Conceitos importantes
para a comunicação eclesial
Andréia GrippAndréia Gripp
O texto jornalísticoO texto jornalístico
 Somos chamados a fazer uma evangelização
inculturada, porém, sem complexo de
inferioridade – não temos que ser igual aos...
 Ser construtores da comunhão pastoral.
 A sermos ponte entre a Igreja e o homem de hoje.
Mas só se constrói comunhão e ...
 Pode-se dizer que é tudo o que os jornalistas
escolhem para oferecer ao público.
 A BOA NOTÍCIA VENDE – É O CONTEÚDO QU...
A notícia pode estar no detalhe de uma história.A notícia pode estar no detalhe de uma história.
A notícia pode estar no a...
 Novidade; Verossimilhança; Interesse público;
 Importância; Oportunidade jornalística.
 Uma notícia precisa ser bem ap...
 Notícia é o relato de um fato de maneira integral e
sucinta.
 Reportagem é uma notícia ampliada. Traz
informações apura...
 Leia, leia, leia
 Aprenda a filtrar
 Aprenda a resumir
 Aprenda a detalhar
 Aprenda a contextualizar
 Aprenda a des...
 Pauta – Ponto de partida
Definição do conteúdo/objetivo
Orientação dada ao repórter para a realização de
reportagens/not...
 Etapas
1. Apuração:1. Apuração:
Marcar entrevista ou apurar em outros meios ou no
local
Sempre mediante orientação da pa...
A medida que apurarem, comecem a esboçar
mentalmente o texto que escreverão depois.
A importância de um fato é que determi...
 CARACTERÍSTICASCARACTERÍSTICAS
 Claro – clareza X superficialidade
 Objetivo – o que você quer dizer?
 Simples – públ...
 A frase jornalística tem que ser construída de tal
forma que não só se entenda bem, mas que não
se possa entender de out...
 Prefira frases curtas e na ordem direta.
 Evite o gerúndio - subustitua por ponto.
 Livre-se do “já que” – evite, tb, ...
 TítuloTítulo – Maior parte dos leitores lê apenas o
título. Síntese precisa das informações do texto.
 Lead (lide)Lead ...
 Os títulostítulos devem refletir o tom do material que
encabeçam. Após ser criado, deve ser reexaminado
para perceber se...
 Título
 Cabeça (lead)
síntese da notícia
(quem/o que, fez o que, quando,
onde, como, por que/para que)
 Corpo da matér...
O texto jornalístico na comunicação eclesial
O texto jornalístico na comunicação eclesial
O texto jornalístico na comunicação eclesial
O texto jornalístico na comunicação eclesial
O texto jornalístico na comunicação eclesial
O texto jornalístico na comunicação eclesial
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

O texto jornalístico na comunicação eclesial

243 visualizações

Publicada em

Apresentação sobre o texto jornalístico e sua aplicação na comunicação eclesial

Publicada em: Software
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
243
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O texto jornalístico na comunicação eclesial

  1. 1. Conceitos importantes para a comunicação eclesial Andréia GrippAndréia Gripp O texto jornalísticoO texto jornalístico
  2. 2.  Somos chamados a fazer uma evangelização inculturada, porém, sem complexo de inferioridade – não temos que ser igual aos meios de comunicação seculares.  Temos que apresentar a novidade do Espírito para esse tempo histórico.  Somos enviados aos cegos, aos paralíticos, aos coxos, às crianças – aos que estão fora da Igreja.
  3. 3.  Ser construtores da comunhão pastoral.  A sermos ponte entre a Igreja e o homem de hoje. Mas só se constrói comunhão e diálogo com humildade e paixão! Só com humildade e sentimento penetramos no coração do homem.
  4. 4.  Pode-se dizer que é tudo o que os jornalistas escolhem para oferecer ao público.  A BOA NOTÍCIA VENDE – É O CONTEÚDO QUE VENDE O JORNAL  Dá trabalho descobrir notícias. O problema é que hoje não se procura mais notícias. E muitas “notícias” nascem dentro das redações.
  5. 5. A notícia pode estar no detalhe de uma história.A notícia pode estar no detalhe de uma história. A notícia pode estar no ambiente em que a umA notícia pode estar no ambiente em que a um fato aconteceu.fato aconteceu. A notícia pode estar no silêncio do entrevistado.A notícia pode estar no silêncio do entrevistado. É PRECISO ESTAR ATENTO A TUDO!É PRECISO ESTAR ATENTO A TUDO!
  6. 6.  Novidade; Verossimilhança; Interesse público;  Importância; Oportunidade jornalística.  Uma notícia precisa ser bem apurada! Sua fonte tem que ser a mais segura possível.  NUNCA AFIRME ALGO QUE NÃO TENHA CERTEZA E NÃO TENHA COMPROVADO A INFORMAÇÃO RECEBIDA! Na dúvida, não escreva!Na dúvida, não escreva! NUNCA!NUNCA!
  7. 7.  Notícia é o relato de um fato de maneira integral e sucinta.  Reportagem é uma notícia ampliada. Traz informações apuradas em mais de uma fonte de informação, abordando diversos ângulos do assunto. A reportagem procura, além de informar, interpretar os fatos.  Box – Texto curto associado a outro mais longo.  Entrevista – representa uma das principais fontes de coleta de informação.  Chamadas – resumos de 1ª página.
  8. 8.  Leia, leia, leia  Aprenda a filtrar  Aprenda a resumir  Aprenda a detalhar  Aprenda a contextualizar  Aprenda a desconfiar  Aprenda a navegar
  9. 9.  Pauta – Ponto de partida Definição do conteúdo/objetivo Orientação dada ao repórter para a realização de reportagens/notas/notícias
  10. 10.  Etapas 1. Apuração:1. Apuração: Marcar entrevista ou apurar em outros meios ou no local Sempre mediante orientação da pautaSempre mediante orientação da pauta Pequem pelo exagero. Apurem mais informações do que irão precisar para escrever a notícia. É melhor dispensar informações que descobrir que não as têm.
  11. 11. A medida que apurarem, comecem a esboçar mentalmente o texto que escreverão depois. A importância de um fato é que determina a extensão de uma notícia. Mas mesmo uma notícia de 30 linhas, ganhará mais credibilidade se for contada em detalhes. Antes de terminar a apuração, pergunte TUDO sobre o fato.
  12. 12.  CARACTERÍSTICASCARACTERÍSTICAS  Claro – clareza X superficialidade  Objetivo – o que você quer dizer?  Simples – público heterogêneo  Correto - normas formais da língua – coloquialismo x gírias
  13. 13.  A frase jornalística tem que ser construída de tal forma que não só se entenda bem, mas que não se possa entender de outra forma. Íñigo Dominguez O texto jornalístico é feito para ser lido, entendidoentendido e, se possível, apreciado. O texto jornalístico deve estar focado no leitordeve estar focado no leitor: quem é ele?
  14. 14.  Prefira frases curtas e na ordem direta.  Evite o gerúndio - subustitua por ponto.  Livre-se do “já que” – evite, tb, o queísmo.  Não faça períodos longos demais. Prefira dividi-los com ponto.  Prefira as palavras mais curtas e simples.  Utilize formas positivas.  Prefira a voz ativa.  Dê nome aos bois: utilize termos específicos.  Evite adjetivos.  Toda pessoa tem nome e sobrenome –  escreva os nomes da forma corretaescreva os nomes da forma correta..
  15. 15.  TítuloTítulo – Maior parte dos leitores lê apenas o título. Síntese precisa das informações do texto.  Lead (lide)Lead (lide) – Síntese da notícia. Síntese precisa das informações do texto.  IntertítuloIntertítulo – no meio de textos longos, serve para “arejar” a leitura.  OlhosOlhos – destaca uma frase do texto.  LegendaLegenda – completa a informação visual
  16. 16.  Os títulostítulos devem refletir o tom do material que encabeçam. Após ser criado, deve ser reexaminado para perceber se, por exemplo, ele adotou um ar frio ao batizar uma reportagem tocante ou se foi sarcástico quando a matéria solicitava sobriedade, etc.  IntertítulosIntertítulos – são locuções de até três palavras, colocadas no interior das matérias, com intervalo médio de três parágrafos. Funcionam como títulos internos, que criam áreas de “respiro” na matéria longa.
  17. 17.  Título  Cabeça (lead) síntese da notícia (quem/o que, fez o que, quando, onde, como, por que/para que)  Corpo da matéria

×