Documentos doDocumentos do
Magistério da IgrejaMagistério da Igreja
• Inter Mirifica, 1963Inter Mirifica, 1963
• Communio ...
““Aldeia Global”Aldeia Global”
Uma nova culturaUma nova cultura
““O primeiro areópago dosO primeiro areópago dos
tempos modernos é otempos modernos é o
mundo das comunicações,mundo das c...
““Não existe lugar onde nãoNão existe lugar onde não
seja sentido o impacto dosseja sentido o impacto dos
mass media nomas...
Adormecimento
pastoral
““Principalmente as novas gerações crescem numPrincipalmente as novas gerações crescem num
mundo condicionado pelos mass-m...
Revisão pastoral
““O fenômeno atual dasO fenômeno atual das
comunicações sociais leva acomunicações sociais leva a
Igreja a uma espécie deI...
Os meios de comunicação social e o apostoladoOs meios de comunicação social e o apostolado
Procurem, de comum acordo, todo...
““Durante a sua formação, os futurosDurante a sua formação, os futuros
sacerdotes, religiosos e religiosas devemsacerdotes...
““A Igreja encara estes meios deA Igreja encara estes meios de
comunicação social como ‘donscomunicação social como ‘dons
...
““O cristão encara ‘as maravilhosas invenções daO cristão encara ‘as maravilhosas invenções da
técnica’, que garantem a co...
““Portanto, todos os homens dePortanto, todos os homens de
boa vontade são convidados aboa vontade são convidados a
um tra...
““Cristo mandou aos Apóstolos e seusCristo mandou aos Apóstolos e seus
sucessores que ensinassem ‘todas assucessores que e...
(...) Por isso, é necessário que sacerdotes,(...) Por isso, é necessário que sacerdotes,
religiosos e religiosas conheçam ...
De fato, seria impossível, hoje em dia,De fato, seria impossível, hoje em dia,
cumprir o mandato de Cristo, sem utilizar a...
““Os modernos meios de comunicaçãoOs modernos meios de comunicação
social dão ao homem de hoje novassocial dão ao homem de...
Uma nova cultura
exigem uma
nova linguagem
““É evidente que a apresentação dosÉ evidente que a apresentação dos
programas religiosos tem que seprogramas religiosos t...
““Surge, pois, a necessidade de usar,Surge, pois, a necessidade de usar,
quanto possível, os meios dequanto possível, os m...
““Considerando que são «neutros,Considerando que são «neutros,
abertos e honestos», os massabertos e honestos», os mass
me...
““O povo de Deus fiel devia fazer umO povo de Deus fiel devia fazer um
uso criativo das novas descobertas euso criativo da...
Novas fronteiras
Ciberespaço
Aos cristãos, especialmente aos queAos cristãos, especialmente aos que
se dedicam à evangelização,se dedicam à evangelizaç...
A internet é um desses espaçosA internet é um desses espaços
privilegiados e desafiadores paraprivilegiados e desafiadores...
Com ou sem a presença da Igreja,Com ou sem a presença da Igreja,
a nova cultura virtual está criando,a nova cultura virtua...
Podemos escolher, então, nossaPodemos escolher, então, nossa
postura:postura:
lutar contra o “demônio dolutar contra o “de...
Daí a importância da formação nãoDaí a importância da formação não
somente para o uso ousomente para o uso ou
manipulação ...
““Mais do que meramente ensinar técnicas, aMais do que meramente ensinar técnicas, a
formação midiática ajuda as pessoas a...
““É preciso fortaleza eÉ preciso fortaleza e
coragem no mundocoragem no mundo
das comunicações.”das comunicações.”
Ética n...
““Oxalá os católicos comprometidos noOxalá os católicos comprometidos no
mundo das comunicações sociaismundo das comunicaç...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Pascom nos Documentos da Igreja - do Inter Mirifica (1963) ao Rápido Desenvolvimento (2005)

276 visualizações

Publicada em

Como a Igreja, através de seus documentos magisteriais (de 1963 a 2005), apontou a importância e os desafios da Pastoral da Comunicação.

Publicada em: Espiritual
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
276
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
5
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Pascom nos Documentos da Igreja - do Inter Mirifica (1963) ao Rápido Desenvolvimento (2005)

  1. 1. Documentos doDocumentos do Magistério da IgrejaMagistério da Igreja • Inter Mirifica, 1963Inter Mirifica, 1963 • Communio et Progressio, 1971Communio et Progressio, 1971 • Redemptoris Missio, 1990Redemptoris Missio, 1990 • Aetatis Novae, 1992Aetatis Novae, 1992 • Ética nas Comunicações, 2000Ética nas Comunicações, 2000 • Ética na Internet, 2002Ética na Internet, 2002 • O Rápido Desenvolvimento, 2005O Rápido Desenvolvimento, 2005
  2. 2. ““Aldeia Global”Aldeia Global” Uma nova culturaUma nova cultura
  3. 3. ““O primeiro areópago dosO primeiro areópago dos tempos modernos é otempos modernos é o mundo das comunicações,mundo das comunicações, que está a unificar aque está a unificar a humanidade,humanidade, transformando-a — comotransformando-a — como se costuma dizer — nase costuma dizer — na «aldeia global».”«aldeia global».” Redemptoris Missio, 37 cRedemptoris Missio, 37 c
  4. 4. ““Não existe lugar onde nãoNão existe lugar onde não seja sentido o impacto dosseja sentido o impacto dos mass media nomass media no comportamento religioso ecomportamento religioso e moral, nos sistemasmoral, nos sistemas políticos e sociais, e napolíticos e sociais, e na educação.educação.”” AETATIS NOVAEAETATIS NOVAE , nº 1, nº 1
  5. 5. Adormecimento pastoral
  6. 6. ““Principalmente as novas gerações crescem numPrincipalmente as novas gerações crescem num mundo condicionado pelos mass-média.mundo condicionado pelos mass-média. Talvez seTalvez se tenha descuidado um pouco este areópagotenha descuidado um pouco este areópago:: deu-deu- se preferência a outros instrumentos para ose preferência a outros instrumentos para o anúncio evangélico e para a formaçãoanúncio evangélico e para a formação,, enquantoenquanto os mass-média foram deixados à iniciativa deos mass-média foram deixados à iniciativa de particulares ou de pequenos grupos, entrandoparticulares ou de pequenos grupos, entrando apenasapenas secundariamentesecundariamente na programaçãona programação pastoralpastoral.. Não é suficiente, portanto, usá-los para difundir aNão é suficiente, portanto, usá-los para difundir a mensagem cristã e o Magistério da Igreja, mas émensagem cristã e o Magistério da Igreja, mas é necessário integrar a mensagem nesta «novanecessário integrar a mensagem nesta «nova cultura», criada pelas modernas comunicações.”cultura», criada pelas modernas comunicações.” Redemptoris Missio, 37 cRedemptoris Missio, 37 c
  7. 7. Revisão pastoral
  8. 8. ““O fenômeno atual dasO fenômeno atual das comunicações sociais leva acomunicações sociais leva a Igreja a uma espécie deIgreja a uma espécie de revisão pastoral e cultural derevisão pastoral e cultural de tal forma que esteja emtal forma que esteja em condição de enfrentarcondição de enfrentar adequadamente a passagemadequadamente a passagem histórica que estamoshistórica que estamos vivendo”vivendo” Rápido Desenvolvimento, nº 8Rápido Desenvolvimento, nº 8
  9. 9. Os meios de comunicação social e o apostoladoOs meios de comunicação social e o apostolado Procurem, de comum acordo, todos os filhos da Igreja que osProcurem, de comum acordo, todos os filhos da Igreja que os meios de comunicação social se utilizem,meios de comunicação social se utilizem, sem demora e com osem demora e com o máximo empenho nas mais variadas formas de apostoladomáximo empenho nas mais variadas formas de apostolado, tal, tal como o exigem as realidades e as circunstâncias do nossocomo o exigem as realidades e as circunstâncias do nosso tempo, adiantando-se assim às más iniciativas, especialmentetempo, adiantando-se assim às más iniciativas, especialmente naquelas regiões em que o progresso moral e religiosonaquelas regiões em que o progresso moral e religioso reclama uma maior atenção.reclama uma maior atenção. Apressem-seApressem-se, pois, os sagrados pastores a cumprir neste, pois, os sagrados pastores a cumprir neste campo a sua missão, intimamente ligada ao seu devercampo a sua missão, intimamente ligada ao seu dever ordinário de pregar. Por seu lado, os leigos que fazem uso dosordinário de pregar. Por seu lado, os leigos que fazem uso dos ditos meios, procurem dar testemunho de Cristo, realizando,ditos meios, procurem dar testemunho de Cristo, realizando, em primeiro lugar, as suas próprias tarefas com perícia eem primeiro lugar, as suas próprias tarefas com perícia e espírito apostólico, e oferecendo, além disso, no que esteja aoespírito apostólico, e oferecendo, além disso, no que esteja ao seu alcance, mediante as possibilidades da técnica, daseu alcance, mediante as possibilidades da técnica, da economia, da cultura e da arte, o seu apoio direto à açãoeconomia, da cultura e da arte, o seu apoio direto à ação pastoral da Igreja.pastoral da Igreja. Inter Mirifica, nº 13 (1966)Inter Mirifica, nº 13 (1966)
  10. 10. ““Durante a sua formação, os futurosDurante a sua formação, os futuros sacerdotes, religiosos e religiosas devemsacerdotes, religiosos e religiosas devem conhecer a incidência dos meios deconhecer a incidência dos meios de comunicação na sociedade, bem como a suacomunicação na sociedade, bem como a sua técnica e uso, para que não permaneçamtécnica e uso, para que não permaneçam alheios à realidade, e não cheguemalheios à realidade, e não cheguem desprevenidos ao ministério apostólico quedesprevenidos ao ministério apostólico que lhes será entregue. Tal conhecimento fazlhes será entregue. Tal conhecimento faz parte integrante da sua formação; é condiçãoparte integrante da sua formação; é condição sem a qual não é possível exercer umsem a qual não é possível exercer um apostolado eficaz na sociedade de hoje,apostolado eficaz na sociedade de hoje, caracterizada, como está, pelos meios decaracterizada, como está, pelos meios de comunicação. (...)comunicação. (...)
  11. 11. ““A Igreja encara estes meios deA Igreja encara estes meios de comunicação social como ‘donscomunicação social como ‘dons de Deus’, na medida em que,de Deus’, na medida em que, segundo intenção providencial,segundo intenção providencial, criam laços de solidariedadecriam laços de solidariedade entre os homens, pondo-seentre os homens, pondo-se assim ao serviço da Sua vontadeassim ao serviço da Sua vontade salvífica.”salvífica.” COMMUNIO ET PROGRESSIOCOMMUNIO ET PROGRESSIO , nº 2, nº 2
  12. 12. ““O cristão encara ‘as maravilhosas invenções daO cristão encara ‘as maravilhosas invenções da técnica’, que garantem a comunicação social entretécnica’, que garantem a comunicação social entre os homens, como instrumento dos planos de Deusos homens, como instrumento dos planos de Deus para promover as relações sociais durante apara promover as relações sociais durante a nossa vida na terra. Tais meios geram novasnossa vida na terra. Tais meios geram novas relações; surge linguagem nova, que torna orelações; surge linguagem nova, que torna o homem mais consciente de si mesmo e da pessoahomem mais consciente de si mesmo e da pessoa do outro. A compreensão mútua e a boa vontadedo outro. A compreensão mútua e a boa vontade recíproca desabrocham naturalmente na justiça,recíproca desabrocham naturalmente na justiça, na paz, na benevolência, na ajuda mútua, no amorna paz, na benevolência, na ajuda mútua, no amor e finalmente na comunhão. É por isso que ose finalmente na comunhão. É por isso que os meios de comunicação social constituem um dosmeios de comunicação social constituem um dos mais válidos recursos de que o homem pode usarmais válidos recursos de que o homem pode usar para fomentar o amor, fonte de união.”para fomentar o amor, fonte de união.” COMMUNIO ET PROGRESSIO, 12COMMUNIO ET PROGRESSIO, 12
  13. 13. ““Portanto, todos os homens dePortanto, todos os homens de boa vontade são convidados aboa vontade são convidados a um trabalho conjunto, para queum trabalho conjunto, para que os meios de comunicaçãoos meios de comunicação social contribuam para asocial contribuam para a procura da verdade e para oprocura da verdade e para o verdadeiro progresso humano.”verdadeiro progresso humano.” COMMUNIO ET PROGRESSIO, 13COMMUNIO ET PROGRESSIO, 13
  14. 14. ““Cristo mandou aos Apóstolos e seusCristo mandou aos Apóstolos e seus sucessores que ensinassem ‘todas assucessores que ensinassem ‘todas as nações’, que fossem ‘a luz do mundo’, quenações’, que fossem ‘a luz do mundo’, que proclamassem o Evangelho em todo oproclamassem o Evangelho em todo o tempo e lugar. Do mesmo modo que Cristotempo e lugar. Do mesmo modo que Cristo se comportou, durante a sua vida terrestre,se comportou, durante a sua vida terrestre, como o modelo perfeito do ‘Comunicador’,como o modelo perfeito do ‘Comunicador’, e os Apóstolos usaram os meios dee os Apóstolos usaram os meios de comunicação então ao seu alcance,comunicação então ao seu alcance, também o nosso trabalho apostólico atualtambém o nosso trabalho apostólico atual deve usar as mais recentes descobertasdeve usar as mais recentes descobertas da técnica. (...)da técnica. (...)
  15. 15. (...) Por isso, é necessário que sacerdotes,(...) Por isso, é necessário que sacerdotes, religiosos e religiosas conheçam de quereligiosos e religiosas conheçam de que modo se geram opiniões e mentalidades namodo se geram opiniões e mentalidades na sociedade atual, e assim se adaptem àssociedade atual, e assim se adaptem às condições do mundo em que vivem, uma vezcondições do mundo em que vivem, uma vez que é aos homens de hoje que a Palavra deque é aos homens de hoje que a Palavra de Deus deve ser anunciada, e queDeus deve ser anunciada, e que precisamente os meios de comunicaçãoprecisamente os meios de comunicação podem prestar valioso auxílio. Os quepodem prestar valioso auxílio. Os que revelam qualidades e gosto especial,revelam qualidades e gosto especial, recebam uma formação mais acurada nesterecebam uma formação mais acurada neste campo.”campo.” COMMUNIO ET PROGRESSIO, 111COMMUNIO ET PROGRESSIO, 111
  16. 16. De fato, seria impossível, hoje em dia,De fato, seria impossível, hoje em dia, cumprir o mandato de Cristo, sem utilizar ascumprir o mandato de Cristo, sem utilizar as vantagens oferecidas por estes quevantagens oferecidas por estes que permitem levar a mensagem a um númeropermitem levar a mensagem a um número muito superior de homens.muito superior de homens. Aliás, o Concílio Vaticano II exorta osAliás, o Concílio Vaticano II exorta os católicos a que, ‘sem demoras, usem oscatólicos a que, ‘sem demoras, usem os meios de comunicação social, nas diversasmeios de comunicação social, nas diversas formas de apostolado’.”formas de apostolado’.” COMMUNIO ET PROGRESSIO,126COMMUNIO ET PROGRESSIO,126
  17. 17. ““Os modernos meios de comunicaçãoOs modernos meios de comunicação social dão ao homem de hoje novassocial dão ao homem de hoje novas possibilidades de confronto com apossibilidades de confronto com a mensagem evangélica; permitem aosmensagem evangélica; permitem aos cristãos seguir, mesmo de longe, ascristãos seguir, mesmo de longe, as cerimônias religiosas. Assim, toda acerimônias religiosas. Assim, toda a comunidade cristã se reúne e cada umcomunidade cristã se reúne e cada um é convidado a participar na vida íntimaé convidado a participar na vida íntima da Igreja.”da Igreja.” COMMUNIO ET PROGRESSIO, 128COMMUNIO ET PROGRESSIO, 128
  18. 18. Uma nova cultura exigem uma nova linguagem
  19. 19. ““É evidente que a apresentação dosÉ evidente que a apresentação dos programas religiosos tem que seprogramas religiosos tem que se configurar com as característicasconfigurar com as características próprias do meio usado: a "linguagem"próprias do meio usado: a "linguagem" na rádio ou na televisão não pode serna rádio ou na televisão não pode ser um decalque da "linguagem" dosum decalque da "linguagem" dos púlpitos. Seria também lamentável, se opúlpitos. Seria também lamentável, se o nível dos programas de índole religiosanível dos programas de índole religiosa fosse inferior ao dos restantesfosse inferior ao dos restantes programas.”programas.” COMMUNIO ET PROGRESSIO, 128COMMUNIO ET PROGRESSIO, 128
  20. 20. ““Surge, pois, a necessidade de usar,Surge, pois, a necessidade de usar, quanto possível, os meios dequanto possível, os meios de comunicação social para apresentar acomunicação social para apresentar a mensagem cristã, dum modo maismensagem cristã, dum modo mais interessante e eficaz, encarnando-a nointeressante e eficaz, encarnando-a no estilo próprio de cada um destes meios.”estilo próprio de cada um destes meios.” "COMMUNIO ET PROGRESSIO, 131"COMMUNIO ET PROGRESSIO, 131
  21. 21. ““Considerando que são «neutros,Considerando que são «neutros, abertos e honestos», os massabertos e honestos», os mass media oferecem aos cristãosmedia oferecem aos cristãos bembem preparadospreparados « um papel missionário« um papel missionário de vanguarda », e é importante quede vanguarda », e é importante que eles sejam «eles sejam «bem formados ebem formados e apoiadosapoiados»”»” ÉTICA NAS COMUNICAÇÕES SOCIAISÉTICA NAS COMUNICAÇÕES SOCIAIS , nº 26, nº 26
  22. 22. ““O povo de Deus fiel devia fazer umO povo de Deus fiel devia fazer um uso criativo das novas descobertas euso criativo das novas descobertas e tecnologias em beneficio datecnologias em beneficio da humanidade e para o cumprimentohumanidade e para o cumprimento do plano de Deus no mundo... e umdo plano de Deus no mundo... e um sábio uso do potencial da ‘era dosábio uso do potencial da ‘era do computador’, para servir a vocaçãocomputador’, para servir a vocação humana e transcendente do homemhumana e transcendente do homem e para dar assim glória ao Pai, doe para dar assim glória ao Pai, do qual vêm todas as coisas boas.”qual vêm todas as coisas boas.” AETATIS NOVAEAETATIS NOVAE , nº 3, nº 3
  23. 23. Novas fronteiras Ciberespaço
  24. 24. Aos cristãos, especialmente aos queAos cristãos, especialmente aos que se dedicam à evangelização,se dedicam à evangelização, apresenta-se o desafio de umaapresenta-se o desafio de uma missão única e especial de enfrentarmissão única e especial de enfrentar a mudança dos paradigmas daa mudança dos paradigmas da comunicação do século XXI.comunicação do século XXI.
  25. 25. A internet é um desses espaçosA internet é um desses espaços privilegiados e desafiadores paraprivilegiados e desafiadores para a ação evangelizadora, pois oa ação evangelizadora, pois o ciberespaço não tem confim ouciberespaço não tem confim ou autoridade a quem apelar.autoridade a quem apelar.
  26. 26. Com ou sem a presença da Igreja,Com ou sem a presença da Igreja, a nova cultura virtual está criando,a nova cultura virtual está criando, transformando de qualquer modotransformando de qualquer modo todos aqueles que se aventuramtodos aqueles que se aventuram na navegação dos seus horizontesna navegação dos seus horizontes infinitos.infinitos.
  27. 27. Podemos escolher, então, nossaPodemos escolher, então, nossa postura:postura: lutar contra o “demônio dolutar contra o “demônio do ciberespaço” ou transformar-nosciberespaço” ou transformar-nos em artesões ou escultores destaem artesões ou escultores desta nova cultura que está nascendo.nova cultura que está nascendo.
  28. 28. Daí a importância da formação nãoDaí a importância da formação não somente para o uso ousomente para o uso ou manipulação técnica da internet,manipulação técnica da internet, mas para a sólida educação ámas para a sólida educação á liberdade responsável e aosliberdade responsável e aos valores humanos e cristãos.valores humanos e cristãos.
  29. 29. ““Mais do que meramente ensinar técnicas, aMais do que meramente ensinar técnicas, a formação midiática ajuda as pessoas a formaremformação midiática ajuda as pessoas a formarem padrões de bom gosto e de verdadeiro juízo moral,padrões de bom gosto e de verdadeiro juízo moral, um aspecto da formação da consciência. Atravésum aspecto da formação da consciência. Através das suas escolas e programas de formação, a Igrejadas suas escolas e programas de formação, a Igreja deve oferecer uma educação midiática destedeve oferecer uma educação midiática deste gênero.gênero. Na medida do possível, os programas pastoraisNa medida do possível, os programas pastorais para as comunicações sociais deveriam prever estapara as comunicações sociais deveriam prever esta preparação no contexto da formação dospreparação no contexto da formação dos seminaristas, sacerdotes, religiosos e pessoal leigoseminaristas, sacerdotes, religiosos e pessoal leigo comprometido na pastoral, assim como doscomprometido na pastoral, assim como dos professores, dos pais e dos estudantes.”professores, dos pais e dos estudantes.” IGREJA E INTERNETIGREJA E INTERNET , 7, 7
  30. 30. ““É preciso fortaleza eÉ preciso fortaleza e coragem no mundocoragem no mundo das comunicações.”das comunicações.” Ética na Internet, 12Ética na Internet, 12
  31. 31. ““Oxalá os católicos comprometidos noOxalá os católicos comprometidos no mundo das comunicações sociaismundo das comunicações sociais anunciem a verdade de Jesus cadaanunciem a verdade de Jesus cada vez mais corajosa e impavidamentevez mais corajosa e impavidamente sobre os telhados, de tal maneira quesobre os telhados, de tal maneira que todos os homens e mulheres possamtodos os homens e mulheres possam ouvir falar do amor que está naouvir falar do amor que está na autocomunicação de Deus em Jesusautocomunicação de Deus em Jesus Cristo, o mesmo ontem, hoje e paraCristo, o mesmo ontem, hoje e para toda a eternidade”toda a eternidade” Ética na Internet, 12Ética na Internet, 12

×