Poesia criativa

3.361 visualizações

Publicada em

Publicada em: Turismo, Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.361
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
19
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
6
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Poesia criativa

  1. 1. CASA DO PROFESSOR
  2. 2. Escola EB2, 3 de Prado Língua Portuguesa – 7º ano Turma E Professora: Ana Magalhães
  3. 3. A escrita criativa é o encontro ímpar com um universo lauto, por vezes, escondido no espaço mais recôndito, mais “clandestino” do nosso interior, em que as ideias e as habilidades de criar debelam-se como autênticos titãs, superando-se a si mesmas. A professora, Ana M.
  4. 4. Hoje vou à escola, Vou ter Português. Vou fazer o poema, Vai ser um dilema. A música vai abrir Sei que vou sentir O guardador de sóis e a minha linda de caracóis Sei que vou exprimir O meu comovente amor.
  5. 5. Sinto uma sensação que não consigo exprimir, AMAR uma emoção que não consigo explicar, Como um passarinho que nasce e cresce no ninho. Como uma flor que abre as pétalas ao mundo cresce, cresce este meu AMAR  
  6. 6. Na natureza Eu faço uma proeza O de conseguir o amor sentir O que é uma fortaleza Sentir o que é puro Conseguir um amor maduro Crescer E então um amor viver
  7. 7. Namorar, dar um beijo, Ter um desejo Mas atenção! Pode ser desilusão, Ser um amor de pouca verdade Cair no desamor, mas fica a saudade. Seja o que for, Pode ser o AMOR!
  8. 8. Vermelho uma cor Que simboliza o desvairado amor Emite distinta amizade Que leva à saudade Uma encantadora vontade o amor acontece a formosa flor floresce
  9. 9. Essencial é a vida, Seja ou não colorida, Com ou sem maldade, Mas com saudade Da amizade de verdade, Para todos uma novidade. Seguimos em liberdade, Desponta uma dor! Acontece a paixão! E lá vai o coração No corrimão…
  10. 10. Tantas vezes a trabalhar Tantas vezes a estudar Tantas vezes a escrever Tantas vezes a ler E o AMOR a suceder
  11. 11. Quando estou a dormir Apetece-me sorrir Com a cabeça na almofada Fica toda toldada. E ao adormecer Dá-se o renascer, Sonhando com uma paisagem Que parecia uma miragem. Vejo lindos caracóis, belos cabelos aos sóis! E ao acordar Uf! Toca a estudar!      
  12. 12. ” A poesia está mais próxima da verdade vital do que a história”. Platão

×