SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 19
Baixar para ler offline
Delimitação de Bairros
de Salvador
Centro Interdisciplinar de Desenvolvimento e Gestão Social –
CIAGS / EAdministração – UFBA
Edital MCT/CNPq/CT-Hidro/ CT-Agro
Fundação OndaAzul
CONDER
EMBASA
SEMARH/SRH-CRA
SEPLAM / SMA – PMS
Agenda
08:00 – 08:30 – Cadastramento
08:30 – 08:40 – Abertura: PMS – SEPLAM, UFBA / PMS - AR 1
08:40 – 09:10 – Apresentação do Projeto: PMS - SMA
09:10 – 09:30 – Apresentação da Metodologia: CONDER
09:30 – 11:00 – Trabalho grupo
11:00 – 11:30 – Intervalo
11:30 – 12:50 – Consolidação
12:50 – 13:00 – Encerramento: PMS (SEPLAM, AR 1, SMA), UFBA,
CONDER
Por que Delimitar Bairro?
Para estabelecer uma base territorial que considere a dinâmica da
vida urbana e esteja mais próxima do cidadão;
Para construir uma unidade de referência para a gestão pública,
fundamentada na noção de pertencimento, de identidade e no
reconhecimento popular;
Para rever e atualizar os limites de bairro instituídos pela Lei
Municipal nº. 1.038 de 1960;
Para compatibilizar os distintos recortes territoriais (setores
censitários e regiões administrativas)
Para subsidiar a produção de indicadores sociais, econômicos,
ambientais e político-institucionais;
Para padronizar o endereçamento.
Metodologia do Projeto
A participação das organizações sociais, através da realização de
reuniões nas Administrações Regionais, é fundamental neste
Projeto, que deverá passar pelas seguintes etapas:
Reconhecimento preliminar do sitio e levantamento histórico;
Delimitação preliminar do bairro através da jurisdição
associativa (imaginário da sociedade civil organizada);
Pesquisa amostral/imaginário da comunidade (imaginário do
cidadão);
Consolidação das malhas existentes;
Georreferenciamento dos marcos e limites;
Elaboração de Projeto de Lei para institucionalização dos
Limites;
Implantação de sinalizações nos limites dos bairros.
Papel Estratégico das Organizações da Sociedade Civil
/ Cidadão
Entidades da
Sociedade Civil
CONDER/
UFBA/
PMS
OndaAzul
Administrações
Regionais
PMS
Bairros – Breve Histórico
11ºº DonatDonatáário da Bahiario da Bahia
Bairros – Breve Histórico
AS FREGUESIAS: (Primeira Divisão Recenseadora do Brasil)
1. Sé ou São Salvador (criada em 1552)
2. Nossa Senhora da Vitória (criada em 1561)
3. Nossa Senhora da Conceição da Praia (criada em 1623)
4. Santo Antonio Além do Carmo (criada em 1646)
5. São Pedro Velho (criada em 1679)
6. Santana do Sacramento (criada em 1679)
7. Santíssimo Sacramento da Rua do Passo (criada em 1718)
8. Nossa Senhora de Brotas (criada em 1718)
9. Santíssimo Sacramento do Pilar (criada em 1720)
10. Nossa Senhora da Penha (criada em 1760)
Bairros – Breve Histórico
Divisão Administrativa de 1911- estabelece 11 distritos;
Divisão Administrativa de 1931 - cria-se mais cinco distritos;
Decreto-Lei n° 10.724/38 - considera um só distrito – Salvador – e 24 Zonas
Decreto-Lei n° 141/43 (Estadual) - altera a denominação Zona para Subdistrito;
Decreto-Lei n° 701/48 - estabelece limite de setores;
Decreto n° 1.335/54 - regulamenta os setores;
Lei n° 502 de 12/08/1954 - divide o município em 5 distritos (Salvador, Nossa
Sra das Candeias, Água Comprida, Ipitanga e Madre de Deus) – o distrito de
Salvador passa a ter 20 sub-distritos;
Lei nº 1038/1960, que estabelece os limites dos distritos, sub-distritos
e bairros, sendo reconhecidos 32 (trinta e dois) bairros na cidade;
Lei n° 1.855 de 05/04/1966 - cria o primeiro Código de Urbanismo e estabelece
novos limites de setores;
Lei n° 2403/72 – Código de Obras - estabelece 21 setores no município;
Lei no 2454 de 04/01/1973 - estabelece limite municipal e interdistritais (2
distritos e 22 sub-distritos);
Lei n° 2682/75 - mantém os setores do Código de Urbanismo (muda gabarito);
Lei n° 2744/75 - cria as Zonas Homogêneas (muda gabarito dos setores);
Decreto Nº 7.791/87 - cria as Regiões Administrativas – RA’s
Recortes Territoriais - Legislação Vigente
Lei Municipal nº 1038/60 - delimitação urbana e suburbana
dos distritos e sub-distritos do município do Salvador e
divide a cidade em bairros;
Lei Municipal nº 2454/73 - estabelece os limites do
município de Salvador e as divisas interdistritais;
Lei Municipal nº 6586/2004 (PDDU/2004) - estabelece
novos limites das Regiões Administrativas;
Bases em Uso na PMS
SEPLAM: Setores Censitários / ZI / RA
Secretaria da Saúde: Distritos Sanitários
Secretaria de Educação: CRE
SETIN/STP/SET: Setores Censitários / Zonas de Tráfego;
SEFAZ: RA / Bairros (Divisão Aleatória) / Distritos e Sub-
distritos
Malhas de Bairro em Uso
SEPLAMSEPLAM
IBGEIBGE
CorreiosCorreios
CONDERCONDER
O que é Bairro
A identidade da população começa no bairro
(aí começa o bairrismo).
Bárri = Bairro (do árabe vulgar/popular)
A cidade resulta da complexa associação econômica, social, ambiental e
político-institucional desses espaços, reconhecidos pelos seus moradores e
usuários.
Bairro: Pertencimento – Identidade
O que é Bairro
Unidade de delimitação territorial com
consolidação histórica, que incorpora a noção de
pertencimento das comunidades que o
constituem; que utilizam os mesmos
equipamentos comunitários; que mantêm relações
de vizinhança e que reconhecem seus limites pelo
mesmo nome.
O que é Centro de Bairro / Localidade
Centro de bairro
Área na qual convergem e se articulam os principais fluxos do
bairro ou da região dotado de variedade de serviços e infra-
estrutura, com bom grau de acessibilidade.
Localidade
Unidade de delimitação territorial de menor porte, sem uma
centralidade definida que constitui o bairro, representado por
um ponto.
Critérios para Definição e Delimitação de Bairro
Opinião da população com relação a área;
Barreiras físicas naturais (hidrografia, topografia);
Barreiras impostas por intervenções (urbanização);
Área ocupada;
Concentração de equipamentos e serviços urbanos
(Independência/inexistência);
Sistema viário e acessibilidade;
Serviço de transporte;
Organização comunitária;
Ponto de corte (fundo de lote, eixo de logradouro).
Setores
Censitários
? Bairros ?
Áreas de
Ponderação
do IBGE
? ? RA
Diagrama deDiagrama de Recortes TerritoriaisRecortes Territoriais
Produtos
Lei de Bairro;
Redefinição dos Setores Censitários do
IBGE;
Redelimitação das ARs;
Padronização do Endereçamento /
Sinalização.
Cronograma de Trabalho
Proposta de Delimitação
do Bairro - Centro

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Lei Complementar 399/97 com alterações propostas
Lei Complementar 399/97 com alterações propostasLei Complementar 399/97 com alterações propostas
Lei Complementar 399/97 com alterações propostasAlvaro Santi
 
Apresentação da Prestação de contas 6º bimestre 2010
Apresentação da Prestação de contas 6º  bimestre 2010Apresentação da Prestação de contas 6º  bimestre 2010
Apresentação da Prestação de contas 6º bimestre 2010Japria Muito Feliz
 
Entidades Habilitadas nas Eleições do SAMU
Entidades Habilitadas nas Eleições do SAMUEntidades Habilitadas nas Eleições do SAMU
Entidades Habilitadas nas Eleições do SAMUFred Oliveira
 
Pl 035 2015 altera dispositivos da lei municipal nº 5.434 comtur
Pl 035 2015  altera dispositivos da lei municipal nº 5.434 comturPl 035 2015  altera dispositivos da lei municipal nº 5.434 comtur
Pl 035 2015 altera dispositivos da lei municipal nº 5.434 comturClaudio Figueiredo
 
Observatório urbano de são paulo
Observatório urbano de são paulo Observatório urbano de são paulo
Observatório urbano de são paulo Lucas Santos
 
Lei n° 851 de 26.04.2007 altera dispositivo da lei municipal n. 750 de 29.01
Lei n° 851 de 26.04.2007   altera dispositivo da lei municipal n. 750 de 29.01Lei n° 851 de 26.04.2007   altera dispositivo da lei municipal n. 750 de 29.01
Lei n° 851 de 26.04.2007 altera dispositivo da lei municipal n. 750 de 29.01ctpocoes
 
Requerimento 8 meta 7
Requerimento 8   meta 7Requerimento 8   meta 7
Requerimento 8 meta 7RAPPER PIRATA
 
Boletimseplanpiemonteparaguaçú2013
Boletimseplanpiemonteparaguaçú2013Boletimseplanpiemonteparaguaçú2013
Boletimseplanpiemonteparaguaçú2013Josete Sampaio
 
Minuta de Projeto de Lei Complementar
Minuta de Projeto de Lei ComplementarMinuta de Projeto de Lei Complementar
Minuta de Projeto de Lei ComplementarAlvaro Santi
 
Plano de governo zé lauro 10
Plano de governo zé lauro 10Plano de governo zé lauro 10
Plano de governo zé lauro 10victorbarros16
 
Construir: cacilhas vai ter plano de pormenor para qualificação urbana em 2011
Construir: cacilhas vai ter plano de pormenor para qualificação urbana em 2011Construir: cacilhas vai ter plano de pormenor para qualificação urbana em 2011
Construir: cacilhas vai ter plano de pormenor para qualificação urbana em 2011vivercacilhas
 
CPM Aricanduva/Formosa/Carrão Ata da 10a. reunião ordinária - Novembro (2016)
CPM Aricanduva/Formosa/Carrão Ata da 10a. reunião ordinária - Novembro (2016) CPM Aricanduva/Formosa/Carrão Ata da 10a. reunião ordinária - Novembro (2016)
CPM Aricanduva/Formosa/Carrão Ata da 10a. reunião ordinária - Novembro (2016) Rogério de Moura
 
Convocação cmsi 11 02 2016
Convocação cmsi  11 02 2016Convocação cmsi  11 02 2016
Convocação cmsi 11 02 2016Fred Oliveira
 
Decreto 37391 2013 - ii conferência pg 2 (1)
Decreto 37391 2013 -  ii conferência pg 2 (1)Decreto 37391 2013 -  ii conferência pg 2 (1)
Decreto 37391 2013 - ii conferência pg 2 (1)Yasmin Thayná
 

Mais procurados (20)

Lei Complementar 399/97 com alterações propostas
Lei Complementar 399/97 com alterações propostasLei Complementar 399/97 com alterações propostas
Lei Complementar 399/97 com alterações propostas
 
Apresentação da Prestação de contas 6º bimestre 2010
Apresentação da Prestação de contas 6º  bimestre 2010Apresentação da Prestação de contas 6º  bimestre 2010
Apresentação da Prestação de contas 6º bimestre 2010
 
Entidades Habilitadas nas Eleições do SAMU
Entidades Habilitadas nas Eleições do SAMUEntidades Habilitadas nas Eleições do SAMU
Entidades Habilitadas nas Eleições do SAMU
 
Pl 035 2015 altera dispositivos da lei municipal nº 5.434 comtur
Pl 035 2015  altera dispositivos da lei municipal nº 5.434 comturPl 035 2015  altera dispositivos da lei municipal nº 5.434 comtur
Pl 035 2015 altera dispositivos da lei municipal nº 5.434 comtur
 
Observatório urbano de são paulo
Observatório urbano de são paulo Observatório urbano de são paulo
Observatório urbano de são paulo
 
Anexo 13 prestação de contas 2017
Anexo 13   prestação de contas 2017Anexo 13   prestação de contas 2017
Anexo 13 prestação de contas 2017
 
Carderno de propostas chapa 1
Carderno de propostas chapa 1Carderno de propostas chapa 1
Carderno de propostas chapa 1
 
Lei n° 851 de 26.04.2007 altera dispositivo da lei municipal n. 750 de 29.01
Lei n° 851 de 26.04.2007   altera dispositivo da lei municipal n. 750 de 29.01Lei n° 851 de 26.04.2007   altera dispositivo da lei municipal n. 750 de 29.01
Lei n° 851 de 26.04.2007 altera dispositivo da lei municipal n. 750 de 29.01
 
Requerimento 8 meta 7
Requerimento 8   meta 7Requerimento 8   meta 7
Requerimento 8 meta 7
 
Boletimseplanpiemonteparaguaçú2013
Boletimseplanpiemonteparaguaçú2013Boletimseplanpiemonteparaguaçú2013
Boletimseplanpiemonteparaguaçú2013
 
Minuta de Projeto de Lei Complementar
Minuta de Projeto de Lei ComplementarMinuta de Projeto de Lei Complementar
Minuta de Projeto de Lei Complementar
 
Plano de governo zé lauro 10
Plano de governo zé lauro 10Plano de governo zé lauro 10
Plano de governo zé lauro 10
 
Apresentação Centro Colaborador
Apresentação Centro ColaboradorApresentação Centro Colaborador
Apresentação Centro Colaborador
 
D.O. - 08/11/2014
D.O. - 08/11/2014D.O. - 08/11/2014
D.O. - 08/11/2014
 
Construir: cacilhas vai ter plano de pormenor para qualificação urbana em 2011
Construir: cacilhas vai ter plano de pormenor para qualificação urbana em 2011Construir: cacilhas vai ter plano de pormenor para qualificação urbana em 2011
Construir: cacilhas vai ter plano de pormenor para qualificação urbana em 2011
 
CPM Aricanduva/Formosa/Carrão Ata da 10a. reunião ordinária - Novembro (2016)
CPM Aricanduva/Formosa/Carrão Ata da 10a. reunião ordinária - Novembro (2016) CPM Aricanduva/Formosa/Carrão Ata da 10a. reunião ordinária - Novembro (2016)
CPM Aricanduva/Formosa/Carrão Ata da 10a. reunião ordinária - Novembro (2016)
 
Pm boa vista morar legal
Pm boa vista   morar legalPm boa vista   morar legal
Pm boa vista morar legal
 
Convocação cmsi 11 02 2016
Convocação cmsi  11 02 2016Convocação cmsi  11 02 2016
Convocação cmsi 11 02 2016
 
Decreto 37391 2013 - ii conferência pg 2 (1)
Decreto 37391 2013 -  ii conferência pg 2 (1)Decreto 37391 2013 -  ii conferência pg 2 (1)
Decreto 37391 2013 - ii conferência pg 2 (1)
 
Requerimento 3
Requerimento 3Requerimento 3
Requerimento 3
 

Destaque

Cartograma das Prefeituras Bairros de Salvador
Cartograma das Prefeituras Bairros de SalvadorCartograma das Prefeituras Bairros de Salvador
Cartograma das Prefeituras Bairros de SalvadorVera Santos
 
Revisão biologia 2011 2 CEUE pre-vestibular
Revisão biologia 2011 2 CEUE pre-vestibularRevisão biologia 2011 2 CEUE pre-vestibular
Revisão biologia 2011 2 CEUE pre-vestibularJuan Zambon
 
Geografia Física Do Brasil E Mundial Parte 2
Geografia Física Do Brasil E Mundial   Parte 2Geografia Física Do Brasil E Mundial   Parte 2
Geografia Física Do Brasil E Mundial Parte 2ProfMario De Mori
 
Salvador antiga – fotos raras
Salvador antiga – fotos rarasSalvador antiga – fotos raras
Salvador antiga – fotos rarasvaltermn
 
Geografia do Brasil - Corujão (Colégio Ambiental).
Geografia do Brasil - Corujão (Colégio Ambiental).Geografia do Brasil - Corujão (Colégio Ambiental).
Geografia do Brasil - Corujão (Colégio Ambiental).joao paulo
 
Salvador: Uma cidade, muitos destinos
Salvador: Uma cidade, muitos destinosSalvador: Uma cidade, muitos destinos
Salvador: Uma cidade, muitos destinosLM Frotas
 

Destaque (8)

Cartograma das Prefeituras Bairros de Salvador
Cartograma das Prefeituras Bairros de SalvadorCartograma das Prefeituras Bairros de Salvador
Cartograma das Prefeituras Bairros de Salvador
 
Salvador antiga em imagens
Salvador antiga em imagensSalvador antiga em imagens
Salvador antiga em imagens
 
Revisão biologia 2011 2 CEUE pre-vestibular
Revisão biologia 2011 2 CEUE pre-vestibularRevisão biologia 2011 2 CEUE pre-vestibular
Revisão biologia 2011 2 CEUE pre-vestibular
 
Geografia Física Do Brasil E Mundial Parte 2
Geografia Física Do Brasil E Mundial   Parte 2Geografia Física Do Brasil E Mundial   Parte 2
Geografia Física Do Brasil E Mundial Parte 2
 
Salvador, Bahia
Salvador, BahiaSalvador, Bahia
Salvador, Bahia
 
Salvador antiga – fotos raras
Salvador antiga – fotos rarasSalvador antiga – fotos raras
Salvador antiga – fotos raras
 
Geografia do Brasil - Corujão (Colégio Ambiental).
Geografia do Brasil - Corujão (Colégio Ambiental).Geografia do Brasil - Corujão (Colégio Ambiental).
Geografia do Brasil - Corujão (Colégio Ambiental).
 
Salvador: Uma cidade, muitos destinos
Salvador: Uma cidade, muitos destinosSalvador: Uma cidade, muitos destinos
Salvador: Uma cidade, muitos destinos
 

Semelhante a Delimitação de Bairros de Salvador

Apresentação gp economia
Apresentação gp economiaApresentação gp economia
Apresentação gp economiaPlinio Menezes
 
Boas práticas contábeis no Terceiro Setor - Fundação Roberto Marinho
Boas práticas contábeis no Terceiro Setor - Fundação Roberto MarinhoBoas práticas contábeis no Terceiro Setor - Fundação Roberto Marinho
Boas práticas contábeis no Terceiro Setor - Fundação Roberto MarinhoCaio Pontes
 
Parâmetros urbanísiticos versão 4º curso
Parâmetros urbanísiticos   versão 4º cursoParâmetros urbanísiticos   versão 4º curso
Parâmetros urbanísiticos versão 4º cursoRoberto Murta Filho
 
Prestação de Contas
Prestação de ContasPrestação de Contas
Prestação de ContasSerjão
 
Revista Entre Sem Bater !
Revista Entre Sem Bater !Revista Entre Sem Bater !
Revista Entre Sem Bater !Paulinha Silva
 
Revista Entre Sem Bater
Revista Entre Sem BaterRevista Entre Sem Bater
Revista Entre Sem BaterPaulinha Silva
 
Modelos de Urbanismo e Mobilidade
Modelos de Urbanismo e MobilidadeModelos de Urbanismo e Mobilidade
Modelos de Urbanismo e MobilidadeEsc Sec Gama Barros
 
Plano Plurianual - Bom Jardim MA. Metas para 2014-2017
Plano Plurianual -  Bom Jardim MA. Metas para 2014-2017Plano Plurianual -  Bom Jardim MA. Metas para 2014-2017
Plano Plurianual - Bom Jardim MA. Metas para 2014-2017Adilson P Motta Motta
 
Apresentação - CBH Jequitaí e Pacuí
Apresentação - CBH Jequitaí e PacuíApresentação - CBH Jequitaí e Pacuí
Apresentação - CBH Jequitaí e Pacuícbhjequitaiepacui
 
Relatório PGIRS Uibaí.pdf
Relatório PGIRS Uibaí.pdfRelatório PGIRS Uibaí.pdf
Relatório PGIRS Uibaí.pdfAlex Alecrim
 
Plano de gestão integrada de resíduos sólidos de Uibaí bahia.
Plano de gestão integrada de resíduos sólidos de Uibaí bahia.Plano de gestão integrada de resíduos sólidos de Uibaí bahia.
Plano de gestão integrada de resíduos sólidos de Uibaí bahia.Alex Alecrim
 
Ata Conselho do Meio Ambiente de 05 2010
Ata Conselho do Meio Ambiente de 05 2010Ata Conselho do Meio Ambiente de 05 2010
Ata Conselho do Meio Ambiente de 05 2010Marcus David
 
Relatório das ações da SIDESC Julho de 2017
Relatório das ações da SIDESC Julho de 2017Relatório das ações da SIDESC Julho de 2017
Relatório das ações da SIDESC Julho de 2017Geraldina Braga
 
Projeto de legalização fundiária urbana
Projeto de legalização fundiária urbanaProjeto de legalização fundiária urbana
Projeto de legalização fundiária urbanachrystianlima
 

Semelhante a Delimitação de Bairros de Salvador (20)

Apresentação gp economia
Apresentação gp economiaApresentação gp economia
Apresentação gp economia
 
Boas práticas contábeis no Terceiro Setor - Fundação Roberto Marinho
Boas práticas contábeis no Terceiro Setor - Fundação Roberto MarinhoBoas práticas contábeis no Terceiro Setor - Fundação Roberto Marinho
Boas práticas contábeis no Terceiro Setor - Fundação Roberto Marinho
 
Parâmetros urbanísiticos versão 4º curso
Parâmetros urbanísiticos   versão 4º cursoParâmetros urbanísiticos   versão 4º curso
Parâmetros urbanísiticos versão 4º curso
 
D.O. Mesquita/RJ - 08/01/2015
D.O. Mesquita/RJ - 08/01/2015D.O. Mesquita/RJ - 08/01/2015
D.O. Mesquita/RJ - 08/01/2015
 
D.O. Mesquita/RJ - 08/01/2015
D.O. Mesquita/RJ - 08/01/2015D.O. Mesquita/RJ - 08/01/2015
D.O. Mesquita/RJ - 08/01/2015
 
Prestação de Contas
Prestação de ContasPrestação de Contas
Prestação de Contas
 
Revista Entre Sem Bater !
Revista Entre Sem Bater !Revista Entre Sem Bater !
Revista Entre Sem Bater !
 
Revista Entre Sem Bater
Revista Entre Sem BaterRevista Entre Sem Bater
Revista Entre Sem Bater
 
D.O. - 20/11/2014
D.O. - 20/11/2014D.O. - 20/11/2014
D.O. - 20/11/2014
 
Modelos de Urbanismo e Mobilidade
Modelos de Urbanismo e MobilidadeModelos de Urbanismo e Mobilidade
Modelos de Urbanismo e Mobilidade
 
Plano Plurianual - Bom Jardim MA. Metas para 2014-2017
Plano Plurianual -  Bom Jardim MA. Metas para 2014-2017Plano Plurianual -  Bom Jardim MA. Metas para 2014-2017
Plano Plurianual - Bom Jardim MA. Metas para 2014-2017
 
Apresentação - CBH Jequitaí e Pacuí
Apresentação - CBH Jequitaí e PacuíApresentação - CBH Jequitaí e Pacuí
Apresentação - CBH Jequitaí e Pacuí
 
Relatório PGIRS Uibaí.pdf
Relatório PGIRS Uibaí.pdfRelatório PGIRS Uibaí.pdf
Relatório PGIRS Uibaí.pdf
 
Plano de gestão integrada de resíduos sólidos de Uibaí bahia.
Plano de gestão integrada de resíduos sólidos de Uibaí bahia.Plano de gestão integrada de resíduos sólidos de Uibaí bahia.
Plano de gestão integrada de resíduos sólidos de Uibaí bahia.
 
Ata cmma 05 10
Ata cmma 05 10Ata cmma 05 10
Ata cmma 05 10
 
Ata Conselho do Meio Ambiente de 05 2010
Ata Conselho do Meio Ambiente de 05 2010Ata Conselho do Meio Ambiente de 05 2010
Ata Conselho do Meio Ambiente de 05 2010
 
Ctr santa rosa x piranema atualiz
Ctr santa rosa x piranema atualizCtr santa rosa x piranema atualiz
Ctr santa rosa x piranema atualiz
 
Serrano 208
Serrano 208Serrano 208
Serrano 208
 
Relatório das ações da SIDESC Julho de 2017
Relatório das ações da SIDESC Julho de 2017Relatório das ações da SIDESC Julho de 2017
Relatório das ações da SIDESC Julho de 2017
 
Projeto de legalização fundiária urbana
Projeto de legalização fundiária urbanaProjeto de legalização fundiária urbana
Projeto de legalização fundiária urbana
 

Delimitação de Bairros de Salvador

  • 1. Delimitação de Bairros de Salvador Centro Interdisciplinar de Desenvolvimento e Gestão Social – CIAGS / EAdministração – UFBA Edital MCT/CNPq/CT-Hidro/ CT-Agro Fundação OndaAzul CONDER EMBASA SEMARH/SRH-CRA SEPLAM / SMA – PMS
  • 2. Agenda 08:00 – 08:30 – Cadastramento 08:30 – 08:40 – Abertura: PMS – SEPLAM, UFBA / PMS - AR 1 08:40 – 09:10 – Apresentação do Projeto: PMS - SMA 09:10 – 09:30 – Apresentação da Metodologia: CONDER 09:30 – 11:00 – Trabalho grupo 11:00 – 11:30 – Intervalo 11:30 – 12:50 – Consolidação 12:50 – 13:00 – Encerramento: PMS (SEPLAM, AR 1, SMA), UFBA, CONDER
  • 3. Por que Delimitar Bairro? Para estabelecer uma base territorial que considere a dinâmica da vida urbana e esteja mais próxima do cidadão; Para construir uma unidade de referência para a gestão pública, fundamentada na noção de pertencimento, de identidade e no reconhecimento popular; Para rever e atualizar os limites de bairro instituídos pela Lei Municipal nº. 1.038 de 1960; Para compatibilizar os distintos recortes territoriais (setores censitários e regiões administrativas) Para subsidiar a produção de indicadores sociais, econômicos, ambientais e político-institucionais; Para padronizar o endereçamento.
  • 4. Metodologia do Projeto A participação das organizações sociais, através da realização de reuniões nas Administrações Regionais, é fundamental neste Projeto, que deverá passar pelas seguintes etapas: Reconhecimento preliminar do sitio e levantamento histórico; Delimitação preliminar do bairro através da jurisdição associativa (imaginário da sociedade civil organizada); Pesquisa amostral/imaginário da comunidade (imaginário do cidadão); Consolidação das malhas existentes; Georreferenciamento dos marcos e limites; Elaboração de Projeto de Lei para institucionalização dos Limites; Implantação de sinalizações nos limites dos bairros.
  • 5. Papel Estratégico das Organizações da Sociedade Civil / Cidadão Entidades da Sociedade Civil CONDER/ UFBA/ PMS OndaAzul Administrações Regionais PMS
  • 6. Bairros – Breve Histórico 11ºº DonatDonatáário da Bahiario da Bahia
  • 7. Bairros – Breve Histórico AS FREGUESIAS: (Primeira Divisão Recenseadora do Brasil) 1. Sé ou São Salvador (criada em 1552) 2. Nossa Senhora da Vitória (criada em 1561) 3. Nossa Senhora da Conceição da Praia (criada em 1623) 4. Santo Antonio Além do Carmo (criada em 1646) 5. São Pedro Velho (criada em 1679) 6. Santana do Sacramento (criada em 1679) 7. Santíssimo Sacramento da Rua do Passo (criada em 1718) 8. Nossa Senhora de Brotas (criada em 1718) 9. Santíssimo Sacramento do Pilar (criada em 1720) 10. Nossa Senhora da Penha (criada em 1760)
  • 8. Bairros – Breve Histórico Divisão Administrativa de 1911- estabelece 11 distritos; Divisão Administrativa de 1931 - cria-se mais cinco distritos; Decreto-Lei n° 10.724/38 - considera um só distrito – Salvador – e 24 Zonas Decreto-Lei n° 141/43 (Estadual) - altera a denominação Zona para Subdistrito; Decreto-Lei n° 701/48 - estabelece limite de setores; Decreto n° 1.335/54 - regulamenta os setores; Lei n° 502 de 12/08/1954 - divide o município em 5 distritos (Salvador, Nossa Sra das Candeias, Água Comprida, Ipitanga e Madre de Deus) – o distrito de Salvador passa a ter 20 sub-distritos; Lei nº 1038/1960, que estabelece os limites dos distritos, sub-distritos e bairros, sendo reconhecidos 32 (trinta e dois) bairros na cidade; Lei n° 1.855 de 05/04/1966 - cria o primeiro Código de Urbanismo e estabelece novos limites de setores; Lei n° 2403/72 – Código de Obras - estabelece 21 setores no município; Lei no 2454 de 04/01/1973 - estabelece limite municipal e interdistritais (2 distritos e 22 sub-distritos); Lei n° 2682/75 - mantém os setores do Código de Urbanismo (muda gabarito); Lei n° 2744/75 - cria as Zonas Homogêneas (muda gabarito dos setores); Decreto Nº 7.791/87 - cria as Regiões Administrativas – RA’s
  • 9. Recortes Territoriais - Legislação Vigente Lei Municipal nº 1038/60 - delimitação urbana e suburbana dos distritos e sub-distritos do município do Salvador e divide a cidade em bairros; Lei Municipal nº 2454/73 - estabelece os limites do município de Salvador e as divisas interdistritais; Lei Municipal nº 6586/2004 (PDDU/2004) - estabelece novos limites das Regiões Administrativas;
  • 10. Bases em Uso na PMS SEPLAM: Setores Censitários / ZI / RA Secretaria da Saúde: Distritos Sanitários Secretaria de Educação: CRE SETIN/STP/SET: Setores Censitários / Zonas de Tráfego; SEFAZ: RA / Bairros (Divisão Aleatória) / Distritos e Sub- distritos
  • 11. Malhas de Bairro em Uso SEPLAMSEPLAM IBGEIBGE CorreiosCorreios CONDERCONDER
  • 12. O que é Bairro A identidade da população começa no bairro (aí começa o bairrismo). Bárri = Bairro (do árabe vulgar/popular) A cidade resulta da complexa associação econômica, social, ambiental e político-institucional desses espaços, reconhecidos pelos seus moradores e usuários. Bairro: Pertencimento – Identidade
  • 13. O que é Bairro Unidade de delimitação territorial com consolidação histórica, que incorpora a noção de pertencimento das comunidades que o constituem; que utilizam os mesmos equipamentos comunitários; que mantêm relações de vizinhança e que reconhecem seus limites pelo mesmo nome.
  • 14. O que é Centro de Bairro / Localidade Centro de bairro Área na qual convergem e se articulam os principais fluxos do bairro ou da região dotado de variedade de serviços e infra- estrutura, com bom grau de acessibilidade. Localidade Unidade de delimitação territorial de menor porte, sem uma centralidade definida que constitui o bairro, representado por um ponto.
  • 15. Critérios para Definição e Delimitação de Bairro Opinião da população com relação a área; Barreiras físicas naturais (hidrografia, topografia); Barreiras impostas por intervenções (urbanização); Área ocupada; Concentração de equipamentos e serviços urbanos (Independência/inexistência); Sistema viário e acessibilidade; Serviço de transporte; Organização comunitária; Ponto de corte (fundo de lote, eixo de logradouro).
  • 16. Setores Censitários ? Bairros ? Áreas de Ponderação do IBGE ? ? RA Diagrama deDiagrama de Recortes TerritoriaisRecortes Territoriais
  • 17. Produtos Lei de Bairro; Redefinição dos Setores Censitários do IBGE; Redelimitação das ARs; Padronização do Endereçamento / Sinalização.
  • 19. Proposta de Delimitação do Bairro - Centro