nós, mas vêem todas as coisas como expressões de uma complementação eterna e indispensável entre duas forças - o Ying e o Yang. Estas forças, complementares e intraduzíveis, poderiam ser expressas como dicotomias: água e fogo; noite e dia; frio e calor; feminino e masculino; preto e branco; introspecção e extrovertimento. Mesmo inexatas, estas comparações permitem uma idéia do todo representado pelo Ying e Yang, também freqüentemente descritos como os dois lados de uma mesma moeda cósmica. A integração entre as duas forças, segundo os orientais, seria responsável por um fluxo contínuo de energia no Universo. Havendo equilíbrio entre as partes, o mundo estaria também em harmonia. O corpo, por sua vez, sendo encarado como uma representação do Universo em menor escala, também deveria abrigar proporções equivalentes de Ying e Yang e, assim, viver em harmonia energética. Nesta concepção, a doença não seria
  8. 8. mais que uma perturbação na complementaridade entre as forças. Esta peculiar concepção oriental, por vezes tão difícil à compreensão de nosso pensamento racionalista, rege, entre outras disciplinas, o do-in. O corpo, como receptáculo e canal para transmissão de energia, é visto como composto de determinados meridianos ou pontos de entroncamento do fluxo vital, que, em determinados casos, formam nódulos ou imperfeições que barram o escoamento e produzem a doença. Ora, sobre estes trajetos existem pontos - 361 no total, mais alguns esparsos - que permitem modificar quantitativa e qualitativamente o escoamento da Energia, através da pressão dos dedos exercida em pontos perfeitamente escolhidos, para que seu curso normal se restabeleça e, em conseqüência disso, que a saúde reapareça. A partir deste pequeno resumo da medicina oriental já é possível perceber a grande diferença para com nossa tradição científica e médica. Neste lado do mundo preocupamo-nos principalmente com aspectos localizados e específicos da dor ou da doença. É o que autores modernos como Fritjof Kappra procuraram denunciar, chamando a atenção para o aspecto salutar que, na medicina do Oriente, é representado pela visão global do processo de desequilíbrio da energia. No Ocidente, corre-se o risco de reducionismo ao isolar-se sintomas e emoções - corpo e espírito, em última análise. Deste ponto-de-vista, falta-nos resgatar a tradição cultural do médico quase curandeiro, aquele que atenta para os mais profundos detalhes do Ser do paciente e percebe a fundo detalhes como o aspecto do rosto do doente, a 10 11
  9. 9. cor dos seus olhos e da sua pele; que examina milímetro a milímetro o indivíduo que vai tratar e lá descobre correspondências com os órgãos. Principalmente um médico que considere o corpo e a alma do cliente em sua totalidade, não o especialista que transfere imediatamente a mínima responsabilidade alheia a sua "área". É sempre útil lembrar, contudo, que muitos autores lembram a medicina oriental ao criticar o materialismo ocidental apenas para citar o caso de uma cultura alicerçada em outros pressupostos e atitudes. Deve-se ter em mente que o caminho seguido pelos diferentes povos resulta de um contexto histórico e social próprio a cada um e que, na maioria dos casos, só pode ser seguido naquelas condições. O grande psicólogo e pensador suíço Karl Jung, por exemplo, mesmo tendo sido um profundo estudioso do Oriente, sempre chamou a atenção para o fato de que cada povo deveria buscar seu próprio caminho rumo ao autoconhecimento. O interesse pela medicina chinesa não significa que a medicina clássica européia, essencialmente racional, seja inadequada à nossa civilização. Pelo contrário, a busca de alternativas apenas tem o objetivo de enriquecer o que já existe. O aprendizado e a evolução pressupõem mente aberta e receptiva. Pelo exposto acima percebemos a necessidade de experiências novas e, por outro lado, a inutilidade de qualquer mudança demasiadamente drástica. Nota-se, a partir de questões assim, o motivo pelo qual uma prática como o do-in suscita, agora e sempre, a incredulidade ou até a hostilidade de um grande número de terapeutas - e, ainda mais, de pesquisadores. Mesmo assim, podemos dizer que o debate está sempre aberto no Ocidente, a partir do grande número de pessoas e
  10. 10. especialistas que dedicam-se ou tomam contato com as técnicas orientais. Nesta edição, para melhor aproveitamento e apreciação das massagens apresentadas no corpo do livro, recomendamos a leitura atenta da advertência à página 15. Acrescentamos ao final, também, dois diagramas de pontos importantes de pressão localizados na sola dos pés. Com auxílio destes dois importantes apêndices será possível aproveitar ao máximo os ensinamentos e técnicas contidos nesta obra. Os editores 12 13 ADVERTÊNCIA Como usar este guia: A massagem dos pontos chineses é uma técnica derivada da acupuntura. Em vez de agulhas, cujo uso está reservado exclusivamente aos médicos, é possível utilizar os próprios dedos e massagear os pontos com resultados idênticos aos de uma sessão de acupuntura. Esta técnica, aperfeiçoada especialmente pelos japoneses, oferece a possibilidade de agir, por si próprio e imediatamente, sobre as principais doenças. 1) Leia com atenção o índice, que remete em muitos casos de um ponto para outro, pois a mesma moléstia pode ser citada mais vezes com
  11. 11. diferentes nomes, como, por exemplo, dores estomacais, azia, acidez gástrica. 2) No transcurso da leitura deste livro alguém poderia estranhar o fato de que um mesmo ponto posa ser utilizado para curar moléstias totalmente diferentes. Dessa forma, o mesmo ponto pode agir sobre uma crise de hemorróidas e sobre problemas da memória. Este fato não deve levar a conclusões muito apressadas e a acusações de fantasias dos antigos chineses que descobriram as propriedades destes pontos milenares tais quais hoje são. A partir do momento em que a finalidade deste manual não é a de apresentar um estudo teórico e científico da acupuntura, diremos simplesmente que se trata de um fenômeno de correspondência de reflexos. Poderemos indicar, por analogia, o exemplo de uma conquista múltipla que permite unir num manancial de energia diversos pontos luminosos. 15 3) Advertimos que, em certos casos, é indispensável chamar urgentemente o médico, não esqueça desta advertência na ilusão falaz de se curar sozinho. Uma doença grave pode se esconder por trás de uma dor anódina: um trem pode esconder outro trem; assim, enquanto você alivia esta dor, permitirá que a doença se espalhe silenciosamente. A dor é freqüentemente uma campainha de alarme muito útil, pois nos adverte do perigo que nos ameaça. Dizemos portanto simplesmente que é bastante interessante poder aliviar as próprias dores com rapidez. . . à espera, porém, do médico, que é o único que tem a possibilidade de diagnosticar uma doença grave.
  12. 12. 4) A obra está dividida em três partes. As duas primeiras dizem respeito às doenças facilmente curáveis através da massagem dos pontos chineses. A última oferece um quadro das doenças que é inútil tentar curar com esta técnica. Daremos, a respeito de cada doença, uma olhadela sobre outras possibilidades de cura que lhes são oferecidas. A massagem dos pontos chineses permite de fato obter um rápido alívio, mas se trata de uma ação sobre os sintomas. Para obter uma cura estável e definitiva, é preciso agir sobre a causa, o que requer o emprego de diversos métodos complementares entre si. 5) A massagem pode resultar ineficiente; este fato se deve à ação de tratamentos agressivos que você fez ou está fazendo: antibióticos, tranqüilizantes, cortisona. Estes medicamentos anestesiam suas possibilidades de reação ao estímulo manual. 6) E agora só resta começar. De que forma massagear os pontos? Basta utilizar a extremidade do polegar ou do indicador em correspondência com a ponta dos dedos localizada na proximidade imediata da unha. Faça pressão fortemente sobre o ponto e mantenha esta pressão por alguns segundos, cinco ou seis. Repita várias vezes seguidas. Quando um mesmo ponto se encontra sobre os dois lados do corpo, sobre as duas mãos, por exemplo, passar alternativamente de um para o outro. A pressão é realizada em sentido vertical. A - Sobre as partes carnosas se emprega preferentemente o polegar.
  13. 13. B - Sobre as partes duras se adota exclusivamente o indicador. Agora só resta lhes desejar felizes e rápidos sucessos. 16 17 PRIMEIRA PARTE Dores e pequenas moléstias comuns Trata-se de pequenas moléstias comuns, pequenas doenças e distúrbios de vários gêneros, mas que têm não obstante o inconveniente de chegar sem prévio aviso em determinados momentos da nossa atividade profissional e social e de envenenar nossa existência quando se repetem. De fato, pode ser muito desagradável ser atacado por uma forte dor de dentes antes de uma refeição importante ou de azia durante o repousante papo que encerra essa noitada: eis porque é importante conhecer pontos fáceis de encontrar, cômodos de utilizar, rapidamente eficazes. Esta primeira parte se propõe a fornecer estas indicações.
  14. 14. 19 VOCÊ ESTÁ COM... DOR DE DENTES A dor de dentes não se descreve: sente-se. Digamos apenas que a dor pode manifestar-se em qualquer ponto da dentição e vir acompanhada de febre, enrubescimento e de inchação da maçã do rosto e também de contração da mandíbula. Nesse caso, estamos na presença de um abscesso e é inútil querer se curar sozinho. Você terá que recorrer ao dentista. A causa da dor pode ser a falta de flúor na alimentação e na água de beber, que provocam a cárie dentária, que também pode provir de uma escassa higiene oral ou do uso excessivo de açúcar. 21 A massagem para os casos de dor de dentes À espera do dentista, eis um ponto capaz de acalmar a dor. Para
  15. 15. encontrá-lo, abra inteiramente a "pinça" Constituída pelo polegar e o indicador: os prolongamentos do polegar e do indicador vão formar agora o vértice de um triângulo. Nosso ponto se encontra exatamente na massa carnosa contida neste vértice. Trata-se de um ponto sempre dolorido. É necessário massageá-lo profundamente em ambas as partes (na mão direita e na mão esquerda). 22 23 Massagens em caso de dor de cabeça VOCÊ ESTÁ COM... DORES DE CABEÇA De nada adianta descrevê-las, todos conhecem estas dores que podem assumir as características mais diversas: cefaléias lancinantes, pontadas agudas, a impressão de se ser apertado por um torno, com todos os efeitos conseguintes: intolerância diante de ruídos e luzes, náuseas. . . As dores podem se localizar em pontos bem determinados do crânio: fronte, lados, alto da cabeça, têmporas, occipúcio, etc. É enorme a diversidade das causas, dentre as quais refeições muito pesadas, indigestão, intoxicação, cansaço nos olhos, excesso de fadiga intelectual, permanência em ambientes insuficientemente iluminados, perturbações atmosféricas (vento ou calor). Podem existir,
  16. 16. também, causas mais graves, que seria impossível enumerar. Ponto número 1 O ponto está localizado três dedos acima da dobra do pulso, num vácuo em que se sente pulsar a artéria radial. Trata-se de um ponto muito ativo que também encontraremos para outras doenças. 24 25 Ponto número 2 Dores de cabeça provenientes de uma moléstia biliar: veja crise no fígado. Dores de cabeça provenientes de moléstias do seio esfenoidal: veja sinusite. Dores de cabeça provenientes de uma artrose cervical: veja torcicolo. Ponto número 3 Quando pode ser praticada (é necessária a ajuda de alguém), a massagem das têmporas e da nuca é sempre eficaz. Este tipo de massagem deve ser realizado por uma pessoa delicada, com calma e doçura. Massagear primeiro as têmporas, esfericamente e procedendo sempre no sentido das agulhas do relógio, depois massagear a nuca, no
  17. 17. ponto exato em que os músculos se ligam aos ossos do crânio. VOCÊ TEM... NÁUSEAS E VÔMITOS O vômito pode indicar moléstias muito diferentes entre si. Pode tratar-se de intolerância alimentar diante de uma refeição muito abundante ou contendo substâncias nocivas: álcool, por exemplo. O vômito, neste caso, benéfico, por ser uma reação salutar do organismo. No entanto, nas doenças dos meios de transporte (doença de carro, doença de ar, doença de barco) ou no caso da mulher grávida, o vômito representa um fato desagradável derivado de um desequilíbrio do sistema nervoso, e se pode eliminar sem problemas. Como nem sempre se têm ao alcance da mão pílulas apropriadas, é bom dar a conhecer alguns pontos. O vômito pode indicar também doenças mais graves, que requerem uma intervenção oportuna do médico; nesses casos, porém, está associado a outros sintomas, como febre, dor de cabeça, diarréia, etc. O vômito, como o soluço, é uma contração reflexa do diafragma associada a uma contração brutal do estrato muscular do estômago, pelo qual o conteúdo deste último (alimentos ou simples bílis) é evacuado violentamente. Olhe bem o que você está comendo e evite viajar de navio. 26 27
  18. 18. A massagem em caso de náuseas ou vômito Observe atentamente a dobra do pulso na parte da palma da mão. O ponto procurado se encontra sobre o antebraço, entre dois ossos, três dedos acima da dobra do pulso. 28 VOCÊ TEM... DORES DE OUVIDO As dores de ouvidos são atrozes e dão a impressão de uma ponta que penetra na cabeça. Freqüentemente associadas à febre, as dores de ouvido requerem a intervenção do médico. Uma simples corrente de ar pode causar uma inflamação banal desse frágil órgão representado pelo ouvido. Mas também uma viagem aérea ou na montanha, uma imersão sob a água podem provocar uma otite (por brusca criação da pressão que age sobre as superfícies dos tímpanos). Também as crianças têm freqüentemente dores de ouvidos na volta de um banho da piscina. Trata-se de uma otite, isto é, uma inflamação ou uma infecção das paredes do conduto auditivo. Mas do outro lado do tímpano pode existir pus, que somente o médico pode localizar, se servindo de um instrumento especial. Tome cuidado com os banhos em água contaminada (rios, praias, piscinas) e aprenda a comer menos açúcar. Aprenda e ensine a seus filhos a alimentar-se de maneira sadia. Acabe com o hábito de usar hastes flexíveis com pontas de algodão
  19. 19. (tipo cotonetes) para limpar o ouvido. Contente-se retirando as impurezas a nível do orifício externo. A espera do médico, você pode colocar compressas quentes sobre o ouvido e especialmente detrás do ouvido. Isso vai acalmar a dor e, tratando-se de um abscesso, vai apressar a maturação. 29 As massagens em caso de dores de ouvido Detrás do lóbulo da orelha existe uma protuberância óssea facilmente encontradiço. Nosso ponto se encontra correspondente mente à ligação do lóbulo, entre o próprio lóbulo e a protuberância. Ou então você pode utilizar os pontos da maçã do rosto indicados aqui embaixo (estão localizados ao nível da ligação do pavilhão auricular sobre a maçã do rosto). 30 31 VOCÊ TEM... DORES NOS OLHOS
  20. 20. Vermelhidão dos olhos, lacrimação, abundante secreção de "matéria", impressão de ter areia sob as pálpebras, sensação de picadas ligeiras ou pontadas agudas. Em cada um dos casos, se a dor não acalmar com a massagem do ponto, é melhor mostrar o olho adoentado ao médico. De fato, embora a maior parte das vezes se trate apenas de uma banal conjuntivite, de uma inflamação, isto é, do tecido transparente que recobre o globo ocular, devida a um vírus ou a poeira, pode também acontecer que se trate de moléstias mais graves (corpos estranhos ao olho, glaucoma). O olho é um órgão muito exposto e tem uma solidez surpreendente. Considerando isto, quando é afetado por qualquer mal, reage como todos os tecidos inflamados, congestionando-se. As membranas que o revestem se tornam sensíveis e doloridas, entre outras coisas, à esfregação das pálpebras. Esta é a causa das três formas de queixa que ocorrem com maior freqüência; "o olho vermelho", "o olho irritado" e "o olho lacrimejante". A doença ataca sem avisar. Também neste caso, os banhos em águas dúbias (praias, piscinas) são freqüentemente sua causa. É bom conhecer outros meios naturais para combater as dores dos olhos (lavagem dos olhos ou aplicação de compressas com infusões vegetais). E naturalmente tome cuidado para que suas mãos ou rosto estejam sempre rigorosamente limpos, evite as luzes fortes, a poeira e a fuma- 32 ça, abstenha-se de ler ou escrever com luz artificial, use óculos filtrantes. Limpe o olho doente com água salgada preparada como se
  21. 21. segue: uma colherinha de sal numa tigela com água fervida morna. Coloque então sobre o olho uma compressa morna embebida com esta solução ou então com uma infusão de camomila. A massagem em caso de dor nos olhos O ponto se encontra no ângulo interno do olho, imediatamente próximo à raiz do nariz, num pequeno buraco ósseo. 33 VOCÊ TEM... DOR DE GARGANTA Quando se trata de simples irritações com sensação de palha fincada na garganta, ou então de irritações e de picadas fastidiosas com dificuldade de deglutição, a dor de garganta é fácil de curar com algum chá ou gargarejo. Quando, no entanto se trata de uma inflamação mais séria com amígdalas engrossadas e inchadas, acompanhada pelo aparecimento de pontos brancos na garganta e de febre, é melhor dirigir-se ao médico, pois pode se tratar de complicações cardíacas ou renais. A inflamação simples tem origem
  22. 22. num vírus, cuja procedência é variada: alimentar, atmosférica ou por transmissão direta (beijos na boca). Quando a infecção chegou, quando a doença é forte e provoca febre, a causa é certamente um micróbio. A mucosa inflamada da garganta se alarga, se torna frágil e sensível e prejudica. Atenção, as anginas repetitivaS indicam um estado de saúde geral frágil. Adote uma alimentação sadia e use qualquer meio simples e natural para reforçar seu organismo (saiba nesse caso utilizar ajuizadamente o limão, o tomilho, o mel, o enfaixamento do pescoço, as cataplasmas e os gargarejos). 34 A massagem em caso de dor de garganta O ponto que empregaremos se encontra dobrando o cotovelo, precisamente na extremidade externa da dobra que se forma quando se dobra o antebraço. Sendo um ponto localizado num lugar bem carnoso, portanto massageie profundamente (ambos os braços). 35
  23. 23. VOCÊ ESTÁ COM... SINUSITE A sinusite provoca dores lancinantes ou então pontadas agudas a nível da testa ou das maçãs do rosto. Em caso de sinusite aguda, sobrevém a febre: neste caso, após massagear os pontos para acalmar a dor, é preciso chamar o médico. A sinusite é uma inflamação ou uma infecção dos seios da face. Estes seios são cavidades localizadas no osso da face. Quando a mucosa que reveste estas cavidades se inflama e o pus comaça a encher o seio, a cabeça se torna mais "pesada". Uma expressão popular descreve com uma imagem eficaz este estado: "ter a cabeça que nem uma melancia". Numerosas pessoas sofrem de sinusite crônica. Este fato indica um organismo infectado e invadido por toxinas (isto é, entulho de substâncias inúteis, que procuram sair para fora através de orifícios naturais como os seios). É preciso então "lavar-se" de todas estas toxinas com uma alimentação apropriada e se ajudando com métodos naturais (lavagem do nariz com água salgada, argilosa e misturada com suco de limão, cataplasmas com folhas de couve são, nestes casos, uma ajuda preciosa). 36 A massagem em caso de sinusite A nível de dobra nasolabial, a meio centímetro perto das
  24. 24. narinas, você vai encontrar um pequeno orifício: é lá que se encontra seu ponto. 37 VOCÊ TEM O... NARIZ OBSTRUÍDO NARIZ QUE GRUDA Pode se tratar de uma fastidiosa sensação de obstrução das narinas capaz de obrigar a respirar pela boca, neste caso, o nariz está seco. Ou então podemos estar na presença do caso oposto, com com abundante evacuação nasal e conseqüente grande uso de lenços. Trata-se, em ambos os casos, de uma inflamação das mucosas que revestem as narinas. No caso do nariz obstruído, as mucosas incham, se congestionam e fecham o conduto das narinas. No segundo caso, as mucosas segregam uma espécie de soro que pode transformar-se em pus. Na maior parte dos casos os olhos, o nariz e os seios da face foram atingidos ao mesmo tempo. É o clássico resfriado que se segue a um "golpe de frio" que permitiu que um vírus e um micróbio se infiltrassem nos nossos tecidos. Entende-se, então, por quê os pontos utilizados são os mesmos que os da sinusite. Tanto o nariz obstruído quanto o nariz que gruda constantemente ao longo do ano todo podem também representar
  25. 25. fenômenos de origem alérgica. Também neste caso, aqueles que conhecem o recurso da argila e da água misturada com limão nas lavagens do nariz, os benefícios das essências vegetais nas inalações e os alimentos ricos em vitamina C, frutos cítricos, salsa, groselha, poderão completar de forma excelente a cura com a automassagem. Dois conselhos para impedir que sobrevenham crises; para aqueles que se resfriam com facilidade, andar descalços, de manhã, sobre a grama úmida, por um tempo que vai de dez a quinze minutos. Aconselho, também, quando surgir a crise, que se façam alternativamente banhos de pés muito quentes e muito frios com a duração de três minutos cada um. A massagem em caso de distúrbios do nariz (catarro - obstrução nasal) Para curar o nariz obstruído ou o nariz que gruda, existe um único ponto acima da testa, logo detrás da orla de início dos cabelos (também esse um pequeno furo ósseo, facilmente encontradiço. . . especialmente nos carecas!) Também é possível se auxiliar com o ponto da sinusite. 38 39
  26. 26. VOCÊ TEM... GRIPE (INFLUENZA) Universalmente conhecida, esta palavra reagrupa sintomas diversos que vão da simples sensação de mal-estar, com resfriamento e fraqueza geral (o "não passar bem") até o quadro bem conhecido constituído de febre e calafrios, de esgotamento e dor de cabeça. Se bem que todos conhecem a gripe, ninguém sabe exatamente que coisa ela é, nem sequer o médico. São acusados ainda os vírus, sempre os virus. . . chamados pelos nomes mais diversos: sugestivos (vírus Victória), exóticos (vírus de Hong-Kong) ou ainda mais bárbaros. A gripe é uma reação de defesa geral do organismo diante de um ataque viroso, pelo qual, longe de pretender a qualquer custo fazer parar a febre e as dores por meio de remédios, é muito melhor seguir o conselho dos nossos avós, conselho que é reconhecido como exato por mais de um médico e que é o seguinte: com a medicina, a gripe dura sete dias; sem a medicina, dura oito. Chás e drogas naturais, no lugar da aspirina, fazem maravilhas. Permitem, depois da doença, que a pessoa se sinta melhor, em vez de continuar arrastando durante semanas um estado de mal-estar. A massagem em casos de gripe Nas costas do pulso, três dedos acima do próprio pulso, entre os dois ossos do antebraço. Deve-se utilizar este ponto nos dois braços, o
  27. 27. mais oportunamente possível no início da doença. Nem sempre este ponto funciona. A gripe é um mal-estar geral do organismo e tratar um só ponto nem sempre é suficiente, mas por não se tratar de um tratamento de acupuntura, a utilização deste ponto pode ajudar a reforçar suas defesas contra o vírus. 40 41 VOCÊ ESTÁ COM... ROUQUIDÃO E AFONIA (PERDA DA VOZ) Num belo dia, a gente acorda sendo incapaz de pronunciar uma palavra, com a voz apagada e a sensação de ter a garganta fechada. Responsável por este fato é provavelmente uma corrente de ar frio à qual fomos involuntariamente expostos durante a noite. Acontece também que, depois de um esforço vocal intenso (caso dos cantores ou dos oradores), a voz se "quebre". Apesar disso devemos recomeçar a falar. . . ou a cantar. No caso de um golpe de frio, as cordas vocais congestionadas perderam a elasticidade natural e estão portanto incapacitadas para cumprir sua função, de fazer vibrar, com a sua contração, o ar que sai da laringe. No segundo caso, a congestão das cordas vocais se produz por causa de excesso de cansaço. De qualquer maneira o efeito sofrido é o
  28. 28. mesmo: "nada mais sai da garganta". Envolver a garganta numa toalha quente e úmida. Fazer gargarejos com essências vegetais. Os meios de cura não faltam. 42 A massagem em caso de rouquidão e afonia (perda da voz) O ponto em questão é o simétrico ao ponto da gripe. Procure a dobra do pulso (desta vez a partir da palma da mão) e meça três dedos partindo desta linha, sobre o antebraço. O ponto se encontra entre os dois ossos do antebraço. 43 2) Perda da voz (Afonia). A nível da planta do pé, entre as duas almofadinhas de carne. 44 VOCÊ ESTÁ COM...
  29. 29. SANGUE NO NARIZ Depois de uma exposição prolongada ao sol, ou então sem razão aparente, o nariz começa a sangrar. Muito freqüentemente não é mais do que um inconveniente de pouca importância, mas em alguns casos raros, atenção: este fato pode significar algo de sério. O excesso de calor provoca a dilatação da rede venosa da mucosa nasal. Na maior parte dos casos não existem causas precisas pelas quais o nariz comece a sangrar. É bom de qualquer maneira estar informado do fato de que uma hemorragia nasal, numa percentual mínima de casos, pode se dever a um pólipo do nariz ou indicar uma hipertensão arterial que é preciso confiar ao próprio médico. Quando o nariz começa a sangrar, aperte imediatamente com o polegar a narina que sangra, apoiando muito forte. É também possível colocar gelo sobre a nuca (enrolado num lenço ou pano) ou então mergulhar os pés numa bacia com água quente, com a finalidade de atrair o sangue para baixo. Finalmente os chineses utilizam um "truque" que dá resultados em nove de cada dez casos em que outros métodos fracassaram: este "truque" consiste em dar durante um período de cinco a dez minutos pancadinhas repetidas sobre a nuca (com o corte da mão, por exemplo). 45
  30. 30. A massagem em casos de sangue que sai do nariz Utiliza-se o ponto das hemorragias, que está localizado na dobra do pulso, na parte da palma da mão, na extremidade externa (na base do polegar) numa depressão onde se sente bater a artéria radial (utilizada para tomar o pulso por médicos e enfermeiros). 46 VOCÊ ESTÁ COM... SOLUÇO É inútil dizer, mas é provavelmente a afecção mais benigna que se possa imaginar. Este inconveniente, no entanto, pode se prolongar até o ponto de interromper uma reunião entre amigos, pelo qual é útil conhecer um ponto eficaz para curá-lo discretamente. . . e rapidamente. Também as causas são de natureza corrente: um bocado de comida engolida falando, uma emoção, uma contrariedade imprevista. . . O soluço é devido a uma contração do diafragma, este músculo consistente interposto entre a cavidade torácica e a cavidade abdominal que, com seu jogo, permite a respiração. As contrações rítmicas e involuntárias do diafragma provocam aquele espasmo desagradável chamado soluço. Existem
  31. 31. formas de soluço que não se podem parar, que encontram a medicina desarmada e que somente a acupuntura pode dominar sem a ajuda de drogas. Na tradição popular abundam os pequenos recursos para fazer parar uma crise de soluço. No que me diz respeito, aconselho que se utilize o ponto seguinte que é infalível. 47 A massagem em caso de soluço Se os "pequenos truques" não funcionarem, resta uma solução. Para usá-la se faz necessária a ajuda de alguém. Essa pessoa vai contar sobre a espinha as vértebras a partir da sétima cervical (a mais saliente). Chegando à sétima dorsal, pare! O ponto se encontra em cada uma das duas partes da vértebra, a dois dedos de distância. Massageie vigorosamente. É difícil que um soluço resista a este tipo de cura. 48
  32. 32. VOCÊ ESTÁ COM... DORES NO ESTÔMAGO Trata-se de toda a gama das formas de indisposição que se sentem, de forma desagradável, geralmente depois de certas refeições: ardor, azia, vômitos azedos, que fazem a fortuna dos fabricantes de bicarbonato e outros pós. Estes inconvenientes denunciam um estado de inflamação habitual da mucosa gástrica que, com a chegada do bolo alimentar, reage negativamente com um excesso de azia e de contrações. As doenças do estômago se encontram na maioria dos casos nas pessoas nervosas e irritáveis, preocupadas e extremamente cansadas, que engolem rapidamente uma alimentação desequilibrada. Atenção, estas coisas podem conduzir à úlcera gástrica. Fazem-se necessárias calma e harmonia. Na ocorrência, utilizar os pontos antinervosismo. É preciso mastigar bem, falar pouco durante a refeição e tomar tempo para respirar entre um bocado e o outro. É preciso também adotar uma alimentação adequada. 49 Ache, antes de mais nada, a ponta inferior do esterno, o osso anterior do tórax. Depois calcule a metade da distância que separa esta ponta do umbigo. Nosso ponto se encontra exatamente ali.
  33. 33. 50 VOCÊ TEM... DIFICULDADES NA DIGESTÃO Trata-se, também neste caso, de uma afecção comum: peso no estômago, ventre inchado, cabeça pesada, impressão de que a digestão não é feita ou se faz mal. É a banal indigestão. Também neste caso devemos culpar as refeições muito abundantes. Deve-se saber que o aparelho digestivo, a longo prazo, se desgasta e que somente um regime dietético mais severo, prolongado durante longos meses, é capaz de recolocar as coisas no seu lugar. Trata-se de uma forma de intolerância que o aparelho digestivo manifesta diante da agressão de um bolo alimentar que supere suas capacidades de trabalho, seja por excesso de quantidade, seja por defeito de qualidade. De qualquer forma, as indigestões repetidas denotam um tubo digestivo cansado, incapaz de atender "as necessidades". É preciso colocá-lo em repouso e submetê-lo a uma cura dietética e fitoterápica. Saiba também tornar equilibradas suas refeições, harmonizando as combinações alimentares, pois certos alimentos não combinam com outros, e é preciso que se saiba disso.
  34. 34. 51 A massagem em casos de dificuldades da digestão Encontre a dobra do cotovelo (que se forma quando se dobra o antebraço sobre o braço). Na parte externa (na parte, isto é, que não está voltada para o corpo) temos o ponto das dores de garganta. Nosso ponto se encontra ao invés, três dedos para baixo da extremidade externa da dobra de flexão, numa região muito sensível à apalpação. 52 VOCÊ ESTÁ COM... DIARRÉIA Eis um distúrbio realmente desagradável. Evacuações persistentes que obrigam a correr para o banheiro constantemente, várias vezes por hora, com expulsão somente de matéria líquida, feita de alimentos não digeridos. As causas são numerosas. Trata-se quase sempre de uma tentativa do organismo de eliminar alimentos que não lhe fazem bem:
  35. 35. neste caso, constituída de uma ou duas emissões de fezes e depois tudo volta à ordem normal. Este tipo de diarréia não se deve combater. Ao invés, quando as evacuações de fezes líquidas se reproduzem freqüentemente, provocando perdas abundantes de águas e de sais e um enfraquecimento progressivo, é preciso fazê-la parar rapidamente. Simples distúrbio intestinal, a diarréia é, nestes casos, indicador de contrações bruscas das fibras intestinais para expelir o conteúdo digestivo. Pode indicar, porém, também moléstias mais sérias: infecções intestinais, parasitas etc. Saiba utilizar as ervas, que fazem maravilhas na cura da diarréia. Saiba utilizar também os alimentos apropriados (alguns, diferentemente de todos os outros, operam milagres ao deter completamente uma crise diarréica). Saiba, finalmente, eliminar aqueles que não se devem comer quando se tem diarréia. Para os que toleram o vinho, eis um rápido remédio: beber um copo grande de vinho tinto quente. 53 A massagem em caso de diarréia Nosso ponto se encontra na extremidade interna do dedão do pé, perto da base da unha. Massagear os dois dedões, preferivelmente com um dedal fino para acentuar os efeitos da massagem.
  36. 36. 54 VOCÊ TEM... PRISÃO DE VENTRE Existem intestinos por natureza "lentos" e outros, ao invés, mais rápidos. Neste campo, como em outros, é um fato de predisposição subjetiva, Isto posto, à parte do caso do intestino demasiadamente longo, é preciso ir ao banheiro pelo menos uma vez por dia, se se quiserem evitar o aborrecimento conseqüente à retenção crônica da matéria intestinal: irritação das paredes do intestino, cansaço geral, dor de cabeça, cor escura. Os indivíduos sadios são os que eliminam aquilo que absorvem. À parte o caso dos intestinos defeituosos por constituição é, mais uma vez, um fato de alimentação. O homem moderno absorve uma alimentação irritante que "suja". O intestino se torna, portanto, a longo prazo, preguiçoso. O intestino é um longo tubo com uma parede formada por duas camadas; uma camada de mucosa diretamente em contato com os alimentos e que segrega substâncias para digerir e lubrificar o conteúdo intestinal, e uma camada muscular cujas contrações rítmicas fazem avançar de ponto em ponto os produtos da digestão na direção do ânus. A prisão de ventre expressa a insuficiência da secreção e a debilidade geral da mucosa intestinal.
  37. 37. 55 É preciso mudar radicalmente a alimentação em casos de prisão de ventre crônica. Alimente-se o mais possível com alimentos que contenham fibras vegetais sem temer a irritação intestinal (o farelo de trigo é muito usado). A prisão de ventre vai passar em três semanas. Faça força para ir ao banheiro numa hora fixa todos os dias, friccione o abdome com uma luva de crina e deixe de lado as pílulas laxativas, que não solucionam nada (pelo contrário): elas correm o risco, a longo prazo, de serem muito perigosas. 56 A massagem em caso de prisão de ventre Ponto nº 1 Massageie profundamente de uma parte e da outra do umbigo. O ponto se encontra a dois dedos do umbigo, dos dois lados. Ponto nº 2 Você pode, também, em casos hepatobiliares utilizar o ponto das
  38. 38. crises do fígado (provocando a secreção biliar, que lubrifica o intestino). Ponto nº 3 Finalmente você pode massagear lentamente, profundamente, no sentido das agulhas do relógio, a região do fígado (à direita, sob a última costela), durante cinco ou seis minutos. Esta massagem favorece a passagem de bile no intestino e a bile é um excelente lubrificante. 57 VOCE TEM... DORES NO ÂNUS Sensação de ardor ou de irritação fastidiosas, pesadume, dor, que causam dificuldades no momento da evacuação. Estas dores afligem uma grande parte dos nossos contemporâneos e é necessário consultar um médico que emita um diagnóstico exato: certamente, na maioria das vezes, trata-se de hemorróidas, mas também é possível encontrar pequenas fendas à beira do ânus, que são extremamente dolorosas. Pode também tratar-se de pequenos vermes (oxiúro), que atacam o intestino. Deles trataremos no capítulo seguinte.
  39. 39. A prisão de ventre é a grande causa das hemorróidas. Através da pressão contínua que provoca na região anal, ela causa uma congestão crônica das veias da pequena bacia. As hemorróidas são as veias da parede inferior do reto, dilatadas, que se exteriorizam correspondentemente ao ânus. Pode-se também afirmar que se trata de varizes "anais". As crises dolorosas são devidas à inflamação destes amontoados venosos (causadas freqüentemente por uma refeição irritante, excessivamente condimentada e regada com bebidas alcoólicas). Mais uma vez a alimentação. Eliminada a prisão de ventre, as hemorróidas irão desaparecer sozinhas. É preciso de qualquer maneira consultar um médico, pois somente ele poderá identificar uma moléstia mais grave. 58 Para obter alívio, você pode recorrer a banhos da região anal em água gelada (ponha pedrinhas de gelo na água). O contato com a água gelada provoca contração das veias. Tome também o cuidado de contrair o ânus várias vezes por dia, em séries de vinte a trinta contrações de cada vez. Este exercício discreto permite apertar as veias e então fazê-las reentrar (o que pode impedir a repetição das crises).
  40. 40. A massagem apropriada para as dores do ânus A massagem começa debaixo do pé, no ponto de encontro das almofadinhas carnosas em direção à parte anterior. Não se trata de massagear um ponto, mas de fazer um percurso. De fato, os pontos chineses estão ligados por linhas de força percorridas por correntes de energia (estas linhas são chamadas de meridianos. É É possível obter um efeito idêntico à massagem do ponto, massageando o percurso do meridiano (exercício, porém, mais complexo). Mas, no caso que nos interessa, a massagem é muito simples. 59 Depois de haver localizado o ponto debaixo da planta do pé, procure aquele que está localizado ao longo da borda interna do pé, sobre uma pequena saliência óssea localizada mais ou menos na metade da própria borda. ponto de partida ponto de chegada Parta do primeiro ponto para atingir o segundo traçando uma
  41. 41. linha ligeiramente encurvada como mostra a ilustração. A massagem, que se deve efetuar fazendo pressão bastante forte, inclui quinze passagens sucessivas, sempre no mesmo sentido. Os massagistas chineses faziam parar as crises hemorroidais ou batendo repetidamente a planta do pé com a borda da mão, ou fazendo saltar o paciente sobre seixos arredondados. 60 VOCÊ TEM... VERMES INTESTINAIS Dores no ânus, enfraquecimento, prisão de ventre, diarréias, dores de cabeça, dores abdominais: o número dos inconvenientes que podem ser causados pelos vermes intestinais é comprido. Freqüentemente não se pensa que quando se descobrem nas fezes segmentos do corpo do parasita, não é um espetáculo muito agradável. Carnes pouco cozidas, verduras cruas não adequadamente lavadas, e eis que estes organismos, que normalmente não teriam nada a fazer, se introduzem no aparelho digestivo em colônias de milhares de exemplares. Trata-se geralmente de oxiúros, pequenos vermes redondos, com o comprimento de um centímetro, que saem do ânus durante a noite causando fortes pruridos, mas no vaso do banheiro se pode ver de tudo: ascárides, pedaços de tênia (que é um verme chato, muito comprido, com o corpo
  42. 42. segmentado que perde seus anéis nas fezes). De qualquer forma que seja, a infestação de parasitas intestinais, além de uma higiene alimentar defeituosa, denota um estado geral perturbado e reduzidas capacidades de defesa. É importante restaurar estas defesas e comer muito alho: os vermes fogem do alho como o diabo da cruz. 61 A massagem em caso de vermes intestinais O ponto esta encoberto na extremidade externa do dedo ínimo do pé, junto à base da unha. Massageie-o com a extremidade de uma caneta, se não consegue fazê-lo com o dedo. E dos dois dedos. 62 VOCÊ TEM... DORES DE BARRIGA
  43. 43. São frequentemente crises brutais (as cólicas) que sobrevêm na maioria das vezes sem prévio aviso em qualquer lugar do abdome: em cima, embaixo, no meio, aos lados. Deve-se agir imediatamente. Os pontos que descrevemos lhe permitirão esperar o médico sem sofrer ou sofrendo bem menos. Pode tratar-se também de alguma coisa mais séria: crise dolorosa de uma úlcera, de uma apendicite, de um cálculo nas vias urinárias (cólicas nefríticas) ou biliares (cólicas hepáticas). Freqüentemente, porém, trata-se apenas de um espasmo do intestino devido a obstrução ou a uma refeição demasiadamente apressada. Se a dor se deve somente a uma brusca contração do intestino, tudo volta rapidamente à normalidade. Se, contrariamente, estamos na presença de um cálculo que obstrui os condutos de evacuação da bile ou da urina, as coisas são evidentemente diferentes. Neste campo existem plantas que possuem propriedades antálgicas extraordinárias. Um conselho importantíssimo: se está passando mal, não coloque nunca sacos de água quente sobre o ventre. Corre o risco, assim procedendo, de agravar as lesões se existir qualquer coisa de grave. É mais indicado, em todo o caso, um saco de água gelada. 63 A massagem em caso de dor de barriga Massageie conscienciosamente o "ponto das cólicas", que se
  44. 44. encontra entre as pernas a nível da face interna do joelho. Para identificá-lo exatamente, comece seguindo a beira interna da tíbia a nível da perna e suba novamente até sentir uma curvatura do osso. O ponto se encontra nesta zona, na carne. 64 VOCÊ ESTÁ COM... DISTÚRBIOS INTESTINAIS Agrupamos com este termo todas as afecções tratadas sob os nomes científicos de aerofagia, de colite, mas sentidos pelo paciente como gases, inchações, flatulências ou dores, freqüentemente agudas, a nível do ventre. Também neste caso as causas devem ser procuradas numa alimentação desequilibrada. O tubo digestivo, inflamado de forma crônica, reage muito mal ao contato com os alimentos. Trata-se de fermentações excessivas, daí a formação de gás: de putrefação dos alimentos que causam o sentimento de peso e as dores. Este tipo de moléstia é extremamente difundido nos nossos dias como conseqüência do comportamento alimentar aberrante da maioria dos nossos contemporâneos. Finalmente é conhecido por todos que um estado de tensão nervosa (fastídios. contrariedades, excesso de cansaço) repercute
  45. 45. no tubo digestivo e provoca aquilo que se chama intestino "amarrado", isto é, com espasmos e um trabalho excessivo do cólon. Eliminar o grande número de remédios que acalmam a dor e levar uma vida natural. Adotar uma alimentação sadia e seguir um regime de remédios fitoterápicos (plantas e chás fazem maravilhas nestas moléstias). Uma infusão de hortelã e tomilho depois de cada refeição ou, por que não, uma grande xícara de infusão de salsinha! (é uma cura radical). 65 A massagem em caso de distúrbios intestinais Um ponto excelente para gases, flatulências, sentimento de opressão, espasmos, se encontra sobre a linha que une as duas mamas, exatamente no meio, sobre o esterno. 66 VOCÊ ESTÁ COM... PALPITAÇÕES
  46. 46. Muitas pessoas conhecem esta sensação imprevista e angustiosa de "enganche", de embalo do coração que parece bruscamente partir em uma espécie de carreira desordenada: as contrações repercutem no corpo todo. Qualquer atividade deve parar imediatamente, à espera de "que as coisas se acalmem". As palpitações, que os médicos chamam vulgarmente de taquicardia, se verificam nas pessoas de temperamento nervoso e facilmente emocionais. Às vezes, elas indicam uma perturbação da contração cardíaca propriamente dita. O coração, como os outros órgãos, cumpre normalmente seu trabalho sem se manifestar. Uma multidão de funções se desenvolvem dessa forma, no nosso corpo, sem que tenhamos delas a mínima consciência. Assim como os motoristas de caminhão circulam para nós, o coração bate silenciosamente para transportar o sangue, e portanto o oxigênio, até as nossas células. Também não percebemos que este músculo fiel faz 100.800 contrações ao longo da jornada. Às vezes, porém, o coração manifesta a sua presença, e isso produz uma impressão brutal na pessoa afetada. Posto que as crises de palpitações sobrevêm nas pessoas de temperamento nervoso, com freqüência quando estão cansadas, contrariadas, é preciso antes de mais nada, ter a preocupação de tratar deste temperamento (veja as pequenas sugestões indicadas no capítulo do nervosismo). Lembre que o café, o fumo e o excesso de cansaço favorecem as crises. 67
  47. 47. Você pode regularizar o ritmo cardíaco comprimindo os olhos com as mãos: faça uma pressão moderada sobre as pálpebras fechadas, mantendo esta pressão por alguns minutos. Este procedimento é utilizado inclusive pelos médicos. A massagem em caso de palpitações Existe um ponto que funciona de forma infalível. Encontrase na extremidade interna da dobra de flexão do pulso (na parte da palma da mão). É portanto o ponto simétrico ao ponto das hemorragias (veja sangue do nariz). Está localizado perto do tendão espesso que se encontra a este nível, sob o osso do pulso, numa depressão. 68 VOCÊ PADECE DE... DISTÚRBIOS DOS MEIOS DE TRANSPORTE Náuseas, vômitos, vertigens, dores de cabeça. Você amaldiçoa o instante em que resolveu fazer aquela travessia marítima ou aquela excursão numa estrada de montanha cujas voltas não acabam mais. O fato é que, num determinado ponto, você é prisioneiro das circunstâncias e se
  48. 48. torna necessário tomar alguma medida rapidamente. O debate entre os partidários do estômago "vazio" e os defensores do estômago "cheio", antes de viajar está longe de ser resolvido. Na realidade, trata-se de um fato de predisposição pessoal. Os distúrbios provocados pelos meios de transporte são de qualquer maneira um fenômeno nervoso, que denuncia um desequilíbrio dos dois grandes sistemas que presidem o funcionamento harmonioso do nosso aparelho visceral: o simpático e o parassimpático. Neste caso, se torna predominante a influência do sistema parassimpático, que comanda as contrações gástricas. Como resultado provocam-se espasmos, náuseas e vômitos, com a seqüência dos habituais distúrbios: palidez, suor etc. Um bom método para readquirir o equilíbrio é respirar com calma e profundamente. É útil também respirar aroma de hortelã ou de ervas aromáticas colocadas num lencinho. O melhor é, entendemos, estar naturalmente predisposto a não sofrer. 69 A massagem em caso de distúrbios nos meios de transporte O ponto ideal está localizado sobre a ponta do esterno. Esta zona corresponde por outra parte, ao plexo solar (que é um importante cruzamento nervoso).
  49. 49. 70 VOCÊ TEM... QUEIMADURAS - INSOLAÇÕES Quer se trate de uma panela de água fervente ou de uma excessiva exposição ao sol do meio-dia, os resultados são os mesmos: a pele fica avermelhada, se irrita e pode se cobrir de bolhas. As queimaduras podem ter causas bem diferentes entre si: líquidos ferventes, é verdade, mas também agentes químicos (entre outros vários tipos de ácidos), eletricidade, gases queimantes. Vamos tratar aqui de queimaduras leves, aquelas que se podem produzir na cozinha, na praia ou na neve. Uma insolação basta, porém, para arruinar uma temporada de férias, pelo qual é útil conhecer o ponto eficaz. Trata-se de uma dilatação dos múltiplos vasos capilares que se encontram sob a pele. Seguindo-se ao efeito da agressão térmica, as ramificações dos nervos são irritadas e produzem a dor aguda que sentimos nas queimaduras. Além disso, as células destruídas soltam seu líquido causando o aparecimento de bolhas. Não se expor ao sol do meio-dia, mas esperar as quatro da tarde, quando os raios do sol não caem mais perpendicularmente sobre a terra, tornando-se oblíquos. Cuidado com as sestas traidoras em pleno sol.
  50. 50. Saiba que o vinagre comum (aquele que você põe na salada) é um excelente calmante nas insolações. 71 A massagem em caso de queimaduras e insolações Trata-se de um ponto que já temos visto. Não se admire se pode curar tanto as dores de cabeça quanto a insolação: a medicina chinesa não se apóia sobre as bases anatômicas que nós conhecemos. Ela utiliza os recursos energéticos do nosso organismo, que a medicina moderna ainda não explorou. Para compreender a eficiência deste ponto sobre as dores de cabeça e sobre as queimaduras, lembrem que, entrando num cômodo, podemos, com um único interruptor perto da porta, acender de uma vez só todas as luzes de uma sala...! 72 VOCÊ ESTÁ COM... DORES TRAUMATICAS Com este termo, são denominadas as dores que aparecem depois de
  51. 51. um trauma físico ou psíquico. No primeiro caso, temos uma dor no corpo, no segundo, um trauma no espírito. Todos os traumas, todos os golpes podem provocar uma ou mais lesões superficiais. Mesmo para as dores provocadas por uma distorção ou uma fratura é oportuno utilizar o ponto que indicamos. Quanto à dor moral, experimentada após uma má notícia, ela pode também ser atenuada através da massagem de um ponto de acupuntura. Os tecidos atingidos incham e se tumefazem por causa da destruição das células e dos vasos sangüíneos que deixam fugir seu liquido e seu sangue. 73 A massagem em caso de dores traumáticas O ponto está localizado sobre o peito, somente do lado direito, três dedos abaixo da clavícula, no espaço intercostal. (Nas ilustrações o ponto está localizado na extremidade do indicador). 74 VOCÊ ESTÁ COM...
  52. 52. DORES NO PESCOÇO Quando a dor é a conseqüência do ataque inesperado de um golpe de frio, é chamada de torcicolo. Mas as dores no pescoço podem ser crônicas, recorrentes, secundárias à artrose das vértebras cervicais. Em todos os casos, a nuca fica rígida, os movimentos de rotação à direita e à esquerda são bloqueados por dores agudas. A postura rígida é característica daqueles que são atacados por dores no pescoço. Em caso de artrose, verificam-se freqüentemente dores na parte posterior da cabeça. É natural que um golpe de frio seja a causa mais freqüente da dor no pescoço entre as pessoas jovens. Avançando nos anos, torna-se necessário culpar a artrose. Finalmente, depois de um acidente de carro que tenha causado "um golpe de coelho" (golpe violento na base da nuca com o qual, habitualmente, se mata um coelho), a vítima arrasta por longo tempo dores lancinantes e rebeldes a todas as terapias. Trata-se, provavelmente, em tais circunstâncias, de uma subluxação (isto é, de uma luxação incompleta) de uma ou mais vértebras cervicais e se deve, nestes casos, confiar o próprio pescoço a um massagista esperto para recolocá-las no lugar. O "golpe de frio" ou a "corrente de ar" provocam uma inflamação dos músculos que sustentam a cabeça na parte posterior, nos quais têm origem a contração reflexa e a rigidez. No caso da artrose, as vértebras se estreitam umas contra as outras irritando os terminais nervosos com seu contato. Neste caso, o paciente é obri- 75
  53. 53. gado a tomar analgésicos para o resto da sua vida, o que não é vantajoso para o seu estômago, e sim, freqüentemente, chega a complicar uma banal artrose com uma úlcera medicamentosa (efeito nefasto da aspirina). Por isto, é útil conhecer os pontos de acupuntura que podem substituir os remédios, de outra maneira indispensáveis. A aplicação de toalhas de rosto quentes e úmidas em volta do pescoço permite aliviar as dores da ancilose. A massagem em caso de dores do pescoço e da nuca 1) Dores da nuca: artrose. O ponto recomendado se encontra, neste caso, sobre a nuca, um pouco acima da raiz dos cabelos, na depressão sensível localizada sob o osso occipital (ao lado do grande tendão). Levante os cabelos para localizar bem este ponto. 76 2) Dores do pescoço: torcicolo. O ponto se encontra na extremidade da chamada linha do coração, sobre a beirada interna da mão (na base do dedo mínimo). 77
  54. 54. VOCÊ ESTÁ COM... DORES NAS COSTAS Moléstia muito comum nos nossos dias, as dores nas costas se apresentam como um enrijecimento doloroso dos músculos dorsais ou como uma pontada em um ou mais pontos fixos das costas, que nenhuma mudança de posição consegue fazer desaparecer. Afecção benigna, é verdade, mas muitíssimo desagradável. A vida sedentária, a postura defeituosa, a posição da pessoa sentada durante longas horas num escritório e também, é preciso admiti-lo, o excessivo conforto das nossas modernas mobílias (poltronas e leitos macios demais), são a causa do progressivo enfraquecimento da nossa musculatura dorsal. Devemos também admitir a importância da coluna vertebral dos nossos contemporâneos, cujo estado não é muito encorajador (numerosas subluxações vertebrais) em seguimento aos numerosos traumas a que está submetida quotidianamente (vibrações e abalos dos transportes na estrada). As costas formam uma vasta zona muscular. Seus músculos se ligam à coluna vertebral e a sustentam, assim como as enxarcias mantêm direito o mastro de um veleiro. É possível assim entender como o enfraquecimento destes músculos comporta um relaxamento geral ou desmoronamentos localizados da espinha dorsal. É necessário também lembrar que, em certos casos, as dores dorsais são um sintoma de profundos distúrbios viscerais.
  55. 55. 78 É preciso reforçar a musculatura dorsal (natação), eliminar os defeitos de posição, esforçar-se para manter as costas direitas durante o trabalho que se faz sentado e apoiar-se nas costas o menos possível. Finalmente, recomendo a ioga, entre outras, a posição chamada do "lótus" para eliminar as dores dorsais. A massagem em caso de dores nas costas Peça a alguém prestativo que ajude você e faça-se massagear os pontos das costas. Eles estão localizados de um lado e do outro das vértebras, da primeira até a décima-segunda (a dois dedos de distância de cada um dos lados). É facilmente reconhecível a primeira vértebra dorsal: é a que está localizada imediatamente abaixo da saliência determinada pela sétima cervical. Se estas explicações forem claras, 79 permitirão aliviar as dores dorsais com duas ou três massagens das séries de pontos. Exercitar breves pressões de cada uma das partes da coluna vertebral procedendo de cima para baixo. As ilustrações mostram o sistema de proceder com o polegar.
  56. 56. 80 VOCÊ TEM... DORES NOS RINS Recebem também o nome de lumbago. Depois de fazer um esforço para levantar alguma coisa ou simplesmente levantando, você sentiu uma dor brutal no fundo das costas ou ficou até dobrado em dois por um momento. Depoisador permanece na "cavidade" dos rins tornando-se intensa e, em alguns casos, imobilizando você na cama. Trata-se, na quase totalidade dos casos, de um esforço excessivo: levantar com a força dos braços um móvel ou um objeto consideravelmente pesado colocado a nível do chão. O que causa a dor é a contração dos músculos lombares. Os rins não têm nada a ver (por sorte!). Os músculos, não acostumados a certos esforços, sofrem rasgões microscópicos e ficam inflamados. Às vezes, porém mais raramente, estamos na presença de uma subluxação vertebral e é necessário recolocar a vértebra no seu lugar. Atenção: tanto os jovens como os velhos podem ser atingidos pelo lumbago! Não levantem distraidamente objetos pesados. Tome um banho bem quente e prolongado. O calor sempre foi um excelente calmante da dor em virtude da distensão que oferece.
  57. 57. 81 A massagem em caso de dores nos rins Atrás do joelho, no lugar que os anatomistas chamam de "curva da perna", encontra-se o excelente ponto das dores lombares. 82 83 VOCÊ ESTÁ COM... DOR CIÁTICA Freqüente, capaz de invalidar, muitas vezes atroz, esta dor condena aquele que é atingido por ela a ter a impressão de um ferro em brasa que lhe penetra a coxa. Os medicamentos, dos quais se enche, lhe arruínam o estômago e lhe trazem uma nova desgraça, a úlcera, mesmo como se uma doença devesse obrigatoriamente levar à outra. Apesar de tudo, a acupuntura ou a massagem dos pontos chineses, a este propósito, fazem milagres. Trata-se de uma hérnia, isto é, de um desvio do disco cartilaginoso intervertebral, que se comprime e inflama as raízes do nervo ciático. A dor provocada se irradia até a parte baixa da perna, pois o trajeto do nervo ciático é o mais longo entre os grandes feixes nervosos.
  58. 58. As dores podem ser o efeito de um esforço para levantar um peso (como nos casos das dores nos rins) ou de uma artrose no caso de desmineralização óssea, típica das pessoas anciãs. Ou então pode tratar-se da destruição real e própria de uma vértebra, devida a diversas causas. Neste ponto, é claro, não é mais questão de acupuntura nem de massagem dos pontos chineses. Também pode ser de utilidade mergulhar num banho muito quente. 84 A massagem em casos de ciática Recorra novamente ao ponto do lumbago, localizado debaixo da nádega, exatamente no meio do sulco entre os dois glúteos. Você pode também, em caso de ciática, utilizar a excelente terapia da massagem chinesa em todo o percurso do nervo ciático. Comece pelo ponto descrito acima e desça seguindo o trajeto da dor (naturalmente esta operação deve ser realizada por outra pessoa), apertando fortemente e insistindo sobre todos os pontos dolorosos de modo que você deverá, por força, reavivar (mais ou menos, este trajeto, está localizado na parte posterior da coxa e da perna). Demore-se ao passar na cavidade do joelho (no ponto da região lombar que você deverá massagear) e continue para baixo, no ponto localizado entre a saliência óssea do tornozelo e o tendão de Aquiles.
  59. 59. Repita mais vezes e observe o resultado de uma série de massagens. O paciente recupera logo a mobilidade das coxas (veja ilustração a seguir). Você poderá também começar esta massagem partindo do quadril (veja mais adiante). Será ainda mais benéfico. 85 VOCÊ TEM... DORES DOS OMBROS Dores vivas ou surdas, enrijecimento e limitação dos movimentos, são os sinais das moléstias dos ombros. O movimento em direção às costas se torna cada vez mais difícil. O mesmo ocorre com os gestos habituais, como colocar um avental enlaçado nas costas ou simplesmente se pentear. O reumatismo do ombro, quando se distende progressivamente, deve levar a consultar imediatamente o médico (de preferência acupuntor). Trata-se, neste caso, de uma artrose. Quando, ao invés, a doença chega de repente, trata-se de uma artrite, moléstia leve, mas enfadonha, comparável ao torcicolo. As causas são excesso de movimento, por exemplo marteladas repetidas durante um bom tempo, ou então exposição prolongada a uma corrente de ar. O ombro possui uma anatomia complexa, o que é fácil supor, se pensamos que é a articulação mais móvel de todo o organismo, composta de
  60. 60. um complexo conjunto de músculos e tendões que recobrem a articulação propriamente dita. Todos estes elementos, quando inflamados, provocam logo uma limitação dos movimentos do ombro, e é só neste momento que as pessoas percebem o quanto esta articulação, aparentemente banal, é preciosa. Enfaixando os ombros com um pano úmido é possível obter uma diminuição da dor. 86 87 A massagem em caso de dores dos ombros Para encontrar o ponto é preciso levantar o braço, mantendo-o em posição horizontal. Aparece então uma pequena cavidade, onde se encontra o ponto. 88 VOCÊ TEM... DORES DO COTOVELO É a doença dos jogadores de tênis ou das empregadas domésticas
  61. 61. que passam cera no chão: torna os movimentos do pulso e do cotovelo extremamente dolorosos e impossíveis os esforços de distensão. Estas dores obrigam a colocar a raquete de tênis na gaveta e a sentar nas escadarias junto aos espectadores. Como temos visto, trata-se de esforços bruscos e repetidos. A articulação do cotovelo não foi criada pelo Divino para sofrer esforços tão violentos como os que é obrigada a suportar na realização de certos serviços e de praticar tênis. Os tendões estirados fazem berrar de dor, tanto mais quando não foram predispostos a este tipo de trabalho durante o tempo transcorrido longe dos campos de jogo. Trata-se da tendinite (ou mal do tenista). O tendão, submetido a violentas solicitações num breve espaço de tempo, acaba por apresentar leves rachaduras e inflamar-se. Daí vêm a reação dolorosa e a impossibilidade de solicitar os músculos que se ligam ao cotovelo por meio dos tendões. A prática do esporte, de forma geral, precisa de uma condição física perfeita, com um treinamento progressivo e um regime alimentar sem concessões (atenção aos excessos na mesa antes dos jogos, que são, de fato, freqüentemente, causa de distorções e de tendinites!). Quando finalmente o mal já se manifestou, é de utilidade mergulhar alternadamente a articulação dolorosa num banho quente e um frio. 89 A massagem em caso de dores de cotovelo
  62. 62. O ponto se encontra na extremidade externa da prega do cotovelo. 90 AS DORES DO PULSO Dores, pontadas, formigamento nos dedos, rigidez, impossibilidade de fazer força com o pulso. A medicina oficial se encontra bastante desarmada diante destas dores articulares. Trata-as com o clássico comprimido de aspirina, e com injeções de líquidos à base de cortisona. Se podem curar radicalmente a dor específica, estas medicinas não têm certamente um efeito salutar sobre o estado geral do paciente. As dores do pulso se podem verificar nos operários que trabalham com martelos perfuradores, nos arremessadores de pesos e em todos aqueles que utilizam o pulso de forma não normal (uso ligado a certas profissões). O pulso pode, porém, ser atacado sem razões aparentes durante as mudanças de tempo (artrite do pulso) ou em casos de um processo de artrose. No caso de emprego do martelo perfurador, existem certamente microlesões a nível dos ossos do pulso. Nos outros casos a dor trai uma ligeira inflamação da articulação e dos tendões a elas ligados. Algumas vezes é uma velha fratura que, mesmo já consolidada, continua a se fazer lembrar.
  63. 63. 91 A massagem em caso de dores no pulso Distenda o pulso e levante o polegar. Se desenha assim aquilo que é chamado de "tabaqueira anatômica", ou seja, um espaço limitado de dois tendões, onde os nossos avós colocavam o fumo para cheirá-lo. Neste espaço, você pode descobrir uma cavidade sensível: o ponto é ali. 92 VOCÊ TEM... DOR NOS QUADRIS Se existe uma articulação freqüentemente e facilmente atingida pela artrose, esta é a dos quadris. As dores violentas são raras e, nestes casos, trata-se provavelmente de uma infecção séria do osso, que precisa de um tratamento médico urgente. Com maior freqüência se trata, ao invés disso, de dores surdas, pesadas, que limitam as possibilidades de movimento. Estas dores impõem o uso constante de analgésicos, e a longo prazo, as conseqüências gerais deste tipo de cura podem ser desastrosas, pelo qual é útil conhecer um ponto eficaz para suprimir a
  64. 64. dor e desbloquear os movimentos do quadril. O quadril é uma articulação "que transporta". Ela governa o peso do tronco e, em certas pessoas, este peso é respeitável. O esforço provoca uma lenta usura das superfícies cartilaginosas presentes, com a conseguinte inflamação dos tecidos que circundam a a articulação: é a artrose. É a artrose, para citar somente a causa mais comum. Junto às pessoas jovens, as dores nos quadris são raras. Nesses casos, se deve pensar num processo infeccioso (a ser rapidamente eliminado). Emagreça e não se esqueça da sua idade. Ande, e se for preciso, corra para conservar a mobilidade desta importante articulação. 93 A massagem em caso de dores nos quadris O ponto eficaz se encontra na cavidade localizada detrás da cabeça do fêmur. 94 VOCÊ TEM... AS DORES DO JOELHO
  65. 65. Cuidado, uma dor no joelho pode denunciar uma afecção do quadril: "o quadril berra a sua dor no joelho". As dores do joelho podem ser agudas. Ao contrário do quadril, que é uma grande articulação profunda e bem protegida por um consistente feixe de músculos, o joelho é uma articulação superficial e muito exposta. Parece que os esquiadores e os jogadores de futebol me darão a razão reconhecendo a freqüência das afecções traumáticas do joelho que, com o tornozelo, é a articulação mais sujeita às distorções. Neste caso, se observa uma inchação do joelho, que se aquece e é impossível de utilizar. Distorções, pancadas, seqüelas de fraturas e, especialmente, a preocupante luxação do menisco podem ser as causas. Em casos de distorções, os ligamentos que sustentam o joelho sofrem uma espécie de distensão. É importante consultar o médico para uma cura radical e, sobretudo, para que uma eventual lesão do menisco venha à tona. O menisco é uma pequena lâmina cartilaginosa entre as superfícies ósseas, com a finalidade de tornar sólida a articulação que, de outra forma, não teria estabilidade (com que inconvenientes, todos podem imaginar)! A inchação do joelho é devida à inflamação dos tecidos que envolvem a articulação e também à acumulação de sinóvia, o líquido que assegura a lubrificação da articulação (assim como óleo assegura o livre fluxo dos pistões nos cilindros). Alternar banhos quentes e frios em água com sal grosso. 95
  66. 66. A massagem em caso de dor no joelho Ponto nº 1 Dobre o joelho e procure a ponta da rótula. De uma e outra parte desta ponta se encontra uma cavidade fácil de colocar em evidência. Existem então dois pontos para cada joelho a ser massageados, em caso de dor. 96 Ponto nº 2 97 VOCÊ TEM... DORES NO TORNOZELO Como no caso do joelho, esta articulação extraordinariamente sutil, se pensamos no esforço que deve suportar, está muito exposta a fatos traumáticos de todo tipo, devidos essencialmente a atividades esportivas. O tornozelo incha e muitas vezes, também o pé. Em caso de
  67. 67. distorção, se percebe freqüentemente uma espécie de estalo seco no momento do choque, que corresponde ao estiramento brutal do ligamento. Muitas vezes a dor permite, não obstante, a continuação da marcha ou da atividade em curso. Somente quando a gente pára, muitas vezes algumas horas mais tarde, o mal piora e exige repouso forçado. As causas podem ser um movimento em falso, como se diz, um movimento forçado, capaz de exagerar o jogo natural da articulação. Trata-se de uma distorção, isto é, de um estiramento dos ligamentos, benigno na maioria dos casos. Ele volta ao lugar muito rapidamente, sob a condição de saber utilizar para a massagem o ponto chinês indicado. Se fosse um rasgão ou ruptura dos ligamentos, a articulação permaneceria instável, pelo qual será oportuno mostrar o tornozelo ao médico para maior tranqüilidade. . . depois de haver conscienciosamente massageado o ponto de acupuntura para fazer passar a dor. A alimentação, repito, joga sempre um papel fundamental. 98 Um regime dietético harmônico impede que se verifique todo tipo de distorção, pois mantém os ligamentos fortalecidos. A cura com banhos quentes e frios alternados é excelente em todos os casos de distorção (tornozelo, joelho, pulso) e permite quase sempre a retomada das atividades no dia seguinte. Pegue duas bacias: numa delas jogue água com gelo, na outra água tão quente quanto possa suportar, dissolvendo sal grosso. Mergulhe por um minuto o tornozelo alternadamente em uma e outra bacia até completar
  68. 68. dez minutos. Finalmente aplique no tornozelo uma faixa estreita. Existe um ponto muito eficaz em casos de distorção, tanto mais que permite fortalecer os ligamentos, se você está sujeito continuamente a distorções. Você encontra ele da forma indicada a seguir: A massagem em caso de dores do tornozelo 99 100 VOCÊ ESTÁ COM... DORES DAS PERNAS Pernas pesadas, cansadas, cãibras, dores surdas, pontadas agudas, sensação de agulhas que penetram fundo na barriga da perna: estes inconvenientes são muito comuns nas mulheres, jovens ou menos jovens, que esperam com impaciência o fim da jornada para relaxar e repousar as pernas que lhes fazem tanto mal. Muitas vezes incham também os tornozelos e se manifestam varizes. Trata-se de insuficiência círculatória dos membros inferiores, em outras palavras, da incapacidade ou pelo menos, da dificuldade que
  69. 69. têm os condutos venosos para fazer circular a coluna sangüinea dos pés até as virilhas. É fácil imaginar o esforço que as veias devem fornecer para que, em todo instante, o sangue supere uma diferença de desnível. Quando elas estão fortalecidas e funcionando, o retorno venoso se verifica sem problemas. As coisas ocorrem de forma diferente quando as paredes das veias estão enfraquecidas. As paredes das veias, de fato, possuem válvulas (comparáveis aos segmentos dos cilindros dos carros), cuja função é a de impedir o sangue de recair na medida em que sobe. Quando estas válvulas se relaxam, o sangue reflui para baixo provocando o aparecimento de estagnação do sangue, causa inchações e, sobretudo, dores nas pernas (especialmente nas mulheres obrigadas a trabalhar de pé o dia todo). 101 Numerosos preparados vegetais contém elementos capazes de fortalecer a parede venosa, com a condição de ingeri-los durante o ano todo: massagens chinesas são capazes de restituir pernas de gazela. Levante a cama na parte dos pés: isso vai ser útil para descongestionar, durante a noite, os membros inferiores. À noite, voltando para casa, deite com as pernas levantadas e cobertas com panos frios, O frio faz contrair os vasos, expelindo o sangue que se acumulou. Finalmente, pratique, de manhã e à tarde, o seguinte exercício: passe da posição agachada para a posição ereta seis vezes seguidas.
  70. 70. A massagem em caso de dores nas pernas O ponto está localizado na parte interna da perna, quatro dedos acima da saliência óssea do tornozelo, detrás do relevo ósseo da tíbia. Cuidado: não utilize este ponto em caso de gravidez. 102 103 VOCÊ TEM... CÃIMBRAS Numerosas e de diversos tipos são as contrações musculares dolorosas a que se dá o nome de cãímbras. Podem atingir qualquer ponto do corpo, mas sobretudo a extremidade dos membros: pés, barriga da perna, mãos. A falta de minerais (como cálcio ou magnésio), é universalmente reconhecida como uma das suas causas, mas com muita freqüência não fica abaixo da taxa normal. No caso, pode tratar-se de uma queda brusca, mas passageira, da taxa de cálcio no sangue, que se verifica por razões ainda inexplicáveis. Às vezes, estamos diante de um defeito de irrigação
  71. 71. arterial (arterite), e isto é mais grave, ou então de disfunção venosa (veja o capítulo de "dores das pernas"). Habitualmente se encontram, para as cãimbras, causas evidentes: frio, esforço muscular, gravidez, más posições, idade avançada, abundante transpiração, etc. A contração muscular é a conseqüência de uma descarga nervosa de tipo elétrico. Quando o nervo se torna hiperexcitável, dá-se uma espécie de "embalo" do músculo, que não mais se relaxa, precisamente, por causa desta excitação contínua, a que se dá o nome de "contração prolongada". Muitas vezes as cãimbras se verificam em pessoas de temperamento nervoso frágil, muito emotivas, extremamente sensíveis. É 104 conveniente estabilizar o estado nervoso com preparados vegetais com virtudes relaxantes e distensivas (banhos calmantes). Depois de haver massageado o ponto chinês, faça uma ligeira massagem da região contraída e complete a cura aplicando um saco de água quente. A massagem em caso de câimbras O ponto que domina as cãimbras e as contrações está localizado dois dedos detrás da articulação e o segundo dedo do pé, na parte dorsal deste último, numa cavidade bem perceptível entre os dois ossinhos.
  72. 72. 105 VOCÊ ESTÁ COM... NERVOSISMO Com este termo, agrupamos todos os estados de tensão nervosa. O relaxamento: cada um tem uma idéia a propósito e vai à procura dos momentos ou das ocupações que têm para ele virtudes distensivas, da forma em que se faz sentir a necessidade de distensão num mundo caótico como o atual. Ocorre, freqüentemente, que seja preciso encontrar a calma em meio à agitação e é muito difícil, naqueles momentos, conseguir fugir do barulho e as tensões que nos rodeiam. Esta dificuldade se traduz em irritabilidade, em estado ansioso e numa situação geral de contração e de tensões musculares. Algum ponto deve ajudar você a reencontrar a calma. As tensões externas, as preocupações, os inevitáveis problemas, é verdade, mas existe também, e sobretudo a falta de adaptação pessoal a este tipo de agressões. Saber permanecer em calma e saborear a paz interior em meio às dificuldades é um importante ponto de vantagem no jogo da vida, é a garantia de uma existência realizada. O que explica o sucesso das terapias de todos os tipos
  73. 73. que prometem, em altas vozes, dar a você a paz psíquica. A paz, a calma interior, são estados de ânimo possíveis e você pode atingi-los. É verdade, a conquista das mesmas requer paciência, esforço, muita fé, mas você pode chegar a elas. Para início de conversa, sai- 106 ba aplicar à sua vida as regras de uma vida harmônica, na alimentação, na higiene do corpo e do espírito. Alguma infusão de ervas, ou as mesmas na água do banho, vão ajudar você a superar os momentos difíceis. Lembre também o papel que a ioga e a acupuntura representam nestes casos A massagem em caso de nervosismo No meio da dobra de flexão do pulso (na parte da palma da mão) se encontra o ponto de nervosismo. Saiba também que: o ponto das cãimbras, o ponto das queimaduras, o ponto das palpitações, o ponto dos distúrbios dos meios de transporte, são também ótimos pontos sedativos, muito úteis neste caso.
  74. 74. 107 VOCÊ ESTÁ COM... TREMOR E TIMIDEZ Agrupamos, neste capítulo, todas as demonstrações daquilo que a medicina oficial chama de instabilidade emotiva: nervosismo excessivo, ansiedade, tremor, inquietude, com as respectivas repercussões fisiológicas: nó na garganta, sensação de pancada na boca do estômago, palpitações, palidez, suor, rubor no rosto. Os sinais deste estado emocional podem variar ao infinito, mas são de qualquer maneira, um tanto desagradáveis para aquele que sofre delas. Um exame, se você for estudante, um encontro, uma visita ou, em geral, toda situação que nos produz ansiedade ou medo. Trata-se sobretudo de ansiedade ou medo de si próprios, a falta de fé nos próprios meios, uma vez que, antes de mais nada, a moça com que se marcou encontro nunca, até os dias de hoje, devorou ninguém... Como para todos os estados de tensão nervosa, o mecanismo que a causa reside na profundeza secreta da psiquê. Alguns se confiam a psicólogos para tentar entender alguma coisa sobre o próprio problema. Pessoalmente acredito que as raízes sejam realmente por demais secretas para poderem ser esclarecidas, para que possam ser desenterradas. Para atingir a tranqüilidade, entre os métodos da medicina natural, temos a escolha entre a acupuntura, a homeopatia e a fitoterapia, que demonstraram ótimos resultados (se devem evitar, é
  75. 75. claro, os tranquilizantes químicos). Porém, o resultado pode ser ga- 108 rantido com o tempo se associado a estas terapias um programa psiquicamente equilibrante através de métodos como a ioga ou a meditação espiritual. A massagem em caso de tremor e timidez Na parte inferior da perna (lado interno), três dedos acima do maléolo interno, entre o osso e o tendão de Aquiles, se encontra o ponto que comanda a vontade e a fé em si próprios. 109 VOCÊ TEM... INSÔNIA Se existe um distúrbio muito difundido, este é a insônia. Podemos, esquematicamente, dividir o sono em três períodos: o
  76. 76. adormecimento, que é habitualmente uma fase muito curta, o sono profundo, que é a fase mais longa, e o sono ligeiro, que corresponde à última parte da noite e ao amanhecer. Esta divisão, baseada nas pesquisas sobre a fisiologia do sono, permitiu que se fabricassem diversos remédios contra a insônia, chamados hipnóticos. De fato, segundo os estudos, os distúrbios do sono atacam preferentemente em uma ou outra destas fases. Em alguns, a fase de entorpecimento é muito longa ou mesmo impossível de atingir; para outros, depois de um adormecimento rápido e correto, será reduzida a fase do sono profundo, com a conseqüência de que a maior parte da noite acaba por ser ocupada "pensando". É possível identificar todos os tipos de distúrbios: assim, existem pessoas que correm o risco de adormecer somente às quatro da manhã e acordam às oito com a cabeça estourando, incapazes de levantar para ir ao trabalho. Alguns têm o sono tão leve que acordam com o mínimo barulho e não conseguem voltar a adormecer; outros dormem com um sono pesado, mas cheio de sonhos desagradáveis e pesadelos, tanto que acordam cansados no dia seguinte. É realmente este o problema número um da insônia: a incapacidade, de parte de uma determinada pessoa, de encontrar o repouso suficiente através do sono (lembremos que o repouso é a função principal do sono). De fato, existem pessoas que conseguem dormir somente 110 três horas por noite, e que encontram, contudo, nesse breve período de sono, o repouso e a restauração necessários. O excesso de tensão nervosa e psíquica, o excesso de cansaço, a
  77. 77. impossibilidade de parar para refletir numa existência que nos leva a nos deixar invadir e a mergulhar nas dificuldades da vida, são as causas da insônia. Naturalmente, quando a causa da insônia é uma dor aguda, não se devem massagear os pontos da insônia, mas os correspondentes à região afetada. Para descrever com brevidade a ação dos medicamentos hipnóticos, digamos que provocam uma anestesia das zonas nervosas cerebrais que presidem a atividade e o sono. Mas o sono "químico" é de má qualidade: deixa, de manhã, uma impressão de viscosidade mental e a cabeça pesada, com um afrouxamento psíquico (as idéias tornam-se menos claras). As zonas cerebrais que controlam o ato de despertar e o sono estão localizadas na base do cérebro e estão a este ligadas por filamentos nervosos. Digamos, a propósito, que estas células vibram com uma certa freqüência durante a jornada, provocando a ativação de todas as zonas do cérebro; elas vibram, ao invés, com uma freqüência inferior durante a noite, permitindo um estado de repouso para o cérebro todo (este mecanismo pode ser comparado a um interruptor elétrico que faz com que, segundo os casos, que a corrente passe ou não passe). Trata-se, porém, de zonas frágeis, sujeitas principalmente ao controle de fatores psíquicos, fato que explica a escassa correspondência a regras fixas. Uma boa higiene de vida física, psíquica e espiritual é essencial. Mas, por tratar-se de um programa de longo fôlego, para permitir superar o momento crítico, comece suprimindo todas as drogas químicas, substituindo-as com reequilibrantes do sistema nervoso homeopáticos e vegetais e eventualmente com a acupuntura. Antes de deitar, tome um banho o mais quente que possa suportar e enriquecido com
  78. 78. vegetais escolhidos com base em seus efeitos sedativos. O banho frio, se pode ainda agüentá-lo é, porém, ainda mais eficaz que o banho quente. Se não dispõe de uma banheira, você 111 pode se envolver num lençol previamente mergulhado em água fria e deitar durante dez ou quinze minutos. A massagem em caso de insônia Eventualmente, se pode começar recorrendo aos pontos sedativos e antinervosismo. Depois, é possível realizar esta outra operação. A massagem se realiza com a unha do polegar e tem um efeito imediato. O resultado obtido dura porém uma só noite e é preciso repeti-lo a cada vez, um pouco como tomar um sonífero (com muita toxicidade a menos). Basta massagear a parte inferior do dedão do pé esquerdo, fazendo percorrer umas vinte vezes, muito lentamente, a unha do polegar de baixo para cima e de cima para baixo, com a parte posterior da unha. 112
  79. 79. VOCÊ TEM... VERTIGENS A vertigem é um distúrbio extremamente diversificado nas suas manifestações. Se podem, realmente, observar muitas, da simples perda do equilíbrio com a impressão de que o solo foge sob seus pés e do mal-estar com sensação repentina de cabeça vazia, até a vertigem real, que é a impressão de que os objetos mudam de lugar repentinamente e que começam a girar em torno de você, com náusea, vômito, zumbido nos ouvidos, suores etc. Estes distúrbios têm conseqüências enfadonhas, não sendo a última a do medo de sair sozinho, com temor de um repentino mal-estar longe da própria casa. As vartigens deixam, de qualquer maneira uma impressão de vácuo e de cansaço. As causas são as mais diversas. Em todo caso, é conveniente consultar um médico com o objetivo de identificar uma eventual causa grave, uma lesão cerebral, por exemplo, rara, mas possível. Mais freqüentemente a vertigem revela um pequeno desequilíbrio do sistema simpático ou parassimpático, que presidem os comportamentos automáticos do organismo. Podem, porém, existir causas de diversos tipos, que seria muito longo enumerar aqui e a cura das quais compete exclusivamente ao médico. A vertigem autêntica, tem a sua origem no labirinto, que é o órgão do equilíbrio e é um conjunto de circuitos localizados num osso que está na base do crânio e contendo um líquido. É com a se-
  80. 80. 113 qüência dos movimentos deste líquido que se processa a rotação da cabeça, que um estímulo nervoso é enviado aos membros para regular e adaptar a posição do corpo a cada nova situação. Este mecanismo, muito delicado, como se pode imaginar, no entanto pode comportar-se de modo anômalo e provocar respostas bruscas e desordenadas. Atenção: as pequenas vertigens (chamadas vulgarmente de atordoamentos) quase sempre se devem a uma vida irregular: insônia, falta de sono adequado, alimentação defeituosa, excesso de cansaço físico, psíquico e sexual. Faça deitar a pessoa atacada por vertigens e massageie o ponto seguinte. A massagem em caso de vertigens O ponto eficaz está localizado exatamente entre as sobrancelhas. Os chineses descobriram certamente as propriedades deste ponto na sua posição equilibrada em relação às sobrancelhas (como a agulha da balança entre os dois pratos). 114
  81. 81. VOCÊ TEM... ERUPÇÕES NA PELE As erupções da pele aparecem repentinamente e recobrem a pele com pequenas nódoas, com ou sem relevo, espalhando-se pelo corpo todo (se fala então de erupção generalizada) ou sobre uma só parte do corpo (estamos na presença, neste caso, de erupção localizada). Podem prurir (estamos falando de prurido) ou podem ter o bom gosto de não manifestarem sua presença. Segundo sinais de caráter geral aos quais as erupções podem estar associadas, febre, tosse, dores na garganta, exaustão, dor ou não, será orientado o diagnóstico do médico que, obviamente, deverá ser consultado. De qualquer forma, não está proibido experimentar com a massagem de dois pontos, cuja eficácia sobre as erupções da pele é conhecida pelos chineses há milhares de anos. O aparecimento de manchas sobre o corpo pode ser devido a múltiplas causas: num menino pode-se tratar simplesmente de uma doença exantemática, num adulto, de uma intoxicação aguda. Pode também ser intoxicação crônica: impurezas nos humores e nos tecidos causadas pelo excesso de toxinas de origem alimentar, sobretudo. Naturalmente pode tratar-se também de uma alergia. Finalmente não esqueça a eventual responsabilidade de um parasita. A erupção se deve à dilatação dos pequenos capilares que circulam sob a pele e a um minúsculo entupimento de sangue localizado num ponto. Trata-se de um processo inflamatório. 115
  82. 82. Reduza a quantidade de comida. É uma precaução necessária para tornar mais evidentes os benefícios das plantas depurativas de todo tipo, e são muitas, e de um regime alimentar bem equilibrado. Pode-se também tomar, como coadjuvantes, banhos com produtos ativos para aliviar o prurido. A massagem em caso de erupções da pele Procure, também neste caso, o ponto já visto a propósito dos parasitos intestinais. Está localizado, lembre-se, na extremidade externa do dedo mínimo do pé (a dupla eficiência vai parecer mais lógica quando se pensa que os vermes podem provocar o aparecimento de pústulas, por um mecanismo alérgico). 116 VOCÊ TEM DISTÚRBIOS DA MEMÓRIA Estes distúrbios, aparecem sempre quando se atinge uma certa
  83. 83. idade. A memória, este instrumento até agora fiel, nos abandona e nos encontramos numa situação adversa, maravilhados por não lembrar o nome daquele conhecido que encontramos por acaso ou de haver esquecido um encontro importante. Podemos distinguir as funções da memória em duas partes: existe uma memória dos fatos recentes e uma memória dos fatos passados há muito tempo. É um pouco como se a memória fosse uma fita magnética sobre a qual as impressões se gravassem de modo tanto mais indelével na medida em que se tornam mais velhas. Assim, nos distúrbios da memória, é de forma geral a lembrança dos fatos recentes quem sofre mais distúrbios, enquanto que o fato mais antigo no tempo permanece perfeito (trata-se de um fato desagradável, na medida em que não são as lembranças antigas que nos servem nas nossas atividades quotidianas e profissionais). Se pode acusar o envelhecimento cerebral, mas devemos confessar que as causas dos distúrbios da memória permanecem obscuras. De fato, uma pessoa com as funções cerebrais impecáveis, ainda jovem, pode sofrer perdas de memória, enquanto que um outro, ancião, atacado por problemas circulatórios ou cerebrais, conserva uma memória intacta dos fatos recentes bem como dos fatos mais antigos no tempo. 117 É verdade que os distúrbios da irrigação cerebral provocam (entre outros inconvenientes mais ou menos graves) problemas na memória. Penso, porém, que a função da higiene de vida seja muito importante. Tanto a superutilização do cérebro (pessoas intelectualmente muito
  84. 84. ativas, com muitas responsabilidades etc.) que a subutilização (pensionatos, ociosos, etc.) podem reduzir as faculdades cerebrais (no primeiro caso, é o superaquecimento; no segundo, o resfriamento). A massagem em caso de distúrbios da memória No vértice do crânio, o ponto em que começa a cair o cabelo perto dos cinqüenta anos... 118 SEGUNDA PARTE AS DOENÇAS FUNCIONAIS As doenças funcionais dependem de uma lesão que aparece progressivamente a nível de um órgão ou de um aparelho. A lesão não é ainda evidente, mas se manifestam dores e distúrbios de vários tipos. Em suma, o órgão cumpre mal a sua função. A sua integridade não está ainda em causa, mas o seu trabalho é realizado de forma imper feita. É possível comparar este estado de coisas a um motor de carro que, por causa de um consumo excessivo de água, se aqueça demais. Se a
  85. 85. água vier a faltar totalmente, é evidente que o motor vai ficar "gripado" e fundir. Estamos, neste ponto, na fase da doença orgânica no qual a lesão é já um estado de fato. 119 VOCÊ ESTÁ COM... FADIGA - FALTA DE FORÇAS Eis uma queixa muito comum nos nossos dias: "me falta energia... não tenho mais forças. . . estou nas últimas.. . estou arrasado. . .". Todas elas sensações que nos levam a pedir ao médico, fortificantes, reconstituintes. Na realidade, é preciso saber distinguir entre duas espécies de fadiga. Existe o cansaço da manhã, aquele das pessoas que, a partir do momento em que acordam, estão exaustas, sem força e sem interesse por nada. É, muito provavelmente, de origem psíquica. E existe o cansaço da noite: este certamente é físico. Finalmente, se podem lembrar também as crises das onze da manhã e das cinco da tarde, relacionadas ao vazio estomacal. Isto posto, a fadiga é um fenômeno complexo: é preciso consultar o médico para identificar as causas profundas, que podem ser também graves se surgirem vertigens, palidez, emagrecimento, falta de apetite etc. Realmente se encontram doenças orgânicas freqüentemente sérias,
  86. 86. como as disfunções endócrinas; o diabete, por exemplo, as hemorragias crônicas, estados infecciosos de vários tipos etc., que o médico deverá saber reconhecer e curar. Mas com maior freqüência não se encontra nada de concreto, depois de milhares e milhares de cruzados gastos em exames de laboratório, em radiografias, em testes de todos os tipos. Podemos dizer que em noventa por cento dos casos o cansaço é o resultado 121 das tensões excessivas em meio às quais vivemos. Parece que o corpo e o cérebro por demais solicitados se bloqueiam e se colocam em repouso forçado, entregando-se diante da sua incapacidade de manter o ritmo da "demanda". O sistema nervoso, exaurido já não pelo excesso de cansaço, mas pelo excesso de tensão que o bombardeia de todos os lados, encontra-se vazio, descarregado como uma pilha, o que lhe dá uma sensação de exaustão, apesar de não se poder falar de exaustão quando o organismo está intato. É a energia nervosa o que está faltando. Quando não é o resultado de uma disfunção orgânica, o cansaço é um sintoma geral que denuncia ou uma contaminação progressiva do organismo, ou um processo de empobrecimento da carga do sistema nervoso, que deveria fornecer os impulsos vitais que permitem às células que cumpram as próprias funções. Em poucas palavras, o corpo contaminado por impurezas e sem energia nervosa, perde a capacidade de reagir corretamente aos estímulos e permanecer em atividade. Trata-se de um círculo vicioso. É preciso adotar um programa de revitalização, que compreende a adoção de um regime alimentício sadio e fortalecedor, com
  87. 87. vegetais escolhidos pelas suas propriedades remineralizantes e energéticas. Com- preende também tratamentos vegetais e conselhos sobre as maneiras de levar a vida a nível de higiene, de conduta profissional e de vida mental. 122 123 A massagem em caso de fadiga e falta de forças Antes de colocar em ação este programa, observe as pernas e ache o "ponto da força". Está localizado sob o joelho, sobre a parte externa da perna. Eis as coordenadas: de alto para baixo está localizado a cinco dedos abaixo da extremidade da rótula; horizontalmente a meio caminho entre a tíbia e o perônio. Faça massagens constantes, profundas e em ambas as pernas. Os chineses chamam-no de "ponto caldeira". 124
  88. 88. VOCÊ TEM... ANEMIA Trata-se da carência de glóbulos vermelhos do sangue. Os glóbulos vermelhos possuem uma importância fundamental, em função deles captarem o oxigênio nos alvéolos pulmonares e o levarem até os tecidos, fixando-o num pigmento que os cobre de vermelho, daí o seu nome. Este pigmento se chama hemoglobina. Na falta de glóbulos vermelhos, o organismo se empobrece de oxigênio e passa a respirar mal, mesmo que a ventilação dos pulmões seja boa. Parece um paradoxo, mas é assim mesmo. O corpo sofre de uma asfixia lenta, porém progressiva, Isto não tem nada a ver com o quadro dramático da asfixia aguda, mas o resultado, a longo prazo, se faz sentir: cansaço, perda das forças e, sobretudo, aparecimento de pequenas doenças de diversos tipos que acabam por tornar-se graves se não são tratadas. No caso da anemia, os livros de medicina se contam em dezenas de volumes que esgotam o tema, e seria presunçoso pretender definir o problema em poucas linhas. Digamos que tudo pode provocar uma anemia, mesmo e sobretudo respirar o ar da rua (quando está poluído com vapores de gasolina). Podemos portanto imaginar a generalização desta moléstia entre os povos atuais, pois o ambiente cronicamente poluído em que estamos mergulhados ataca e empobrece a medula óssea, que é o principal fabricante dos nossos glóbulos vermelhos. Naturalmente, as hemorragias crônicas são uma causa evidente e imediata de anemia (regras prolongadas no tempo e abundantes, por exemplo).
  89. 89. 125 A massagem em caso de anemia Como vimos, trata-se da diminuição dos glóbulos vermelhos no sangue. Os tecidos, não sendo mais providos de oxigênio, se enfraquecem e se carregam de impurezas, pois o oxigênio é o órgão do funcionamento das células. Aproveitamos estas breves linhas para tentar erradicar uma velha e obstinada convicção, muito sólida nas famílias, segundo a qual se opina que se deva comer "uma boa carne vermelha", para reconquistar glóbulos vermelhos. É falso, mais do que falso! De fato, a carne traz ao organismo mais toxinas que glóbulos vermelhos e, no fim das contas, se somarmos as vantagens e desvantagens da carne, encontramos pessoas mais enfraquecidas comendo carne, do que as que não a consomem. Os vegetarianos inteligentes ignoram a anemia, bem como não conhecem a fadiga. Como pensam que faz o boi, no qual admiramos e comemos a carne, aparentemente tão promissora em termos de saúde, para fabricar os próprios glóbulos vermelhos? Comendo ervas, simplesmente a erva verde das pradarias. Esta reflexão pode ser um meio válido para se convencer as pessoas para que façam o mesmo. Comer muito, muitíssimo, enormemente vegetais verdes e crus.

×